VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Suplicy: Ex-moradores do Pinheirinho denunciam violência sexual praticada por PMs


03/02/2012 - 18h20

do PT Senado, dica de Ricardo Maciel

Em documento lavrado no Ministério Público de São Paulo, ex-moradoras denunciaram que foram obrigadas a praticar sexo oral em policiais, entre outras brutalidades. Rapaz que as acompanhava foi empalado com um cabo de vassoura – e encontra-se preso até o momento.

Eduardo Suplicy relatou, no plenário do Senado, casos de violência sexual cometidos por policiais, durante a desocupação de Pinheirinho.

Leia documento do Ministério Público com as denúncias de seis pessoas de uma mesma família – quatro homens e duas mulheres, entre elas um senhor de 87 anos. Segundo o relato,eles sofreram violência física e psicológica, sendo que três jovens – um homem e duas mulheres – sofreram abuso sexual.

03.02.2012 – 23h15

*******

Comando da PM nega acusação de abuso sexual na desocupação do Pinheirinho

Guilherme Balza
Do UOL, em São Paulo

O comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, coronel Álvaro Camilo, negou nesta sexta-feira (3) as acusações de abuso sexual contra moradores da área do Pinheirinho, em São José dos Campos.

A área foi desocupada no dia 22 de janeiro, dia em que teriam ocorrido os abusos, segundo relato feito por uma moradora ao Ministério Público Estadual. Segundo o comandante, no entanto, as duas mulheres que fizeram as acusações seriam namoradas de homens que foram presos em uma ocorrência relacionada a tráfico de drogas. E as prisões teriam ocorrido na madrugada do dia 23, fora do Pinheirinho.

“É uma ocorrência de tráfico de drogas que não aconteceu no Pinheirinho. Era uma ação de policiamento normal, no Campo dos Alemães [bairro vizinho à comunidade] em que uma viatura estava passando e viu que quatro rapazes fugiram e entraram em uma casa. Eles foram pegos com drogas: dois quilos de maconha, 300 gramas de cocaína e uma arma de calibre 12”, explicou.

Segundo o comandante, os envolvidos serão submetidos a exame de corpo de delito e os policiais também devem ser submetidos a exames toxicológicos. “Tudo será rigorosamente apurado”.

O coronel disse ainda que a PM “vem sendo alvo de acusações mentirosas sobre fatos que supostamente teriam acontecido no Pinheirinho.” “Foi provado que não era verdade”.

Íntegra da nota do Comando da Polícia Militar de São Paulo

O Comando da Polícia Militar vem a público manifestar-se a respeito das denúncias apresentadas pelo senador Eduardo Suplicy sobre supostos atos de violência e abuso sexual contra moradores em São José dos Campos. Nos últimos dez dias, a Polícia Militar tem sido alvo de acusações mentirosas relacionadas ao apoio prestado na ação judicial de reintegração de posse em Pinheirinho, na Cidade de São José dos Campos. São vários boatos de que crianças morreram, pessoas desapareceram, pessoas essas que depois foram localizadas, encontram-se muito bem e até concederam entrevistas desmentindo essas acusações.

A Polícia Militar é uma instituição séria, honrada, tem como princípio o respeito aos direitos humanos e pauta suas ações pela legalidade, sempre na defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana. Não passamos a mão na cabeça de maus policiais, somos firmes na depuração interna. Na realidade, o que temos é uma ação que foi desenvolvida pela ROTA, durante a proteção à cidade de São José dos Campos ? que sofria atos de vandalismo ?, numa ocorrência de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Tudo aconteceu na madrugada do dia 23 de janeiro, no Campo dos Alemães, não em Pinheirinho. No local, três adultos foram presos e um adolescente, apreendido. Eles foram autuados em flagrante delito com uma espingarda calibre 12, mais de 2 quilos de maconha, 300 gramas de cocaína e 1.382 reais em dinheiro. Chama a atenção que nem os três adultos nem o adolescente, ou mesmo a advogada Aparecida Maria Pereira, que os acompanhava e figura no boletim de ocorrência como curadora do menor, tenham sequer mencionado qualquer abuso no ato da prisão, em São José dos Campos, só o fazendo agora, dez dias depois.

Repudiamos a forma como as denúncias foram feitas, mas não é por causa das mentiras de que a Instituição foi alvo que deixaremos de nos empenhar no esclarecimento sobre mais essa acusação, ora apresentada pelo senador Eduardo Suplicy. E fica o compromisso do comando geral, em respeito ao cidadão e dentro da transparência que nos é peculiar, de voltar a público para divulgar o resultado dessa apuração.

Veja também:

Defensoria Pública de São Paulo desmonta toda a história oficial sobre o Pinheirinho

23 ex-moradores do Pinheirinho farão exame de corpo de delito; há mais feridos

“Parecendo um porco para abater amanhã”





109 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Célia Mazza de Souza

06 de fevereiro de 2012 às 12h58

"Que tempos são esses… que é quase um delírio…"
É inacreditável que estes fatos ocorram hoje, com uma absurda manipulação das informações, tornando-nos expectadores atônitos esperando que a VERDADE seja "milagrosamente" revelada! Indignação com a forma absurdamente desrespeitosa e agressiva com que as pessoas foram tratadas e saber que o terreno é do Sr Najas… é mais enojante. Se a pessoa deve IPTU… mais de 15.000.000,00 – no mínimo deveria ter o terreno desapropriado e este usado para legalizar a situação das famílias que ali viviam. Já vi pessoas deverem por motivos alheios a sua vontade (desemprego, doença na família) e virem seu único imóvel ir à leilão… esta Sociedade construída sob a égide do poder econômico deixou de ser humana…. quem dirá denocrática, igualitária e justa… para onde foi a ética, a compaixão, a justiça ????

VERDADE, JUSTIÇA, IGUALDADE, SOLIDARIEDADE, FRATERNIDADE, COMPAIXÃO, ÉTICA = HUMANIDADE de fato!!!!

Célia Mazza de Souza (Curitiba – PR)

Responder

Regina Braga

05 de fevereiro de 2012 às 19h03

Brasileiros de todos os lugares do Mundo condenam a barbárie no Pinheirinho(UOL)…Mas o paulista parece ter sido dopado pelos demotucanos…Todos pisam em ovos,falam mais não falam…Nada de efetivo está sendo feito.Um crime e as instituições estão omissas…Ninguém quer se comprometer.Até a lei, no Estado de São Paulo, fica em cima do muro.Nem o governador, foi intimado por crime de responsabilidade?Só vamos apurar?.E as favelas continuam queimando…a rota matando…o dinheiro sendo desviado,etc. O fato é que, São Paulo não é nem facista,porque no facismo existe uma ideologia.Em São Paulo o que existe é falta de caráter.

Responder

maria do carmo

05 de fevereiro de 2012 às 12h45

Amigos internautas, nao percamos tempo e energia, com Andre, Almir, Marcio H. Silva, sao espiritos obscuros,
atrapalham a aura!

Responder

maria do carmo

05 de fevereiro de 2012 às 12h34

Amigos internautas , nao percamos tempo e energia, com Andre, Almir, Marcio H. Siva e Cia, atrapalha a aura sao espiritos obscuros.

Responder

Jose Antonio Batata

05 de fevereiro de 2012 às 09h46

Os TUCANOS estão querendo uma desculpa para o Massacre do Pinheirinho. No DF ( DISTRITO FEDERAL ) o inicio do Programa Minha Casa Minha Vida está fazendo uma revolução social na cidade. A Construção de casas na Estrutural e no DNOCS em Sobradinho está transformando as antigas favelas em áreas da NOVA classe média. Em São Paulo eles destruíram um Bairro de 2 mil casas em PINHEIRINHO. O PSDB do DF estava no comando da corrupção no Governo do ARRUDA.

Responder

Yarus

05 de fevereiro de 2012 às 00h24

Suplicy demora a fechar o raciocínio, é muito mais lento que o médico Akclmin e Dra. Márcia Pimheirinho…

Responder

Maria do Carmo

04 de fevereiro de 2012 às 20h41

Confio no Suplicy, deixem o senador execer suas funcoes . Sabia que aquela operacao de guerra autorizada pelo Alckimin, podia haver abusos. A nao permisao com liberdade de jornalistas acompanharem, fora a ordem e contraordem de invasao foram estrategias para as barbaries, covardemente se prepararam por quatro meses, contra familias, 6500 pessoas, sem exaurir as vias conciliatorias, beneficiando o magnata criminoso que em outros malfeitos quebrou a bolsa do Rio de Janeiro. O rapaz baleado so foi descoberto agora, foi ocultado. Os senadores, jornalistas e promotores devem acompanhar essas denuncias sim, e toda operacao de forca com militares! Deve ter muito mais ocorrencias similares, nao denunciadas por medo e pudor.

Responder

ZePovinho

04 de fevereiro de 2012 às 19h34

O líder da arruaça na Bahia confirmou ao Portal Terra que é do PSDB:

"…..O governo de Jaques Wagner, do PT, se nega a iniciar conversas com a Aspra e se reuniu apenas com outras associações de policiais. Prisco confirmou que está filiado ao PSDB, após se candidatar a deputado pelo PTC em 2010"……..
http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI55…
http://www.osamigosdopresidentelula.blogspot.com/…

Os “hooligans” da politica brasileira

Tucano Prisco
A eleição de 2012 ainda não começou. Mas,o PSDB já deu a largada a campanha eleitoral e como sempre jogando pesado e sujo

Hoje, as manchetes dos jornais dão destaque a greve da PM na Bahia. Fala-se em mortos, provocado uma onda de violência no estado governado pelo PT. O governador da Bahia é Jaques Wagner (PT).

O presidente da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), lider da greve é o soldado da Polícia Militar Marco Prisco Caldas Nascimento, ligado ao PSDB.

Coincidentemente,Prisco confirmou ao site Terra que é filiado ao PSDB, após se candidatar a deputado pelo PTC em 2010. Já se comenta que essa arruaça dos PMs em um estado governado pelo PT, está sendo promovida pelo PSDB, para ofuscar a barbárie da desocupação do Pinheirinho em São José dos Campos.

Quem é o tucano Marco Prisco

Responder

Zé Eduardp

04 de fevereiro de 2012 às 14h50

Parecer do Ministério Público contra admistradores municipais amigos do capez. "NÃO HOUVE DOLO"

Responder

    maria do carmo

    04 de fevereiro de 2012 às 21h06

    HA! HA! HA!

Zé eduardo

04 de fevereiro de 2012 às 14h48

Chega de hipocresia. Basta pegar um processo crime, resultado de flagrante feito pela PM, em que os réus, geralmente usuários de periferias, são acusados de tráfico de drogas e a história é a seguinte: PM declara que estava fazendo ronda, em conjunto com outro PM da guarnição, de rotina quando foi acionado pelo COPOM a respeito de tráfico de entorpecente nas proximidades. Avistaram o acusado em atitude suspeito em local conhecido como ponto de tráfico. O acusado é conhecido no meio policial. O acusado, ao perceber a aproximação da viatura empreendeu fuga e dispensou papelote em terreno baldio. Alcançaram o acusado e conseguiram dete-lo. Loclizaram o obejto jogado pelo acusado que continham porções de droga e cocaína/crack pronta para comércio. Existe, também, a variavel de os PM adentrarem na residencia onde há suspeita de ocorrencia de crime e localizarem a droga ou sobre o guarda roupa ou em uma pia de tijolos.
Noventa por cento das ocorrencias apresentadas pela PM contem essa narrativa.
Essa a PM de São Paulo

Responder

Cláudio Coimbra

04 de fevereiro de 2012 às 14h17

Esse tipo de reportagem mais tumultua do que esclarece.

Responder

francisco p. neto

04 de fevereiro de 2012 às 14h16

Pessoal
O ano legislativo vai começar e eu tenho falado que todos os espaços alternativos de informações não estão se dando conta que "esqueceram" do tema CPI da Privataria.
Faço exceção ao PHA que postei lá, quando começou a onda Pinheirinho, que era necessário não deixar "morrer" o tema central e principal do ano legislativo corrente.
Pinheirinho é importante? Claro que é. Mas um tema não necessariamente exclui o outro.

Responder

Senador Suplicy denuncia atrocidades no despejo do Pinheirinho - Blog do Prof Guilherme

04 de fevereiro de 2012 às 13h56

[…] https://www.viomundo.com.br/denuncias/suplicy-ex-moradores-do-pinheirinho-foram-vitimas-de-violencia-… […]

Responder

Eunice

04 de fevereiro de 2012 às 12h46

E nem veio tudo ainda. Ande com sua câmara, leia tudo e guarde.
Acompanhe os movimentos deles.

Responder

Leider_Lincoln

04 de fevereiro de 2012 às 12h36

Pessoal, lembram de uns trolls latindo alguma coisa qualquer sobre o "caos" na Bahia? Pois é, o presidente do sindicato que vem tocando o terror em SSA é filiado ao PSDB! Mais: foi exonerado há 10 anos (portanto nem policial ele é) por práticas controversas e tudo mais… Mas a nossa presidenta já está planejando a reimposição da ordem => http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/02/0…

Responder

    André

    04 de fevereiro de 2012 às 13h03

    Não vai dar pra explicar com essa mentira não…

    "PERFIL

    O homem que jogou a Bahia de Jaques Wagner na atual crise de segurança despontou no sindicalismo com a bênção e o apoio material do PT, partido do governador.

    Soldado expulso por indisciplina, o líder da greve da PM baiana, Marco Prisco, 42, fez sua estreia política ao comandar a tomada do Corpo de Bombeiros, onde trabalhava, durante a paralisação dos policiais realizada em 2001.

    Naquele ano, policiais e bombeiros enfrentaram o então governador César Borges (à época no PFL), membro do grupo liderado por Antonio Carlos Magalhães (1927-2007).

    A tomada do quartel em Salvador foi uma manobra digna de um exército de Brancaleone: 64 bombeiros combinaram a ação, mas, na hora da tomada, apenas Prisco e três colegas apareceram.

    Mesmo assim, deu certo. Outros 1.300 bombeiros do quartel aderiram ao movimento. Na oposição ao carlismo, o partido de Jaques Wagner apoiou a paralisação policial de duas semanas.

    Prisco foi expulso da corporação em janeiro de 2002 e mergulhou de vez no sindicalismo. Em 2003, ingressou no PC do B e, nos últimos quatro anos, milita no PSOL.

    Fundada em 2009, a Aspra (Associação dos Policiais e Bombeiros da Bahia) tinha 2.286 filiados (7% da PM baiana) na terça, quando a greve começou. Segundo Prisco, ganhou mais 1.700 associados nos últimos quatro dias.”

    XXXXX

    Mentir é feio, "cumpanheru"…

    Paulo Renato

    04 de fevereiro de 2012 às 16h09

    então André, pela trajetória dele podemos perceber quão frágeis são os paladinos que o psdb tenta levantar. Os tucanos são de uma incompetência a toda prova, alem de não cintarem com gente do povo em suas bases, quando conseguem alguém deste nível de confiabilidade valha- me Deus.

    zezinho

    04 de fevereiro de 2012 às 19h12

    Mentir não é feio, é método. Assim faziam os nazistas. É surpreendente observar as semelhanças. Não há embate de idéias na política no Brasil, o que se vê são as "esquerdas" fazendo de tudo para demonizar e crucificar a oposição moribunda. Praticamente todas as matérias são voltadas a transformar a oposição em monstro, em demônio que deve ser exterminado antes que ele venha puxar seu pé à noite.
    O debate de idéias não interessa porque o que as "esquerdas" falam e fazem é sagrado e é a absoluta melhor forma de fazê-lo, e ai de quem se diga contra.

    Fabio SP

    04 de fevereiro de 2012 às 19h41

    Todos, eu disse todos, as greves e protestos que são feitos aqui em São Paulo são feitos por pessoas filiadas ao PT, PC do B e PSTU. Por que na Bahia não pode ser alguém ligado ao PSDB?

Jairo_Beraldo

04 de fevereiro de 2012 às 12h14

É óbvio que não desejo aos familiares e a estes anacéfalos veste-fardas, o que eles protagonizam com a população em geral, mesmo porque sou kardecista…mas uma hora perco a razão!

Responder

Euler Conrado

04 de fevereiro de 2012 às 11h41

Quem acredita nas informações oficiais do governador ou do comando da PM? Ou mesmo da juíza que autorizou a reintegração de posse? São todos suspeitíssimos, e temo que não haja autoridades no pais com autonomia para levá-los a julgamento. São criminosos comuns, já que agrediram direitos inalienáveis à vida humana de milhares de pessoas, incluindo crianças e idosos. Os fatos agora revelados reforçam o clima de impunidade e cumplicidade com o crime que se vive em São Paulo e em vários outros estados do Brasil.

Responder

Jorge Nunes

04 de fevereiro de 2012 às 11h11

Realmente São Paulo precisa de intervenção federal antes que a OTAN venha bombardear …

Responder

EUNAOSABIA

04 de fevereiro de 2012 às 10h55

Leider_Lincoln 104p · 10 horas atrás
É sempre fácil substituir os nomes… Lembra-se do EUNAOSABIA? Pois é, sumiu e depois apareceu o "Augusto". agora há o André, o "homem da credibilidade". Pobres trolls!

RESPOSTA: Não tem como debater num espaço frequentado por PATÉTICOS que só sabem mentir e caluniar, pessoas que mentem acima de tudo para si mesmo, pessoas sem uma formação intelectual adequada, medíocres dependentes do goglou, outros que passam o dia todo aqui copiando e colando textos enormes, inúteis e tenho certeza que ninguém perde tempo lendo, são os mesmo que sem nada para dizer, publicam filminhos do youtube querendo bancar o engraçadinho.

Quer mais?..

1. Desocupação em Brasília nos mesmo moldes do pinheirinho, nem mandato tinha, aqui: NADA.
2. Enquanto Jaques Wagner se regozija com uma dupla de ditadores que não respeitam os direitos humanos, seu estado a Bahia, mergulha numa greve da PM, já são 38 mortes, aqui: NADA.
3. Duas pessoas, vá lá, "pobres e negras" como vocês mesmo gostam de destacar neste sítio, ficaram cegas durante repressão a atos públicos na Bahia e no Piauí, cidades governados pelo PT e ou aliados, aqui: NADA.
4.Dilma vai a Cuba e silencia sobre a prisão de dissidentes na ilha, no auge da falta do que dizer, compara o desrespeito aos direitos humanos em Cuba, aos ocorridos no seu próprio país que ela governa, já que diz que “quem tem telhado de vidro e bla bla bla””… um completo absurdo, aqui: NADA.
5. Blogueira cubana impedida de visitar o Brasil, aqui: NADA.
6. Rede de TV estatal informa sobre mortes no pinheirinho que jamais existiram, os daqui tão ciosos com a qualidade de informação e veracidade dos fatos silenciam, mais uma vez: NADA.

Tem como debater num espaço assim?

Mas sabe o que me deixa feliz??? É que quando eu mesmo que raramente entro aqui, leio só o título e subtítulo, nem precisa ler o texto, o título já diz tudo, eu apenas passo o cursor e leio sempre os mesmos comentaristas e com as mesmas sandices, todos com “positivos”, isso me deixa feliz sabe porquê? Isso prova que os senhores estão isolados, que vivem numa redoma de vidro e que se auto alimentam das próprias sandices sem contestação, isso me deixa feliz.

Dá licença rapaz.

Responder

    Francisco niteroi

    04 de fevereiro de 2012 às 14h55

    Não dialogo com trolls. E continuando assim, gostaria de me dirigir aos demais comentaristas do blog: Vcs não acham que bateu um desespero no troll? Realmente, se eu visse o grupo político que defende os ideais em que eu acredito fazendo tanta M. quanto os tucanos estão fazendo, eu seria tomado por desespero e desânimo.

    Miguel

    04 de fevereiro de 2012 às 15h07

    tao isolados que ano apos ano, o governo que voce ataca com os mesmos "argumentos" sem sentido vai batendo recordes de aprovacao. quer dizer o paraiso na terra? nao, longe disso. mas demonstra a formacao de um certo consenso em torno de medidas mais amplas, que permite inclusive suspender por um tempo reivindicacoes e discordanias pontuais com uma ou utra coisa. ja voces da direita raivosa, atacam sem consistencia nem coerencia, e nao conseguem sequer coerencia interna, e por isso incapazes de apresentar um projeto alternativo para a conducao da administracao e da politica. Chegou a vez de voces, experimentem o que a esquerda brasileira viveu por decadas.

    Rafael Costa

    04 de fevereiro de 2012 às 17h22

    Belo comentário.
    Eu resumira os militantes daqui como "pregadores no deserto". Eles, como vc escreveu, se auto alimentam das próprias sandices.

    Mais provas de que vcs militantes são a minoria da minoria.
    83% da população de São Paulo APROVOU as ações na cracolândia. Ou seja, vcs não representam o "povo" p… nenhuma!

    Ze Duarte

    04 de fevereiro de 2012 às 23h46

    Obrigado pelo ótimo texto, nada como uma bela exposição de fatos.

    Imaginem se fosse a Veja mentindo sobre mortes causadas pelo MST, a choradeira que seria nesse e em outros sites!

carlos vicente

04 de fevereiro de 2012 às 10h49

04/02/2012 Pedro Rios Leão

6º Dia ele permanece algemado em frente a Rede Globo e diz o que sente:
http://youtu.be/oGp-HEK9mtU

Responder

Taques

04 de fevereiro de 2012 às 10h47

Já passou da hora !!! Intervenção já !!!

Na Bahia.

Responder

renato

04 de fevereiro de 2012 às 10h31

Pergunte ao Datena se isto é possível, possivelment ele dirá que é a minoria da PM, mas de minoria em minoria a galinha enche o papo.E parece que é só esta minoria que dá artigo para jornal. Ou então todos os PMs maus que já foram afastados foram para em São josé dos Campos, agora não passo nem perto desta cidade…

Responder

renato

04 de fevereiro de 2012 às 10h27

Será que Charlie Chan, garoto propagando da cidade de São José dos Campos ( Embraer) quer sua imagem vinculada ao Pinheirinho. Porque agora cada vez que eu for ver um filme dele vou lembrar do Alckimim..Serra..

Responder

CLAUDIO LUIZ PESSUTI

04 de fevereiro de 2012 às 10h10

O comando da PM e uma piada, querem que os agredidos denunciem os agressores, que são pms, na frente de outros policiais e pms.Deveria substituir o pessoal do Panico, que ta muito sem graça…

Responder

trombeta

04 de fevereiro de 2012 às 10h07

A SS paulista de Alckmin não esqueceu nenhum detalhe.

SP estado sem lei.

Responder

CLAUDIO LUIZ PESSUTI

04 de fevereiro de 2012 às 10h06

Heheh, piada, de todos os lados:PM e assim, se não tiver filme , negam, pois a PM e "seria".Por causa disso que tem que filmar tudo que estes caras fazem.Outra piada:quando a PM paulista comete crimes a culpa e do Geraldo Alckmin e deve sofrer inpeachment, e o que dizem por aqui.Bem , então quando a "presidenta de esquerda" descobre "malfeitos" no "PIG", ela também deve sofrer impeachment , pois e a responsável pelo caso?Ora srs, menos paixão…Ah , só um detalhe, o Capitão Nascimento fazia coisas iguais ou semelhantes no filme "Tropa de Elite" e virou herói…Aqui se planta, aqui se colhe…

Responder

Ana Cruzzeli

04 de fevereiro de 2012 às 09h45

Para que um guerra seja caracterizada só faltava isso, abuso e violação de corpos.
Agora não mais, o ultimo ingrediente que demonstrasse que Alckmin, sim declarou guerra aos seus concidadãos se materializou.
Nunca ocorre violação de corpos se os comandante não disserem aos comandados que tudo pode, que eles entrariam em espaço de guerra e o inimigo era violento e que a violência contra ele seria tolerada.

Responder

Yarus

04 de fevereiro de 2012 às 06h40

"PSDB convoca “militantes” para bater em quem protestar perto do governador de SP (Brucutus pagos – eu)

Estamos em época de eleição. O governador Geraldo Alckmin,decidiu que não fica bem mandar a polícia bater em manifestantes,pelo menos esnquanto ele estiver perto. A tucanada achou um jeito de por o povo para brigar. Juntou seus seguidores…e o pau vai quebrar!!

Segundo a Folha, Um membro da executiva municipal do PSDB de São Paulo convocou mais de 800 filiados do partido na zona leste da cidade a "defender" o governador Geraldo Alckmin de manifestantes neste sábado, quando ele cumprirá agenda na região.

"Vamos todos pra lá, tucanada. Bateu, levou e não tem conversa", afirma Edson Marques, o tucano que assina o e-mail.

Ele compara Alckmin a Covas. "Foi assim que acabamos com a patifaria contra o Covas em 2000. Nos juntamos, mobilizamos a velha e aguerrida tropa de choque e partimos pro pau", descreve o militante no e-mail.

A mobilização é uma resposta aos protestos organizados nas últimas duas semanas contra ações do governo no Pinheirinho, em São José dos Campos, na cracolândia e na USP (Universidade de São Paulo).

Segundo Marques, tucanos do Jardim Helena souberam que integrantes do PSTU, PSOL e PT organizavam protesto para a agenda amanhã. "Eles podem protestar, mas não vamos permitir que encostem um dedo no nosso governador. Se o fizerem, terão resposta a alrura", disse.

O presidente municipal do PSDB, Julio Semeghini, disse que o e-mail enviado por Marques não representa a posição do partido. "É uma manifestação pessoal dele. Somos contra qualquer tipo de incitação à violência. Não queremos esse tipo de coisa", afirmou." http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2012…

Suponho que o e-mail enviado saiu de dentro do gabinete (fascista) anti-protesto para a Foia repercutir e tentar "desanimar" o manifesto…

Militantes… essa foi boa.

Responder

t tonucci

04 de fevereiro de 2012 às 01h22

A frase de um personagem do Anatole France explica tudo sobre Pinheirinho:"a justiça é a sanção das injustiças estabelecidas".

Responder

jõao

04 de fevereiro de 2012 às 00h12

cpi já urgente tem que ser na esfera federal porque estadual
não sai nada
para que se venha apurar tudo o que aconteceu no pinheirinho

Responder

Zé Carlos

03 de fevereiro de 2012 às 23h48

Poucos políticos tiram a b. da cadeira preocupados com questões sociais. Costumam não emprestar muito do seu tempo para coisas assim. Afinal, quem liga para indigentes ou desvalidos? Nem a população , massa eleitora costuma ficar ao lado deles e aí se explica o desinteresse. Existem alguns vagabundos que jamais fizeram absolutamente nada em suas vidas que fosse relevante para esse grupos esquecidos que tem coragem de criticar esse Senador.

Parabéns ao Senador por estar presente e preocupado enquanto uma maioria sequer sabia da existência do problema e hoje tecem suas considerações – confortavelmente como sempre- a respeito do assunto levando em conta tudo menos a vida daquelas pessoas que é o mais importante.

O Senador faz o seu papel e é a voz desses denunciantes. De outro modo ninguém daria essa chance. E alguém pode afirmar que a possibilidade disso ter acontecido é nula?

Responder

Consciência da Nação

03 de fevereiro de 2012 às 23h05

Alguém duvida de que essa polícia protofascista do governador se ofereceria de bom grado a qualquer ditadura que resolvesse "por ordem na bagunça"? Quantos se recusariam a participar de torturas para controle ideológico? Se vemos isso, os eternos promotores do totalitarismo também veem. O ovo da serpente é chocado. Quando se oferecer um líder carismático à direita, esses PSeuDoBrasileiros poderão finalmente repousar sobre os nossos direitos.

Responder

Fabio_Passos

03 de fevereiro de 2012 às 22h58

Depoimento estarrecedor.
Truculência, tortura e estupros praticados por policiais(bandidos!) contra trabalhadores pobres, a mando de geraldo alkmin.
Esta pouca vergonha é a cara da direita brasileira. Horrenda violência para roubar dos pobres e dar para um ricaço safado.

E por que a mídia-burguesa – rede globo / quadrilha veja / estadão / fsp – não investigam estas atrocidades cometidas pelos fascistas em são paulo?
É porque a mídia-corrupta apóia estas barbaridades e toda covardia cometida pela maldita "elite" branca e rica contra os pobres no Brasil.

Responder

    Lu_Witovisk

    04 de fevereiro de 2012 às 07h56

    É verdade, Fabio, cadê essa maldita midia??

    Depois dessa, SP assumiu mesmo o estado fascista. ÊEEEE tucanalhas de M.

luiz pinheiro

03 de fevereiro de 2012 às 22h52

O PSDB nasceu com bonito
nome de pia: social-democracia.
Chegou rápido ao poder.
Com FHC, o soberbo,
deleitou-se em liberal privataria.
Agora, ninguém se ilude mais não:
os tucanos abraçaram
o fascismo cru, a escrotidão.

Responder

Arnold

03 de fevereiro de 2012 às 22h50

Cadê o Augusto (ou ENS, sei lá). Não compareceu para defender a tucanada? A coisa tá engrossando, né tucano. E vai piorar.

Responder

    Leider_Lincoln

    04 de fevereiro de 2012 às 00h02

    É sempre fácil substituir os nomes… Lembra-se do EUNAOSABIA? Pois é, sumiu e depois apareceu o "Augusto". agora há o André, o "homem da credibilidade". Pobres trolls!

    Luiz105

    04 de fevereiro de 2012 às 08h57

    Sim, é fácil substituir os nomes de alcunhas, porém a fonte é a mesma: serviço de contrainformação.
    Do jeito que a coisa está caminhando, tenho receio, pois já assisti este filme no início dos anos 70, estando compulsoriamente do lado de lá, no Exército Brasileiro. Temo que apenas a farda é diferente.

Sr. Feitosa

03 de fevereiro de 2012 às 22h42

Quero ver a justiça de São Paulo prende o Secretário de Educação por descumprir liminar em favor dos professores.

Responder

    Jairo_Beraldo

    04 de fevereiro de 2012 às 12h22

    Mas quem não cumpre a ordem judicial, é o grande mestre em democracia, Xuxú Pinnochio. É como o Gilmar Mendes quando era da AGU dizia – 'NÃO CUMPRAM AS ORDENS JUDICIAIS QUE NÃO NOS INTERESSAM, TOQUEM O BARCO A TODO VAPOR…CUMPRIR ORDENS JUDICIAIS É PARA E CONTRA POBRE!!"

Marat

03 de fevereiro de 2012 às 22h41

Isso não poderá ser usado apenas como propaganda eleitoral… Fôssemos um Estado sério, coisas mais graves deveriam ocorrer. Fôssemos um Estado sério o judiciário seria imparcial, e não kafkiano! Creio que em minha cidade não há estultos 82% que apóiam tortura e atentados violentos ao pudor!

Responder

Paulo P.

03 de fevereiro de 2012 às 22h29

SEXTA-FEIRA, 3 DE FEVEREIRO DE 2012
Exército de Israel ataca palestinos desarmados

Baby Siqueira Abrão
3/2/2012 – Baby Siqueira Abrão –
Correspondente no Oriente Médio
Direto de Nabi Saleh/Palestina ocupada

Hoje é sexta-feira, e como acontece toda sexta-feira, os moradores das vilas palestinas fizeram passeatas até o Muro do Apartheid e da Anexação para protestar contra ele, as colônias e a ocupação. E, também como acontece toda sexta-feira, a violência do exército israelense feriu dezenas de pessoas, algumas gravemente.

Amessi sendo carregada para o hospital
Uma jovem francesa, Amessi, recebeu um tiro de bala de metal recoberto por borracha na nuca (veja as fotos no anexo) e foi levada, sangrando muito, para um hospital. Seu quadro é estável. Peter Lerner, major do exército israelense, chegou a postar no Twitter que a jovem fora vítima de pedras atiradas pelos palestinos. Mentira. Testemunhas afirmaram que ela foi baleada durante a repressão à manifestação na vila. Outras 12 pessoas ficaram feridas em Nabi Saleh, fora as vítimas da inalação das bombas e dos cânisters de gás tóxico atirados pelos soldados de Israel.

Ativista ferida é ajudada por companheiro
Além de Amessi, outro ativista estrangeiro teve ferimentos graves ao ser atingido por um cânister na cintura.

Os ativistas que participaram da manifestação em Nabi Saleh e a Coordenação do Comitê de Lutas Populares informaram que Nariman Tamimi tentou filmar a jovem ferida, mas foi atacada pelos soldados.

Em 9 de dezembro de 2011, Mustafá Tamimi, 28 anos, morador de Nabi Saleh, foi assassinado por um soldado israelense que atirou um cânister em seu rosto.

Em março de 2009, Tristan Anderson, cidadão estadunidense, recebeu um cânister na cabeça, que o deixou preso a uma cadeira de rodas. Submetido a uma cirurgia de emergência num hospital de Tel Aviv, Anderson perdeu parte do lobo frontal e de fragmentos de ossos.

Em 17 de abril de 2009, Bassem Abu Rahmah, 30, de Bil'in, também foi vítima fatal de um cânister, atirado contra seu peito.

Nos três casos foram utilizadas armas de alta pressão e velocidade, a pouca distância das vítimas.

Atirar em manifestantes é violação da lei internacional que dispõe sobre o uso de munição considerada “não letal” — mas que mata, sim.

ESCREVA DIRETAMENTE PARA A EMBAIXADA DE ISRAEL NO BRASIL, OU VIA FACEBOOK PROTESTANDO CONTRA A VIOLÊNCIA DO EXÉRCITO NAS VILAS PALESTINAS, EM ESPECIAL EM NABI SALEH.

Responder

    Jairo_Beraldo

    04 de fevereiro de 2012 às 12h17

    Paulo P.,

    Como voce já tem experiencia, falar para tipos desprovidos de rubor e calor nos seios da face, é pura perda de tempo. Mas uma hora teremos que perder a razão e utilizar dos mesmos métodos que estes tipos utilizam, sem dó e nem piedade.

Xad Camomila

03 de fevereiro de 2012 às 22h17

F de fascismo

Por Rubens Casara

Fascismo é uma palavra que se origina do italiano fascio (do latim fascis; feixe), símbolo da autoridade dos antigos magistrados romanos, que contavam com lictores a utilizar feixes de varas com o objetivo de abrir espaços para que passassem. Em sua origem, portanto, os feixes já eram utilizados como símbolos do poder em oposição aos indivíduos. Durante o regime fascista essa insígnia foi recuperada com o objetivo de simbolizar a força inquebrantável da união.

Segundo Paxton, o fascismo “recebeu seu nome e deu seus primeiros passos na Itália. Mussolini, entretanto, não era um aventureiro solitário. Movimentos semelhantes vinham surgindo na Europa do pós-guerra, independentes do fascismo de Mussolini, mas expressando a mesma mistura de (…) voluntarismo e violência ativa contra seus inimigos”. Hoje, parece existir consenso de que existe(m) fascismo(s) para além do fenômeno italiano. (…) Mann adverte que a ideologia fascista deve ser levada a sério, pois não só é tão criticável quanto as demais ideologias como também apresentava “soluções plausíveis para os problemas sociais modernos”. Como ensina Bobbio, os fascistas “talvez não soubessem o que queriam, mas sabiam muito bem o que não queriam. Não queriam, em uma palavra, a democracia, entendida como laborioso e difícil processo de educação na liberdade, de governo através do controle e do consenso, de gradual e sempre contestada substituição da força pela persuasão."

Mario Sznajder ao pesquisar sobre o fascismo declarou que “não há dúvida de que o fascismo é uma ideologia política, baseada em certas afirmações de origem filosófica e cultural, adotada por movimentos intelectuais, sociais e políticos para transformar-se em partido e regime onde as circunstâncias históricas o permitissem. Ou ainda para proporcionar aspectos propagandísticos e operacionais a movimentos políticos que não podem ser definidos como fascistas, mas que vêem no fascismo ideológico e prático uma fonte de inspiração. Os componentes operacionais da ideologia fascista, já analisados por sérios investigadores, apontam para a notória primazia do poder político sobre considerações de caráter social, econômico ou cultural. A redação entre este tipo de visão e a primazia do estado fica clara também. Também são componentes essenciais do tipo de nacionalismo que o fascismo adota e opera o seu caráter guerreiro e violento.”
http://naopassarao.blogspot.com/2012/02/fascismo-…

Fascismo. É disso que se trata. Essa é a ideologia que perpassa o (des)governo tucano em São Paulo. Alguma dúvida?

Responder

    Patricio

    04 de fevereiro de 2012 às 14h37

    Nenhuma dúvida, Xad. Fascismo é mesmo. Agora ideologia, não sei não. Para que seja, no sentido que hoje se atribui à palavra, os partidários do Picolé de Xuxu teriam que ter algum fundamento em suas propostas.
    Não têm e não terão, pois para isso é necessário mais que músculos.

    Morvan

    04 de fevereiro de 2012 às 15h17

    Bela descrição do Fascismo, Xad Camomila. Muito esclarecedor.
    Por incrível que pareça, o Fascismo, mesmo precedendo o Nazismo, sua corrente ora mais conhecida, ambos tendo como características mais marcante o desmonte de todo e qualquer foco de resistência e associação, via métodos sempre extremamente violentos, tem uma diferença marcante: o Nazismo usa a propaganda como sua principal marca.
    Observação: a cruz suástica, ícone do Nazismo, já era adotada como símbolo bem antes de Hitler a tomar como ícone, por povos do oriente e com um significado, mesmo que marcial, em seu bojo, sem qualquer traço de Nazifascismo, como os conhecemos hoje.
    O traço do Governo autoritário do Picolé de Chuchu é marcadamente fascista, mas, se se o vir pelo aspecto da máquina piguiana, os conceitos se confundem.

    Morvan, Usuário Linux #433640.

Apolônio

03 de fevereiro de 2012 às 21h41

Os depoimentos das vítimas perante ao MP, tem fé pública, e, consubstanciado com outros depoimentos perante à Defensoria Pública de São Paulo, mais depoimentos, colhidos pelos organismos de Direitos Humanos dos órgãos Estaduais e Federais, ensejam que se formem uma comissão ou de Deputados Federais, ou de Senadores, para proceder maiores investigações, chamando, então às autoridades envolvidas a prestarem depoimentos. Isto é o mínimo que os senhores deputados ou senadores devem fazer. Esta história tem que ser passado à limpo. Em tempo, CPI da privataria já!

Responder

    Ze Duarte

    03 de fevereiro de 2012 às 22h34

    Não tem fé pública coisa nenhuma! Você nem sabe o que é isso!

    Abolicionista

    04 de fevereiro de 2012 às 06h57

    Não sei se o Ze Duarte sabe o que é "fé pública", mas com certeza ele sabe bem o que é má-fé!rs

    Jairo_Beraldo

    04 de fevereiro de 2012 às 12h26

    Por favor, nos dê uma aula magna nos moldes do mestre em democracia sobre, pois não?

Ramalho

03 de fevereiro de 2012 às 21h16

A expressão do Estado em São Paulo, o que inclui o judiciário, ministério público, executivo e legislativo paulistas, envergonha o Brasil. O que está acontecendo no estado está em descompasso com o momento histórico do Brasil. Se o descalabro não for contido, corre-se o risco de contaminar o país.

Petição ao CNJ para que apure as responsabilidades no judiciário paulista.

Responder

Patricio

03 de fevereiro de 2012 às 21h12

Eu sei,
Tu sabes,
Ele sabe…
O fascismo já chegou.
Agora não é mais brincadeira.

Responder

angelo

03 de fevereiro de 2012 às 20h41

Hello, Estado brasileiro, anybody in home? Tem alguém no comando? Se sim, faz favor, tirem a peça doente do governo SP. Maluco não há dúvida. E perigosíssimo.

Responder

luiz claudio

03 de fevereiro de 2012 às 20h38

CULTIVANDO PINHEIRINHOS PELO BRASIL AFORA
Caro Azenha, essas tragédias sociais parecem ter virado onda em nosso país e , pasme, não é só em SP não. Aqui no Rio muitas pessoas já falam que a tragédia dos desabamentos no centro ainda não teve fim, uma vez que, suspeita-se, o governo do estado e prefeitura, pressionados por empresários preocupados com os prejuízos que o acidente traria para o próximo Carnaval e até mesmo para a Copa e Olimpíadas, apressaram a remoção dos escombros, fazendo com que corpos e o patrimônio dos sobreviventes fossem destruídos pela ganância dos poderosos. Duvido que se esse acidente tivesse ocorrido na zona sul da cidade, onde pessoas ricas moram, o procedimento teria sido o mesmo. A pressa na remoção do "lixo" só ocorreu porque se sabia que ali só havia pessoas pobres, trabalhadores que ficaram depois do expediente com a finalidade de aperfeiçoarem seus conhecimentos e melhorarem de vida.
O relato das famílias que identificaram os corpos dilacerados de seus parentes queridos foi esquecido pela imprensa local, mas não pelos advogados das vítimas que já começam a mover ações contra o estado e município.

Responder

angelo

03 de fevereiro de 2012 às 20h37

Bicho, mais essa. Nada surpreendente, infelizmente.

Sinceramente, passando mal de ler o que o psicopatalck twitta. Tudo que o monstro fala inspira ódio, nojo, pena e perplexidade. Doente.

Responder

SILOÉ-RJ

03 de fevereiro de 2012 às 20h20

O desespero da direita é tanto, diante do fracasso de várias tentativas, que estão querendo reeditar
"O GOLPE".
É só observar os procedimentos.

Responder

jandui

03 de fevereiro de 2012 às 19h45

Grave demais para não ficar "em observação".
Estranho sair tão rápido no globo e na folha online.
Vamos aguardar.

Responder

Patricio

03 de fevereiro de 2012 às 19h36

Não dá mais! Bora pras ruas!

AÇÃO DIRETA, JÁ!

Responder

beattrice

03 de fevereiro de 2012 às 19h34

Dois pontos ressaltam.
Primeiro
O senador Suplicy deveria ter organizado e participado de uma vigilia cívica DENTRO do Pinheirinho durante as negociações, no se puo piangere sul latte versato, ou não adianta chorar o leite derramado.
Segundo
TODA denúncia deve ser apurada por investigadores independentes e internacionais porque se depender do Eduardo Cardozo DANTAS PILATOS, SP continua sendo vitorioso em 32
e não faz parte da federação. Logo, não se pode sequer identificar o cargo do Suplicy,
embaixador em Brasilia?

Responder

    Jairo_Beraldo

    04 de fevereiro de 2012 às 12h15

    beattrice, o nome correto do sinistro é Zé Caridozo DANTAS PILATOS…

Fernando Garcia

03 de fevereiro de 2012 às 19h34

É certo que barbaridades foram cometidas durante a desocupação. Mas a escalada dos relatos mais recentes são impressionantes. São violações extremas dos direitos humanos e requerem um acompanhamento preciso de tudo que está acontecendo. Me preocupo ainda pois me parece surreal que a PM de São Paulo possa chegar a tais extremos gratuitamente. Afinal, é um erro tático, politicamente falando, abismal. Qual o propósito de ações tão extremas? Estariam eles tão seguros de total impunidade? Seria a PM de São Paulo assim tão cruel? Sinceramente, esta não é relação que tive com a PM. Mas à época era estudante da Unicamp e por isso sujeito a tratamento VIP.
Não posso esquecer que estavam presentes também entre os moradores facções extremistas. Facções para as quais, ao menos historicamente, os fins justificam os meios e, portanto, a Verdade passa a ser acessório e passível de manipulação (afinal, uma vez que a Direita usa da mentira, porque não usar a mesma tática?).
Meu ponto é: estou muito preocupado porque os eventos tomaram rumos alarmantes.

Responder

    joão33

    03 de fevereiro de 2012 às 20h34

    fernando garcia , é isso mesmo , e desde muito tempo , policiais mais vocacionados para essa imundicie ,são um tipo , outros vão cuidar de transito , etc, é a coisa é muito pior ainda , houve um incêndio muito suspeito no pinheirinho , com resto de móveis e materiais de fácil combustão amontoados em um canto , não existe causa da origem para este incêndio , minha pergunda , será que este incêndio não foi providencial para sumirem com possível corpos que ficaram escondidos em meio ao entulho? por que , pelos métodos da desocupação , rumores de mortos ,bem factiveis , baleado sumido em hospital 9 dias sem boletim de ocorrência e providencias policiais ,

    Luciana

    03 de fevereiro de 2012 às 22h17

    Está na Rede Brasil Atual:

    "PSDB03.fevereiro.2012 18:22:23
    Mensagem do PSDB convoca militantes a ‘defenderem o governador’ contra protesto por reintegração do Pinheirinho
    Julia Duailibi, de O Estado de S.Paulo
    Mensagem enviada por integrante do PSDB aos militantes do partido conclama os tucanos a “defenderem o governador” Geraldo Alckmin e fala em “bateu, levou”. O texto, enviado por email a cerca de 850 pessoas da legenda, fala ainda: “Colocou a mão, a cobra vai piar e a pêa (pau) vai descer”.
    A mensagem foi escrita pelo tucano Edson Marques, que é jornalista e mantém um blog com informações para a militância do partido. De acordo com Marques, tucanos do Jardim Helena, extremo leste da capital paulista, souberam que integrantes do PSOL, PSTU e PT da região programaram uma manifestação contra a ação da Polícia Militar no Pinheirinho durante agenda do governador no sábado, 4, de manhã, no Parque Ecológico do Tietê.
    Marques resolveu, então, convocar a militância para “defender” Alckmin de eventuais ataques. “Vamos todos pra lá tucanada. Bateu, levou. Não tem conversa”, diz a mensagem. Nos últimos dez dias, secretário estadual Andrea Matarazzo (Cultura) e o prefeito Gilberto Kassab foram alvos de protestos durante eventos oficiais do governo.
    O presidente municipal do PSDB, Julio Semeghini, disse que o email não é uma mensagem oficial do partido e que discorda do teor do texto."

    Para mim São Paulo caminha cada vez mais para se parecer com a Alemanha pré hitlerista e também com a hitlerista, mesma.

    Bernardo

    04 de fevereiro de 2012 às 11h52

    Luciana, eu também tenho sentido essa tendência. As eleições municipais de 2012 serão um ótimo termômetro pra sentir a "nazificação" de São Paulo.

    Fernando Garcia

    03 de fevereiro de 2012 às 22h41

    Só quero deixar claro que acho muito improvável, pra não falar impossível, que as queixas relatadas neste post não sejam verdadeiras. Mas fico estarrecido exatamente com o que tenho lido em textos como o seu. Estou longe do país. Soube de tudo pela imprensa internacional e tenho tentado coletar o máximo de informação pela internet, mas este nível de ocorrido, que inclui ocultação de cadáver, infanticídio, etc… me parece que envolve um nível de corrupção das instituições que é inesperado. Veja que até poucos dias podia-se lutar por exonerações, afastamento e algum processo criminal… mas neste momento já deve ocorrer nos bastidores a preparação de um processo mais profundo. Não é a toa que foi Suplicy quem fez o discurso. É um nome que tem legitimidade em várias camadas sociais o que abre caminho para uma solução do tipo "apartidária". Ou seja, acredito que haverá uma concertação para que as punições deste caso sejam profundas o suficiente para as pessoas se sentirem confortáveis mas não profunda o suficiente para chegar ao X da questão.

    riorevolta

    03 de fevereiro de 2012 às 21h29

    A moda é ser reaça.

    Fernando Garcia

    04 de fevereiro de 2012 às 10h10

    Não acho que a moda é ser "reaça". A quantidade de movimentos sociais e o ativismo político no Brasil nunca foi tão grande quanto é hoje. Acho que esta impressão que você expressa, compartilhada por muitos que conheço, é reação a esta força crescente dos movimentos sociais. Os históricos bunkers do pensamento reacionário precisam reafirmar suas idéias de maneira cada vez mais violenta. Idéias que sempre estiveram por aí mas que não eram publicadas, exatamente porque eram compartilhadas pelos tais formadores de opinião. Hoje estas idéias precisam ser escritas com letras bem grandes e ditas da maneira mais alta.

    Anderson Borges

    04 de fevereiro de 2012 às 11h05

    Pois é… os relatos são chocantes, mas para quem mora nas periferias da Grande São Paulo isso não é novidade.

    Um amigo que usava duas pernas mecânicas apanhou da ROTA, outro foi levado para a delegacia e surrado com arame porque estava na rua durante a noite e já tinha passagem. Certa vez pegaram o irmão de um traficante para forçá-lo a pagar cerca de 120 mil para a polícia (acho que o nome disso é sequestro).

    O que ocorre é que agora essa realidade está chegando ao conhecimento de todos por meio das redes sociais…

Alexandre de Aguiar

03 de fevereiro de 2012 às 19h31

Quem "precisa" de bandidos com uma polícia dessas ?

Quem precisa de leis com um judiciário desses ?

Quem precisa ver filmes sobre a segunda guerra com um governo desses fazendo tudo ao vivo ?

Quem precisa ler "Alice no País das Maravilhas" com uma imprensa dessas ?

Responder

Porco Rosso

03 de fevereiro de 2012 às 19h30

Bem possível e recorrente.

Inclusive, mês passado parece que uma estudante da USP foi estuprada por um PM também.
http://www.pco.org.br/conoticias/ler_materia.php?…

Responder

Abdula Aziz

03 de fevereiro de 2012 às 19h24

O Ministério Público do Estado de São Paulo não fará nada. Agora se fosse uma madame da Daslu a história seria outra.

Responder

André

03 de fevereiro de 2012 às 19h23

Ele sempre foi o último a saber;

Vestiu uma calcinha dentro do senado na frente das câmeras;

Cantou "rap" numa comissão daquela casa;

Foi visitar a dilma no hospítal e ficou com cara de bobo, impedido de entrar;

"Mulher de malandro" no caso Battisti, que nem quis vê-lo depois que conseguiu se safar da justiça italiana.

Enfim, credibilidade não é o forte do senador…

Responder

    Leider_Lincoln

    03 de fevereiro de 2012 às 23h26

    Credibilidade é o forte de você, né?

    Marcio H Silva

    03 de fevereiro de 2012 às 23h52

    Gosto mais do EUNAOSABIA!

    M. S. Romares

    04 de fevereiro de 2012 às 01h17

    Eu não tenho preferencia: os dois são detestáveis.

    João-PR

    04 de fevereiro de 2012 às 03h54

    Augusto, você mudou de nome?????

    jandui

    04 de fevereiro de 2012 às 13h12

    kkkkkkkkkk

    Morvan

    04 de fevereiro de 2012 às 12h28

    Bom dia.

    Concordo, Marcio H Silva; jamais pensei que iria dizer isso: "O EuNãoSabia costumava ser mais sutil".

    :-D

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    Marcio H Silva

    04 de fevereiro de 2012 às 13h18

    Acho que o EUNAOSABIA morava no pinheirinho. Apanhou muito dos PMs, foi estrupado por um cabo de vassoura e está hospitalizado escondido pelo governo em algum hospital público da capital. Por isto não aprece aqui no blog.

    Morvan

    04 de fevereiro de 2012 às 15h19

    Boa tarde.

    E Menina Carmen (Leporace), há ido?
    Interessantes são os nomes: parecem sair de "robot" de envio de emails. Surreal.

    :-D

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    Jorge Nunes

    04 de fevereiro de 2012 às 11h13

    Acho que há problemas na água distribuída aos paulistas este tipo de raciocínio sociopata parece que é comum em seus comentários.

    Alex

    05 de fevereiro de 2012 às 07h53

    Jorge, este tipo de raciocínio sociopata não deve ser generalizada ao povo de SP, mas a uma minoria doente, fascista. Em SP tem muita gente do bem, e essa gente irá tirar esta tirania do nosso estado em 2012/2014.

    ramos_toledo

    05 de fevereiro de 2012 às 11h10

    Pode bem ser, Jorge. Eu não sou assim, mas até aí eu bebo água de poço.

    Almir

    04 de fevereiro de 2012 às 13h41

    Zé Dirceu (o nosso "Hugo Chávez") vem aí, com uma faca nos dentes, pra botar ordem no galinheiro. Não corram não, ômagote de neocovardões.

    Ah, estão esperando que o Uncle Sam venha acudi-los? Podem tirar o cavalinho da chuva, porque o velhote está devendo até os botões de sua casaca listrada pros chineses.

Morvan

03 de fevereiro de 2012 às 19h21

Boa noite.

Azenha e Conceição, seria possível – pelo menos tentar – entrevistar a juíza Márcia Mathey? Eu gostaria muito de saber se há algum reparo a ser feito na operação policial, alegadamente – segundo a própria – perfeita?!

:-D

Morvan, Usuário Linux #433640.

Responder

    beattrice

    03 de fevereiro de 2012 às 23h49

    Duvido que ela aceite uma entrevista que não seja pautada.

    Morvan

    04 de fevereiro de 2012 às 00h51

    Boa noite.

    Acredito que você tenha razão, Beattrice. Mas não custa nada procurar conversar com ela. Nossos estômagos (e o de Conceição, que é, certamente, quem vai ter que aturá-la) aguentam, tenho certeza.

    :-D

    Morvan, Usuário Linux #433640.

E S Fernandes

03 de fevereiro de 2012 às 19h07

O picolé de Chuchu tem de ter o mandato caçado.

Intervenção federal já!

Responder

    Fabio_Passos

    03 de fevereiro de 2012 às 23h00

    O governador geraldo alkmin, a juíza marcia loureiro e o prefeito eduardo cury não podem ficar impunes.
    Estes facínoras covardes precisam pagar pelas atrocidades que fizeram contra milhares de trabalhadores pobres.

    Coralina

    04 de fevereiro de 2012 às 10h24

    Concordo, Fábio_Passos.

    Durante a movimentação desta semana em torno do CNJ, uma imagem sempre me vinha à mente: investigações – sérias e implacáveis – invadindo e botando abaixo, também, a vida de tribunais, juízes/as, advogados/as, etc, do estado de São Paulo.

    Estou muito, mas muito satisfeita com a vitória de ontem, pró-autonomia deste conselho, sobre as magistraturas estaduais e municipais.

    Por onde será que vão começar?

    maria do carmo

    04 de fevereiro de 2012 às 21h01

    Caro Fabio Passos voce esqueceu do desembargador Rodrigo Capez( irmao do dep. estadual Fernando Capez, do PSDB). Covardia nao exaurir a via conciliatoria e o poder publico nao oferecer alternativa de moradia decente para os moradores do pinheirinho, beneficiando o magnata Naji Nahas, que quebrou a bolsa de valores do Rio de Janeiro, entre outro malfeitos.

    Vlad

    04 de fevereiro de 2012 às 21h56

    A caça é ilegal no Brasil.

willforlife

03 de fevereiro de 2012 às 19h03

azenha,
sensacionalismo falso não. mas se for verdade…

Responder

Panambi

03 de fevereiro de 2012 às 18h59

Quanto tempo para o Sr. Joseph Washer, autodenominado Augusto, aparecer por estas plagas e dizer que isto não importa, o que importa é o direito a propriedade? Apostas…

Responder

jandui

03 de fevereiro de 2012 às 18h51

sem comentário.

Responder

Uélintom

03 de fevereiro de 2012 às 18h49

Essa é a Republicana* Polícia Militar de São Paulo!

(*da República Paulista do III Reich)

Responder

Luciano Prado

03 de fevereiro de 2012 às 18h48

Eu vou esperar pelo desenrolar dessa história.

Não é por nada, não. É porque tem um tal Ministério Público de São Paulo nessa história.

Vou esperar.

Responder

Fabio SP

03 de fevereiro de 2012 às 18h47

Azenha, isso vai ficar pior que a "grávida de 4", hein!

Responder

    Abolicionista

    04 de fevereiro de 2012 às 07h00

    Depois que eu li seu comentário, acho que já ficou. rs Pior seria ver você de gatinhas!rs

    Abolicionista

    04 de fevereiro de 2012 às 22h02

    Seria um show de horror!rs


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding