VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Requião denuncia conluio para proteger a Delta, diz que CPI tem de investigar a Veja e lamenta que TV Senado não transmita ao vivo


17/05/2012 - 21h05

sugerido pelo Fábio Passos

Leia também:

CPI senta sobre a investigação da Delta e dos governadores

Najla Passos: O debate sobre a convocação da Veja

Lista de convocados deixa de fora Jairo Martins, o araponga-mor





56 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial quando governador do Paraná « Viomundo – O que você não vê na mídia

14 de setembro de 2012 às 12h13

[…] Atacou a “quadrilha da desinformação”, mas também denunciou conluio na CPMI do Cachoeira para proteger a construtora Delta. […]

Responder

A lógica por trás do “fim” da CPI do Cachoeira « Viomundo – O que você não vê na mídia

13 de julho de 2012 às 23h20

[…] você é leitor exclusivamente do Valor, clique aqui, aqui e aqui para Roberto Gurgel; aqui, aqui e aqui para a mídia no esquema Cachoeira; siga os links nos textos indicados para ler mais a […]

Responder

Venício Lima: Jornalistas na CPI, por que não? « Viomundo – O que você não vê na mídia

23 de maio de 2012 às 12h09

[…] Requião denuncia conluio para proteger a Delta, diz que CPI tem de investigar a Veja e lamenta que … […]

Responder

juarez aparecido costa

21 de maio de 2012 às 23h16

no próximo pleito seus votos serão contados com vagareza.

Responder

Francy Granjeiro

19 de maio de 2012 às 12h52

JÁ Roberto Requião pra CPMI, se ele pega essa mídia golpista…….

Responder

FrancoAtirador

19 de maio de 2012 às 08h58

.
.
PGR [através da Vice-Procuradora Geral, DÉBORA DUPRAT] dá parecer favorável à ação de Comparato que determina regulamentação da mídia

A ação, ajuizada por Fábio Konder Comparato e assinada pelo PSOL em 2010, pede que o Supremo determine ao Congresso a regulamentação de artigos da Constituição que proíbem o monopólio, definem as finalidades da programação do rádio e da TV e regras para o direito de resposta.

Segundo a ação, mais de 20 anos depois da promulgação da Constituição, o fato de o Congresso ainda não ter regulamentado estes artigos prejudica a democracia brasileira.

Por Bia Barbosa, na Carta Maior

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20172

Responder

    Mário SF Alves

    21 de maio de 2012 às 11h05

    Pois é, Franco. Parece que o vazio deixado pelo Dr. Ulisses ainda está longe de ser preenchido. E a dizer que é está a Constituição Cidadã. Dio Mio, ma que máfia, capiche?

Guanabara

19 de maio de 2012 às 08h52

A pergunta é: por que a TV Senado não vai transmitir ao vivo a CPMI?

Responder

Vaffanculo

19 de maio de 2012 às 08h10

Axiomas básica da politica em nosso país:
1- todo embate politico é briga de quadrilha, é disputa por “bocas” de todo tipo.
2- Todo politico que cria problemas pro governo é pq ainda não recebeu sua parte, ou pq quer muito, ou pq simplesmente ainda não entraram em acordo sobre os valores. Mas acabam todos se acertando sempre.

Responder

Jairo Beraldo

18 de maio de 2012 às 22h39

E o Demostenes? Parece que a CPMI que não vai dar em nada, pois só tem malandros nela, salvou o Catão! Como dizia Renato Russo, “QUE PAÍS É ESTE?”

Responder

Vlad

18 de maio de 2012 às 19h44

Que coisa mais Rasera.

Responder

Tomudjin

18 de maio de 2012 às 19h00

E eu, que nunca achei que, um dia, a CPI poderia ser o último refúgio dos verdadeiros canalhas.
CPI nenhuma deveria ser em segredo.

Responder

JORGE

18 de maio de 2012 às 18h10

Discordo do Senador Requião.

Quem conhece o Judiciário que temos sabe muito bem a cautela e a robustez das provas que braçode que precisamos para condenar bandido rico no Brasil. Para o Judiciário precisamos do recibo até do estelionatário.

Enquanto não mudamos pelo poder-dever político (Congresso Nacional) vários entulhos autoritários, entendo que o a CPMI está no caminho certo.

Vamos colher provas e mais provas. O tumulto favorece aos bandidos e todos os beneficiários de crimes.

Um abraço

Responder

Regina Braga

18 de maio de 2012 às 17h46

Vaccaarreezza…como vc é repetitivo e lento.Aproveita para liberar a alma petista e enterrar de vez, o comportamento tucano.Ficou muito feio deputado,a sua credibilidade vai despencar.

Responder

    Jairo Beraldo

    18 de maio de 2012 às 22h41

    Vai nada…na proxima eleição, ele terá mais votos que teve agora. A elite polista está ligada e elegendo tucanos travestidos de PTistas.

Sebastião Marques

18 de maio de 2012 às 16h51

O pronunciamento do Senador Fernando Collor (PTB-AL), a entrevista do Deputado Fernando Ferro (PT-PÉ) ao jornalista Paulo Henrique Amorim e este pronunciamento do Senador Roberto Requião (PMDB-PR) são lógicos e consistentes. Eles são complementares! Lamento que a TV Senado não esteja transmitindo as reuniões da CPMI do CACHOEIRA ao vivo. E começo a duvidar que esta CPMI chegará a algum lugar além da “pizzaria”. Assisti ao Senador Pedro Tasques (PDT-MT), na TV UOL, dizer que não há motivos para convocar o Sr. Policarpo Quaresma, da VEJA. Parece, salvo engano, que os governadores serão preservados, o Procurador Geral da República, também!

Responder

Remindo Sauim

18 de maio de 2012 às 16h38

Só quero saber da Veja/Democratas/Cachoeira. O resto é pressão da mídia golpista

Responder

Paciente

18 de maio de 2012 às 16h08

Que se abra uma nova CPI das construtoras. Essa ai é especificamente do eixo Cachoeira + Demóstenes + Veja.

Se o sujeito for numa festa e tentar pegar dez meninas, ou ganha um selinho de cada uma ou não pega ninguém.

É focar numa ou duas e cair de sola!

Responder

Maria Dirce

18 de maio de 2012 às 15h52

Agora o Collor é usado para lembrar passado.Tanta coisa nojenta do passado, por ex Privatizações, é bem pior lembra-las não é mesmo? deixem o Collor trabalhar e diga-se todo dia lá esta ele no Senado , sabemos que os demais apenas 3 dias na semana e não querem publicar seus vultuosos salários.O Mino que foi criador da veja, deve-se debater de vergonha por te-la criado,por isso seu passado de jornalista e criador do mostro sabe-se hoje o que faz a criatura do Mino!!!
Hoje, no UOL. IG, Veja Globo etc estão todos lembrando o impeachement, como se isso fosse importante hoje para o Brasil que não aceita “colonos” e grupelhos, travestidos de bem feitores qdo na verdade o açoitamento moral nas urnas é o que decide grupos midiáticos golpistas!!

Responder

luiz pinheiro

18 de maio de 2012 às 15h27

Centrar as investigações na Delta, como defendem o Requião e o Pedro Simon, é justamente a tese do PSDB, do DEM, da mídia golpista. A CPI não é da Delta, é da organização criminosa do Cachoeira, e o foco da CPI deve ser desmantelar essa organização. A Delta, a Veja, o governador Marconi Perillo, por terem relações de cumplicidade com a organização Cachoeira, não podem deixar de ser investigados. Mas apenas por conta dessas relações de cumplicidade. Pretender, como quer a oposição, inventariar todos os contratos da Delta com o governo federal, não é tarefa para CPI, é trabalho técnico, tarefa para o TCU. O objetivo da oposição é transformar a CPI num espetáculo midiático contra o governo, além de paralisar os investimentos públicos na infraestrutura do país, ferir o PAC, quem sabe inviabilizar a Copa. A CPI está no bom caminho. A demagogia jamais ajudou país algum.

Responder

    Mário SF Alves

    19 de maio de 2012 às 16h40

    Prezado Luiz Pinheiro. Seu esclarecimento chega na hora precisa. Ajuda a abrir os olhos daqueles cuja compreensão é ainda insuficiente em relação à complexidade da política no Brasil.
    Entendo que o que está em jogo é a chance única que temos de passar à etapa seguinte, isto é, aliar os ganhos políticos do crescimento econômico com o imprescindível e aí, sim, objetivo, o desenvolvimento socio-econômico do País. A não ser assim, melhor seria apostar tudo na duvidosa tese do “quanto pior melhor”.
    Obrigado.
    Abraço,
    Mário SF Alves.

Rudá

18 de maio de 2012 às 14h14

O Requião realmente é um Político que merece todos os Méritos.
Nesse vídeo ele sintetiza apenas no primeiro minuto, como funcionava/funciona o esquema criminoso da quadrilha Delta. Vale a pena assistir e divulgar!

Abs
Rudá
Blog Observatório 74

Responder

Clodoveu Santos

18 de maio de 2012 às 12h50

Caros internautas,
Infelizmente muitas pessoas não são capazes de perceber o quão são manipuladas e alienadas. Quantos anos consecutivos lendo a revista veja ou assistindo ao jornal nacional entre outros, pensando estar bem informados. Esta CPMI já deu sua grande contribuição ao Brasil, mostrando a que tipo de notícia somos submetidos e a que interesses estão servindo. Hoje, qualquer brasileiro minimamente esclarecido deve procurar outros meios de comunicação para se informar, principalmente a Internet. O que os grandes jornais relatam é, no mínimo, sujeito a ser conferido por outros meios mais confiáveis.
Porque o livro “A Privataria Tucana” se quer foi mencionada nesta “grande imprensa”? Quais são os seus objetivos ao esconder este que foi o maior assalto ao patrimônio nacional? Porquê a Globo tem pressionado o legislativo a não convocar o Dono da Veja? Entre outros questionamentos.

Responder

    Gil Rocha

    18 de maio de 2012 às 15h14

    Bem, volta e meia eu vejo
    alguém falando no Dossiê
    encomendado privataria tucana.
    E é sempre a mesma coisa, porque
    isso, porque aquilo.
    Bem é o seguinte.
    Porque a grande mídia não deu bola
    para o livreto?
    Como mesmo afirmou o editor do livreto,
    eles não mandaram o livro para ninguém.
    E porque?
    Porque talvez o livro não se sustente como
    denuncia.
    E porque eu digo isso?
    Simplesmente porque se existisse alguma prova,
    não precisaria de CPI para nada não é?
    O ministério público ou até mesmo a PF, já teria
    tomado alguma providência.
    Talvez porque o seu Amaury Jr. foi indiciado em 04
    crimes pela PF.
    Aliás, o único indiciado em razão do livreto foi o
    próprio autor.
    Ninguém deu a menor bola ao dossiê, nem o PT.
    Como ele não vendeu, acho que daqui a pouco vão estar
    dando de graça.

Mário SF Alves

18 de maio de 2012 às 12h19

lulipe, (18 de maio de 2012 às 11:54) disse:

“Caro Mario, acho que você esqueceu de tomar o remédio controlado!!!Gostaria que você, após o remédio, me explicasse o que tem seu texto a ver com meu comentário, certo???”

Certo! Pra o seu nível intelectual só com muito remédio controlado, e sabe por quê? Porque além de escrever e mostrar tudo bem direitinho ao alcance de sua torpe miopia, aquele que escreve tem de de-se-nhar. Ou não?

Responder

    Mário SF Alves

    18 de maio de 2012 às 13h04

    Aliás, caro lulipe, você deve ser o próprio Gulliver, o viajante. Afinal, seu codinome – lulipe – até lembra Lilliput, a ilha.
    Mas, continue assim, enquanto você viaja o Brasil cresce. E chora, tucano! Rei da (in)competência!

paulo roberto

18 de maio de 2012 às 11h28

Gil, só pra saber se vc é um brasileiro indignado ou um torcedor fanático do Serra, me resposnda: e os contratos da Delta com o governo tucano de SP? Também deveriam ser investigados? E sobre as denúncias do livro A Privataria Tucana (repleto de documentos publicos)? Vc acha que deveriam ser apuradas? Grato.

Responder

    Gil Rocha

    18 de maio de 2012 às 15h21

    Sobre o dossiê eu já comentei
    mais acima.
    E se a Delta tem contratos em
    São Paulo, devem ser investigados sim.
    Está muito enganado se acha que me importo
    com algum político.
    Me importo com quem é investigado e não se prova
    nada, que aliás são raríssimos.
    Ficar defendendo o indefensável não é comigo.
    Nunca vai me ver defendendo o Sarney por exemplo.
    Aliás, em um passado não muito distante até o PT
    não defendia.
    Hoje eu vendo defenderem até o Collorido.

    Gil Rocha

    18 de maio de 2012 às 15h23

    “Vejo” o PT defendendo até o
    Collorido.
    Aqui o Collor tem um apoio fora
    do normal, kkkkkkk.

Serrote

18 de maio de 2012 às 10h55

Concordo apenas em parte. Vagareza demonstrou quem ele mesmo é. Quem é o PT nós vamos ver diante da reação do Partido a essa safadeza dele. PT, a bola está contigo!

Responder

mello

18 de maio de 2012 às 10h42

O comando dos defensores da veja, da imprensa marron como um todo e do Procurador gurgel é do Deputado miro teixeira, do dem…aliás, do PDT !

Responder

Paulo

18 de maio de 2012 às 10h29

Estou esperando as “novas” mídias se pronunciarem, de forma imparcial, sobre o flagra da velha mídia no SMS do Vaccarezza!

Não decepcionem!

São pessoas como o Vaccarezza que irão legislar sobre a “Ley dos Medios”?
Esquece! Mil vezes uma pornografia explícita do que uma monografia censurada!

Responder

    José Ruiz

    18 de maio de 2012 às 14h51

    VACCAREZZA é um pé no sac.. poderia ser expulso do partido… no mínimo por ser burro, incompetente.. essa é a direita instalada dentro do PT..

    Mário SF Alves

    19 de maio de 2012 às 17h53

    Concordo. E, às vezes chego a pensar que o PT devia perder um pouco desse pudor e cortar logo umas cabeças. As infiltradas, as desandadas, as excessivamente coniventes, as alopradas, as despudoradas, as USAdas, e outras de mesmo naipe. Por outro lado, não sou estadista e nem sequer sei se essa seria a melhor política. Se bem que política é política. Entra no jogo quem quer. Quem não entende ou não respeita as regras do jogo tem mais é que espirrar fora. Não é não?

eunice

18 de maio de 2012 às 10h01

Usando logo a linguagem que faz efeito: No impeachmen de Collor não fomos obrigados a assistir durante os dias todos, em todos os canais, a baixaria do Feio Gama e do outro?

Pagamos impostos e queremos a TV Senado transmitindo a droga o dia todo, semanas. Só a TV senado vai equilibrar a mentiralhada da Globo e Cia perversa.

Responder

Roberto Seixas

18 de maio de 2012 às 09h09

A CPI do Cachoeira não pode ficar oculta, queremos transparência.

Usem a tag #TVSenadoTemQueTransmitirACPI para se manifestar no Twitter !

Responder

Willian

18 de maio de 2012 às 09h00

Custo a concordar com o Vacarezza, mas agora tenha que admitir que ele está certo. Aliás, quem sai aos “teu” não degenera. Esta CPI já acabou.

Responder

Mardones Ferreira

18 de maio de 2012 às 08h37

Candido Vacarezza declara o amor do PT ao Sérgio Cabral: vc (Sérgio) é nosso e somos teu.

Não fosse a causa da paralasia do governo em temas urgentes como a reforma do judiciário, política e tributária, eu até iria gpstar de ter lido essa declaração do Vacarezza.

O Cândido deixou claro quem é o PT com o seu msm para o Cabral. O Cândido é aquele petista que não faz o que escreve, como muitos da legenda.

Se o PT não expulsar o Cândido adeus credibilidade da CPMI. Quem mais ama o Cabral, hein Cândido? A Dilma, o Lula, o Palloci, a Marta?

Responder

Jaime

18 de maio de 2012 às 01h18

Meu sabor preferido é à Portuguesa, mas se não tiver pode ser à moda da casa; essa quase sempre é boa.

Responder

ricardo silveira

18 de maio de 2012 às 00h43

A DELTA e suas relações com os governos estaduais, inclusive de São Paulo, e governo federal tem que ser investigada e, acho que será investigada pela CPMI. Acho, também, que as seções deveriam ser televisionadas. Mas, se a CPMI não chegar na VEJA, na GLOBO, na criação das condições para a tramitação imediata de um marco regulatório das comunicações, tudo o mais que ela fizer vai significar muito pouco ou, rigorosamente, nada.

Responder

Bruce Guimarães

18 de maio de 2012 às 00h07

“A relação com o PMDB vai azedar na CPI. Mas não se preocupe, você é nosso e nós somos teu [sic]”, escreveu Vaccarezza, líder do PT, a Cabral. Precisa dizer mais alguma coisa dessa CPI

Responder

Alexandro Rodrigues

17 de maio de 2012 às 23h14

O Requião tem seus pecados, é nepotista, as vezes contraditório, mas ninguém pode deixar de admitir: ele é mais esquerda do que qualquer parlamentar do PT ou do PSOL (PSB e PCdoB não conta, ainda não sei o que o “S” de Socialista e o “C” de Comunista, estão fazendo na sigla destes partidecos)!

Aliás, papelão do Sr. Chico Alencar se juntar ao Miro Teixeira do PDT para defender a Veja só pra se contrapor ao Collor! Collor é um nada, é passado. O futuro é destruir esta quadrilha. O PSOL nunca conseguirá se firmar à esquerda do PT sendo a esquerda que a elite gosta! Nesta ocasião, tenho que concordar com os lulistas mais fundamentistas… papelão Srs. Randolfe Rodrigues e Chico Alencar! Menos 1 voto em 2014!

Responder

Filipe Rodrigues

17 de maio de 2012 às 22h34

Ahh tá bom, se pautar pelo PIG, quem está mais interessado que essa CPI acabe em pizza é a grande imprensa.
Collor e o PT foram os que mais defenderam enfaticamente a convocação de Policarpo e Civita na CPI, cedo ou tarde eles ainda vão pintar por lá…

Responder

José DF

17 de maio de 2012 às 22h32

A veja vai escapar fedendo para na próxima eleição presidencial detonar a reeleição da Dilma, soltando uma capa “bombástica” por semana. Deitando falação sobre democracia e liberdade de imprensa, é claro. O petista relator da CPMI esta arregando ou pretende arrancar elogios da revista.
Cria cuervos. E ainda dizem que isto aqui é um estado de direito.

Responder

Fabio Passos

17 de maio de 2012 às 22h11

Blindar a delta e a veja é um sinal muito ruim.

Requião acerta na veia:

“A mídia está envolvida com este processo de corrupção também.
A CPI da delta e do cachoeira tem de ser a CPI da veja também… senão não é CPI nenhuma.”

Responder

Gustavo Pamplona

17 de maio de 2012 às 21h37

Será que a TV Senado também faz parte do PORCO?

“Mmmmmnnnn… Eu só queria convocar o Rupert Civita”

Chora PTralhada… chora PTralhada! HHAHAHHAHAHAHHAHA!!! =D =D =D =D

—-
Desde Jun/2007 chorando PTralhas no “Vi o Mundo”! =D
Fundador do PORCO – Partido de Oligarcas Representantes de Capitalistas Opressores (PIG)

Responder

    Rodrigo Falcon

    17 de maio de 2012 às 22h37

    Não alimente troll.
    Lembre-se, este indivíduo acima, em reportagem de Março passado, felicitou os dois autores de um blog racista e homofóbico no Paraná que pregavam assassinatos a nordestinos, gays e negros. Nunca é tarde para recordar.

    Mário SF Alves

    18 de maio de 2012 às 11h45

    MARCOS

    17 de maio de 2012 às 22h40

    A folha de pagamento da segurança pública de Goias era da responsabilidade de cachoeira, nomeava até secretários!!!!!!

    Essa tucanada.

lulipe

17 de maio de 2012 às 21h33

“A reportagem do SBT flagrou, durante a CPI do Cachoeira, nesta quinta-feira (17), o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), enviando uma mensagem de texto pelo celular para o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Na mensagem, Vaccarezza tranquiliza Cabral: “A relação com o PMDB vai azedar na CPI. Mas não se preocupe, você é dos nossos e nós somos dos teu [sic]”. Veja a análise de Fernando Rodrigues: Ação entre amigos, CPI flerta com a pizza”. (Fonte:UOL)

Esses petistas!!!!

Responder

    Gil Rocha

    17 de maio de 2012 às 22h54

    lulipe, percebeu quantos comentários
    quanto a atitude do deputado?
    Quer dizer, o Sérgio Cabral flagrado
    em festinhas com fotos e filmagem com
    o dono da Delta ninguém está preocupado.
    Agora imagina o que acontece longe das câmeras.
    Esses petistas viu, vou te contar…

    lulipe

    18 de maio de 2012 às 10h43

    Logo logo vão encontrar um eufemismo para justificar tal atitude, lembra dos “aloprados”,”mal feitos” etc….

    Mário SF Alves

    18 de maio de 2012 às 10h47

    Taí. Eis uma coisa que não entendo. Em 64 vocês fantasiaram a questão da ameaça comunista. Certo. As circunstâncias eram outras; a URSS estava lá, inteirinha. Agora, que a URSS virou pó, a cantilena é outra. É o PT que não presta, que é “o corrupto” e que está com medinho da Veja e da Delta.
    E, Gil Rocha e Lulipe, sabem o que penso? Penso que o que os aterroriza/encoleriza é a possibilidade de o governo Dilma passar à etapa seguinte, àquela terrível etapa do desenvolvimento socioeconômico do Brasil. Poxa! Desenvolvimento como, se até o simples crescimento econômico já os incomoda tanto, né não?
    Mas, eu entendo o desespero de vocês. Mesmo porque, desenvolvimento socioeconômico pressupõe e significa libertar o Brasil de suas amarras históricas, de sua elite Casa-Grande-Brasil-Sempre-Senzala, e claro, para vocês, conviver diuturnamente com tão terrível perspectiva e – de quebra ficar “ad aeternum” fora do puder – deve ser mesmo pior do que ver o cão chupando a manga.
    E, Gil, quer saber mais? Cada vez fica mais evidente que o golpe de 64 foi fundamentalmente uma pavorosa mentira imposta pela ojeriza, terror e desespero frente a ameaça – não a comunista, óbvio – mas, sim, a desenvolvimentista.
    Atenciosamente,
    Mário.

    lulipe

    18 de maio de 2012 às 11h54

    Caro Mario, acho que você esqueceu de tomar o remédio controlado!!!Gostaria que você, após o remédio, me explicasse o que tem seu texto a ver com meu comentário, certo???

    roberto

    18 de maio de 2012 às 14h07

    Certo mesmo é que a ditadura só serviu para que demorássemos meio século para viver o que estamos vivendo hoje.
    A pergunta é: Quais os maiores interessados em manter nosso País tanto tempo no “atraso?”

    Gil Rocha

    18 de maio de 2012 às 15h29

    Pois é, o Mário escreveu muito
    e não disse nada.
    É engraçado que quando alguns aqui
    não tem argumentos para certo assunto,
    saem a discutir coisas nada a ver ou
    dão discurso.
    Normal, como se explicar o inexplicável?


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding