VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial quando governador do Paraná

14 de setembro de 2012 às 12h11

Post reapresentado em 03.07.2013 a pedido de uma leitora

Requião cortou todos os gastos com propaganda oficial do Estado, que haviam sido — em valores corrigidos — de R$ 2,5 bilhões nos quatro anos do governo de Jaime Lerner.  Foto: site do senador

por Luiz Carlos Azenha

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) tem feito discursos relevantes no Congresso.

Confessou desencanto com a política, como quando criticou os partidos de esquerda:

Leandro Konder, no seu livro sobre Walter Benjamin, falando sobre o processo de descaracterização dos partidos de esquerda, nas primeiras décadas do século 20, capturados pelo reformismo, pelo economicismo e pelo pragmatismo, observa: “Quando a esquerda evita falar sobre os seus próprios erros e se recusa a discuti-los à luz do dia, ela não está, afinal, se protegendo da direita: está protegendo o conservadorismo que conseguiu se infiltrar no interior dela mesmo”. Alguém tem dúvida de que a citação ajusta-se com perfeição à esquerda brasileira hoje, especialmente à esquerda acantonada no Partido dos Trabalhadores? Ou no PCdoB? Ou mesmo em meu partido, essa frente heterogênea chamada PMDB? Não há dúvida – e alguns acham isso uma virtude — que a esquerda brasileira foi abduzida também pelo economicismo,  pelo pragmatismo, pelo determinismo. Não digo pelo reformismo porque ela é, há muito tempo, essencialmente reformista, tendo abandonado qualquer veleidade revolucionária.

Atacou a “quadrilha da desinformação”, mas também denunciou conluio na CPMI do Cachoeira para proteger a construtora Delta.

Fez piada com o liberalismo brasileiro, que representa o atraso do atraso.

E denunciou o que seria a privataria petista.

Porém, os discursos do senador peemedebista recebem escassa repercussão na mídia.

Existem dois motivos para isso, segundo Requião: quando governador do Paraná, ele cortou todos os gastos com propaganda oficial do Estado, que haviam sido — em valores corrigidos — de R$ 2,5 bilhões nos quatro anos do governo anterior, de Jaime Lerner.

Investiu em escolas e hospitais (seria uma boa ideia o governo Dilma fazer o mesmo com os R$ 161 milhões que gastou com a mídia em um ano e meio?).

Além disso, também quando governava o Paraná, Requião diz que expulsou do Estado o bicheiro Carlinhos Cachoeira e o empresário Fernando Cavendish, o que rendeu a ele acusações na revista Veja. Quem assinou a reportagem-denúncia?

O senador dá a resposta na entrevista abaixo, na qual também fiz a pergunta que tem sido feita por comentaristas do site: ele está em campanha para o Planalto?

Começamos falando sobre as eleições municipais:

Built-in Microphone_recording 42

PS do Viomundo: Os Frias aparentemente não estão contentes com o quanto mamam nas tetas do governo federal. Deveriam se juntar a este site na campanha pela extinção das verbas de publicidade oficiais em todas as esferas: Executivo, Legislativo, Judiciário; federais, estaduais e municipais.

Leia também:

Haddad diz que baixaria em campanhas de Serra “é genética”

Serra diz que Marta ganhou cargo por falar mal dele

Donato: Foco do PT é mostrar o que Serra-Kassab prometeram e não fizeram

Barão de Itararé: Querem sufocar a blogosfera

Datafolha: Rejeição a Serra lidera em todos os cenários

Santayana: Em nenhum governo agentes públicos enriqueceram tão rápido quanto no de FHC

Saul Leblon aplica a matemática de Bill Clinton ao Brasil

Eduardo Guimarães: A farsa do vídeo

Santayana: O beijo de morte na campanha de Serra

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

180 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Antonio Lassance: “Mídia técnica” do governo é desperdício de dinheiro público com publicidade ineficiente | bita brasil

18/07/2015 - 11h33

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Rovai propõe debate a Fernando Rodrigues sobre publicidade estatal « Viomundo - O que você não vê na mídia

17/12/2014 - 19h34

[…] R$ 155 milhões dos tucanos. O Viomundo defende a extinção de toda a publicidade oficial, nos moldes do que fez Roberto Requião quando governava o Paraná. É preciso ensinar à mídia como se faz superávit primário eliminando a publicidade com […]

Responder

Candidato a governador, Requião acusa Richa de beneficiar concessionárias de pedágios depois de receber R$ 3 milhões | Blog do Liberato

10/07/2014 - 16h48

[…] do governador Richa com o PMDB. Explicação: Richa gastou R$ 600 milhões com publicidade, enquanto Requião cortou a publicidade oficial! by admin Post navigation As lições de Marco Aurélio, o imperador filósofo“Eu […]

Responder

Candidato a governador, Requião acusa Richa de beneficiar concessionários de pedágios depois de receber R$ 3 milhões - Viomundo - O que você não vê na mídia

21/06/2014 - 11h47

[…] PS do Viomundo: A mídia corporativa destaca a debandada do PTB  da base governista para o lado de Aécio Neves, mas não a candidatura de Requião, que enfraquece o PSDB num colégio eleitoral chave ao evitar uma aliança do governador Richa com o PMDB. Explicação: Richa gastou R$ 600 milhões com publicidade, enquanto Requião cortou a publicidade oficial! […]

Responder

EVS NOTÍCIAS.

19/04/2014 - 12h24

[…] em creches, hospitais e salários de funcionários públicos, não necessariamente nesta ordem. Quando governador do Paraná, o hoje senador Roberto Requião, do PMDB, fez isso e deu muito certo.Finalmente, acrescento minha própria experiência como vítima de tentativa de assassinato de […]

Responder

Novos leitores: Mais uma tentativa de assassinato de reputação - Viomundo - O que você não vê na mídia

18/04/2014 - 11h14

[…] Fazemos isso porque batalhamos pela extinção de tais gastos públicos, a não ser em casos de estrita necessidade, como campanhas de vacinação, para que o dinheiro seja aplicado em creches, hospitais e salários de funcionários públicos, não necessariamente nesta ordem. Quando governador do Paraná, o hoje senador Roberto Requião, do PMDB, fez isso e deu muito certo. […]

Responder

Breno Altman: Decisão acertada sobre Azeredo desmascara AP 470 | Maria Frô

28/03/2014 - 18h02

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Colunista sugere que Haddad pague "20 paus" para calar críticos - Viomundo - O que você não vê na mídia

17/12/2013 - 07h12

[…] “Não me arrependo de ter cortado as verbas publicitárias oficiais”, diz Requião […]

Responder

Sem licitação, Alckmin compra armas de destruição em massa - Viomundo - O que você não vê na mídia

25/08/2013 - 18h08

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Eduardo

05/07/2013 - 08h04

Alvaro Dias tem espaço cativo diário na mídia dominante( como também tinha Demosthenes Torres que era o porta voz da Globo perante a Sociedade).O Sistema Globo, dos Marinho, um dos mais hipócritas do mundo, deve expressar claramente para os brasileiros qual é o seu partido político, apesar de grande parte saber que é qualquer um que esteja comprometido com os Marinho!Às vezes penso! O que será de um país que tem um Senador como Alvaro Dias e uma imprensa dominante como o Sistema Globo?A resposta me vem sempre a mesma! Pobres Brasileiros! Até quando?

Responder

Rafael

04/07/2013 - 17h34

Pelo que conheço do Requião tenho muito respeito por ele. É uma exemplo de político, só fico com a impressão que ele está n partido errado. As idéias dele não combinam com as idéias do PMDB.
Agora o interessante para termos noção de que o mais importante agora não é reforma política e sim a reforma das leis dos meios de comunicação, um político com a história e com o currículo do Requião, que defende a nossa soberania, que defende o Brasil não tem o destaque da imprensa, não tem o destaque por exemplo que o Álvaro Dias-PSDB que para mim é político da pior espécie que pode existir, é o que há de pior na sociedade brasileira em questão de política, mas tem grande destaq

Responder

Carlos M.

04/07/2013 - 15h31

Aproveito para divulgar outra demonstração daquilo que o Azenha vem defendendo: a incapacidade da mídia alternativa em estimular a produção de conteúdo e do governo em produzir uma política de comunicação democrática:

“O noticiário produzido por jornais, portais e TVs brasileiros dominou os compartilhamentos em redes sociais durante os protestos que pararam o Brasil em junho.

Entre 6 e 22 de junho, links da mídia brasileira responderam por 80% dos endereços de maior alcance nas principais “hashtags” das manifestações no Twitter, segundo dados do site Topsy. Só 5% eram postagens em blogs.”

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/07/1305911-jornalismo-domina-rede-social-durante-protestos-pelo-pais.shtml

Responder

Antonio Carlos - Brasilia

04/07/2013 - 15h13

Não sabia destas atitudes do senador Requião. Excelente. Eu tenho proposto em vários blogs a tese de não propaganda e sim de prestação de contas, obrigatórias, de todos os níveis, periodicamente, abertas a toda a sociedade pela internet. Não dá pra ser de outra maneira.

Responder

Mário SF Alves

04/07/2013 - 14h52

Fosse o caso e permissão houvesse, eu me dirigiria assim à Exmª Srª presidenta Dilma:
Senhora Presidenta,
Com o devido respeito à sua história, a meu ver, heroica, já de antemão peço desculpas pela possível ignorância quanto às complexidades afetas ao seu, ao nosso, Governo.
Assim, gostaria de expor meu entendimento:
Dadas as circunstâncias, dada aquela vaia premeditada na abertura da Copa das Confederações, dado o rastilho de pólvora aceso pelas manifestações iniciadas pelo MPL, dado o inconformismo de muitos frente aos desmandos da mídia pensamento único tudo contra o progresso do Brasil, parece-me que seja chegada a hora de uma ligeira mudança na estratégia do Governo. Nada muito distante de um cavalo de pau de pelo menos uns 45º à esquerda. Portanto, nem é preciso dizer que acredito ser esta a hora de um governo realmente popular.
__________________________________________
Como?!!
Simples, use a Constituição Federal do Brasil! Tá tudo lá. O indispensável está lá. Senão vejamos:
____________________________________
Artigo 1º – A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
I – a soberania;
II – a cidadania;
III – a dignidade da pessoa humana;
IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V – o pluralismo político.
___________________________________________________

Ah! Ainda não foi suficiente? Então que tal o Parágrafo Único do referido Art. 1º?
“Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos, ou DIRETAMENTE, nos termos desta Constituição.” Ah! Os citados termos da C.F. B. inibem o significado e exaurem de sentido quase tudo o que se objetiva no mencionado Parágrafo? Simples exegese: que prevaleça o interesse do povo e não o daqueles que querem tirar proveito e falsear o poder emanado pelo povo.
___________________________________________________________
Ah! Os representantes eleitos em sua maioria são eleitos pelo poder econômico e, portanto, jamais representariam adequadamente o povo? Hã… sim. Então, que tal exercermo-lo diretamente nos termos da Constituição?
__________________________________________________________________
Então, presidenta, nossa magnífica presidenta, qual a parte de “o todo poder emana do povo” ainda não foi suficientemente entendida por este “nosso” Governo?
Interdite, presidenta. Interdite se necessário for, presidenta. Interdite até a máfia onde ela se fizer presente. Casse privilégios. Abra canais de TV e rádio para comunicação direta com o povo. Mostre o que tem sido feito de bom pelo seu Governo além daquilo que somos capazes de perceber em nosso dia-a-dia”
__________________________________________
Bom, a não ser assim, nestas alturas dos acontecimentos, fugiu daí… sinto admitir, mas… tudo começa a soar como mais um maldito estelionato eleitoral.
____________________________________________________
Ah! Tem-se medo de errar? Tem-se medo de acirrar o fascismo que espreita a cada crise política enfrentada pelo Governo?
_____________________________________________
Tá. Então vejamos o poderia acontecer de pior?
1- Um golpe de Estado institucional estilo Paraguai? Ora, ora, com todo o respeito, mas isso já aconteceu, presidenta. Lembra a exótica e inaplicável teoria do domínio funcional do fato? Quem esteve por trás de toda aquela presepada? Não, não venha nos dizer que foi apenas a mídia corporativa, não. Esqueceu do bilhetinho às escondidas recebido por aquele que a um só tempo investigou e acusou no STF?
2- Um golpe de Estado civil militar, estilo 1964, no Brasil, 1973 no Chile e mais recentemente, samana que segue, no Egito? Ora, heroica presidenta, qual o problema? Proteja sua vida, proteja o Lula e tudo estará bem. Não tens dinheiro pra viajar? Deixa-os fazer o que a prepotência e a subserviência aos EUA os incumbir de fazer. Deixa-os. De uma coisa esteja certa. Sejam eles, os militares, sejam eles, os demotucanos, seja a Globo dos Marinhos, tenha certeza, nenhum deles terá condição de fazer o que Sua Excelência e o Lula fizeram. Antes de mais nada, tenha certeza, eles irão quebrar o Brasil de novo. Irão tentar privatizar até o ar que respiramos. E, lógico, iríamos voltar a sofrer aquele inferno de novo. Iríamos ter nossa dignidade e liberdade relativa novamente sequestrada. Mas… tudo isso passa. A crise, a marolinha, iria se aprofundar e aí, sim, se transformaria em verdadeiro tsunami. Porém, e é isso o que importa, com nada menos de dois anos eles estariam com a corda no pescoço. Dizem por aí que o Brasil acordou. Esqueceu? Então, quem sabe, logo logo não iríamos esfregar esse mesmo velho e insuperável Art. 1º e Parágrafo Único na cara deles?

Responder

abolicionista

04/07/2013 - 14h46

Pelo visto, o lulipe e o Willian acham que a gente deve dar parte de nossos salários para a Globo, mesmo sem consumir nenhum produto dessa imenso escoadouro de recursos públicos. Afinal, é o nosso dinheiro que o governo está jogando pelo ralo (leia-se, transferindo à Globo), não é, meus caros? Eles devem ter os motivos deles para propalar esse estranho credo e tudo bem que a classe média brasileira seja babaca, mas o peixe que vocês querem vender está um pouco salgado, não acham? A pergunta, sempre é bom lembrar, é meramente retórica.

Responder

José Eduardo

04/07/2013 - 14h45

Apoiaria e votaria no Requião se ele não fosse desse partido que não é partido, o PMDB, essa frente ampla que abriga qualquer um e qualquer coisa!

Responder

Antonio Lopes

04/07/2013 - 13h38

DATAFALHA QUE DERRUBA DILMA E ESCONDE OS POBRES


Tijolaço desconfia que o Datafalha consultou os clientes do Fasano. – A partir da denúncia de Flávio Luiz Sartori, de que a base amostral da pesquisa Datafolha que apontou uma queda de 30% na aprovação da presidenta Dilma Rousseff, o Tijolaço foi conferir e confirmou que a distribuição do eleitorado usada na pesquisa é totalmente diferente da distribuição do eleitorado brasileiro segundo os dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral. – – – – – – http://www.conversaafiada.com.br/politica/2013/07/04/datafalha-que-derruba-dilma-%E2%80%9Csome%E2%80%9D-com-eleitores-pobres/

Responder

    Mário SF Alves

    04/07/2013 - 15h27

    No…vi..da..de. Novidade nenhuma, prezado Antonio Lopes. De todo modo, seja como for, é, sim, imprescindível a informação divulgada por você com fundamento no Tijolaço. Valeu.
    ___________________________________
    Interdição já! Que se interdite essa máfia toda… enquanto há tempo.
    ___________________________________________
    Não esqueçamos o que a mídia corporativa monopolista fez com o Hugo Chávez na Venezuela. Tá certo que a realidade de lá era e é outra, mas, ainda assim, prudência e canja de galinha…

FrancoAtirador

04/07/2013 - 13h02

.
.
Lula defende Dilma e dá pito em deputado que pediu sua volta

Por Luciano Máximo*, no Valor

LEIPZIG, ALEMANHA – Depois de discutir fome e economia com líderes políticos e empresários africanos na semana passada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou na Alemanha há dois dias para promover o Brasil junto a investidores e participar de um evento internacional sobre ensino técnico.
Mas nem só negócios entraram na agenda do ex-presidente, que, invariavelmente, também falou de política.

Lula visita o WorldSkills 20013 em Leipzig, Alemanha
No fim da tarde de quarta-feira, em Berlim, Lula se reuniu a portas fechadas com empresários espanhóis e alemães convidados pelo banco Santander.

Comentou sobre o crescimento do país durante seu governo. Afirmou que a economia brasileira tem muito potencial, recomendando aos convidados investimentos, sobretudo na área de infraestrutura.

Um dos presentes relatou que o ex-presidente foi abordado pela mestre de cerimônia do evento, a apresentadora de televisão da Alemanha Dunja Hayali, sobre as manifestações que vêm ocorrendo no país.
“Se o Brasil vai tão bem, por que as pessoas estão protestando?”, questionou a jornalista.
Lula respondeu que são protestos legítimos para forçar os governantes a melhorar os serviços públicos do país e acrescentou que a presidente Dilma Rousseff tem respondido politicamente muito bem às demandas apresentadas
e que “ela não é uma líder de passagem, veio para ficar”, dando a entender, mais uma vez, que sua candidatura nas eleições do ano que vem está descartada.

Os anfitriões desse encontro foram Matías Inciarte Senco, vice-chairman do Santander, e Stefan Zoller, chairman da BDI, a Confederação da Indústria Alemã.

Nesta quinta-feira, desta vez em Leipzig, cidade de 500 mil habitantes a 150 km de Berlim, Lula voltou a defender sua afilhada política.

Na saída de uma rápida reunião com uma delegação de 14 deputados federais e senadores brasileiros que participam de um evento internacional sobre ensino técnico, o World Skills 2013, o ex-presidente ficou nitidamente irritado quando, durante a pose para uma foto com os parlamentares, o deputado Ronaldo Fonseca (PR-DF) não percebeu a presença de jornalistas brasileiros que acompanham o evento e gritou: “É Lula agora, é Lula de novo!”.

O ex-presidente fechou a cara e levantou a voz, num pito ao parlamentar na frente de todos os presentes:
“Nada disso, não brinco com coisa séria”.
Logo em seguida, Lula se retirou para encaminhar sua volta ao Brasil, e o deputado Coubert Martins (PMDB-BA) confidenciou a um interlocutor:
“É assim que se faz, tem que dialogar. Se ela [a presidente Dilma Rousseff] sentasse com a gente pelo menos dez minutos a coisa seria diferente”.

Antes dos episódios, Lula se reuniu por cerca de 20 minutos com a delegação parlamentar, formada por deputados da base e da oposição que compõem as Comissões de Educação e de Ciência e Tecnologia do Congresso.
Segundo os relatos dos participantes, o presidente disse que ficou impressionado com a força das redes sociais e “que é preciso estar atento a esse instrumento de mobilização de massas”.

Lula também aconselhou o Congresso a “ouvir de verdade, sem firulas”, a sociedade e ampliar o diálogo com toda a população.
Numa referência à reforma política, o ex-presidente disse que os parlamentares têm que procurar atender de forma rápida as demandas das ruas e que uma crise de representatividade política (alusão aos protestos contra os partidos políticos nas manifestações pelo país) “é uma lógica da ditadura”, logo um problema de todos, “da direita e da esquerda”.

Coubert Martins minimizou seu próprio comentário quando confrontado pela reportagem e disse que o nome da presidente Dilma não apareceu nas conversas com Lula.
“O que queremos é diálogo, e o presidente é a pessoa certa para isso. Não entramos em detalhe sobre o formato da reforma política que o Congresso vai encaminhar, apenas ressaltamos que o diálogo é importante para isso”, disse Martins.
Outro parlamentar, entretanto, disse reservadamente que foi colocado que o plebiscito é uma forma “complicada” de concretizar a reforma política, pois desperdiça mais de um ano e meio de trabalho e discussões já feitos no Congresso.

Já Ronaldo Fonseca, que levou o pito do ex-presidente, reclamou que “jornalista tem orelha muito grande”, reconheceu ter sido um erro pedir a volta de Lula naquela circunstância e tentou despistar:
“Na verdade, falei Lula de novo, em 2018!”, desconversou Fonsenca.

*(O repórter viajou para Alemanha a convite da Confederação Nacional da Industria [CNI]) [Aí tem coelho!!!]

(http://www.valor.com.br/politica/3186048/lula-defende-dilma-e-da-pito-em-deputado-que-pediu-sua-volta#ixzz2Y5pD3y9C)

Responder

Ozzy Gasosa

04/07/2013 - 12h41

A única maneira da Globo e a imprensa amargar a derrota é governo acabar com as verbas publicitárias.
É uma vergonha a Petrobrás fazer propaganda antes dos jogos do Brasileirão.
A Globo quer de toda maneira acabar com a empresa e taxá-la de ineficiente e corrupta.

Responder

LEANDRO

04/07/2013 - 11h36

Um governo que tinha popularidade mais na base do marketing do que em ações reais. Que gasta bilhões dizendo que estamos no melhor dos mundos, quando sabemos que não é assim, vai topar cortas esses gastos???

Responder

    FrancoAtirador

    04/07/2013 - 12h44

    .
    .
    Aí é que está o grande equívoco,

    tanto seu, reinaldéte, quanto do governo do PT.

    Achar que a popularidade vem do marketing,

    quando na verdade vem mesmo é de ações concretas,

    através da promoção da redistribuição de renda.

    Quem precisa de marketing na Mídia Bandida

    são os tucanos, para não desaparecerem.

    Aliás, se não fosse a Mídia Bandida

    fazer o papel partidário de oposição ao PT,

    o PSDB já tinha desaparecido há muito tempo,

    precisamente pelas ‘ações reais’ do governo FHC,

    do Serra, do BetRicha, do Perillo, do Alckmin…
    .
    .

    LEANDRO

    04/07/2013 - 13h10

    Eu nunca achei que a popularidade vem do marketing, sei que por mais que enfiem na cabeça do povo que tudo está bem, um dia a farsa cai, ainda mais com tanto acesso a informação como nos dias de hoje. Quem sempre achou que bastava contar uma mentira mil vezes que ele ia acabar virando verdade era o PT. Deu no que deu.

Faria

04/07/2013 - 11h07

Apoio !
Suspensão da propaganda oficial na TV (ter ou não ter não adianta nada, a SECOM é muda)!

Só em 2012 foram R$ 1.126.049.908,78 (mais de um bilhão). Esse dinheiro pode ser direcionado pra saúde. É mais 1 bilhão. Juntando com o dinheiro do petróleo e mais algumas medidas (redução de deputados, Redução de verba parlamentar para assesores(cabide de emprego de cupinchas de Senadores, deputados e vereadores, etc..), a gente consegue.

Dilma 2014 !

Responder

Mariana

04/07/2013 - 09h43

Algumas estatais também deveriam ter verba 0, ou uma verba bem baixa para publicidade. Não entendo, por exemplo, porque os Correios (que detém o monopólio da atividade) precisam fazer taaaaaaaanta propaganda de seus serviços. Quem é que não sabe que o Correio tem Sedex, Sedex10 e envia cartas?

Responder

FrancoAtirador

04/07/2013 - 09h32

.
.
VERBA ZERO PARA A GLOBO.

EU APOIO!
.
.

Responder

Lincoln Secco: “Por que alguém que recebe o poder das mãos do povo pede licença para exercê-lo?” | Maria Frô

15/12/2012 - 02h27

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Parece ter saído cara a declaração de João Santana | Maria Frô

13/12/2012 - 20h17

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Argentina: Juízes financiados pelo Clarín sabotam 7D | Maria Frô

07/12/2012 - 22h03

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Andre Santos

06/12/2012 - 04h45

A presidenta Dilma e os governos estaduais e municipais do PT e do PC do B, deveria cortar com toda a verba publicitaria e aplicar esse dinheiro na saude e educação, hoje, com praticamente tudo informatizado e a facilidade que as pessoas tem em adquirir um computador e com as lan house espalhadas por todo o Brasil, o cidadão permanece cego, surdo e mudo se quiser, as informações basicas de interesse da população, tais como: onde tirar documentos diversos documentos, já se encontra até em listas telefonicas, portanto o governo joga fora bilhões de reais fazendo propaganda de alistamento militar, eleitoral e etc., estou citando apenas esse dois porque a lista de propaganda desnecessarias é enorme, outra propaganda que precisa ser cortada é das empresas estatais, a exemplo da petrobras, geradoras de energia, banco do brasil, caixa economica, correios e etc.,com propaganda e sem propaganda os brasileiros utilizam os serviços essenciais e produtos destas empresas sem que necessite de propaganda alguma, todo o cidadão consome “FEIJÃO”, e não vemos de propaganda de feijão na tv, jornais revistas e etc., seria pura burrice os produtores e revendedores de feijão fazer propaganda de “FEIJÃO”, o cidadão comprará feijão de qualquer forma, portanto, o governo torra dinheiro publico que tanta falta faz aos serviços essenciais que ele presta à população, especialmente a saude e educação, chega a ser uma grande crueldade um ser humano morrer sem assistencia medica, por falta de medicos, medicamentos, e hospitais, afinal que tipo de ser humano que somos nós?.

Responder

Roberto Navarro: Argentina, Lei de Meios ou Lei de Medos? | Maria Frô

11/11/2012 - 18h31

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Raquel Rolnik: A revalorização do espaço público em SP « Viomundo – O que você não vê na mídia

28/10/2012 - 13h34

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

A carta para incentivar o uso de bicicletas em SP « Viomundo – O que você não vê na mídia

28/10/2012 - 13h32

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Emicida: O óleo que move a engrenagem está na periferia « Viomundo – O que você não vê na mídia

28/10/2012 - 13h30

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Nicolelis: São Paulo como capital da inovação cultural e intelectual « Viomundo – O que você não vê na mídia

28/10/2012 - 13h29

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Ermínia Maricato: Sobre a importância da reforma urbana « Viomundo – O que você não vê na mídia

28/10/2012 - 13h05

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Leandro Fortes: Acabou o Lexotan na SIP | Maria Frô

16/10/2012 - 17h55

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Em Minas, Dilma rebate acusação de que é “estrangeira”. Aécio responde: é gaúcha « Viomundo – O que você não vê na mídia

10/10/2012 - 01h56

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Altamiro Borges: SIP, antro da mídia golpista « Viomundo – O que você não vê na mídia

01/10/2012 - 15h27

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Mensalão: Barbosa e Lewandowski têm novo embate « Viomundo – O que você não vê na mídia

27/09/2012 - 17h06

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Altamiro Borges: Dilma no palanque dos golpistas? « Viomundo – O que você não vê na mídia

27/09/2012 - 17h03

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Gerson Teixeira: Novo Código Florestal blinda latifúndio improdutivo « Viomundo – O que você não vê na mídia

27/09/2012 - 14h34

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

J. Carlos de Assis: Entreguismo parece coisa antiga, mas está vivo « Viomundo – O que você não vê na mídia

26/09/2012 - 23h48

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Lincoln Secco: A esquerda precisa ver os pobres como sujeitos históricos « Viomundo – O que você não vê na mídia

26/09/2012 - 17h14

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Roberto Amaral: É preciso vomitar o “sapo barbudo” « Viomundo – O que você não vê na mídia

25/09/2012 - 00h03

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Paulo Metri: De golpe em golpe, a Casa Grande se perpetua « Viomundo – O que você não vê na mídia

24/09/2012 - 16h50

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Frank la Rue: Kirchner apresentou o projeto de lei mais avançado para democratização das comunicações | Maria Frô

24/09/2012 - 13h57

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

O tucano Floriano Pesaro: Veja é jornalismo, Carta Capital é lixo | Maria Frô

24/09/2012 - 11h20

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Nestor Busso: A mídia como expressão do poder econômico concentrado « Viomundo – O que você não vê na mídia

24/09/2012 - 10h42

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Eric Nepomuceno: Clarín controla 56% do mercado de TV aberta e a cabo na Argentina « Viomundo – O que você não vê na mídia

24/09/2012 - 09h33

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Governo argentino fixa data para grupo Clarín cumprir a lei « Viomundo – O que você não vê na mídia

24/09/2012 - 09h32

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Paulo Kliass: Mamata nas tetas do Estado põe em risco Previdência pública e universal « Viomundo – O que você não vê na mídia

22/09/2012 - 18h59

[…] Requião: Reformas econômicas do governo Dilma são tímidas […]

Responder

Dr. Rosinha: Reflexões sobre o estupro coletivo em Queimadas « Viomundo – O que você não vê na mídia

21/09/2012 - 23h37

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Domínio Público: A construção da cidade despolitizada « Viomundo – O que você não vê na mídia

21/09/2012 - 23h36

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Wanderley Guilherme: STF julga como se fosse “algum projeto maligno” « Viomundo – O que você não vê na mídia

21/09/2012 - 23h03

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Waldir Pires a Bob Fernandes: Oposição age com Lula como agiu com Getúlio e Jango « Viomundo – O que você não vê na mídia

21/09/2012 - 23h01

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Mino Carta: A tentativa (da mídia nativa) de demonizar Lula consegue é endeusá-lo | Maria Frô

21/09/2012 - 13h11

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Leandro Fortes: Sobre a notícia que sumiu « Viomundo – O que você não vê na mídia

20/09/2012 - 16h23

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Marcelo Zero: O ódio irracional a Lula chega aos jogos infantis « Viomundo – O que você não vê na mídia

20/09/2012 - 16h07

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Antonio Donato: “Enquanto estiver na margem de erro, eles não vão anunciar” « Viomundo – O que você não vê na mídia

20/09/2012 - 15h59

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Partidos da base aliada repudiam “amontoado de invencionices” « Viomundo – O que você não vê na mídia

20/09/2012 - 15h57

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Globo: Todo poder ao jornalismo para preservar o poder « Viomundo – O que você não vê na mídia

19/09/2012 - 19h51

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Ministro Joaquim Barbosa deixa mensalão mineiro e assume presidência do tribunal | Maria Frô

19/09/2012 - 15h22

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Jorge Viana: “Tem eleição e tem uma ação deliberada da elite brasileira contra o PT” « Viomundo – O que você não vê na mídia

19/09/2012 - 15h11

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Rui Martins: Governo Dilma financia a Direita, o Brasil padece de sadomasoquismo | Maria Frô

19/09/2012 - 14h28

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Putin fecha a USAid em Moscou « Viomundo – O que você não vê na mídia

19/09/2012 - 01h58

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

O mito sobre a fragilidade do PT « Viomundo – O que você não vê na mídia

19/09/2012 - 01h20

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Ildo Sauer: Governo deveria privilegiar consumidor, não fundos de investimento « Viomundo – O que você não vê na mídia

18/09/2012 - 20h32

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Fiesp critica a não desoneração da cesta básica « Viomundo – O que você não vê na mídia

18/09/2012 - 20h14

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

A defesa de Dirceu no STF | Maria Frô

18/09/2012 - 19h15

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

A nota da oposição sobre a investigação de Lula « Viomundo – O que você não vê na mídia

18/09/2012 - 19h09

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Jorge Viana: “Essa história de mensalão não começou com o PT” « Viomundo – O que você não vê na mídia

18/09/2012 - 19h08

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Rui Martins: O governo Dilma financia a direita « Viomundo – O que você não vê na mídia

18/09/2012 - 19h08

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial […]

Responder

Hildegard Angel fala dos traíras como Paes e conclama os coerentes à solidariedade com José Dirceu | Maria Frô

18/09/2012 - 18h48

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Fala Marcos Valério, fala! | Maria Frô

18/09/2012 - 18h47

[…] Clique aqui e veja como Requião governou sem fazer publicidade oficial em mídia venal […]

Responder

Leandro Fortes: Dilma começa a acordar « Viomundo – O que você não vê na mídia

17/09/2012 - 13h19

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial quando governador do Paraná […]

Responder

Rodrigo Vianna: Dilma, a ilusão de um acordo com a mídia « Viomundo – O que você não vê na mídia

17/09/2012 - 13h16

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial quando governador do Paraná […]

Responder

Fabio Passos

16/09/2012 - 19h17

O Requião acabou com o verdadeiro mensalão: O dinheiro público desviado para o PiG.

Já passou da hora de acabar com a farra que civita, frias, mesquita e marinho fazem com nosso dinheiro.

Responder

Pitagoras

16/09/2012 - 18h23

Dá-lhe, Requião, único político que dá gosto de ouvir na atualidade!

Responder

Antonio Marcos

16/09/2012 - 11h53

A Dilma deveria seguir o exemplo do Requião.-
Quem deixar de ser covarde e boicotar o PIG-Golpista.

Responder

    Lu Witovisk

    17/09/2012 - 06h57

    A Dilma não fará como o Requião, pois como o próprio senador disse na tv: “o governo está fazendo tudo o que a direita faria”.

    mineiro

    17/09/2012 - 14h57

    é triste mais vou ter que concordar , a pres.dilma esta borrando de medo ou quer mesmo se aliar com a direita golpista,facista. eu que esperava exatamente o contrario dela , que sofreu na mao de torturadores,foi perseguida por uma ditadura suja e covarde . e agora esta beneficiando exatamente a midia golpista facista que ajudou a dar o golpe de estado no brasil , e o que é pior essa mesma turma de amiguinhos dela da midia que foi o braço direito dos facistas da ditadura. da pra entender uma coisa dessas? é o nao é covarde essa pres. ta certissimo o requiao o governo dilma nao esta bandiando pra direita nao? pelo geito ja é da direita a muito tempo. nos é que fizemos papel de idiota. so quero ver na proxima eleiçao,o ex.pres.lula vai ter que voltar , se nao o poder vai cair de vez na mao da direita , volta lula pelo amor de deus, salva o brasil da direita golpista.

    Moacir Moreira

    22/09/2012 - 20h40

    Esses petucanos nunca me enganaram desde a época em que se faziam passar por paladinos da justiça.

    Filhotes da ditadura, delatores, torturadores, vigaristas profissionais, terroristas procurados, a bandidagem toda está no poder desde o golpe de 64, supondo que são capazes de enganar o povo eternamente.

    Mas como diria o saudoso Abraham Lincoln, é possível enganar todos por algum tempo; é possível enganar alguns por todo o tempo, mas não é possível enganar a todos por todo o tempo.

Lu Witovisk

16/09/2012 - 08h42

Esse dá orgulho de ser paranaense.

Responder

Roberto Locatelli

16/09/2012 - 06h44

Depois dessa capa da Veja, é hora de o Governo Federal colocar em discussão uma Lei Geral das Comunicações.

Acorda, PT!

Responder

    Ricardo J Fontes Almeida

    16/09/2012 - 21h18

    Locatelli, isto já está passando da hora. Estamos mobilizados já a bom tempo. Lutamos para que desse uma resposta à altura a esta mídia golpista. Eles, o PIG, só ficarão satisfeitos quando colocar o Brasil em pé de guerra. Este é o novo golpe que eles estão querendo induzir a nós brasileiros.

João-PR

15/09/2012 - 21h43

Podem falar o que quiser do Requião, mas que ele é um político diferenciado, isto é.
Moro aqui no Paraná, e posso garantir que o mesmo se elege contra máquinas eleitorais fantásticas!!
E tem mais: acho que se o Requião se candidatar ao Governo do Estado em 2014 (há fortes boatos neste sentido), desbanca o Betinho Lerner, digo Richa (governador fraco e ruim).
É esperar para ver!

Responder

    Lu Witovisk

    16/09/2012 - 08h43

    Tomara João, tomara!!!

    Jotace

    16/09/2012 - 22h36

    Com o cacife que sua dignidade e capacidade lhe conferem, e com o desempenho frustrante do atual governo, sem dúvida que Requião seria eleito para a Presidência. É cargo em que pode servir mais ao Brasil. Jotace

Saul Leblon: Serra deu uma mega-sena por mês à mídia demotucana « Viomundo – O que você não vê na mídia

15/09/2012 - 21h17

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial quando governador do Paraná […]

Responder

souza

15/09/2012 - 19h42

requião esta muito longe de ser um guardião da honestidade, honra, dignidade.

Responder

renato

15/09/2012 - 18h49

Este sim é um SENADOR!
Este sim foi um Governador!
Este sim resolveria algumas pendengas se fosse Presidente!

Responder

Arthur Virgílio contra Vanessa Grazziottin: Baixaria e truculência « Viomundo – O que você não vê na mídia

15/09/2012 - 18h43

[…] Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial quando governador do Paraná […]

Responder

Cibele

15/09/2012 - 17h14

Falar mal do PT neste momento, só piora. Cobrar alguma atitude do partido e do governo, isso é bom. Aliás, acabei de ler no Blog do Miro que Dilma cancelou o almoço com Civita.

Responder

    Mário SF Alves

    16/09/2012 - 10h16

    Almoço com Civita?!! Só se ela estivesse disposta a comer lula como prato principal. Kkkkkkkkkkkkkkk……….. Ou, anta, quem sabe? Kkkkkkkkkkkk…………

    Se bem não é lá muito saudável duvidar, não. Temos visto de tudo nesse universo da complexidade política institucional tupiniquim. É como dizia o Shakespeare: entre o céu e a terra há mais mistérios do que ousa imaginar nossa vã filosofia.

Trocando em Miúdos

15/09/2012 - 15h10

Uma das importantes medidas do governo do Presidente LULA foi a democratização das verbas de propaganda administrativas. Este fato lhe gerou a ira do PIG.(partido da Imprensa Golpista). Nos, os nativos brasileiros, seguramos e mantivemos o espírito combativo em desmontar as várias tentativas de golpes contra seu governo, Incansavelmente lutamos contra estes canalhas que o amaldiçoavam-no diariamente pelos seus meios de comunicação. Hoje, passados dois anos de governo, após milhares de anônimos empenharam-se em eleger a Presidenta Dilma, ficamos entristecidos por descobrir que: Helena Chagas, da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, está destruindo uma das mais importantes ações de governo do Presidente LULA, a democratização das VERBAS PUBLICITÀRIAS entre milhares de anunciantes espalhados por todo o país. Esta senhoura está novamente privilegiando aos órgãos de imprensa que foram responsáveis DIRETOS nas várias tentativas de golpear a democracia brasileira durante os 8 anos do mandato do então presidente LULA. E ESTARRECIDO fico em saber que a EDITORA ABRIL, DONA DO LIXO TÔXICO INTITULADO DE VEJA, ESTÁ NOVAMENTE NA FOLHA DE PAGAMANTO DESTA SECRETARIA e com uma verba das mais gordas entre todas. ………..SIMPLEMENTE INACEITÁVEL….. Canalhas, golpistas, mereceriam estar sentados no banco dos réus para responderem por seus crimes contra a nação….Durante 8 anos se alinharam com criminosos para derrubar o governo do qual faz parte a atual Presidenta. E neste momento estão sendo alimentados exatamente pelo Governo é algo que me causa náuseas…… SIMPLESMENTE REPUGNANTE…. Não creio que tudo isto está sendo feito com o aval da presidenta. Espero que não, pois passarei a exigir uma ação imediata dos que representam a vontade popular, que é vê-los pagar pelas perdas dos golpes fabricados contra a nação brasileira…..Exigimos que a responsável por este absurdo seja retirada imediatamente do governo….. Ou passaremos a adotar a seguinte linha de pensamento… DIGA QUAIS SÃO OS CAMINHOS DE TUA ESCOLHA, UMA VEZ QUE OS DO LADO DE CÁ IRÃO TE MOSTRAR OS TAMANHOS DAS PEDRAS QUE HAVERÁ DE CARREGAR…….ASSINADO.. UM BRASILEIRO INDIGNADO EM VER SEU DINHEIRO SENDO USADO PARA ALIMENTAR TRAIDORES DESTA NAÇÃO.

Responder

O_Brasileiro

15/09/2012 - 14h18

Como o PT se acovardou, a Veja vai com tudo para cima do maior líder do partido:
http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2012/09/15/veja-lula-era-o-chefe-do-mensalao/
O PT, que tanto gosta de “bater” nas urnas, adora “apanhar” da mídia…

Responder

Rasec

15/09/2012 - 12h45

Outra questão que dá muito dinheiro pra mídia: a obrigatoriedade de publicação em jornais de grande circulação dos balanços das empresas! Isso é um absurdo exigido por lei. Em tempos de internet, por que os Balanços têm que ser publicados nos jornais? É muito dinheiro pros donos de jornal. Só aí já seria um bom desfalque!

Responder

Rossi

15/09/2012 - 11h43

Um ano sem anúncios,e não só do governo,mas também das estatais,Petrobras,Correios,BB,CEF e outras,usar os recursos para equipar hospitais e escolas,compra de remédios,remunerar melhor professores,dobraria a espinha dorsal da velha mídia e seus acólitos.
Lembro uma frase do Ziraldo,na época da “redentora”,e talvez responsável por sua prisão:”O Brasil tá fazendo tanta propaganda,que vai acabar achando quem compre”.

Responder

Dinis

15/09/2012 - 11h14

O LULA sabeo que faz gente!! Ganhando mais 2 eleições aí é só dar um empurrãozinho que o PIG, STF e as outras elites vão pro limbo!

Responder

Regina Braga

15/09/2012 - 11h13

A Folha tbém rejeitou o Coisinho…Ficou só!Traído até pelo pig.

Responder

Marcelo de Matos

15/09/2012 - 11h00

Por coincidência, o UOL trata hoje dos gastos com publicidade do governo paulista: http://www1.folha.uol.com.br/poder/1154040-em-5-anos-sp-gastou-r-609-milhoes-com-publicidade.shtml
“Entre 2007 e 2011, o governo do Estado de São Paulo gastou R$ 608,9 milhões com publicidade. O valor equivale a cerca de 30% do total gasto pela União no período. Ou seis vezes o investimento da Secretaria da Cultura em 2011”. “O auge dos foi em 2009 e 2010, quando o então governador José Serra (PSDB), que hoje disputa a prefeitura, era candidato a presidente. Em 2009, foram R$ 173 milhões em anúncios, quase o triplo de 2007, início de sua gestão”.

Responder

Marcelo de Matos

15/09/2012 - 10h19

Ninguém consegue imaginar o tamanho da hipocrisia nacional. É algo realmente descomunal. Uma das críticas recorrentes do PIG, e agora também de alguns blogs sujos, é referente aos gastos com publicidade. Globo, Estadão e veículos quejandos costumam dizer: Lula gastou mais que todos os governos anteriores; Dilma já supera os gastos de Lula. Ninguém imagina, porém, o lobby que se forma para efetivação desses gastos pelo governo. A pressão é muito grande. Ninguém ignora que o grande cliente das agências de publicidade é o governo: as empresas privadas perdem de goleada. Como dizia o poeta – a mão que afaga é a mesma que apedreja. Os mesmos áulicos que vão bater à porta do Palácio do Planalto pedindo aumento dos gastos publicitários são os que condenam esses gastos. Se o governo decidisse, de fato, cortar os gastos com publicidade iniciaria uma guerra civil. A não ser que o corte seja apenas lá na província das araucárias, onde governava o Requião.

Responder

Gerson Carneiro

15/09/2012 - 10h10

Alí atrás, sentado, sou eu no meio desse lenga-lenga Governo Federal x PIG.

Responder

    Mário SF Alves

    16/09/2012 - 13h14

    Lenga, o quê, Gerson? Se assim fosse, aí, sim, companheiro, você (nós, e toda a torcida do flamengo) correríamos sério risco de ser o alvo. Nesse pra lá de bizarro campeonato de verdadeiro tiro ao Álvaro.

ZePovinho

15/09/2012 - 09h55

Argentina: um protesto mais raivoso que ruidoso
Um ponto que impressionou na manifestação de quinta à noite é revelador da índole da mesma. Nas palavras de ordem ouvia-se frases extremamente agressivas, gritadas a todo pulmão. Algumas ressoavam pelos alto-falantes dos carros de som. “Morra, sua égua”, “Cai fora, sua puta ladra e terrorista” ou “Vai para Cuba, sua putona” são as mais suaves e publicáveis. Esse ódio de classe contra os peronistas, não é nenhuma novidade no país, e especialmente em Buenos Aires. Poucas vezes, porém, foi tão ferozmente exibido em público. O artigo é de Eric Nepomuceno.

Eric Nepomuceno

…………Esse enfrentamento vai além, bastante além, das descargas elétricas entre governo e um monopólio de comunicação. Por trás do grupo Clarín há interesses de todos os calibres e parâmetros. Chego a pensar que não seria por acaso que aconteçam, daqui para a frente, panelaços como o de quinta-feira. E que suas dimensões e repercussões, embora suficientes para dar ao governo o quê pensar, serão infinitamente infladas pelos grandes meios de comunicação, para gáudio de uma classe média furiosamente inconformada com tudo (‘não nos deixam comprar dólares, não nos deixam poupar, não nos deixam viajar, não nos deixam nada, o que é isso, outra ditadura?’, esbravejava na televisão uma senhora elegante, que já teve dias melhores mas não perdeu a pompa e a soberba). Afinal, convém não esquecer que, em dezembro, entra em vigor a nova lei de meios de comunicação no país, e que, se aplicada, será o golpe mortal no maior conglomerado da Argentina – exatamente o grupo Clarín.

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20891

Responder

ZePovinho

15/09/2012 - 09h51

SERRA DEU UMA MEGA-SENA POR MÊS À MÍDIA
Na campanha presidencial de 2010, Serra deu R$17,6 milhões por mês ao dispositivo midiático demotucano para veicular publicidade do governo de São Paulo. É como se o tucano transferisse R$ 600 mil reais por dia, uma Mega-Sena por mês (a deste sábado é de R$ 17 milhões) aos veículos que o apoiam. Durante a gestão Serra em SP (2007/2011), o governo do Estado transferiu R$ 608,9 milhões à mídia ‘isenta’ para comprar espaço publicitário.Significa que Serra, sózinho, repassou à mídia um valor equivalentse a 30% dos gastos totais com publicidade do governo federal no mesmo período. O auge da generosidade tucana foi no ciclo eleitoral de 2009/2010:R$ 246 milhões. A Globo foi a mais aquinhoada na gestão Serra: R$ 210 milhões, 50% do total destinado a TVs, embora sua fatia na audiência seja declinante no período: caiu de 41% para 38% do total. Serra destinou às TVs religiosas mais recursos do que à TV Cultura, cuja audiência é superior. A empresa de publicidade que intermediou a maioria dos contratos, ficando com 20% de comissão –como acontecia com o Valerioduto- foi a ‘Lua’, cujo proprietário é Rodrigo Gonzales. Rodrigo vem a ser filho do publicitário Luiz Gonzales,o marqueteiro de Serra e Alckmin, que fez a campanha presidencial do tucano em 2010 e comanda a atual, à prefeitura de SP. A agencia Lua também tem a conta publicitária da Dersa e do programa Nota Fiscal Paulista.( informações:Folha; 15-09)
(Carta Maior; Sábado/15/09/2012)

Responder

    FrancoAtirador

    15/09/2012 - 14h13

    .
    .
    E ASSIM FOI QUE O 4º PODER SE TRANSFORMOU NO ÚNICO E ABSOLUTO PODER.
    .
    .

    Mário SF Alves

    16/09/2012 - 11h02

    É… E logo ela, a mídia corporativa, que tinha por missão ser apenas a porta-voz (um quase intelectual orgânico) da ideologia democrático-liberal americana, agora resultou nisso, nesse quarto-poder às barbas da morta-viva ideologia do neoconservadorismo americano. Pois é, dá nisso tentar saídas à extrema-direita para as crises de valores (cívicos e econômicos) do capitalismo. Da primeira vez a coisa resultou num Hitler; agora, além de produzir um sem números de líderes neoconservadores multibilionários, explode as próprias trincheiras, numa guerra de civilizações sem precedente. Vá entender.

Gerson Carneiro

15/09/2012 - 09h45

Gushiken, Orlando Silva e Erenice Guerra. Todos absolvidos. Não cabe dizer que o Governo Federal não enxerga a chantagem do PIG.

O problema do Governo Federal com o PIG só o Governo federal pode resolver, se quiser.

Responder

Gerson Carneiro

15/09/2012 - 09h38

Ademais o Michel Temer é o braço do PIG no Governo Dilma.

É do Michel Temer a intervenção para que Policarpo Jr. não seja convocado a depor na CPI do Cachoeira.

Responder

Gerson Carneiro

15/09/2012 - 09h35

Por que ficar revoltado com o PIG se o Governo Federal protege e enche os cofres do PIG?

Responder

Aroldo

15/09/2012 - 08h24

CORRIGINDO

Folha, um jornal a serviço das trevas.

Responder

Aroldo

15/09/2012 - 08h20

A FOLHA CHAFURDANDO NAS FEZES

Requião tem razão, pois a mídia brasileira é um lixo. Vejam o que restou, por exemplol, da sabatina promovida pelo Uol/Folha envolvendo os candidatos Haddad e Serra:

Na sabatina do Uol o Haddad repondeu a todas as perguntas de maneira mais do que satisfatória. Os entrevistadores botaram para quebrar, mas sem nenhum derespeito ao candidato, esclareço. No final, um deles insistiu para Haddad imitar Lula ou Dilma (Haddad admitiu que de vez em quando brincava de imitá-los), mas Haddad não imitou ninguém que ele não é besta. Já pensaram no estrago que faria à sua campanha um vídeo na internet com o Haddad imitando o Lula ou a Dilma?

O Haddad é realmente preparado, mas a única coisa que a Folha comentou sobre o desempenho do candidato na sabatina foi a pergunta feita em manchete sobre o que o Maluf ganharia com a sua vitória. Haddad respondeu: “nada”.

E o que sobrou da sabatina com o Serra? Foi a manchete de que o Serra tinha dito que o Haddad tinha o Zé Dirceu como guru.

Minha nota para as repostas do Haddad na sabatina do uol: nota 10.

Minha nota para o Serra: 1

Minha nota para a Folha que se negou a comentar os tópicos mais importantes da sabatina com os dois candidatos: nota 0 (zero). Zero para a Folha e para o seu proprietário, um tal de octavinho.

É por essa e por outras que Requião tem razão. E eu reafirmo o slogan já citado diversas vezes nesse blog: “Folha de São Paulo, um jornal à serviço das trevas”. Vai ser ruim assim na casa da PQP.

Responder

    Cibele

    15/09/2012 - 17h26

    Por isso, meu lema é: tiragem zero e audiência traço. Só recorde de rejeição trará alguma mudança para o país. Precisamos aprender a dizer não. Mídia grande vai vender suas assinaturas só para os jornalistas, que são obrigados por ofício a ler tudo. Aí, sim!
    Campanhas no “tuits”(faz aí, galera): #azenhalargaamidiagrande, #nosbancamosoviomundo.

Cibele

15/09/2012 - 02h22

Ótima entrevista, Azenha. Parabéns. Pelo menos ele parece sincero.
Está na hora dos políticos menos ruins formarem, juntos, um novo partido. Porém, quero ver conseguir legitimidade, força, crescer junto às camadas populares, etc. O Brasil continua com o problema da (de)formação Global de seu povo. Continua a escravidão.
Quero ver fazer melhor!

Responder

francisco.latorre

15/09/2012 - 01h29

requião. combatente. combativo.

força o avanço. essencial.

no entanto. falhou. não fez sucessor.

o paraná lamenta.

abrir mão. de comunicar. atrapalhou.

..

primeira missão do transformador.

garantir a continuidade. do processo.

vem daí. a aparente prudência. de lula-dilma. aparente.

..

pelas beiradas. cercando. resulta.

resultar. resolve.

e resolver. é o nome do jogo.

..

Responder

    assalariado.

    15/09/2012 - 12h56

    Latorre, nesta correlação de forças, o que você escreve é verdadeiro porém, com prazo de validade, digamos, vencido. O Sr. Requião foi no limite permitido pelas elites, é só um aperitivo do que está por vir. Quando, via eleições, ganharmos o poder politico nessa luta contra os donos do capital, aí sim, seremos hegemônicos o suficiente para começar a mudar as regras e as leis impostas pela ditadura do capital, por ora, travestido de Estado de Direito. O PIG, como está claríssimo para eu, será uma das últimas barreiras a ser combatida pelas esquerdas. Sim, eu sei, o capital tem vários quarteis.

    Sabendo que o céu e a terra é o limite constitucional do capital e de suas regras para nos explorar, então pergunto: neste momento a saida não é se aproximar politicamente do povo -está é a tática no momento?- dada a realidade social e economica. Terreno para isso tem, só assim, e desta forma, começaremos de fato, arrebentar as redeas de manipulação e da exploração capitalista, sobre o todo social. De quem será esta tarefa?

    Saudações Socialistas.

    Mário SF Alves

    16/09/2012 - 13h32

    Disse tudo, prezado assalariado. Disse tudo o que eu ainda acredito ser o retrato da via mais sensata para a superação desse nosso subdesenvolvimento endêmico. Só falta combinar com o PiG, com o Tio Sam/corportions belicistas, e/ou transgenicistas ilimitadas. É… de fato, tal combinação é que deve ser o problema.

Cibele

15/09/2012 - 00h54

Azenha, leve a sério o que vou dizer: com toda essa sacanagem de julgamento de “mensalão” às vésperas de eleição, o PT fazendo umas bobagens, o PSDB de sempre, a propaganda do Serra, a Síria, a Líbia, os golpes paraguaios por aí… Ufa! Coloca umas MUSIQUINHAS pra gente! Como você gosta do Morrissey, aí vai uma sugestão:

http://www.youtube.com/watch?v=Jhgsjq1U5SQ

E outra bem diferente:

http://www.youtube.com/watch?v=PIlqrEHDZJ8

Responder

ZePovinho

14/09/2012 - 23h55

MANDA PRA SEDE DO PSDB!!!!!!!!!!!!!!!

<img src="“>

Imagem 23/23: Autoridades içam âncora do navio Grand Saint-Antoine do mar Mediterrâneo, no sul da França, nesta sexta-feira (14). A embarcação foi responsável por trazer a bactéria da peste negra para a cidade de Marselha em 1720, que dizimou mais de 120 mil franceses na época Boris Horvat/AFP

Responder

Jotace

14/09/2012 - 23h53

Caro Mário SF Alves,

Sempre leio com atenção seus comentários e concordo com quase todos eles. Desta vez, porém, discordo vivamente de suas críticas ao Senador Requião. Não há ‘momento crucial’ pra que não haja ou não se exija um comportamento digno dos nossos representantes especialmente nos mais altos encargos públicos. O Senador foi até extremamente comedido nas delicadas e respostas que deu com toda ética. Infelizmente os petistas têm falhado muito seja no Executivo e mais ainda no Legislativo. E é um dever do parlamentar responder às questões levantadas com cortesia, sem ofensas, pelos jornalistas que os entrevistam como o fez o Senador Requião, respondendo sinceramente todas as perguntas de Azenha. Conheço o cearense José Genuino e até votei nele por mais de uma vez desde a primeira candidatura. Como você disse, ele preconizou e até lutou pela restauração da democracia no Brasil, mas isto não lhe dá o direito de fraquejar, de se submeter e se comportar como o fez nos últimos anos. Quanto à origem do PT merece todos os aplausos, mas a história e o desempenho do partido têm sido deploráveis no meu entender, quer nos seus mais altos escalões quer do Legislativo, quer do Executivo. Você, que vez por outra analisa os fatos à ótica da filosofia política, irá compreender que é necessária mais do que nunca uma purga nos maus costumes dos políticos brasileiros, e o PT não pode ser exceção, mesmo que julgado por um STF como o nosso…. Apenas pra terminar, o que falta entregar pelos poderes petistas às potências estrangeiras, se até na área da Defesa cederam praticamente tudo para elas? Um abraço amigo e votos de um bom fim de semana do, Jotace

Responder

    Mário SF Alves

    16/09/2012 - 01h42

    Obrigado, Jotace. Sinceramente. Também penso que possa estar chegando a hora de um veemente mea culpa. Felizmente a pluralidade de pensamento aqui no Viomundo tem sido fundamental para isso.

    Saudações.
    Atenciosamente,
    Mário SF Alves.

    P.S.: reconheço que a referida auto-análise não deve jamais vir desacompanhada de respectiva e suficientemente forte contribuição ao debate e à superação do que já se caracterizaria como impasse político no campo democrático. Assim, considerando que o tempo é o senhor da razão, aguardemos.

    Jotace

    16/09/2012 - 23h11

    Caro Mário SF Alves

    Obrigado a você, digo eu. A pluralidade a que se refere tenho como algo inestimável por implicar uma verdadeira cátedra para mim. Aprendo muito todo dia com você, e outros colegas pelos ilustrados comentários que aqui fazem. Esta semana, por exemplo, achei extraordinária a discussão do termo ‘ocidente’ com suas tantas implicações – e agudas explicações dadas- pelos diferentes sentidos a ele atribuídos. Abraços, Jotace

    Paulo Figueira

    04/07/2013 - 11h08

    Falar mal do PT pertencendo aos quadros do PMDB, parece que o senador está jogando para a galera

FrancoAtirador

14/09/2012 - 22h32

.
.
MÍDIA: A HEGEMONIA DA FORÇA E DA BANALIDADE

“Em que momento homens e mulheres – sob o manto da liberdade e de igualdade – vão desfrutar da abundância e dos confortos que o capitalismo oferece em seu desatinado desenvolvimento?

A resposta esperançosa à Pergunta ao Futuro depende crucialmente da capacidade de mobilização democrática e radical dos Deserdados, os perdedores na liça da concorrência global.

Desgraçadamente, no momento em que escrevo este artigo, os espaços de informação e de formação da consciência política e coletiva são ocupados por aparatos comprometidos com a força dos mais fortes e controlados pela hegemonia das banalidades.

Desconfio que o mundo não padeça apenas sofrimentos de uma crise periódica do capitalismo, mas, sim, as dores de um desarranjo nas engrenagens que sustentam a vida civilizada, sob o olhar perplexo e impotente das vítimas”

(Luiz Gonzaga Belluzzo; Valor)

CARTA MAIOR

Responder

    Mário SF Alves

    24/09/2012 - 12h48

    É essa uma das mais lúcidas observações sobre o que tem se tornado a humanidade nesse primeiro quadrante do século XXI. As perspectivas, de fato, não são das melhores. E o Estado de Fato já está à espreita, louco para mostrar sua horrenda face. Vide a singularidade jurídica que se tornou o julgamento da AP 470, o dito mensalão do PT.
    Bem-vindos ao anti-big bang da anti-civilização cristã ocidental. Guerra de civilizações é só o começo.

francisco.latorre

14/09/2012 - 21h58

propaganda. aí o ponto.

não a do governo.

o governo federal não pode deixar todo o espaço pra máquina de propaganda imperial.

..

pra resolver mesmo.

lei de propaganda. a comercial mesmo.

pra regular cerveja jogo remédio sorteio.

propaganda não tem lei.[ mas vai ter. se vai. ]

não tem lei. vão de liberdade de expressão.

liberdade pra mentir fraudar e tal.

..

procuradoria de comunicação social.

com os procuradores ligados na tv. a mídia central. que é concessão.

cuidando do interesse difuso da sociedade.

enquadrando o cotidiano de abuso.

abuso de incapaz. propaganda enganosa. sorteio vigarista. e outras porcarias. até estelionato via tv acontece.

não precisa mais que dez minutos zapeando. isso e mais que isso acontece. crime. variado.

caso pra procuradoria. não?..

..

outro caminho.

porque conselho de comunicação?.. do executivo?..

porque não uma procuradoria?.. do judiciário?..

pra começar..

é mais fácil explicar. justificar publicamente.

e mais difícil pro midião enrolar.

..

lei pra propaganda.

como emplacar uma lei de meios?.. antes de mínimamente ter uma lei de propaganda comercial?..

a propaganda comercial é a ponta de lança do capital.

cria tolerância à mentira. se for engraçadinho.. que importa a vigarice?..

tolerância ao logro. pra isso serve a publicidade.

..

detalhe exemplar. editora abril-veja.

civita italoamericano. veio na guerra fria.

fazer a cabeça infantil com disney. patinhas capitalista explora o subempregado donald. e quem resolve é o trabalho infantil dos sobrinhos.

melhor que isso. como a abril tinha a preferência. ou seja o dinheiro. das multiamerikanas anunciantes.. engoliu a concorrência.

..

lei na propaganda.

e procuradoria de comunicação. vendo tv.

pra já. tipo ontem.

lei de meios. conselho de comunicação.

pra logo. em seguida.

..

modesta sugestão.

..

Responder

    Willian

    14/09/2012 - 23h37

    O texto parece escrito em português.

    francisco.latorre

    15/09/2012 - 13h50

    não apenas cultiva. e confessa. a ignorância.

    como se vangloria disso.

    cada um cada um.

    ..

    não alcançou?..

    ou lhe incomoda. a língua. viva?..

    ..

    oh.. prepotência. da ignorância.

    seus dias foram.

    ..

    Mário SF Alves

    16/09/2012 - 10h35

    E mais. Por quê não instituir uma lei que valide a cobrança de direitos de imagem a cada sem números de vezes que a mídia sensacionalista corporativa se utiliza da imagem de pessoas; e lógico, a maioria delas sofrida, maltratada, vilipendiada, desgraçada. Verdadeira mina de de dinheiro resultante de propagandas comerciais (plim-plins) inseridas a partir do ibope de “notícias” que se sustentam sobre as imagens dessas pessoas? Queria ver se diante de tal lei ainda prosperaria tanto esse show de sensacionalismos.

    Mário SF Alves

    24/09/2012 - 13h15

    Tem de regular o direito de imagem também. Imagine o tilintar de moedas encnhendo os cofres da mídia corporativa toda vez que ela pratica sensacionalismos – nada ingênuos ideologicamente – à custa da imagem de degredados, pobres, pretos e bandidos. Sim, porque tudo se transforma em pontos no IBOPE; consequentemente, em locus preferencial de propaganda. Então? E não sejamos ingênuos. Aquela novelinha “inocente” no horário nobre foi previamente muito bem paga por todos nós, quer tenhamos estado hipnotizados em frente a telinha ou não.

Wagner

14/09/2012 - 20h46

Eu sempre achei um absudo propagandas oficiais. Não passam de autopromoções dos governantes da ocasião.

Responder

henilene

14/09/2012 - 18h27

Observem só a “valorosa” opinião da vidente da GLOBONEWS C. Lobo:

“O PT está usando os trunfos disponíveis, como a presença da presidente Dilma Rousseff nos programas eleitorais, o ex-presidente Lula como âncora do programa eleitoral no rádio e as caminhadas e carreatas pela periferia da cidade com Marta Suplicy. Mas ainda não conseguiu o que mais espera nesta disputa pela Prefeitura de São Paulo: assegurar vaga no segundo turno para seu candidato, Fernando Haddad.”

Estes mensaleiros tucanos estão borrando de medo de perder a boquinha do reino DEMo-Tucanato.Que eles farão sem a realeza Serra abaixo?

Responder

Francisco

14/09/2012 - 18h23

Roberto Requião é o que a oposição ao PT deveria ser. Dá para imaginar como seria melhor o governo do PT se tivesse de se contrapor a esse tipo de cobrança do que ao tipo de cobrança de porta de delegacia do PIG?

Quanto à relação do governo federal com a mídia, é o seguinte: já que não tem Lei de Midia, não existe legislação que obrigue o governo federal a distribuir publicidade com proporcionalidade (ou qualquer outro critério). Na verdade não existe obigação de distribuir nada…

Em dois meses quem iria pedir uma Lei de Mídia seria a Globo. Pare e pense!

Responder

trombeta

14/09/2012 - 18h20

Nossa, fiquei arrepiado com o discurso do Requião, quando é que ela vai deixar o PMDB e praticá-lo.

Responder

Urbano

14/09/2012 - 17h31

É… Com o Requião é assim: pão, pão; queijo, queijo. É uma das poucas raridades dentro do pmdb.

Responder

Willian

14/09/2012 - 16h58

Apoio uma campanha para que Caixa, Banco do Brasil e Petrobras interrompam toda e qualquer propaganda no PIG. Comecemos já uma campanha: PROPAGANDA ZERO.

Responder

    lulipe

    14/09/2012 - 21h13

    Essa campanha vale para os blogs também,Willian???

    Willian

    14/09/2012 - 23h38

    Não, aí não.

    Felipe

    15/09/2012 - 11h43

    haahhahahahahaha

    FrancoAtirador

    15/09/2012 - 12h25

    .
    .
    OLHA A TROLLAGEM DO VIOMUNDO AÍ GENTE !!!

    Eleições geram empregos temporários em todo país

    Candidatos apostam nas redes sociais para ganhar votos
    e “jovens” aproveitam para ganhar dinheiro extra
    trabalhando pela internet.

    http://terratv.terra.com.br/videos/Noticias/Brasil/Eleicoes-Municipais-2012/5322-436032/Eleicoes-geram-empregos-temporarios-em-todo-pais.htm

    Ano de eleição: bom para faturar

    Para ganhar uma grana no período eleitoral,
    muitas pessoas fazem panfletagens

    Estava desempregada e agora vou tirar cerca de R$ 1.300 no final do mês”, diz CARMEN LEPORACE, 31 anos. Assim como ela, muita gente está aproveitando o período de campanha eleitoral para faturar uma grana.

    É pensando nesse dinheiro extra que a galera aguenta enfrentar horas e mais horas em pé, todos os dias, debaixo de tempo bom ou ruim. “Eu trabalho de domingo a domingo, faça chuva ou faça sol. Pode até nevar, que o trabalho não para”, brinca o motorista EUNÃOSABIA, de 29 anos.

    Ainda dá tempo!

    A eleição 2012 acontecerá no dia 7 de outubro. Se houver segundo turno, ele será realizado no dia 28 de outubro. Então, ainda há bastante tempo para você conseguir uma oportunidade de trabalhar com campanhas políticas. Se você tem interesse em ganhar dinheiro com isso, procure os comitês dos candidatos e entregue o seu currículo. Muitos deles estão aceitando-o. Procure obter maiores informações sobre o trabalho, quanto você ganhará e, de preferência, peça um documento escrito para depois não ter problemas.

    http://www.jornalmassa.com.br/2012/08/107716-ano-de-eleicao-bom-para-faturar.html

    LuizCarlosDias

    15/09/2012 - 10h13

    Publicidade na globo
    e fome ZERO, Para o
    bem do Brasil.

Mardones Ferreira

14/09/2012 - 16h25

A relação do PT com o PIG, via orçamento publicitário, não vai cessar com esses discursos, como o do senador Requião.

Sem dúvida, há outras coisas por trás desse péssimo comportamento do PT em relação ao PIG.

Isso ficou evidente com o lastimável omelete na Ana Maria Braga e no aniversário da Folha Ditabranda com a ilustre presença da ex-guerrilheira, eleita presidente.

Não creio que o PT tenha desdenhado dos eleitores com tais atitudes, prefiro acreditar que acontece o mesmo quando o Temer é ”convidado” a blindar a Veja na CPMI: é chantagem pura e simples.

E assim como Temer, o PT quer ver o tinhoso, mas não enfrenta a Globo.

Responder

Mateus Nascimento

14/09/2012 - 15h54

muito bom, o blog podia inaugurar um café com Requiao uma vez por semana =p

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    14/09/2012 - 15h58

    Café com Requião não vamos inaugurar, mas é nosso projeto dar mais voz a parlamentares que não recebem cobertura da mídia, para fazer frente à tentativa da mídia de desmoralizar a política. abs

    Marcelo de Matos

    14/09/2012 - 16h22

    Parlamentares que não recebem cobertura da mídia? Não são apenas os parlamentares do Sul que são ignorados pela mídia. Em geral, o noticiário se restringe a Rio, São Paulo e Brasília. Apenas a Record News tem um noticiário sobre o Sul. Você está seguindo essa tendência de ouvir os que não são ouvidos. Não é preciso fixar-se apenas em Requião. De vez em quando pode falar da Manuela D’Ávila. Aí você une o útil ao agradável.

    Willian

    14/09/2012 - 16h59

    As vezes a não divulgação das ideias destes parlamentares é uma espécie de proteção a eles mesmos.

    Mário SF Alves

    14/09/2012 - 21h23

    AZENHA, DEVAGAR, AÍ, NÉ. “FAZER FRENTE À TENTATIVA DA MÍDIA DE DESMORALIZAR A POLÍTICA”, SIM, PERFEITO, NECESSÁRIO E IMPRESCINDÍVEL. PARABÉNS. O PROBLEMA É FAZER CAIXA DE RESSONÂNCIA COM O SENADOR REQUIÃO QUANDO ELE “DESNORTEADAMENTE” E NUM MOMENTO CRUCIAL DESSES (EM TEMPOS DE CIRCO MENSALÃO/TUDO CONTRA O PT) VEM A PÚBLICO FALAR EM “PRIVATIZAÇÃO DO PT”, INDUZINDO-NOS A CRER NUMA INDESEJÁVEL E REPUGNANTE GUINADA NEOLIBERAL DO PARTIDO. PREOCUPA O FATO DE A REFERIDA CRÍTICA SURGIR LOGO AGORA, QUANDO POLÍTICOS COMO JOSÉ GENUÍNO – QUE PRECONIZAVA A RADICALIZAÇÃO DA DEMOCRACIA NO BRASIL – ESTÃO PRESTES A IR PARA A FOGUEIRA DA NOVA INQUISIÇÃO INSTITUÍDA NO STF. SE ASSIM O FOI COM RELAÇÃO AO PT, UM PARTIDO CUJA ORIGEM, HISTÓRIA E PAPEL SÃO INCONFUNDÍVEIS E CONHECIDOS DE TODOS, O QUE NÃO SERIA COM RELAÇÃO A ESSES MESMOS POLÍTICOS.

    http://WWW.VIOMUNDO.COM.BR/DENUNCIAS/ROBERTO-REQUIAO-PT-USA-EUFEMISMO-PARA-ESCONDER-SUAS-PRIVATIZACOES.HTML

    ATENCIOSA/RESPEITOSAMENTE,

    MÁRIO SF ALVES.

    Julio Silveira

    14/09/2012 - 22h01

    Sugiro também o Olivio Dutra. Um petista que incomoda principalmente os burgueses de seu partido, visto que se trata de um personagem que incomoda a midia, o que o torna inconveniente nesse processo de ser palatavel para o burguesia em geral.

    Mateus Nascimento

    16/09/2012 - 14h20

    Muito bom, agradeço a iniciativa, até porque é dureza ficar ouvindo os herdeiros do Demóstenes todo dia.

    abraço.

Marcelo de Matos

14/09/2012 - 15h29

Há três coisas que a gente não escolhe: cunhado, genro e coligado político. Requião pertence a essa terceira categoria que a gente tem de aturar. Meu sobrinho costuma dizer: Tio – arranjei um cunhado argentino. O apelido dele é Carlito Tevez. O Requião costuma dizer que o PT usa eufemismos. Vou usar mais um: não vou chamá-lo de boquirroto, mas, de irreverente. Certa feita Requião criou o “Disque Quércia” para que os eleitores fizessem denúncias contra seu colega de partido. Quanto ao judiciário paranaense saiu-se com esta: Há quatro tipos de justiça: a boa, a ruim, a péssima e a justiça do Paraná. Esse é o Requião que, não sei por que cargas d’água tornou-se um ídolo aqui do Viomundo. Aliás, até sei: é porque senta o pau no PT. Por que não postar, então, as declarações do Serra? Ah, sei: o Serra pega mais leve. Se for assim, chamem o Bolsonaro. Para concluir: quando governador do Paraná Requião defendia os latifundiários das ameaças de reforma agrária. Agora vem aqui citar o marxista Leandro Konder.

Responder

    henilene

    14/09/2012 - 16h13

    Marcelo de Matos, acho que o motivo deste post, é contrapor ao que o governo federal gasta com seus “inimigos” do PIG. Leia aqui mesmo e em outros blogs sujos a “campanha” contra estes gastos e entenderá este post.

    Em tempo…não sou advogado nem do Azenha e nem da Conceição…alias, acho até que eles não me tem como buona gente!

    Mário SF Alves

    14/09/2012 - 21h29

    Pois é. Uma coisa é endurecer com a midia corporativa no Paraná; outra coisa bem diferente, é tentar fazer o mesmo como governante do Brasil. Ah!Sempre assim, nós e nossa mania de comparações tabula rasa.

    sergio

    14/09/2012 - 17h46

    Marcelo, por falar em Quércia, que vc.chama de “colega de partido” do Requião, seus herdeiros estão hoje brigando por 150 bilhões. Sinal de que o tal “disque-Quércia” não era uma ideia tão má assim. Tanto é que depois disso o uércia não conseguiu qualquer cargo eletivo, o que livrou os cofres públicos de uma sangria maior que esses 150 bi!! Precisamos de mais uma dúzia de políticos corajosos como o Requião, com todos os defeitos que ele tenha.

    Mário SF Alves

    14/09/2012 - 21h43

    Cento e cinquenta bi?!! Cento e cinquenta bilhões de reais?!! Não. It’s impossible. Alguém super inflacionou esse número. A não ser assim, se multiplicarmos isso daí pelo número de políticos/governantes tipo “rouba, mas faz” no Brasil isso vai dar em quanto? Dava, no mínimo, pra pagar a dívida pública interna brasileira.

    Marcelo de Matos

    15/09/2012 - 10h34

    A notícia é de que foram R$ 150 milhões. Não importa a fortuna pessoal de qualquer político. Muitos ficam ricos ou tornam ricos seus amigos e colaboradores. Muitos amigos de FHC tornaram-se grandes milionários. Amigos de Maluf e Pita, como o Jorge Yunes, que tinha ou tem uma carteira de mais de 100 imóveis de luxo, idem. Amigos de Serra e Kassab, como Hussain Aref Saab, que também acumulou incrível patrimônio imobiliário, idem. E a família Jereissati, hoje sócia majoritária da OI? A Justiça está aí para julgá-los. Se ela só condena petistas, não podemos fazer nada. Quércia era rico. Foi muito atacado pelo Estadão, mas, a justiça nunca o condenou. Requião não foi muito atacado porque, muitas vezes, cerra fileiras com o PIG para atacar adversários e até correligionários. Pobre, acredito, ele não é.

    Sergio

    15/09/2012 - 14h39

    Marcelo e Mário, desculpem-me o erro, a notícia é mesmo que o patrimônio do Quércia é R$150 milhões (e não 150 bi), mas os próprios herdeiros dizem estar sub-avaliado. Mas a minha maior estranheza não foi essa, Marcelo, mas sim o fato de vc. ter “tomado as dores” dele quando Requião inventou o “disque-Quércia”. Noutro comentário vc. diz não se preocupar com a fortuna de nenhum político (epa !!!).E logo depois vc. se sai com esta “a justiça só condena petistas? que podemos fazer?”. Eu modestamente tentaria responder: não ter a ingenuidade de achar que (os petistas) vão ter o mesmo tratamento fazendo as mesmas coisas.

    Jotace

    14/09/2012 - 18h41

    Caro Marcelo de Matos,

    Parece até que você está confundido alhos com bugalhos quando insinua agradar à maioria ‘petista’dos usuários do blog a sugestão de se ter Serra entre os convidados do blog.Pelo que tenho sentido, os comentários que vêm sendo feitos contra o PT decorrem dos desmandos, do entreguismo que têm caracterizado a atuação dos seus representantes nas diferentes áreas do governo. Desmandos que a nobreza do Senador Requião adjetiva como ‘malandragens semânticas’ de um partido “descaracterizado com alianças muito estranhas’ e as ‘medidas humildes’ da nossa Presidente. Assim, por que tal prevenção e tão injustos quão desmedidos comentários seus contra o Requião? Ele não só promoveu administrações fecundas e patrióticas no Paraná, mas combate como o grande parlamentar que (também) é, o desvio “pragmático” dos muitos vendepátrias que infestam os três Poderes da nação. De minha parte, eu que votei em candidatos do PT desde os primeiros tempos, daria o meu voto com muita satisfação ao grande patriota que tem sido o Requião caso ele se candidate à presidência. Pois voto sempre pelo Brasil. Cordial abraço, Jotace

João Vargas

14/09/2012 - 15h18

É curioso como escutando os discursos dos deputados e senadores têm-se a impressão de que são pessoas honestíssimas e bem intencionadas. Mas na prática quando analisamos a fundo os seus atos e, principalmente, seus votos é que realmente conhecemos a índole de nossos políticos.

Responder

benjamim marchande

14/09/2012 - 14h29

Azenha,
Enquanto isso no Paraná o Beto Richa está detonando uma fortuna com o slogan:
Paraná um Estado de Respeito (p/com os corruptos-Taniguchi, Alceni, Nelson Justus, A.Cury, Rossoni, Derosso, Hinça, etc.) Ao assumir o ano passado disse que o Estado estava quebrado no entanto comprou helicópeteros para patrulhar a tríplice fronteira, só não diss que era dinheiro do governo federal. Sem vergonha.
Ben

Responder

Roberto Locatelli

14/09/2012 - 14h28

Outra qualidade de Requião: a coragem. Enquanto os políticos – inclusive do PT – morrem de medo do PIG, Requião fechou a torneira. Obviamente, o PIG ficou furioso.

Essa gente do PIG vive falando de “estado mínimo”, mas quando os governadores demotucanos chamam pra mamar, eles vão correndo.

Responder

jaime

14/09/2012 - 14h27

Se você quiser criticar Requião, vai achar motivos; se quiser elogiar, também, porque ninguém é perfeito, mas de modo geral é autêntico e sua prática procura ser fiel ao discurso. Está mais à esquerda do que qualquer um de esquerda que esteja exercendo mandato executivo neste momento e tem energia e coragem para administrar. Em termos relativos ao que está aí, minha opinião é de que poderia dar um grande upgrade.

Responder

Roberto Locatelli

14/09/2012 - 14h22

Ele tem mil defeitos. Mas suas qualidades suplantam em muito os pontos negativos. A principal qualidade: não ser subalterno aos EUA nem ao PIG. Qualidade muito, muito rara.

Responder

henilene

14/09/2012 - 14h20

Enquanto isto em Goiás:

Marconi Perillo fez acordo com a imprensa?

Por Altamiro Borges, no Blog do Miro

O governador tucano Marconi Perillo voltou a sumir das manchetes dos jornalões e do noticiário das emissoras de tevê. Já nas últimas semanas, por mera coincidência, aumentou o número de anúncios do governo de Goiás em vários veículos. É sabido que a sua gestão reserva uma das mais generosas verbas para a publicidade no país. Será que Perillo fez algum “acordo” com os barões da mídia? É só uma perguntinha ingênua na busca da justa transparência de informações tão defendida pela imprensa – para os outros e não para ela!
Suspeita de contas em paraísos fiscais
O sumiço do tucano não significa que não existam mais novidades sobre suas estranhas relações com Carlinhos Cachoeira. Na semana passada, um dossiê apreendido pela Polícia Federal na casa de Adriano Aprígio, ex-cunhado do mafioso, levou a Procuradoria-Geral da República a ressuscitar a investigação sobre a suposta existência de contas de Marconi Perillo no exterior. O dossiê lista três contas, uma delas no banco suíço UBS, atrelada à empresa Aztec Group S/A, sediada no paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas.
Em 2010, o UBS enviou ofício informando que o papel era uma “falsificação”. Mas a PGR afirma agora que documentos mostram que o representante da Aztec é um ex-suplente de Marconi Perillo, Paulo Jesus. No dossiê, há uma procuração em que ele dá plenos poderes para a movimentação da conta ao grão-tucano. Estes documentos, que agora serão analisados, reforçam os boatos sobre lavagem de dinheiro, evasão de divisas e uso de contas em paraísos fiscais que já pesavam sobre Marconi Perillo.

Nova convocação para a CPI

Estas e outras denúncias levaram os integrantes da CPI do Cachoeira a propor uma nova convocação do governador para depor. A proposta não teve qualquer repercussão na mídia demotucana. No mesmo esforço de blindagem, a Assembleia Legislativa de Goiás, controlada pelo tucano, decidiu se antecipar para evitar novos constrangimentos. O presidente da casa, deputado Jardel Sebba (PSDB), já entrou com pedido de liminar no STF para que a CPI “não convoque, nem obrigue a comparecer ou mesmo investigue ou indicie Perillo”.
Como se nota, é grande o esforço para blindar o governador tucano. Será que a mídia, sempre tão seletiva, está metida nesta tramoia. Não seria o caso do governo de Goiás dar transparência absoluta aos seus gastos em publicidade – quanto e para que veículos – para evitar suspeitas descabidas?

PS-estou enojada por a Record Goiás estar pactuando com isto. Ela simplesmente ESCONDEU Perillo e mete o pau no governo federal e nos prefeitos aliados da Dilma de Goiania(PT) e Aparecida de Goiania(PMDB). Seria a Record Goias dissidente da Record nacional e do Edir Macedo?

Responder

Tiago

14/09/2012 - 14h18

Discursos interessantes. Não obstante, não foi esse sr. que tomou o gravador de um repórter alguns meses atrás? Sorte do Azenha que escreveu elogiando a “vossa excelência”…

Responder

augusto2

14/09/2012 - 13h44

olha, uma duvida: a publicidade do paraná foi em 4 anos de 2.5 bi, eu disse bi, enquanto a publicidade oficial FEDERAL foi em um ano de apenasmente 161 milhoes?
a desproporçao é clara, flagrante.
que negocio é esse?

Responder

    Jotace

    14/09/2012 - 18h56

    Caro Augusto 2,

    De minha parte também estranhei muito este dado referente ao valor da importância transferida (diretamente) ao PIG. Acredito que tenha sido muito maior a contribuição dos brasileiros para receberem a mentira no seu dia-a-dia. Abraço, Jotace

MARCELO

14/09/2012 - 13h37

Enquanto isso….Lula foi no enterro do doutor
Roberto Marinho e Dilma foi na Ana Maria Cansei
Braga,no aniversário da Folha e num evento da
revista Exame da Editora Abril.Pior ainda foi
ver outra senhora do Cansei,Hebe Camargo num
comercial do Ministério da Saude.Segundo a
Carta Capital,a Globo recebeu 50 milhões de
reais neste ano em verbas de publicidade do
governo federal.Se o PHA souber disso,ele cai
duro….

Responder

lulipe

14/09/2012 - 12h51

“Segundo uma descoberta do cientista político e professor da UFPR Ricardo Costa de Oliveira o nepotismo na família do governador Roberto Requião (PMDB) tem mais de 130 anos, . Ele encontrou uma carta no Museu Thiago de Lacerda, em Lages (SC), que fala sobre o processo de indicação do bisavô do peemedebista, o sergipano Justiniano de Mello e Silva, para o cargo de secretário da presidência da província do Paraná. O documento é datado de 11 de junho de 1875 e foi redigido por Antonio José Fernandes de Barros para o amigo Manoel Cardoso.

“A carta diz que o bisavô do governador foi nomeado porque era parente de importantes autoridades do império. A família é original de Sergipe”, explica Oliveira. Em dezembro de 2006, logo após ser reeleito governador, Requião foi homenageado pelo governo de Sergipe com a Medalha da Ordem do Mérito Aperipê e disse que a distinção foi a “mais valiosa da sua vida”. A medalha foi entregue pelo governador de Sergipe, Alves Filho.

Após o bisavô, todas as gerações dos Mello e Silva tiveram cargos públicos. O avô do governador, Wallace de Mello e Silva, foi chefe da estação ferroviária de Curitiba e fundador do Centro dos Ferroviários do Paraná e Santa Catarina. Já o pai, Wallace Tadeu de Mello e Silva, foi prefeito de Curitiba.

O governador, cujo nome completo é Roberto Requião de Mello e Silva, manteve a tradição dos cargos públicos e do nepotismo herdada do bisavô Justiniano. Neste governo, por exemplo, empregou a esposa Maristela (diretora do Museu Oscar Niemeyer); os irmãos Maurício (secretário da Educação) e Eduardo (superintendente do Porto de Paranaguá); além dos sobrinhos João Arruda Sobrinho (superintendente da Cohapar) e Paikan Salomon de Mello e Silva (produtor da TV Educativa). Apenas Maurício não continua no governo. Saiu quando foi eleito conselheiro do Tribunal de Contas.”

Publicado na edição impressa de domingo da Gazeta do Povo

(Fonte:http://www.gazetadopovo.com.br/blog/conexaobrasilia/?id=801363)

Precisa dizer mais alguma coisa????

Responder

    Edison

    14/09/2012 - 14h59

    Bela fonte a sua!
    Desce dai Nersão.

    lulipe

    14/09/2012 - 18h43

    E sobre a reportagem, algo a dizer????

    abolicionista

    04/07/2013 - 13h55

    O lulipe e o Willian acham que a gente deve dar parte de nossos salários para a Globo, mesmo sem consumir nenhum produto dessa imenso escoadouro de recursos públicos. Afinal, é o nosso dinheiro que o governo está jogando pelo ralo (leia-se, transferindo à Globo), não é, meus caros? Eles devem ter os motivos deles para propalar esse estranho credo e tudo bem que a classe média brasileira seja babaca, mas o peixe que vocês querem vender está um pouco salgado, não acham? A pergunta, sempre é bom lembrar, é meramente retórica.

jairo

14/09/2012 - 12h51

Boa idéia essa de pescar os bons discursos na camara dos deputados e senadores e difundir por aqui e mostrar quem é quem…..
requião foi o 1º….que venham os próximos sem apoio do PIG
QUEM SABE UM DEBATE ENTRE OS DEPUTADOS MAIS ATUANTES DA CASA, OS MAIS SERIOS E INDEPENDENTES

Responder

Deixe uma resposta