VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Jefferson diz que não vendeu voto e acusa Lula de ser o mandante de tudo


13/08/2012 - 16h02

Luiz Francisco Corrêa Filho, advogado de Roberto Jefferson, no STF (foto Carlos Humberto, SCO/STF)

por Luiz Carlos Azenha

O advogado de Roberto Jefferson, Luiz Francisco Corrêa Filho, disse diante dos juizes do Supremo Tribunal Federal, que os 4 milhões de reais recebidos pelo então presidente do Partido Trabalhista Brasileiro eram para o financiamento da campanha eleitoral de 2004, nas quais se elegiam vereadores, vice-prefeitos e prefeitos. O dinheiro, que Jefferson confessa ter recebido das mãos de Marcos Valério na sede do PTB, em Brasília, seria portanto de caixa dois, sem relação com a compra ou venda de votos parlamentares no Congresso.

Marcos Valério nega que tenha feito o pagamento.

Segundo o advogado, o acordo previa a transferência de 20 milhões de reais do PT para o PTB.

No julgamento do mensalão, Jefferson é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

O advogado negou que seu cliente, deputado federal, tenha recebido dinheiro para votar “projetos de interesse do governo”. Por exemplo, o da reforma da Previdência Social. Ou seja, o advogado negou a tese central do mensalão, pelo menos quanto a seu cliente.

“Previdência no Brasil é uma invenção do PTB”, disse o advogado, lembrando que Jefferson ajudou a escrever o capítulo da Constituição referente à Previdência e presidiu a Comissão de Seguridade Social da Câmara. Segundo ele, estranho teria sido se Jefferson votasse contra a reforma da Previdência.

Luiz Francisco disse estranhar o fato de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha ficado de fora da denúncia do caso ora em julgamento no STF.

Segundo ele, Lula “não só sabia, como ordenou. Sim, ele ordenou. Aqueles ministros eram executivos dele”, afirmou o advogado. Ele se refere aos ministros do governo Lula que foram citados na denúncia do procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

“A prova é precária quanto a tese da acusação. O mandante está fora”, afirmou.

O advogado acusou o procurador-geral Roberto Gurgel de prevaricar em relação a Lula.

A cronologia que provaria o envolvimento do ex-presidente Lula no escândalo seria a seguinte:

— Dirigente do banco BMG, de Minas Gerais, pede audiência a Lula.

— Lula emite medida provisória permitindo a bancos em geral que entrassem no mercado de crédito consignado.

— Um advogado abelhudo interpretou a MP, lembrando que só poderiam operar no crédito consignado bancos que já trabalhassem com o INSS, como a Caixa Econômica Federal.

— Lula emite um decreto, ato pessoal, autorizando que outros bancos operassem o crédito consignado.

— O credenciamento deveria durar oito meses, mas em dois meses o BMG entrou no mercado.

— O PT obteve os empréstimos dos bancos Rural e do BMG, dinheiro com o qual teria comprado votos e influenciado parlamentares — na tese da defesa de Jefferson, menos os do PTB.

De acordo com o advogado, em 19 de abril do ano passado o procurador regional da República, Manoel Pastana, compareceu ao gabinete do procurador-geral Roberto Gurgel com o objetivo de incluir Lula na Ação Penal 470, com base numa ação civil pública que corre em Brasília relativa ao crédito consignado.

“O procurador-geral não se tem notícia do que tenha feito, faz mais de um ano”, afirmou o advogado.

Segundo Luiz Francisco, o procurador tinha três possibilidades: pedir diligências, acatar a denúncia ou pedir o arquivamento, mas não o fez.

Além de acusar o procurador-geral de prevaricar quanto ao ex-presidente Lula, o advogado disse que Gurgel foi inepto na produção de provas sobre o mensalão.

Para Jefferson, de acordo com o advogado, Lula “foi omisso, traiu a confiança do povo”.

Quando ao petebista, só teria sido denunciado na Ação Penal 470 “para não abrir aquela boca enorme”, ou seja, teria sido uma tentativa de intimidá-lo.

O vídeo abaixo foi sugerido pelo Stanley Burburinho, a partir de dica do @dmedeiros32: 

Veja também:

Livrando o policial Aredes e espionando o deputado Jovair

A foto que deu o que falar

CPI toma decisões importantes no dia 14

Collor acusa Gurgel de chantagear Demóstenes

CPI já convocou jornalista. E ele abastecia a mídia

Mulher de Cachoeira ameaçou usar dossiê contra juiz

O dia em que o “empresário de jogos” cassou o mandato de deputado bandido

Carta Maior: A quadrilha, a revista e as escolas chinesas

Venício Lima: Por que não?





72 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Janio de Freitas: Apresentação das defesas fez ruir pretensas provas da acusação « Viomundo – O que você não vê na mídia

17 de agosto de 2012 às 16h42

[…] Jefferson diz que não vendeu voto e que Lula ordenou tudo […]

Responder

STF anula processo e reú vai responder na primeira instância « Viomundo – O que você não vê na mídia

16 de agosto de 2012 às 11h22

[…] Jefferson diz que não vendeu voto e que Lula ordenou tudo […]

Responder

Washington Araujo: Crônica da injustiça contra Luiz Gushiken « Viomundo – O que você não vê na mídia

15 de agosto de 2012 às 14h06

[…] Jefferson diz que não vendeu voto e que Lula ordenou tudo […]

Responder

Carta Maior: Advogado fala em sentença “ditada por editorialistas” « Viomundo – O que você não vê na mídia

15 de agosto de 2012 às 11h12

[…] Jefferson diz que não vendeu voto e que Lula ordenou tudo […]

Responder

Ramalho

14 de agosto de 2012 às 10h55

Se Jefferson tinha provas de compra de votos, deveria ter feito denúncia à polícia, não ao Lula. Quem toma providências neste tipo de caso é a polícia, não o presidente da república. Apresentou a denúncia a Lula para tentar envolvê-lo em trama corrupta.

Jefferson, o delator, ao levar a Lula denúncia sobre a base aliada – se é que realmente o fez, dada frequência com que mente – ensaiou estabelecer com Lula pacto corrupto pelo qual, esperava ele, Lula submeter-se-ia a ele, Jefferson, para evitar escândalo: Jefferson usaria o que considerava ser ponto fraco de Lula para que Lula permitisse a ele, Jefferson, o cometimento impune de crimes.

Como se vê, Jefferson não teve sucesso, pois Jefferson deu curso à chantagem.

“En passant”, Jefferson, vamos combinar, tem o “physique du rôle” do mentiroso, do charlatão, do truculento, do safado. Olhando-o e ouvindo-o, você teria coragem de abrir um negócio tendo ele como sócio, ou compraria um carro usado da figura? Eu não me atreveria nem mesmo a almoçar com ele, pois certamente haveria problema na hora de pagar a conta, isto no caso de nenhuma patrulhinha nos prender.

O advogado de Jefferson, ao acusar Lula sem provas, busca claramente o apoio da imprensa grande, dizendo o que ela quer ouvir para ter dela apoio. Espera, assim, dobrar o Supremo, usando o peso da imprensa, eventualmente cooptada, contra a Corte. Nessa linha, lançou mão até da expressão infeliz e preconceituosa de Marco Aurélio em relação a Lula, “safo” – Marco Aurélio, ao ouvir o advogado na sustentação mencioná-lo, ficou com cara de bunda. O causídico buscou explorar preconceitos, apelou para o irracional (tão ao gosto de alguns comentaristas políticos) no afã de atacar Lula e de ter, assim, a simpatia da opinião publicada. Tenho para mim que não terá sucesso, a tese pigueana está muito desgastada.

Mas o advogado de Jefferson falou uma verdade: acusou o PGR de ter falado para a imprensa e não para o Supremo. De fato, a peça acusatória, rica em expressões de efeito, é pobre em provas e em técnica jurídica. Para imprensa, interessam quase que exclusivamente as locuções de efeito. Já as provas, bem as provas… O PGR obteve da imprensa julgamento condenatório, como queria, e, agora, espera que o Supremo cedendo à pressão que vem de fora dos autos condene indiscriminadamente, como o fez a imprensa, os “malditos” petistas.

Não demora, Jefferson e este advogado estarão aos tapas, pois são muito parecidos, e “dois bicudos não se beijam”.

Responder

Elias

14 de agosto de 2012 às 10h51

Para ser advogado de Roberto Jefferson tem que saber dar nó em pingo d’água, ou para condizer mais com os dias de hoje, tem que saber teclar um smatphone com luva de boxe. Luiz Francisco Corrêa Filho, não é advogado de porta de xadrez, ele é um advogado de porta-jóias. E essa pérola em que acusa Lula (contrariando seu cliente) ele só pode ter tirado dessa ópera-bufa O Mensalão cujos espectadores vão se retirando morrendo de rir, ou morrendo de vergonha.

Responder

Almir

14 de agosto de 2012 às 10h40

Toda vez que esse boca-suja se manifesta, vem com uma versão diferente. Pior: uma cambada de imbecis ainda lhe dão crédito.

Claro, nesse mundo tem gente pra tudo. Até quem acredite nesse sujeito, tem.

Responder

sopphis

14 de agosto de 2012 às 05h59

Mais esse negocio jà ta enchendo! Esse homem muda de versão como muda de roupa! Quem pode dar crédito pra acusação sem prova??? Acusar sem prova é calùnia!!!Carta aberta ao povo LULA!!! Reage PT. Processa essa quadrilha de direita corrupta que a unica coisa que visa é reassumir o poder custe o que custar pra poder submeter os brasileiros a indignidade de sempre. Lei de midia jà!

Responder

Amaro

14 de agosto de 2012 às 03h44

ROBERTO JEFERSON (e o PIG, de uma maneira geral) precisa decidir se o culpado por tudo que NÃO aconteceu foi o Lula ou o Zé Dirceu.

No julgamento do mensalão, Jefferson é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

E na matéria acima você encontra também “O advogado (do Jefferson) negou que seu cliente, deputado federal, tenha recebido dinheiro para votar “projetos de interesse do governo”. Por exemplo, o da reforma da Previdência Social. Ou seja, o advogado negou a tese central do mensalão, pelo menos quanto a seu cliente”.

Mas o próprio Roberto Jefferson já havia inocentado o Lula, anteriormente. É só dar uma olhadinha
no vídeo sugerido pelo Stanley Burburinho.

Então eu volto a dizer: ROBERTO JEFERSON (o PIG, de uma maneira geral) precisa decidir se o culpado por tudo que NÃO aconteceu foi o Lula ou o Zé Dirceu.

Responder

Milani

14 de agosto de 2012 às 02h49

Turma, na boa… Sempre votei no Lula, mas nunca engoli a frase “fui traído”… A diferença é o que se faz para que suas crenças sejam postas em prática num Brasil corrupto por natureza. O Mensalão é a prova viva de que tanto ideais esquerdistas de inclusão social quanto mesquinharias pequenas direitistas só funcionam se ambos rezarem o mesmo idioma: O do dinheiro. Pague muito bem a um “Bolsonaro da vida” e ele se declarará homossexual… Pague-o muito melhor e o mesmo político se declarará a favor do Bolsa Família… Infelizmente, no Brasil, as coisas só funcionam assim… Olhando desse prisma dá pra julgar o Lula culpado? Com a palavra a nova Classe C, ignorada pelo tucanato na era sombria de FHC…

Responder

NilvaSader

14 de agosto de 2012 às 01h16

Acho que foi o Bob Jeff quem escreveu a defesa e o DEVOGADO apenas leu. Parecia “cavalo” do Bob, incorporou o demônio.

Responder

lia vinhas

13 de agosto de 2012 às 23h44

Na época do suposto mensalão, conversando com uma amiga, politicamente zero a esquerda, ela comentou, por coincidencia, que o Bob Jefferson fora parceiro de seu marido em uma empresa de transporte a longa distancia e que, com suas habituais falcatruas, levara o coitado à falencia. Só sei que depois da ruína esse senhor viu sua saúde se deteriorar e acabou falecendo. Ou seja, esse Jefferson é um ser daninho mesmo aos demais seres humanos. Espero que acabe seus dias afogado em um mar de vergonha e absolutamente só.

Responder

nina

13 de agosto de 2012 às 21h10

Jefferson ainda não assimilou o vexame de ter sido, drasticamente, retirado do ar com o programa O POVO NA TV. Hoje, conseguiu, através de seu alter ego, reeditar esse hediondo programa, que fazia com Hilton Franco, Sérgio Malandro e outros, quando ele ainda era gordo e ostentava um cabelinho à la Beatles. Foi a glória ! Ele, acusando a figura máxima da república brasileira ! Sente-se com a alma lavada: O POVO NA TV se apresentando para o STF !

Responder

    Marcelo de Matos

    13 de agosto de 2012 às 22h10

    Histriônico! Tive a impressão de que era o próprio Jefferson, como uma alma do outro mundo encarnada em seu advogado, que estava falando no Supremo. Como é possível existir dois causídicos tão parecidos? O Jefferson inventou o mensalão, mas, a patente foi registrada pelo PIG. Agora ele vem com novas incursões cerebrinas.

Fabio Passos

13 de agosto de 2012 às 21h05

É melhor remédio é o humor.

A enquete do PHA está hilária:


Quando PiG acredita no Jefferson?

Opção 1) Só quando ele ataca o Dirceu
Opção 2) Só quando ele ataca o Lula

http://www.conversaafiada.com.br/

Responder

Roberto Ribeiro

13 de agosto de 2012 às 20h45

Quais foram os mandantes do assassinato de Getúlio Vargas?
Quais foram os mandantes do Golpe Militar de 1964?
Quais foram os mandantes do assassinato de Vladimir Herzog?
Quais foram os mandantes do assassinato de João Goulart?
Quais foram os mandantes do assassinato de Juscelino Kubitschek?
QUEM FOI O CHEFÃO, OU MANDANTE DA PRIVATARIA TUCANA? (cujo pedido de instalação mofa no Congresso).
Os donos da Folha teriam sido mandantes, digo, teriam apontado nomes daquelas pessoas que foram transportadas pelos veículos que a empresa emprestou aos torturadores?
O advogado de Jefferson, diferente dos outros advogados de defesa, ganhará amanhã manchetes garrafais nas 1ªs páginas do Partido da Imprensa Nazista.
Mais um, entre tantos, pretexto de ocasião para manter sempre em pauta o ódio mortal que devotam a Lula.

Responder

    Mário SF Alves

    13 de agosto de 2012 às 21h27

    Ah! A História. Só elea nos salva das garras do PiG.

Amaro

13 de agosto de 2012 às 20h33

AO INTERNAUTA TAQUES (OU ATAQUES?)

Taques, você viu o vídeo postado pelo Stanley Burburinho e que se encontra no final da matéria acima?

E por quê, meu querido, você insiste em ser tão estúpido?

Responder

Amaro

13 de agosto de 2012 às 20h12

VALE OURO, OURO, OURO!

Azenha, este vídeo postado pelo Stanley Burburinho vale OURO.

Será que Roberto Jefferson não mostrou este vídeo ao seu advogado?

Ou será que o Roberto Jefferson está com mal de Alzheimer?

Responder

Herivelto Canales

13 de agosto de 2012 às 19h53

A PATAQUADA DE JEFF.

Responder

simas

13 de agosto de 2012 às 19h48

Hehehehehhhh!… Toda essa… balbúrdia, envolvendo o Supremo, a Procuradoria Geral, a nata da mídia, a delirante oposição e o Jeff, pego com a mão na botija – pq o negócio é q, por bem ou por mal, aquele infeliz filmado tomando grana era pau-mandado do próprio Jeff. Ora, o Supremo, no final, vai ter de se explicar, direitinho, como se viu envolvido em tamanha palhaçada. Gente, o Procurador foi nomeado… pq tinha de ser; era a bola da vez. Ou estou errado? O Sr Pre da República não se envolveu nessas questões… menores, reconduzindo o Ilustríssimo, como de praxe. Outra situação gritante, é o ódio nutrido para com o José Dirceu. Até seus pares não o polparam… Afinal, se jogava pelo esgoto um futuro presidente da república. Agora, entendemos q a máxima de q

Responder

    simas

    13 de agosto de 2012 às 19h56

    …continuando, agora entendemos aquela máxima de q o Dirceu conduzia o Lula. O Dirceu foi colocado de lada e o Pres não demonstrou qq inconsistência política… Olha, se o Supremo não resolver, à contento, a questão (?), os eleitores, mais uma vez, irão fazer o serviço, q as autoridades constituídas não honraram fazer… É, isso; resumindo.

O JUIZ

13 de agosto de 2012 às 19h41

A doença já deve ter afetado o cérebro dessa coisa.
Acha que atirando para todos os lados, vai acertar todos os seus desafetos. Quem vive de vingança, morre traído.
E o Advogado aí, fraquiiiiiinho, de dar dó.
Se era pra fazer esse Circo, nem precisava de Advogado.
O Jefferson é um ator de primeira, já deveria estar estrelando alguma novela da Globo, uma daquelas que só conta mentiras.
Esse tipo de fantasia contada numa Côrte, é de fazer rir.
Tem-se a impressão, pelo que disse, que o Advogado acha estar na fretne de principiantes.
Creio que o Jefferson é o único a ser condenado, por mentir a um País todo. Se há alguém nessa história que traiu o povo, foi o próprio Jefferson.

Responder

ZePovinho

13 de agosto de 2012 às 19h40

TUDO EU!!!TUDO EU!!!TUDO EU!!!É TUDO CULPA DO CHAVES!!!!

Responder

Amaro

13 de agosto de 2012 às 19h18

Anteriormente, o Roberto Jefferson, no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, em 14/06/2005, pediu ao Dirceu para sair do governo para não envolver o Presidente da República, um inocente.

Veja o que o Roberto Jefferson disse: “Sai daí, Zé. Sai daí logo antes que você faça réu um homem inocente, o presidente Lula”.

Quer dizer, para o advogado do Jefferson, o mensalão não existiu, mas o Lula seria o responsável por esse mensalão INEXISTENTE.

Quem é mais desequilibrado: o cliente ou o advogado?

Responder

    Fabio Passos

    13 de agosto de 2012 às 19h25

    Só o PIG mente mais do que roberto jefferson…

    E ainda há trouxas que acreditam em ambos. rsrs

    Marcelo de Matos

    13 de agosto de 2012 às 19h28

    Parece que ambos.

    Mário SF Alves

    13 de agosto de 2012 às 21h26

    Tá difícil arriscar um prognóstico, meu caro.

abolicionista

13 de agosto de 2012 às 19h17

Enquanto não tivermos um reforma política esse tipo de coisa vai continuar a acontecer. A única diferença é quem sabe esconder melhor seu caixa dois, quem tem apoio da mídia, etc. Dinheiro de campanha, no Brasil, é dinheiro sujo, e todo mundo mete a mão…

Responder

Fabio Passos

13 de agosto de 2012 às 19h15

Esta “defesa” (que é um ataque ao Lula) o PIG seguramente vai noticiar. rsrs

O PIG é, definitivamente, uma máquina de idiotizar brasileiros.

Responder

Antero

13 de agosto de 2012 às 19h07

Está tudo no Conversa Afiada do Paulo Henrique Amorim

“Só tem um problema na lógica do advogado de Jefferson.
Se ele (Jefferson) não cometeu crime.
Se receber dinheiro por conta da eleição municipal de 2004 e a votação da Previdência foi em 2005 … se não houve crime nem mensalão, qual o crime do Lula ?”
E aqui está o diálogo que o PHA tem com o Vasco (um personagem fictício), sobre fato do Roberto Jefferson ter inocentado o Lula anteriormente (por onde andará este vídeo?):
– Você se lembra de quando o Jefferson disse que o Lula é inocente
– Não tenho idade pra isso, Vasco.
– Tem sim, não vem com essa não.
– Quando ele falou que o Lula era inocente ?
– Foi assim, olha só: “Sai daí, Zé. Sai daí logo antes que você faça réu um homem inocente, o presidente Lula” .
– Quando foi isso, Vasco ?
– Foi no depoimento dele no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, em 14/06/2005. Ele pede para o Dirceu sair do governo para não envolver o Presidente da República, um inocente.
– Será que o advogado dele, esse de hoje, sabia disso, Vasco ?
– Meu caro, esse julgamento do mensalão vai acabar como fim de feira.

Responder

Taques

13 de agosto de 2012 às 19h03

Só tantã acredita que elle não sabia.

O causídico disse também que o julgamento será “um festival de absolvicões”. Descobriu a pólvora o valente: só tantã acredita que político é condenado e preso.

O Sarney, Renan, Collor, Barbalho, Cabral, Perilo, Dirceu, Jucá, Pimentel, Maluf, Arruda, Lula e outros tantos patriotas estão aí para não me deixar mentir.

Responder

    Edson Augusto

    13 de agosto de 2012 às 19h34

    Não sabia o quê? Afinal o próprio Jefferson disse que o termo ‘mensalão’ foi só uma metáfora, que na realidade não existiu. Como podemos saber de coisas que não existem ou existiram? Só em novelas!

    Raimundo Nonato

    14 de agosto de 2012 às 05h21

    Taques é o típico leitor do Ronaldo Azeredo: sem opinião própria, mimetiza o histrião hidrófobo da Veja. Note “valente” e “patriotas”.

José Neto

13 de agosto de 2012 às 18h55

OH Jefferson decide logo o qual fala é verdadeira, ninguém aguenta mais suas lorotas. Em 14/06/2005, no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados você afirmou o seguinte:
“Sai daí, Zé. Sai daí logo antes que você faça réu um homem inocente, o presidente Lula” . Meu estoque de Rivotril acabou e agora??????

Responder

Maierovitch: Bastam quatro votos divergentes para um réu pedir novo julgamento « Viomundo – O que você não vê na mídia

13 de agosto de 2012 às 18h46

[…] Jefferson diz que não vendeu voto e acusa Lula de ser o mandante de tudo […]

Responder

José Silva

13 de agosto de 2012 às 18h27

Daqui a pouco vai falar que foi estuprado pelo Lula na noite anterior ao seu depoimento na CPI… aquela que ele tava com o “zói” roxo hehehe!!!

Responder

Apavorado por Vírus e Bactérias

13 de agosto de 2012 às 18h26

Lula para presidente da república em 2014 com 69% das preferências. Dilma com 59%. Lula lá. Dilma lá. Chora Pai Padim Irimão do Santo Aborto no Chile. Chora Globo chora Bonner Simpsons, chora Civita, chora Demóstenes, Agripino e toda a quadrilha também pode chorar.

Responder

    José Balbino Almeida

    13 de agosto de 2012 às 18h37

    Vá se tratar amigo, estás é dominado pelo capeta.

    De onde vem tanto ódio assim? deves ser altamente infeliz.

    Procure um templo e proceda uma sessão de descarrego.

    Teu caso é grave.

José Balbino Almeida

13 de agosto de 2012 às 18h11

Foi o Lula que deu ordens para o esquema do mensalão? será? mas ele disse que não sabia… entre esse advogado que diz que Lula deu ordens para o mensalão e Lula que diz que não sabia, eu fico com Lula e acredito que ele não sabia.

Lula não sabia e ponto final.

Responder

Remindo Sauim

13 de agosto de 2012 às 18h10

O Barbosinha deu a senha para os ministros descarregarem sua sanha.Vão crucificar o Jefferson, pois o advogado do PDT se esqueceu da defesa do péssimo cantor para atacar o inatacável Lula.

Responder

Diogo Costa

13 de agosto de 2012 às 17h33

Eu gostei muito da defesa do Roberto Jefferson. Esculachou por completo o Prevaricador Geral da República, citando inclusive a questão Demóstenes/Cachoeira. Negou o “mensalão” e, no que tange ao suposto caixa dois do PTB, negou inclusive que esse delito houvesse acontecido, pois a legislação eleitoral da época permitia os repasses de recursos entre os partidos. Citou o advogado de Marcos Valério, dizendo que o mesmo demoliu a tese da acusação (“a casa caiu”). Disse que o Prevaricador joga para a torcida e que pretende jogar o povo contra o STF para ocultar a sua total, completa e absoluta inépcia em fazer uma única prova decente que corroborásse às acusações. Quanto a citação de Lula, aí entra no campo do folclore Jeffersoniano… O advogado tentou várias vezes durante o processo incluir Lula como réu da AP 470. Fracassou em todas as tentativas e agora ele próprio, imitando o Prevaricador, jogou para a platéia. Essa de falar sobre o Lula é velha e manjada, também busca esconder seu cliente da total improcedência da farsa do “mensalão” enquanto compra de apoio parlamentar. Não terá influência alguma no julgamento, mas, certamente, estará nas principais manchetes do PiG. Resumindo, o advogado de defesa de Roberto Jefferson prestou um grande serviço à todos os réus do “mensalão”…

Responder

    dino

    13 de agosto de 2012 às 19h03

    oi usei seu comentario no facebook. nao me processe

    Diogo Costa

    13 de agosto de 2012 às 19h28

    Sem problema… Fique a vontade dino!!!

    lucas Bolognani

    13 de agosto de 2012 às 21h27

    Concordo plenamente com voce Diogo. No frigir dos ovos esse advogado ajudou e muito os acusados, principalmente o Zé Dirceu. Quanto às acusações ao LULA, a eficácia é nula.

Alberto Santos Neto

13 de agosto de 2012 às 17h28

Só espero que o Lula, não dê uma de Madre Tereza de Calcutá, e vá fazer uma visita ao Roberto Jefferson, assim como fez ao Roberto Civita, mesmo tendo estes dois, já demonstrado, cabalmente, que nutrem um ódio mortal por ele. E, quanto ao PT, espero que aprenda a escolher melhor seus aliados, e comece a demonstrar isto, apoiando a convocação do Civita e do Policarpo para deporem na CPI do Cachoeira.

Responder

Tetê

13 de agosto de 2012 às 17h21

O cara é um sacripanta! Dá nojo

Responder

J Fernando

13 de agosto de 2012 às 17h19

Muito esperto, o advogado.
Negou o mensalão, mas pensando nas manchetes jornalísticas soltou a bomba: Lula ordenou o mensalão. É contraditório, mas é a senha para os jornais. Os portais hoje já colocaram a manchete Lula Ordenou o Mensalão e os jornais amanhã vão todos no mesmo rumo, darão esta mesma machete. Alguém duvida?

Responder

Herivllto Pardales

13 de agosto de 2012 às 17h06

A culpa ou é do vento ou é do Neymar…

Responder

    renato

    14 de agosto de 2012 às 01h42

    Com certeza do vento….2,2( metros por hora).
    Tem muito atleta que tem que dar explicações. Para onde foi o dinheiro da caixa econômica.Poderia ter ido para as escolas comprar bolas para criançada, contratar professores de ed. Fisica.
    É muito estrelismo, primeiro perde a vara, depois o problema é porque achou a vara?????
    O vento também atrapalhou o cabelinho do Guri….Não deixarão o guri do São Paulo jogar, sacanagem.

FrancoAtirador

13 de agosto de 2012 às 17h06

.
.
Nem se preocupem, esta é apenas a antepenúltima versão do Bob Jeff.
.
.

Responder

mello

13 de agosto de 2012 às 16h55

jefferson e seu advogado….consumada a formação de quadrilha !

Responder

Marcio Chagas

13 de agosto de 2012 às 16h53

Um novo olhar: O Lula tá fora não adianta acusá-lo e o advogado sabe disso. O Jefferson criou um monstro que se volta contra ele. O que restou? Desqualificar o procurador/acusador. E por incrível que pareça, o Gurgel demonstrou ser um péssimo profissional. O que todos os ministros do STF devem estar se perguntando é: Onde estão as provas, requisito básico para qualquer processo condenatório? E pasmem! Elas não estão na denúncia. É o fim da picada. Tanto tempo perdido e dinheiro gasto. É muita incompetência!

Responder

    simas

    13 de agosto de 2012 às 18h55

    Q incompetência, caro Márcio? Canalhice, mesmo. Essa gente está acabada pra vida pública… Leva, junto, seus sócios, políticos da chamada oposição e seus pensadores na mídia, maldita – voz ativa da elite conservadora, dominante. Porém, dominante, por pouco tempo. Deixa a CPI em vigor evoluir… Deixa Uma CPI da “privataria” ser instalada… Deixa o Partido dos Trabalhadores se conscientizar, fazendo um serviço completo. Pq, agora, não dá, mais, pra se arquivar CPI, como foi o caso, escandaloso, da CPI do Banestado. Sabe, Márcio, qdo a Justiça tomar um rumo na vida… o PT vai fazer o serviço pra q foi chamado.

Julio Silveira

13 de agosto de 2012 às 16h45

Nesse circo todo, aqueles mais sérios e independentes só podem chegar a conclusão de que se explica tanta facilidade para elementos como o Carlinhos Cachoeira terem tanta penetração e transito nas instituições.
Por mais que alguns dos nossos parceiros de blog queiram, não dá para engolir. Negar que hoje da forma como está consolidada a politica brasileira ela prejudica, sevicia, os cidadãos em geral, que pagam a conta, não dá. Burburinhos, esperneios, e convencimentos de sinceridade no ritual liturgico judiciario a parte o que parece mesmo, é que ninguem fez, faz ou demonstra que fará força para mudar esse estado de coisas. A politica funcionando no cambio negro, no caixa dois, pode muito bem estar sendo financiada por mafias, e a serviço delas. Quem nós garante o ideal se a origem já vem duvidosa?
E o que eu digo, aí não tem santo só desleais.

Responder

Marianne

13 de agosto de 2012 às 16h42

Em que mãos sórdidas foi parar o glorioso PTB de outrora!! Getúlio Vargas, Jango e outros petebistas de antigamente devem estar se revirando na sepultura, seria o caso de Getúlio se suicidar outra vez. Vergonha!!!

Responder

RicardãoCarioca

13 de agosto de 2012 às 16h39

Gente, cadê o raio das provas? Cadê aquela massaroca de papéis oficiais, cópias autenticadas, laudos, testemunhos, etc., desse caso?

Eu li o livro do Amaury Jr., A Privataria Tucana, e fiquei mal acostumado!!!

Essa AP 470 – pelo menos até agora – mas parece bate-boca de vizinhos em delegacia! Será que ninguém, na defesa e na acusação, consegue levantar o braço para mostrar uma prova cabal sequer para todos verem?

In dubio pro reo.

Responder

    simas

    13 de agosto de 2012 às 19h16

    Ricardão: Q “in dubio” o cacete! Pelo q sei, a atividade desse Procurador é, idêntica, a do já famoso, Mendes. Aquele, como ficou patente em reunião do Supremo, q joga pra platéia; adora aparecer na mídia, pra quem deve trabalhar… Esse, não se sabe, como aportou no cargo; talvez, por equívoco; vamos colocar, assim… Sabe de um negócio, Ricardão, a nossa Justiça vai, aos poucos, entrando nos eixos e mostrando o serviço q a gentalha espera. Não se iluda, meu caro. Aquele abraço

João Vargas

13 de agosto de 2012 às 16h36

Uma coisa é inegável: O Lula entregou os aposentados de bandeja aos bancos, que cobravam em média 3,5% ao mês com uma inflação de 4 ou 5% ao ano. Isto é o mesmo que entregar carneirinhos ao lobo.

Responder

    RicardãoCarioca

    13 de agosto de 2012 às 16h41

    Pega empréstimo quem quer. Minha mãe pensionista nunca pegou.

    João Vargas

    13 de agosto de 2012 às 17h59

    Com certeza ela tem outra fonte de renda…

    José Silva

    13 de agosto de 2012 às 18h24

    Meu pai aposentado também não!!!

    RicardãoCarioca

    14 de agosto de 2012 às 09h08

    João Vargas, mexa comigo, nunca com a minha mãe.

    Empréstimo pega quem quer. É bom ter essa opção disponível. Nunca sabemos o que pode vir a acontecer. Quem tem juízo, não pega empréstimo à toa.

    Péricles

    13 de agosto de 2012 às 18h08

    A alternativa anterior era a de empréstimos com taxas que variavam de 12 a 18% ao mês. Eu nunca vi nem o senhor nem outro grande herói deste país reclamar deste absurdo. As TVs do PIG até anunciavam vérias dessas empresas de agiotagem. As pessoas normais pegam empréstimos somente quando precisam e ter uma alternativa barata é sempre muito bom, mesmo que isso deixe o senhor e sabe-se lá quantos outros na maior infelicidade. Vai ver que o senhor está aborrecidíssimo com a queda das taxas de encargos da Caixa e do BB. Tenha paciência que mais cedo ou mais tarde a turma do PIG volta ao governo, privatiza o BB e a Caixa, as taxas voltarão a subir e o senhor será feliz para sempre. Boa sorte.

    Gerson Carneiro

    14 de agosto de 2012 às 06h48

    Bem, vamos ouvir o depoimento de um aposentado:

    http://www.youtube.com/watch?v=a7_2PSP77tU

RicardãoCarioca

13 de agosto de 2012 às 16h33

Ora defende Lula, ora acusa. Ora diz que houve mensalão, ora diz que não. Não serviria de testemunha nem para briga de buteco.

Responder

Marcia Noemia

13 de agosto de 2012 às 16h31

Esta defesa do deputado inconsequente que hora diz uma coisa, hora outra é tão folclórica como o deputado. Este que dizia que era o Zé Dirceu e agora é o Lula… É UM VERDADEIRO SAMBA DO DEPUTADO BOCÃO DOIDO.

Responder

Yacov

13 de agosto de 2012 às 16h21

RESUMO DA ÓPERA: Jefferson é um DOIDO que foi usado pela Mídia para formular acusações infundadas ao PT e seus membros, como claros intuitos golpistas. Absolvição de todos os acusados, cadeia para o PiG e para o Bob Jeff, LEI de MÍDIAS e REFORMA ELEITORA JÁ!!

“O BRASIL PARA TODOS não passa na gLOBo – O que passa na gloBO é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

Responder

    Darcy Brasil Rodrigues da Silva

    13 de agosto de 2012 às 17h27

    “Doido” certamente não é um qualificativo para Roberto Jefferson. Trata-se de um homem extremamente inteligente.Às vezes me pergunto como pode a ambição desmedida subjugar a inteligência de um homem. Fosse Jefferson um homem decente, seria de grande valia para o nosso povo. Aliás, talvez tivesse (sem o desejar , por não ser ambicioso em minha hipótese)ido muito mais longe ao que poderá doravante ir alguém que teve os direitos políticos cassados por 8 anos,e que é tido pela esquerda como um caluniador inescrupuloso, e que não conta com a confiança da direita para ser indicado a qualquer cargo acima do posto de difamador a serviço do PIG “demutucanista”, como diria Odorico Paraguaçu.

Gerson Carneiro

13 de agosto de 2012 às 16h18

Além de saber de tudo, Lula ainda nomeou um Procurador Geral da República laranja. Tá virado no moi de coentro esse Lula. Esse Lula é o cão.

Responder

    Meiacana

    14 de agosto de 2012 às 09h14

    Em Caruaru, quando alguém é muito bom, um ás de verdade, dizem que ele é um macumbeiro. Esse Lula é um macumbeiro.

Taiguara

13 de agosto de 2012 às 16h13

Não foi esse pústula que disse que o Zé Dirceu, caso não renunciasse, iria PREJUDICAR UM INOCENTE: O PRESIDENTE LULA?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding