VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Paulo Teixeira: Chegou a hora de convocar diretor da Veja


31/07/2012 - 01h10

Política| 30/07/2012 | Copyleft

CPMI do Cachoeira convocará jornalista da Veja para depor

Nesta segunda, juiz que investiga o caso Cachoeira acusou a mulher do contraventor de tentar chantageá-lo com base em dossiê produzido pelo diretor da sucursal da Veja em Brasília, Policarpo Junior. “Com os acontecimentos de hoje, está colocada a relação do jornalista com a organização criminosa. Discutiremos a convocação na primeira reunião da CPMI”, disse à Carta Maior o vice-presidente da Comissão, deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

Najla Passos, na Carta Maior

Brasília – O diretor da sucursal da revista Veja em Brasília, o jornalista Policarpo Junior, será convocado para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPMI) que investiga os crimes cometidos pela organização criminosa chefiada pelo contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. “Com os acontecimentos de hoje, está colocada a relação do jornalista com a organização criminosa. Já iremos discutir a convocação na primeira reunião da CPMI”, afirmou à Carta Maior o vice-presidente da Comissão, deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

Nesta segunda (30), a mulher de Cachoeira, Andressa Mendonça, foi detida sob a acusação de tentar chantagear o juiz da 11ª Vara Federal de Goiânia, Alderico Rocha Santos, com base em dossiê produzido por Policarpo Junior, no qual o magistrado apareceria ao lado de políticos e empresários. O juiz relatou a chantagem ao Ministério Público Federal (MPF), que pediu a prisão da mulher do contraventor. Andressa foi detida pela Polícia Federal (PF) e liberada após firmar compromisso de pagar fiança.

“Isso demonstra que esta organização criminosa está ativa, buscando corromper e constranger autoridades públicas. E que Andressa não é apenas esposa de Cachoeira, mas um membro atuante desta quadrilha, que precisa ser desarticulada”, disse o vice-presidente da CPMI. Segundo ele, a acusada está convocada para depor na CPMI no dia 7. Já Policarpo, ainda terá data agendada.

Indústria de dossiês

Desde o início dos trabalhos da CPMI do Cachoeira, são muitas as denúncias que indicam relações entre a revista Veja e a organização criminosa, que seriam intermediadas por Policarpo.

Leia também:

CPI já convocou jornalista. E ele abastecia a mídia

Mulher de Cachoeira ameaçou usar dossiê contra juiz

O dia em que o “empresário de jogos” cassou o mandato de deputado bandido

Carta Maior: A quadrilha, a revista e as escolas chinesas

Venício Lima: Por que não?

Abaixo, os documentos divulgados pelo portal IG relativos à tentativa de chantagem do juiz:

 





41 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marinalva

01 de agosto de 2012 às 15h19

NEGÓCIOS VERSUS NOTÍCIAS

O jornal O POVO, de Fortaleza, volta a falar da tentativa de chantagem feita pela mulher do Cachoeira contra o Juiz Alderico Rocha Santos.
E mais uma vez omite o essencial. Veja o parágrafo da matéria onde pela primeira vez é citada a palavra dossiê:

“A mulher de Carlos Cachoeira ficou três horas detida na segunda-feira na Polícia Federal em Goiânia (GO), quatro dias após ela oferecer, ao juiz federal Alderico Rocha Santos, da 11ª Vara da Justiça Federal, um dossiê contra ele, em troca da liberdade do marido”.

Isto é o que podemos chamar de “samba da notícia de um jornalista doido”. E o que NÃO ficou explicado no texto acima foi o seguinte: quem teria, segundo a mulher do Cahoeira, elaborado o tal dossiê e quem iria publicá-lo?

Resposta: POLICARPO JÚNIOR; A REVISTA VEJA.

Agradeço ao internauta que me lembrou do fato de que o jornal O POVO é vendido casado com a revista Veja aos domingos, em Fortaleza. Portanto, o nome de POLICARPO JÚNIOR jamais será mencionado pelo jornal O POVO.

O jornal O POVO também nunca mencionou o livro do Amaury Júnior, A Privataria Tucana. Quando a denúncia é contra a “oposição”, o jornal brinca sempre de esconde-esconde.

Responder

antonio barbosa filho

01 de agosto de 2012 às 09h17

O “Prof. Hariovaldo” é hilário, mas não consegue ser tão engraçado quanto o Rei do Esgoto, porta-voz do Serra na internet e serviçal de Dom Bob Civita, aquele que vai derrubar a Dilma até o final… do ano passado.
Quando ouve falar que a CPMI vai convocar o Policarpo, por exemplo, o Rei mistura uísque com Gardenal e espalha merval prá todo lado.

Responder

Roberto Locatelli

31 de julho de 2012 às 18h26

Mas… mas… essa não era aquela CPI que iria se voltar contra o PT?

E, mais recentemente, essa não era aquela CPI que iria acabar em pizza?

Detalhe: na mesma semana em que a Veja recebeu essa trauletada, a lista de Furnas voltou à pauta.

Aébrio Neves está com problemas. A Veja está com problemas. Gilmar está com problemas.

Responder

Regina Braga

31 de julho de 2012 às 17h54

Mesmo!!!Ou estavam esperando que a Veja publicasse o mea culpa?

Responder

Leonardo Meireles Câmara

31 de julho de 2012 às 16h32

Essa doida tem o sorriso do Coringa. Ao que parece, não deveria estar circulando livre por aí.

Responder

ZePovinho

31 de julho de 2012 às 14h29

Esses blogueiros nazistas só podem estar sendo financiados pelas Bruxas Do Cone Sul:

<img src="“>

http://www.hariovaldo.com.br/site/2012/07/30/presidentes-comunistas-recebem-o-anticristo-e-aceitam-venezuela/

Presidentes comunistas recebem o anticristo e aceitam Venezuela
30/07/2012
By Ramsés II

Chanceleres preparam adesão da Venezuela ao Mercosul
DA AGÊNCIA BRASIL, EM BRASÍLIA (cuidado, trata-se de Agência do mal a serviço de vermelhos luciferianos)

Os ministros das Relações Exteriores da Argentina, Brasil, Venezuela e Uruguai têm uma conversa marcada para esta segunda-feira, quando vão discutir os termos da adesão do novo integrante do Mercosul.

Amanhã, a presidente Dilma Rousseff se reúne com os colegas Cristina Kirchner (Argentina), Hugo Chávez (Venezuela) e José Pepe Mujica (Uruguai) na Cúpula Extraordinária do Mercosul, que oficializará a incorporação dos venezuelanos ao bloco.

Os chanceleres vão negociar o cronograma para a execução das medidas, o que na prática é a agenda de atividades, e a metodologia dos aspectos técnicos do programa de liberalização comercial. Deverão ser negociados os prazos e definida a TEC (Tarifa Externa Comum).

Pelas normas do Mercosul, a TEC deve incentivar a competitividade dos países que integram o bloco e contribuir para evitar (que absurdo!!!!) a formação de oligopólios e reservas de mercado.

A cerimônia que oficializará a incorporação da Venezuela ao Mercosul ocorrerá amanhã, no Palácio do Planalto, seguida de um almoço, no Itamaraty. A previsão inicial é que os presidentes Cristina Kirchner, Mujica e Chávez cheguem hoje à noite a Brasília.


Uma pajelança de seres demoníacos

Explicação Necessária:

Depois de seis anos, a Venezuela será incorporada ao bloco. O honesto, progressista e solidário Congresso do Paraguai não aprovou o ingresso dos venezuelanos. O Parlamento dos demais países, cujos deputados foram comprados com os dólares de Havana e do mensalão petista, o-maior-escândalo-de-corrupção-da-história-do-Brazil, aprovou a incorporação sem questionamentos.

A exemplo do que ocorreu na Cúpula do diabólico Mercosul, em Mendoza, na milongueira Argentina, as Bruxas do Cone Sul, Dilma e Cristina Kirchner , o guerrilheiro-terrorista Mujica e Chávez, doente em fase terminal, como diagnosticado pelo brilhante e afamado Doutor Merval, devem discursar amanhã para fazer prosetilismo comunista e burlar as boas recomendações de comércio através da ALCA, a boa indicação de nossos queridos irmãos mais velhos, que do north velam por nós dos Estados Unidos do Brazil, também conhecido como Terra de Vera Cruz.

<img src="“>
Doutor Merval só anda em boa companhia

Há um mês, em Mendoza, os ditadores populistas de esquerda do Brasil, da Argentina e do Uruguai aprovaram espuriamente a adesão da Venezuela como membro pleno do Mercosul e a suspensão temporária do bom Paraguai do bloco.

A suspensão foi definida pelos mencionados ditadores populistas por considerarem que o processo de destituição do poder de Fernando Lugo, em 22 de junho, foi rápido, sem chance de defesa, quando sabemos que é mentira, deram todas as chances para o bispo vermelho, com o enorme prazo de duas horas para sua defesa de acusações graves e seríssimas, tão sérias e reais como um bom uisque de sua terra natal, um processo nada parecido com a maldade sumária e extemporânea que perpetraram na calada da noite contra o probo Demóstenes com efeitos e respingos Cachoeirais no Perilampo, o Perilo goiano e outros, inclusive a perseguição pela gentalha invejosa a empresários de sucesso e a uma boazuda mulher.

O atual presidente do Paraguai, eleito pelo povo branco, o bom e leal homem de bens Federico Franco, certamente um nome em justa homenagem a nosso santo protetor Francisco Franco, afirmou prenhe de razão:

“A Venezuela prepara eleições [para o próximo dia 7 de outubro] e por isso pretendem dar um empurrão ao presidente Chávez”, disse Franco em declarações reproduzidas pela agência pública de notícias “IP Paraguay“.

Daí a necessidade premente de elegermos Dom José, El Chirico, como prefeito este ano, de modo que possa renunciar e eleger-se presidente vitalício dos Estados Unidos do Brazil em 2014, assim além de expulsarmos os petralhas espúrios e seus aliados diabólicos do poder, com a ajuda do north, e da rede global, invadiremos os quintais indígenas, quem sabe bombardear La Paz ou Montevidéu, para restabelecer a força, o reinado dos homens bons de bens e benz sobre a gentalha fétida e preguiçosa d’América do Sul.

Aí sim nossa missão estará cumprida e poderemos viver em paz na Suiça.

Responder

    jaime

    31 de julho de 2012 às 14h57

    Caro ZePovinho, você tem talento. Mas se parece brincadeira, tirando “os noves fora” é a pura realidade. Abços.

    ZePovinho

    31 de julho de 2012 às 15h09

    Eu,Jaime,sou um dos maiores pesadelos dos tucanos do PSDB e dos tucanos infiltrados no PT.

    RicardãoCarioca

    31 de julho de 2012 às 15h41

    Belo tradutor ‘PiG / Fala claro’. Se passar esse tradutor nos jornalões tucanos da imprensa rentista… Principalmente nas colunas dos seus ‘colonistas’… O resultado trará vários textos assim.

Willian

31 de julho de 2012 às 14h01

Não deu mesmo com o Gilmar Mendes, tentemos com a Veja de novo desta vez.

Responder

    RicardãoCarioca

    31 de julho de 2012 às 15h43

    Calma. Deixa sair a perícia na lista do mensalão tucano. Diferente de vocês, nós esperamos a polícia e a Justiça se manifestarem. Não somos como você, que acha que PiG é polícia e Justiça.

    Willian

    31 de julho de 2012 às 16h26

    Posso te cobrar daqui a um mês sobre o Gilmar Mendes?

eraklito

31 de julho de 2012 às 13h20

O advogado Marcio Thomas Bastos perdeu totalmente sua credibilidade perante a opinião pública ao defender essa gangue.

Por causa de “uns trocados a mais” tentou defender uma quadrilha.
Só agora a ficha caiu no escritório desses ilustres advogados.
Mas agora já é tarde, dr. Márcio.

Responder

    Luís

    31 de julho de 2012 às 14h15

    E o pior é que essa cara foi ministro.

    Não é só a Dilma que tem ministros ruins. Lula também teve ministros horríveis. E alguns deles ficaram durante os 8 anos do mandato.

Roberto Locatelli

31 de julho de 2012 às 13h16

Eles estão partindo para o tudo ou nada.

Só que não contavam que o juiz iria direto denunciar na Polícia Federal.

O juiz errou, como disse o Gerson Carneiro, ao aceitar ficar a sós com essa senhora. Ele podia ter, pelo menos, gravado a conversa. Mas ele compensou sobejamente a falha ao botar a boca no trombone. Agora é inevitável a intimação para que Policarpo deponha na CPI.

Responder

Amaro

31 de julho de 2012 às 12h49

Marinalva, você sabe porque o Jornal O POVO, de Fortaleza, manipulou a notícia sobre a tentativa de chantagem da mulher do Cachoeira?

Porque o Jornal O POVO é vendido, aos domingos, casado com a revista VEJA. Como é que o Jornal vai falar mal da revista com a qual “ele se casou”?

São interesses comerciais, minha cara. E a notícia que se exploda.

Responder

Wagner

31 de julho de 2012 às 11h44

Chegou nada! Passou da hora isso sim!

Responder

RicardãoCarioca

31 de julho de 2012 às 11h36

Votação no IG: Quem foi o pior prefeito de SP. Vote:

http://www.ig.com.br/

Responder

RicardãoCarioca

31 de julho de 2012 às 11h34

Marcio Thomaz Bastos deixa defesa de Carlinhos Cachoeira

Segundo Dora Cavalcanti, advogada que integra a equipe do ex-ministro da Justiça, a saída havia sido previamente acertada com o contraventor

http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2012-07-31/marcio-thomaz-bastos-deixa-defesa-de-carlinhos-cachoeira.html

Responder

Leonardo

31 de julho de 2012 às 10h04

Pessoal, o IG está fazendo uma votação na pagina principal para ver quem é o pior prefeito que São Paulo já teve, o Zé Cerra está lá, VOTEM…

Responder

Julio Silveira

31 de julho de 2012 às 09h51

Dizer que chegou a hora, fala sério, já está é passando da hora de chamar esse cara. O que existe contra ele, eu que acompanho completamente de fora já cheguei a conclusão, um tempo atrás, haver mais do que indicios que o levariam a CPI, já existiam evidências. Agora, com essa do Juiz é só mais uma confirmação. Não dá para entender essa consideração toda da CPI com membros desse grupo e consequentemente com o grupo. Ou será temor da união das corporações, que tem sido muito mostrada nos veiculos, das reuniões de dirigentes de grandes grupos midiaticos com politicos, será que são feitas para chantagear, existe medo?

Responder

Adilson C Fonseca

31 de julho de 2012 às 09h30

essa daí, provavelmente, vai ter o mesmo fim da “modelo” que atuou forte no mensalão tucano

Responder

Marinalva

31 de julho de 2012 às 09h30

Veja como saiu a notícia no Jornal O POVO, o jornal do PIG em Fortaleza, sobre a tentativa de chantagem da mulher do Carlinhos Cachoeira:

“Suspeita de tentar subornar um juiz federal, Andressa Mendonça, mulher do empresário goiano Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, foi levada nesta segunda, 30, para prestar esclarecimento à Polícia Federal (PF), em Goiânia. De acordo com a PF, ela teria oferecido dinheiro ao juiz Alderico Rocha Santos, responsável pelas investigações sobre a organização criminosa supostamente liderada por Cachoeira.

Andressa Mendonça não está presa, mas foi conduzida de forma coercitiva para prestar depoimento na sede da PF na capital goiana. Ela chegou ao local às 9h30 e ainda presta depoimento.

De acordo com nota divulgada pela corporação, Andressa teria incorrido no Artigo 333 do Código Penal, que trata do crime de corrupção ativa. O suborno, de acordo com a PF, seria para obter do magistrado uma decisão favorável ao marido, que está preso desde o dia 29 de fevereiro. Além da condução dela, a Polícia Federal também cumpriu mandado de busca e apreensão na casa dela. Foram recolhidos dois computadores, documentos e dois tablets.

Andressa Mendonça também foi convocada a depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira no próximo dia 7 de agosto. Será o primeiro depoimento a ser prestado à CPMI após o recesso parlamentar.”

Veja o cerne da notícia, segundo o Jornal o POVO: “ela teria oferecido dinheiro ao juiz Alderico Rocha Santos”. E eu pergunto: onde aparece o dossiê elaborado pelo POLICARPO JÚNIOR, que deveria ser publicado na revista VEJA, caso o Cachoeira não fosse solto? Levando em consideração a notícia publicada pelo O POVO, alguém tem uma ideia do que realmente aconteceu? Eu duvido.

E alguns amigos de Fortaleza ficam cabreiros quando eu digo que o Jornal O POVO, de Fortaleza, é uma merda.

Responder

    jaime

    31 de julho de 2012 às 14h22

    Cara Marinalva, o noticiário da Bandeirantes, ontem, foi pior; segundo eles, o juiz recusou uma oferta. Não houve sequer tentativa de corrupção, quanto mais chantagem, que é o que realmente aconteceu. A vivo, a cores, no horário nobre, na maior caradura. Viu? E você achou que em Fortaleza as coisas são ruins…

Gerson Carneiro

31 de julho de 2012 às 09h26

É temerário o Juíz dispensar a assistente para ficar a sós com a mulher do Cachoeira. O Juiz é a figura do Estado e não pode receber particulares em seu gabinete para ouvir problemas pessoais destes.

Fosse cauteloso o Juiz nem a receberia em hipótese alguma. Juiz tem que se manifestar apenas nos autos. E quem pede alguma coisa deve fazê-lo através de petição protocolada que será juntada e despachada nos autos.

Só por isso esse Juiz deu margem para suspeição. Não que isso inocente a Veja. De jeito nenhum.

Responder

trombeta

31 de julho de 2012 às 09h12

Esse fato mostra a ousadia da quadrilha nextel, uma verdadeira máfia endinherada que aliada à revista bandida veja pensa que pode tudo no país. Tem que convocar o pau mandado mas também o capo Bob Civita até porque segundo os jagunços do PIG o empregado não faz nada sem a concordância do patrão.

Responder

Aline C. Pavia

31 de julho de 2012 às 09h08

Está pegando fogo!!
A campanha para arrecadação de gasolina ainda está de pé??
Deixa eu me acomodar no camarote pra assistir com pipoca e guaraná!!

Responder

Willian

31 de julho de 2012 às 08h20

Ainda estou aguardando o pedido de impeachment de Gilmar Mendes por parte do PT. CartaCapital pôs na capa que ele recebeu dinheiro de Marcos Valério e vai ficar por isto mesmo? Assim, eu vou acabar me convencendo que era tudo armação da revista.

Responder

    RicardãoCarioca

    31 de julho de 2012 às 09h34

    Você é tão amestrado pelo PiG que acha mesmo que a imprensa é a Justiça. Para de defender bandido! Ficar se humilhando para defender direita corrupta, criminosa e seus bandidos coligados é uma vergonha até para pessoas como você.

    Willian

    31 de julho de 2012 às 14h07

    Imprensa não é justiça, mas pelo teor da denúncia, as vestais da blogosfera deveriam estar incendiando as vestes em praça pública para condená-lo. A denúncia é tão fajuta, que nem a própria blogosfera deu sequência ao caso. Eu achava que esta história demoraria mais para morrer, mas hoje já trocaram de assunto e foram para Veja (de novo). Foi risível esta denúncia!

    Leider Lincoln

    31 de julho de 2012 às 15h46

    Não alimente trolls não, meu caro. Já fiz isso por muitos anos, desde quando o Viomundo estava hospedado no Globo.Com; alimentei John Bastos, Dvorak, Paulo Amaral, todo tipo de nome inventado por covardes que se escondem atrás do anonimato. Um dia, e creio que isto está próximo, só serão permitidos comentários identificados. Aí estes tipos sumirão. Até lá, não cometa meu erro…

    J Fernando

    31 de julho de 2012 às 11h01

    Vc mesmo pode entrar com o pedido de impeachment. Não precisa ficar esperando o PT resolver as coisas que você considera erradas.

    Impeachment de ministro do STF nunca ocorreu no país. Os parlamentares já tentaram (contra o GM mesmo, no caso dos anencéfalos), mas o corporativismo do STF barrou o pedido.

David

31 de julho de 2012 às 08h19

No JORNAL NACIONAL de ontem, o casal 69 (o casal da sacanagem) falou sobre a tentativa de chantagem da mulher do Cahoeira contra o Juiz Alderico Rocha Santos, mas esqueceu de citar o nome do POLICARPO JÚNIOR e da revista VEJA. Uma embromação de notícia, uma vergonha!

Já no Telejornal da Band , a filha do Villas-Boas falou sobre uma “revista do além” (o nome da revista, a Veja, não foi citado) que estaria envolvida na elaboação de um “dossiê” que seria usado contra o Juiz, caso o Cachoeira não fosse solto.

Tomara que o próximo número da revista Veja publique o “dossiê completo” elaborado pelo melhor amigo do Cachoeira, o Policarpo Júnior.

Responder

Hélio Pereira

31 de julho de 2012 às 07h39

Depois desta tentativa de corromper o Juiz utilizando o nome de Policarpo Jr,não resta outra saida a não ser convocar o Policarpo que nunca passou de “Papagaio” do Grupo Cachoeira e do Diretor (CIVITA)da Revista Veja que servia aos interesses criminosos de Carlinhos cachoeira e seu Grupo!

Responder

Fabio Passos

31 de julho de 2012 às 07h34

Olha só o crime organizado tentando recorrer a lei do silêncio:

“Veja recusa-se a responder sobre tentativa de chantagem”
http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/veja-recusa-se-a-responder-sobre-tentativa-de-chantagem

policrápula jr e rupert civita tem de ir em cana.
Não pode deixar estes bandidos soltos fazendo chantagens para acobertar os crimes da quadrilha de cachoeira.

Responder

Fabio Passos

31 de julho de 2012 às 07h16

policrápula jr e rupert civita precisam ser presos.

A veja é integrante da quadrilha de cachoeira e está participando de chantagem contra um juiz federal.

Os bandidos da veja estão desesperados.

Responder

Rudá

31 de julho de 2012 às 07h00

É tão simples assim chantagear um Juiz e sair pelas ruas livremente?
As vezes eu fico assustado com o verdadeiro poder do dinheiro!

Rudá
Blog Observatório 74

Responder

Paciente

31 de julho de 2012 às 03h41

Esse dossiê que ela tinha para usar contra o juiz, vai aparecer:

a) na Veja;
b) na Época;
c) na Globo;
d) no Estadão;
e) num “blog sujo”.

Contra quantas pessoas a Veja tem dossiê ainda?
Quem não convoca a Veja a depor, esta defendendo a liberdade de expressão ou esta com medo de um dossiê?
A Veja tem dossiê contra mim?

Realmente, passou do ponto. Mandaram uma amadora fazer trabalho de Policarpo. Deu nisso…

Responder

abolicionista

31 de julho de 2012 às 03h13

Será que agora vai?

Responder

Gerson Carneiro

31 de julho de 2012 às 03h12

Revista bandida mesmo. Não produziu uma única capa sobre a CPI do Cachoeira. Mesmo com toda a dimensão desse escândalo que já derrubou até o Senador da República considerado o bastião da moralidade. Mas essa semana a bandida voltou com capa sobre “Mensalão” e foto do José Dirceu.

Não cabe dúvidas sobre o banditismo dessa revista e sua associação com o Cachoeira.

Responder

Tiago Tobias

31 de julho de 2012 às 02h47

Olha aí o pessoal da Veja:

http://www.youtube.com/watch?v=Y-IGyAjtYEA

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding