VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Brasil de Fato: Se for crime, puna-se a Veja!


01/09/2011 - 17h50

Bom seria se, seguindo o exemplo vindo do Reino Unido, o país aproveitasse para reexaminar o papel e regulamentação da mídia, visando fortalecer nossa democracia

Editorial do  Brasil de Fato

Há poucos meses ficou provado que o tabloide News of the World, de propriedade do australiano Rupert Murdoch, um magnata das comunicações, há anos promovia escutas telefônicas ilegais de pessoas influentes na política britânica. Por causa da prática criminosa o seu proprietário teve que fechar o tabloide, prestar esclarecimentos no parlamento e viu alguns diretores e jornalistas da empresa serem presos. O pedido de desculpas do magnata e todo seu poderio econômico e político foram insuficientes para evitar sua condenação na opinião pública. O escândalo, com repercussão mundial, fez com que a população continuasse exigindo a punição dos responsáveis pelo crime e que o país promova um reexame amplo do papel e da regulamentação da mídia no Reino Unido.

Nessa semana, aqui no Brasil, a revista Veja, da Editora Abril, está nas bancas com uma matéria de capa acusando o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, como sendo o poderoso chefão, dentro do PT e que conspira no governo Dilma. O conteúdo da reportagem não vai além do estilo panfletário e completamente dissociado da verdade, como costumeiramente a Veja trata todas as organizações que divergem da concepção político-ideológico da família Civita, proprietária da revista. A reportagem não tem um fiapo de informação, é só opinião, como afirma o jornalista Paulo Henrique Amorim. Não merece credibilidade uma vez que, como é sabido, a Veja mente.

Mas a forma como a reportagem foi construída merece sim a atenção da opinião pública brasileira. Como está registrado em Boletim de Ocorrência (BO) numa delegacia de polícia da Capital Federal, o repórter da revista tentou invadir o quarto do hotel onde Dirceu se hospeda.

Talvez agora a Veja saiba a diferença entre as ações de invadir e de ocupar. Tudo indica, ainda em investigações preliminares, que para ilustrar o que chama de reportagem, o jornalista instalou ilegalmente uma câmera para obter imagens dos hospedes e freqüentadores do hotel. Não há limites ao escárnio com que a semanal dos Civita trata o Estado de Direito. O sentimento de completa impunidade lhe permite praticar um jornalismo que confabula com a ilegalidade.

A mídia em geral, em colusão com a prática criminosa da revista, não dedicou uma linha para informar a opinião pública do fato ocorrido. Uma abismal diferença de quando houve a quebra do sigilo da declaração de imposto de renda de um político tucano. Essa é a liberdade de imprensa defendida pelos proprietários dos meios de comunicação. Liberdade para filtrar os acontecimentos, amplificando ou escondendo os fatos, de acordo com seus interesses próprios.

A ficha corrida da Veja é tão extensa quanto de longa data. Um grupo empresarial que cresceu sob a sombra protetora da ditadura militar, tanto aqui quanto na Argentina. Que não hesita em atacar a honra das pessoas, da forma mais vil, para atingir seus objetivos, como fez com o delegado da Policia Federal Paulo Lacerda, responsabilizado, nas páginas da revista, por ter grampeado os celulares do então presidente do STF Gilmar Mendes, e alguns parlamentares. Em momento algum apareceu o áudio dessa gravação ou qualquer outra prova de que havia ocorrido o grampo. Lacerda perdeu seu cargo na Policia Federal, a revista e seus capangas– usando palavras de um inflamado discurso do Ministro do STF Barbosa – da mentira montada permanecem completamente impunes.

O próprio presidente Lula foi vítima do exercício da mentira nas páginas da publicação do Grupo Abril. Ora o acusaram de ter vínculos econômicos com as Farcs, grupo revolucionário da Colômbia, ora de ter contas secretas em paraísos fiscais. Novamente, nada foi provado e repetiu-se a impunidade.

Até quando a população brasileira vai ser desrespeitada por essa forma de fazer jornalismo da família Civita? Quantas vezes ainda veremos essa revista abrir sua caixa de maldades, durante um processo eleitoral, às sextas-feiras, para abastecer o Jornal Nacional da Rede Globo e tentar influir determinantemente no resultado eleitoral, sem que as autoridades tomem quaisquer providências? A palavra está com quem tem o dever de apurar e, se comprovado, punir as práticas criminosas, inclusive as da mídia.

Bom seria se, seguindo o exemplo vindo do Reino Unido, o país aproveitasse para reexaminar o papel e regulamentação da mídia, visando fortalecer nossa democracia. Daquele país, em artigo de Martin Wolf publicado no Financial Times, vêm indicativos da necessidade de rever as leis de privacidade e difamação; regulamentação da imprensa; concentração da propriedade por veículos e sobre diferentes mídias; papel da mídia pública; financiamento público da mídia em geral e da produção de notícias em particular. Já seria um começo a ser seguido pelo nosso país. Se a distância ou a língua britânica servem de empecilho junto às autoridades, por que não seguir o exemplo da vizinha Argentina com sua Ley de Medios? Com a palavra o Ministro das Comunicações. Mas antes, com palavra o Ministro da Justiça, no caso da tentativa de invasão de um quarto de hotel na Capital Federal.

Sergio Gabrielli, da Petrobras: Matéria da Veja é asquerosa, fruto de péssimo jornalismo

Walter Pinheiro: “O que Veja fez não é jornalismo sério, é bandalheira”

Paulo Teixeira repudia o jornalismo de Veja: Provocação e delinquência

Humberto Costa, no Senado: É preciso debater ética da mídia

Devanir Ribeiro, fotografado no hotel: Jornalismo “podre e mentiroso”

A denúncia original de Zé Dirceu: Repórter cometeu crime

Brasil de Fato: Se for crime,  puna-se a Veja!



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


27 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

multiplus

03 de setembro de 2011 às 15h39

perfeito!

SE FOR CRIME, puna-se a Veja… mas sinceramente não acho q tenha crime algum aí!

e como corrupção é crime, o Brasil espera q José Dirceu, chefe de sofisticada organização criminosa, seja punido tb!

né?

Responder

Jairo_Beraldo

03 de setembro de 2011 às 11h37

Muito bom o editorial, mas terminou com uma infelicidade ímpar…."Com a palavra o Ministro das Comunicações. Mas antes, com palavra o Ministro da Justiça, no caso da tentativa de invasão de um quarto de hotel na Capital Federal."
Tanto Paulo Bernardo e menos ainda o Zé Caridozo Dantas, irão se mover nesta questão. Falta-lhes o óbvio para que o façam…falta-lhes culhões!

Responder

NilvaSader

03 de setembro de 2011 às 00h41

ENCONTRO DE BLOGUEIROS PROGRESSISTAS DA BAIXADA SANTISTA – 08 de outubro/2011

Inscreva-se no site: http://www.rlocatellidigital.com.br/blogueiros-ba

Inscrições gratuitas. Vagas limitadas

Se precisar, entre em contato conosco

pelo email [email protected]

Responder

mcn

02 de setembro de 2011 às 19h10

Do Blog do Rovai:

Entrevista exclusiva: Zé Dirceu diz que vai à OEA e SIP contra Veja
http://www.revistaforum.com.br/blog/2011/09/02/en

Responder

Romualdo

02 de setembro de 2011 às 16h42

Falta macho neste país!! se fosse contra alguma alma suja tucana a mídia estaria acusando a Deus e o mundo!

Responder

Gustavo Pamplona

02 de setembro de 2011 às 14h53

Já que muitos de vocês gostam de "teorias de conspiração" em especial o Zé Povinho (Milton Hayek) e o Aldo Luiz (que anda um pouco meio sumido) vai uma aí.

Vou explicar para vocês o que é que vai acontecer:

Se a Veja não fizer uma lista de melhores e piores hotéis para hospedar em Brasília citando o Naoum como um dos piores provavelmente oferecerá gratuitamente umas 2 páginas ou até mais páginas de publicidade (em revistas subsequentes) para o Hotel Naoum conseguindo que ele retire os processos;.

Bom… sabendo que o governo do PT não vai tomar qualquer atitude… esqueçam isto… meus queridos… não sofram desnecessariamente sonhando com "Leys de Médios"… o único que ficará sozinho nesta será o pobre José Dirceu.

Detalhe: Eu apenas expus a realidade.

—-
Gustavo Eduardo Paim Pamplona – Belo Horizonte – MG
Desde Jun/2007 conspirando realidade no "Vi o Mundo"! ;-)

Responder

Marat

02 de setembro de 2011 às 07h32

Aqui, infelizmente, ainda impera a impunidade para: 1) Ricos; 2) Poderosos; 3) Membros do "alto" clero do PIG. A veja raramente perde alguma ação, e quando isso ocorre, as multas são de R$ 2.000,00. Ridículo!

Responder

SILOÉ-RJ

02 de setembro de 2011 às 00h57

Essa não vai ficar impune não!!!
Com essa movimentação dos blogs, e das redes sociais, o que tem de gente cancelando a assinatura é uma enormidade. E claro!!! Com isso, os anúnciantes virão atrás.
Nenhuma empresa quer ver sua imagem veículada em mídia tão rasteira e incompetente.
Se não fosse o governo e a prefeitura de São Paulo, comprarem a peso de ouro o refugo, que já não é pouco, para destribuirem nas escolas, e a sustentação com anúncios inclusive de algumas estatais: Ela já estaria FALIDA ha muito tempo.

Responder

    Luiz Aldo

    02 de setembro de 2011 às 10h59

    Ah, Siloé, que tuas palavras venham da boca de um anjo. Que esta falência não tarde, para o bem de todos nós!
    Luiz Aldo
    João Pessoa – PB

Werner_Piana

02 de setembro de 2011 às 00h06

A VEJA é Bandida, com B maiusculo!

E sempre IMPUNE e recheada de anúncios milionários, inclusive do governo federal…

É lamentável!

Responder

Gustavo Pamplona

01 de setembro de 2011 às 22h50

Punir a Veja? Sonhos PTistas… ai, ai, ai….

—-
Gustavo Eduardo Paim Pamplona – Belo Horizonte – MG
Desde Jun/2007 ai, ai, aiando no "Vi o Mundo"! ;-)

Responder

FrancoAtirador

01 de setembro de 2011 às 22h30

.
.
Senador tucano Álvaro Dias elogia ato criminoso da Veja

O líder do PSDB no Senado faz apologia implícita a atos que ferem preceitos constitucionais
<img src="http://1.bp.blogspot.com/-XzzjQyp7Pps/Tlqv_iC81gI/AAAAAAAAVWo/ZwCSEJE7qF8/s1600/alvaro_dias_veja_coragem_crime.jpg"&gt;

O senador Álvaro Dias [PSDB-PR] faz implícita apologia às investidas criminosas do jornalista [?] Gustavo Ribeiro, da Veja.

"Corajoso" esse senador, não!

Em um país sério no qual parlamentares não se cobrem, covardemente, com o manto do foro privilegiado, Álvaro Dias seria acusado, julgado e condenado por acumpliciar-se com alguém que comete atos que ferem princípios constitucionais. E olhe que o Álvaro Dias é senador da República Federativa do Brasil… Belo exemplo!

Mas, no final das contas, aqui é Brasil… A justiça para os cidadãos é uma; para parlamentares [do naipe do senador Álvaro Dias], autoridades do alto escalão em qualquer esfera do poder público, juízes, promotores, ministros do STF e tais e quais, é outra bem diferente…

Precisamos reagir!…

CONSTITUIÇÃO FEDERAL
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
(…)
X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;

XI – a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial;

Crime de Violação de domicílio no Código Penal Brasileiro

A violação de domicílio é o crime perpetrado por pessoa que entra ou permanece no domicílio de outrem de forma clandestina ou contra a vontade do domiciliado.

No Código Penal brasileiro a violação de domicílio está prevista dentro da subdivisão que trata da inviolabilidade do domicílio, esta por sua vez inserida dentro do capítulo que trata dos crimes contra a pessoa.

CÓDIGO PENAL

Art. 150 – Entrar ou permanecer, clandestina ou astuciosamente, ou contra a vontade expressa ou tácita de quem de direito, em casa alheia ou em suas dependências:

Pena – detenção, de um a três meses, ou multa.

§ 1º – Se o crime é cometido durante a noite, ou em lugar ermo, ou com o emprego de violência ou de arma, ou por duas ou mais pessoas:
Pena – detenção, de seis meses a dois anos, além da pena correspondente à violência.

(…)

§ 4º – A expressão “casa” compreende:

I – qualquer compartimento habitado;

II – aposento ocupado de habitação coletiva;

III – compartimento não aberto ao público, onde alguém exerce profissão ou atividade.

http://profdiafonso.blogspot.com
http://contextolivre.blogspot.com
http://esquerdopata.blogspot.com
<a href="http://frasesdadilma.wordpress.com/” target=”_blank”>http://frasesdadilma.wordpress.com/

Responder

    Polengo

    02 de setembro de 2011 às 23h34

    Pois é, pra se oferecer como boi de piranha tem que ser corajoso.
    E muito burro.

    Luiz - AlphaPlus

    06 de setembro de 2011 às 11h22

    Olha, eu posso até sugerir que deve ter dedinhos do papagaio de pirata "Álvaro Dias" nessa jogada. Porque é bem do estilo dele.

Regina Braga

01 de setembro de 2011 às 21h54

Parece que a Veja tbém quebrou a balancinha da OAB…Foi tanto material do Murdoch Júnior,que o Presidente da OAB não pode dar entrevista…ficou atolado em grampos.Bom,seja como for,habeas corpus não vão ter,grampo com grampo,produz um enorme labirinto. Grande Ministro,Barbosa!

Responder

Marcio H Silva

01 de setembro de 2011 às 20h14

Não é só ter a lei de media em vigor. A Inglaterra já tinha e assim mesmo o Murdog extrapolou. Tem que se fazer cumprir a lei. Se um dia tivermos uma lei de media implantada em nosso país, iniciaremos outra batalha que será a de cumprir a mesma. Com o judiciário que temos, e o medo dos governantes em geral, esta batalha vai ser bastante árdua.

Responder

Liz Lee

01 de setembro de 2011 às 19h57

Acontece que a Veja foi adotada pela maioria das pessoas como sendo o Livro Sagrado, ou melhor dizendo, o Livro das Revelações. É questão de crença.

Como alegoria: Estamos em uma matrix e tomamos a pílula vermelha da acomodação.

Responder

cronopio

01 de setembro de 2011 às 19h55

As questões são, alguém processou? A quantas anda o processo? O PT não está agindo? Por quê?

Responder

    Rubensk

    01 de setembro de 2011 às 22h08

    Calma, Cronópio. O próprio Dirceu já fez o BO. As investigações já foram iniciadas. O processo vem depois do resultado das investigações.
    Quanto às reação do PT, acompanhe pela internet…

    Campineiro

    03 de setembro de 2011 às 06h57

    Quem fez o Bo não foi o Hotel??

    O BO do Dirceu alega o que??

    Luiz - AlphaPlus

    06 de setembro de 2011 às 11h20

    Sobre o processo e a reação do PT, com certeza, meu caro Cronopio, você não ver qualquer coisa nos jornais da Band ou da Globo. Talvez na Record você veja alguma citação. =

Vivi

01 de setembro de 2011 às 19h30

o problema é que os leitores de VEJA são tão tapados que nem perceberam que a matéria não apresentou nada de concreto, apenas suposições, insinuações, elucubrações, delírios… uma lavagem cerebral completa.

Responder

ERNESTO HEREDIA DIAS

01 de setembro de 2011 às 19h08

ingredientes :
04 ovos
02 latas de leitemoça
02 xicaras de leite
01 xícara de açucar

PUDIM DE LEITE

Preparo:

Caramele uma forma de pudim com o açucar
Misture o leite moça com o leite e as gemas – bata as claras em neve e misture tudo!

Despeje na forma caramelada e deixe em banho amria por 01 hora.

Guarde na geladeira até esfriar. Está pronto para servir.

Responder

    Gersier

    01 de setembro de 2011 às 19h36

    Rapaz,faz isso comigo não.Sou um desses alucinados por pudim e aí vem vc dando uma receita.

Fabio_Passos

01 de setembro de 2011 às 19h04

A veja é famosa por fazer chantagens e coletar propina.

Agora mais um crime desta quadrilha vai ficar impune?

Responder

Presidente da Petrobras: Matéria da Veja é asquerosa, fruto de péssimo jornalismo | Viomundo - O que você não vê na mídia

01 de setembro de 2011 às 17h53

[…] Brasil de Fato: Se for crime,  puna-se a Veja! […]

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!