VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Paulo Teixeira esclarece suspeitas levantadas por e-mail de Rosemary


01/12/2012 - 20h34

Nota de esclarecimento do deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), via e-mail

Em relação ao envolvimento do meu nome na investigação sobre as atividades  da servidora Rosemary Noronha, venho esclarecer que, conforme me foi informado  pelo seu advogado, Dr. Luiz Bueno de Aguiar, não era a mim que ela se referia em mensagem eletrônica como beneficiário de tráfico de influência. Leitura mais atenta do texto deixa claro que ela aludia a uma terceira pessoa,  esta sim, supostamente beneficiada pelas ações da senhora Noronha, cabendo exclusivamente a ela elucidar sobre a respectiva identidade.

Esclareço ainda que recebi a senhora Noronha, em janeiro de 2009, a  partir de um pedido de audiência formulado por ela. Nesse encontro, ela me  solicitou um contato com a sra. Evangelina Pinho, que era Superintendente do  Patrimônio da União em São Paulo e que havia trabalhado comigo anteriormente. Como se tratava de uma  servidora do Gabinete da Presidência da República, não vi qualquer óbice em atendê-la, e minha  assessoria deu encaminhamento ao pedido.

Em seis anos no mandato como deputado federal, este foi o único contato que  tive com a senhora Noronha. Ressalto ainda que nunca tive contato com as  demais pessoas mencionadas nessa investigação.

Tenho plena convicção de que as investigações em curso vão deixar claro que não tive nenhuma participação em tráfico de influência ou em qualquer outro tipo de irregularidade ou desrespeito à lei.

Em mais de 30 anos de vida pública, nunca fui acusado de qualquer desvio ético. Lamento profundamente que um  problema de redação ambígua na mencionada mensagem eletrônica tenha vinculado meu nome, que sempre cuidei de honrar, ao noticiário da imprensa a respeito da chamada operação Porto Seguro, realizada pela Polícia Federal.

Paulo Teixeira, deputado federal (PT-SP)

********

E-mail vazado de Rosemary Noronha

Paulo (Vieira),

Bom Dia

Não gostei nem um pouco das suas cobranças.

O que não esta andando além da ANAC?

Bahia caminhando tudo bem?

ANA, fiz tudo que você pediu o que mais quer?

Na obra do Restaurante estou fazendo TUDO que posso.

Pelo que me lembro só tem isso.

Eu sim estou aguardando questões sem solução.

1) A Meline ficou esperando o feriado inteiro lá em Santos e ninguém faz contato com ela para fazer o estudo de viabilidade financeira, te enviei todos os telefones e NADA.

2) Quanto ao pagamento que está para chegar considero que você não esta me fazendo nenhum favor, entendo que trabalhei muito junto a gordinha. Você já esqueceu da reunião com o deputado Paulo Teixeira? Não foi coisa tão simples, o retorno que recebi não é nada perto do que ele receberá…não nasci ontem não sou BOBA! Se você acha que não esta correto ABORTE o envio dos 30 livros.

3) O caso do Luiz Ismael continua sem resposta até hoje.

4) Diploma do JCN faz mais de dois anos que estou aguardando.

5) O divórcio do João… sem novidades até hoje… você sabe que agora meu interesse para que seja concesual e rápido ficou PESSOAL.

6) Contratos para o João, até agora nada.

Quanto a viagem de navio, considero que fica pela cota dos camarotes na Bahia no Carnaval dois anos seguidos.

O valor financeiro pode ser menor mas o meu desgaste foi igual ao seu, tenho certeza disso.

Então pelo que você vê, meus pedidos são em numero maior, mas muito pequenos em relação aos seus! Tenha paciência.

Sinceramente,

Rosemary

*********

E-mail enviado pelo advogado de Rosemary Noronha ao deputado Paulo Teixeira

Leia também:

Caros Amigos: Um outro caso que a mídia “desconheceu”

Dr. Rosinha: Retirada do nome do relatório da CPI não absolve Gurgel

Mino Carta: O PT não é o que prometia ser, demoliu seu passado honrado

Folha vai à suíte presidencial para sugerir caso de Lula com Rose

Leandro Fortes: Cardozo fica de fora da Operação da PF, constrangendo governo e PT

Kasrils:”O que Israel faz com os palestinos é pior que o apartheid”

Bandeira de Mello: “Não se condenará mais ninguém por pressuposição”

Relatório Leveson propõe órgão independente para monitorar jornais

Promotor italiano que condenou donos da Eternit é por banir amianto aqui

Dr. Rosinha e a CPI do Cachoeira: Policarpo cometeu um crime

No Senado, Collor diz estranhar decisão de omitir indiciados

 Carta Maior denuncia o modo ‘Folha’ de fazer jornalismo: Vergonha!

Procuradora Fairbanks: Não existe conversa de Rosemary com Lula

 

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Luis Henrique -São Paulo

03 de dezembro de 2012 às 19h20

Alô Alô! Produção!
Quando ela se referiu a “gordinha” ela estava falando da Presidenta Dilma?
É isso mesmo? Confere aí revisor.
O Lula ela chamou de Gagá e a Dilma de “Gordinha”!
Isso não preconceito jocoso contra seu proprio chefe.
Quem é chefe dela no Gabinete? E na estrutura do ministério?
De uma coisa eu sei, isso é incompetencia das brabas!

Responder

pina

03 de dezembro de 2012 às 16h54

lamentável é a moça negociar até camarote no carnaval baiano,, e ai já é demais

é muita munição para elite golpista,

esse é o problema quando o proletariado ou a pequena burguesia chega ao poder,

se corrompe por qualquer coisa, por mais insignificante que possa parecer…

o sonho de usar o estado para enriquecer, ou ascender de classe social é lamentável…

o Palloci é o exemplo clássico disso..

poderia ser o Governador de SP, mas preferiu comprar apartamentos de luxo e declarar seu “novo” patrimônio,,,

quer ficar rico, mudar de classe social,, vai para a iniciativa privada, vira capitalista,,, não agente politico,,,

lembrando que as bases do PT continuam pobres, sem estrutura para eleições municipais, assim, sem condições de fazer maiorias para deputados federais, para evitar de fazer acordos com outros partidos.

O dinheiro deve ir para o Partido, para que façamos maiorias para que os candidatos pobres tenham estrutura para campanha, e não parar na mão dos meia duzia de dirigentes do PT paulista que mandam no partido desde a fundação.

Responder

    Luis Henrique -São Paulo

    03 de dezembro de 2012 às 19h15

    As base do PT continuam pobres, sem fazer maioria…. tá meio estranha esta colocação. Você acha que o PT deve almejar a maioria absoluta dos deputados? Este é instrumento político, o PT contra a rapa… onde será que vai dar uma postura dessas?

    pina

    05 de dezembro de 2012 às 17h58

    Meu “amigo” o objetivo de qualquer partido é fazer maioria, é crescer, para assim conseguir implementar sua agenda, e não fazer um governo de coalizão,onde ideologia e programa de governo se perdem.

    claramente vc apoia a oposição composta por 80 deputados heróis que ainda não se entregaram ao fisiologismo do governo.

    se perder o Governo de Sp,, a oposição fica com uns 50 a 60 deputados federais…e sem o orçamento do estado, ou seja acabou… a criação do PSD foi o tiro de misericórdia.

    a única oposição que existe no pais é a imprensa, encabeçada pela rede globo que ainda tem algum poder e o judiciário…

    no campo politico “nunca na história desse pais” teve uma oposição tão fraca, ta tudo “dominado”

    sobre os pobres, você deve achar que para ser candidato tem que ter “comprovante de renda”, pensamento mesquinho, arcaico e excludente.

    a democracia do ” acordo das elites”.

assalariado.

02 de dezembro de 2012 às 16h48

Conceição/ Azenha (se possivel), tem como colocar em pauta/ discussão esta entrevista do Brasil de Fato.

A matéria está aqui:

http://www.brasildefato.com.br/node/11219

Abraços Fraternos.

Responder

    Conceição Lemes

    02 de dezembro de 2012 às 18h18

    Obrigada, Assalariado, pela dica. Vamos postar, sim. abs

    assalariado.

    09 de dezembro de 2012 às 23h18

    Conceição/ Azenha, esqueceram da minha sugestão de pauta?

    Está aqui: http://www.brasildefato.com.br/node/11219

    Abraços Fraternos.

Geysa Guimarães

02 de dezembro de 2012 às 13h36

Xi, estão pretendendo acabar com o tráfico de influência?
Mais fácil exterminar as baratas.
E quanto ao método tucanosserrista de aparelhar São Paulo com subprefeitos içados do interior? Por competência é que não é, mal pisaram no chão que irão comandar.

Responder

sandro

02 de dezembro de 2012 às 13h27

O “pig” já esta batendo em retirada do tema.
Depois das bombasticas revelações sobre a postura “mal caráter”
do min. Luiz Fux, a coisa parece que amarelou lá na pocilga. Só
acho estranho que muita gente sabia (até o Dirceu !) mas preferiu
esperar. Nesse mato tem tanto “coelho” que certamente o “Fux” não
estava aguentando a pressão (do pig?).Bem, se isso for uma resposta
do PT , avante, doa a quem doer.

Responder

EDUARDO

02 de dezembro de 2012 às 13h10

QUANDO QU E A PF IRÁ À “CABRALÂNDIA” REPUBLICA DOS GUARDANAPOS.

Responder

Hélio Pereira

02 de dezembro de 2012 às 12h29

“os trinta Livros que recebi não é nada perto do que ele recebera”,ora se o “ele” a que Rosemary se refere não é o deputado Paulo Teixeira,quem seria então?
A Base Governista deve permitir que “Dona Rosemary” compareça ao congresso e explique entre outras coisas quem é “ele”.

Responder

FrancoAtirador

02 de dezembro de 2012 às 10h59

.
.
PERDER O GOVERNO DE SÃO PAULO PARA O LULA

É ONDE RESIDE O MEDO DA MÁFIA MIDIÁTICA:
.
.
A popularidade de Alckmin despenca

Por Altamiro Borges, no Blog do Miro, via UJS

O Datafolha pesquisou e a Folha preferiu ofuscar.

Na edição de domingo, o jornal tucano evitou dar maior destaque à pesquisa realizada pelo instituto do mesmo grupo empresarial que aponta uma vertiginosa queda de popularidade de Geraldo Alckmin.

A taxa de aprovação do governador tucano despencou em apenas dois meses.

Em setembro, 40% dos entrevistados consideravam a sua gestão ótima e boa.

Agora, apenas 29% avaliam como positivo o governo de São Paulo, enquanto 63% o consideram ruim ou péssimo.

A acelerada queda de popularidade decorre, principalmente, do aumento da violência no estado e da perda de controle do governador no quesito segurança pública.

Segundo o Datafolha, 71% dos entrevistados não acreditam nas versões apresentadas pelo governo sobre o caos no setor.

Desconfiam das informações sobre mortes nas últimas semanas e avaliam que o quadro é bem mais aterrorizador na guerra travada entre as forças policiais e o crime organizado, liderado pelo Primeiro Comando da Capital (PCC).

Apesar da blindagem da mídia, que no período eleitoral evitou falar sobre os avanços da violência em São Paulo para não prejudicar os tucanos, a população mostra-se descontente com os rumos da administração estadual, hegemonizada há quase 20 anos pelo PSDB.

A pesquisa confirma que a situação dos tucanos não será nada fácil para as eleições de 2014.

A mídia demotucana terá que inventar muitos factóides para evitar uma nova derrota desta força conservadora e inapta.

http://ujs.org.br/portal/?p=10629
.
.
O ‘CASO ROSE’ VEIO PARA DESVIAR O FOCO

DA TRAGÉDIA NOS ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA

DO (DES)GOVERNO DO PSDB DE SÃO PAULO.
.
.
CAMPANHA ‘LULA 2014’,

PARA GOVERNADOR DE SÃO PAULO !
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    02 de dezembro de 2012 às 13h15

    .
    .
    Rosemary e o ódio a Lula

    Por Altamiro Borges, no Blog do Miro

    Quase concluído o show do julgamento do “mensalão petista”, cronometrado para interferir nas eleições de outubro, um novo caso excita a mídia golpista e o seu braço partidário demotucano.

    A Operação Porto Seguro da PF revelou que agentes públicos – entre eles, Rosemary Noronha, chefe do gabinete da Presidência da República em São Paulo – estavam metidos em atos de corrupção e tráfico de influência.

    De imediato, a presidenta Dilma demitiu os onze supostos envolvidos.
    Mas a carga inflamável prosseguirá por bom tempo!

    O caso é, aparentemente, grave e exige rigorosa apuração. Segundo o que já vazou na imprensa, a investigação da Polícia Federal teve início em março de 2011, quando um auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) confessou um esquema de corrupção na venda de pareceres técnicos para empresas.

    Ele envolveria a chefe do gabinete da Presidência, o advogado-geral adjunto da União, José Weber de Holanda, e os diretores das agências reguladoras da aviação civil (Anac) e das águas (ANA), os irmãos Rubens e Paulo Vieira, entre outros.

    O script seguido por Dilma

    Diante das denúncias, a presidenta Dilma seguiu o script do seu primeiro ano de gestão, quando exonerou sumariamente sete ministros linchados pela mídia.
    Ela também abriu sindicâncias internas para investigar o esquema.

    A rápida reação, porém, não acalmou a mídia golpista e a oposição demotucana.
    Na prática, estas não estão preocupadas com a corrupção – até porque são mais sujas do que pau de galinheiro.

    O episódio serviu apenas para reavivar o seu ódio ao ex-presidente Lula, maior responsável pela eleição de Dilma.

    Rosemary Noronha foi trabalhar no gabinete da Presidência por indicação de Lula, em 2003.
    Antes, ela trabalhara 12 anos com o ex-ministro José Dirceu.
    Aproveitando-se da sua proximidade com os dois líderes petistas, ela teria sugerido nomes para várias funções no governo – inclusive o do seu filho e do seu ex-marido.
    Diante deste fato, bastante grave e que revela toda a força do patrimonialismo no país, a oposição demotucana e a mídia concluem, sem qualquer prova, que Lula também está metido neste esquema corrompido.

    Estadão e o dono do escândalo

    A mídia nem disfarça seu intento.

    Em editorial intitulado “O dono do escândalo”, o Estadão já concluiu que o ex-presidente é o culpado pelos “crimes de Rose”.
    É como se alguém responsabilizasse a famiglia Civita por ter mantido durante tanto tempo no comando do seu diário o jornalista Pimenta Neves, que assassinou cruelmente a ex-namorada Sandra Gomide, em agosto de 2000, num haras na cidade de Ibiúna, no interior de São Paulo.
    Num primeiro momento, inclusive, o Estadão deu proteção ao assassino!
    Tráfico de influência?

    O Estadão não aceita sequer a explicação do ex-presidente, que se disse “apunhalado pelas costas”.
    E sugere que ele seja investigado e, quem sabe, processado.
    “Ao se declarar ‘apunhalado pelas costas’, Lula faz como fez quando o mensalão veio à tona, e ele, fingindo ignorar a lambança, se disse ‘traído’. Resta saber se, desta vez, tornará a repetir mais adiante que tudo não passou de uma ‘farsa’ – quem sabe, uma conspiração da Polícia Federal com a mídia conservadora, a que a sua sucessora no Planalto afinal sucumbiu”.

    Folha teme pelo governo de SP

    No mesmo rumo, o jornal da famiglia Frias, a mesma que cedeu seus veículos aos órgãos de repressão no período da ditadura militar, festeja a eclosão do novo escândalo de corrupção.

    No editorial “Porto inseguro”, a Folha solta rojões:
    “O pior da tormenta parecia superado pelo PT. O julgamento do mensalão se encaminhava para um anticlímax, após as pesadas penas de prisão para alguns líderes seus já em marcha para o ostracismo… A Operação Porto Seguro, no entanto, veio varrer as expectativas de calmaria”.

    O jornal nem esconde que o julgamento do “mensalão” visou interferir nas eleições e lamenta que não tenha atingido o seu intento.
    “O PT colheu bom resultado nos pleitos, dadas as circunstâncias, com a vitória em São Paulo. A popularidade da presidente Dilma Rousseff não se abalou”.
    Daí a sua alegria com a descoberta, pela Polícia Federal (é bom frisar!), de um novo escândalo de corrupção.
    Para o jornal, o caso desgasta Lula, que “nunca aposentou o apetite pelo poder” e pode até disputar o governo de São Paulo.
    Haja medo!

    “Calunistas” com passe livre para matar

    O ódio ao ex-presidente fica mais explícito nos textos de alguns “calunistas”, mais realistas do que os reis e com passe livre para matar.
    O blogueiro psicopata da Veja já decretou que Rosemary é a “mulher do Lula”, numa insinuação maldosa que ele nunca fez a respeito da “mulher de FHC”! Também apavorado com as eleições em São Paulo, ele sugere que Lula indique “a sua mulher” como vice.
    “É tão longeva a parceria de ambos que certamente trabalhariam de modo muito afinado caso o eleitorado acolha o casal”, rosna o pitbull.

    Já Josias de Souza, o colunista da Folha que transita no ninho tucano, conclui que o ex-presidente é um mentiroso, quando diz que foi “apunhalado” pela ex-chefe do gabinete da Presidência.
    “Tido como gênio da arte da política, ele revela-se, a cada novo escândalo, um precário formador de equipes. Vivo, o cronista Nelson Rodrigues diria que, nessa matéria, Lula é um débil mental de babar na gravata”.
    De fato, tem muito gente babando, mas é de ódio contra o ex-presidente!

    O clima não vai se acalmar nem com as festanças do final do ano.

    http://altamiroborges.blogspot.com.br/2012/11/rosemary-e-o-odio-lula.html#more

    Luis Henrique -São Paulo

    03 de dezembro de 2012 às 19h38

    A lei de meios é uma pauta! A palhaçada da Rosemere é outra! Não confunda Raimunda com a agua bateu na bunda! Afinal de contas pqp… por que ninguem avisou a presidente desta bomba!

Tião Medonho

02 de dezembro de 2012 às 08h58

tudo bem..tudo certo..mas quando todos começam a ser obrigados a se explicar e se defender a todo momento..que fiz esquisito..isso fica

Responder

Messias Franca de Macedo

02 de dezembro de 2012 às 02h14

[“ESCUTA ESSA!”]

Ayres Britto assina prefácio no livro de Merval
em http://www.ocafezinho.com/2012/11/29/ayres-britto-assina-prefacio-no-livro-de-merval/#comment-21690

LÁ VEM O PITACO DO MATUTO FÃ DO ‘MERDAL’ “DA GLOBO”!…

… O que eu tenho certeza é de que cordelista nordestino que se respeita não permite sequer que *”o supremo do supremoTF” Ayres Britto compareça a evento de lançamento das suas produções literárias!…
*”supremos do supremoTF”: aspas monstruosas e letras submicroscópicas!

Lá isto é Corte Suprema?!… Lá isto é jornalismo, sô?!…

EM TEMPO: deve ter sido mais um ‘momento mágico’ (sic) do Ayres Britto, que queria ser jogador de futebol e encerrou a carreira como juiz de campeonato de várzea!…

(…)
o insano desatino midiático,
ecoado numa corte
que de suprema
somente as máscaras
a adornar togas,
rubras de vergonha!…

… República Destes Bananas da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Marcelo de Matos

01 de dezembro de 2012 às 23h14

Na verdade, PIG, blogosfera e PF republicana estão em débito com a população. Ninguém fala sobre as obras na Ilha dos Bagres. O porto era do Miranda, mas, Alckmin tinha interesse em sua implantação. Tanto que no Decreto nº 58.111/12, reconheceu a relevância econômica e social da obra. Tratava-se de área de preservação permanente, mas, Sua Excelência, bem como o prefeito de Santos, seu aliado político, fizeram vistas grossas. Permitiram o início da obra, tanto que a Folha constatou a existência de operários na ilha. Espera-se que os responsáveis por essa invasão a bem público da União sejam chamados à responsabilidade. Esse negócio de ficar investigando a atividade de pequenos gatunos não é a solução. Nepotismo existe demais por aí. Por exemplo, Eduardo Bittencourt Carvalho foi finalmente afastado do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. É uma medida necessária, mas, não suficiente. No caso da Operação Porto Seguro é preciso investigar quem pagou para que fossem expedidos pareceres forjados.

Responder

    maria olimpia

    02 de dezembro de 2012 às 17h27

    Perfeito, Marcelo!

Cláudio

01 de dezembro de 2012 às 22h38

O nome da operação é Porto Seguro ? . . . Só faltaram o D e o B . . .

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!