VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Apesar do julgamento do mensalão, PT avançou; tucanos vencem no Norte


29/10/2012 - 13h20

Gráfico publicado no Valor Econômico

29/10/2012 – 04h00
PT vai administrar maior parte do orçamento municipal do país

RICARDO MENDONÇA


EDITOR-ASSISTENTE DE “PODER”, na Folha

Terceiro lugar no número de prefeitos eleitos, com 634 vitórias entre o primeiro e o segundo turno, o PT é o partido que irá governar municípios para o maior número de eleitores: 27,6 milhões, ou 20% do eleitorado do país.

Será responsável também pela gestão da maior parte das receitas orçamentárias municipais: R$ 76,2 bilhões.

Em relação aos resultados das eleições de 2008, o total de eleitores governados por prefeitos petistas crescerá 29% em 2013, quando os eleitos ontem e no primeiro turno deverão assumir.

O aumento considerável do eleitorado sob o PT é fruto da vitória em um único município, São Paulo, maior e mais rica cidade do país, com 8,6 milhões de eleitores e R$ 32,1 bilhões de orçamento (2011).

Sem a capital paulista, o PT teria crescido da mesma forma em número de prefeitos eleitos. Mas governaria para 2,4 milhões de eleitores a menos na comparação com 2008.

Além do PT, o PSB é a única legenda que cresceu no grupo das dez maiores siglas do país. Em número total de prefeitos eleitos, os socialistas pularam de 308 para 441, um avanço de 43%. Ficaram atrás do estreante PSD (500 prefeituras) e do PP (467), mas irá governar para mais gente que esses dois partidos, pois suas vitórias estão concentradas em cidades maiores.

Já os partidos que fazem oposição ao governo Dilma Rousseff saem da eleição menores do que entraram. Na comparação com 2008, PSDB, DEM e PPS, os três principais oposicionistas, terão 309 prefeituras a menos. Puxados para baixo principalmente pelo DEM, irão governar para 10,5 milhões de eleitores a menos.

A partir de 2013, prefeitos tucanos irão governar para 18,4 milhões de eleitores, queda de 3% sobre 2008. Em número total de prefeituras, o PSDB caiu de 787 para 698, mas continua sendo o segundo maior do país por esse critério, atrás do PMDB, que ganhou em 1.027 municípios.

Chama a atenção o avanço do PSDB na região norte. Os tucanos Arthur Virgílio e Zenaldo Coutinho venceram em Manaus e Belém, as duas maiores capitais da região.

Colaborou Lucas Neves, de São Paulo

Leia também:

O mito sobre a fragilidade do PT, de 18.09.2012

O discurso de vitória de Fernando Haddad

Bonifa: Só carisma de Lula não basta para vencer no NE

Leitores atribuem derrota do PT em Salvador a Jaques Wagner

Merval Pereira: O mito e os fatos

Vereador sugere que Serra vem aí

PT mantém cinturão vermelho em SP

E a Globonews consegue derrotar Lula…

Haddad: Livrar São Paulo do higienismo social





16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Abel

29 de outubro de 2012 às 23h38

Os tucanos voltaram ao seu habitat natural: o Norte :)

Responder

Fabio Passos

29 de outubro de 2012 às 23h15

Os golpistas que apostaram nesta fraude eleitoreira do julgamento do mensalão acabaram com a cara no chão.

A “elite” branca e rica levou mais uma sova nas urnas.

Chupa, PiG!
De novo… rsrs

Responder

Isidoro Guedes

29 de outubro de 2012 às 18h37

O circense e farsesco julgamento do “mensalão” de nada serviu para os propósitos imediatos da mídia conservadora, direitista e reacionária (que era derrotar o PT em São Paulo e arrasar o partido no resto do país – ao contrário disso o PT venceu na capital paulista e cresceu muito Brasil afora). O julgamento do “mensalão” serviu apenas para aporrinhar a vida dos condenados (sem provas), em especial de Zé Dirceu e José Genoíno (dois ícones da esquerda armada que lutaram na resistência contra a ditadura e que a Globolândia e outros veículos da mídia reacionária e direitista queriam desmoralizar a todo custo). Essa vitória vai para ambos, que um dia hão de ver restabelecidas a justiça e a verdade (a mesma justiça e verdade que não livrou da injustiça e da morte infame o nosso Tiradentes e a grande Olga Benário – a mulher de Prestes entregue para a polícia nazista que a executou num dos fornos dos campos de concentração hitlerista). Pena que por aqui não há fornos ou fogueiras (como as que serviram para Olga e Joana D’Arc) nem cadeiras elétricas (como as que serviram para matar o casal Rosenberg nos EUA – acusados, também sem provas, de “espionagem e colaboração com os soviéticos”), pois se tivesse a Globolândia e o resto da mídia corporativa e serviçal do poder econômico adoraria ver este sangue (inocente) derramado – e o transmitiria (provavelmente com indisfarçável e sádico prazer) do mesmo modo como transmitiu ao vivo o enforcamento de Saddam Hussein.

Responder

    Fabio Passos

    29 de outubro de 2012 às 23h18

    E os golpistas ainda pensam que ninguém percebe…

Apesar do julgamento do mensalão, PT avançou; tucanos vencem no Norte

29 de outubro de 2012 às 18h19

[…] Viomundo Compartilhe isso:FacebookTwitterLinkedInEmailImprimir Categoria: Política 29 de outubro de […]

Responder

trombeta

29 de outubro de 2012 às 17h31

Acho que o relevante foi o cresimento do PT e do PSOL, a esquerda inofensiva representada pelo PSB e PDT não conta muito.

Feio fez Luiza Erundina ao recusar ser vice de Haddad preferindo jogar para a torcida, digo isso porque seu partido também andou em más companhias no nordeste e em outros lugares e não se viu nenhuma reação da companheira.

Em resumo, Lula mais uma vez deu uma aula de visão e estratégia política e a direita com sua mídia e judiciário fracassou no seu objetivo mais perseguido: aniquilar o PT/Lula/Dilma.

Responder

Ronald, o verdadeiro

29 de outubro de 2012 às 16h07

Alguém viu o José Dirceu votando? Parece que foi abafado por toda a imprensa, salvo engano…

Responder

Luiz

29 de outubro de 2012 às 15h25 Responder

Marcelo de Matos

29 de outubro de 2012 às 14h41

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2012/sp/sao-paulo/noticias/0,,OI6262219-EI20654,00-PT+conquista+sete+das+maiores+cidades+da+Grande+Sao+Paulo.html Segundo o Portal Terra PT conquista sete das maiores cidades da Grande São Paulo. Em Diadema o PT perdeu, mas, municípios menores que eram reduto do PSDB, como Itupeva e Jundiaí, houve surpreendente vitória do PT e PCdoB.

Responder

jadiel de Souza

29 de outubro de 2012 às 14h32

A Oposição ganhou mais no norte porque lá é caminho do exilio de Maiami, vão com Deus.

Responder

Hélio Pereira

29 de outubro de 2012 às 14h17

O PSDB das “Elites” de Sampa se transformou num Partido Norte/Nordestino em comando de Capitais!
Quem diria,quem tanto criticava o pessoal do Norte/Nordeste ficar “Feliz” com as votações obtidas nestas Regiões!
“A coisa já esteve melhor para os Bicudos de SP”.

Responder

Marcelo de Matos

29 de outubro de 2012 às 13h24

(parte 2)
“Antes, já havia sido responsável pelo marketing do presidente de El Salvador, Mauricio Funes, na eleição de 2009. Tudo considerado, são 6 campanhas presidenciais vitoriosas em vários países. E, agora, a capital do Estado de São Paulo. Vai demorar até aparecer algum publicitário político tão bem sucedido como João Santana na praça”. É, tem blogueiro por aí que não engole o João e até divulga alguns apelidos do mesmo, ao que parece João mão de onça, ou coisa assim. O fato é que os marqueteiros foram fundamentais em algumas dessas eleições municipais. O blogueiro do Russomanno falhou na questão do bilhete único. O do Serra na questão do kit gay. O próprio coordenador da campanha de Serra reconhece isso hoje no UOL: “Patinamos uma semana discutindo o kit-gay”.

Responder

Marcelo de Matos

29 de outubro de 2012 às 13h23

(parte 1)
Fernando Rodrigues publica hoje um post que mexerá com o ego de alguns blogueiros por aí: http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2012/10/28/joao-santana-e-o-vencedor-do-marketing/
“João Santana, o jornalista de formação e hoje marqueteiro político por opção. Ao vencer como responsável pelas propagandas e pelo marketing de Fernando Haddad na cidade de São Paulo, Santana continua a construir um dos mais bem sucedidos currículos em eleições no Brasil. Além de colocar agora na sua carteira de sucesso a maior cidade do país, Santana também é o único publicitário brasileiro a ter ajudado a eleger dois presidentes da República diferentes (Lula, em 2006; Dilma, em 2010); fez também as campanhas presidenciais vitoriosas neste ano de 2012 para Hugo Chávez (Venezuela), José Eduardo dos Santos (Angola), e Danilo Medina (República Dominicana).”

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding