VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Minas Sem Censura quer apuração e punição de “arapongagem” de Anastasia


07/09/2011 - 19h25

por Conceição Lemes

Os diretores do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) notaram há, pelo menos, uns dez dias que a sede da entidade e professores estavam sendo vigiados por policiais à paisana. A categoria, em greve há 95 dias, reivindica o piso salarial, que o governador Antonio Anastasia (PSDB) se recusa a pagar.

Nessa terça-feira, 6 de setembro, o deputado estadual Rogério Correia (PT), líder do Movimento Minas Sem Censura, esteve na sede do Sindicato, em Belo Horizonte, para averiguar o que estava acontecendo. Lá, ele e Beatriz Cerqueira, coordenadora do SindUTE, flagraram, na porta da instituição, um carro parado. A placa foi checada. Informalmente, Correia obteve a informação de que ela seria de acesso restrito e de uso do serviço reservado da Polícia Militar mineira. O motorista não quis se identificar nem responder as perguntas de Correia.

O vídeo mostra abordagem do motorista pelo parlamentar.

À noite, no twitter, @rogeriocorreia em resposta @gersoncarneiro antecipou o que pretende fazer.

Rogério Correia denuncia ao Viomundo: “Trata-se de um flagrante de espionagem e intimidação envolvendo prováveis ‘arapongas’ do governo Anastasia”.

Em função disso, o Movimento Minas Sem Censura, por iniciativa dos deputados Rogério Correia e Durval Ângelo, ambos do PT, adotarão as seguintes medidas:

1) Nesta quinta-feira, 8 de setembro, representante da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, ligada à Presidência da República, estará em Belo Horizonte para acompanhamento do caso. O que  inclui a discussão de medidas de proteção individual aos dirigentes sindicais, vítimas da operação clandestina denunciada.

2) Na segunda-feira, 12, os deputados e sindicalistas também representarão na Ouvidoria de Polícia do estado e no Ministério Público estadual, solicitando a apuração dos fatos, a identificação do suspeito, se o veículo é do patrimônio estadual ou se é tão “frio” quanto sua placa. Se o suspeito de espionagem e intimidação for dos quadros da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), deveria ter se identificado ao deputado Rogério Correia, quando solicitado. A recusa em se identificar perante a autoridade e falsear informação constituem faltas disciplinares graves.

3) Caso a PMMG e seu comandante Renato Vieira de Souza  não adotem as medidas funcionais exigidas para um evento desse tipo (registrar a ocorrência e iniciar a correta investigação dos fatos), o Movimento Minas Sem Censura solicitará a apuração das responsabilidades e, de pronto, o afastamento do comandante da corporação.

4) Somando-se ao flagrante ocorrido, há ainda que se apurar possível violação de sigilo telefônico dos sindicalistas e deputados que apóiam o movimento grevista. Prevaricação, condescendência criminosa, violência arbitrária, são alguns dos crimes que podem ter ocorrido nesse processo de espionagem e intimidação. Confirmada a ilegalidade da ação, os custos das mesmas devem ser ressarcidos aos cofres públicos. Isso, sem prejuízo de outras ações, como por danos morais, por exemplo.

Leia também:

A proposta completa do PT para o setor de comunicações

Flagrado suspeito rondando o Sindicato dos Professores de MG

A greve dos professores do Ceará

Minas Sem Censura: Cumpra a lei, Anastasia!

Professores provam que Minas é PSDB

Débora Vaz: As escolas de photoshop do Ceará

Beatriz Lugão: No Rio, Cabral produz uma ilha da Fantasia

Ken Robinson: É preciso repensar a educação

Professores federais: Sem diálogo, Dilma cassa direitos

Na Coreia do Sul, a era da educação digital

A Frente Parlamentar pela Educação no Campo

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


46 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Alckmin cancela as “varreduras” da Prodesp | Viomundo - O que você não vê na mídia

09 de setembro de 2011 às 09h57

[…] Espionagem tucana contra os professores de Minas?   […]

Responder

fabio

08 de setembro de 2011 às 22h27

ATENÇAO ATENÇAO! SR aecinho chefe do Anastasia e apaniguados!! a ditadura jah acabou!estamos em um pais democratico!

Responder

prudencio araujo

08 de setembro de 2011 às 22h23

PM2 que investigava sindicato estava à disposição da PGJMG
Caiu como uma bomba: Vídeo identifica agente da PM2 que estava a serviço do “Serviço de Inteligência” da PGJMG investigando Sindicato.
(http://www.novojornal.com/politica/noticia/pm2-que-investigava-sindicato-estava-a-disposicao-da-pgjmg-08-09-2011.html)

Responder

fabio

08 de setembro de 2011 às 22h16

EU PENSEI QUE EM MG DEPOIS DO CHOQUE DE GESTAO DO aecinho never/psdb TUDO ESTARIA BEM, EDUCAÇAO, SAUDE, INFRAESTRUTURA.PQ EU NAO ENTENDO COMO ESSE SUJEITO, aecinho, tem indice de aprovaçao tao alto, fazer oque???

Responder

Os arapongas tucanos em MG | Viva Marabá Pará Brasil

08 de setembro de 2011 às 21h33

[…] Os arapongas tucanos em MG var cid= 3653; Tweet (function() { var s = document.createElement('SCRIPT'), s1 = document.getElementsByTagName('SCRIPT')[0]; s.type = 'text/javascript'; s.async = true; s.src = 'http://widgets.digg.com/buttons.js'; s1.parentNode.insertBefore(s, s1); })(); 0 comments Por Conceição Lemes, no blog Viomundo: […]

Responder

Os arapongas tucanos em MG « Meandros da Política | A Política Nua e Crua!

08 de setembro de 2011 às 19h16

[…] Os arapongas tucanos em MG por rodini em Brasil Twitte esse textoPor Conceição Lemes, no blog Viomundo: […]

Responder

Luana

08 de setembro de 2011 às 18h27

Essa matéria não me surpreende. Um amigo trabalhou no serviço de "inteligência" do Governo de Minas. Ele tinha a função de "vigiar" os movimentos sociais para que não sujassem a imagem "limpinha" dos Tucanos. Arapongagem aqui nas Gerais é regra! E esse é apenas mais um caso. Infelizmente!

Responder

Leonardo Ferreira

08 de setembro de 2011 às 16h58

Os governantes do PSDB agem de dessa forma porque tem apoio dos donos das cominicações. É por isso que comentem tantas barbaridades. A mídia esconde todos os maus feitos e de ruim do PSDB e DEM.

Responder

    Fabio_Passos

    08 de setembro de 2011 às 18h34

    Exatamente.

    Como é possível que um caso destes não vire manchete em todo o Brasil?
    Sabemos a resposta: Mídia-corrupta!

    Os safados corruptos – civita, marinho, frias e mesquita – protegem os crimes cometidos pela direita fascista.

João

08 de setembro de 2011 às 16h12

Azenha,

por que não se cria o Imposto sobre Grandes Fortunas ao invés da volta da CPMF.

A $áude brasileira agradeceria muito.

o que acham?

Responder

    Fabio_Passos

    08 de setembro de 2011 às 18h37

    Os dois.
    – Imposto sobre grandes fortunas porque a ricaiada crápula simplesmente não paga imposto no Brasil.
    – CPMF para identificar sonegadores.

cronopio

08 de setembro de 2011 às 13h38

Ver o PSDB mostrando mais uma vez que é o partido mais corrupto do Brasil?

Tem coisas que o dinheiro não paga…

Responder

Solando

08 de setembro de 2011 às 13h29

Não é facil, mas um dia o povo aprende a votar e não disputar seus candidatos, como se fosse uma partida de futebol. O ódio disseminado contra o PT dá nisso, esses peessedebistas prepotentes, eleitos, são inconsequentes. Professores parados e espionados como na ditadura e as crianças sem aula. Quem está perdendo? Não vamos perder as esperanças e quem sabe se consiga punir os responsáveis ou pelo menos que o fato seja amplamente divulgado.

Responder

Luciano Prado

08 de setembro de 2011 às 13h28

Saiu a Ata do Copom. O Banco Central aponta para inflação em baixa.

Depois da publicação da ata Miriam Leitão e Sardenberg cortaram os pulsos e deram entrada num hospital de Higiólogos.

A sedação foi suspensa agora a pouco e as primeiras palavras deles foi para indagar se os juros já voltaram a subir. Com a resposta os médicos foram obrigados a sedá-los novamente.

Responder

ZePovinho

08 de setembro de 2011 às 13h24

É,mizifio Azenha……………….na hora da onça beber água até os "neolibcons" clamam por Keynes…………..

TERMÔMETRO DA CRISE: O APELO DE UM NEOLIBERAL AO ATIVISMO DO INVESTIMENTO PÚBLICO

"…os (títulos) do Tesouro americano para 10 anos rendiam 1,98% na (última) segunda-feira, o percentual mais baixo em 60 anos…Esses rendimentos (custos de captação) estão caindo rapidamente para um nível japonês… É inconcebível que governos dignos de crédito sejam incapazes de obter retorno bem acima de seus desprezíveis custos de financiamento por meio de investimentos em capital físico e humano, sozinhos ou em associação com o setor privado…Está ficando cada vez mais claro que o mundo desenvolvido está cometendo o (mesmo) erro japonês de conter prematuramente os gastos durante uma depressão do balanço patrimonial, mas em escala mais perigosa – e muito mais globalizada (Martin Wolf, neoliberal assumido, economista e editorialista do Financial Times; 08-09)

(Carta Maior; 5ª feira, 08/09/ 2011)

Responder

Carlos Lima

08 de setembro de 2011 às 13h13

Se esse cidadão flagrado fazendo espionagem for realmente araponga da PM, além de ser muito sério por o estado democrático estar sendo substituido pelo estado policial é uma incopetência só, imaginem um cidadão desses fazendo campana para pegar um traficante ou um criminoso ultra violento, o coitado provavelmente estaria morto. Professor não tem arma senão o gis e se o governo de Minas esta realmente fazendo isso o estadomerece uma intervençao federal e o governador tem que ir a assembleia dar explicação sobre a neo ditadura imposta ao povo mineiro, olha esse negócio é velho, aquela lei do deputado adevogado das donas de casa em que permitia ou permite ainda a policia rastrear celular sem autorização judicial foi pouco comentada, esse atual governo espiona tudo, perdeu a vergonha se tornaram donos do ESTADO DE MINAS, eu achava que era só dos negócios, da imprensa e da política más parece que querem também a consciência das pessoas isso é grave e a Policia Federal tem de investigar esse governo, já está passando da hora de uma intervenção federal em minas, chega de mentira e espionagem.

Responder

CC Regazzoni

08 de setembro de 2011 às 12h25

Isso que eu chamo de uma carteirada do bem… o fascistazinho de cabecinha raspada a soldo do PSDB enfiou o rabinho entre as pernas e fugiu.

Agora, a repórter corre risco de ser demitida sumariamente por gravar e reportar o incidente.

Não vamos deixar esta denúncia morrer.

Responder

    cronopio

    08 de setembro de 2011 às 14h52

    Ela está sob ameaça? Você tem alguma informação? Se tiver, divulgue, por favor. Vamos tentar pressionar o jornal…

ZePovinho

08 de setembro de 2011 às 11h43

Como dizem os baianos: CABUETA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

[youtube eu8IvVu-W_o http://www.youtube.com/watch?v=eu8IvVu-W_o youtube]

Responder

Gersier

08 de setembro de 2011 às 11h30

Pois é, porque a vesga não procura saber quem são os poderosos chefões dos tucanalhas?
Resposta: porque ela, o esgoto, e seus colonistas estão a serviço (à soldo)dos mesmos. E os lunáticos alienados ainda sentem orgulho e prazer em demonstrar o quanto são idiotas escrevendo tanto nos blogs progressistas como nos dos esgotos as babaquices de sempre defendendo esses salafrários.

Responder

    Fabio_Passos

    08 de setembro de 2011 às 18h40

    Os militantes do PIG são, na melhor hipótese, idiotas. Gente com baixo QI.
    Na melhor hipótese…

    Marcos C. Campos

    08 de setembro de 2011 às 23h06

    Vai nessa pra tu vê … São espertos, com um candidato horrivel tiveram 44 milhões de votos. Eles apelam até para o demônio se for preciso, mas antes preferem deus.

    Fabio_Passos

    09 de setembro de 2011 às 15h45

    Os donos do PIG são os espertalhões.
    Falo dos militantes: Leitores do PIG que acreditam no PIG e repetem as tolices do PIG.

jorge mendes

08 de setembro de 2011 às 11h29

Digite o texto aqui![youtube j_WDdYhXhM0 http://www.youtube.com/watch?v=j_WDdYhXhM0 youtube]

Responder

Luis

08 de setembro de 2011 às 11h23

A chamada atividade de inteligência é definida em lei. Vigiar pessoas, em pleno exercício de seu direito constitucional de se organizar em sindicato, fazer greve e de ir e vir, é a manifestação de um estado policial. Como bem afirmou o Minas Sem Censura: hoje foram esses sindicalistas. Amanhã pode ser você: jornalista, juiz, procurador, deputado etc

Responder

CLAUDIO LUIZ PESSUTI

08 de setembro de 2011 às 11h19

Se confirmaram que o carro pertence ao serviço reservado da PM mineira, a responsabilidade e do governador.Nao tem nem o que discutir.

Responder

Joel Fagundes

08 de setembro de 2011 às 10h45

"A categoria, em greve há 95 dias, reivindica o piso salarial, que o governador Antonio Anastasia (PSDB) se recusa a pagar."

Um absurdo, mas seguido por outros governadores , como o Tarso Genro (PT) no RS, sem que este receba qualquer comentário crítico da blogosfera "progressista". Dois pesos e duas medidas?

Responder

El Cid

08 de setembro de 2011 às 10h12

"A minha eleição representa em primeiro lugar, o reconhecimento dos mineiros a um jeito novo de governar, que nós começamos em Minas. Baseado na eficiência, na probidade ética, na responsabilidade. Dizendo não às promessas irresponsáveis, à demagogia e até ao populismo. Foi uma eleição então que se pautou muito nisso"

Anastasia falando após os resultados – http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/notic

aos 6.275.520 de eleitores que votaram neste comandante da Gestapo, fica aí o recado…

Responder

nina

08 de setembro de 2011 às 09h56

bão, aqui nas minas gerais, o (des)governado(r) mais o secretário de (in)insegurança pública já decidem até qdo. se é agredido por um delinquente, se o ato é ou ñ de "pequeno poder ofensivo". criaram uma decisão (i)legal,publicada no diário oficial e tudo, vejam o "bsurdo": dependendo da ofensiva do larápio, este, mesmo denunicado ñ será preso e conduzido a uma delegacia se…, se o fato for considerado pela polícia "de baixo poder ofensivo",será feito o BO e o "Sr. delinquente,ladão, agressor, etc…. deverá se comprometer e comparecer diante do delegado, logo na primeira hora de expediente na delegacia mais próxima. êta trem bão sô, pro marginais é claro, pro povo fora deste "nicho de mercado", uma banana, bem dada.

Responder

Uélintom

08 de setembro de 2011 às 09h22

ATENÇÃO, ATENÇÃO! O jornla Estado de São Paulo quer transformar a denúncia de uso de arapongas por José Serra, contratados com recursos do Governo do Estado para investigar oponentes políticos, em denúncia velha. O Estadão correu na frente para noticiar a denúncia, que é assinada por um jornalista sem citar a real fonte da denúncia, que é o livro bombástico que está para sair!

Além disso, quer transformar a denúncia de arapongagem política durante as eleições em simples "contratação sem licitação", e ainda tenta justificar a função dos arapongas como sendo de "contra-espionagem", ou seja, teriam sido contratados para proteger o Governo da espionagem de outros. Vegonha! O jornal vende a notícia como quem contrabandeia muamba!

Responder

Julio Silveira

08 de setembro de 2011 às 08h52

Esses tucanos. Acho que esse tipo de politica, de espionagem, deve ser ideário do partido, no RS também tivemos casos de espionagem, com o agravante de que a principal rede local, uma representante ferrenha do PIG, se beneficiava das informações numa parceria para prejudicar os adversários. Essa turma, sem qualquer respeito pela cidadania ainda vem se arvorar representantes da sociedade, violentam-na e se dizem seus representantes, como são cinicos.

Responder

gilberto

08 de setembro de 2011 às 07h42

Quem mandou acreditarem no Aécin…..

Responder

representante da secretaria nacional dos direitos humanos acompanhará caso de espionagem da PM ao sindicato de professores de MG | histórias pra boi acordar

08 de setembro de 2011 às 07h13

[…] A denúncia de que a PM estava espionando a sede do sindicado de professores de MG com o objetivo de intimidar a categoria e reprimir a greve será acompanhada pela Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, ligada à Presidência da República. Com a iniciativa dos deputados estaduais do PT, Rogério Correia e Durval Ângelo, as seguintes medidas serão tomadas: do Vi O Mundo […]

Responder

Taiguara

08 de setembro de 2011 às 06h54

A ação intimidatória de sua GESTAPO chancela a alcunha pela qual o despachante do Aócio é conhecido aqui em Minas : ANASTAZISTA. O PERIGO MORA EM MINAS E, pior, dirige bêbdo.

Responder

Mineira consciente

08 de setembro de 2011 às 00h36

É o jeito psnazista de governar…… é isso aí pessoal, talvez agora as consciências se abram e não contribuam para que os VERDADEIROS IDEIAIS DE LIBERDADE MINEIRA, não sejam derrotados por este psnazista. E a URNA é o melhor lugar para consertar o erro cometido pelos mineiros.

Responder

Barroca

08 de setembro de 2011 às 00h17

Este é o jeitão PSDB de administrar.
Nós brasileiro precisamos conscientizar que todos partidos de direita agem assim, ou seja espionando perseguindo e sabemos lá mais o quê. E ainda contam com ajuda de grande parte da midia que os ajudam em tudo.

Responder

João PR

08 de setembro de 2011 às 00h15

Pessoal, precisamos divulgar isto na blogosfera, porque para o PIG o fato "não ecziste" (como diria o Padre Quevedo).

Responder

FrancoAtirador

07 de setembro de 2011 às 23h52

.
.
A SAÚDE E OS 'GUARDA-COFRES' DA PLUTOCRACIA

"Defendo que a Saúde, como prioridade de Estado, tem que ter um financiamento específico e completamente diferenciado. No entanto, isso não pode representar, de forma alguma, o aumento da carga tributária, que já está num nível insuportável. Então, não podemos cogitar a criação de novos tributos fora do contexto de uma ampla reforma tributária"
(Antonio Anastasia; governador tucano de MG; Globo, 07-09).

O que o governador tucano de Minas Gerais está dizendo, afinal?
O de sempre. Ou seja, aquilo que é prioridade de interesse público tem que ser resolvido por alguma fórmula mágica que não afete a ganância privada do dinheiro que ele representa e o serve.

O caixa do governo brasileiro foi expropriado em R$ 40 bi por ano com a extinção da CPMF em dezembro de 2007, em meio a uma intensa campanha nesse mesmo tom pastoso.
Sim, nem todo o valor arrecadado ía para a saúde pública: uma parte era desviada criminosamente ao bolso dos endinheirados, na forma de superávit para pagar juros da dívida pública.

Mas a perda afetou gravemente um arcabouço que já era precário: o investimento per capita em saúde pública no Brasil é entre sete a 10 vezes inferior ao dos países desenvolvidos.

O que isso significa na vida de pessoas que esperam na fila, anos, por uma cirurgia, ou meses, por uma mamografia que pode representar a diferença entre um câncer ou a sua prevenção?
Significa a morte.

Os bancos brasileiros tiveram um lucro de R$ 55 bilhões em 2010 (lucro declarado, bem entendido).
É quase o dobro do valor adicional que o SUS precisa para ampliar e qualificar um atendimento heroico que hoje inclui 11 milhões de internações por ano, 3 milhões de partos, 400 milhões de consultas, ademais de cirurgias de hérnia a transplante de fígado.

Mas não. O Brasil não pode ‘de forma alguma', veta o tucano mineiro, elevar 'a carga insuportável'.

Os assalariados brasileiros pagam uma carga 4,5 vezes maior que a dos bancos à Receita.

A proposta do governo de se criar uma Contribuição Social para a Saúde (CSS), discutida desde 2008 — mas hoje defendida com coragem apenas pelo governador Jacques Wagner, da Bahia — tem o mérito de suprir o buraco da CPMF com vantagens que evitam desvios e fragilidades:
a CSS será permanente, eliminando-se o risco periódico de um ataque conservador;
sua receita será exclusiva da saúde
e a alíquota menor: em vez de 0,38%, algo como 0,27% com isenção para quem possui renda mensal inferior a R$ 3.000,00.

O que é melhor para a saúde pública, isso ou a pastosa lógica dos guarda-cofres da plutocracia?

(Carta Maior; 5ª feira, 08/09/ 2011)

Responder

Leonardo

07 de setembro de 2011 às 23h04

E Mr. Botox deita e rola na tribuna do Senado e nenhum Senador governista ousa aparteá-lo… que medo é esse, hein?

Responder

Gerson Carneiro

07 de setembro de 2011 às 22h51

Prevaricar = não cumprir com as sua obrigações; saber o que tem que ser feito, mas por má-fé ou interesses próprios deixar de fazer.

Responder

Augusto

07 de setembro de 2011 às 22h45

Nada disso aparece na mídia…

Imaginem o que o Pig não faz se é o PT que manda espionar alguém…

Responder

Fabio_Passos

07 de setembro de 2011 às 22h42

Polícia política perseguindo trabalhador?
Polícia cometendo crimes a mando de um governador?

Inacreditável.

Por que o governador anastasia, ao invés de perseguir trabalhador, não manda a polícia prender playboy cheirador de cocaína dirigindo bêbado?

Responder

Mario Jorge

07 de setembro de 2011 às 22h30

E você aí parado! Quem mandou votar errado!
E você aí parado! Quem mandou votar errado!
E você aí parado! Quem mandou votar errado!

Isso é o que mais se ouve nas passeatas dos professores em BH.
A luta companheiros!!! Esse pau-mandado do Aécio, mister Anastasia…não perde por esperar!!!

É assim que funciona a política sobre a batuta do PiorSalarioDoBrasil !!!

Video sensacional: http://video.google.com/videoplay?docid=-42823458

Responder

Rios

07 de setembro de 2011 às 20h25

E o PSDB, gardiões do bem, não vão se pronunciar?

Responder

    cronopio

    08 de setembro de 2011 às 15h48

    Silêncio profundo… por que será?

    cronopio

    08 de setembro de 2011 às 16h34

    Acho que, como não saiu na Veja e demais veículos do PIG, eles não têm opinião formada. Assustador, mas é verdade.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.