VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Paulo Henrique Amorim: A elite paulista teme o novo Nordeste


09/01/2012 - 14h32

por Paulo Henrique Amorim, no Conversa Afiada

O coronel tem futuro promissor, admite o Estadão.

Mas, “resta saber se a imagem de novidade na política não será afetada com a exposição de práticas atrasadas.”

O Estadão e seus notáveis repórteres-editorialistas não estão a traçar o perfil do Alckmin ou Padim Pade Cerra, que coronelizam o Estado de São Paulo há dezoito anos com o que há de mais inovador e progressista em administração.

Por exemplo, tratar os craqueiros de São Paulo como Hitler tratava os ciganos, homossexuais e aleijados.

Não, o Estadão tentou traçar o perfil de Eduardo Campos, governador que fez uma revolução em Pernambuco a partir de Suape, com a ajuda de seu Secretário Fernando Bezerra Coelho.

Bezerra Coelho se transformou num alvo da Globo e do PiG (*) – por agora.

E Eduardo Campos ?

Bem, esse a Globo espera por ele, para tentar abatê-lo, em breve.

E Estadão e a Globo refletem a inquietação de quem vê a banda passar pela janela.

O movimento irreversível da desconcentração economica – e política – para fora do Sudeste.

E, em boa parte, em direção ao Nordeste.

Isso faz parte do plano estratégico (secreto) do Nunca Dantes.

E a Globo, o PiG, o old e o new money de São Paulo não podem engolir isso a seco.

Esse Nunca Dantes …

Paulo Henrique Amorim

Leia também:

Gilson Caroni Filho: O que move o partido impresso

Igor Felippe: O que o Brasil oferece ao mundo





30 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marcos Doniseti

10 de janeiro de 2012 às 19h41

John Bastos mudou de nome e, agora, se chama Rodrigo Leme? Ridículo…

Bem, quanto à falta de mão-de-obra barata de origem nordestina, a elite reacionária e golpista do Centro-Sul não precisa se preocupar, não. Afinal, ainda tem muito boliviano, peruano e, agora, haitiano esperando pela oportunidade de trabalhar para esse bando de preconceituosos que forma a elite tupiniquim.

Agora, nordestino… pode esquecer. Eles estão voltando para a sua região de origem, que cresce como nunca (e graças ao Nunca Dantes e à Guerrilheira, como diz o PHA) e os que ficam em SP estão estudando e se qualificando cada vez mais.

O único problema para a elite reacionária do Centro-Sul é que eles terão que aprender a falar um pouco de espanhol e de francês… Mas, francês não é a língua do FHC, que adora flanar em Paris?

Então, a elite brasílica poderá treinar o francês com seus futuros empregados haitianos… Daí, já estarão craques na língua de Voltaire e de Rousseau quando visitarem a França, oras.

Tá vendo como existem males que vem para bem…

Responder

henrique de oliveira

10 de janeiro de 2012 às 16h12

Pois é a "elite" vagabunda de São Paulo vê o nordeste como a europa via a Africa , só serve para explorar os seus retirantes.
Com a vinda de LULA e DILMA o nordeste tem outro foco , o do desenvolvimento que o sul maravilha quer lhes negar a qualquer custo , é essa região que cresce como a China e Sampa não é mais o centro do desenvolvimento e dos doutos pensantas , dos uspianos de direita.
Acabou a brincadeira como diz uma musica do Skank , ou o BRASIL vai ser pra todos ou não vai ser pra ninguem.

Responder

Sagarana

10 de janeiro de 2012 às 10h49

U qui são isso companheiro? Edir Macêdo é um camarada de alta espiritualidade, totalmente desapegado das coisas materiais. Ele está apenas querendo ajudar.

Responder

Regina Braga

10 de janeiro de 2012 às 10h42

Os pseudos intelectuais e a pseudo elite paulista teme tudo e todos…principalmente ,o povo esclarecido e consciente de seu poder.Qualquer um, que saiba trabalhar é uma ameaça.Eles não trabalham,vivem de vendas dos bens públicos,de especulação imobiliária,de acordos e negociatas,da violência que cala professores,estudantes,viciados,etc..Qualquer um que trabalhe,que realize algo, é uma grande ameaça.O povo livre e questionador,é então,o grande inimigo.Por isso,Sampa é tão excludente.

Responder

Gerson Carneiro

10 de janeiro de 2012 às 06h11

Será que o Fadel está acompanhando a série Novo Nordeste?

Infelizmente o PSDB exporta seu estilo de "J"estão para Alagoas e Paraíba.

A Paraíba tem hoje até um ex-governador cassado em 2010 por corrupção ostentando um diploma de senador ficha suja, Cassio Cunha Lima. O Serra foi visitá-lo na Paraíba pouco antes da passo.

Alagoas, do governador usineiro, Teotônio Vilela Filho, que está entre os maiores devedores de energia elétrica do Brasil, também do PSDB, que também já teve pedido de cassação emitido pela Procuradoria da República, importou de São Paulo a onda privatista.

Responder

ANN

09 de janeiro de 2012 às 23h41

Pô Azenha, acho q dá para arrumar textos melhores que de PHA, né?

Responder

    Luís

    10 de janeiro de 2012 às 07h55

    Textos melhores do PHA? Que não sejam no formato uma linha por parágrafo?

    Você está pedindo demais.

Mariana

09 de janeiro de 2012 às 21h06

Engraçado isso. No ano passado, o SE teve chuvas, veio o dinheiro e os prefeitos da Região Serrana desviaram, inclusive um foi cassado, o restante, o Cabral deu para a Fundação Roberto Marinho. Curiosamente, só na Bahia é 121 cidades em estado de emergência por conta da seca e não vejo o PIG falando alarde por isto. Será que a dor dos sudestinos é maior do que a dos nordestinos? Curioso isto, não?

Responder

Rodrigo Leme

09 de janeiro de 2012 às 20h57

Por falar em PHA, quando ele vai fazer uma reportagem denúncia no site dele contra esse flagrante de homofobia?
http://noticias.gospelmais.com.br/bispo-macedo-ex

Você também serve, viu Azenha?

Essas horas são boas pra gente ver a bandeira que as pessoas defendem. À luta, progressistas!

Responder

    CLAUDIO LUIZ PESSUTI

    09 de janeiro de 2012 às 21h55

    Imagina Rodrigo , ele esta muito ocupado falando mal de cantora gospel…

    Antonio Nunes

    09 de janeiro de 2012 às 22h10

    isso não é homofobia!

    os Bispos estão "apenas" libertando um pobre ser humano q estava sendo almadiçoado pelo homossexualismo… entendeu a diferença?

    homossexualismo é coisa do "coisa ruim"!

    os homossexuais podem ser "curados e salvos"… basta terem fé!!!!

    ps: pra quem ainda tiver dúvida, fui irônico!

    Rodrigo Leme

    10 de janeiro de 2012 às 08h12

    Ah, se fosse na Globo…imagina o xilique se o Irineu Marinho dissesse que homossexualismo é uma doença que precisa ser curada.

    Gerson Carneiro

    10 de janeiro de 2012 às 06h14

    Desvia o assunto, como sempre.

    Você também não gosta de reportagem que trata de desenvolvimento do Nordeste?

    Tua empregada e o motorista já voltaram para o Nordeste?

    Essas horas são boas pra gente ver a bandeira que as pessoas defendem. Ao choro, direitistas!

    Rodrigo Leme

    10 de janeiro de 2012 às 10h46

    Que bobagem…reportagem sobre desenvolvimento é sempre bem-vinda, mas que tem SP a ver com NE? Pq atiçar um em relação ao outro?

    Depois sou eu que desvio o assunto…a matéria-base desse artigo é um desvio de assunto, como se o desenvolvimento do NE causasse medo em SP, naquele raciocínio do PHA que tudo deve servir para criticar SP (até o PT voltar a ganhar eleição aqui, claro).

    E vc tem razão, é um desvio de assunto, pelo qual peço perdão. Um erro não justifica o outro.

    Mas assumo que quando o Azenha publicar uma daquelas matérias que deixa entender que só existe preconceito contra o homossexual em SP, eu poste esse link esclarecedor sobre o patrão dele e vc me ajude a cobrar uma posição sobre isso, certo?

    Ricardo JC

    10 de janeiro de 2012 às 23h12

    O problema é que justamente em SP, o preconceito contra os nordestinos é mais acentuado. Se você ainda tem alguma dúvida, vá até a matéria do Estadão publicada hoje sobre a distribuição dos recursos do Bolsa Família (em que o NE, por razões óbvias, recebe um maior percentual) e leia com os próprios olhos. Se na matéria não estiver tudo muito claro para você, dê uma lida nos comentários…te cada coisa de arrepiar os cabelos. Se mesmo assim a dúvida persistir, não se engane, você é exatamente igual a um destes paulistas que acha que SP é o centro do universo e que todos nós, de outros estados, temos mais é que nos ferrar devido à nossa falta de capacidade e inteligência. Quero só deixar calro que qualquer generalização é ruim. Conheço vários paulistas e paulistanos que não pensam desta forma…mas que tem um monte deles que…deixa para lá. Vai ler a matéria (e os comentários) para entender o que digo.

    Rodrigo Leme

    11 de janeiro de 2012 às 08h35

    Quer dizer, ou eu admito que a minha terra é preconceituosa (e só SP, com base no que vc fala), com base no seu achismo, ou então eu sou um arrogante que não vê a verdade? Ah, certo…

    E claro, qualquer generalização é ruim.

    Rodrigo Leme

    10 de janeiro de 2012 às 10h57

    E porra, quem me dera ter empregada e motorista…não sei se voltaram pro NE, pq nunca estiveram em casa. :P

    E é engraçado isso…a única vez que tive empregada na vida ela era de MG, na época em que meu chefe era um nordestino. Pra vc ver que a bobageira "nós contra eles" não tem lado.

    roger

    10 de janeiro de 2012 às 08h16

    Ué, Gay não pode ficar com o capeta não, pra ser exorcisado?
    O Capeta será homofóbico?

souza

09 de janeiro de 2012 às 20h57

filho de nordestino (paraibano).
respeito a quem sempre mereceu respeito.
avante BRASIL.

Responder

José do Ceará

09 de janeiro de 2012 às 20h09

Que política o psdb tinha para o Brasil durante o nefasto periodo 1995-2002 ? Nos legaram desemprego,miséria,planos de demissões(PDV),País falido,FMI,juros altos,14 economia do mundo,estatais vendidas a preço de banana,Universidades sucateadas,nenhuma escola técnica,Apagão elétrico,nenhuma política pública para os pobres…..Reservas internacionais ZERADAS, relação dívida/PIB desfavorável….

Responder

eduardo albuquerque

09 de janeiro de 2012 às 19h41

Vamos lembrar que nao fosse o Lula o Nordeste estaria…Isso tudo ainda pode ser apenas um surto…

Responder

Robert

09 de janeiro de 2012 às 15h30

Deslizamentos matam 5 em Sapucaia e deixam ao menos 15 desaparecidos
disponivel em: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/rj/deslizam

ASSIM COMO OS EUA NOMEIAM SEUS FURACOES COM NOMES FEMININOS

outro dia um jornalista por aqui sugeriu q devemos nomear nossas tragedias com nome do politico de plantao

ou seja em vez de se referir ao deslizamento

como o governo do rj teve pelo menos um ano p/ agir depois da tragedia de jan/2011

e continuamos na estaca zero

porque nao noticiar tal tragedia como

"sergi0 [email protected]@l"

assim :

deslizamento "sergi0 [email protected]@l" mata 5 pessoas em sapucaia – RJ

Responder

Marcos Silva

09 de janeiro de 2012 às 15h15

E vejam só qual é a política do PSDB em São Paulo para os negros nas universidades públicas paulistas: http://www.youtube.com/watch?v=iNAolrMSioU

Responder

nadja rocha

09 de janeiro de 2012 às 15h11

Não é nada de exagero. Está tão rápido que eu moro em Pernambuco e me assusto.Você anda bastante para encontar um mendigo no centro do Recife.A empregada doméstica de minha tia estuda italiano.A prefeitura do Recife disponibiliza curso de linguas em vários bairros gratuitamente, se preparando para a Copa.Eu moro em uma praia a 34km da capital e em 2 anos por conta de SUAPE, tem mais banhistas estrangeiros e paulistanos do que os nativos.

Responder

    leandro

    09 de janeiro de 2012 às 17h06

    Então você mora em outro Pernambuco, o que mais tem nos sinais de transito no Recife é criança pedindo dinheiro.

    Olinda

    09 de janeiro de 2012 às 21h35

    Leandro, não existe exagero no comentário de Nadja.
    As viúvas de Jarbas (de Jungman, Marco Maciel, Mendonça, Roberto Freire e outros menos votados), nas últimas eleições diziam que Suape era virtual. Todos os benefícios para Pernambuco eram esmolas.
    Será que que o garçom desaparecido de Jarbas, que largou o emprego pra viver de bolsa família, está agora pedindo esmola??? Será que alguém o descobriu num sinal de trânsito do Recife???

    leandro

    10 de janeiro de 2012 às 07h05

    Claro que existe exagero no comentario de que é dificil achar mendigos em Recife. No centro então…e em Boa Viagem, cada parada um pedinte. Não to me referindo ao volume de recursos, to me referindo a pobreza que ainda não deu para perceber mudança no povo.

    Ana Paula

    10 de janeiro de 2012 às 19h58

    Da última vez que estive em Recife (ano passado) as coisas estavam do jeito que o Leandro descreveu, ainda não vi esse Recife novo e idílico que a Nadja descreveu, mas talvez porque eu tenha viajado à trabalho e não tive tempo de ir pros pontos turísticos.

    Fernando

    09 de janeiro de 2012 às 21h00

    Concordo com o leandro, você vive em outro Pernambuco.

    Estamos com o crescimento econômico acelerado, mas ainda somos um dos Estados mais violentos do Brasil (quarto lugar se não me engano) e talvez pelo fato de morar em uma praia a 34Km do Recife, você nãi veja tantos mendigos.

    Ainda temos muito pela frente para conseguirmos melhorar substancialmente a qualidade de vida do povo pernambucano e dados econômicos não fazem isso por si mesmos.

    Valdeci Elias

    10 de janeiro de 2012 às 14h44

    Pode ser que o PIG, só mostre os ataques de tubarão a surfistas e turistas. E por ela morrar numa praia, ela não vê mais mendigos, porque eles estão sendo comidos pelos tubarões.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding