VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Onde “triunfaram” a PM, a Justiça e o PSDB


28/01/2012 - 17h51

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



129 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

O Brasil da impunidade e chacinas. Vídeo dos escombros de Pinheirinho « andradetalis

01 de fevereiro de 2012 às 11h12

[…] o vídeo Onde “triunfaram” a PM, a Justiça e o PSDB. É comovente e vergonhosa a situação pela qual passou milhares de SERES HUMANOS. Quem se […]

Responder

Kid Prado

31 de janeiro de 2012 às 16h38

Da Folha de S. Paulo

Alckmin institui 'gabinete antiprotesto'

Da Folha de São Paulo:
"Palácio dos Bandeirantes monitora manifestações organizadas nas redes sociais e muda agenda do governador. Em seis dias, tucano deixou de ir a dois eventos; assessoria nega que protestos pautem atos do governo.. "
Nosso comentário: Assim, o bravo gal. Alkmin, por absoluta modéstia, não deverá comparecer à solenidade de entrega das merecidas medalhas aos vencedores da grande "batalha de Pinheirinho".

Responder

Ricardo Beltrão

31 de janeiro de 2012 às 11h23

O NAZISMO está de volta.

Responder

Ronaldo Costa

30 de janeiro de 2012 às 22h55

Se a pesquisa do DataFolha foi feita só em São Paulo, é possivel que esteja correta. Lembram-se de quantas vezes os paulistas elegeram Maluf? Lembram-se de quem encabeçou o golpe de 64 ? Infelizmente, até mesmo uma grande parte dos não privilegiados deste estado acompanha o raciocinio dessa elite nazista.

Responder

    marcos antonio

    31 de janeiro de 2012 às 18h46

    Falou tudo, excelente comentário!!!

    Glecio_Tavares

    01 de fevereiro de 2012 às 19h22

    Acho que voce esta equivocado. Aqui em São Paulo tem gente de vários estados. As pesquisas são gerais e não apenas a paulistas ou paulistanos, como é o meu caso. Porém creio que a pesquisa em questão tinha duas perguntas iniciais, que classificavam o camarada para a terceira pergunta, se fossem positivas:
    1) Voce le a folha?
    2) Voce acredita no que le la?
    3) Voce aprova a atuação da PM nos episódios da USP, da cracolandia e de Pinheirinho em SJC?

    beatriz

    01 de fevereiro de 2012 às 19h32

    Vergonha de ser paulista! Mais ainda de ser paulista classe média. Mais ainda por ser paulista, classe média valeparaibana. Que paulistas eram ruins de voto e que se achavam melhores que o resto do Brasil eu já sabia, mas desta vez tudo foi longe demais. O preconceito de classe, o nojo de pobre, a exploração do migrante culminaram no total desrespeito aos direitos humanos, tanto na cracolância quanto no pinheirinho.

Janah

30 de janeiro de 2012 às 19h33 Responder

Até quando?

30 de janeiro de 2012 às 17h18

Até quando este poder louco e enlouquecedor? http://youtu.be/ig6rtauIn4g

Responder

Ana

30 de janeiro de 2012 às 14h46

O Massacre de Porongos. Lanceiros Negros. "Poupe o Sangue dos meus" O ano de 2012 assinala os 168 anos do Combate de Porongos quando, às vésperas da concertação da paz, os intrépidos negros farroupilhas – Lanceiros Negros/ R.Gde do Sul) -, previamente desarmados por Davi Canabarro, foram atacados de surpresa e dizimados pelas tropas imperiais. Desde então, uma cortina de silêncio foi baixada sobre esse degradante episódio da guerra dos farrapos. _ _http://www.anovademocracia.com.br/no-48/1916-o-massacre-de-porongos-faz-164-anos

Responder

Yarus

30 de janeiro de 2012 às 07h25

"ONGs divulgam nomes de supostos desaparecidos no Pinheirinho
Portal Terra – 26 de janeiro de 2012

As ONGs Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência e Justiça Global divulgaram na tarde desta quinta-feira os nomes de cinco pessoas supostamente desaparecidas durante a reintegração de posse no bairro Pinheirinho, em São José dos Campos, interior de São Paulo. De acordo com as organizações, um menino de 8 anos, um idoso e uma família de três pessoas teriam desaparecido. O comandante da Polícia Militar no Estado afirmou considerar "muito difícil" o sumiço de pessoas na ação.
De acordo com as ONGs, os integrantes estão percorrendo quatro abrigos públicos montados pela prefeitura a pedido dos amigos e familiares dos supostos desaparecidos. Também pelas ONGs, pedido de informações aos hospitais públicos, Unidades de Pronto Atendimento e Instituto Médico Legal (IML). De acordo com a entidade, nenhuma resposta foi obtida até agora.
O menino desaparecido seria Matheus da Silva, que de acordo com o relato de moradores entrou em estado de choque quando a PM invadiu a área. Sua família relatou que policiais teriam levado o menor para atendimento médico e, desde então, não se saberia mais notícias do garoto. Pedro Ivo Teles dos Santos, 75 anos, teria sido espancado pela PM e levado para um posto de saúde. Quem relatou foi a ex-mulher de Pedro Ivo, que desde então não tem qualquer informação sobre ele.
A família que teria desaparecido seria composta por Gilmara Costa do Espírito Santo, seu marido identificado apenas como "Beto" e o filho, Lucas. O advogado dos despejados diz que a busca vai abranger um raio de 100 km da ação policial. "Vamos solicitar registros de ocorrências em todas as cidades num raio de 100 km de distância de São José dos Campos. Se essas pessoas não aparecerem num prazo de 48 horas, vamos exigir que as autoridades sejam responsabilizadas", disse Aristeu Pinto Neto."

Responder

    ROSANE

    30 de janeiro de 2012 às 09h58

    Acho muito positivo a divulgação desses fatos aqui já que sei que não serão divulgados em outros meios. Mas, com todo respeito, acho muito muito estranho o uso de expressões como:"pessoas supostamente desaparecidas"; o menino seria Matheus da Silva, de 8 anos". Por que a denúncia de cidadãos comuns não tem credibilidade? Existe a denúncia de um desaparecido, não de um "suposto desaparecido" e essa pessoa deve ser procurada e a polícia deve responder pelo seu paradeiro. Além do mais um idoso se desorientar e se perder e uma criança ter um choque traumático em um evento desses é uma coisa bem natural e esperada. Portanto, que investiguem-se todas as denúncias e se dê credibilidade ao cidadão que já perdeu seu teto e sua dignidade.

SILVIO MIGUEL GOMES

30 de janeiro de 2012 às 06h27

AO SENHOR JUNIOR: SOBRE O TEMA: Gilberto Carvalho: “O Brasil viu aquele terrorismo”
Veja o comentário final do PS do VIOMUNDO: O problema é que a disputa ideológica a que se refere o ministro só é ativamente perseguida pelo PT em ano eleitoral. Depois da eleição o PT se dedica majoritariamente à gestão da modernização conservadora. Trocando em miúdos, o PT ganha eleição com os movimentos sociais e governa com o PMDB.
AO SENHOR AUGUSTO: o sr. repete os vídos, mas não vai nos enganar. Eu moro em casa de COHAB, também já contribuí com movimentos e perdemos, isto é normal. Os familiares reclamaram da ausência de parentes e amigos. Estão procurando. Houve engano?. Qual é o problema?.

Responder

Diadorim

30 de janeiro de 2012 às 01h54

http://judexquovadis.blogspot.com/2012/01/caso-pi

Uma gentileza do Judex Quo Vadis, blog ultra-conservador mantido por juízes e desembargadores do Tribunal de São Paulo. Se resolver dar uma passadinha, não esqueça de levar o saco de vômito.

“CRONOLOGIA DO CASO PINHEIRINHO”

25/abril/1990 – Declarada aberta a falência da Selecta Comércio e Indústria S/A junto à 18ª Vara Cível de São Paulo, que passou a administrar os bens da massa, dentre eles a área denominada “Pinheirinho”.

Fevereiro/2004 – Invasão da área por pessoas ligadas ao Movimento dos Sem Teto e PSTU

19/agosto/2004 – Ajuizada ação de Reintegração na Posse pela Massa Falida Selecta, perante o Juízo Universal

10/setembro/2004 Deferida a liminar de reintegração de posse pelo MM juiz da Falência, Dr. Luiz Beethoven Giffoni Ferreira (f. 41)

21/setembro/2004 – Recebimento em SJC da Carta Precatória para cumprimento da liminar de reintegração de posse (f. 46)

21/outubro/2004 – Decisão do Dr. Marcius Geraldo Porto de Oliveira, MM Juiz de Direito Titular da 6ª Vara Cível, suspendendo o cumprimento da ordem liminar de reintegração de posse (f. 62/66)

21/outubro/2004 – Ofício enviado ao Exmo. Sr. Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, solicitando providências no sentido de dar cumprimento ao disposto nos artigos 184 e 186 da CF/88. No mesmo sentido ofícios enviados ao Exmo. Sr. Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e ao Exmo. Sr. Prefeito de São José dos Campos, Emanuel Fernandes (f. 67/69)

06/dezembro/2004 – Agravo de Instrumento interposto por JOSÉ NIVALDO DE MELO para reconhecer a incompetência do Juízo Falimentar para processar e julgar o feito e determinar a remessa dos autos à Comarca de SJC, com pedido de efeito suspensivo para suspender o cumprimento da medida liminar (f. 73/82), ao qual foi concedido efeito suspensivo em 13/dezembro/2004 (fls. 136/138)

11/janeiro/2005 – Agravo de Instrumento interposto por FRANCISCO DE ASSIS OTONE ao argumento de que ocupa 5 alqueires da área há mais de ano e dia e, portanto, a ordem deve ser suspensa no tocante a essa parte da área (f. 128/135) – recurso não conhecido 10/março/2005 (f.193/199)

25/abril/2005 – Ofício da 18ª V.Civ. da Capital remetendo os autos para SJCampos, em razão de decisão proferida pelo E. Tribunal de Justiça (f. 152) nos autos do agravo de instrumento nº 375.157-4/1-00 (f. 156/159) – recebimento em 03/maio/2005 (f. 153)

06/maio/2005 – Decisão do MM Juiz Substituto Paulo Roberto Cichitosi indeferindo o pedido da Massa Falida para cumprimento da liminar (fls. 167)

15/junho/2005 – Agravo de Instrumento interposto pela Massa contra a decisão de fls. 167 que indeferiu o cumprimento da liminar (f.207/214) no qual foi concedido efeito ativo para imediato cumprimento da liminar em 28.06.2005 – f. 228

14/julho/2005 – Decisão do Dr. Marcius Geraldo Porto de Oliveira determinando a expedição de mandado de reintegração de posse e ofício à Polícia Militar (f. 233)

02/agosto/2005 – Contestação de Valdir Martins de Souza (fl. 253/266)

13/janeiro/2006 – Designação de audiência de instrução e julgamento (f. 288) Retirada de pauta (fls. 327)

11/abril/2006 – Julgamento do mandado de segurança impetrado por JOSÉ NIVALDO DE MELO contra o DES. CANDIDO ALEM – denegaram a segurança (f. 366/370)

09/maio/2006 – Julgamento do agravo regimental interposto por José Nivaldo de Melo e Outros contra Selecta Comércio e e Indústria S/A – negaram provimento ao recurso (f. 379/381)

14/novembro/2006 – Decisão determinando a expedição de mandado de reintegração de posse a ser cumprido em conjunto com o mandado de cumprimento da liminar concedida nos autos da ação demolitória ajuizada pela Prefeitura de SJC em trâmite na 1ª Vara da Fazenda Pública desta Comarca (fls. 437)

29/novembro/2006 – devolução do mandado em razão de ter sido suspenso o mandado da ação demolitória (f. 442)

13/dezembro/2006 – Decisão determinando a expedição de ofício à Prefeitura para disponibilização dos meios necessários ao cumprimento da ordem e à Policia Militar para a força policial necessária (f. 446)

08/janeiro/2007 – despacho do Juízo da 6ª V. Civ. Para cumprir a reintegração de posse (f. 466)

(continua)

Responder

    Diadorim

    30 de janeiro de 2012 às 01h56

    (continuação)

    11/janeiro/2007 – pedido de suspensão da liminar formulado pelo réu (fls. 467) que foi indeferido (f. 501). Concedido pelo TJ efeito suspensivo aos Recursos Especial e Extraordinário interpostos pelos réus – em 19/janeiro/2007 (fls. 504), portanto, recolhido o mandado.

    11/dezembro/2009 – Ofício do MPF Procurador da República Ângelo Augusto Posta solicitando certidão de objeto e pé dos autos para instruir procedimento administrativo [Obs. Somente após o início da reintegração de posse foi que o MPF ajuizou ação perante a Justiça Federal para que a Prefeitura tomasse providências para acolher os sem teto] – (fls. 525)

    11/abril/2011 – Acórdão do STJ dando provimento ao R. Esp. dos réus para inadmitir o agravo de instrumento interposto pela Massa Falida e tudo o mais que nele foi decidido (cumprimento da liminar). Isto significa que o Des. Candido Alem havia admitido um agravo de instrumento interposto pela massa e julgou procedente o pedido para reintegrá-la na posse. A massa falida não cumpriu o art. 526 do CPC e o Des. Cândido Alem julgou o agravo mesmo assim, entendendo que a formalidade era dispensável. Os réus impetraram mandado de segurança contra esta decisão e foram vencedores.

    01/julho/2011 – DETERMINADA A REINTEGRAÇÃO NA POSSE (fls. 565/568)

    03/agosto/2011 – Réu apresentou oposição de pré-executividade – alegando que a área seria desapropriada cf. notícias jornalísticas (f. 577/580)

    15/setembro/2011 – reiteração do pedido do réu (fls. 601/602)

    17/outubro/2011 – Decisão rejeitando a exceção de pré-executividade e reiterando a determinação de cumprimento da liminar com expedição de ofício à PM dentre outros (f. 603/609)

    Nesta ocasião toda a logística e estratégia já estavam sendo planejadas para cumprimento da ordem.

    03/novembro/2011 – juntado aos autos razões de agravo de instrumento apresentado pelos réus (fls. 675/686).

    16/novembro/2011 – decisão do TJ Des. Candido Alem recebendo o recurso (AI) apenas no efeito devolutivo (fls. 711)

    17/janeiro/2012 – Quando a PM iniciava a reintegração na posse, a Juíza Substituta da Vara Federal concedeu uma liminar às 4:20 hs. Impedindo que a PM continuasse no cumprimento da ordem da Justiça Estadual

    17/janeiro/2012 – Reconsideração da decisão da Juíza Substituta pelo Juiz Titular da 3ª Vara Cível da Justiça Federal.

    18/janeiro/2012 – prosseguimento dos atos para execução da liminar pela 6ª V. Civ.

    20/janeiro/2012 – Ordem do TRF 3ª Região para impedir o cumprimento da liminar.

    20/janeiro/2012 – Ordem do Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para seguir o cumprimento da liminar.

    22/janeiro/2012 – Início do cumprimento pela Polícia Militar com a presença do MM. Juiz Auxiliar da Presidência do TJSP, Dr. Rodrigo Capez.

    Decisões posteriores do STJ e STF dando legitimidade e competência à 6ª V. Civ. De SJC.

    25/janeiro/2012 – encerramento dos trabalhos – entrega da área ao responsável da Massa Falida, autora do processo.
    http://judexquovadis.blogspot.com/2012/01/caso-pi

Ana

29 de janeiro de 2012 às 21h50

Sinceramente tem certas insituições que estão mais para clube da elite do que órgão público. O público é desrespeitado, sómente os colarinhos brancos são atendidos, sem Justiça não há democracia.

Responder

Brito

29 de janeiro de 2012 às 20h40

Se o Brasil fosse o continente americano São Paulo seria os “States”, não pela riqueza decadente, mas por sua hipocrisia em seu fascismo travestido de democracia.

Responder

Gerson Carneiro

29 de janeiro de 2012 às 20h38

Os puliça quando chegam no buteco pra comer coxinha e tomar coca-cola de grátis são tão bonzinhos. Nem parece os de Pinheirinho.

Responder

Augusto

29 de janeiro de 2012 às 18h07

Urgente! Morta ressuscita no Pinheirinho! Não se deixe enganar pelos blogs manipuladores. Veja por si mesmo e tire suas próprias conclusões: [youtube umh3aKJ9FBI http://www.youtube.com/watch?v=umh3aKJ9FBI youtube]

Responder

Augusto

29 de janeiro de 2012 às 18h00

O Marrom, Azenha… O Marrom… PSTU…[youtube tPIY0FE84Wo&feature=player_embedded#! http://www.youtube.com/watch?v=tPIY0FE84Wo&feature=player_embedded#! youtube]

Responder

Augusto

29 de janeiro de 2012 às 17h49

Chega de mentira! Assista agora a verdade sobre Pinheirinho.[youtube tPIY0FE84Wo&feature=player_embedded#! http://www.youtube.com/watch?v=tPIY0FE84Wo&feature=player_embedded#! youtube]

Responder

    Almir

    29 de janeiro de 2012 às 18h12

    Sabe porque as imagens dos "depoentes" aparecem borradas? Porque é tudo mentira, pra enganar neobabacões como você.

Augusto

29 de janeiro de 2012 às 17h35

Isto é jornalismo de verdade. O resto é piada. [youtube tPIY0FE84Wo&feature=player_embedded#! http://www.youtube.com/watch?v=tPIY0FE84Wo&feature=player_embedded#! youtube]

Responder

Moacir Moreira

29 de janeiro de 2012 às 17h13

Para que gastar dinheiro com eleições e plebiscitos se as pesquisas de mercado são muito mais eficientes e baratas?

Alguém pode me explicar por que não se acaba logo com essa bobagem de consulta popular?

Responder

Denise

29 de janeiro de 2012 às 17h06

o Hélio Bicudo já leu o livro do Amaury?
Ele esclerosou?
Perdeu grande oportunidade de ficar calado.

Responder

Denise

29 de janeiro de 2012 às 16h45

Este ato merece bandeiras nas janelas em sinal de desacordo. Bandeiras brancas contra a guerra e pela solidariedade às crianças de Pinheirinho. PENSEMOS NAS CRIANÇAS!! É O MÍNIMO A FAZER POR ELAS.

Responder

Denise

29 de janeiro de 2012 às 16h35

Assinem a petição, ela está parada em 4831 votos. É POUCO!

Responder

Denise

29 de janeiro de 2012 às 16h32

E o NAJI Nahas deve dormir tranquilo,porque psicopata não tem sentimentos

Responder

claudinei watanabe

29 de janeiro de 2012 às 16h05

EM SÃO PAULO A ÚNICA COISA AVANÇA É O ATRASO.

Responder

maria do carmo

29 de janeiro de 2012 às 15h53

A juiza nazista elitista esta na historia obscura do judiciario brasileiro, e no MUNDO, estamos na era digital, sera por vaidade ou acha glamuroso precipitar decisao, favorecendo escroque milionario Naji Nahas, em detrimento de 6000 trabalhadores,criancas ,idosos, doentes, deficientes expulsos de seus lares. O mundo se surpreendeu. Mulher e sempre mais sensivel, e mae que vergonha senhora juiza nao esgotar conciliacao. CNJ precisamos dos senhores os magistrados, sao remunerados com impostos descontados dos salarios dos trabalhadores para promover justica.E inacreditavel essa desocupacao sem esperar as etapas conciliatorias, a juiza , o dr. Ari Pargendler, Alclkm PSDB, Imprensa pig, PM violencia e uma organizacao e nao e benemerita.

Responder

Davi Lemos

29 de janeiro de 2012 às 14h54

Não se esqueçam, pessoal: essa pesquisa datafolha, dos 82% de aprovação a ação na cracolandia, é apenas a 1ª de uma série de "pedras de salvação" que serão lançadas pela mídia em ano de eleição. Não se enganem.

Responder

FrancoAtirador

29 de janeiro de 2012 às 14h11

.
.
Pode até ser que ninguém tenha morrido, fisicamente,

durante o massacre policial na localidade do Pinheirinho.

Mas o Prefeito de SJC e o Governador do Estado São Paulo

tiraram a vida (o lar e os pertences adquiridos com o trabalho)

de pelo menos 5.488 pessoas, entre elas 2.615 menores.
.
.

Responder

Luci

29 de janeiro de 2012 às 14h07

Pesquisa da Folha é Falha.

Responder

FrancoAtirador

29 de janeiro de 2012 às 13h53

.
.
TERRA PLANA
(Geraldo Vandré)

Meu Senhor, minha Senhora…

Me pediram pra deixar de lado toda a tristeza,
pra só trazer alegrias e não falar de pobreza.
E mais,
prometeram que se eu cantasse feliz,
agradava com certeza.
Eu que não posso enganar, misturo tudo o que vi.
Canto sem competidor,
partindo da natureza do lugar onde nasci.
Faço versos com clareza:
à rima, belo e tristeza.
Não separo dor de amor.
Deixo claro que a firmeza do meu canto
vem da certeza que tenho,
de que o poder que cresce sobre a pobreza
e faz dos fracos riqueza,
foi que me fez cantador.

Meu Senhor, minha Senhora…

Vou indo esse mundo afora
Num canto que é tão valente
Que mesmo se está contente
Fala sempre e a toda hora
quase num tom de quem chora

Eu sou de uma terra plana
De um céu fundo e um mar bem largo
Preciso de um canto longo
Pra explicar tudo que digo
Pra nunca faltar comigo
E lhe dar tudo o que trago

Aos pés de muitas igrejas
Lá você vai encontrar
Esperança e caridade
Querendo se organizar
Mil cegos pedindo esmola
E a Terra inteira a rezar

Se um dia eu lhe enfrentar
Não se assuste capitão
Só atiro pra matar
E nunca maltrato não
Na frente da minha mira
Não há dor nem solidão

E não faço nenhum castigo
Que a Deus cabe castigar
E se não castiga ele
Não quero eu o seu lugar
Apenas atiro certo
Na vida que é dirigida
Pra minha vida tirar.

[youtube uy7kTTZe0m8 http://www.youtube.com/watch?v=uy7kTTZe0m8 youtube]

Responder

Ana

29 de janeiro de 2012 às 13h25

Esta gente parace estar em rede contra o povo, demonstram publicamente um desprezo pelo OUTRO. Qual é a religião deste senhor?

Responder

eunice

29 de janeiro de 2012 às 13h21

Quem leu o Estadão de sábado?
Então vai lá e compra, ainda. É importante. Salvo erro de leitura.
Manchete dizia: TJ -SP se reúne no nordeste e diz que Supremo está emparedado pelo PT. Pensaram na seriedade disso, se for verdade? E pior, se não for verdade. Então o TJ paulista está a enfrentar o Supremo e fazer declarações terriveis sem provas. Esperem para ver o que a oligarquia paulista – que s seria o tripé PIG PM TJ – poderia fazer nas eleições. OU até esta análise também: estariam com medo? mas de quE? Espero que seja ao menos meia verdade.

Responder

Ramalho

29 de janeiro de 2012 às 13h11

Diria, "Onde triunfaram o judiciário, a PM e o PSDB; e a Justiça foi derrotada".

Responder

SILVIO MIGUEL GOMES

29 de janeiro de 2012 às 13h08

Ao Sr. Taques: e daí que o Data Folha mostra altos índices de aprovação para Dona Dilma e para o despejo violento dos mais pobres de suas casa. Eu sou contra, o correto seria doar o terreno, como o Estado está cansado de fazer aos mais ricos: na internet há milhares de exemplos de anistia de dívidas, doação de estatais, etc. e mais etc. Quanto a cracolândia eu acho correto. Só estranho que um Juiz há muito tempo determinou que Policiais recolhessem as crianças e adolescentes abandonados na rua e os levassem para abrigos e que se cuidassem deles. Havia muitos drogados. Os Jornalistas foram contra. Tá lembrado? Coisa estranha. Mas os Jornalistas foram contra porque era apenas uma ação de um Juiz e não havia Tucanos envolvidos..

Responder

Leandro D'avilla

29 de janeiro de 2012 às 12h31

O post trata de Pinheirinhos, mas o tal Taques, primeiro comentarista do post vem falar da cracolândia, e aparentemente, poucos perceberam. Um troll metido a esperto, que tentou mudar o espaço/tempo a favor de sua amadora tentativa de manipulação.

Responder

    Micuim

    29 de janeiro de 2012 às 13h55

    Tem mais Leandro. Sou publicitária e sei muito bem as várias maneiras como pode ser manipulada uma pesquisa. Basta, por exemplo, selecionar espertamente as zonas pesquisadas.

Junior

29 de janeiro de 2012 às 11h59

Aqui também "triunfou a Justiça, a PM"…. mas o resto foi o PT do Agnelo, que PRENDERAM 29 pessoas pela ocupação:
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/

Mas nesse caso não é incostitucional, não é imoral, não tem PSTU e PT denunciando mortes inexistentes, não tem representante da ONU… porque será?

Responder

    luiz pinheiro

    30 de janeiro de 2012 às 10h28

    É o seguinte o texto da reportagem com base na qual o Junior pretende comparar o governador Agnelo aos verdugos tucanos do Pinheirinho:
    "Uma megaoperação do Comitê de Combate ao Uso Irregular do Solo do Governo do DF removeu 70 famílias de uma invasão na Fazenda Sálvia, de propriedade da Secretaria de Patrimônio da União (SPU), que estava ocupada desde a última sexta-feira".
    Era uma pequena ocupação de menos de uma semana, em imóvel da União. Infoma também a reportagem do CB: "a Delegacia do Meio Ambiente (Dema) prendeu 29 pessoas acusadas de invadir com intenção de ocupar terras da União, crime descrito no artigo 20 da Lei nº 4.947, de 1996".

    Abolicionista

    30 de janeiro de 2012 às 21h28

    Sai do armário, fascista!

    Miguel de Matos

    30 de janeiro de 2012 às 11h15

    "O latifúndio de 306 hectares, localizado na DF-330, entre Sobradinho e Paranoá, estava ocupado desde a última sexta-feira por invasores que se diziam interessados em participar de um programa de reforma agrária."
    As pessoas que se encontravam no local não estavam lá há anos, nem foram escorraçadas a bala, bombas e cacetetes. O link fornecido por ti mesmo desmente a tua tentativa de distorcer os fatos.

    Junior

    30 de janeiro de 2012 às 12h32

    Não, só foram PRESOS. Mas isso, evidentemente, não é "criminalização dos movimentos sociais", não é mesmo? Tudo por aqui depende de quem pratica o ato, para uns é correto, para outros é condenável.
    E e daí o tempo de ocupação? Se é justa a reinvindicação, porque o governo federal não teve a "sensibilidade" de deixa-los lá, numa terra improdutiva?

    luiz pinheiro

    30 de janeiro de 2012 às 21h54

    Foram presos por crime ambiental. A área, conhecida como Fazenda Sálvia, tem 760 hectares, e é usada pela Embrapa há 35 anos, para estudos. Outras invasões já tinham ocorrido no locai, todas impedidas, porque a área não é própria para assentamento agrícola. A abertura de poços artesianos afetaria mananciais de águas usadas pela Companhia de Água e Esgoto de Brasília (Caesb).
    Junior, voce é que precisa ter "sensibilidade" para diferenciar as coisas. Como assim "e daí o tempo de ocupação"? Será que voce não percebe a diferença entre uma ocupação urbana de 8 anos, onde moravam mais de 1500 famílias, em área reclamada pelo megaespeculador Naji Nahas, e uma tentativa desesperada de ocupação rural, de menos de uma semana, em área imprópria para a agricultura? Além disso, não houve bombas nem tiros de borracha, como fez a PM-SP para expulsar as pessoas das casas como ratos, em meio à madrugada.

    Abolicionista

    30 de janeiro de 2012 às 21h29

    Mais um que não quer sair do armário…

LuisCPPrudente

29 de janeiro de 2012 às 10h57

Onde triunfou mais uma vez (e infelizmente) a "ação entre amigos" do PSDB. A "ação entre amigos" do PSDB foi vitoriosa, dando lucro para o especulador e bandido do colarinho branco Naji Nahas e um prejuízo enorme para os pobres e para o erário público.

Toda e qualquer "ação entre amigos" do PSDB geralmente provoca prejuízos para a população em geral e benefícios para os interesses privados de pessoas como Naji Nahas, Daniel Dantas e outros do mesmo naipe (estes sempre apoiam e doam recursos para o PSDB).

Responder

Ana Paula

29 de janeiro de 2012 às 10h45

Sugestão de pauta:
http://www.atimes.com/atimes/Middle_East/NA28Ak05

Irã se antecipa e impõe "sanções" sobre a zona do Euro. Estão cancelados os contratos de exportação de petróleo para Itália, Grécia e Espanha!

(foi votado e aprovado hoje pelo Parlamento iraniano)

Responder

    Paulo P.

    29 de janeiro de 2012 às 12h27

    Acho bem feito para os ítalos e hispânicos, são muito 'bestas'.

    Tenho dó dos helenos, já estavam lascados, agora então….

Mineirim

29 de janeiro de 2012 às 09h53

Nazismo puro!_SP é, realmente, diferente do resto do País. Lembram-se daquele tratorista baiano que se recusou a derrubar a casa de uma senhora de classe social igual à dele? Pois é, ali imperou o sentimento humano mais profundo. Em SP, só ódio, desrespeito e outros sentimentos menores que tanto nos enojam.

Responder

Taques

29 de janeiro de 2012 às 09h44

Fui amplamente negativado por aqui quando disse que esta campanha contra as ações da PM seriam um tiro no pé.

Pesquisa Datafolha mostra "só" 82% aprovam a a ação na Cracolândia.

Volto a repetir: uma eleição que estava praticamente perdida pelo PSDB está sendo entregue de bandeja pelo PT. O Lula, que está procurando um vice tipoa José de Alencar pra abrandar a rejeição ao petismo, deve estar fulo da vida.

O povo brasileiro não gosta de radicalismos. É fato, não estou discutindo os méritos.

Quanto mais radicalismos menos votos para o PT.

Responder

    Zé Carlos

    29 de janeiro de 2012 às 10h45

    E você acha que Dilma e o PT já não sabem? Por que acha que são tão tímidos ? Eu diria até medrosos em várias oportunidades?

    Os anos de governo do PT não serviram para tirar um só mísero da ignorância que é o pensamento conservador e reacionário num país como o Brasil, campeão em desigualdade no mundo.

    Pelo contrário, a tal nova classe média é tão reacionária quanto a antiga. E a antiga só aumenta seu radicalismo.

    E os 80% -aqueles- gastam os dedos escrevendo sobre o que talvez nem saibam na tentativa de imprimir uma imagem que não existe nesses governos.

    Até quando ? Sei lá. Até cansarem ou "acabar o incentivoi"

    Zé Carlos

    29 de janeiro de 2012 às 10h48

    E para quem não perde tempo com a conversa dos 80% -aqueles- nem é novidade. No primeiro dia do confilto eu já escrevia por aí que fizeram porque já sabiam da opnião pública a respeito. Quem sabe até Dilma dada a omissão dela no caso. Só foi dizer alguma coisa dias depois e já sabemos como foi.

    João-PR

    29 de janeiro de 2012 às 12h32

    A trolharada está repetindo o mote de defesa dos tucanos: o governo federal não fez nada!!
    Este mote está sendo disseminado por um esgotoblog de um tal "Uncle King".
    Trolls de plantão: contra fatos não há argumentação porque:
    a) Quem manda na PM de São Paulo é o "governador" de São Paulo….ou seja, a ordem para a entrada no Pinheirinho foi dada pelo Palácio dos Bandeirantes;
    b) Era necessário, segundo o que manda o estado democrático de direito, que se providenciasse maneiras da população que lá morava sobreviver. Ou seja, era necessário providenciar novos locais para eles residirem. Você viu que até igrejas tiveram que acolher os expulsos do Pinheirinho???
    c) A maneira, truculenta e fria com que a PM agiu só revela uma coisa: foram treinados para isso. O que é interessante é que um PM médio não difere em muito dos habitantes que expulsaram. Em resumo: é pobre batendo em pobre…..

    Ou seja: não adianta vir com a desculpa de que a "culpa é da Dilma". O Pinheirinho é o Riocentro do Alckmin, e ponto final.

    Ze Carlos

    29 de janeiro de 2012 às 13h00

    Troll ? Você é bonzinho. Já fui chamado de "tucano fascista".

    Vocês precisam entender que existe eleitor de Dilma (como eu ) que tem o direito de não se conformar com certos aspectos do governo. Isso é natural. Uns são mais tolerantes outros menos com certos detalhes.
    Uns enxergam erros do governo (ou dos governos) petistas que no mínimo ajudaram a manter e quem sabe até aumentar o sentimento conservador que nunca conseguiu ser estirpado da mentalidade do brasileiro. Há quem não veja mal nisso e há quem considere isso CRUCIAL para o Brasil que no fundo todos – os que votaram sempre em Lula e depois em Dilma- querem. Infelzmente as oportunidades foram perdidas.

    O que não se pode esperar é que todos aceitem tudo. Isso não existe.

    Resumir tudo a "tucanos facistas" ou Trolls é até suspeito. Dá asas à imaginação eu diria.

    zezinho

    29 de janeiro de 2012 às 14h48

    O o que vc tem a dizer a respeito do massacrinho/barbariezinha do Distrito Federal?
    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/

    Jacó do B

    29 de janeiro de 2012 às 23h50

    A invasão de Brasília tinha poucos dias, ainda não era um bairro, um fato consumado. No Pinheirinho já fazia 8 anos, era um bairro formado, com luz, água encanada, igrejas, cooperativas de reciclagem de lixo, posto de saúde etc… Em Brasília existe a industria da grilagem de terra pública, criada pelo sr Roriz e cia!

    luiz pinheiro

    29 de janeiro de 2012 às 12h36

    A Dilma não se omitiu, e o que sabemos todos é que ela falou muito claro. Já a presidenta da República determinou que o governo se empenhasse numa solução negociada, foi traída pelo PSDB e pela Justiça paulista. É grave equívoco cobrar da presidenta uma intervenção que constitucionalmente ela não pode fazer.

    Junior

    29 de janeiro de 2012 às 14h34

    E nesse caso aqui, em que as terras são da União, ela foi traída por quem? Cadê os posts indignados da blogosfera "progressista e independente" ? Cadê aquele blogueiro que denunciou "genocídio" em Pinehrinho?
    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/

    Taques

    29 de janeiro de 2012 às 10h55

    Erratas:

    – onde se lê "seriam" leia-se "seria"
    – onde se lê "mostra"só"" leia-se "mostra que "só""
    – onde se lê "tipoa" leia-se "tipo"

    Como o meu português é fraquíssimo, desde já agradeço aos amigos outras possíveis correções.

    Michael Lima

    29 de janeiro de 2012 às 10h58

    Interessante é vc ainda acreditar no que diz um organismo comandado pela Folha de S. Paulo. É a mesma do bambi acreditar que o crocodilo quer serapenas amigo. kkkkkkkk. É a mesma folha que divulgou uma ficha falsa da Dilma durante as eleições. è a mesma Folha que ajudou a dar o golpe militar e emprestou carros a torturadores. É a mesma que junto com Roberto Marinho, publicaram manifestos mesmo depois da ditadura, para dizer que aquele era um regime democrático. É o mesmo que esconde que a cracolândia se reúne em outro lugar na capital. O que esses 82% pode dizer é que a mídia é mesmo golpista ou a opinião do cidadão paulista é mesmo manobrada por ação conjunta da mídia-PSDB. Não é possível que uma população inteira seja tão desprovida de um mínimo de senso crítico. Os métodos do PSDB surgem mesmo efeito. Apenas em São Paulo, no entanto.

    Zé Carlos

    29 de janeiro de 2012 às 12h08

    A Dilma acredita na folha.No Pinheirinho ela ficou bem quietinha.

    Denise

    29 de janeiro de 2012 às 16h56

    No fórum social em Porto Alegre ela disse ser uma barbárie o que fizeram

    Almir

    29 de janeiro de 2012 às 11h19

    O imperialismo espoliante invade os países produtores de matérias primas (principalmente petróleo), derruba governos legítimos e impõe governos fantoches e colaboracionistas.

    Quem discordar é RADICAL.

    Quem resistir é terrorista.

    E quem estiver de acordo com a espoliação é "sensato".

    Gerson Carneiro

    29 de janeiro de 2012 às 11h20

    "Pesquisa Datafolha"

    Pesquisa feita em Higienópolis.

    82% dos Higienopilianos aprovam a ação na Cracolândia.

    rs

    Paulo P.

    29 de janeiro de 2012 às 11h40

    É Gerson, a Pauliceia, cada vez mais desvairada, vive num outro mundo, ou num universo paralelo.

    Como tambem os arrogantes ianques, recomendo este 'post'…
    ———————————————————————————
    A Próxima Guerra na Agenda dos EUA

    Neste artigo Craig Roberts faz um significativo paralelo histórico: o que estamos a testemunhar é uma repetição da política de Washington para com o Japão na década de 1930, que provocou o ataque japonês a Pearl Harbour. Os saldos bancários do Japão no Ocidente foram apreendidos e o acesso do Japão a petróleo e matérias-primas foi restringido. O objectivo era prevenir ou retardar a ascensão do Japão. O resultado foi a guerra.
    http://www.odiario.info/?p=2360
    ——————————————————

    Abraços.

    FrancoAtirador

    29 de janeiro de 2012 às 13h14

    .
    .
    Uma correção, caro Paulo P.

    É "PULICÉIA DESVAIRADA".
    .
    .

    francisco p. neto

    29 de janeiro de 2012 às 14h46

    Eu morei em São Paulo por 8 anos.
    As pessoas que moram na capital tem um comportamento peculiar. E não é só dos paulistanos não.
    São todos que vão morar na capital e que se "contaminam" com o comportamento frio, insensível e até desumano.
    Ninguém se preocupa com ninguém.
    Cada um para si.
    Então a pesquisa não me supreende.

    Taques

    29 de janeiro de 2012 às 12h36

    Contra-argumentação fraquinha, fraquinha …

    Só pra refrescar sua memória é o mesmo Datafolha que indica os altos índices de aprovação de Dilma.

    Um pouquinho de humildade não faz mal a ninguém, companheiro. Suas convicções não são verdades universais.

    Saudações democráticas.

    Gerson Carneiro

    29 de janeiro de 2012 às 13h47

    "…é o mesmo Datafolha que indica os altos índices de aprovação de Dilma"

    Uma dose de verdade de vez enquando é bom… on the rocks.

    Ricardo

    29 de janeiro de 2012 às 12h44

    Eis aí outro discípulo de Marx (o Groucho): "Você vai acreditar em mim ou nos seus próprios olhos".

    'Ze Carlos

    29 de janeiro de 2012 às 12h06

    O governo federal nunca quis mostrar ao cidadão que toda esse conservadorismo” num país como o Brasil só pode resultar em efeito negativo para esse mesmo povo que apóia essas ações.

    A nova classe média do PT pode ser até mais conservadora do que a “antiga”.Não 'é?

    O PT criou um monstro. A gora , sem mais tempo para mudar o que nunca foi ao menos tentado o jeito é fazer os ajustes.
    Entra a turma fazendo esse papel auxiliar.E eles já andam bem tolerantes com o que há tempos atrás seriam aberrações.

    Aqui fora, no mundo real o que mais se ouve há tempos é : 'São todos iguais" , apesar do mundo virtual insistir em certas diferenças que só eles enxergam.

    E assim continuamos. O jogo tem que continuar. O Brasil campeão em desiguadade? Isso é bandeira do passado. Hoje serve para discursos, o que não é novidade na política.

    E o malabarismo continua para os ajustes necessários. O nova ordem é um samba confuso mas o jeito é ensinar os outros a dançaram . Mesmo que seja na marra.

    Julio Silveira

    29 de janeiro de 2012 às 12h21

    Essa resposta do Datafolha era não só esperada como coerente. Faz parte do processo de condução da opinião publica, que se chama na área de marketing como mensagem subliminar. Sempre fazem isso, e é uma forma de proteger seus alinhados, formando apoios dos distraidos e isso funciona, voce é prova. Pergunto a voce, que trouxe os dados dessa empresa, se conheces a fonte das pesquisas, o universo do entrevistados? reconheces que esse grupo demonstra ser oposicionista, fazendo as vezes de partido como outros integrantes dessa imprensa já conhecida como golpista?.

    Abel

    29 de janeiro de 2012 às 15h34

    É a reação natural do leitor da "Folha". Estranho seria se reprovassem a ação do partido que escolheram para governar São Paulo ad aeternam…
    Mas, o restante do Brasil parece preferir mesmo o PT e suas políticas sociais ;)

    Denise

    29 de janeiro de 2012 às 16h28

    82% EM HIGIENÓPOLIS, Ô RAPAZ!!! PRESTENÇÃO!

    ajp

    29 de janeiro de 2012 às 17h09

    Vou responder antes de ler as demais respostas, entao, corro o risco de ser repetitivo. De qquer modo minha resposta eh bem simples e direta: e dai? A logica da eleicao deve ser posta acima da justica? A nossa indignacao deveria estar a servico das proximas eleicoes? Vc bebeu?

    Luciano Prado

    29 de janeiro de 2012 às 17h45

    Não, ele não bebeu.

    Apenas "fizeram" a cabeça dele.

    Ana

    29 de janeiro de 2012 às 19h13

    Para quem considerou a ditadura do Brasil Diatabranda, este resultado de pesquisa é café pequeno, operação OPUS DEI.

    Vlad

    29 de janeiro de 2012 às 19h31

    Cheio de avestruzes por aqui.

    º,..,º

    Jacó do B

    30 de janeiro de 2012 às 00h05

    O Governo Federal estava – ou achava que estava…..- negociando com o governador tucano e o prefeito tucano de S.J dos Campos, uma solução digna para os moradores . Eles fizeram ouvido de mercador, não aceitaram nenhuma proposta que desse prejuízo para o amigão deles Naji Nahas! E, além disso, pesquisa suspeita não salva os tucanalhas nas próximas eleições! Pegue essa pesquisa, coma e faça esterco dela, que é a única serventia dela!

    Daniel

    30 de janeiro de 2012 às 00h38

    "Volto a repetir: uma eleição que estava praticamente perdida pelo PSDB está sendo entregue de bandeja pelo PT. O Lula, que está procurando um vice tipoa José de Alencar pra abrandar a rejeição ao petismo, deve estar fulo da vida. "

    KKKKK essa é boa, agora temos que ficar quietos contra o facismo pro PT "não perder eleição". Acorda rapá! Acho que você ainda não entendeu o "progressismo"…

    Andre Luis

    30 de janeiro de 2012 às 01h52

    Não acho que altera o quadro leitoral ..
    1 – Pesquisas do Datafalha, via de regra, são fabricadas em condições favoráveis de temperatura e pressão;
    2 – 50% da população itinerante da "cracolândia" deve ser posta na conta da gestão Serra/Kassab, a partir do momento que descontinuaram uma série de programas sociais do Governo Marta … Portanto, tem solução de curto prazo ;
    3- Mais 25% na conta de Kassab que quer privatizar o bairro … e abateu + 50% das vagas de albergue …
    4 – De onde vem esse crack ? Até a PM fazer vista grossa ao consumo explícito da droga, vá lá … Mas, para combater o traficante é necessário mandato específico ?
    5 – É lícito ao Estado, resgatar menores, de forma compulsória, em situação de consumo de drogas : Alguém tem informação de algum ter sido retirado da cracolândia e encaminhado pelas gestões Alckmim / Serra / Kassab à programas públicos ?

    Abolicionista

    30 de janeiro de 2012 às 21h32

    Estou pouco me lixando para os 82%. Não foi o Nelson Rodrigues quem disse que a unanimidade é burra? Pois eu assino embaixo. Dois milhões de idiotas não são mais inteligentes do que um milhão de idiotas. Que tipo de argumentação é essa?

    Abolicionista

    30 de janeiro de 2012 às 21h33

    Hitler também era popular…

JUNIOR CIDADÃO

29 de janeiro de 2012 às 09h31

(continuação…) SOB O OLHAR POLITIQUEIRO-ELEITORAL: Houve ali um embate entre partidos, usando aquela gente como massa de manobra de diversas partes, este assunto não merece nem maiores comentários a ação nazista da direita e o estimulo a prática de vandalismo da esquerda falam por si só, são pessoas arrogantes e prepotentes que acham que sua ideologia é a verdade absoluta, que são os donos da verdade, que o cidadão é idiota por natureza e que a democracia deve ser TUTELADA e não REALIZADA. SOB O OLHAR CRIMINOSO: Abuso de autoridade e excessos de um lado é crime e atos de agressão e vandalismo do outro é crime também. Na realidade o que faltou: BOM SENSO e DIALOGO, e qual foi o resultado: 2800 pessoas prejudicadas. É assim que ocorre quando o INTERESSE PÚBLICO E COLETIVO dá lugar a CONVENIENCIAS CORPORATIVAS, IDEOLOGICAS, POLITIQUEIRAS, ELEITOREIRAS OU MERAMENTE PESSOAIS. E conveniência é e sempre será a prostituição da Ética.

Responder

    Daniel

    30 de janeiro de 2012 às 00h43

    Na sua análise, só faltou o olhar humano: 6000 pessoas desabrigadas, perderam tudo, não tem nada além da roupa do corpo, agora tem que mendigar junto ao medíocre estado brasileiro.

JUNIOR CIDADÃO

29 de janeiro de 2012 às 09h30

Importante analisar a questão pelos diversos angulos que ela têm, não apenas pelo das conveniências ou simplesmente passionais. SOB O OLHAR JURÍDICO: JUSTIÇA e POLICIA militar estavam no papel deles é uma propriedade privada e a Justiça deve assegurar tal direito, de acordo com o que consta dos autos (e neles o Ministério Público estava lá para defender a sociedade no que fosse necessário) e a policia cumprir a ordem judicial dada sem discutir e para isto precisa usar de sua autoridade, rigor, severidade e até a força legal, se necessário. SOB O OLHAR POLÍTICO (na essencial da palavra): Havia o conflito entre dois direitos, o DIREITO SOCIAL A HABITAÇÃO DE 1600 famílias e 2800 pessoas (que é público) e o DIREITO DE PROPRIEDADE que é privado. A solução seria a decisão politica de nossos governantes, seja Municipal, Estadual ou Federal ou juntos para desapropriar a área (que deixaria de ter fins privados para ter fins públicos e sociais) e ali desenvolver um projeto habitacional de urbanização da favela para dar dignidade de moradia àquelas pessoas e lhes garantir o direito cidadão de habitação. (continua…)

Responder

marilamar

29 de janeiro de 2012 às 09h29

Dr Eliana Calmon sabe que STJ/STF e os Tribunais Estaduais sao uma quadrilha agindo em conjunto com os Governadores e Prefeitos, o Brasil vive uma Ditadura Judiciaria Corrupta. Os ultimo acontecimentos no Estado de Sao Paulo, confirmar que o País esta sem lei…….e o governo federal nada faz para impedir que esta quadrilha que admnistra o Podre Judiciario e os desgovernos do PSDB/DEM/PPS/PSD/PMDB e outros continue, as Forças Armadas estao aquartelada só esperando o GOLPE, a mando do EUA. Triste Brasil que tem um povo ovelha e carneiros que ficam em casa assistindo a Rede Globo(O Mal).

Responder

Severino Prazeres

29 de janeiro de 2012 às 09h01

O companheiro foi feliz em associar a terra arrasada de Pinheiro, a faixa de gaza. Entretanto a Polícia militarizada de São Paulo não tem aquela crueldade móbida do Exército Judeu. Tem nada não, mas essa polícia de São Paulo, chega lá, sim.Tem potencial destruídor. Com mais alguns anos da tucanagem em São Paulo, a PM SP, chega lá sim.

Responder

Leider_Lincoln

29 de janeiro de 2012 às 08h44

Que esta imagem seja o anátema do Gerado Alckmin, como o Carandiru é do Fleury. E acredito que será e ele pagará um tributo pesado por isso…

Responder

    Jairo_Beraldo

    29 de janeiro de 2012 às 15h43

    Pagará nada…a sra. Dilma Traíra limpará a barra dele aparecendo em fotos como fez o Lula, dizendo ser ele, Alckimin, um grande herói brasileiro.

JULIO/Contagem-MG

29 de janeiro de 2012 às 08h09

Privatas covardes, voces vão pagar em 03 de outubro de 2012.

Responder

    eunice

    29 de janeiro de 2012 às 13h24

    Vão não! Eles vão faze terrorismo e ganhar no grito, pos pobre não lê e precisa de filtro.

    Denise

    29 de janeiro de 2012 às 16h41

    Já assinaste a petição?

Jurema Yonamine

29 de janeiro de 2012 às 07h11

A foto do garoto Gabriel de apenas 2 anos, sentado num tijolo e na chuva, me lembra da garota vietnamita correndo, nua, de canhões, e da criança africana morrendo enquanto urubus aguardam.

Responder

    Almir

    29 de janeiro de 2012 às 11h25

    A menina nua não estava correndo de canhões não. Correndo de coisa muito pior: do fogo pegajoso das bombas de napalm.

    Aqui em SP já se pratica aquilo. Vide centenas de favelas queimadas em "combustão espontânea".

olympio

29 de janeiro de 2012 às 04h15

A tendência é que o mesmo acontecimento de Pinheirinho se repita, pois, o povo se esquece e votam naqueles que tem o interesse de manter o sistema na maneira que esta.

Responder

Augusto

29 de janeiro de 2012 às 01h22

Azenha, você precisa falar um puco também do Marrom, cara! O Marrom, Azenha! Não se esqueça do Marrom, Azenha! Azenha, o Marrom… PSTU… Azenha, o Marrom… O PSTU… Azenha, não esquece do Marrom! O Marrom… Azenha, o Marrom… O Marrom…

Responder

    Horridus Bendegó

    29 de janeiro de 2012 às 10h06

    E continua nossa sina!
    Canudos/Contestado/Pinheirinho
    O brasil não gosta de pobres.
    Só de ricos!
    Um dia, esse desvio cobrará seu preço.
    Como um dia o Czar da Russia o pagou.

    Moacir Moreira

    29 de janeiro de 2012 às 17h53

    Bastante provável que seja assim…. e não demoram prezado Bendengó.

    Esses malditos nazi-fascistas a serviço das monarquias e do imperialismo não aprendem?

    Ana

    29 de janeiro de 2012 às 19h09

    Os ricos emergentes que escodem a origem pobre.
    A elite má e perversa como definiu Claudio Lembo.

    Gerson Carneiro

    29 de janeiro de 2012 às 11h22

    [youtube fmcrj31aW3s http://www.youtube.com/watch?v=fmcrj31aW3s youtube]

    Tá bom assim? Agora pode ficar quieto um pouco pra gente debater?

    Denise

    29 de janeiro de 2012 às 16h36

    Larga mão de ser chato, ô meu!

    Almir

    29 de janeiro de 2012 às 18h18

    Já lhe disse lá em Edu Guimarães, e vou repetir aqui: um dia esse "choque de gestão" neoliberal/burguês pode chegar ao rincão onde você habita. Vai aparecer até um megapicareta, com uma escritura supostamente legítima, reclamando a área onde você mora. Aí finalmente (e tarde demais) você descobrirá o que significa DOR E SOFRIMENTO.

    Augusto

    29 de janeiro de 2012 às 18h54

    Isso não vai acontecer, porque ninguém reclama área alheia. Um dia você vai entender. O que você ainda não entendeu neste caso. A área em disputa não pertecen mais ao Naji Nahas. Pertence à massa falida (ou credores). Nessa massa falida, também se inclue pessoas como trabalhadores (e não apenas bancos), que trabalharam e não receberam. Eles esperam a venda dessa área para que seus créditos finalmente sejam satisfeitos. Você não passa de um ignorante e não adinta explicar. Os videos que eu postei aqui mostram que os moradores sabiam que tinham invadido, mas confiavam no que dizia sua liderança (Marrom) de que mais cedo ou mais tarde elas ficariam com a área.

    Almir

    29 de janeiro de 2012 às 21h25

    No dia em que algum megapicareta, munido de um "título de domínio" fajuto (mas reconhecido por algum magistrado como aquela juíza), reclamar o tereno onde você mora, aí o teu neomimadinho governante mandará uma força tarefa com 2.000 homens, helicópteros, blindados, gás pimenta…Vão te moer no cacete, chamá-lo de vagabundo e invasor de propriedade alheia. Nisso até o Tio Rei vai tachá-lo de "massa de manobra" do PT etc. Então, finalmente (e tarde demais) você vai descobrir o significado da expressão DOR E SOFRIMENTO.

    Flausino Rubiloca

    29 de janeiro de 2012 às 22h40

    O conluio entre os poderes econômico e político
    "Pacífica, despolitizada e sem organização, essa população tem aceitado a situação intolerável sem recorrer à violência. Até quando?

    Isso vai continuar acontecendo enquanto os partidos de esquerda deixarem de cumprir seu papel de conscientizar e organizar essa massa, para que ela resista a esses ataques de armas na mão.

    Na hora em que isto for uma realidade, não haverá violência, porque a consciência dessa realidade será suficiente para manter os cassetetes na cintura."

    .
    PLÍNIO DE ARRUDA SAMPAIO, 81, advogado, foi deputado federal pelo PT-SP (1985-1991), consultor da FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação) e candidato a presidente pelo PSOL (Partido Socialismo e Liberdade)

Ana

29 de janeiro de 2012 às 00h47

SP. Numero de mortos pela Rota é o maior em cinco anos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1040716-nu

Responder

João-PR

29 de janeiro de 2012 às 00h23

Quando vi aquela imagem do terreno com as casas no chão, lembrei-me da Faixa de Gaza. Só faltaram as bombas de fósforo que os judeus jogaram sobre a população palestina.
Vi o vídeo todo. Parabéns ao jornalismo da Record…devo confessar que também enchi os olhos de lágrimas com a situação vivida pelo repórter…
E, para encerrar, brilhante a intervenção do Juiz Walter Maierovitch. Por incrível que pareça, o juiz Maierovitch foi secretário nacional antidrogas do Governo FHC (um excelente secretário, em um péssimo governo). As contradições com as quais convivemos.
Gostei demais da ideia de denunciar em Haia o que ocorreu no Pinheirinho.
Temos que denunciar, de todas as maneiras, estas atrocidades cometidas no Tucanistão.

Responder

    Gerson Carneiro

    29 de janeiro de 2012 às 07h42

    Eu lembrei das cenas de destruição que ocorreram no Japão há um ano. Como a senhora no vídeo falou, "parece que um tsunami passou por la".

Ana

29 de janeiro de 2012 às 00h13

Espero que a reintegração do Pinheirinho seja registrada em filme para que no futuro isto nunca mais aconteça, e que aprendamos a lição marketing promove e a verdade revela.

Responder

    Mineirim

    29 de janeiro de 2012 às 09h59

    É uma pena, Ana, mas acho que isso não adiantaria. Esse pessoal governa SP há 500 anos e, atualmente, são votados maciçamente pela população local. É da índole deles. Eles sempre vão achar que tem razão e que o resto do país está errado. Gente miúda deve ser tratada assim mesmo (e olha que tem gente miúda que ainda vota neles). A Casa Grande não pode ser minimamente molestada.

Democracia!

28 de janeiro de 2012 às 23h56

Tem gente cantando: A República a meus pés.

Responder

Maria

28 de janeiro de 2012 às 23h26

Nada a dizer a não ser: quem fez isso não é gente.

Responder

Maria

28 de janeiro de 2012 às 23h23

Nahas deve estar feliz.

Responder

Edson

28 de janeiro de 2012 às 22h52

O repórter não conseguiu terminar a reportagem e chorou…………a partir do minuto 3,00 até a explicação do Heródoto Barbeiro e a as considerações do juiz aposentado Mayerovich sobre a falta de sentido em fazer "terra arrasada" para conseguir lucro especulativo imobiliário e uma "urgência" inexplicável da Justiça Paulista.

Responder

    Denise

    29 de janeiro de 2012 às 16h33

    Já o Nahas deve dormir tranquilo e sorridente

Maruia

28 de janeiro de 2012 às 22h14

Revolta demais e desqualifica quem teve a coragem de ordenar que todos fossem para a rua. É uma situação que envergonha o Brasil, pela crueldade e arrogância das entrevistas, e demonstra como o poder desumaniza.
Estão equivocados os senhores não estão acima da lei.
A Corrupção impede a Justiça no Brasil. Jurista Hékio Bicudo http://youtu.be/J9NzC3qc3hg
"O Poder Judiciario no Regime Democrático" Fábio Konder Comparato http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-4014200

Responder

    Abel

    29 de janeiro de 2012 às 15h45

    Hélio Bicudo não foi aquele que disse que a eleição da Dilma colocaria a democracia brasileira em perigo? É preciso interpretar a fala do nobre jurista tendo sempre isso em mente…
    [youtube B6zLuPMd_LU http://www.youtube.com/watch?v=B6zLuPMd_LU youtube]

    Denise

    29 de janeiro de 2012 às 17h02

    Resposta para o Abel: O Dr Helio Bicudo sabe há quantos anos o PSDB desgoverna São Paulo? E no continuismo,não vai nada?

    Moacir Moreira

    29 de janeiro de 2012 às 17h49

    Daqui a pouco chegaremos à conclusão de que votar na Dilma não foi a melhor idéia possível.

    Denise

    29 de janeiro de 2012 às 16h25

    QUE CNTRADIÇÃO. HÁ QUANTOS ANOS O PSDB GOVERNA SÃO PAULO?

Gerson Carneiro

28 de janeiro de 2012 às 19h44

Agora confiram aqui o que fala sobre isso a juíza Márcia Loureiro, que ordenou essa desgraça.

É possível ver essas imagens, constatar essa destruição e afirmar que "a PM exerceu e desempenhou um serviço admirável que é motivo de orgulho"? Pois é isso que a megera diz.

O vídeo contendo a entrevista dela com essa afirmação dela está nesse link aqui que eu não consegui postar: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embed

Alerta: cuidado para não vomitar ouvindo o que ela diz e a maneira como diz.

Responder

    Paulo P.

    29 de janeiro de 2012 às 06h22

    Caro Gerson ,
    conviria, também, lembrar que o Brasil foi o primeiro país da América do Sul a ter um movimento eugénico organizado.

    A Sociedade Eugênica de São Paulo, criada em 1918, e sucessivamente o Comitê Central de Eugenismo (1931).

    Objetivos o fim da imigração de não-brancos e impedir a miscigenação – relações inter-raciais.

    Sempre essas idéias na mesma pauliceia.

    Nunca vão tomar tenencia..,

    Abraços.

    Horridus Bendegó

    29 de janeiro de 2012 às 09h21

    E continua nossa sina!
    Canudos/Contestado/Pinheirinho
    O brasil não gosta de pobres.
    Só de ricos!

    Denise

    29 de janeiro de 2012 às 16h30

    VOMITEI!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.