VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

O estranho sumiço de CartaCapital em Goiânia e Anápolis


01/04/2012 - 20h09

Gabriel Bonis: Carta some estranhamente das bancas em Goiânia

por Gabriel Bonis, em CartaCapital

“A fotocópia da matéria custa cinco reais, quer que eu reserve? Não tenho mais como tirar outra, porque a tinta da máquina acabou”, oferece, por telefone, a vendedora de uma revistaria de Goiânia.

CartaCapital ligava para saber se o estabelecimento ainda tinha em estoque a edição 691, que traz em sua capa reportagem sobre os laços dos negócios ilegais do bicheiro Carlinhos Cachoeira, o senador Demóstenes Torres e o governador de Goiás, Marconi Perillo, identificados pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo.

A revista, que teve acesso exclusivo ao relatório da operação da PF, recebe desde a manhã deste domingo 1 inúmeras mensagens em seu portal e contas nas redes sociais Twitter e Facebook a alertar sobre a estranha dificuldade em encontrar a edição nas bancas da capital goiana.

Com medo de quê?

A reportagem de capa, assinada pelo jornalista Leandro Fortes, aborda documentos, gravações e perícias da Operação Monte Carlo que indicam uma sinergia total entre o esquema do bicheiro, Demóstenes e o governador de Goiás, Marconi Perillo.

Uma gravação telefônica de 5 de janeiro de 2011 entre Cachoeira e seu principal auxiliar, Lenine Araújo de Souza, vulgo Baixinho, captada por agentes federais, mostra a interferência do bicheiro no governo de Perillo.

De Miami, o empresário recebe a notícia de que um de seus indicados para o governo de Goiás, identificado apenas por Caolho, foi preterido sem maiores explicações, aparentemente sem o conhecimento do governador. “Marconi, hora que souber disso (sic) vai ficar puto”, reclama o bicheiro, no telefonema a Souza. E acrescenta, a seguir: “Já mandei avisar ele (sic)”.

A reportagem também informa que Demóstenes recebeu ordem de Souza para falar diretamente com o governador – que nega envolvimento no caso – sobre o assunto.

Esta, no entanto, não foi a única interferência do bicheiro no governo de Perillo, segundo a PF. Há registro de conversas em que Cachoeira se mostra incomodado com a atuação de um coronel em Anápolis, que poderia atrapalhar os seus negócios.

Na semana passada, CartaCapital revelou que o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) tinha direito a 30% da arrecadação geral do esquema de jogo clandestino comandado pelo bicheiro – e que movimentou, em seis anos, 170 milhões de reais (Leia mais AQUI).

Pelo Twitter, diversos usuários relataram que a edição da revista teria sido comprada em grandes lotes por indivíduos em carros sem placas, supostamente ligados ao bicheiro e a pessoas próximas dos envolvidos nas denúncias ao governador de Goiás, para evitar que a população tivesse conhecimento do caso.

Segundo relatos nas redes sociais, a edição teria sido comprada, em grande parte, logo após a abertura das bancas.

A reportagem de CartaCapital entrou em contato neste domingo, por telefone, com cerca de 30 bancas de jornal, livrarias e revistarias da capital goiana, entre as milhares que existem na cidade.

Apenas seis atenderam à ligação e confirmaram que a revista estava esgotada. Informaram também não ter vendido grande número de revistas a poucos indivíduos ou a alguém com um carro a “recolher” a publicação das bancas.

Devido a dificuldade em averiguar pessoalmente o caso neste domingo, não é possível confirmar se o mesmo ocorreu em outras bancas ou partes da cidade, ou se os próprios contatados foram instruídos a negar a venda em lotes.

Mas os relatos deste tipo de venda são inúmeros, entre eles o do deputado federal Luiz E. Greenhalgh, via Twitter. “São muitas as pessoas que testemunharam o sequestro da CartaCapital em Goiânia. Amigos me telefonaram. Fato inadmissível nos dias de hoje”, disse.

Em comentários no site da revista, os internautas afirmam não haver mais revistas em diversas partes da cidade e questionam o sorrateiro desaparecimento das edições. “Antes das bancas de revista abrirem, a revista CartaCapital já estava sendo recolhida pelos jagunços do chefe da quadrilha”, relata o leitor que identifica como Sílvio.

Outro internauta, Flávio Câmara especula sobre a possibilidade de a revista estar esgotada pela ação ‘’de políticos” a agir “estrategicamente” e encobrir “o caso envolvendo Carlinhos Cachoeira e os políticos goianos.”

A leitora Sônia relata ter tentado comprar a revista pela manhã e não a encontrou. “Em uma delas, o rapaz disse que um homem passou e comprou todos os exemplares. Se isso não é manipulação política, qual será o nome disso?”, questiona.

A reportagem de CartaCapital continua a averiguar a situação, a fim de confirmar ou não as denúncias dos internautas.

O texto de Leandro Fortes será disponibilizado na íntegra nesta segunda-feira 2 no site de CartaCapital.

PS do Viomundo 1: E-mail enviado ao Viomundo por Rafael Laia confirma o estranho sumiço:

Impressionante (ou não!): Moro em Natal /RN e acabei de receber uma ligação da minha família residente em Goiânia / GO me pedindo para comprar a Carta Capital desta semana (que tem na capa: “O crime domina Goiás – Relatório inédito da PF mostra como o bicheiro Cachoeira manipulava Demóstenes e influía no governo de Marconi Perillo”). Por que eles me pediram para comprar a revista aqui em Natal??? A revista simplesmente sumiu de todas as bancas da cidade!

PS do Viomundo 2: O leitor Rafael Silva avisa que o mesmo está acontecendo em Anápolis (GO):

Incluam a cidade de Carlinhos Cachoeira. Moro em Anápolis-GO e aqui a revista não é encontrada nem pra remédio!

Luis Nassif: Operação Monte Carlo chegou na Veja





85 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

CartaCapital nega sumiço da revista em BH « Viomundo – O que você não vê na mídia

31 de julho de 2012 às 00h37

[…] Veja como foi aquele episódio. […]

Responder

Diego Ramires

11 de abril de 2012 às 19h29

Curiosamente, também está cada vez mais difícil achar em SP Capital uma banca de jornal dessas de bairro que ainda tenha exemplar da Carta no dia seguinte do da distribuição em banca…

Responder

Fernando Brito: Cachoeira é um tsunami na oposição « Blog de Osvaldo Palmeira

04 de abril de 2012 às 20h39

[…] O estranho sumiço de CartaCapital em Goiânia e Anápolis […]

Responder

jussara lopes

04 de abril de 2012 às 18h12

Li um comentário de um goiano na matéria da CARTA CAPITAL que diz pra prestar atenção no procurador-geral da Justiça de Goiás, Benedito Torres, que é irmão do Demóstenes… Achei essas notícias, do ano passado, no site do MP do Estado de Goiás…
Quem se habilita a descobrir se aí tem coisa? Outra informação captada no site que eu pelo menos não sabia… o carlinhos cachoeira é dono de laboratórios de genéricos… hummmm… aí tb. tem…
javascript: postComment(0);

21/02/2011 – 17h13
Governador nomeia Benedito Torres procurador-geral de Justiça

Benedito Torres (dir) recebe cumprimentos no dia da eleição de Eliseu Taveira
A Assessoria de Comunicação do Governo Estadual confirmou hoje (21/2) a nomeação pelo governador Marconi Perillo do procurador Benedito Torres Neto como o novo procurador-geral de Justiça do Estado de Goiás. O decreto de nomeação deverá ser publicado amanhã no Diário Oficial do Estado. Benedito Torres foi o mais votado na eleição pelos membros do MP, realizada na sexta-feira (18/2), obtendo 231 votos.

A posse no cargo será feita pelo Colégio de Procuradores de Justiça no dia 11 de março, às 16 horas, no auditório do edifício-sede do MP. (Texto: Cristina Rosa – foto: João Sérgio/ Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)
22/02/2011 – 08h44
Giro – Influência no MP
Fonte: O Popular 22/02/2011

Com seu irmão Benedito Torres confirmado pelo governador como futuro procurador-geral de Justiça, o senador Demóstenes avança cinco casas no tabuleiro político.

E achei mais essa, interessante…
22/09/2011 – 15h13
Giro – TJ x OAB e MP
Fonte: O Popular 22/09/2011

TJ x OAB e MP
Procurador-geral de Justiça, Benedito Torres pediu ao ministro Gilmar Mendes rapidez para o STF decidir sobre o novo horário de funcionamento do TJ goiano, das 12 às 19 horas. Torres é contra.

Abraços

Responder

Marat

02 de abril de 2012 às 22h23

Por favor, avisem ao pessoal do sumiço (via telegrama, é claro) que existe um troço chamado computador. Esse troço dá acesso a outro troço denominado e-mail, e a outro troço denominado rede social. Avisem também que essa maquininha pode até permitir a comunicação de pessoas em tempo real…

Responder

    beattrice

    03 de abril de 2012 às 10h05

    Eles sabem, usam até rádio habilitado em Miami, mas com essa operação dificultam o acesso de parte da população que não acessa as redese compraria a revista se a visse nas bancas.

Assombroso: revelações de Nassif sobre a tabelinha Veja-crime organizado somem do Google. E CartaCapital some das bancas | Blog do Artur Henrique

02 de abril de 2012 às 19h10

[…] sobre o locaute em cima da CartaCapital clicando aqui. Gostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso […]

Responder

Jorge

02 de abril de 2012 às 18h11

Azenha

Como já falei sobre o assunto no caso veja do Nassif, gostaria apenas de dizer que o número de comentários já surtiu efeito contrário suficiente ao esperado pelos "compradores", se é que o dinheiro não é do povo, que arremataram a Revista Carta Capital de Goiânia e talvez em alguns outros estados.

Pelo jeito o BICHO vai pegar.

Responder

francisco niteroi

02 de abril de 2012 às 17h43

"O caso Veja" do Nassif está "fora do ar" no Google. Se vc procura neste buscador vem uma mensagem de "infringencia" de norma.

Responder

eduardo

02 de abril de 2012 às 17h03

Começa a crscer a fila de "jornalistas", "políticos" e oportunistas de toda qualidade para pedir desculpas ao ex-ministro José Dirceu…A cambada é grande!

Responder

Operante Livre

02 de abril de 2012 às 16h51

Agora é que o povo vai querer saber de que trata da Carta Capital.
Acho que retirar das bancas foi tiro no pé.
Tira-se da vista, mas não tem como limpar o odor que paira sobre GO.

Responder

CLP

02 de abril de 2012 às 13h15

Mafiosos!!

Responder

Yarus

02 de abril de 2012 às 12h27

"Perseguida, Carta Capital some das bancas de Goiás

247 – Denúncias que se multiplicaram na manhã/tarde deste domingo 1 dão conta de uma verdadeira ‘razzia’, em Goiânia, sobre a revista Carta Capital que acabara de chegar às bancas. Carros sem placa de identificação percorreram as bancas de jornal de Goiânia, capital de Goiás, com homens comprando, de uma só vez, todos os exemplares disponíveis. Suspeita-se que a ação ocorra por grupos políticos ligados ao esquema do contraventor Carlinhos Cachoeira, que está preso pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal. O assunto já é do conhecimento de políticos de expressão nacional.

O deputado federal Ricardo Berzoini, do PT-SP, foi bem humorado no Twitter ao se manifestar sobre o caso: “Alô, Mino Carta, mande um estoque extra da Carta Capital pra Goiania, tem gente comprando todas as edições pra coleção particular”. Já o ex-deputado e advogado Luiz Eduardo Greenhalgh chamou de “bandidos” os homens que promovem a retirada da revista das bancas e deu um link da reportagem na íntegra (acesse aqui). “Soube agora que há carros sem placa recolhendo a Carta Capital das bancas”, registrou o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ)…"
http://rio.brasil247.com.br/pt/247/pernambuco247/…

Responder

ricardo silveira

02 de abril de 2012 às 12h20

Da mesma forma que Carta Capital some das bancas, a Veja aparece em pilhas dentro de supermercados. A manipulação também se faz na distribuição dos meios de comunicação. Esse jogo se faz há muito tempo.

Responder

Yarus

02 de abril de 2012 às 12h13

A quadrilha de Goiás está pagando por seus pecados Capital.

Responder

Tanchim

02 de abril de 2012 às 11h37

Eu quero saber o seguinte: Com quem ficará os patrimonios milionários conseguido atráves dos crimes. Não adianta só prender não, tem que tomar tudo, deixa-los sem dinheiro até para pagar os adevogados(quem defende estes criminosos, não merece o título de advogado). Em MT só prenderam o comendador, mas não tomoram nada.

Responder

nancy lima

02 de abril de 2012 às 11h27

ACM mandou recolher toda a edição certa vez,o que fazem com tanta revista.

Responder

    vfreire85

    02 de abril de 2012 às 13h15

    dizem que queimam tudo em um altar em homenagem a baal.

Rodrigo

02 de abril de 2012 às 11h27

E o estranho sumiçoa da entrevista com o Ernani de Paula na Record? Até na chamada estava…
http://brasil247.com/pt/247/midiatech/51178/Domin…

Quem sumiu com a entrevista? E pq o PHA, que incensou a entrevista a semana interira, finge hoje que não aconteceu nada?

Responder

lulipe

02 de abril de 2012 às 11h18

Os responsáveis pela revista deveriam estar comemorando, afinal, conseguiram, acho que pela primeira vez, esgotar uma edição!!!

Responder

Joao Barbosa

02 de abril de 2012 às 10h53

Muito estranho que em pleno 2012, ninguém, repito, ninguem tenha filmado ou tirado uma fotinha sequer desses marginais que compraram as revistas nas bancas….

Será que na proxima semana, quando a CC valtar a carga com novas matérias sobre o fato, alguem poderia filmar a ação desses bandidos?

Gostaria muito de conhecer quem são esses meganhas (policiais civis, militares, capangas)….

Internautas de Goias….a bola está com vocês !!!!

No aguardo…

ps: Estou sentindo falta dos calorosos comentarios da sra. "beatricci"….ela anda um pouco sumida…porque será?

Responder

denis dias ferreira

02 de abril de 2012 às 10h52

Sugiro ao Mino Carta que libere o conteúdo da revista (pelo menos o que se refere à bandidagem em Goiás) no seu site. Desse modo, muitos que não puderam comprar a revista terão acesso à reportagem.

Responder

Gerson Carneiro

02 de abril de 2012 às 10h47

Quero denunciar o sumiço do EUNAOSABIA.

Alguém tem notícias?

Está em férias? Está preso em Curitiba?

Responder

    El Cid

    02 de abril de 2012 às 11h02

    ô cumpadi, parece que o banho de lama "Cachoeira" que ele tomou, deixou-o bem constipado… dizem que o médico sugeriu esta terapia abaixo… será que ele melhora?

    <img src=http://jc3.uol.com.br/blogs/repositorio/ema_vergonha(1).jpg>

    João Ferreira Bastos

    02 de abril de 2012 às 12h14

    Ele continua batendo ponto no blog do noblablabla e ainda tem a titularidade da coluna com sua identidade verdadeira, Augusto Nunes, na inominável.

Fernando

02 de abril de 2012 às 10h45

E onde andam aquelas associações que sempre criticam Chavez, Evo, Correa, Cristina e etc?

Não vão aparecer pra falar de liberdade de imprensa em Goiás?

Responder

    CLEITON SILVA

    02 de abril de 2012 às 11h14

    sumiram com todas revistas………… quis comprar mas nao consegui………..

Wildner Arcanjo

02 de abril de 2012 às 10h13

Outro Off-topic, mas que eu acho que deve ser dado atenção, visto o pouco se comenta e se discute sobre este ponto:
http://www.baraodeitarare.org.br/tag/tv

e
http://www.baraodeitarare.org.br/noticias/governo…

Com relação ao papel da classificação de programação para a formação de nossas crianças. Qual a melhor legislação à adotar:

– Libera-se tudo e os pais é que, por meio de interpretação da classificação indicativa, devem ou não permitir que suas crianças assistam a programação?

– A sociedade é co-resposável e deve, sob o pretexto de cuprir o artigo 227 da Constituição Federal, que diz que é resposabilidade do Estado e da Sociedade a proteção integral a criança, portanto, faz-se necessário limitar o horário para determinados programas ou, em casos extremos, limitar o conteúdo destes programas?

Outra. Por que pouco se falou na mídia (toda ela) sobre esta campanha que só é veiculada porque é obrigação das emissoras abertas? Mas não houve nenhuma nota na nossa grande imprensa, nem na imprensa progressista?

Azenha é algo interessante e acho que temos muito a enriquecer sobre esse debate. O que acha?

Responder

    Rodrigo

    02 de abril de 2012 às 16h12

    E você acha mesmo que classificação etária impede alguem de assistir alguma coisa. Eu, quando tinha meus 12 anos assistia o cine Privé na Band, Desejo de matar, na globo entre outras "chocantes transmissões" sem medo de ser feliz.

    Temos é que parar com a hipocrisia, e deixar a garotada assistir, ler, jogar e ouvir o que quiserem.

    José Fonseca

    04 de abril de 2012 às 15h46

    Cria cuervos que te comerán los ojos…..

    Rodrigo

    02 de abril de 2012 às 16h36

    "portanto, faz-se necessário limitar o horário para determinados programas ou, em casos extremos, limitar o conteúdo destes programas? "

    Dai para a censura é um pulinho.

    Eu, quando tinha meus 12 anos assistia o cine Privé na Band, Desejo de matar, na globo entre outras "chocantes transmissões" sem medo de ser feliz. Mas tambem assistia a TV Cultura com Ra tim bum, X tudo e outras coisinhas.

    Se a criança/adolescente assiste e gosta, nada a impedirá de assistir. Ainda mais hoje com facil acesso a internet.

Dinis

02 de abril de 2012 às 10h05

Moro em Goiânia e feklizmente assino a Carta Capital que chegou normalmente. tem muita gente vindo lê-la aqui em casa pois não conseguem nas bancas! Pra evitar isto sugeri a todos que assinassem a CC, a melhor revista do Brasil.

Responder

Sr_Andante

02 de abril de 2012 às 09h33

Marconi agindo. Isso e bem ao seu estio. Quando nao pode cooptar a imprensa, tenta silencia-la. Eu comprovo, em duas bancas nem sinal de Carta Capital em Goiania. Agora e o momento de os partidos de oposicao ao Marconi agirem. Basta comprarem varios lotes da revista e, como num panfletaco, distribuirem gratuitamente as pessoas, consultorios, na feira, supermercados, pontos e terimnais de onibus, dentro do eixo anhanguera, nas portas das fabricas. Eu me ofereco para fazer o panfletaco. Pego meu proprio carro e saio distribuindo. [email protected]

Responder

Vinicius Garcia

02 de abril de 2012 às 09h18

Trabalhei em órgão de imprensa já no final da ditadura, explodiram a sede do jornal por duas vezes, esvaziar banca é ação pequena, mas tem que ser inibida, antes que eles se encorajem a fazer coisas piores.

Responder

E S Fernandes

02 de abril de 2012 às 08h48

Crime de gente grauda.
Todos dever responder presos, porque, com tanto poder, podem impor medo, terror, destruir possíveis provas, comprar, subornar, etc.

Responder

RicardãoCarioca

02 de abril de 2012 às 08h18

Sugiro a Carta que faça da matéria dessa semana um encarte dentro das próximas edições para as regiões em que forem constatadas censuras coronelescas.

Responder

paaulo

02 de abril de 2012 às 08h08

a gLOBO SÓ FALA DO SENADOR dEMONÍACO E O CACHOEIRA. e O GOVERNADOR, SENHORA GLOBO, CADÊ.

Responder

Zé Pretinho

02 de abril de 2012 às 08h07

Fora de pauta, mas nem tanto. Vejam só uma das manchetes da Folha online de hoje:

Lula, maconha e África do Sul são destaques do "TV Folha".

E o que é mais interessante é que são duas manchetes diferentes. A da capa (home) é a que se encontra acima. Quando voce clica e procura saber do que se trata, aí você encontra: Lula, maconha na Espanha e África do Sul…

Uma senhora confusão que para mim é muito clara: querem associar Lula à maconha.

Octavinho, te manca: toma memoriol para se lembrar de que quem defende a maconha é FHC.

Gente ridícula!

Responder

    Eduardo

    02 de abril de 2012 às 09h50

    Zé… não vejo problema algum em defender a maconha… é opção de cada um!!
    O que é de f… é a insistente premissa de esconder aquilo que realmente interessa.
    Os caras tão sujos até à cabeça e, como disseram outros, todos fazem cara de paisagem.
    Vamos combinar??

jose antonio batata

02 de abril de 2012 às 07h52

O PSDB é contra a liberdade de Imprensa por isso que GOIÀS hoje é PIOR que a Coreia do Norte. O gobernador Do PSDB transformaou Goiás numa ditadura pior que a da COREIA do Norte. O PSDB é a favor da Liberdade de imprensa quando esta está comprada. VIVA a CARTACAPITAL a revista que desafiou a DITADURA do Marconi Cachoeira.

Responder

José Ricardo Romero

02 de abril de 2012 às 07h34

A Cartacapital pode ser lida na íntegra pelos tablets da Apple ou Android gratuitamente. O artigo em questão pode também ser publicado pelos blogs sujos ou pela imprensa não-alinhada ao PIG, isto, é claro, depois que a Carta tenha enviado a Goiás milhões de exemplares para serem vendidos aos jagunços do Perillo para que esta revista tenha um lucro justo e continue fime nesta excelente linha editorial.

Responder

Jorge Andrade

02 de abril de 2012 às 07h23

Gente, não é estranho. Era o esperado. Estamos lidando com profissionais da bandidagem

Responder

Gerson Carneiro

02 de abril de 2012 às 07h03

E o Álvaro Dias subirá à tribuna para falar sobre o Santo Sudário.

Responder

tião medonho

02 de abril de 2012 às 05h33

somente Goiás dominada pelo crime????? o olhar enviesado da esquerda, principalmente na questão de segurança é que me da a certeza que eles não aprendem nada e não esquecem nada…Na Bahia, por exemplo, temos uma imensa população de jovens sendo dizimados como mosquito da dengue, numa escalada de violência brutal a níveis de Ruanda, mas como temos um "companheiro" (do diabo) no poder….nada se fala..e se falar é contra a policia em greve recente. No resto do país não tem muita diferença..mas temos uma copa do mundo pra gerenciar e não se pode ser derrotista….

Responder

Marcio H Silva

02 de abril de 2012 às 03h03

O Bicheiro viorou coronel ou vice-versa, sei lá…….mas que estão desesperados estão…..

Responder

francisco p. neto

02 de abril de 2012 às 02h32

Tem uma matéria publicada no CAF de origem do blog do Renato Rovai quando Lula participou de uma entrevista coletiva concedida aos blogueiros "sujos".
Eu me lembro muito bem da fala do Lula sobre o mensalão, dizendo da sacanagem que cometeram contra Zé Dirceu e que ele, Lula falaria sobre o assunto para os blogueiros quando desencarnasse da presidência.
Fato. Nem precisou dar a entrevista. Os acontecimentos dos últimos dias falam po si só.
Detalhe. A revista Carta Capital foi a única que teve acesso com exclusividade ao conteúdo das gravações (grampos autorizados pela Justiça) das conversas entre os quadrilheiros.
Outro detalhe. Carta Capital foi a única publicação de renome que apoiou explicitamente Dilma.
Zé Dirceu ficou todo esse tempo praticamente calado, apenas dizendo que confia na Justiça e que se provará que ele não teve envolvimento no chamado mensalão, como a grande mídia rotulou.
Eu tenho certeza que todos esses fatos que vieram à tona tem o dedo do mestre Lula e a astúcia do Zé Dirceu.
Por que a PF cedeu esse materila só para a C C? E não para a Globo, Folha e Estadão. Para a Veja está mais do que claro que esse material não ia mesmo, pois ela é participante principal desse esquema.
Agora a grande mídia e as oposições estão sem saída, porque o material é incontestável a ponto do Alvaro Dias estar completamente desolado e sem rumo no Senado.
Lula sobreviveu a batalha do mensalão e outros, e agora terá a disposição os instrumentos para exterminar as oposições e de quebra, fazer com que a Justiça ponha na cadeia o capo da Abril.
Muitos já disseram que o governo sem oposição seria ruim para a nossa democracia. Ruim para a democracia são esses bandos, que se dizem oposição, armarem situações para dar golpe em governos legitimamente eleito pela a maioria, apesar de toda a manipulação.
Eles subestimaram a capicidade de "inteligência" do pessoal do Lula, principalmente do Zé Dirceu, que foi um contra revolucionário dos mais inteligentes.
Veja com quem eles foram se meter. Sem trocadilhos.

Responder

Messias Macedo

02 de abril de 2012 às 01h36

Civita e Cachoeira quase
derrubam Lula. Que Governo é esse ?
em http://www.conversaafiada.com.br

####################################

"(…) O que se precisa estudar [nos meios acadêmicos, nas associações comunitárias, nas escolas, nos locais de trabalho…] é por que uma [mambembe sub-Democracia de 'Nois' Bananas], da quinta Economia do mundo, se ajoelha diante de meliantes desse naipe [dói na alma: meliantes deste naipe a nos submeter e subjugar aos Big Bostas Brasil, ao escárnio da miserabilidade humana…]"
FONTE: excerto adaptado do [histórico] texto acima.

EM TEMPO I: "Ao invés de amor, de dinheiro, de fama, dê-me a verdade!"
– "Rather than love, than money, than fame, give me truth"
(*HENRY DAVID THOREAU)

EM TEMPO II – "O que todos os empresários [incluindo os da política – adendo nosso] desejam mas em vão e que qualquer assalariado consegue: lazer e uma mente em paz."
(HENRY DAVID THOREAU)

*Henry David Thoreau (Concord, 12 de julho de 1817 – 6 de maio de 1862); foi um escritor norte-americano.

PARA QUEM AINDA NÃO COMPREENDE(U) A ESSÊNCIA DO CAPITALISMO, vai aí uma dica de um filme histórico: 'Na Natureza Selvagem'

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Ba

Responder

FrancoAtirador

02 de abril de 2012 às 01h02

.
.
Inegavelmente essa Quadrilha é muito bem Organizada.
.
.

Responder

FrancoAtirador

02 de abril de 2012 às 00h54

.
.
VEJA NA CAPA DE CARTA CAPITAL
<img src="https://www.viomundo.com.br/wp-content/uploads/yapb_cache/goias.67do64j97z40o8gggw0gs488w.cw1uletj81cs0w8ogs8k0o4kg.th.jpeg">

Responder

FrancoAtirador

02 de abril de 2012 às 00h48

.
.
O cadáver insepulto de Demóstenes Torres aterroriza os dias e as noites da coalizão demotucana e de seu dispositivo midiático.

Demos, tucanos e jornalistas associados querem enterrá-lo o mais depressa possível para evitar as revelações de uma eventual CPI.

Sintomático: às voltas com os fantasmas de anos de parceria e triangulações, os savonarolas da mídia silenciam e desconversam; nisso se denunciam.

CARTA MAIOR
.
.

Responder

Adriano

02 de abril de 2012 às 00h42

Alô, Leandro Fortes! Que tal jogar a revista de avião ou helicóptero lá em Goiás?

Responder

Luc

02 de abril de 2012 às 00h26

**************************
Essa que passou foi a melhor semana do ano!

fala aí ????

Responder

Alcides Lima

01 de abril de 2012 às 23h10

Procurei em várias bancas da cidade, em uma, a dona da banca falou que tinha vindo só um exemplar para ela, em outra, o dono da banca falou que vinham poucos exemplares da revista. Achei estranho tudo isso, mas já desconfiava que tinha maracutaia nisso. Isso tem que ser apurado..

Responder

    Werner_Piana

    02 de abril de 2012 às 00h00

    isso está se tornando matéria para intervenção Federal no Estado de GO, haja vista que os criminosos comandam, à vontade, o mesmo. Há que se dar um basta nesta máfia descarada.
    Lamentável!

Francisco

01 de abril de 2012 às 23h07

Eis a confissão!!! Era um Estado com embaixador/senador próprio: a República da Cachoeira.

Responder

Ronald

01 de abril de 2012 às 22h58

Me recordo de algumas histórias em que as luzes de cidades eram apagadas para que a população não tomasse conhecimento de denúncias veiculadas em programas policiais da TV. Os programas eram reprisados e os apagões só serviam para aumentar a audiência na semana seguinte. Reabasteçam as bancas, até eles cansarem de comprar!

Responder

souza

01 de abril de 2012 às 22h52

simples.
uma nova campanha.
produzir em larga escala, abaixo custo, só a reportagem da cartacapital com os cartolas goianos, cachoeira – demostenes – perilo, para o povo goiano.

Responder

RicardãoCarioca

01 de abril de 2012 às 22h48

Globo pedindo desculpas à Veja! O PiG está na maior crise que eu já vi, por causa do Carlinhos Cachoeira.
http://www.conversaafiada.com.br/pig/2012/04/01/g…

Se cavarem mais, os tentáculos desse mega esquema vai chegar nas famílias piguentas, além de quase toda a oposição.

Responder

Marcelo de Matos

01 de abril de 2012 às 22h25

É preciso passar um pente fino em Anápolis. Outra coisa necessária: fazer o cruzamento de investigações de várias operações da PF. Houve Operação Castelo de Areia, Monte Castelo, etc. Agora é preciso verificar onde estão encastalados, ou acastelados, os políticos mais suspeitos. Deve haver políticos por aí perguntando – em qual castelo você está?

Responder

    beattrice

    03 de abril de 2012 às 10h14

    De acordo, o cruzamento das investigações ao que tudo indica não foi feito e não se anuncia que o será.
    Importantíssimo para fazer o check-out das listas dos cassados no Congresso.

Carta Capital some das bancas em Goiânia | OCOMPRIMIDO.COM

01 de abril de 2012 às 22h16

[…] por Gabriel Bonis, em CartaCapital. Via Viomundo. […]

Responder

Genghis Khan

01 de abril de 2012 às 22h11

o velho método de toninho malvadeza, vulgo acm.

Responder

    Bonifa

    02 de abril de 2012 às 12h22

    Logo após a redemocratização, Veja e Istó É ainda eram tidas como publicações independentes. Foram compradas em massa das bancas diversas vezes pelo Brasil afora, principalmente no Nordeste. Se naquela época o apagão informativo funcionava, é duvidoso que este método hoje tenha a mesma eficácia… Enfim, pelo visto, os tais criminosos de Goiás ainda botam fé no velho método.

OTACILIO NETO

01 de abril de 2012 às 22h08

RODÃO APRIGIO, sogro de Carlinhs Cachoeira, trabalha da DELEGACIA REGIONAL DE FISCALIZAÇAO DE ANAPOLIS – SEFA/GO, SALA 203.

Responder

Gersier

01 de abril de 2012 às 21h49

O "know-how" deve ter sido oferecido pela famigerada globo.Lembram de um certo prefeito corrupto em uma das suas novelas em que colocava a culpa de suas falcatruas(como os demo e tucanoides fazem atualmente)nos "inimigos" políticos?E que mandou os jagunços "sequestrar" um caminhão carregado de jornais que o desmascarava?
Pois é,é a realidade imitando a ficção,ou seria premonição?

Responder

    RicardãoCarioca

    02 de abril de 2012 às 08h13

    Apenas um vídeo-manual.

Cassio Guimaraes

01 de abril de 2012 às 21h47

Aqui na Fnac em São Paulo, em plena av. Paulista a Carta Capital estava escondida entre as revistas extrangeiras….

Responder

Jonas Resende

01 de abril de 2012 às 21h45

É a tucanagem ( "governador ") e o crime organizado ( Cachoeira) trabalhando juntos para censurar a Carta Capital e proteger seus licitos negócios, com uma provável ajuda do senador Demóstenes Cachoeira.

Responder

mariano

01 de abril de 2012 às 21h44

Que a Carta Capital publique uma mega edição especialmente para esse Estado, cuja venda dos exemplares sejam vendidas ou distribuídas em pontos diversificados dos atuais ja que os donos das bancas parecem fazer o jogo da mídia míope que ainda não se deu conta que com isso só cava mais alguns metros do buraco que a cada dia se enterra.

Viva a Carta Capital (ufa) ainda bem que

Responder

zinguinha2010

01 de abril de 2012 às 21h43

Deixa ver se entendí:
Eles acham que tirando as revistas de circulação ninguém ficará sabendo sobre o esquema deles?
Eles nunca ouviram falar em internet…coitados!
Deve ser porisso que a Veja não publicou nada, assim ninguém teria trabalho de tirá-as de circulação…

Responder

Gerson Carneiro

01 de abril de 2012 às 21h41

"O Mistério Renovado"

Enquanto isso, a revista Veja, confirmada na cena do crime, faz cara de paisagem e traz na ca um assunto em que os próprios Civitas não crêem (por serem Judeus): o Santo Sudário.

<img src=https://www.assine.abril.com.br/imagem/AssineAbril/novo/capa1n_veja.jpg>

Responder

    renato

    02 de abril de 2012 às 08h15

    eu não leio esta revista, mas você tá de brincadeira?
    Ou não"!
    Pede para eles porem livros da Privataria Tucana em Goias, assim o livro some pega status de best seller e é vendido no mundo todo.
    Cade a CPI, façam ela e larguem mão de picuinha, por conseqüência isto aparecerá lá na frente
    CPI da privataria já, antes das eleições.

Tonico

01 de abril de 2012 às 21h14

Censura 48 anos depois…

Responder

Outro Antonio

01 de abril de 2012 às 21h08

A máfia contraataca.

Responder

Silvio I

01 de abril de 2012 às 20h57

Não tenho dinheiro, si não colocava uma carga de revistas em um avião, e lançava desde o ar em Goiânia e Anápolis a revista, para ver, a eles juntar todas. Seriam lançadas em pequenos paraquedas para não ferir a alguém na queda.

Responder

FrancoAtirador

01 de abril de 2012 às 20h53

.
.
Goiás é a Nova Sicília ?
.
.

Responder

Polengo

01 de abril de 2012 às 20h53

Pois é, o Mino Carta podia mandar mais uns exemplares pra lá.
Se tem político comprando tudo, porque ele não manda alguns milhões?
Se é o povo, também.

Responder

carlinhos medeiros

01 de abril de 2012 às 20h47

Azenha estou morando em Goiânia e também não encontrei a revista. Elas foram recolhidas a mando do governador e demais políticos envolvidos. Abs!

Responder

Marat

01 de abril de 2012 às 20h35

Goiânia é uma cidade muito bonita e tem um povo muito simpático, não obstante os péssimos políticos que ali mandam… Está na hora do povo de nossa capital verde, a exemplo de nosso povo de SP, parar de votar nos coronéis…

Responder

Marat

01 de abril de 2012 às 20h33

Em pleno século XXI tentar tapar o sol com a peneira? – rsrsrsrsrrsrsrsrsrs – Só podia mesmo ser coisa de conservadores obtusos!

Responder

J.D. Castro

01 de abril de 2012 às 20h27

Ainda há tempo de a Carta Capital aumentar o faturamento enviando mais alguns exemplares para as bancas de Goiânia.

Responder

Lenin

01 de abril de 2012 às 20h25

C/ acm,aqui na Bahia,o modus operandi era o mesmo.

Responder

RicardãoCarioca

01 de abril de 2012 às 20h25

Que quadrilha!

Responder

rafael silva

01 de abril de 2012 às 20h22

Incluam a cidade de Carlinhos Cachoeira. Moro em Anápolis-GO e aqui a revista não é encontrada nem pra remédio!

Aliás… seria interessante que os blogueiros e demais setores da mídia independente se debruçassem sobre Anápolis, já que ninguém da grande mídia se interessou em fazê-lo. É no mínimo estranho que não tenha saído nada sobre o mencionado município, que é o quintal de Cachoeira.

São vários os boatos que relacionam o bicheiro com autoridades locais. Só para citar um fato concreto, a atual sub-secretária de educação, regional Anápolis, é a ex-sogra de Carlinhos.

Responder

pperez

01 de abril de 2012 às 20h19

Vamos ver se o Gurgel vai se animar agora para botar o Demostenes no prego!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding