VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Kotscho: Está na hora de Lula e o PT darem explicações à sociedade

02 de dezembro de 2012 às 20h41

A hora da verdade para Lula e o PT

por Ricardo Kotscho, no Balaio, sugestão de Paulo Dantas

Atualizado às 16h de 30.11

Caros leitores,

pelos comentários enviados até agora, dá para perceber como o tema do texto abaixo provocou opiniões polêmicas, com muitos discordando de mim, o que só mostra duas coisas: a riqueza da democracia e do debate na internet, em que não há espaço para a unanimidade, ao contrário do que ocore com o pensamento único da grande imprensa.

Só esqueci de responder uma coisa ao leitor Fernando Aleador, que me levou a escrever este post: imparcialidade não existe no jornalismo.

Todos os jornalistas e donos de meios de comunicação têm lado. Só escrevo o que penso e sinto, sem pedir licença nem querer agradar ou desagradar a ninguém.

Nem precisava dizer isso para quem acompanha meu trabalho há quase 50 anos, mas para os que estão chegando agora é bom repetir: meu lado é o do Lula, do PT e o da maioria do povo brasileiro, que venceu 500 anos de opressão e hoje vive num país melhor e mais justo.

Ricardo Kotscho

***

“Por que o bloguista inexplicavelmente não conta nada sobre Rosemary e o possível envolvimento do ex-presidente Lula em algumas operações ilícitas? Aonde está a sua imparcialidade de jornalista?”, pergunta o leitor Fernando Aleador, em comentário enviado às 04h57 desta sexta-feira.

Tem toda razão o leitor.

Demorei para escrever e dar esta resposta porque, para mim, estes últimos foram os dias mais difíceis da minha já longa carreira, posto que os fatos envolvem não só velhos amigos meus, como é do conhecimento público, mas um projeto político ao qual dediquei boa parte da minha vida.

Simplesmente, não sabia mais o que dizer. Ao mesmo tempo, não podia brigar com os fatos nem aderir à guerra de extermínio de reputações e de desmonte da imagem do ex-presidente Lula e do PT que está em curso nos últimos meses.

A propósito, escrevi no começo de novembro um texto que se mostrou premonitório sob o título “O alvo agora é Lula na guerra sem fim”, quando o STF consumou a condenação dos ex-dirigentes do PT José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares.

De uma hora para outra, a começar pelo julgamento do mensalão, até chegar às revelações da Operação Porto Seguro, o que era um projeto vitorioso de resgate da cidadania reconhecido em todo o mundo levou um tiro na testa e foi jogado na sarjeta das iniquidades.

“O que me intriga é saber por que agora, por que assim e por que tamanha insistência. É claro que o esforço para acabar com a corrupção é legítimo e louvável, mas não terminaram recentemente de sangrar o PT até a entrada do necrotério? Quem estaria sedento por mais?”, pergunta-se a colunista Barbara Gancia, na edição de hoje da Folha, e são exatamente estas as respostas que venho procurando para entender o que está acontecendo.

Talvez elas estejam na página A13 do mesmo jornal, em que se lê: “FHC acusa Lula de confundir interesses públicos e privados”. Em discurso num evento promovido pelo PSDB no Jóquei Clube de São Paulo, na quinta-feira, o ex-presidente pontificou, mesmo correndo o risco de falar de corda em casa de enforcado:

“Uma coisa é o governo, a coisa pública, outra coisa é a família. A confusão entre seu interesse de família ou seu interesse pessoal com o interesse público leva à corrupção e é o cupim da democracia”.

Sem ter o que propor ao eleitorado, após sofrer três derrotas consecutivas nas eleições presidenciais, e perder até mesmo em São Paulo na última disputa municipal, o PSDB e seus alíados na mídia e em outras instituições nacionais agora partem para o vale-tudo na tentativa desesperada de eliminar por outros meios o adversário que não conseguem vencer nas urnas.

Nada disso, porém, exime o ex-presidente Lula e o PT de virem a público para dar explicações à sociedade porque não dá mais para fazer de conta que nada está acontecendo e tudo se resume a uma luta política, que é só dar tempo ao tempo.

A bonita história do partido, que foi fundamental na redemocratização do país, e a dos milhões de militantes que ajudaram a levar o PT ao poder merecem que seus líderes venham a público, não só para responder a FHC e às denúncias sobre a Operação Porto Seguro publicadas diariamente na imprensa, mas para reconhecer os erros cometidos e devolver a esperança a quem acreditou em seu projeto político original, baseado na ética e na igualdade de oportunidades para todos.

Chegou a hora da verdade para Lula e o PT.

É preciso ter a grandeza de vir a público para tratar francamente tanto do caso do mensalão como do esquema de corrupção denunciado pela Operação Porto Seguro, a partir do escritório da Presidência da República em São Paulo, pois não podemos eternamente apenas culpar os adversários pelos males que nos afligem. Isso não resolve.

Mais do que tudo, é urgente apontar novos caminhos para o futuro, algo que a oposição não consegue, até porque não há alternativas ao PT no horizonte partidário, para uma juventude que começa a desacreditar da política e precisa de referências, como eu e minha geração tivemos, na época da luta contra a ditadura.

Conquistamos a democracia e agora precisamos todos zelar por ela.

Leia também:

Caros Amigos: Um outro caso que a mídia “desconheceu”

Dr. Rosinha: Retirada do nome do relatório da CPI não absolve Gurgel

Mino Carta: O PT não é o que prometia ser, demoliu seu passado honrado

Folha vai à suíte presidencial para sugerir caso de Lula com Rose

Leandro Fortes: Cardozo fica de fora da Operação da PF, constrangendo governo e PT

Kasrils:”O que Israel faz com os palestinos é pior que o apartheid”

Bandeira de Mello: “Não se condenará mais ninguém por pressuposição”

Relatório Leveson propõe órgão independente para monitorar jornais

Promotor italiano que condenou donos da Eternit é por banir amianto aqui

Dr. Rosinha e a CPI do Cachoeira: Policarpo cometeu um crime

No Senado, Collor diz estranhar decisão de omitir indiciados

 Carta Maior denuncia o modo ‘Folha’ de fazer jornalismo: Vergonha!

Procuradora Fairbanks: Não existe conversa de Rosemary com Lula

 

72 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

zuleica jorgensen

05/12/2012 - 21h30

Só para encerrar: salvaríamos a honra do PT e talvez jogássemos o país numa crise nunca vista. Será que é isso mesmo que queremos?

Responder

zuleica jorgensen

05/12/2012 - 21h27

Eu até gostaria que Lula e o PT viessem a público explicar as coisas que estão acontecendo. Mas não podemos desconsiderar os problemas políticos que esse suposto “mea culpa” poderiam causar.
Se Lula ou algum dirigente do PT admitisse que houve participação do governo ou do partido em alguma falcatrua, o governo Dilma cairia. Se negassem participação seriam mais uma vez atropelados por uma mídia venal e hipócrita.
Eu creio, Kotscho, que há uma espécie de ilusão nas pessoas que participaram e nas que não participaram da construção do PT, de que o partido poderia fazer política no Brasil sem sujar as mãos e sem se coligar com outros partidos, sabidamente venais, mas que estão aí, e têm peso fundamental nas construção e manutenção de um governo que queira dar os primeiros passos em direção a uma justiça social mínima.
O Brasil sempre foi um feudo de oligarquias políticas e, lastimavelmente, ainda é. Não dá para se acreditar que a popularidade de Lula e de Dilma fosse capaz, sozinha, de sustentar um governo de centro-esquerda (+ou-) como o que temos desde que Lula foi eleito.
Alguém disse, há algum tempo, que o PT conquistou o governo, mas não o poder.
Analisando-se as coisas considerando esse pano de fundo, seria razoável arriscar as conquistas obtidas até aqui, com uma confissão (por que se for para negar tudo, não há necessidade de qualquer declaração)pública?
O PT poderia ser apeado do governo, a oposição e as oligarquias tomariam de novo o governo, e continuariam fazendo aquilo que sempre fizeram: tirar do Brasil tudo que puderem e cuspir fora o bagaço.
Vejo tudo isso com muita cautela.
Um abraço.

Responder

Sala Fério

04/12/2012 - 19h04

O comentário plausível é: se o MP de fato já tinha essa pessoa em sua mira há mais de dez anos, segundo divulga o próprio PIG, por que razão só agora a denunciam? Entendamos direito: FHC e Serra batem bumbo nessa questão da confusão entre coisa pública e privada e logo a seguir vem a tal denúncia? Quantas coincidências mais serão necessárias (como foi o caso do agendamento do julgamento do núcleo político da AP 470 , pelo STF, justamente para a véspera das eleições) para percebermos que o que há na verdade é um esquema no qual MP, mídia (que dele recebe informações privilegiadas), membros do judiciário e certos partidos de oposição se beneficiam, atuando juntos? Seria legal que Lula rebatesse as denúncias, mas temos certeza de que novas virão em seguida.

Responder

    Sala Fério

    04/12/2012 - 19h14

    Só um adendo: quem mistura o público e o privado em vários momentos é o PIG, sugerindo casos extraconjugais e outras safardanagens que de fato não interessariam a ninguém. Cada um com seu ‘boudoir’. FHC foi blindado pela mídia no caso de sua amante-jornalista-global. A sociedade quer mesmo saber desses detalhes, agora que se trata de Lula, ou é induzida a isso por uma mídia a la ‘Nelson Rubens’? Sim, os fatos denunciados que envolvem a coisa pública têm que ser investigados, mas sabemos qual é o objetivo anterior, posterior e onipresente da mídia: espirrar m….. em Lula, para depois jogar em Dilma e ensaiar uma volta ao poder. Com Lugo começou assim …

Svibra

04/12/2012 - 14h57

E quando será que FHC, Serra e o PSDB (para ficar só nesses e não ter que mencionar zilhões), terão que dar conta à sociedade?

Fale aí Kotscho, quando terão? Posso dar um palpite? Quando tentarem mudar o país e com isto mexer no status e daí a imprensa golpista irá fustigar qualquer espirro, quanto mais um privataria, e o Sr. Ricardo Kotscho e só após esta campanha midiática, virá propor que FHC, Serra e PSDB venham prestar contas.

Quem é seletivo é conivente, já se dizia.

Responder

Marcelo de Matos

04/12/2012 - 11h10

O buraco é mais embaixo. A Folha dá seguimento ao noticiário sobre a Operação Porto Seguro, trazendo à baila valores bem mais expressivos que os R$ 5.000 que a Rose gastou na instalação dos armários domésticos, ou os R$ 7.500 despendidos na operação do ouvido. Diz o jornal: “Parecer sob suspeita facilitou o negócio de R$ 1,3 bi em Santos”. Ah, bom. Agora, como dizem nossos amigos auditores, estamos tratando de “valores materiais”. As merrecas que a Rose gastou não são dignas de auditoria. Será, porém, que irão encontrar a pessoa que encomendou o tal parecer? Eu começaria a busca pelo governo do Estado e a prefeitura de Santos, que são as áreas territoriais interessadas no negócio, ou seja, a compra, pela CR Almeida, da Tecondi, empresa que arrendava área no porto de Santos. A CR Almeida tem muita história: “O polêmico empresário Cecílio do Rego Almeida passou a figurar no noticiário desde dezembro, sempre como suspeito de negócios irregulares, da compra de grandes extensões de terras no Pará a grampo de conversas de ex-sócios”.

Responder

    Mário SF Alves

    04/12/2012 - 17h55

    Então, ficamos assim: sai a Geni, versão 2012, e entra o “buraco é mais embaixo”; é isso mesmo?

    “Parecer sob suspeita facilitou o negócio de R$ 1,3 bi em Santos”. Ah, bom. Agora, como dizem nossos amigos auditores, estamos tratando de “valores materiais”. FSP
    _________________________________________
    Taí… se entendi bem trata-se agora de um PiG/FSP usando de estratégia, entregando a “notícia” à conta-gotas?
    ________________________________________________

    Das duas uma: ou sobrou Rose, ou tá faltando Polícia Federal.

henrique de oliveira

04/12/2012 - 10h37

Lula e Dilma , não tem que dar satisfações a ninguem , pois o povão já esta vacinado contra essa midia que chamamos de PIG , é isso que eles querem que o Lula e Dilma percam seu tempo se defendendo de “acusações” , e deixem de governar ou fazer politica , alem do mais o PIG quer que tanto a presidente quanto Lula se mostrem preocupados com esses factóides e lhes de importancia , coisa que nunca mais terão do povo.

Responder

Lucinda

04/12/2012 - 04h17

Não haverá trégua até a apuração do resultado as urnas em 2014. Também não é possível os adversários do LULA derrotá-lo pela competência, prestem atenção quem são os adversários: FHC; Aécio; Alkimim, já derrotado pelo PCC; Serra derrotado por si mesmo. Bateu o desespero vale tudo, o lado de lá sabe que não tem como destruir a Reserva Política, ataca a Moral.O LULA, PT, ou como eles dizem Mensaleiros, não devem dar explicações aos inimigos, o povo é quem vai dar a resposta, para o desespero deles (inimigos) que também enxergam a população como inimiga e entrave aos seus vis desejos de poder.

Responder

Eduardo Raio X

03/12/2012 - 19h29

Basta! Chega! É hora da onça beber água! Vamos começar a incomodar aos aloprados, medrosos, covardes e tucanos disfarçados de petistas, não dá mais para aceitar essa situação toda, o partido precisa de arejamento total e de limpeza, esses aproveitadores de plantão tem que ser colocados pra correr! O PT precisa voltar a ser o PT aguerrido, determinado e decidido. É hora de peitar o PIG e seus asseclas! A oportunidade pede novas mentalidades que saiba organizar, administrar, gerenciar e direcionar o partido! Sem medo, é claro!

Responder

Ricardo Souza

03/12/2012 - 17h33

Querem saber de que forma essas denúncias contra a Rosemary Noronha atingem o Lula e Dilma? Vão à Praça da Sé, em SP, ou no Largo da Carioca, no RJ, e perguntem a qualquer passante: “Você conhece a Rosemary Noronha? E em seguida: “O que você acha do Lula e da Dilma?”

O resultado será bem esclarecedor. Posso adiantar:
1% sabe quem é Rosemary
89% dirão que Lula e Dilma são ótimos ou bons e não trocariam por nada

O resto é debate inócuo para uma elite babaca e reacionária.

Responder

Willian

03/12/2012 - 14h35

Parece que ninguém entendeu o caso Rosemary, vou tentar explicar.

Rosemary é uma funiconária mequetrefe de terceiro escalão que, no entanto, conseguia influenciar a nomeação de altos cargos da república. Muitos destes que ela conseguiu ajudar a emplacar, são acusados de corrupção. Há, inclusive, indícios de que ela também foi beneficiada por este grupo.

A pergunta que se faz é como esta funcionária mequetrefe tinha tanta influência e poder. A resposta, até agora, é que ela era amante de Lula. Por isto, é importante a relação dos dois ser investigada.

Esta relação manteve-se nas sobras desde os anos 90 e agora, em razão da quadrilaha que ela faz parte, tem que ser investigada.

Responder

    xacal

    03/12/2012 - 15h35

    William, me explica bem, porque eu sou um parvo.

    Você, como cara assertivo, pelo menos parece, pode me dizer então:

    Ora, na administração pública, há o espaço legal e legítimo para que alguns cargos sejam de livre nomeação, o que significa, via de regra, que pessoas ou partidos, ou ambas, que fazem parte da coalizão do poder, seja por relações de amizade, íntimas e, ou políticas, estabeleçam o que chamam de rede de “confiança”(inclusive este é o apelido dos cargos, cargos “de confiança”).

    Ou seja: todos estes laços consolidam o que chamam de “confiança”, e mitigam critérios mais técnicos, outros mais pessoais, outros políticos, outros, todos estes reunidos.

    Vai ter concurso público para chefe de gabinete?

    Este sistema, cheios de distorções é verdade, mas que não foram inventadas pelo PT e nem seus aliados(ops, se bem que eu acredito que o PMDB intercedeu para vender a primeira cruz da primeira missa) pressupõe uma mitigação dos cargos da burocracia com cargos de pessoas que dão a “cara” política do governo que ganha, para evitar que a burocracia, ainda que extremamente capacitada(como é o caso da maioria dos nossos servidores de carreira)criem nichos de resistência na gestão do governo, contrariando os interesses considerados maiores que qualquer cargo de carreira: A vontade popular expressa no voto que conferiu o mandato aos governos!

    Ora, pelo que li e reli, e olha que o JN e outras midiotices repetem e requentam todos os dias o assunto, não há nada que autorize-nos a dizer que o presidente sabia ou deveria saber, a não ser pela teoria dos sem domínio do fato inexistente (de novo?), que a confiança e a proximidade que ele dedicava a auxiliar(as ilações sobre outros laços não me interessam)e que compunha seu governo, estaria sob uso para fins ilícitos.

    É mais ou menos como condenar o pai pelo simples fato de que o filho apanhou o carro emprestado para traficar drogas na vizinhança.

    As injunções que ela fez para emplacar nomes no governo são feitas todos os dias, todas as horas, a cada segundo, e exatamente daquele jeito.

    O Lula só pode ser chamado a algo se, no curso das apurações, e parece que a procuradora já disse que não há nada neste sentido, se houvesse alguma prova de que ele sabia do esquema e, mesmo assim, a manteve no cargo com as prerrogativas de confiança que usufruía.

    Afinal, se os cargos são de livre nomeação pelo presidente, e se Rosemary trabalhava junto a ele, a quem ela devia pedir, a você?

    Então, eu pergunto: Um depoimento de Lula serviria a quê mesmo? Sua satisfação pessoal? Da Veja? Para Ricardo Kotscho ficar em paz com o conflito dele, se é militante, amigo(mui amigo) ou jornalista “ético”?

    Diz para mim, esclarece isto aí.

    Narr

    03/12/2012 - 19h07

    Pois é, apareceu alguma gravação do tipo “Lula mandou subir?”

Pedro OT

03/12/2012 - 14h18

Prostração final: explicar-se ao PIG. É piada ou ele fala sério?

Responder

Marcelo de Matos

03/12/2012 - 13h03

Geni, versão 2012, Rosemay Noronha é capa da Época. O hebdomadário, palavra fora de uso para designar uma revista fora de centro, enumera as vantagens auferidas pela oficiala de gabinete: 1. R$ 7.500 de Paulo Vieira para pagar uma cirurgia de ouvido; 2. Viagem Santos (SP)/Ilha Grande (RJ) – show Navegando com Bruno e Marrone; 3. R$ 5.000 para instalação de armários em casa. Todas essas benesses teriam mesmo que abalar a República. Na crônica de última página, Ruth de Aquino pergunta: “Até que ponto Lula deixou sua intimidade contaminar o poder e, agora, acuar o governo Dilma?” Oh, dona Ruth! Assim você me assusta. A época traz outra matéria bomba: documentos obtidos pela revista revelam como o PCC, de dentro dos presídios, comanda a violência contra policiais em Sampa. Culpa da Rose?

Responder

    Mário SF Alves

    03/12/2012 - 23h16

    Sobre as centenas de bilhões de reais – eu disse bilhões – da privtaria tucana, do BANESTADO e da lista de Furnas ninguém diz nada. A mídia toda em silêncio sepulcral. Sobre os trilhões do pré-Sal que igualmente iriam sair pelo ralo do entreguismo corrupto, apenas silêncio. Não fosse o WikiLeakes nem isso ficaríamos sabendo.

Darcy Brasil Rodrigues da Silva

03/12/2012 - 12h51

Proceder como o recomenda Kotscho é conceder crédito a um criminoso denuncismo golpista pré-meditado e mal intencionado. Kotscho fala como se se tratasse de uma denúncia apurada que tivesse sido tão somente divulgada pela imprensa , como seria de seu dever. Porém as coisas não ocorrem segundo esse modus operandi inerente a um suposto papel de uma imprensa ideal, democrática e autêntica ( por sinal também descrito em seus princípios pelo artigo de Kotscho, quando ele nos revela o seu comportamento enquanto jornalista cuja isenção não pode ser confundida com neutralidade, na medida que todo jornalista e,por extensão , todo ser humano, tem posição, reflete em suas ideias alguma concepção ideológica e política).
Antes de se “desculpar” perante a “opinião pública”, de esclarecer os fatos, o PT ,Lula, e todos nós que apoiamos os governos Lula/Dilma, temos que denunciar para essa mesma “opinião pública” (em nosso caso , mais particularmente para os trabalhadores e o povo, ou seja, com exceção das elites) o desvirtuamento , o uso indevido, com propósitos políticos golpistas, dos meios de comunicação de massa. Isso porque a “imprensa” nesse caso não está cumprindo o tal papel supostamente inerente a ela e que descreve o seu lugar em uma democracia. À esta imprensa que veicula às tais pretensas denúncias não se pode dar credibilidade. Por conta de “denúncias” divulgadas por essa “imprensa”,o PT , Lula e todos nós que somos da esquerda, não temos que dar nenhuma explicação ao povo sobre as denúncias em si, mas a propósito isso sim, do caráter farsesco dos denunciadores . O que nós da esquerda deveríamos estar fazendo de forma mais organizada, mais ativa,com presença mais ostensiva,como se estivéssemos envolvidos em uma campanha eleitoral, nos espaços frequentados pelo nosso povo, nos seus locais de trabalho, através dos jornais sindicais ( é certo que um jornal sindical necessita igualmente ser isento,plural, porém isso não significa que ele não deva estar nas fileiras da vanguarda dos que se batem contra uma mídia venal e golpista, denunciando sistematicamente em cada uma de suas edições os crimes de lesa-democracia que estão sendo cometidos cotidianamente pela Veja, Estadão, O Globo, Folha de São Paulo, Portal Uol, Época, Rede Globo , SBT,etc, e por seus execráveis escribas Reinaldo Azevedo, Ricardo Noblat, Josias de Sousa, etc.). Através também dos jornais de bairro,das cidades do interior, de associações de moradores, da UNE, das UEES e DCEs, das Centrais Sindicais,por meio das rádios do interior, das rádios comunitárias, com atividades de agitações e propaganda organizada nas universidades, nas portas das fábricas, nas feiras, nas praças públicas (sobre as praças públicas, penso que deveríamos reconsiderar a nossa inexplicável retirada das mesmas. Do ponto de vista do espaço físico, as praças ainda “são do povo”, locais privilegiados para atividades políticas cotidianas. Projetos de lei destinando a assegurar essa intervenção nas praças, de forma a preservá-la para as manifestações políticas de massa, deveriam ser aprovados pelo Congresso Nacional, regulamentando o Direito Constitucional que assegura a liberdade de expressão, e assegurando os meios que viabilizem essa intervenção sem que as outras funções pertinentes a uma praça fossem afetadas. Nas praças,também poderíamos desenvolver atividades de propaganda, visando divulgar para o povo a existência dos sites e blogs da esquerda. Por sinal, a propósito da propaganda dos nossos sites e blogs, tais como esse “Viomundo”, está na hora de se pensar em ter uma campanha de publicidade desses blogs mais orgânica, com regularidade. Tenho certeza de que a nossa militância não se importaria de colaborar com uma atividade de divulgação massiva desses blogs , destinada a ampliar o número de acessos aos mesmos. Mas essa discussão reservo para outra oportunidade. Apenas deixarei no ar uma pergunta aos leitores admiradores desses blogs: para quantas pessoas vocês divulgaram a existência desses blogs, recomendando-os, essa semana? ).

Assim, não cabe ao PT e muito menos a Lula ficar respondendo a denúncias mal intencionadas, viciadas, integrantes de uma campanha de difamação orquestrada. O que procede fazer ,isso sim, e urgentemente, é desmascarar os denunciantes como criminosos golpistas, colhendo nesse processo denúncias contra essa mídia golpista, criminosa, assinaturas suficientes para apresentar um projeto de lei da sociedade civil exigindo a regulamentação dos meios de comunicações em nosso país. Uma PPL nascida da sociedade civil, contendo princípios aprovados por ela, não teria como ser questionada como tentativa de cerceamento da liberdade de expressão por parte da esquerda contra o PIG.

Responder

    lulipe

    03/12/2012 - 13h35

    O povo brasileiro espera que essas denúncias “mal intencionadas”, “viciadas”, continuem gerando investigações pela PF e julgamento pela justiça, culminando com muitos condenados como os mensaleiros, só assim para começarmos a passar o Brasil a limpo.O direito de espernear é livre e saudável!!!

    pina

    03/12/2012 - 15h29

    por isso o lula tem 80% de apoio popular, essa é a agenda da pequena burguesia, 10 % da população, e a agenda das 5 famílias que controlam a comunicação no Brasil, mais uma herança da ditadura.

    a agenda do povo brasileiro, é emprego e aumento de renda,educação e saúde…

    deixemos o moralismo para vocês.

    xacal

    03/12/2012 - 15h48

    Bom, ainda bem que com o PT o povo pode ter esta esperança.

    Deve ser por isto que a PF dobrou seu contingente desde o governo Lula, cortando a própria carne desde então.

    Alguns chamam isto de republicanismo, outros de ingenuidade, mas o fato, eu disse, O FATO, é que nenhum outro governo possibilitou tantos processos por corrupção nos escalões superiores da sociedade.

    E uma parte midiotizada da sociedade(não é o seu caso, veja bem)ao invés de tornar este processo uma questão de Estado, e não de governo e, ou partidária, contribuindo assim para a melhora do processo político e a gestão deste Estado, particulariza e segrega o problema como se fosse exclusividade deste governo, politizando para enfraquecê-lo temas que não se restringem a este ou aquele grupo apenas.

    Triste dizer que nos governos demotucanopatas não há a menor sombra de esperança em ver alguma denúncia ir a frente como investigação. Nem as bem, nem as mal intencionadas.

    Darcy Brasil Rodrigues da Silva

    03/12/2012 - 15h50

    O provocadorzinho da direita , o mercenário barato das elites, tinha que intervir.Sempre com frases ou período curtos, de leitura rápida, que são derramadas em todos os blogs e sites da esquerda, como aqueles panfletos que os nazistas despejavam dos aviões sobre as populações civis dos países ocupados, tentando alertá-las para os perigos que decorreriam de prestar apoio à resistência.Aliás, quanto que você recebe para abanar o rabinho para os poderosos, para as elites da Daslu, para os sionistas-fascistas, para servir aos traidores da pátria do PSDB/DEM?. Não seria crível que um desses vagabundos das elites concedesse parte de seu tempo destinado ao desfrute dos prazeres da vida ( de que valeria ser elite se não se pudesse desfrutar desses prazeres,não é mesmo, meu desprezível lulipe?) para ficar postando respostas nos blogs progressistas. Sendo assim, depreendemos que sua origem de classe, lulipe, não deve ser a mesma dos interesses de classe pelos quais você milita. Chico Buarque também não milita pelos interesses de sua classe. Como intelectual provindo das elites ( nem todo intelectual provém das elites), tendo ganhado muito dinheiro como compositor, teria tudo para por-se ao lado do PSDB. Mas não! Desde que o conheço nunca deixou de estar ao lado do povo. Com você,lulipe, vemos que ocorre precisamente o oposto. Os policiais que nos espancam nas ruas quando estamos em ato de protesto para defender os interesses dos trabalhadores, ou quando trabalhadores tentam resistir a ordens judiciais de reintegração de posse( é impressionante como a direita prevalece no poder judiciário, sempre encontrando juízes que defendem os seus interesses em detrimento dos interesses do povo ) que os expulsa de um bairro popular como o Pinheirinhos para atender ao pedido de seu suposto dono,um especulador que deveria esta mofando na cadeia, estes policiais, em nome da ordem burguesa e que cometem as mais baixas vilanias e agressões gratuitas contra o povo, não poupando mulheres, crianças e idosos, curiosamente, como você,lulipe, também são recrutados em meio desse mesmo povo que espancam e expulsam de suas pobres moradias.
    A direita sabe farejar e localizar em nosso meio aqueles que se dispõem a servi-la.Isso é um fato. Mas por quanto? Qual foi o seu preço? O quanto você recebe para trair os interesses de seu povo,lulipe? Para defender o fim do processo de construção de um Brasil soberano, independente. Para ver retornar o processo de entrega do que sobrou sem ter sido alienado a preço de banana, pelos mesmos traidores da pátria que governaram esse pais de 1994 a 2002? Um Josias de Sousa, mercenário como você, não se vende por pouco, disso tenho certeza. Ricardo Noblat tem um patrimônio entre 5 e 10 vezes maior do que os de José Dirceu e de Genuíno Neto somados ( o cálculo foi feito com base no patrimônio visível de Noblat,como imóvel e automóvel, não se sabendo o que pode ter a mais por conta de investimentos em ações e outros papéis) . Poderia-se dizer “nada mal para quem só precisa pegar na caneta ( no teclado de seu notebook) e escrever alguma coisa que represente a defesa dos interesses das elites”. Mas será que cabe realmente dizer “nada mal” quando se recebe para servir aos poderosos , ao capital,ao imperialismo sionista-estadunidense, e desservir ao povo, aos trabalhadores, ao Brasil? E você ,lulipe, também fez as mesmas exigências financeiras que felicitaram as vidas de Josias de Sousa e de Ricardo Noblat? Pensa em ser um dia igual a eles, ou a merreca que você recebe já lhe basta? Que você responda essas minhas indagações para você mesmo ante o espelho!

    Mário SF Alves

    03/12/2012 - 23h12

    É… o povo brasileiro quer sangue né Lulipe? Então é isso: pão, circo e sangue, né não?

    Pois é… mas, sinto discordar. O que os brasileiros querem mesmo é sossego para levar adiante suas vidas e seus compromissos; o que os brasileiros querem mesmo é aquilo que marcou os governos do ex-presidente Lula: firmeza e compromisso com o povo. Ou seja: prosperidade e menos intriga politica. Ou não?

    lulipe

    03/12/2012 - 23h43

    Não quer sangue não, caro Mario, quer apenas que se combata a corrupção e coloque os criminosos na cadeia.Aí sobrará mais dinheiro para trazer “sossego” para todos.Simples não???

    Ricardo JC

    04/12/2012 - 10h04

    Gostaria de ve-lo aqui cobrando, com a mesma eloquencia, a investigação dos FATOS apurados por Amaury Jr., e relatados no livro “A Privataria Tucana”. Gostaria de ve-lo cobrar a investigação da lista de Furnas e o julgamentos dos mensaleiros do PSDB no STF (sem essa de 1a instância, né?)…
    Gostaria de ve-lo perguntar sobre o caso da Alston em SP e o escãndalo do Detran, também em SP e que se espalhou para o RN? Gostaria de ve-lo cobrar de Gilmar Mendes, sobre os HC concedidos a Daniel Dantas. Não quer passar o Brasil a limpo? Como é que você esconde toda esta sujeira debaixo do tapete? Para mim você não passa de um fanfarrão…

    Rui Rômulo L. Gaspar

    03/12/2012 - 20h30

    Concordo com você Darcy.

    Rui Rômulo L. Gaspar

    03/12/2012 - 20h36

    Chupa Lulipe1

Sr. Indignado

03/12/2012 - 12h30

É f… criticar o governo. Sempre tem alguém querendo dizer que já houve tempo melhor. Não, não houve. As estatísticas estão aí, transbordando. Só dá para comparar Dilma com Lula ou Lula com Lula. Mensalão? A grande imprensa (que já não é tão grande) deita e rola, mas a falta de coerência é irritante. Está mais para a santa inquisição, e a lógica que as bruxas não afundam. Assim como a inquisição e a ditadura, o mensalão passará pelo crivo da história, mas por ora, vemos atônitos pessoas sendo queimadas em praça pública, ao vivo pelo STF.
Foi assim com a CPMF, está sendo com o código florestal e as obras da copa e das olimpíadas, com a seletividade da PF e com a inoperância do MPF.
Com tanto ataque sem sentido, acho que está na hora de dar sentido verdadeiro aos ataques. De quem é, onde se reunem, como é a estrutura, quais seus reais objetivos, como se (re)agruparam. Ou o governo está sob ameaça constante, ou o país está sob ameça constante e continuamos assim, sem reagir.

Responder

    Hélio Pereira

    03/12/2012 - 20h48

    Indignado estou eu,que votei no Lula duas vezes a Presidente e também votei na Dilma,acreditando que Lula e Dilma fariam a Reforma Agrária,que Lula implantaria as 40 horas semanais,que Lula faria uma Revisão das “Doações” feitas por FHC,que tinham o “Pomposo” nome de “Privatizações”.
    Também estou indignado com a situação de nossos Índios que estão morrendo de fome Brasil afora,ou sendo assassinados quando lutam pela posse de suas Terras.
    Também estou INDIGNADO com a covardia do PT,que “AMARELOU” na CPI do cachoeira,com a negativa do ex Lider do PT,Dep Paulo Teixeira a quem fiz a “Besteira” de dar meu voto,se negar a assinar a CPI da Privataria.
    Estou Indignado com o tratamento dado aos Aposentados,com a traição de Lula que garantiu aos Metalurgicos que acabaria com o Fator Previdênciario,que faria uma correção da Tabela do Imposto de Renda.
    Sr Indignado,certa vêz fui a uma Palestra do então candidato Lula,convidado pelo Met Nobre, coordenador da Comissão de Fábrica da MWM de Santo Amaro: nesta Palestra Lula disse “Só sera possivel conseguirmos as 40 horas semanais e Reforma Agrária,quando um Trabalhador assumir a Presidência deste país” e depois de ver este mesmo Lula Governar por oito anos eu não vejo nenhum sinal que teremos uma Reforma Agrária ou as 40 horas semanais no Brasil e isto me deixa INDIGNADO!

    Mário SF Alves

    04/12/2012 - 00h10

    Eu entendo sua indignação, prezado Hélio. De fato tem hora que a tal realpolitk (qual o equivalente disso em português?)enche o saco. Mas… (uso aqui a conjunção adversativa indicando nitidamente adversidade de idéia tão ao gosto do PiG ao se referir ao Governo), como dizia, mas… por que fazer sangrar ainda mais o PT? Já parou pra pensar que a culpa é em grande parte nossa? Afinal, fomos nós que aderimos à liderança do partido quando esta propugnava a via institucional como meio para alcançar as conquistas que ora exigimos. Não fomos nós que acatamos sem questionar tal caminho? E… o que é mais grave, justo agora, neste mesmo instante, o que estamos fazendo para contribuir na superação do massacre tentado pelo inimigo – o PiG – travestido de partido(quem dera pudéssemos chamá-lo de adversário político).

LEANDRO

03/12/2012 - 12h04

Enquanto isso…o sonho vai se desfazendo…e viva a competência dos “cumpanheiros”

“O crescimento frustrante da economia brasileira no terceiro trimestre do ano pode ter despertado o país de seu sonho de finalmente chegar ao caminho do desenvolvimento”

Responder

    paulo roberto

    03/12/2012 - 13h32

    Vai sonhando e torcendo contra. tucaninho…

    xacal

    03/12/2012 - 15h52

    Bom mesmo foi o final de 2002, dólar a 3.97, 14 bi de reservas, fuga de capitais, ameaça de default…

    Acordo com FMI de 40 bi para “terminar o ano” sem que ffhhcc fosse chutado do palácio.

    Desemprego a mais de 10%

    Inflação em dois dígitos.

    E tudo porque alguém espirrou na Rússia, na Malásia ou no México.

    Já pensou se fosse a crise de 2008/2009. O Brasil teria saído do mapa!

    Mas cada um acredita no que lhe diz a memória, esta instância seletiva da História. Pois é.

    Mário SF Alves

    04/12/2012 - 00h17

    Gozado estes caras… entram num site democrático e querem impor seu ideário autoritário. Vá entender. Ainda assim é melhor tê-los por perto. O que não os livra de tomarem uma porradinhas de vez em quando, né não, Xacal?

Alexandre Carlos Aguiar

03/12/2012 - 11h18

Todos os segmentos da sociedade passam por crises. Desde as relações entre irmãos até um casamento, sempre há aquele instante no qual os bicos crescem e as explicações precisam ser dadas.
Porém, um projeto de governo sério e comprometido deve ser soberano o suficiente para ser viável. Não pode cair na fulanização e na retaliação. Lula não pode sair por aí a falar sobre a sua “relação” íntima com a Rosemary, seja ela qual for. Nem o PT discutir as intenções do Barbosinha no caso do mensalão. A resposta deve ser no campo das ações políticas, como uma boa reforma proposta aí abaixo.
Agir como a donzela que vivia mantendo a virgindade e a perdeu andando a cavalo é que não pode.
O que o governo do PT deve fazer é se antecipar aos problemas de relacionamento com a oposição e com a mídia, agir com estratégias bem definidas, não pagar de pato na história e de uma vez por todas enquadrar quem deseja complicar seu projeto de governo.
Administrar crises é para os fracos. Está faltando é planejamento.

Responder

Bernardino

03/12/2012 - 10h51

JOE, sua colocaçao esta correta o PT nao foi macho o suficiente para promover as mundançaso institucionais que o pais precisa,inclusive regulamentar a MIDIA corrupta,já desperdiçou o Capital conquistado”
Essa TV Brasil é uma mentira do faz de conta se fosse pra valer estaria no CANAL 6 como voce falou,Agora querer mudança com este congresso corrupto onde deputados e senadores sao donos de radio e TVs desde a epoca do Sarney é achar que o ESCORPIÃO muda a Si Propio.Teria que haver uma campanha ao estilo lei ficha limpa com apoio explicito do governo,porem este é covarde e se acomodou as dellicias do poder como todos os outros partidos

DIREITA E ESQUERDA são corruptos na maioria,Só que a Imprensa corrupta blinda a Direitona e as esquerdas ficam como saco de PANCADA.
Quando o PT pregava etica nao ganhava eleiçoes so uma ou outra prefeiturinha,precisou fazer o pacto das elites pra chegar a presidencia aí a safadeza rolou.Conclusao o povo é hipocrita e gosta da corrupçao é o velho DNA CULTURAL Portugues: CORRUPTO E COVARDE!!!!!

Responder

Hélio Pereira

03/12/2012 - 10h43

Ricardo Kotscho tem razão,alias eu acho que não “esta na hora do PT e o ex Presidente Lula darem explicações a Nação”,mas que já passou da hora!
Os eleitores não irão dar um “Voto de confiança” no PT eternamente,tudo tem limite.

Responder

Raimundo

03/12/2012 - 09h50

Lula, Dilma e o PT precisa explicações por que ate hoje não extinguiu o famigerado FATOR PREVIDENCIÁRIO, não aprovou o marco regulatório, a reforma politica(financiamento publico de campanha eleitoral)e o recuo do relator Odair Cunha na CPMI do cachoeira deixando indiciar o PGR engavetador e os jornalistas da Veja, dentre entre outras questões urgente que o Brasil necessita. O PT corre um serio risco de em muito pouco tempo perder o seu grande capital eleitoral.

Responder

Marcelo de Matos

03/12/2012 - 09h40

Com ou sem dar explicações à sociedade, essa batalha da Operação Porto Seguro está perdida. O PIG conseguiu blindar Alckmin que promulgou o Decreto nº 58.111, no qual “Reconhece a relevância econômica e social da obra de infraestrutura denominada Centro Portuário, Industrial, Naval e Offshore de Santos, a ser implantado na Ilha dos Bagres, no referido Município.” A Ilha dos Bagres foi invadida por operários que já estavam fazendo preparativos para a obra, conforme noticiou a Folha. Tudo isso deveria ser investigado, mas, não foi. Restam outras questões que a oposição estadual pode explorar: por exemplo, a segurança pública, calcanhar de Aquiles do governador. Ontem o fórum de Peruíbe foi invadido por ladrões que levaram as armas lá apreendidas. Faz tempo que se fala em guardar as armas apreendidas em local seguro. Quando farão isso? E a unificação das polícias sairá algum dia? E o fim da guerra com o PCC? Há muitas questões pendentes nessa área. Me ajuda aí, Percival!

Responder

Carlos Ribeiro

03/12/2012 - 09h13

O PIG está babando para que o PT se manifeste. Se isso acontecer, terão assunto para mais um mês.

Responder

xacal

03/12/2012 - 09h09

Conceição,

Aconteceu algo? Sei que um dos traços dos comentaristas é a “pressa” em ver seus comentários aprovados, mas este lapso(desde ontem à noite)para liberação em tema tão espinhoso deixa a gente meio aflito.

Houve algum problema, é preciso republicar o comentário, ou é uma escolha mesmo em não liberar? Se for esta última opção, desnecessário dizer que é um direito do blog e seus editores fazê-lo.

Mas é legal que fique dito, até para que nos enquadremos.

Um abraço e desculpe minha chatice.

Responder

    Conceição Lemes

    03/12/2012 - 13h05

    Xacal, problemas técnicos já resolvidos. Obrigada. abs

ricardo

03/12/2012 - 09h08

Kotscho, que é lulista a toda prova, tem toda a razão: não dá mais para o Lula fazer de conta que não é com ele. Esse negócio de avalizar o poder discricionário e arbitrário de sua amante incompetente precisa de explicação.

Responder

Marcelo de Matos

03/12/2012 - 08h42

Até agora quem deu a melhor explicação, a meu ver, para esse aumento do denuncismo pós-eleição foi o Miguel do Rosário. Segundo o blogueiro, isso pode ser consequência da colocação do Policarpo da Veja no relatório da CPI. A invasão do escritório do governo pela republicana, em Sampa, seria uma revanche.

Responder

    Mário SF Alves

    04/12/2012 - 00h26

    Tudo isso, mas, talvez ainda mais pela vitória em Sampa, ocorrida apesar da espetacularização da mídia e do mal enjambrado domínio do fato no “julgamento” do improvado mensalão.

Fabio Passos

03/12/2012 - 07h49

Todas as entrevistas coletivas de políticos progressistas deveriam dividir os questionamentos entre o PiG e o jornalismo plural na rede.
Coletiva apenas para o PiG é auto-flagelo.
As explicações são deturpadas.

Responder

Jose Mario HRP

03/12/2012 - 07h35

Entrar na da PIG?
Fala sério.
Alimentar fofoca sórdida é dar o que essa direita ridícula quer!
Nada disso!
Gelo neles!

Responder

Francisco

03/12/2012 - 05h36

O PT não tem que dar satisfações de amante nenhuma. Se teve ladroagem, a policia resolve. Pelo julgamento do mensalão, não temos dúvida de que a direita se encaregará disso…

O que o PT precisa dar satisfações é ao seu eleitor-militante:

-Como é que o PT deixa tamtos furos na defesa do seu projeto? Ou o projeto não importa mais?

-através de Cachoeiras da vida, a Casa Grande sabe mais do que acontece na policia federal que a presidência.

-se a ABIN não serve para nada, para que existe?

-se não sabe gerenciar a ABIN e a PF, não sabe gerenciar o país e portanto…

-merece ser derrubado do poder, sim.

-se Lula desse a maior e melhor explicação do mundo, ele não teria mídia para falar…

-porque o PT foi e esta sendo TOTALMENTE FRACASSADO em garantir liberdade de expressão no Brasil

-os artistas não têm mais opinião politica, porque são censurados

-cen-su-ra-dos!

-se o artista falar qualquer imbecilidade anti-povo não… ai tem todo o espaço para “divulgação” (mensalão) e ser convidado de novo, e de novo e de novo…

-se Lula desse a melhor explicação do mundo, a Globo botava depois algum senador tucano entupido de botox para dizer displicente: “Ainda não convenceu…”…

-E pronto! Ainda não “covenceu”, porque nunca vai convencer.

-nenhuma explicação bastará enquanto não tivermos liberdade de imprensa!!

-O que o PT precisa explicar é cadê a minha Lei de mídia. Sim, a minha!!

-Se o PT pratica masoquismo, isso é problema do PT, eu quero viver numa democracia. Em democracias dono de jornal não tem mais poder que o cidadão comum: eu!!!

-O que o PT precisa explicar é porque esta deixando de ser PT.

-Porque há muitos que estão deixando de ser petistas!

Responder

Luiz Clete

03/12/2012 - 02h08

É tudo que a midia-amiga quer, que o PT e o Lula venha a publico e faz mea-culpa. A opinião publica já deu seu veridito, mesmo que parcial, nas eleições municipais, e a opinião publicada tem fome eternamente, nada irá sacia-la. O PT e a Dilma tem que agir contra os entregadores de plantão, mandar embora os tucalóides travestidos de campanheiros que estão no governo, isso sim vai melhorar o horizonte.

Responder

edson tadeu

03/12/2012 - 01h27

Já que a Mídia Golpista não mostra… “recordar é viver!…”

TUCANOS CONCLUÍRAM QUE AÉCIO NEVES PRECISA COM URGÊNCIA SE TORNAR CONHECIDO DOS ELEITORES BRASILEIROS…

“SIMBORA” PESSOAL… MOSTRAR AÉCIO NEVES AO POVO…
ESSE É O CANDIDATO DOS TUCANOS PARA GOVERNAR O BRASIL!! … COMPARTILHEM!!

Andréa Neves recebeu R$ 650 mil do caixa 2 de Furnas para garantir curral eleitoral de Aécio Neves no interior de MG

Irmã do senador Aécio e influente no governo dele em Minas (2003-2010), Andréa Neves é citada em declaração de caixa dois de estatal, registrada em cartório; dinheiro serviria aos candidatos a prefeito do interior nas eleições de 2002.

http://cafajur.blogspot.com.br/2011/07/andrea-neves-recebeu-r-650-mil-do-caixa.html

……………………..

Com ajuda de Aécio Neves, prima de Cachoeira conseguiu emprego no governo de Minas

Em sete telefonemas e 12 dias, a prima de Cachoeira conseguiu um cargo comissionado em Uberaba

A lista de envolvidos com o bicheiro Carlinhos Cachoeira não para de crescer e o nome da vez é o de Aécio Neves (PSDB-MG), que conseguiu um emprego comissionado para a prima do empresário após pedido do colega Demóstenes Torres (ex-DEM-GO). Mônica Beatriz Silva Vieira, prima de Cachoeira, assumiu em 25 de maio de 2011 a Diretoria Regional da Secretaria de Estado de Assistência Social em Uberaba.
Foram somente 12 dias e sete telefonemas entre o pedido de Cachoeira a Demóstenes e a nomeção de Mônica. O ex-governador de Minas chega a confirmar o esforço para atender à demanda do colega de Senado, mas afirma desconhecer os interesses de Cachoeira.

Mais: http://aecioneves.blogs.sapo.pt/tag/corrup%C3%A7%C3%A3o

…………………………

Ministério Público investiga repasses a rádio ligada a Aécio

Governo mineiro deu verbas de publicidade a emissora que pertence à família do ex-governador do Estado

Assessoria de senador afirma que se trata do mesmo caso que já foi levantado pela oposição há um ano e arquivado

PAULO PEIXOTO
DE BELO HORIZONTE

O Ministério Público de Minas Gerais abriu inquérito civil para investigar repasses feitos pelo governo mineiro entre 2003 e 2010 à rádio Arco-Íris, que pertence à família do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/32714-ministerio-publico-investiga-repasses-a-radio-ligada-a-aecio.shtml

……………………………..

Sócia de Andréa Neves recebeu R$ 15 mil do valerioduto tucano

Texto publicado no blog Amplifique em 28/11/2007:

Por Thiago Guimarães, na Folha desta quarta-feira:

Uma sócia de Andréa Neves -irmã do governador Aécio Neves (PSDB-MG)- é citada no inquérito da Polícia Federal sobre o valerioduto tucano como beneficiária, em 31 de agosto de 1998, de um saque de R$ 15 mil de uma conta controlada por Marcos Valério.

Quando recebeu o depósito de um cheque do Banco Rural emitido pela SMPB, Lídia Maria Alonso Lima era funcionária da Comercial Factoring, de Andréa Neves, presidente do Servas (o serviço de assistência social do governo mineiro). Factorings são empresas que compram, com deságio, duplicatas ou cheques pré-datados.

Mais:

http://amplifique.wordpress.com/2011/12/14/socia-de-andrea-neves-recebeu-r-15-mil-do-valerioduto-tucano/

…………………………………

SENADOR AÉCIO PEGO EM BLITZ DA LEI SECA
.
http://youtu.be/j5-s6OwDTc4

……………………………………….

HIPOCRISIA DO AÉCIO
.
Aécio Neves anunciou a volta do Batalhão de Trânsito de Belo Horizonte e lançou campanha educativa para incentivar o cumprimento da Lei Seca.
.
http://youtu.be/kAL0pr2I99Q
—-
Vídeo de Aécio Neves bêbado
.
http://www.youtube.com/watch?v=rT6HDOi1DO0
———-
Governador de Minas, Aécio Neves, agride namorada em festa de luxo
.
http://www.brasilemfoco.com.br/arquivos/governador-de-minas-aecio-neves-agride-namorada-em-festa-de-luxo
Responder · Curtir · Parar de seguir a publicação · há 51 minutos

Edson Tadeu Tadeu · Quem mais comentou · 61 anos de idade
FHC não devia falar de relações privadas

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que não devia falar de relações privadas e de confusão entre público e privado. Fazê-lo é falar em corda em casa de enforcado.

FHC devia ter o recato e a humildade de se calar, e não usar essa questão para fazer crítica a gestão do ex-presidente Lula. Pior é comparar sua administração na área social – e mesmo econômica – com a do presidente que o sucedeu. Aí já é desonestidade intelectual dele e do tucanato.

Os fatos históricos não mentem e nada, nenhuma tentativa tucana e da grande mídia de reescrever a historia recente do Brasil apagará a revolução social e econômica que fizemos no país – que fizemos Lula, o PT e aqueles que conosco construíram o projeto politico que agora o novo udenismo, com o sempre presente apoio da grande imprensa, tenta negar.

Um novo udenismo que age como no passado, de novo a serviço do conservadorismo e dos privilégios de certa elite que não se conforma e não aceita as mudanças empreendidas no país pelos governos do PT, porque teme perder seu poder e riqueza, acumulada a sombra e as custas do Estado.

Não se conforma e não aceita as mudanças que o Brasil vive e continuará a viver.
Responder · Curtir · Parar de seguir a publicação · há 54 minutos
Plug-in social do Facebook

Responder

    Raimundo

    03/12/2012 - 16h40

    Essa historia da radio arco-iris e o mesmo que acontecia aqui na Bahia no tempo do ACM e agora voltará acontecer na prefeitura de Salvador com ACM neto e a rede Bahia de comunicação de propriedade dessa mesma familia. Ou seja, o gestor tira a grana do bolso esquerdo e coloca no direito e tudo muito bem! É farra do dinheiro publico.

edson tadeu

03/12/2012 - 01h25

comentar:x-diretor de redação que, nos seus tempos de glória, ocultou deliberadamente o romance entre FHC e uma jornalista da Globo, hoje compara a ex-chefe de gabinete da presidência à Marquesa de Santos, amante de Dom Pedro I; abriu-se a porteira
1 DE DEZEMBRO DE 2012 ÀS 17:56

247 – Entrevistado por Palmerio Doria, para uma reportagem da revista Caros Amigos, sobre os motivos que levaram todos os diretores de redação da imprensa brasileira a omitir, durante oito anos, um romance entre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e uma jornalista da Globo (a repórter Miriam Dutra

Vamos botar o ibope e o datafolha dois institutos de pesquisas da veja e folha de sao paulo para perguntar ao povo brasileiro
QUEM SABIA QUE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO TEVE UM ROMANCE E ENGRAVIDOU A JORNALISTA MIRIAM DUTRA ?????????????????????????????????????????????????????
NENHUM BRASILEIRO EXPECTADOR DA GLOBO OU DA VEJA OU DA FOLHA DE SAO PAULO FICOU SABENDO DESSE ROMANCE PORQUE FOI GUARDADO EM SETE CADEADOS POIS GOVERNO/PIG FAZIAM O JOGO DO OUTRO. FERNANDO HENRIQUE PRESENTEOU A VEJA COM O PREDIO DO GOVERNO ONDE ELA ESTAR INSTALADA ATE HOJE. POIS A ABRIL ESTAVA QUEBRADA E COM CERTEZA FHC DEVE TER SOCORRIDO ELA COM ALGUNS MILHOES POR DEBAIXO DO PANO E NINGUEM FICOU SABENDO DE NADA. MAIS PARA ISSO ELA PASSOU PARA O LADO DO PIGBLOBOSUJEIRA.
MAIS VAMOS AO QUE INTERESSA. = Por acaso Fernando Henrique nao usou o dinheiro do povo brasileiro para sustentar e abafar o caso com a jornalista?
Por acaso muita gente nao foi calada. e proibida de falar sobre o caso.
Como ficou a esposa de Fhc.?
Sera que ela sabia do comcubinato entre seu marido e a amante.
SERÁ QUE SOMOS nós que sustentamos o filho da jornalista?
essas e outras perguntas ficam no ar =- mais digo aos caros leitores que quem esconde por 8 anos um romance desse que ficou comprovado nao pode ter moral para falar de Lula que alias ate agora nao provaram nada.

NAO SE FALA TANTO EM LIBERDADE DE EXPRESSAO. E PORQUE NAO SE FALAR EM DIREITO A VIDA PRIVADA? – SE A ROSE FOI OU ´É AMANTE DE LULA ISSO NAO QUER DIZER NADA, AGORA ESTAO SE APEGANDO A ISSO PARA LIGA-LA TALVEZ AO ESQUEMA ,SE É QUE HOUVE ESQUEMA – PORQUE TRAFICO DE INFLUENCIA – AECIO COMETEU, CACHOEIRA COMETEU, DEMOSTENES TORRES COMETEU. – E ARRUMAR PARECERES TECNICOS ENVOLVENDO EMPRESAS GOVERNO NAO TEM NADA DEMAIS. AGORA SE LA TIVER PROVAS QUE ESTAVAM TIRANDO DINHEIRO PUBLICO AI SIM É OUTRA COISA NO MAIS É TUDO UMA SUPOSIÇAO E ACIMA DE TUDO UMA OPERAÇAO CHEIA DE FANTASIAS PARA INCRIMINAR A ROSE.
Por outro lado disse o superintendente da policia federal que o inquerito estava sob segredo de justiça
SEGREDO DE JUSTIÇA? ser[a mesmo ?
porque pelo que estou vendo ele vem soltando aos poucos para a midia suas bombasticas informaçoes se sao verdadeiras so Deus Sabe.
Parece que esse caso tem dois processos 1 que estar nas maos da procuradora que é o verdadeira que ela mesma disse que qualquer um podia ler todo o processo que nao tinha nada contra Lula ou Dirceu.
O Outro parece que a PROCURADORA (e chamo a atençao dela para o caso) que ela nao teve conhecimento, de um outro processo elaborado pelo delegado so para incriminar Lula Dirceu, embora ele tambem tenha dito que nao havia nada contra Lula. ou Dirceu. Alguem tem que colocar meus NEURONIOS NO LUGAR. PORQUE TEM MUITA MENTIRA NESSA HISTORIA AI. E A POLICIA FEDERAL ESTAR FAZENDO DUPLO JOGO NA PESSOA DO SR TRONCON.

Responder

FrancoAtirador

03/12/2012 - 01h20

.
.
Nós estamos vivendo em um tempo
em que tudo o que você disser
pode e vai ser usado contra você
no “Supremo Tribunal Midiático”.
.
.

Responder

Ozzy Gasosa

02/12/2012 - 23h50

Estou pasmém com as coisas que acontecem diariamente.
Explicar o quê ???
Até agora emails?? Quanto foi desviado ? Qual foi a fonte dessa despesa? O montante ?
Só conversa mole e papo furado.
A tática nazista dá certo, até alguns entram nessa barca furada …
Parece que o real objetivo dessa operação é o divórcio do Lula com a Dona Marisa.
Cada uma …

Responder

Willian

02/12/2012 - 23h41

Primeiro Mino, agora Kotscho. Não se pode sair da linha do pensamento único.

Responder

Mário SF Alves

02/12/2012 - 23h34

PT S.A.? É nisso que se transformou o PT? Se assim o for não tem jeito, não tem mais volta. The dream is over! Quem e que forças ousariam reconquistar um PT sequestrado e transformado numa S.A.? Só se fosse por meio de um leilão público (ou não) destinado a venda de ações.
________________________________________
Mas… de início é fundamental que tenha em mente o seguinte:
1- O que é realmente o PT? Onde está sua certidão de nascimento? Quem e com que finalidade o criou? Qual o seu universo de abrangência política e qual validade jurídica dele? Ou seja, o que é ou não lícito ao PT fazer ou deixar de fazer?
2- E que se esclareça de uma vez por todas essa estória de que a esquerda depende de partido político. Ao que tudo indica, hoje nem a mídia corporativa precisa de partido. Isso é coisa ou de democrata, ou de mentiroso. Seria o PT, a exemplo do PSDB, um partido político mentiroso?

Responder

morgana profana

02/12/2012 - 23h18

Titia acha que tá na hora do kotscho ficar de boquinha fechada.

Responder

xacal

02/12/2012 - 23h09

Quem tem amigos como o Kotscho, não precisa de inimigos.

Kotscho, como o Mino Carta, e talvez lá na frente o japonês Gushiken, estão a cobrar, em textos recheados de ressentimento, as faturas das disputas de poder que perderam dentro do governo.

Servem direitinho ao figurino que a mídia imaginou para eles, porém, não fazem por querer, não são desonestos ou quintas-coluna. São bons jornalistas, mas esta função parece obnubilar todos os outros sentidos.

Parece o Genoíno nos tempos da Democracia Radical, quando repercutia mais fora que dentro do partido, porque não conseguia fazer valer seu ponto de vista. Ninguém desconfia de sua devoção ao partido, mas este traço “autoritário” dava a direita, na época hegemônica, mais e mais munição contra a gente, onde Genoíno flanava no JN nos chamando de “radicais”, etc.

Kotscho está entre os que oscilam entre o que veem, e a necessidade de explicarem a si mesmos o que fazer quando não entendem o que se passa.

Kotscho deveria atender a intuição que ele mesmo citou, ou seja: na ausência do que dizer, não diga. Mas a maldita necessidade de reportar TUDO, de ser jornalista, antes de tudo, engole o bom senso do homem que sabe, no fundo, que deveria calar-se. Junte-se a vaidade ferida que já citamos, pronto!

É o dilema: fotografo ou filmo o acidente ou ajudo as vítimas?

Kotscho, metaforicamente, no caso de seu amigo(?) Lula, preferiu fotografar o acidente de um governo e um partido que julga ter dado uma “trombada, com seu amigo ao volante”.

E que se diga: os ressentimentos de Kotscho, como um quadro que perdeu espaço no governo, e seu dever com a profissão, são todos legítimos, mas que colocados na mídia, reconhecem esta esfera como arena de mediação de conflitos típicos dos partidos.

Kotscho esquece-se que sua proximidade, sua função como ex-integrante do governo, retiram-lhe toda e qualquer possibilidade de colocar sua posição em tom de intimidade, porque o faz como profissional de mídia, que justamente requer distanciamento crítico(nunca imparcialidade, tão verdeira como nota de 3 reais) e não como amigo ou assessor.

Se fosse amigo, ou assessor, deveria usar esta proximidade para segredar ao Lula, longe dos holofotes e da repercussão pública, aquilo que acha que o amigo deveria fazer, sem expor sua figura a mais enfraquecimento…claro, se a intenção, fosse preservá-lo. Ainda bem que Lula não parece enfraquecido com tantas calúnias.

Ora, se condenamos o papel bisonho da imprensa, que aliás, o Marco Coimbra, brilhantemente, expôs no texto: “É preciso salvar a oposição”, onde esta se porta como partido político, é igualmente ruim que os que se credenciem como “do nosso lado” passem também a referendar esta instância(a mídia ou blogs)para resolver problemas do ex-presidente, e subsidiariamente, do PT, dando um tom de ultimato.

Ridículo.

Eu endento o desabafo do Mino, e suas frustrações, que, em parte são minhas e de boa parte de militantes e simpatizantes.

Mas não entendo ultimatos de “amigos”.

Quem dá as regras do jogo não é a mídia, ou o derrotado do ffhhcc, embora eles sonhem com isto(e parece que o Kotscho também).

Uma das prerrogativas de quem detém a agenda(é o dono da bola)no jogo democrático é escolher onde quer lutar, bom, pelo menos até que seu capital político permita.

Jornalistas, esta raça de gente que se imagina “deus”, ou algo especial da obra “dele”(por isto não acredito nem em jornalistas, muito menos em deus)não reconhecem que Lula, Dilma e o PT é que decidirão onde querem lutar, e não será onde eles desejam que seja!

Kotscho não consegue pensar fora deste esquema!

Não enxergam que são uma ínfima parcela da sociedade, e que detêm, hoje, um poder relativo exponencialmente inferior desde a edição do JN em 89 pelo cretino do Armando Nogueira, ou desde quando William Bonner chamou seus telespectadores de Hommers Simpsons.

Que tipo de estrategista ou “amigo”(da onça?)”aconselha” um ex-presidente com tamanha representatividade, o governo e o partido com imenso apoio, a lutar a luta suja da mídia, “respondendo” a calúnias, injúrias e outras leviandades, para não usar adjetivos mais pesados?

Sobre sua vida pessoal, Lula não nos deve um milímetro de satisfação!

Sobre sua vida como ex-presidente ou futuro presidente, ou como figura pública, não deve e não pode responder a este tipo de ataque.

A população, ao contrário do “jornalista-amigo”(mui amigo), já respondeu pelo Lula e pela Dilma:

“Não se gasta vela com defunto ruim”.

Confio muito mais no juízo de Lula e de Dilma, e até do PT, para decidirem quando, onde, como e para quem vão responder. São eles que estão ganhando, e de goleada!!!

Posso até discordar da forma, mas sou obrigado a aceitar que, até agora, tudo o que fizeram deu certo.

Problemas? Ninguém esperava que fosse fácil, mas não tem sido tão difícil quanto dizem.

globo encolhendo, veja dissolvendo nas bancas, oposição derretendo…talvez o único problema realmente sério seja a desmoralização do stf, mas que, no tempo certo, resolveremos.

Ou “domar” os amigos ressentidos. Estes sim, um verdadeiro perigo!

Responder

ricardo silveira

02/12/2012 - 22h57

Acabou o mensalão, condenações duvidosas, falta de provas , etc. três meses de massacre diário na mídia para ajudar a oposição nas eleições. Agora é a Porto Seguro, comandada por delegado tucano, novo massacre, é o que faz a mídia golpista há dez anos. O Governo, ou Lula, diretamente envolvido, precisa dar explicações à população porque a mídia que publica esses fatos é partidária, manipuladora, mentirosa e a população fica vendida na história. Mas, a meu ver, as explicações que o PT precisa dar aos eleitores é sobre a palhaçada da CPMI, pois, não indiciar a mídia golpista e criminosa é ser conivente com os bandidos. Esse é o problema do PT, é priorizar a reprodução no poder e, isso é inaceitável.

Responder

Joe

02/12/2012 - 22h35

Acresento o seguinte> Explicar oque?? Vir a púbico falar da suposta amante?
Fazer declarações genéricas? Ficar discutindo a opnião publicada??
Desculpa, mas não vejo nada a ser explicado, não por esse motivos. Lula e Pt devem explicação por não ter feito, absolutamente nada em relação a grande mídia. Não fomentou a pluralidade de opnião. A Tv Brasil deveria (ñ sei se é possivel) estar no canal 6.
Não concordo com esse papo de que jornalista tem lado. Existe um limite que é aceitável, que acreditamos no “acordo”, onde o jornalista emite as informações o mais próximo possivel da imparcialidade e o leitor “acredita” , a partir dai julga(deveria).
Agora dono de jornal/revista é outra coisa, todos são iguais, todos. Revistas que admiramos, só tem estagiário na redação…..

Responder

    Rodrigo Leme

    03/12/2012 - 08h30

    Ah, então o problema não é a corrupção, mas sim “a mídia”. Daria para viver com a corrupção, bastando que a gente não a perceba, certo? Que bom.

    xacal

    03/12/2012 - 13h34

    Bom, Rodrigão, dá para conviver com a ideia da morte, mas eu não creio que você queira jantar na mesa de autópsia tido dia, com um cadáver ali aberto.

    Este é o problema da espetacularização, ela banaliza, ao invés de criar mecanismos no ethos social que rejeite o que se repete ad nauseam.

    Logo, se esta espetacularização(seletiva, of course) não dá os resultados que dizem pretender, “moralizar a política”, e toda esta baboseira que só os midiotas, veja bem, só os midiotas acreditam, não me refiro a alguém refinado como você, fica a impressão que este massacre midiático se destina não só a criar um falso moralismo, que seguindo a metáfora ruim, seria como abrir o corpo ainda com vida, mas só o corpo do inimigo, veja bem!

    xacal

    03/12/2012 - 15h40

    PS: foi mais ou menos assim na época dourada da octaéride fernandista, nas privatizações, no SIVAM, na reeleição, mensalão tucano etc, etc, etc.

    Em nome da eficiência e dos mais altos valores do Estado(privatização e neoliberalismo?), passamos quase oito anos desconhecendo quase tudo o que se passava nos bastidores, salvo quando alguma briga intestina(grana ou poder, ou ambas)no ninho tucano jogava a m…rda fora do penico.

    Veja só que Marcos Valério só nasceu em 2003.

    Não era mais fácil para você, então?

    Marcelo de Matos

    03/12/2012 - 08h36

    Concordo plenamente com você, inclusive na questão da TV Brasil sair lá das alturas e vir para um canal como o 6. Deixei de frequentar o blog do Kotscho porque, de vez em quando, ele parece ser um cara sabonete. Fala bem do Lula e do PT, mas, acaba fazendo coro com a elite – Esse PT tem de dar explicações, tem de pedir desculpas, tem de se colocar no seu lugar, etc.

    João de Deus Netto

    03/12/2012 - 10h44

    E blá, blá, blá e a mesma lenga-lenga requentada da mulher abandonada pelo Lula nas eleições fraudulentas do Collor… Mas está na hora do PT e do Governo Federal dá um basta na escrotidão dos tucanos do demo, corja polítiqueira mais ficha-suja e impune da história brasileira, segundo o TSE… Parece que estamos em terra de ninguém, onde prevalece o querer do mais forte(?)…Somos 90% de cidadãos aprovando tudo que foi feito pelo Lula/Dilma e PT, não merecemos ficar nesta indignação sem fim!

    razumikhin

    03/12/2012 - 12h47

    Tem razão, companheiro. A culpa é mesmo do sofá. É claro que só pode ser do sofá, pois Lula é honesto; assim como honestos e probos são todos os integrantes do PT, o único partido ético da história republicana do Brasil.

Claudio Machado

02/12/2012 - 22h31

Ou ele sabe mais do que já sabemos, ou está em crise. Até agora, pelo que foi divulgado da operação Porto Seguro, não há nada que possa justificar a necessidade de o PT e Lula virem a público para darem qualquer explicação. O que é isso?!

Responder

Alexandre Tambelli

02/12/2012 - 22h22

Tinha escrito hoje cedo, cabe aqui! O caminho inicial para a mudança de quadro dessa onda interminável de denuncismos contra o PT e suas lideranças é a Reforma Política, depois se pode pensar em uma Lei que regulamente os meios de comunicação:

Ao Brasil seria saudável uma Reforma Política. E uma conduta do PT que se configure em colocar o cargo político em direção exclusiva da coletividade, do olhar para o coletivo. A ideia de manter-se no poder deve ser partidária e não do político. Então, penso que fortaleceríamos ainda mais as instituições, a governabilidade de esquerda e o Brasil tornar-se-ia cada dia mais desenvolvido.

Não se combaterá esta oposição midiática sem que o Congresso eleito tenha por princípio o coletivo. E não seja formado por deputados e senadores que chegam ao poder por meio da ajuda financeira de terceiros, com interesses particulares ou já comprometidos com quem faz oposição ferrenha ao Executivo ou comprometido com “gente” corrupta.

Fazer uma Reforma Política com financiamento público de campanha, até com limite para a reeleição de deputados e senadores, evitando o vício pelo Poder. Buscar mecanismos de ajuste das coligações partidárias, até quem sabe, tendo um maior controle sobre os caminhos para se fundar um partido político seria saudável.

O PT precisa aproveitar a alta popularidade de seu Governo para implementar esta Reforma Política. Utilizar os meios de comunicação, a Presidenta Dilma pode encampar a campanha pela TV e Rádio, e explicar em cadeia nacional, a importância da Reforma Política, o benefício para a sociedade, para o combate mais efetivo à corrupção, a melhoria nas relações entre políticos e governantes, que não mais seriam aliados apenas para ter votos e na hora de tomar decisões cruciais para o benefício do Brasil pularem do barco por interesses escusos (exemplos: Relatório da CPMI do Cachoeira e Royalties do Petróleo) e etc. Políticos, muitas vezes, corrompíveis conforme o tamanho da “propina”.

Qualquer tentativa de mudar o quadro dessa mídia tradicional só será possível com um Congresso comprometido com o País e que não se vergue para com a velha mídia, por medo de sua reputação ser maculada e uma possível reeleição, um possível cargo político tornar-se inviável, como vemos hoje, com esse assassinato de reputações e histórias mal contadas dos políticos da esquerda, nos grandes meios de comunicação, por interesses eleitorais e político-ideológicos. Uma Lei dos Meios de Comunicação só vingará após a Reforma Política. Com esse Congresso será derrotada qualquer tentativa de regulação. É preciso de alguns “mártires” para se conseguir vitória na regulação dos meios de comunicação. O Relator da CPMI do Cachoeira, Odair Cunha perdeu, talvez, a oportunidade de dar o passo inicial e ser recompensado no futuro, por iniciar esta história que é de todos nós.

As bandeiras da oposição capitaneada pelo PSDB não cabem mais no cenário político brasileiro, porque elas acabam por defender o que o povo aprendeu a não defender. O brasileiro não quer a Petrobrás privatizada, não quer taxas de juros exorbitantes, quer infraestrutura em crescimento, quer a industrialização crescente (mesmo que ainda não se veja na prática toda a nossa capacidade industrial), quer emprego, quer consumir, quer ter igualdade de condições: para ingressar na Universidade e no mercado de trabalho e ter um bom salário, quer comprar no cartão de crédito em 10/12 vezes sem juros e etc. E isto os Governos LULA e DILMA fazem.

Ganhar a eleição? Aplicar um Golpe branco? Como seria um Governo dessa oposição PSDB + os diminutos DEM e PPS? A população iria aceitar um retrocesso? Duraria quanto tempo? Por mais que se tente destruir o PT e os seus políticos, eles ainda são a alternativa política para o Brasil das primeiras décadas do Século XXI. Essa oposição, capitaneada pelo PSDB não tem programa de Governo plausível, nem poderá tê-lo e discuti-lo, porque não será aceito, esta é a verdade. Lembram-se do SERRA na sua candidatura para Prefeito de São Paulo, meses atrás. Ele não tinha programa, e não poderia ter, porque não se comprometeria com o que está escrito em um Programa de Governo sério. Atendem esses políticos a interesses outros. Escusos. Vindos do centro do Capitalismo e assim sendo, o que lhes cabe são, infelizmente, o papel de desestabilizar o Governo Federal, o PT, as Instituições democráticas do País, até apoiar um golpe de Estado, vide o Senador Álvaro Dias em relação ao Paraguai e não mais que isso.

Oposição via PSDB e velha mídia representam, hoje, uma só coisa. E, certamente, muito distante dos interesses de um Brasil desenvolvido, de uma América Latina livre e de um Mundo mais solidário, menos violento e com mais igualdade social.

Outra oposição? Claro que é possível. Mas ela precisará desamarrar um nó, que é estar comprometida com interesses do Capitalismo central, que quer o Brasil como uma “colônia”, terá que defender os interesses do Brasil – entrar no jogo do Brasil desenvolvido e forte no cenário político internacional, com poder de decisão nos destinos da humanidade e não como simples “colônia de exploração”, e não poderá querer se escorar na velha mídia para obter votos, porque pode da mesma maneira que o PSDB se enforcar, quando crê que é só não se noticiar seus erros administrativos e sua corrupção que a população dá o voto ao partido. Não dá mais para ganhar votos dessa maneira: a população está mais consciente e a internet veio para ficar. Então, quem sabe, poderiam até ter um Programa de Governo e convictos eleitores, não em sua grande maioria, apenas ter, como eleitores, grande parte dos anti-LULA e os anti-PT e parcela diminuta de conservadores convictos.

Responder

Alexandre Tambelli

02/12/2012 - 22h16

Azenha!

Concordo com este posicionamento! A questão é como chegar ao intento das explicações, nesta mídia de hoje, de forma a que não distorçam as palavras ditas e não coloquem a defesa como uma arma de aceitar todas as denúncias contra o PT como verdadeiras.

Responder

Mario

02/12/2012 - 21h59

à SOCIEDADE OU PARA A OPINIÃO PUBLICADA?

Kotscho, faça uma relação sobre as acusações que o Lula e o PT têm que dar satisfação à sociedade. Você falou em “mensalão” (o primeiro ou o segundo?), da operação Porto Seguro e dos “amaços” que o Lula teria dado na Rose.

Seja bem objetivo: consulte a Folha de São Paulo e faça um relação “bem criteriosa”.

Ou então deixe de escrever besteira, cara.

Responder

PT: A HORA DA VERDADE « Blog da Lu Rocha

02/12/2012 - 21h48

[…] Sugestão do Viomundo […]

Responder

Filipe Rodrigues

02/12/2012 - 21h00

Kotscho quando esteve no governo nunca desagradou seus patrões do PIG, falso moralismo puro, ele é da mesma turma do Suplicy e José Eduardo Cardozo.

O único “ministro” das comunicações de verdade que esse governo teve foi o Franklin Martins.

Responder

Deixe uma resposta