VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

WikiLeaks em 2010: Poste de Lula é o “menos coerente”


14/03/2011 - 22h55

248788 2/13/2010 18:48 10BRASILIA49 Embassy Brasilia CONFIDENTIAL

C O N F I D E N T I A L BRASILIA 000049 SIPDIS AMEMBASSY BRASILIA PASS TO AMCONSUL RECIFE E.O. 12958: DECL: 2020/02/13 TAGS: PGOV, BR SUBJECT: BRAZIL’S PRESIDENTIAL ELECTIONS: DILMA ROUSSEFF COMES UP FAST BEHIND JOSE SERRA REF: RIO DE JANEIRO 32 CLASSIFIED BY: Lisa Kubiske, Deputy Chief of Mission, State, Embassy Brasilia; REASON: 1.4(B), (D) 1. (C) Summary.

Pesquisas do fim de janeiro indicam que a candidata presidencial do Partido dos Trabalhadores (PT), Dilma Rousseff, sucessora escolhida pelo presidente Lula, reduziu a maior parte da diferença com o líder da oposição, candidato do Partido Social Democrata Brasileiro (PSDB) [sic] José Serra, e agora está atrás menos de dez pontos em uma disputa de dois candidatos para as eleições de outubro. A redução da diferença era esperada; a campanha agora entra numa zona onde as previsões são mais difíceis, no momento em que tanto Rousseff quanto Serra lutam para superar percepções públicas que limitaram suas respectivas preferências entre os eleitores.

Alguns observadores acreditam que as últimas pesquisas dão a ela a vantagem, enquanto outros atribuem a alta à dura campanha do presidente Lula e sugerem que seu poder de astro [star power] não será suficiente para manter o embalo quando as luzes intensas da campanha de TV revelarem as fraquezas da candidatura de Rousseff. A alta de Rousseff aumentou a pressão em Serra para anunciar sua candidatura e no governador de Minas Gerais Aécio Neves para aceitar o lugar de companheiro de chapa de Serra como candidato a vice-presidente. Enquanto isso, o parceiro primário da coalizão do PT, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), continua a debater que partido disputa qual eleição estadual ou legislativa, excluindo e alienando partidos menores da coalizão a ponto de talvez permitir que o PSDB recrute novos aliados para a sua coalizão. End summary.

State of Play: An Expected Rise, A Long Way to Go

2. (C) Duas pesquisas do fim de janeiro — Vox Populi e CNT — deram resultados muitos similares, indicando uma pequena queda na preferência de Serra e um aumento significativo para Rousseff. A pesquisa do Vox Populi mostra Serra batendo Rousseff 34 a 27 com o candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Ciro Gomes, incluído na disputa, e 38 a 29 sem ele. Nas duas categorias, isso representa um ganho de quase 15 pontos para Rousseff desde dezembro. A CNT mostra Serra liderando Rousseff por apenas 33 a 28% numa disputa que inclui Gomes, e uma vantagem muito maior de 41 a 29% sem ele. Nas duas pesquisas Gomes caiu em relação ao mês anterior, de 17 para 11%, enquanto a candidata do Partido Verde (PV), Marina Silva, mantem sua avaliação em um dígito. Gomes puxa um pouco mais de votos de Serra do que de Rousseff, enquanto os votos de Silva vem todos às custas de Rousseff.

3. (C) Esses resultados não eram inesperados. Como o sen. Sergio Zambiasi (Partido Trabalhista Brasileiro, PTB, Rio Grande do Sul) brincou com o poloff no dia 2 de fevereiro, sobre as pesquisas, “talvez a única surpresa é que (a subida de Rousseff)  aconteceu exatamente quando todo mundo pensava que iria acontecer”. A apresentação agressiva de Lula de Rousseff como central à legislação doméstica (inclusive o pré-sal) e em negociações internacionais (Copengahen) aumentou o reconhecimento do nome dela, no processo trazendo para casa muito da base eleitoral natural do PT.

Os contatos no PT estão encorajados e confiantes mas também reconhecem que a alta de Rousseff é apenas um passo inicial no processo. Candido Vaccarezza (PT-São Paulo), líder da coalizão governista na Câmara dos Deputados, reconheceu ao poloff que, devido à forte defesa de Lula, a maior parte das frutas alcançáveis pelas mão já tinham sido apanhadas por Rousseff. O desafio, ele diz, será levá-la aos 40% — o que ele admite vai dar algum trabalho. (Vaccarezza apóia fortemente Ciro Gomes como candidato de um terceiro partido com o objetivo de reduzir a tarefa de Rousseff).

Rousseff: The Start of Something Big or the Best She’ll Get?

4. (C) A subida de Dilma Rousseff nas pesquisas cria uma narrativa positiva para ela em direção ao congresso nacional do PT, que acontecerá no fim de fevereiro, onde se espera que ela anuncie sua candidatura oficialmente. Observadores de terceiros partidos ofereceram opiniões divididas sobre quanto mais Rousseff pode subir a partir daqui. Dois analistas competidores baseados em Brasília nos disseram na semana passada que a disputa agora favorece Rousseff, porque a economia vai continuar forte e porque, a essa altura, ela apenas precisa o apoio de uma pequena fração dos 80% do eleitorado que aprovam a performance de Lula.

Humberto Saccomandi, editor de notícias internacionais do Valor Econômico e o analista político Rafael Cortez da Tendências Consultoria disseram ao consulado geral de São Paulo o mesmo. A maior parte destes analistas  acrescentou, no entanto, que Rousseff repele muitos com sua performance sem carisma na tv e ainda tem de provar que consegue se dar bem sozinha em debates e aparições públicas.

5. (C) Os críticos mais duros de Rousseff geralmente enfatizam que a televisão e as aparições públicas vão matar a candidatura dela. O jornalista William Waack descreveu para o CG São Paulo um forum de negócios do qual Serra, Rousseff, Neves e Gomes todos participaram. De acordo com Waack, Gomes foi o mais forte no geral, Neves o mais carismático, Serra desligado mas claramente competente e Rousseff a menos coerente. Outros críticos usam um caminho mais sutil, argumentando de forma contraintuitiva que o desejo do Brasil por continuidade depois de anos de progresso e prosperidade acabam beneficiando Serra, porque ele é visto por muitos como seguidor do caminho aberto por Cardoso e seguido por Lula.

Helio Gurovitz, diretor da revista Época, descreveu o Brasil como similar ao Chile, argumentando que a base social do país se desenvolveu de maneira que preferiria alternar partidos no poder para manter continuidade, em vez de manter um partido no poder no longo prazo, com isso provocando uma guinada na direção daquele partido no espectro político. Outros apenas a veem [Rousseff] como a candidata errada na hora errada. Os chefes de gabinete dos senadores Osmar Dias (Partido Democrático Trabalhista, PDT-Paraná) e Álvaro Dias (PSDB-Paraná) — que são irmãos representando o mesmo estado mas em lados distintos — encontraram poloff juntos no dia 5 de fevereiro e concordaram em um ponto: Rousseff vai sofrer entre os eleitores a seu alcance porque claramente não é Lula.

6. (C) Se a falta de carisma pessoal de Rousseff não é preocupação suficiente, o PT também tem problemas mantendo o PMDB, seu parceiro primário na coalizão e o maior partido do Brasil, feliz nas disputas estaduais, que podem ter um efeito adverso na campanha de Rousseff. O PMDB já assumiu o compromisso de apoiar Serra em São Paulo, que tem o maior bloco de eleitores do país. Disputas PT-PMDB também continuam sobre apoios em outras disputas legislativas e estaduais, sem sinal de resolução em virtualmente todo grande estado, inclusive Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Paraná e Rio Grande do Sul. O PT pode ter poucas escolhas a não ser resolver a maior parte desses impasses dando apoio a candidatos do PMDB, deixando pouco espaço para apoiar aspirantes de partidos menores da coalizão. O Sen. Zambiasi, cujo PTB é um dos menores partidos, confirmou para o poloff que seu partido, entre outros, recebeu ofertas de muito pouco do PT para ficar com Rousseff na campanha de 2010. Embora se declarando um apoiador de Lula (ele falou diplomaticamente de Rousseff, que é de seu estado), Zambiasi mais ou menos confirmou rumores locais de que o PTB está considerando apoiar Serra, levando o tempo de publicidade do partido para ele. Ele acrescentou que nenhuma decisão seria tomada na próxima sessão legislativa, acrescentando que o PTB não estava com pressa de ser “o primeiro a saltar do teto”.

Pressure Grows for Serra and Neves to Declare

7. (C) Serra enquanto isso mantém uma relativamente baixa presença nacional enquanto aliados do PSDB como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador Sergio Guerra ocupam as manhetes atacando o presidente Lula e o governo. A subida de Rousseff disparou outra onda de especulação de que Serra pode decidir se retirar da corrida presidencial e disputar de novo o governo de São Paulo. O assessor presidencial de relações internacionais Marco Aurélio Garcia sugeriu isso num encontro em 8 de fevereiro com o embaixador, assim como toda autoridade eleita do PT tem feito em encontros com oficiais da embaixada nos últimos meses.

Embora o PT tenha interesse em espalhar essa notícia, ela também vem de fontes de terceiros partidos e de São Paulo, inclusive do Saccomandi, do Valor Econômico. Outros, inclusive contatos-senior baseados no PSDB de São Paulo, como o chefe da Casa Civil do prefeito Kassab, Clóvis Carvalho, e o presidente do PSDB estadual e deputado federal Antonio Carlos Mendes Thame, disseram ao CG de São Paulo que Serra vai concorrer. A essa altura, não se espera que Serra anuncie sua candidatura antes de março.

8. (C) Especulação na mídia continua sobre a possibilidade do governador de Minas Gerais Aécio Neves se juntar à chapa do PSDB como candidato a vice-presidente. O Globo do Rio de Janeiro recentemente noticiou que Neves sente que a pressão não o ajuda no gerenciamento político de seu próprio estado, onde Neves está tentando articular outros candidatos estaduais do PSDB, e onde ele continua a dizer que tem planos para disputar o Senado. Duas fontes do PSDB no Senado Federal também disseram ao poloff que a subida de Rousseff está aumentando a pressão no governador Aécio Neves para aceitar o lugar de vice do Serra — uma posição que Neves indicou anteriormente que não quer (reftel). Ambos veem a nomeação vice-presidencial de Aécio como uma oportunidade para reconquistar o embalo na disputa, uma escolha que seria vitoriosa em Minas e estados adjacentes, e a melhor opção vice-presidencial possível na tentativa de atrair partidos menores da coalizão governista para o lado do PSDB. Interessantemente, nenhuma das fontes do PSDB se considerava um fã deNeves.

Ambos consideravam Neves mais imagem que substância, fácil de atacar pelo PT por causa de seu estilo de vida e um pobre substituto em potencial para Serra em uma chapa presidencial. Ex-ministro das Finanças de Cardoso e figura senior do PSDB Pedro Malan disse ao Rio Principal Officer em 5 de fevereiro que, enquanto ele acredita que Neves como candidato a VP daria um forte empurrão nas perspectivas de vitória do PSDB, agora não está claro para Malan se Neves vai tomar a decisão de se juntar à chapa de Serra. “O cálculo que ele tem de fazer em termos de manter sua influência e prestígio em Minas Gerais no longo prazo e a eleição que vem aí é mais complexa do que alguns pensam”, Malan disse. Quanto a Neves, parece que ele não abandonou completamente a opção VP: ele disse ao Rio Principal Officer no dia 10 de fevereiro que “algumas vezes é preciso dar tempo ao tempo — vamos esperar para ver como as coisas se desenvolvem”.

Comment: The Race Is About to Begin

9. (C) Depois de meses preparando os motores, os dois mais prováveis contendores presidenciais estão na linha de largada, ambos em posições nas pesquisas que a maioria dos analistas esperava para eles a essa altura. O esperado anúncio oficial de Rousseff, planejado para pouco depois do Carnaval (aproximadamente 20 de fevereiro), vai levar a ainda outra rodada de especulação sobre os planos de Serra até o momento em que ele oficialmente se declarar candidato (ou não) em março, marcando o início de fato da campanha. A disputa daquele momento em diante se torna muito difícil de prever, tanto por causa de “fatores x” como as candidaturas de Ciro Gomes e Marina Silva , quanto por causa de variáveis quase impossíveis de prever — como o impacto da estratégia de campanha ainda indefinida de Serra ou o impacto que as dificuldades do PT de manter seus parceiros de coalizão nas disputas legislativas e estaduais terão nas escolhas do eleitor na presidencial de outubro. A essa altura, considerando que Serra vai concorrer, a disputa presidencial brasileira serve de definição para toss-up. End comment.

10. (U) This cable was coordinated with Consulates General Sao Paulo and Rio de Janeiro. SHANNON

PS do Viomundo: Pelo que li dos telegramas do WikiLeaks sobre as eleições de 2010 no Brasil, até agora, os analistas americanos não levaram muito a sério algumas questões definidoras. É a economia, estúpido, por exemplo. Ou a popularidade de Lula. Ou a impopularidade das privatizações de FHC. Pelo jeito, também não entenderam o mineirês, nem leram o Pó pará, governador? Também não leram a resposta, em O Estado de Minas, Minas a reboque, não! Além disso, compraram a ideia de Dilma Rousseff como um poste do Lula, fartamente disseminada por… ah, já sei, eles leram a grande mídia brasileira e levaram a sério!

Saiba, clicando aqui, o que o Merval, o Mainardi e o Itagiba “informaram” aos gringos

Tenha uma aula de sabujismo com os tucanos clicando aqui

Saiba, clicando aqui, quem informou aos gringos que o acordo Serra-Aécio estava fechado





80 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

CartaCapital: Celso Amorim, “nacionalista”, desagradou Washington | Viomundo - O que você não vê na mídia

14 de agosto de 2011 às 02h47

[…] WikiLeaks: Dilma, a “menos coerente”   […]

Responder

marcio

16 de março de 2011 às 11h24

Um trexo que li hoje no site do PHA:
Entre todas as bizarrices expostas pelo WikiLeaks, a mais interessante é a revelação, sem cerimônias, de que a Embaixada dos Estados Unidos mantinha (mantém?) uma verdadeira sucursal informal no Brasil, na qual se revezavam jornalistas (de uma só tendência, é verdade), a elaborar análises políticas – todas furadas, diga-se de passagem. http://migre.me/43u6a
Precisa dizer mais alguma coisa?? acho que não.

Responder

kalango Bakunin

15 de março de 2011 às 20h52

alguém que se denomina carmita leporina tem que ser ignorada impavidamente; ficar discutindo suas provocações é perda de tempo
discutir com bêbado, louco, demotukano ou oligofrênico só traz atraso de vida

Responder

Obama busca eflúvios brizolulistas, será? | A Tal Mineira – Blog da Sulamita

15 de março de 2011 às 20h18

[…] daquela parte da Norte-América. Ainda que eles continuem nos considerando como tais – leia postagem no Vi o […]

Responder

ANA

15 de março de 2011 às 17h29

Muito engraçado o silêncio do PIG face ao WikiLeaks: o que é bom a gente fatura, o que é ruim, a gente esconde!

Responder

Carmem Leporace

15 de março de 2011 às 16h57

Só para concluir, como eu falei, no portal de "o globo" – tenho a impressão que é o mais comentado do Brasil – tem bordunada pra todo lado, nunca vi ninguém ser excluído pelo IP ou coisa parecida, lembro, a Globo é o ícone máximo do tal do pigue…. mesmo assim é o mais aberto.

Em seus blogs ali hospedados, é a mesma coisa, os comentários se quer passam por aprovação prévia – se bem que nunca vi um comentátio meu não passar aqui, um ou outro, normal – tem comentário pra tudo que é gosto lá….

Um de seus blogs inclusve, publica artigos de vários petistas, vários comentaristas são alinhados com o governo e tem cadeira cativa por lá, não a toa o dono do Blog é um dos mais respeitados do país.

Sou massacrada aqui, Leporaca, Leprosa, Leporine, dizem que sou outros comentaristas e tudo… pensam que esquento??? dou é gargalhadas.. falo sério…já me preparo para o açoite…

Temos que aprender com quem não pensa como nós.

Responder

    Emilio Matos

    15 de março de 2011 às 19h16

    Fale aí alguma coisa decente então para a gente aprender ué, tudo o que eu leio de você são umas bobices de jardim de infância ou irrelevâncias de dor de cotovelo… Não há nenhum problema com pensamentos diferentes, desde que sejam pensamentos. Se quer discussões de alto nível, inicie uma. Fazer provocações bobinhas é o caminho para levar "bordunadas", como você diz.

    Kid Prado

    16 de março de 2011 às 16h43

    Carmen Leporace
    No fundo mesmo, você gosta é de apanhar! Dá pra perceber.
    Continue bos, digo, postando que nós faremos sua vontade.
    Politicamente incorreto, Nelson Rodrigues enunciava: "Toda mulher gosta de apanhar. Até mesmo as anormais", ou seja, aquelas de sua (de você) categoria.
    P.S. Aparece cada figura por aqui!!! Tempos atrás, até a traulitada que levaram na eleição, tínhamos o Dvoaraque e o John Bostas. Eles sumiram, mas vieram outros tipos esquisitos em seu lugar. Haja paciência…

João Arquimédes

15 de março de 2011 às 16h52

Pessoal. Acho que alguns estão valorizando demais os comentários do(a) Carmem. Eu a(O) conheço e lhes garanto. Trata-se de uma bichona. No ambiente de trabalho veste-se como um executivo pederasta e comporta-se como a pseudoelite paulistana. Em outros ambientes, informais, se traveste de Greta Garbo. Essa figura sombria odeia trabalhadores, negros, pobres, nordestinos e mulheres.

Responder

    ANNA

    16 de março de 2011 às 01h52

    "ELA" não seria o padim padi cerra disfarçado ?? kkkkkkk
    coloca a foto " Carmem" !

    Derrepente aparece algum pretendente que comungue com suas idéias…

    OPS!! idéias??? vc tem alguma original?

    porque todos os posts de " carmelita" parecem ladainha, repetitivas e decoradinhas…

    Ow mô pai!!

FrancoAtirador

15 de março de 2011 às 16h47

.
Um troll, na gíria da internet, designa uma pessoa cujo comportamento tende sistematicamente a desestabilizar uma discussão, provocar e enfurecer as pessoas envolvidas nelas.
O termo surgiu na Usenet, derivado da expressão trolling for suckers (lançando a isca para os trouxas), identificado e atribuído ao(s) causador(es) das sistemáticas flamewars e não os trolls, criaturas tidas como monstruosas no folclore escandinavo.
O comportamento do troll pode ser encarado como um teste de ruptura da etiqueta[2], uma mais-valia das sociedades civilizadas. Perante as provocações insistentes, as vítimas podem (ou não) perder a conduta civilizada e envolver-se em agressões pessoais. Porém, independentemente da reação das vítimas da trollagem, o comportamento do troll continua sendo prejudicial ao fórum, pois o debate ou degenera em bate-boca ou prossegue sendo vandalizado pelo troll enquanto este tiver paciência ou interesse de atuar.
Há várias sistemáticas desenvolvidas por trolls para atuar num fórum de Internet, entre elas:

Jogar a isca e sair correndo:
consiste em postar uma mensagem de polêmica grande já esperando uma grande reação em cadeia e flame war. Porém o troll não se envolve mais na discussão, some após a mensagem original e se diverte com a repercussão. Uma forma mais branda é postar noticias polêmicas (às vezes mensagens não-verídicas) só para observar a reação da comunidade.

Induzir a baixar o nível:
alguns trolls testam a paciência dos interlocutores, induzem e persuadem a pessoa a perder o bom senso na discussão e apelar para baixaria e xingamentos. Com isso, o troll "queima o filme", consegue que a pessoa se auto-difame na comunidade por ter descido a um nível tão baixo.

Repetição de falácias:
outro método usado que induz ao cansaço, aqui o troll repete seu conjunto de falácias até que leve seu interlocutor à exaustão, alegando depois ter vencido a discussão após o abandono do oponente.

Desfile intelectual:
um troll pode ter um bom nível intelectual, vocabulário sofisticado diante de outros discursantes, desfilar referências e contradizer os argumentos dos rivais por conhecimento e pesquisa, muitas vezes expondo-os ao ridículo e questionando sua formação educacional.

Responder

FrancoAtirador

15 de março de 2011 às 16h06

.
Caros amigos do Viomundo e, em especial, administradores do blog.

Eu compreendo perfeitamente que um espaço democrático, como este, deve dar oportunidade de manifestação a todas as correntes de pensamento, independentemente da linha ideológica.

Mas eu particularmente entendo, e acho que não sou o único, que essa pessoa que se identifica como CARMEM LEPORACE está extrapolando os limites da racionalidade.

Já não há mais sequer como ler os comentários dos demais comentaristas.

Proponho que seja identificado o IP deste(a) intromissor inoportuno e seja BLOQUEADO, para não mais atrapalhar os demais participantes deste espaço.

Quem estiver de acordo, por favor, apenas manisfeste sua concordância.

Agradeço a atenção dispensada.
.

Responder

    Carmem Leporace

    15 de março de 2011 às 16h22

    É por isso que o Azenha chegou onde chegou, se tornando um respeitado e renomado jornalista.

    Coisa que está além da sua capacidade amigo.

    Engraçado que no portal de "o globo" que vocês chamam de PIG, publica de tudo, inclusive baixarias, publica de tudo por lá… dos dois lados….o mesmo nos blogs do portal…. e vocês ainda dizem que eles sao o PIGUE.

    VOCÊ NÃO É DEMOCRÁTICO COISA ALGUMA.

    NUNCA FOI.

    Não passa de intolerante isso sim.

    Se você não preparo para conviver com as diferenças problema teu rapaz..

    Isso é fruto de falta de cultura.

    E mais, nunca ofendi ninguém aqui.

    FrancoAtirador

    15 de março de 2011 às 16h49

    .
    TÁ COM MEDO DE PERDER SEU GANHA-PÃO?
    .

    Abel

    15 de março de 2011 às 22h40

    Pão engorda. Essa aí come é cream-crackers ;)

    andre garcia

    16 de março de 2011 às 15h39

    Não existem apenas dois lados na discussão, por isso seus argumentos são pobres e eivados de maniqueísmo.

    Alan

    15 de março de 2011 às 16h40

    Estou de pleno acordo, essa Carmem Leporace esta fazendo trollagem por aqui e penso que não e bom ficar alimentando troll.

    Emilio Matos

    15 de março de 2011 às 16h44

    Deixe que ELE fique aí falando as bobices de sempre. Fica um trollzinho de estimação. Ele só é a milésima pessoa que comprova que não existem argumentos de fato que sustentem a posição dos que pensam (?!) como ele.

    betinho2

    15 de março de 2011 às 16h59

    Já penso um pouco diferente.
    Como toda unanimidade é burra, é necessario que 1 entre 100 assuma a burrice de maneira explícita.
    Esse é o papel do "Carmem Leporina", alias, Richard Smith, o "consultor de empresas"…rsrs

    ANA

    15 de março de 2011 às 17h27

    Concordo que ela, ele seja extremamente irritante. Acho também que é pago(a) para encher a paciência, mas é tão fraca(o) de argumentos como todo e qualquer eleitor do PSDB/DEM/PPS.
    Assim, mantemos a nossa paciência democrática e vamos ignorá-la (lo).
    Ela(o) manifesta aquele que a (o) alimenta.

    Kid Prado

    16 de março de 2011 às 16h47

    Estou inteiramente de acordo. O Azenha deve eliminar estes bagunceiros e perturbadores. Inadivertidamente, estamos sempre caindo na deles.

Gus

15 de março de 2011 às 15h46

a melhor frase do telegrama "Serra, é visto por muitos como seguidor do caminho aberto por Cardoso e seguido por Lula" os caras realmente não entendem nada de Brasil.

Responder

    Carmem Leporace

    15 de março de 2011 às 16h23

    E você pelo visto entende pacas também.

    Lula não mudou nada amigo.

    obama go home

    15 de março de 2011 às 16h26

    Leia os comments no site Brazzil.com e gringoes.com. Eles se auto proclamam 'peritos sobre o Brasil' enquanto fofocam com arrogante superioridade a respeito do corrupto povo brasileiro.

Luciano Prado

15 de março de 2011 às 15h09

Ou seja, é o mesmo que colocar um louco com fuzil na mão no meio da multidão.

Responder

betinho2

15 de março de 2011 às 13h46

Por mais que queiramos rir dos escritos da Carmem Leporina (leia-se Richard Smith) não conseguiremos estar a altura que as asneiras merecem. Portanto convoco a hiena para fazer o serviço.

P.S. No blog clone do Planalto a hiena é o próprio que aqui se apresenta travestido de Carmem.

Responder

Carmem Leporace

15 de março de 2011 às 13h45

O Uikilikes deve ter muita podridão do governo petista e muita denúncias de lambanças de Lula, ocorre que isso vai ficar entocado, já que Lula saiu em defesa desse criminoso.

Notem que a revista que publica os "telegramas"" escolhidos a dedo, é mantida com verba oficial.

Sem a menor credibilidade.

Responder

    Sergio B.

    15 de março de 2011 às 14h44

    Carmem e seus comentarios desprovidos de bom senso. Aonde voce viu que a revista é mantida com verba oficial ?? Oficial voce quer dizer erba publicitária?? Huuuummm… então você afirma que um veiculo de midia que recebe verba publicitaria oficial nao tem credibilidade?? Você acaba de confirmar então que o PIG não tem nenhuma credibilidade, pois tem mais de 50% de seu faturamento proveniente de verbas oficiais. Carmem e seus comentarios apaixonados e desprovidos de bom senso…. tudo a ver…hahahaaha

    valdeci elias

    15 de março de 2011 às 14h54

    O PT ou Lula, não precisam de Wikilikes, para terem seus governos expostos ao publico. A imprensa brasileira em geral, já faz isso, sem piedade e sem o menor pudor. Se voce quiser saber algum escandalo, do governo " federal " , é só comprar a Folha de São Paulo ou o Globo.
    O Wikilikes ,serve pra o povo ter acesso, a toda verdade. E não só aque A ou B quer mostrar.

    augusto

    15 de março de 2011 às 14h56

    e tem mais, carmenzola, as verbas de publicidade dos governos (o Brasil tem 5593 governos, tá?)
    sao cobradas e pagas geralmente na ' tabela cheia' dos veiculos. Isto é sem descontos por inserçao ou por espaço padrão de tempo. As privadas é que gozam de desconto.
    Mas eu gosto de voce.
    voce acaba aprendendo.

    Julio Silveira

    15 de março de 2011 às 15h49

    Seu Leporace Perdedor (somei perdedor ao seu sobrenome, tudo bem?), olha eu aqui de novo, mais uma bola fora sua, ao criticar a revista que se posicionou a favor do Lula. O Sr. não está sendo 100% honesto, pode estar mal informado, mas também pode ser má fé, deve ser a ultima opção. Está esquecendo que todas as revistas com o Lula receberam participação nas verbas oficiais, a distribuição da verba publicitário foi como nunca dantes, e não é papo, está escrito em numeros . Aliás Seu Carmem Perdedor, esse é um dos motivos por haver tanto ranger de dentes entre as editorias de suas revistas prediletas, tiveram que dividir. Já no seu paraiso SP, a verba é todinha para os editores de suas biblias FSP(princpalmente), VEja, Estadão, Globo, acho até que seus proprietários tem participação societária no Estado. Tome tento seu.

    andre i souza

    18 de março de 2011 às 18h19

    Então, tolinha Leporace, segundo a sua linha de raciocínio(?), as revistas(argh!) que não publicam ou não publicaram os tais telegramas do comprado Wikileaks, é porque têm os mesmos interesses financeiros que a moçoila quer, aqui, condenar? Como explica?

Rios

15 de março de 2011 às 13h28

Esse serviço de "inteligência" americano é fraco demais!!! por isso estão metendo os pés pelas mãos continuamente! Só lêem o PIG*.

Responder

Hélio Jorge Cordeiro

15 de março de 2011 às 12h53

Uma coisa é certa: os americas não leram e não leem os "blogs sujos".

Responder

Ruy barbosa Maciel

15 de março de 2011 às 12h52

Gringaiada burra, acreditar nos bócós, que se dizem analistas do PIG! aCreditar no PIG!!!!! Gringos burros, não sabem ainda que a imprensa? Brasileira perto da de outros países é de nos fazer chorar, pela falta de credibilidade.

Responder

Ponce de Leon

15 de março de 2011 às 12h49

Na verdade essas análises todas só mostram uma coisa; ninguém tinha a mais (…) idéia do que estava, de fato, acontecendo. Um colegial poderia redigi-los que fariam exatamente o mesmo efeito, tudo é jogado no condicional, pode ser isso ou aquilo, não se sabe se vai crescer ou não… Ora, bolas… análise do tipo "Clássico é clássico e vice-versa" eu escuto de comentaristas de futebol e não de "cientistas" políticos…

Responder

Tiago

15 de março de 2011 às 12h47

Eu gostaria que o Brasil fosse como o Chile, um país décadas a nossa frente em educação e desenvolvimento.

No mais, muito legal a divulgação (parabéns, Viomundo) e a tradução, etc, mas uma dúvida: desde que a CartaCapital passou a trabalhar com os documentos Wikileaks, os telegramas com críticas ao governo Lula sumiram…e agora só aparecem estes descascando, merecidamente, o PSDB…por que?

Responder

    Maria Fulô

    15 de março de 2011 às 13h37

    Mude para o Chile, seu Tucano enrustido…

    augusto

    15 de março de 2011 às 15h00

    por isso nao, cara palida. A folha tambem tem wikiliks e nao tem publicado.

    E depois, oito anos de critica, ataque e sacanagem ininterruptas da imprensa Piguenta nao te bastaram?

    Tiago

    15 de março de 2011 às 16h21

    Tem razão, caro Augusto, sobre a Folha. De repente não há mais telegramas sobre o governo Lula, vai saber. Como disse, foi uma dúvida. Sobre o que o sr. comentou, "oito anos de críticas e ataques", a meu ver, é pouco. Os canalhas que governam esse país em todos o níveis e em todos os lugares são os responsáveis por toda a desgraça do nosso povo, e eu quero mais é vê-los humilhados nos jornais, quanto mais melhor, pois é isso o que eles fazem conosco. Infelizmente nossa imprensa péssima só faz isso com quem deseja e quando lhe convém. Deve ser isso a que o sr. chamou de "sacanagem", o que é mesmo.

    Prezada Maria Fulô, agradeço a sugestão, mas ainda prefiro o Brasil. O Brasil, e não um partido ou político. Mas tambem sugiro que a sra. faça uma visita ao Irã, já que estamos no assunto turístico.

Alan

15 de março de 2011 às 12h40

Carmem, vc quer saber o que Lula mudou na política macroeconômica então? 1)o papel do Estado no governo Lula foi diferente da do governo FHC. Enquanto os tucanos seguiram a lógica do Estado mínimo e delegaram para a iniciativa privada o papel de principal indutor do desenvolvimento econômico o governo Lula fortaleceu e aumentou a participação do Estado na economia e tornou o Estado Brasileiro o principal indutor do desenvolvimento econômico,tendo o Estado Brasileiro feito grandes investimentos em obras de infraestrutura,que contribuiram para dinamizar a economia e gerar milhões de empregos com carteira assinada,investimentos que aliás não foram feito no governo Collor/Itamar e FHC. O resultado da extrema política econômica neoliberal dos tucanos para o Brasil foi: desmonte do Estado Brasileiro,entrega de mão beijada de boa parte do patrimônio público, alto desemprego, aumento da deseguidade social,criminalização dos movimentos sociais e etc.

Responder

    Alan

    15 de março de 2011 às 12h57

    continuando…As mudanças no governo Lula na política econômica que foi seguida na década neoliberal de 1990 nos governos Collor/Itamar e FHC e que trouxeram os avanços para o Brasil:crescimento da economia com distribuição de renda,fortalecimento das empresas estatais,maiores investimentos sociais,maiores reservas internacionais,fortalecimento do Estado Brasileiro,diminuição da taxa de juros(que ainda são altos),mas no governo tucano era estratosferico,inflação controlada,geração de mais de 14 milhões de empregos com carteira assinada e etc.
    EM TEMPO: Carmem,por acaso no governo FHC tinha o ProUni, o Fundo Soberano e o PAC???

sergio

15 de março de 2011 às 11h38

O que importa é que Lula deu um nó no PIG e na direitona empedernida, deixou-os perdidos.

Responder

Rodrigo Prado

15 de março de 2011 às 11h21

Duas coisas me chamaram a atenção. Os próprios tucanos não tem simpatia pelo Aécio, mas na hora "H" virou peça estratégica para eleição. E outra, a alegação do Aécio ser apenas imagem e que poderia ser facilmente atacado pelo PT. Será que esses tucanos sabem alguma coisa sobre o Aécio que não foi revelado?

Responder

Danilo Morais

15 de março de 2011 às 11h20

O que estes documentos vazados da diplomacia americana mostram também é o genuíno apresso dos mandões do tucanato por seu companheiro Aécio. Como mostra o trecho abaixo:

"(…) Interessantemente, nenhuma das fontes do PSDB se considerava um fã de Neves.
Ambos consideravam Neves mais imagem que substância, fácil de atacar pelo PT por causa de seu estilo de vida e um pobre substituto em potencial para Serra em uma chapa presidencial."

Imaginem como deve estar tranquila a disputa interna do PSDB neste pós-eleição…..

Responder

mello

15 de março de 2011 às 11h09

A CIA vai botar o Waak, o Merval, o Mainard e o Goldberg de castigo: vão cancelar o passe livre deles no Mac Donald"s. Bando de traíras!!

Responder

Celso

15 de março de 2011 às 10h52

Outros dois pontos importantes que os gringos não leram e não leriam no PIG é a forte ascensão de lideranças do gênero feminimo em várias áreas na América Latina, em especial na política, e o passado de luta pela democracia que coloca no curriculo de Dilma um compromisso de longa data com a democracia e justiça social.

Responder

José deSouza

15 de março de 2011 às 10h30

Só vai atrás do P.i.G. quem é otário mesmo! Será que os gringos aprenderam?

Responder

brz

15 de março de 2011 às 10h24

Pelo que li, este parece um panorama mais elaborado, mas não passa de uma cobertura da campanha de Serra, se estava boa, o que estava faltando para ele ganhar.

Responder

José Ruiz

15 de março de 2011 às 10h02

A série de mensagens sobre as eleições no Brasil mostram que o responsável pela análise abriu mão da técnica em nome da torcida. Incapaz de separar desejo e realidade, induziu ao erro… além disso, limitou suas fontes: repete alguns chavões da direita como se fossem verdades absolutas… virou papagaio… talvez seja por esse caminho que parte da cúpula americana (realmente) acreditou que existissem armas de destruição em massa no Iraque, ou (realmente) acredita que na Venezuela existe um ditador…

Responder

Felipe C.

15 de março de 2011 às 09h56

Outra problema foi ler sobre o Osmar e o Álvaro dias "concordando" em suas críticas a nossa Presidenta. Esse cara, o Osmar Dias, nunca mais tem o meu voto. A intenção, agora, é eleger um senador do PSOL no paraná em 2012!

Responder

mariazinha

15 de março de 2011 às 09h55

Continuo gargalhando. ahahahahaha
Esses ianques são uma piada. ahahahaha
Agora espá provado que só conseguiram ir para frente na base da apropriação; onde foi parar a perspicácia?

Responder

Emilio Matos

15 de março de 2011 às 09h48

O melhor é o PS. Realmente essa esquizofrenia disseminada pela "grande mídia brasileira" foi o que mais chamou a atenção na campanha. Parece que criaram uma realidade paralela, e o que os telegramas vazados indicam é que realmente acreditaram nela, não foi uma conversinha pra eleitor dormir.

Responder

Roberto Jr.

15 de março de 2011 às 09h36

Holy Wishful Thinking, Batman!

Acho engraçado diplomatas, cuja principal função é fornecer informação confiável ao governo ao qual servem, limitarem suas fontes de informação somente a representantes da mídia local e a partidos de oposição… Não é necessário ser especialista em política brasileira para perceber que mídia e oposição fornecem exatamente as mesmas opiniões, as mesmas análises, os mesmos pontos de vista!!! É óbvio que há algo de errado nisso!!!

Mas, mesmo assim, a diplomacia americana insiste em cair nessa "conversinha de vendedor" da oposição e da mídia… é muita ingenuidade, desconhecimento, preguiça ou simplesmente má intenção de supostos "profissionais" diplomáticos…

Quanto à mídia e à oposição, como eu disse, é pura conversinha de vendedor pra cima dos diplomatas americanos: "vai na minha que vc vai se dar bem, tá tudo sob controle, é tudo nosso!!! A muié é um poste, é só questão de tempo! Mas, pra garantir que tudo dê certo, um apoio moral e financeiro cai bem…"

Responder

Carmem Leporace

15 de março de 2011 às 07h37

O bom de tudo isso é que Serra de livrou da herança maldita de Lula.

A herança maldita foi o custo de eleger o "poste apagado", senhores, sejam sinceros, essa senhora é um "poste" e um "poste" sempre será um "poste".

Lula, FHC, Serra, todos eles sempre foram políticos, nunca serão postes como Dilma. Reconheço as qualidades de Lula, dentre elas, e isso ninguém pode negar, estão sua liderança incontestável e a maior das virtudes foi a de ter mantido toda a macro economia de Fernando Henrique, seu grande mérito, foi ter feito o NADA, deu sorte, pegou o país arrumado, não mudou NADA e a China fez o resto por ele.

Ocorre que isso agora começa a cobrar o seu preço,

Sem reformas ou mudanças mais profundas, além da completa lambança e irresponsabilidade fiscal nos dois últimos anos de governo, começam a cobrar seu preço.

O bom disso é que a bomba caiu no colo de vocês mesmo,

Responder

    Andre Diniz

    15 de março de 2011 às 10h18

    Modelo este que funcionou muito bem na Argentina e, atualmente, funciona maravilhas no PIG (Portugal, Irlanda e Grécia, não na Imprensa Golpista).

    Seu argumento é inválido.

    Carmem Leporace

    15 de março de 2011 às 10h41

    Me diz o que foi que Lula mudou então??? vocês são só blá blá blá… suas mentiras não enganam nem vocês mesmo… só pegam os trouxas de ignaros bolsistas… e nada mais.

    E nem vem com esse de Fome Zero, isso não existe, e o bolsa família foi criado por Dona Ruth, Lula usurpou e trocou de nome.

    Jairo Fernando

    15 de março de 2011 às 12h23

    "O bom de tudo isso é que Serra se livrou da herança maldita de Lula. "
    Se foi bom para seu candidato então porque você está reclamando?

    Vc tem um monte de nicks (o estilo é o mesmo) e aparece em todos os posts, até mesmo nos posts referentes à tragédia japonesa em que tentou enfiar o PT no meio do assunto. Estratégia da época das eleições… parece que você é um dos sobreviventes da derrota tucana que querem porque querem um terceiro turno. A gente fica dando risada de suas colocações. Recomendam não responder a tanta patacoada, mas tem hora que é irresistível.

    ZePovinho

    15 de março de 2011 às 12h53

    Peraí,Carmem Leporina!!!O Bolsa Família foi criado por Cristovam Buarque em Brasília,depois foi para Santo Anré e,muuuuuuiiiiiiiiiitttttttt tempo depois,FHC copiou e colocou o nome dele na história.
    Vai aprender,mulher!!

    Carmem Leporace

    15 de março de 2011 às 13h20

    O Bolsa Família, ou Bolsa Escola, foi criado por um prefeito do PSDB, em Campinas, depois disso é que foi copiado por Cristovan Buarque.

    Vocês só dão bola fora mesmo.

    Vai aprender rapaz.

    Não passam mesmo de usurpadores de obra alheia.

    ZePovinho

    15 de março de 2011 às 15h21

    Foi não,dotô!!!!Esse prefeitinho de Campina já copiou a cópia da cópia que veio de Santo André(PT) junto com o Banco do Povo.
    Se liga,Leporina.Você é ajumentada demais.

    Emilio Matos

    15 de março de 2011 às 16h51

    Eu já disse isso uma vez aqui. Eu acho que o responsável pelo estado atual do Brasil foi Napoleão. Se ele não tivesse invadido Portugal, D. João VI não teria vindo para o Brasil, a independência não teria vindo tão cedo, e o país estaria mais atrasado ainda hoje.

    Que conversa mais ridícula… Então só existe FHC no Universo. E depois o Lula é que é megalomaníaco. Você não consegue entender o motivo de ele exagerar para o lado de dizer que nada existiu antes dele? É pra contrabalançar esses grasnados da mídia, imprensa e descerebrados em geral de que NADA existiu e nem existirá depois do supergenial FHC.

    É engraçado ver o modo como vocês não conseguem aceitar que o Lula tenha mandado bem. Como é bom ver vocês sentido essa dor de cotovelo…

    Antonio

    18 de março de 2011 às 22h27

    Parabéns Carmem pelas suas consideracoes. Só esqueceu de falar que o melhor engenheiro e economista do páis, Jóse Serra, criou o Bolsa Família, os Genéricos, o Flamengo, o automóvel, a democracia! E, ainda falam que ele nao tem diploma, se tivesse teria criado o mundo! Vc nao passa de troll !

    Alan

    15 de março de 2011 às 11h37

    Prezada tucana, a Dilma Rousseff tem bastante experiência política o que refuta completamente a falácia de que ela seria um "poste",a nossa atual presidenta ocupou os cargos de secretária da fazenda da Prefeitura de Porto Alegre(1986-89),Presidente da fundação de economia e estatística do Estado do Rio Grande do Sul(1991-93) e foi secretária de estado de Energia,Minas e Comunicações em dois governos:Alceu Collares(PDT) e Olívio Dutra(PT). Além de ter sido ministra da pasta de Minas e Energia entre 2003 e junho de 2005 e ter assumido posteriormente o cargo de ministra chefe da Casa Civil no governo Lula. E não se esqueça que ainda jovem a Dilma combateu a ditadura militar, o que mostra que ela possui uma militância e atuação política bem ativa.

    Sergio B.

    15 de março de 2011 às 14h57

    Por quanto tempo voces trolls tucanos vão continuar com essa mentira de que FHC preparou o terreno e que Lula manteve o que ja estava feito??? Hahahahaa…Teremos sempre que repetir as mesmas coisas, mais do que obvias.
    Receber um PAÍS com a economia quebrada não é uma ótima herança. E nem precisamos comentar que o pai do REAL nem foi FHC, ou precisamos???
    LULA foi genial, pois ele teve visão que nenhum dos TUCANOS teve até hj. Sem ter condiçoes politicas para fazer reformas, LULA transformou a economia brasileira com a visao social. Se LULA tivesse mantido a obra de FHC, estariamos hoje com 15 milhoes a menos de pessoas empregadas e 25 milhoes ainda na miseria. E o tsunami de 2008 teria sido mesmo uma catastrofe. Fora que a CHINA nao fez nada por ninguem, a nao ser por ela mesma. Mas só Carmem e CERRA não aceitam isso…
    Fevereiro de 2011 bateu recorde na geraçao de emprego. Mas Carmem acha que isso se deve a genialidade de FHC e cia…hahahahaahahahaa

    Julio Silveira

    15 de março de 2011 às 15h51

    Seu Carmem, mas parece que o Alkmim não tá feliz com a herança, parece que seu Padim só deixou um vidro com a coleçào de tampinhas de refrigerantes.

Luis

15 de março de 2011 às 07h31

Tenho tentado escrever, neste espaço, curtas opiniões com algum conteúdo sério e comedido. Desculpem-se o desabafo: mas esse William Waack é um verdadeiro babaca!

Responder

Roberto Locatelli

15 de março de 2011 às 06h35

Os "analistas" do PIG confundem "possibilidades" com "desejos". Dessa forma, prestaram um desserviço ao Tio Sam, justo ao país que eles tanto idolatram.

Responder

João

15 de março de 2011 às 01h32

Cada vez que vejo um telegrama (cable) sobre a análise das últimas eleições concluo: os EEUU não entendem nada de política. Acho que se acostumaram mais ao uso dos mariners do que realmente entender o que se passa nos outros países.
Vide Iraque e Afeganistão (e, mais recentemente, Egito).

Responder

Alexei

14 de março de 2011 às 23h57

O que será que tem no Wikileaks sobre a famosa bolinha de papel? Fico me perguntando…….

Responder

    Carmem Leporace

    15 de março de 2011 às 08h09

    Certamente eles devem saber que aquela farsa da suposta "bolinha de papel"" já custou uns CINCO BILHÕES DE REAIS, de dinheiro público para salvar um banco falido.

    A eleição de Dilma foi uma farsa amigo.

    Foi gol de mão e impedido do começo ao fim.

    O bom é que a herança maldita de Lula caiu no colo de vocês.

    Sergio B.

    15 de março de 2011 às 15h05

    Custou 5 bilhoes de reais de dinheiro publico ??? Aonde voce leu isso Carmem ??? Você pratica ativamente a estrategia da mentira e da desinformaçao ou foi informada erroneamente?? hahahaahah
    O banco em questao tem uma divida, mas não houve ajuda nenhuma. A frase da herança maldita é o novo slogan 2011 para a campanha dos trolls tucanos ?? hahahaha…

    ZePovinho

    15 de março de 2011 às 15h48

    Você é um aborto que deu certo,Carmem Leporina.No processo,perdeu o cérebro e teve o intestino grosso instalado na cabeça e o ânus na boca……….

    Abel

    15 de março de 2011 às 22h43

    Esse Carmem é um morlock que emergiu do bunker do Zé Ruela, 800 mil anos no futuro, pegou a máquina do tempo emprestada e está tentando até hoje mudar o resultado da eleição de 2010…

    Julio Silveira

    15 de março de 2011 às 15h56

    Seu Carmem, deixa disso home, voce sabe que a filha de seu padim vendeu as informações da receita através da firma que ela tinha com a irmão do Brilhante. E não adianta esconder, caiu no dominio publico, meu caro, a isso chamam business, e não foi feito de graça para beneficiar alguem a não ser aos próprios.

    Julio Silveira

    15 de março de 2011 às 16h00

    Seu Carmem Perdedor, não adianta seu minino, voce vai perder de novo.
    Seus idolos tem pés de barro, e voce é infelizmente desajustado com a felicidade alheia.

    Antonio

    18 de março de 2011 às 22h28

    Troll, vc é insistente!

Marcelo Fraga

14 de março de 2011 às 23h49

Eu só fico imaginando o que os gringos lá em Washington acham o que é o cenário político brasileiro. Decerto ficam confusos do porque da popularidade de Lula e da vitória da Dilma.

Responder

FrancoAtirador

14 de março de 2011 às 23h36

.
Com toda essa conversa mole,

quanto será que uns levaram de doação para a campanha

e quanto será que outros levaram de patrocínio ?
.

Responder

Yes we créu !!!

14 de março de 2011 às 23h26

Pra voces, uma historia real que eu copiei de um site algum tempo atras:

"Conta-se que os paulistas pressionaram muito Itamar Franco para que Serra fosse seu Ministro da Fazenda. Isso foi logo após a queda de Collor. Pressionaram, pressionaram, até que Itamar resolveu receber Serra no Palácio. Os repórteres do lado de fora, serristas como hoje, deram como certo que Serra seria o Ministro. A porta se abriu e Itamar recebeu os jornalistas. Os repórteres perguntaram, mesmo que já soubessem a resposta: então, o Senhor já tem um Ministro da Fazenda, não é isso? Não, respondeu o Itamar. Acabei de receber uma pessoa que não queria ser Ministro da Fazenda. Ele queria o meu lugar."

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Blogs & Colunas
Mais conteúdo especial para leitura