VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Altamiro Borges: A artilharia se volta contra Dilma


10/12/2012 - 08h39

domingo, 9 de dezembro de 2012

Aécio Neves: “O foco é bater na Dilma”

Por Altamiro Borges, em seu blog

A presidenta Dilma Rousseff até que tentou sair ilesa da artilharia da direita partidária e midiática. Demitiu ministros, participou de festanças de barões da mídia, fugiu do embate político e ideológico e até difundiu a imagem da “gerentona” tecnocrática. De nada adiantou a sua omissão. “O nosso foco não pode ser mais o ex-presidente Lula. Temos que bater na presidenta Dilma, pois ela é a candidata à reeleição”, afirmou na quinta-feira (6) o cambaleante presidenciável tucano Aécio Neves. Será que agora ela vai acordar?

A notícia sobre a nova tática da direita foi postada hoje por Ilimar Franco, no jornal O Globo, que garante que “o PSDB vai mudar sua linha de combate”. A declaração de guerra de Aécio foi feita durante reunião na casa do deputado Paulo Abi-Ackel para 30 tucanos. Na ocasião, ele ainda revelou porque não assumiu sua candidatura. “Sigo os ensinamentos de Tancredo Neves. Ele dizia que reunião é para homologar o que já está decidido. Jamais assumiria sem combinar antes com o Serra, o Alckmin e os demais governadores”.

É certo que o senador não está com esta bola toda. Ele saiu meio chamuscado das eleições municipais em Minas Gerais, perdendo em importantes centros urbanos do estado. Há quem garanta que ele ainda poderá recuar no seu sonho presidencial para não perder sua “fortaleza” em Minas. Além disso, o cambaleante presidenciável até agora não convenceu os próprios tucanos. Muitos caciques acham que ele é vacilante e que mantém um estilo de vida, de “mauricinho”, bastante vulnerável e difícil de conquistar o eleitorado.

O mesmo O Globo de hoje, em reportagem de Gustavo Uribe, confirma estas dificuldades. “Em setores do partido, a avaliação é de que o tucano precisa adotar um discurso mais duro caso queira vencer a disputa ao Palácio do Planalto. Para lideranças tucanas, nos últimos anos, o senador mineiro teve uma atuação oposicionista ‘fraca’, que ainda não empolgou a oposição ao governo de Dilma Rousseff”. O lançamento precoce da sua candidatura, feita pelo “príncipe” FHC, visou exatamente aplacar estas intrigas internas.

De qualquer forma, é bom a presidenta Dilma ficar esperta. Ela não sairá ilesa da pesada artilharia da direita partidária e midiática. Ou ela parte para a ofensiva, politizando o debate, ou será um alvo fácil. No julgamento midiático do “mensalão”, a direita visou atingir importantes lideranças petistas, a começar do ex-ministro José Dirceu. Agora, no caso Rosemary, ela tenta sangrar o ex-presidente Lula. Debilitados o PT e o seu principal cabo-eleitoral, estará pavimentado o caminho para o discurso hidrófobo de Aécio Neves.

A direita está se preparando para o embate. “Ou o PSDB engrossa a voz oposicionista ou não sobe a rampa do Palácio do Planalto. O partido tem ficado aquém das expectativas em matéria de veemência”, reclama o exótico Álvaro Dias, líder do PSDB no Senado. “A oposição ou é incisiva ou não é nada. Não existe oposição suave, ela tem de indicar os erros do governo”, completa Alberto Goldman, vice-presidente da sigla. Será que a “gerentona” Dilma já percebeu o peso da sua responsabilidade histórica? A conferir!

Leia também:

Caros Amigos: Um outro caso que a mídia “desconheceu”

Dr. Rosinha: Retirada do nome do relatório da CPI não absolve Gurgel

Mino Carta: O PT não é o que prometia ser, demoliu seu passado honrado

Folha vai à suíte presidencial para sugerir caso de Lula com Rose

Leandro Fortes: Cardozo fica de fora da Operação da PF, constrangendo governo e PT

Kasrils:”O que Israel faz com os palestinos é pior que o apartheid”

Bandeira de Mello: “Não se condenará mais ninguém por pressuposição”

Relatório Leveson propõe órgão independente para monitorar jornais

Promotor italiano que condenou donos da Eternit é por banir amianto aqui

Dr. Rosinha e a CPI do Cachoeira: Policarpo cometeu um crime

No Senado, Collor diz estranhar decisão de omitir indiciados

 Carta Maior denuncia o modo ‘Folha’ de fazer jornalismo: Vergonha!

Procuradora Fairbanks: Não existe conversa de Rosemary com Lula

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Richard Duncan: Sobre a nova depressão global - Viomundo - O que você não vê na mídia

08 de julho de 2015 às 12h56

[…] Altamiro Borges: A artilharia se volta contra Dilma […]

Responder

Renaud Lambert: Os barões da mídia e a defesa do neoliberalismo « Viomundo – O que você não vê na mídia

17 de dezembro de 2012 às 16h05

[…] Altamiro Borges: A artilharia se volta contra Dilma […]

Responder

Brasil de Fato: O agronegócio brasileiro na África « Viomundo – O que você não vê na mídia

14 de dezembro de 2012 às 20h10

[…] Altamiro Borges: A artilharia se volta contra Dilma […]

Responder

Pinheirinho: Um ano depois, balanço da cobertura de um jornal « Viomundo – O que você não vê na mídia

14 de dezembro de 2012 às 19h25

[…] Altamiro Borges: A artilharia se volta contra Dilma […]

Responder

Avança projeto que admite vídeo como prova de embriaguez « Viomundo – O que você não vê na mídia

12 de dezembro de 2012 às 22h43

[…] Altamiro Borges: A artilharia se volta contra Dilma […]

Responder

O discurso de Lula no Fórum pelo Progresso Mundial « Viomundo – O que você não vê na mídia

12 de dezembro de 2012 às 13h21

[…] Altamiro Borges: A artilharia se volta contra Dilma […]

Responder

Vagner Freitas: Chega de medidas paliativas! « Viomundo – O que você não vê na mídia

12 de dezembro de 2012 às 00h26

[…] Altamiro Borges: A artilharia se volta contra Dilma […]

Responder

Jose Mario HRP

11 de dezembro de 2012 às 10h22

Sobre essas denúncias tipo eu acredito em duendes do M.Valério:
O problema é que o Valério não tem provas para certificar suas basófias.
Caso existissem certamente apareceriam nas investigações do 470.
É só usar um pouco de lógica.
Mas…….até lá, a constatação de que tudo é mentira, iremos ver essa sacanagem via PIG, dia e noite, até enjoar!

Responder

Jose Mario HRP

11 de dezembro de 2012 às 09h02

Dilma tem que tomar cuidado com esses “xoisos” como esse aqui:

Dá para adivinhar quem é?

Responder

    Geysa Guimarães

    11 de dezembro de 2012 às 22h49

    Metade homem, metade “muié”.
    Não entendi o bebê.

Sagarana

10 de dezembro de 2012 às 20h05

E onde esta a esquerda? Em Paris? Em algum resort do nordeste? Na cadeia? Onde esta Wally?

Responder

    Jose Mario HRP

    11 de dezembro de 2012 às 10h20

    Provavelmente “pegando” uma velhinha, una madre de algum revoltado/derrotado!
    KKK…..

Julio Siveira

10 de dezembro de 2012 às 17h23

Querem acabar com as gracinhas do Ah!Ócio e só perguntar dos seu podres pro Cerra seu maior opositor, maior até que o PT, mas o do presidente Lula que vivia abraçado com ele.

Responder

Jotage

10 de dezembro de 2012 às 13h54

O PSDB é um partido em extinção. Não fora a mídia perniciosa, não se teria nenhuma notícia do mesmo (eles absolutamente não tem o que falar). Após o evento da diminuição das contas de energia elétrica, até para os brilhantes psdebistas ficou claro ao lado de quem este aglomerado de interesseiros se coloca.

Responder

    Mário SF Alves

    11 de dezembro de 2012 às 13h53

    Se coloca? Ou só chegou aonde chegou porque ali sempre se colococou. Novidade, o PSDB é o verdadeiro partido da imprensa golpista; o resto é aglutinação por força da gravidade.

Miro: artilharia se volta contra Dilma | Conversa Afiada

10 de dezembro de 2012 às 13h31

[…] O Conversa Afiada reproduz texto de Altamiro Borges, publicado no Blog do Miro e no Vi o mundo: […]

Responder

Véio Zuza

10 de dezembro de 2012 às 13h27

Cachaça de Minas… bão, sô…

Responder

    João Vargas

    10 de dezembro de 2012 às 14h32

    A canha do ABC também…

Bonifa

10 de dezembro de 2012 às 13h16

Aécio Neves não tem condição alguma de falar sobre tão importante decisão. E nem o PSDB está com essa bola toda para comandar um ataque frontal ao Governo. Aécio está sendo apenas menino de recado da Mídia, verdadeira oposição. Ou, o que seria pior, do Instituto Millenium através da Mídia.

Responder

Sideval Jr.

10 de dezembro de 2012 às 12h23

Isso mais parece um delírio da direita, na esperança que a “bala de prata” da oposição, se manifeste por meio de um suicídio político. Dilma não é ingênua a ponto de pensar que poderá vencer sem o PT. Tem gente abusando do direito de sonhar.

Responder

CAI

10 de dezembro de 2012 às 11h34

Palavras do Aécio:

“O nosso foco não pode ser mais o ex-presidente Lula. Temos que bater na presidenta Dilma, pois ela é a candidata à reeleição”, afirmou na quinta-feira (6) o cambaleante presidenciável tucano Aécio Neves. Será que agora ela vai acordar?

Cambaleante? Ele já estava bêbado?

Daqui para a frente o Playboy mineiro vai ficar extremamente agressivo. Principalmente quando encher a cara. Muitos homens só batem em mulher quando estão bêbados. O Aécio já deu um chega pra lá numa namorada quando estava bêbado, vocês lembram?

De agora em diante vai ser cachaça 24 horas por dia. Muitos bafômetros vão ficar embriagados e muitos garções vão ficar contentes com as gorjetas de 100 reais.

O PSDB não poderia oferecer um candidato mais ridículo. Nem mesmo o Serra.

CAI: clube dos alcóolatras identificados. Aécio para presidente do CAI,eu defendo esta candidatura.

Responder

    Anna

    11 de dezembro de 2012 às 13h22

    Não entendo porque os mineiros insistem em votar nesse ” canabrava”, e essa tucanada sem penas insistem em lançá-lo para o ” mundo” ( só se for dos cachaceiros).
    Ele não sai aqui do Rio!
    endereço: Rua do Lavradio. LAPA
    Principal produto oferecido no local:
    cachacinha da fazendinha de Aecim
    preço: R$ 35,00 a dose ( é dose!) rs

Sr. Indignado

10 de dezembro de 2012 às 11h12

Bem… como todos sabem, ela não escolheu o lado dos sindicatos. Os sindicatos foram deixados de fora de debates como a redução do IPI.

Responder

Carlos Ribeiro

10 de dezembro de 2012 às 09h45

10 de Dezembro de 2012 às 05:19

247 – A presidente Dilma Rousseff pode deixar o PT. É o que diz a coluna de Claudio Humberto de hoje. Descontente com a interferência da cúpula do partido em seu governo e com o desgaste dos recentes escândalos envolvendo figuras próximas ao ex-presidente Lula, Dilma sonda volta ao partido de Leonel Brizola.

Na semana passada, colunista disse que o PT pode usar o escândalo da venda de pareceres, que envolve a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em SP, Rosemary Noronha, para promover a bandeira “Lula 2014”.

Leia a coluna de hoje:

Retorno ao PDT pode ser o plano B de Dilma

Irritada com a interferência de “lulistas” em seu governo, com a falta de solidariedade de muitos deles e o desgaste provocado pelas denúncias de “malfeitos” que não lhe pertencem, a presidenta Dilma já segredou a interlocutores próximos que no futuro pode considerar seu retorno ao PDT como uma espécie de “plano B”. Seu ex-marido e amigo Carlos Araújo já voltou ao partido de Leonel Brizola, ídolo dele e da ex-mulher.

‘Olheiro’

Ex-assessora de Leonel Brizola (fazia um resumo diário do noticiário para ele), Dilma quer seu ex testando a aceitação de sua refiliação.

Limpeza

Num gesto de assepsia política, Dilma fez de Brizola Neto ministro do Trabalho para ajudá-lo a destituir o presidente da sigla, Carlos Lupi.

Apoio explícito

A pedido de Brizola Neto, Dilma apóia o deputado João Dado (SP) para líder do PDT, contra o atual, André Figueiredo (CE), ligado a Lupi.

Negociação

O Planalto cancelou a liberação de todas as emendas parlamentares do PDT, inclusive as já empenhadas. A ordem agora é negociar.

Será??

Responder

    Fabio

    10 de dezembro de 2012 às 10h59

    Nada a ver isso, sem o Lula e sem o PT a Dilma é peixe morto nas eleições.

    Neotupi

    10 de dezembro de 2012 às 11h36

    Tão sem noção esse boato, que Dilma perderia o mandato de presidenta por infidelidade partidária.

    Sagarana

    10 de dezembro de 2012 às 20h14

    Eh verdade, perderia o mandato a pedido do Pt. Nesse caso seriamos governados pelo Temer. Simples assim. Se isso tiver algum fundo de verdade eh porque ela já sabe que Lula vai tentar voltar.

    Bonifa

    10 de dezembro de 2012 às 13h22

    Cláudio Humberto é conhecido por inventar mentiras. Ele as inventa do nada, sem escrúpulo algum. A última grande mentira sua foi a de que um filho de FHC com a própria empregada da casa de FHC tinha um emprego de motorista no Senado. Quem se lembra?

    Geysa Guimarães

    10 de dezembro de 2012 às 14h04

    Dilma apoia João Dado?
    Esse conheço bem, é aqui da região.
    Parceiro inabalável do 45
    Acho que seria melhor engolir o candidato do Luppi.

    Alexandre Carlos Aguiar

    10 de dezembro de 2012 às 16h13

    É 1o. de Abril já?

    Valmont

    10 de dezembro de 2012 às 22h57

    “Cláudio Humberto, ex-porta-voz do governo Collor e serviçal do Cachoeira, não faz jornalismo, faz futrica.” Asseverou o leitor Naof, com quem concordo plenamente.

    De fonte podre só sai lama, nada mais.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.