VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Zé Dirceu: “Vai se descobrir quem plantou a câmera lá”


02/09/2011 - 19h17

Do blog do Rovai, um trecho da entrevista com o ex-ministro José Dirceu:

Ministro, o senhor acha que a revista Veja só soltou esta matéria de capa no último final de semana em decorrência de o hotel ter registrado o boletim de ocorrência pela tentativa de invasão do seu quarto, já que as fotos que eles utilizam são de junho?

Não. Acho que eles iriam soltar a matéria de qualquer jeito. O que estavam discutindo é se faziam capa ou não. Quando fizemos o Boletim de Ocorrência, resolveram fazer capa. A matéria eles iriam fazer. Na verdade, o que precisamos avaliar é por que eles fizeram essa matéria. Se foi por causa do julgamento no Supremo ou se é uma tentativa de criar algo novo contra o governo. Porque se você analisar eles fracassaram na questão da separação da Dilma, de dividir a base dela, entendeu? De tirar o PMDB e o PR da base. E para piorar, para eles, o PV acabou decidindo apoiar a Dilma. Além de o Fernando Henrique e o Aécio terem feito este gesto de estender a mão, sem entrar no mérito da divisão do PSDB, com o Álvaro Dias e o Serra se posicionando contra.

O resultado final disso tudo é que a estratégia de rachar a base do governo não deu certo. E eles voltam para a estratégia deles.

Não sei se você se recorda, mas em setembro, quando fui à Bahia, fizeram toda aquela campanha de que eu estaria em uma linha de confrontar a Dilma. Agora voltam para isso.

Na verdade essa é a segunda hipótese. A primeira é que eles produziram esta matéria para tentar influenciar o julgamento no Supremo Tribunal Federal. Mas a coisa vai se complicar, porque tudo indica que eles plantaram uma câmera lá no hotel. É quase certeza isso.

O senhor esta falando da câmera no corredor?

Exato, que não é a câmera do hotel. A situação vai começar a complicar, porque vai se descobrir quem plantou a câmera lá. Brasília é muito pequena e eu estou sentindo empenho por parte da policia.

O senhor vai processar a Veja?

Isso eu tenho que fazer na hora que tiver a informação de que a câmera foi plantada e souber quem fez isso. Muita gente considera isso gravíssimo. A Veja não está tendo defensores neste episódio. A mídia não critica, mas também não a defende. A Folha, o Globo, o Estadão, por exemplo, não deram matéria, mas também não defenderam a Veja. Se nós conseguirmos provar que foi uma câmera plantada e viermos a descobrir o nome da pessoa que fez isso, daí eu já tenho dois dos melhores criminalistas do Brasil que vão trabalhar numa ação contra eles. Mas, só posso fazer a coisa na hora certa, porque se não eles vão transformar em censura e essas coisas todas. Já começaram a desviar o foco com a história da discussão da regulação da mídia no Congresso do PT. Todo encontro do PT aprova isso. E eu nunca liguei o assunto da Veja a regulação, porque o assunto da Veja é caso de policia, de delegacia. Não é uma questão política, o que a Veja fez é crime. Eles têm que ser processados por crime, não é porque falaram isso ou aquilo de mim. Isso é outra discussão. Se eu estou tendo influência no governo, se eu estou fazendo advocacia administrativa, em relação a esses assuntos ela pode falar o que ela quiser. E eu respondo. Mas o caso é outro… caso de polícia.

Leia também:

Presidente da Petrobras diz que reportagem é “asquerosa”

Walter Pinheiro: “O que Veja fez não é jornalismo sério, é bandalheira”

Paulo Teixeira repudia o jornalismo de Veja: Provocação e delinquência

Humberto Costa, no Senado: É preciso debater ética da mídia

Devanir Ribeiro, fotografado no hotel: Jornalismo “podre e mentiroso”

A denúncia original de Zé Dirceu: Repórter cometeu crime

Escritório de advogados diz que Veja é versão tupiniquim de tabloide inglês

Brasil de Fato: Se for crime,  puna-se a Veja!

Delcídio do Amaral: Eu derrubei o Palocci?

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



74 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Caio Bretas

10 de setembro de 2011 às 17h13

Na época da ditadura a Veja era a revista do grupo do PT. Com a democracia ela sempre se postou contra os governos, mas quando o sindicalismo tomou conta do governo a revista passou a ser uma droga, sem ética e que infiltra noticias mentirosas contra a "maravilha governamental". Deixem eles postarem o que quiser, e simplesmente se defenda. Agora, um badido como o Zé Dirceu falar que a revista é caso de policia é a mesma coisa de Fernandinho Beira MAr exigir retratação por algo que foi falado contra essa outra escória…

Responder

Nassif: Deu tilt no tradutor do Estadão | Viomundo - O que você não vê na mídia

09 de setembro de 2011 às 14h37

[…] Zé Dirceu e a câmera no corredor do hotel   […]

Responder

Roberto

03 de setembro de 2011 às 22h39

Diálogo entre a mãe do "criminalista" da Veja(mistura de criminoso com jornalista), e uma vizinha:
-mãe- Dona Chiquinha,a senhora sabia que o meu filho se fez ?
-vizinha- Ah é?, o Ribeirinho se fez na carreira?
-mãe- Não! dona Chiquinha, ele se fez nas calças mesmo.

Responder

Morvan

03 de setembro de 2011 às 21h38

Boa noite.

Algumas considerações sobre o MurdoPIG:
– a tiragem de qualquer periódico impresso (InVeja, Época (de golpes – sempre), I. É., Estadão, Falha, etc.) é irrisória;
– tem diminuído continuamente, com o avanço da mídia virtual;
– necessita de financiamento dos Governos, tucanos ou não.

Dados os fatos acima e tratando-se a MurdoPIG como um câncer (esqueça, por ora, o fato de o câncer, diferentemente do MurdoPIG, evoluir) fica fácil inferir que, ainda a exemplo do câncer, para matar o tumor, deve-se cortar todo o fluxo sanguíneo que lhe aflui. Então o Governo Dilma extinguiria o cân… digo, PIG, simplesmente cortando toda a verba publicitária para os grupos mafiomidiáticos do Brasil.
É só uma questão de vontade política (e coragem, claro).
E aí, o "Zé" Cardozo vai ou não vai enquadrar a InVeja? Zé, alguém aí?

:-)

Morvan, Usuário Linux #433640.

Responder

Klaus

03 de setembro de 2011 às 21h14

Faltou o audio… uma pena!

Responder

FrancoAtirador

03 de setembro de 2011 às 20h26

.
.
IL PADRINO CIVITA

Cesare Civita (Milano, 4 settembre 1905 – Buenos Aires, 9 aprile 2005) è stato un editore italiano, celebre per le sue pubblicazioni a fumetti.
Nacque in una ricca famiglia ebrea nella Milano dei primi del Novecento. Appassionato di disegno e fumetti, verrà attratto dalle pubblicazioni dei primi personaggi creati da Walt Disney, divenendo nel 1936 direttore della Walt Disney Italia, edita da Mondadori.
Con la collaborazione di Cesare Zavattini, renderà popolare il periodico Le Grandi Firme, avvalendosi della collaborazione per la creazione delle copertine del disegnatore Gino Boccasile, che darà vita alle Signorine Grandi Firme.
Nel 1938 l'approvazione delle leggi razziali lo porterà ad allontanarsi dall'Italia, emigrando in Argentina dove fonderà la Editorial Abril, che diverrà la principale casa editrice del Sud America, e il punto di nascita della Scuola argentina del fumetto.

Responder

eraklito

03 de setembro de 2011 às 20h10

Porque o Ministerio da Educação entrega para a Abril Descultural toda publicação dos livros escolares.
Tem que cortar isso dessa editora.

Responder

EUNAOSABIA

03 de setembro de 2011 às 19h45

Só prá lembrar, quem diz isso não sou eu, é a justiça do meu país…. eles vão ter que pagar…

Formação de quarilha, Falsidade ideológica, Peculato, Corrupção ativa, Corrupção passiva, Lavagem de dinheiro, Gestão fraudulenta e Evasão de divisas.

Tudo somado, mais de um século de prisão. Não tenho nada a ver com isso, isso está na lei.

É essa turma e essa gente que faz parte desse partido e que é motivo de orgulho para esses tipos.

Responder

Sr. Indignado

03 de setembro de 2011 às 19h20

Afinal, quem é essa veja… não é aquele panfleto que vive encalhando nas bancas?

Responder

Clóvis

03 de setembro de 2011 às 16h53

veja = esgoto

Responder

multiplus

03 de setembro de 2011 às 15h36

Não entendo essa "babação" de chamar José Dirceu de "ministro"…

mais correto seria chama-lo de "deputado cassado por corrupção" ou então "chefe de sofisticada organização criminosa, segundo denuncia da PGU"… seria mais honesto…

né?

Responder

    CC Regazzoni

    05 de setembro de 2011 às 11h28

    Pelo menos ele tem nome e um rosto, dá a cara pra bater, bem diferente de certos covardes que ficam destilando suas baboseiras neste espaço.

    multiplus

    05 de setembro de 2011 às 14h06

    é verdade… basta ver o exemplo do "FrancoAtirador" ou do "Zépovinho" e tantos outros por aqui, né?

    falou pouco mas falou bem!

    ps: José Dirceu tem nomes e rostos… lembra q ele ficou mais de 10 anos casado com outra identidade?

    e parece q ele tem "digitais" tb… q se tudo correr bem, serão "carimbadas" quando ele for preso!

    multiplus

    05 de setembro de 2011 às 15h52

    é verdade…

    mas Zé Dirceu tem vários nomes e várias caras! lembra q ele passou mais de 10 anos casado com um nome falso e com rosto operado em Cuba?

    ps: além de rosto e nome, José Dirceu tem "digitais" q serão carimbadas quando ele for preso por corrupção!

Marcio

03 de setembro de 2011 às 15h05

Se é ex-ministro por que a revista o trata de MINISTRO? Quanto for entrevista o Serra, vai chamá-lo de governador?????rsrsrsr.

Responder

Venício Lima: Ética e credibilidade de uma profissão | Viomundo - O que você não vê na mídia

03 de setembro de 2011 às 13h27

[…] Zé Dirceu: De quem era a câmera? […]

Responder

Juan Pessoa

03 de setembro de 2011 às 13h25

Realmente a vida anda muito difícil pro instituto Murdoch (millenium) na sucursal brasileira (Globo, folha, veja e associados). Não sabem como convencer seus leitores que a redução dos juros e ruim para o Brasil. Não conseguem defender o seu braço armado, a revista veja, e querem demonizar o PT sobre censura. Realmente TA PUXADO!!!!

Responder

mano

03 de setembro de 2011 às 11h56

A CIA ABRIU no Brasil?

Responder

Gerson Carneiro

03 de setembro de 2011 às 09h49

Saída pela Direita:

Veja muda de asunto rapidinho e traz propaganda de remédio para emagrecimento.
Deveria aproveitar e pingar umas gotas no próprio olho gordo.

Responder

Eudes H. Travassos

03 de setembro de 2011 às 09h08

O diabo é que se alguem for preso não será o dono da veja, mas sim, no maximo um diretor, isso deve render uma bolada a Zé Direceu por danos morais e outros qualificações jurídica, aí, como a veja tem muita bala na agulha pra isso e no Brasil, ainda não há uma lei que coíba estes procedimentos, continuará a fazer suas picaretagens. Grana eles têm e se não tiver têm quem arrume, o probelma não é Zé Dirceu, o problema é o Brasil.

Responder

FrancoAtirador

03 de setembro de 2011 às 09h07

.
.
A CAMAREIRA, O EX-MINISTRO E O ASSÉDIO DE 'VEJA'

"…Segundo boletim de ocorrência feito pelo chefe de segurança do Hotel Naoum, Gilmar Lima de Souza, a camareira Jôse Maia Medeiros foi abordada pelo repórter Gustavo Ribeiro (da revista Veja), que dizia ser hóspede de um dos dois quartos usados pelo ex-ministro (José Dirceu), por cessão do escritório de advocacia Tessele Madalena Advogados Associados.

O repórter tentou convencer a camareira de que esquecera a chave dentro do quarto e pediu a ela para abri-lo. Jôse desconfiou e foi conferir o nome na relação de hóspedes. NÃO CONSTAVA.

Mais tarde, o repórter voltou ao hotel e hospedou-se na suite 1607, vizinha à de Dirceu.

Era o dia 24 de agosto (…)

Segundo a revista, o repórter estava lá para investigar "as atividades de um personagem que age sempre na sombra."
.
.
DECIFREI A ESFINGE.

A VEJA NÃO É UMA REVISTA.

É UMA AGÊNCIA DE DETETIVES PARTICULARES.
.
.

Responder

    Morvan

    03 de setembro de 2011 às 10h47

    Bom dia.
    Carta: '…Segundo a revista, o repórter estava lá para investigar "as atividades de um personagem que age sempre na sombra."…'.

    Tratar-se-ia, no caso, de auto-investigação? É assim que age o PIGDoch

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    FrancoAtirador

    03 de setembro de 2011 às 15h40

    Anita

    03 de setembro de 2011 às 11h45

    Ou uma burda cópia do jeito Murdoch de Ser.

EUNAOSABIA

03 de setembro de 2011 às 08h26

O grande "Chefe" segundo o Procurador Geral da República.

Esse sujeito que implantou o maior esquema de corrupção, com compra de votos, enriquecimento pessoal de vários dos seus, além de tentar dar o maior golpe contra a democracia que o Brasil já assistiu depois do período militar, esse é o herói deles…. esse é o ícone moral máximo dessa gente.

Estamos é lascados mesmo…. rumo a desgraça com essa turma que está aí.

Responder

    Jaime Iglesias

    03 de setembro de 2011 às 09h53

    Cara, gente exatamente como você apoiou as maiores atrocidades da história da humanidade, como, por exemplo, o Holocausto e a Inquisição. Em nome de um poder de elite, cometeu-se ao longo dos séculos o morticíio de milhaers de pessoas. Para você, no seu raciocínio de meio feijão, a emporcalhada Veja tem o direito de invadir a casa de quem quiser. Dane-se o Estado de Direito, danem-se as instituições, danem-se os poderes. A elite pode tudo. Ainda bem que vocè não passa de um EUNAOSABIA.

    Julio Silveira

    03 de setembro de 2011 às 10h34

    Com base nas pregações quase religiosas de pessoas anonimas como você é que já começo até a ver o Dirceu com outros olhos. Esse negócio de se escudar atrás do anonimato recalcitrar as ilações que estão por ser julgadas pelo judiciário é o que dá ao Dirceu a prerrogativa de vitima. Pelo menos para aqueles que acreditam no País sob o império da lei. Reverberar a opinião da procuradoria, que em seu libelo acusatório transforma o acusado em chefe de quadrilha faz parte da enfase profissional necessária no processo para tentar qualificar um réu, qualquer réu que estivesse sendo acusado do cometimento dos crimes, que presume a procuradoria, tenham sido cometidos pelo réu. Para que o ato se torne de fato criminoso haverá de ser provado, e aí entram no jogo democrático institucional o outro lado da história, os advogados da defesa. Utilizar os termos da procuradoria sem que haja transitado em julgado, também pode ser passível de processo, se ao final do julgamento for inocentado o réu. Mas provavelmente você passará incólume, és anonimo até no Blog e mesmo nós que podemos estar identificados gozamos de prerrogativas de liberdade de expressão. Mas cuidado com a opinião. Já o estado esse poderá ter de arcar com o prejuízo de uma indenização fruto de um impulso profissional que muitas vezes podem ser feitos com motivações até de interesse promocional ou para ser politicamente correto de acordo com os direcionamentos midiáticos, mas se revelar altamente pernicioso para o direito dos cidadãos.

    Marcos C. Campos

    03 de setembro de 2011 às 12h04

    o EUNÃOSABIA não sabe o que estado de direito democrático.

    Panambi

    03 de setembro de 2011 às 15h08

    Ele NÃOSABENADA desde o volta da viagem – ver video postado pelo ZePovinho…

Gerson Carneiro

03 de setembro de 2011 às 08h25

A Veja se isolou porque seus parceiros do PIG perceberam que ela protagonizou o chamado "fogo amigo".
Agora PIG e oposição se comportam como cachorro que caiu da mudança.

A Veja sem avaliar consequências (e isso não é especialidade dela) reacendeu a discussão sobre a regulamentação da mídia.

Responder

spin

03 de setembro de 2011 às 08h05

O mandante do crime foi o Cividoch (mistura de Civita com Murdoch)

Responder

Leider_Lincoln

03 de setembro de 2011 às 08h00

A Veja agora sifu. E as outras empresas do sindicato do crime tanto sabem que a coisa é séria e que o feito é indefensável, que nem estão tentando. A Record, inclusive, já mostrou o caso, que tem tudo para ser um ponto de virada, o momento a partir do qual o PT acorda e viu o que para nós era óbvio já há muito: a grande "impresa" está se tornando um sindicato do crime, uma máquina golpista e deve ser contida.

Responder

    EUNAOSABIA

    03 de setembro de 2011 às 10h03

    De golpismo vocês entendem muito bem rapaz, afinal o PT é o símbolo de um partido golpista.

    Constituição Federal, Tancredo Neves, Sarney, Collor, Itamar, Plano Real, Governo Fernando Henrique, era 24 horas por dia tentando dar o golpe contra esses… ou achas que engana quem rapaz?

    El Cid

    03 de setembro de 2011 às 11h17

    Piu-Piu, você é o urubu louco deste blog: a cada vôo, uma ..agada !!

    EUNAOSABIA

    03 de setembro de 2011 às 12h50

    Bom dia Patolino, tinhas sumido, que passa rapaz?

    El Cid

    03 de setembro de 2011 às 16h21

    limpando a sua sujeira, dos comentários sem noção e sem nexo que você borra…

    … ah, manera nesse purgante que você tá tomando, viu?

    Marcelo Fraga

    03 de setembro de 2011 às 12h56

    Fascistóide chamando os outros de golpista…

    Só pode ser piada!

    ZePovinho

    03 de setembro de 2011 às 13h24

    Digite o texto aqui![youtube uLsuT_si3y8 http://www.youtube.com/watch?v=uLsuT_si3y8 youtube]

    Panambi

    03 de setembro de 2011 às 15h06

    ZePovinho, como é que ele conseguiu voltar? E voltou NÃOSABENDONADA…

    graciliano

    03 de setembro de 2011 às 15h23

    Desde quando votar contra algo é ser golpista? Voc6e sabe a diferença entre ser de oposição e ser golpista. Quem não sabe é o PIG e seu mentor, o saudoso Zé Serra.gr

jõao

03 de setembro de 2011 às 07h34

02/09/2011 18h50 – Atualizado em 02/09/2011 19h07
Proposta de resolução do PT aponta 'conspiração' contra base do governo
Partido discute texto em congresso que se inicia nesta sexta em Brasília.
Proposta vê 'intenção de jogar todos os políticos na vala comum'.

Renan Ramalho e Andréia Sadi Do G1, em Brasília
imprimir
Militantes no Congresso do PT, em Brasília (Foto: Andréia Sadi / G1)Militantes no Congresso do PT, em Brasília
(Foto: Andréia Sadi / G1)

A proposta de resolução do 4º Congresso Nacional do PT, a ser distribuída e votada neste final de semana durante o evento, em Brasília, afirma que a oposição, com o apoio de uma "conspiração midiática", visa "dissolver" a base parlamentar do governo Dilma Rousseff.

Responder

Luiz Carlos

03 de setembro de 2011 às 06h13

Os que advogam o vale-tudo da Veja invadindo a privacidade dos outros, tirando fotos e tentando entrar no apratamentos dos outros, nao sao os mesmos que falam em moral? Ética? democracia? Estado de Direito? Bom o Tea Party fala a mesma coisa nos EUA e defendem as mesmas teses ilegais, se for para justificar suas fanáticas crneças. A estes que defendem o vale tudo, saibam que hoje é o Dirceu amanha pode ser você, pois porteira por onde passa um boi…podem completar…Eu gostaria de perguntar se fosse o contrário, imaginemos a seguinte reportagem: Um Ptista ligado a Dirceu tentou entrar num hotel, onde o jornalista Ricardo Azevedo, da Veja costuma ficar quando vai a Brasilia trabalhar? ou um Ptista tentou disfarçadamente entra no Hotel, onde o Josias em Brasilia, quando pra lá viaja costuma se hospedar? fazendo esta troca, o que seria do PT nas paginas de jornais ou revista hoje? O Gilmar Mendes seria chamado para declara o que? Se vale para Dirceu, vale para qualquer Zé. Coerência já.

Responder

Luiz Carlos

03 de setembro de 2011 às 06h12

Pegando o mesmo raciocínio da camara, onde de forma absurda livrou(condenou) a deputada J. Roriz da cassacao eu poderia afirmar: Os deputados livraram ela, pois suas práticas coicídem com as dela; a imprensa, que nao condenou a Veja, a livrou, pois suas práticas coicídem com as praticas da Veja. Tá vendo que eu nao posso em nome,sem lá de que, a tal ditadura do bem, estrapolar os limites da lei. Eu nao posso porque quero ver um cara na cadeia, controlar sua privacidade ou tentar violar, pois num estado de direito, as ilegalidades devem ser combatidas com legalidade e observando o espírito da lei, se nao, o ditado do caipira se torna real:porteira por onde passa um boi, passa a bioada. Hoje é o Dirceu, amanha qualquer Zé terá a seus direitos garantidos por lei violados.A ditadura do bem tem no Tea Party sua maior expressao, pois eles pregam tudo que é, para si mesmos o que é bom, e deve ser, mas afirmam que o outro é do diabo, Obama e que Deus castiga os EUA por causa do Obama. Cuidado.

Responder

Leonardo Câmara

03 de setembro de 2011 às 01h30

Cana dura para quem transgrediu a lei!

E que sirva de lição…

Responder

marcos

03 de setembro de 2011 às 00h51

Privatiza-se a veja.
Que cortem as propagandas governamentais, incluindo Petrobrás e BB.

Responder

Polengo

02 de setembro de 2011 às 23h22

Eu (e mais gente) achava que não ia ter processo. Não sabemos ainda, mas se houver uma prova de um crime, quem sabe?
A coisa vai ficar boa.

Mesmo porque, a vara de pinheiros não fica em brasília.

Responder

Grinaldo Oliveira

02 de setembro de 2011 às 23h02

Ė até compreensível este silêncio sepulcral da imprensa. Há muito rabo preso na história. O fato é que rastrear a origem do grampo não é difícil. Há chances de descobrir o autor pelas digitais deixadas, imagens internas do circuito de segurança, check de visitas de alguma empresa de manutenção, ou seja, se quiserem, pegam. E quando pegarem, podem ter certeza que a corda arrebenta, pois o "informante" não vai querer ser o Judas sozinho.

Responder

Testando Hipóteses

02 de setembro de 2011 às 22h48

O alvo é o ministro da justiça. Veja deve ter "conseguido" as imagens de arapongas do MJ que vigiavam os passos de cardeais do PT. Dilma não vai se opor e vai espirrar o Zé do governo, assim como fez com os outros indesejáveis Johnbim e Palofi. O PIG leva mais uma, e PHA vai ao delírio. Todos saem ganhando.

Responder

Armando do Prado

02 de setembro de 2011 às 22h38

Veja = crime

Responder

Bruno

02 de setembro de 2011 às 22h22

Vale a pena ver o vídeo da entrevista do Zé Dirceu na Record, há dois dias. Ele aproveitou para dizer tudo o que tinha guardado no peito: http://noticias.r7.com/jornal-da-record-news/2011

Responder

Luiz Fortaleza

02 de setembro de 2011 às 21h58

Uma frase resume esta revista que CEGA: IMPRENSA BANDIDA, CRIMINOSA.

Responder

pperez

02 de setembro de 2011 às 21h45

Isso que aconteceu com o Dirceu rola todos os dias com pessoas anonimas que não tem como se defender.
Acho que vai ser igualzinho à bolinha de papel que virou missil na cabeça do Cerra
A Midia age como hienas se locupletando de uma peça podre para depois se reunir às gargalhadas.
Até rirem amarelo como devem estar agora

Responder

Fernando

02 de setembro de 2011 às 21h34

Cada vez vejo com mais ânimo a possibilidade do Zé Dirceu ser o vice da Dilma em 2014.

Responder

FrancoAtirador

02 de setembro de 2011 às 21h05

.
.
Fico com a segunda hipótese.
O factóide foi uma tentativa de fazer intriga entre os membros do governo.
E digo mais: o alvo era o Gabrielli.
Há tempos eles batalham para derrubá-lo.
.
.

Responder

    Fernando

    02 de setembro de 2011 às 22h23

    Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci – Palocci

    FrancoAtirador

    03 de setembro de 2011 às 09h40

    .
    .
    Adendo:

    Eles não assimilaram o fato de a PETROBRAS

    haver ficado no comando da exploração do PRÉ-SAL.

    Não se conformam com a aprovação do REGIME DE PARTILHA.
    .
    .

Cristiana Castro

02 de setembro de 2011 às 20h28

Nossa Imprensa atrás de Dirceu parece aquele coiote do desenho atrás do beep-beep. Tudo que eles armam cai na cabeças deles. Os inacreditáveis do PIG, parecem ser os únicos que não conhecem o final do desenho. A coisa começa e a gente já sabe que o coiote vai se ferrar e beep-beep vai passar numa boa. Todo mundo sabe, MENOS o PIG. Não tem jeito, não aprendem.

Responder

erivaldosilva

02 de setembro de 2011 às 20h06

Dirceu está agindo corretamente, pois a VEJA têm que ser processados pelo crime. Se Dirceu levar para uma questão politica, favorece muito a VEJA pela responsabilidade da implantação da câmara no hotel. Não é exagero dizer que a Folha, o Globo e o Estadão, não abraça nenhum tipo Harakiri quando os fatos divulgados pela referida reportagem, são comprometedores.

Responder

    Fabio_Passos

    02 de setembro de 2011 às 22h18

    A veja já era famosa pela alta pilantragem:
    – a propina que recebe do governo de SP
    – o dinheiro sujo do daniel dantas alimentando "reportagens"

    Agora partiram até para arrombamentos…

Fabio_Passos

02 de setembro de 2011 às 20h05

Os criminosos do PIG não podem continuar impunes.

O mafioso do civita precisa prestar contas na justiça.

Responder

Tartufo da Silva

02 de setembro de 2011 às 19h37

Dirceu agarrou Veja pelos culhões… o termo é forte e até certo ponto chulo, mas é a imagem perfeita. E Dirceu só solta se quiser… e ele não há de querer.

Responder

    Morvan

    03 de setembro de 2011 às 21h47

    Boa noite.
    Isso mesmo, Tartufo da Silva. E Dirceu, que conhece muito bem esta cambada de patifes vai apertar até a InVeja confessar o que fez e o que não fez.
    Quem diria; a InVeja ajudando a criar o marco regulatório da mídia no Brasil. Nem eles imaginariam…

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

Rasec

02 de setembro de 2011 às 19h32

Eita que o negocio tá ficando bom, sÔ!

Responder

reinaldo

02 de setembro de 2011 às 19h26

Mas se o hotel tem uma câmera que filma o corredor, essa câmera filmou quem colocou a câmera da Veja. É só consultar as imagens.

Responder

    Bruno

    02 de setembro de 2011 às 22h28

    E também teria filmado a camareira negando ao repórter da veja a chave, que ele solicitava para adentrar no quarto que estava sendo usado pelo Dirceu.E ainda tem o lance posterior da tentativa do jornalista da veja de entrar no quarto, sob o pretexto de deixar papéis do prefeito de Varginha, se dizendo assessor do Prefeito daquele município.
    Não tem como o Hotel negar apresentar a gravação se solicitado pela Polícia,acionada para investigar o caso.

    FrancoAtirador

    03 de setembro de 2011 às 16h35

    .
    .
    Não haveria motivo para o Hotel Naoum negar qualquer informação para a Polícia,
    por uma simples razão:

    O Hotel também é vítima do CRIME DE ESPIONAGEM DA REVISTA VEJA.

    Aliás, o Naoum já disponibilizou aos Peritos Criminais da Polícia Civil do DF
    todas as fitas com as filmagens gravadas pelas câmeras do Hotel.
    .
    .

    FrancoAtirador

    02 de setembro de 2011 às 22h41

    .
    .
    Já sabem.
    Só estão esperando o laudo técnico da Perícia Criminal
    que vai instruir o Inquérito Policial.
    Dessa a Veja não escapa.
    Nem fazendo de conta que não é com ela.
    <img src="http://2.bp.blogspot.com/-OuZh62tJGWY/TllJEeFWHyI/AAAAAAAAH3o/S4aevlHFIKA/s1600/Terra_Brasilis_Abril.jpg"&gt;

    Campineiro

    03 de setembro de 2011 às 06h53

    Vc acha realmente que alguem esta atras da verdade??

    Diogo

    03 de setembro de 2011 às 11h22

    É possível. Porém, as gravações não duram muito tempo, elas são sobrescritas para não gastarem espaço infinito.

    Como a reportagem fala de um assunto de mais de um mês atrás, é possível que as gravações do hotel nem existam mais.

    Se existirem, tudo bem.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.