VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Embaixada lamenta desrespeito de Jabor com venezuelanos

11 de janeiro de 2013 às 18h46

Nota

Além de desrespeitar os venezuelanos, povo irmão do Brasil, e de proferir acusações sem base nos fatos reais, o comentário de Arnaldo Jabor nesta quinta-feira, 10 de janeiro, no Jornal da Globo, demonstra total desconhecimento sobre a realidade de nosso país.

Existe hoje na Venezuela, graças à decisão de um povo que escolheu ser soberano, um sistema político democrático participativo com amplo respaldo popular, comprovado pela alta participação da população toda vez que é convocada a votar em candidatos a governantes ou a decidir sobre temas importantes para o país. Desde que Hugo Chávez chegou ao poder, o governo já se submeteu a 16 processos democráticos de consulta popular – entre referendos, eleições ou plebiscitos.

Não nos parece ignorante ou despolitizado um povo que opta por dar continuidade a um projeto político que diminuiu a pobreza extrema pela metade, erradicou o analfabetismo, democratizou o acesso aos meios de comunicação e que combina crescimento econômico com distribuição de renda. Esse povo consciente de seus direitos não se deixa manipular pelas mentiras veiculadas por um setor da mídia corporativa – essa que circula livremente também na Venezuela.

Considerando o alto grau de organização e conscientização da população venezuelana, não são nada menos do que absurdas as acusações feitas por Jabor da existência de um aparato repressor contra o livre pensamento. Na Venezuela, civis e militares caminham juntos no objetivo de garantir a defesa, a segurança e o desenvolvimento da nação. É importante lembrar que se trata do mesmo comentarista que em 11 de abril de 2002, quando a Venezuela sofreu um golpe de Estado que sequestrou seu presidente durante 48 horas, saudou e comemorou este ato antidemocrático, durante comentário feito na mesma emissora, a Rede Globo.

Embaixada da República Bolivariana da Venezuela

Leia também:

Adriano Diogo: “Por que a mídia que diz ser golpe adiar posse de Chávez saudou a do Sarney?”

Mark Weisbrot: A praga de gafanhotos causada por Chávez na Venezuela

José Fialho: Voto supremo só vale quando é a favor deles

Max Altman: Jornal esconde artigo da Constituição venezuelana

Altamiro Borges: A torcida pelo câncer de Chávez

 

127 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Miguel Freitas

14/01/2013 - 21h55

Ao invés de usar gravata o citado jornalista deveria usar um babador!

Responder

    H. Back™

    15/01/2013 - 02h26

    Ao invés de usar gravata o citado jornalista deveria usar uma
    camisa-de-força!

Marat

14/01/2013 - 21h25

Arnaldo Jabor: Burrice e estupidez em doses diárias, na Globo!

Responder

Marcelo S.

14/01/2013 - 19h19

Esse comentário do Jabor em específico nao chega a lugar nenhum, só expoe os preconceitos de classe da elite.

Responder

Marcelo S.

14/01/2013 - 19h11

Jabor parece um doido falando pra doidos, e expoe o estado de calamidade em que anda a mídia brasileira.

Responder

Regina Braga

14/01/2013 - 17h11

Fique triste não,embaixador.Jabor desrespeita o povo Brasileiro todos os dias.Imagine o que ele é capaz de fazer com um povo que é politizado e capaz de optar? Ele só gosta de New York-New York.Seu próximo filme vai ser:Perdi a boca com um político ruim!

Responder

O DOUTRINADOR

14/01/2013 - 15h29

Feliz sou eu que não assisti a verborragia deste boçal, que ofende aos comentaristas quando se intitula como tal. Se não me engano o mesmo não fala sobre a maracutaia(desvio de dinheiro, roubalheira)que um parente dele esteve envolvido.

Responder

Luca K

14/01/2013 - 13h54

@Nelson
Obrigado pela dica do Tirman. Quanto aos objetivos dos EUA ao invadir o Iraque, democracia foi um dos objetivos declarados mas os objetivos verdadeiros sempre foram outros. Não se faz guerra por razões humanitárias.
Abs

Responder

Marighella

14/01/2013 - 11h01

Apesar da mídia cartelizada brasileira (comandada por 05 famílias: Marinho, Abravanel, Saad, Dalevo e Macêdo), por conveniência partidário-financeira, não nos mostrar a realidade do nosso vizinho, só quem esteve lá pode assegurar: A Venezuela é um país MUITO mais democrático do que o Brasil!

Responder

henrique de oliveira

14/01/2013 - 10h45

Jabor não passa de um “cineasta” de porno chanxadas da decada de 70 , incompetente até a alma.

Responder

Araújo

14/01/2013 - 08h27

Jabor é um cineasta frustado, ultrapassado, invejoso, incompetente, vive comendo das migalhas que caem da mesa dos Marinhos. Esqueçam-o. Um verdadeiro bobo da corte.

Responder

    Sonia S

    14/01/2013 - 20h09

    Concordo inteiramente com você Araújo.
    Ele é um bobalhão, se acha grande escritor, cineasta, comentarista e sei lá mais o que ele pensa que é.
    Sempre me deu nojo ouvi-lo e ou ler qualquer coisa dele.
    Gente, esse pessoal do pig, decididamente, não dá.
    Temos que correr para os blogs sérios, casso contrário, estamos perdidos.
    Telejornal? Quase não assisto mais. E leio os jornalões para me irritar.
    Agora, um cronista talentoso, culto e muito bem-informado, o grande Mauro Santayana, claro não tem espaço nos jornalões, mas está lá sempre informando no JB online.

H. Back™

14/01/2013 - 01h16

Crônicas? Se aquilo que Jabor escreve são crônicas, então os latidos do meu cachorro podem ser chamados de romances.

Responder

ma.rosa

13/01/2013 - 18h14

PIG,PIG,PIG!!!Porque não te CALAS!!! Bem feito, Jabor, podias ter ido dormir sem esta… chamada de atenção! Viva ao povo,irmãos Bolivarianos.

Responder

Eloi Kirsten

13/01/2013 - 16h18

Arriba, pueblo Venezuelano!!!

Responder

lulipe

13/01/2013 - 16h06

Ainda bem que vivemos em um país que respeita a liberdade de expressão.Concordando ou não, o Jabor exerceu seu direito de livre manifestação do pensamento.Se o Governo da Venezuela achou ruim, que o processe.Vou reiterar o que já disse aqui, percam as esperanças, jamais o povo brasileiro permitirá que viremos uma Venezuela ou Argentina da vida.Como disse a presidente, “prefiro o barulho da imprensa livre do que o silêncio das ditaduras”.E vamos deixar de chororô, já bastam as viúvas dos mensaleiros condenados…

Responder

    André

    14/01/2013 - 08h22

    Pena que essa tua liberdade de expressão seja usada para ganhar dinheiro e poder, tenho pena da tua ingenuidade…

pretextato

13/01/2013 - 15h24

Jabor…. pense numa lapa de cabra ruim!

Responder

Marat

13/01/2013 - 13h51

Gostaria de ouvir da boca deste demente que o povo estadunidense é burro e despolitizado, quando elegem terroristas coomo George W. Bush!

Responder

Thomas Nok

13/01/2013 - 13h32

Muitos que falam e criticam o governo Chavez não sabem a realidade.
Chavez é o verdadeiro homem que pensa nos menos favorecidos e enfrenta a imprensa golpistas, que, aliás incomoda muito as redes aqui no Brasil.
Mas os saads, marinhos e santos, podem ficar tranquilos, aqui há muitos covardes e omissos no governo. Que saudades do Leonel Brizola.
Até o programa de moradias populares dos venezuelanos é superior ao lixo feito no Brasil, onde se paga um absurdo num imóvel sem qualidade, pequeno e longe do centro da cidade.
Azenha fez uma série de reportagens na Venezuela e mostrou o que realmente ocorre por lá. Isto é um jornalista de verdade.

Responder

José Norberto

13/01/2013 - 12h49

Igual ao Arnaldo Jabor somente os debiloides do Manhattan Conexion.

Responder

    sandro

    13/01/2013 - 20h24

    Lulipe?

José Norberto

13/01/2013 - 12h38

O Arnaldo Jabor nao passa de um cineastra incompetente e frustrado, pau mandado e cachorrinho da classe dominante. Nao tem talento, tem que se submeter a puxar o saco da rede globo para ganhar um dinheiro. Logo, quando ele nao servir mais, a Globo fará com ele o que fez o Sarney, com o Maluf e Collor.

Responder

Bernardino

13/01/2013 - 11h29

Meus caros colegas internautas,Vocês ja falaram tudo sobre esse senhor porem eu complemento: O JABOR É UM VERME e por incrivel PURGATIVAMENTE INDEFECAVEL.Vou pedir ao Laboratorio ROCHE pra verificar se ele e PROTOZOARIO ou pertence aosHELMINTHOS no Grupo ASCARIS LUMBRICÓIDE!!!

Responder

Sr.Indignado

13/01/2013 - 11h14

O Arnaldo é o que sempre foi, um sujeito metido a intelectual, com pouco ou nenhuma leitura (talvez leia títulos, resumos ou alguém faz isso por ele), que pensa ser filósofo ou sociólogo (garanto que nem sabe a diferença). Pseudo intelectual, fez escola com a Maite Proença e com o Fernando Henrique para nos envergonhar perante o mundo.
A coisa só não é pior, porque ele tem a credibilidade de um fio dental sujo.

Responder

landocarlos

13/01/2013 - 09h09

o Jabor não mereceria nem resposta ele e altamente tendencioso,porque ele não comenta do terrorismo de estado que israel pratica todos os dias contra o povo palestino

Responder

Jose Mario HRP

13/01/2013 - 06h11

Jabor é um marionete da direita, mas essa é a “mentirosa” do ano:

Responder

    Jotace

    14/01/2013 - 01h11

    Cruz, Credo!

    Ela é feia assim mesmo ou se trata de montagem de fotografia? Aquela mesmo que a folha usa quando quer “ilustrar” matéria com a foto de alguém
    que ela quer sacanear? Jotace

Péricles

12/01/2013 - 21h23

O Jabor é tão competente que confunde o PT com um partido comunista.
Aprendeu política na mesa do bar do brega. Lula, Chavez, Cristina e outros companheiros deram causa à notoriedade de algumas figurinhas outrora totalmente obscuras. Tem havido uma imensa proliferação de Jabores, Mainardis e Azevedos neste país. O mercado está muito bom pra esse tipo de escroque do jornalismo.

Responder

    Nielsen Holland

    14/01/2013 - 01h05

    Acrescente-se ao time de mentecaptos insuportáveis, nojentos, escabrosos como esse vampiro da “Longínqua transilvânia, ou “diabo da tasmânia” travestido de intelectual jabour, cuja inteligência equivale a de Jabouru(jaburu), ou menos, um tal de josé nêumane, anselmo góis,mervalinho abl (academia brasileira de lobos)hélio díspari/gaspari(?) míriam leitoa crescida,dorakramer etc., etc. Uma lista interminável de pitantras, ou boçais(?) a serviço do interesse privatíssimo usando concessões públicas. Que país e esse, meu DEUS?!

    Nielsen Holland

    14/01/2013 - 01h12

    pitANTRAS – LEIA-SE P-I-L-A-N-T-R-A-S …

ricardo

12/01/2013 - 20h49

Arnaldo Jabobo.

Responder

Rodrigo Leme

12/01/2013 - 20h37

Engracado o endosso desse blog ao repudio da embaixada. Não é aqui que argumentos como “paulistas reacionários” ganha abrigo qdo a cidade / estado não elege o PT?

Acho que falta espelho a Narciso….

Responder

    Altemar

    14/01/2013 - 11h49

    Rodrigo, Rodrigo, Rodrigo …

    Aff

Augusto Borges

12/01/2013 - 19h47

Gente,
o Jabor não é nada. Deixa esse cara ficar rosnando que não incomoda mais ninguém. Para quem ainda não sabe, informo que a missa de sétimo dia dele, foi há muito tempo.

Responder

nona fernandes

12/01/2013 - 19h32

Para mim, Arnaldo Jabour é um metrossexual frustrado que sobrevive de caras e bocas. Digo isso, por tê-lo visto algumas vezes, há muito tempo. Não tenho “estômago” para assiti-lo, ainda que seja para criticá-lo.Como também assistir à Globo.

Responder

Mário SF Alves

12/01/2013 - 19h17

O “último” intelectual do Brasil, o mais do que insensado mídio-corporativado príncipe do (s)ociólogos, desmoralizou de vez a aura de virtude que acompanhava a maioria dos intelectuais. Ufa! Ainda bem.
____________________________________________________
Mesmo porque, hoje, o maior forno (êpa! forno?!!) de intelectos é a blogosfera.
___________________________
Ajuste de termos:

Intelectual x intelecto = alguém saberia dizer qual a diferença? Aposto que a resposta passa pela questão da luta contra a dogmatização da dialética e pela não homogeinização do método.

_____________________________________________
Afinal, quando o padrão comportamental de um intelectual de tipo fernandenriqueano consentiria nisso: “a democracia deve ser coletivamente conquistada, e… melhor ainda será quando a democracia conquistada evoluir até se tornar autoimune aos desvios de poder”?

Responder

Paulo Nogueira: O mundo de Jabor « novobloglimpinhoecheiroso

12/01/2013 - 19h12

[…] Embaixada lamenta desrespeito de Jabor com venezuelanos […]

Responder

Marat

12/01/2013 - 18h50

As vezes, alguns bêbados repetem o que esse imbecil solta pela boca… e a Globo é uma ditadura: ditadura da burrice e da ignorância. Precisamos nos libertar daquele lixão!

Responder

Julio Silveira

12/01/2013 - 18h31

Esse Jabour. Depois não quer que se acredite nos apocrifos calhordas que saem em seu nome. Mas olha, por tudo que tenho visto ultimamente, depois de um bom tempo no ostracismo de onde foi resgatado pelo seu atual patrão, parece que encontrou uma forma de se destacar. Pode ter sido a pedido, nessas orientações para se firmar num espaço, pode ter sido um inspiração para o caricato, mas na verdade parece que resolveu se inspirar buscando usar uma verborragia politica desrespeitosa e via de regra escatológica. Tá se tornando indecente.

Responder

Mário SF Alves

12/01/2013 - 18h27

Jabo(U)or se autodesconstrói desde os tempos do Eu Sei Que Vou Te Amar. Desde ali já se evidenciava um colossal desprezo pelo capacidade de reação do povo. “Mais fortes são os poderes do polvo”, dizia uma de suas personagens. Tá. Válido enquanto argumento numa peça de ficção? Sim. E devia ter ficado por aí. Mas, não, o espertíssimo Jabo(U)r resolver mediante a corrupção e cristalização da dialética(herança do marxismo-leninismo, Arnaldo?), transformar aquilo que era apenas argumento em tese. O passo seguinte foi relativamente fácil (nem Fux teria feito melhor). Bastou apromorar a entonação de voz, copiar o Paulo Francis e levar a receitinha do bolo e aos seus patrões marinhos. Os time-laificos prepostos do referido POLVO e senhores de toda a prepotência. Deu nisso: um Jabo(U)r rídiculo. Um Jabo(U)r que tem chiliques a cada passo dos povos em direção à luz. Não admira em nada a reação ante a cabeça erguida do povo venezuelano. Cucarachas, não, Henfil?
_______________________________________
Crise existencial; frustração ideológica; penúria financeira ou deslumbramento com a efêmera celebrização de tipo mervalínica?
______________________________________________
Vá saber.

Responder

MariaC

12/01/2013 - 16h51

Dando importância a um boquirroto, gente……

Responder

Isidoro Guedes

12/01/2013 - 16h16

Jabor é um cineasta fracassado e ressentido que vive posando de “intelectual”, mas na verdade não passa de um pseudo-intelectual à serviço do que há de mais atrasado neste país, à serviço de uma mídia reacionária e ultra-direitista, que defende os interesses de uma já carcomida e desacreditada elite (herdeira dos violentos senhores da casa grande – aquela que em cada fazenda ou engenho tinha capatazes que “com sua burrice” fazia jorrar sangue demais das costas dos escravizados, como bem lembrado é em uma clássica canção (os “Podres Poderes”) de Caetano Veloso .

Responder

Isidoro Guedes

12/01/2013 - 16h15

Jabor é um cineasta fracassado e ressentido que vive posando de “intelectual”, mas na verdade énão passa de um pseudo-intelectual à serviço do que há de mais atrasado neste país, à serviço de uma mídia reacionária e ultra-direitista, que defende os interesses de uma já carcomida e desacreditada elite (herdeira dos violentos senhores da casa grande – aquela que em cada fazenda ou engenho tinha capatazes que “com sua burrice” fazia jorrar sangue demais das costas dos escravizados, como bem lembrado é em uma clássica canção (os “Podres Poderes”) de Caetano Veloso .

Responder

Cunha

12/01/2013 - 16h02

Ele tem essas palavras porque sofre de prisão de ventre, botando para fora por cima.

Responder

trombeta

12/01/2013 - 15h43

No Brasil, jornalista empregado é pior do que o patrão.

Responder

Márcio

12/01/2013 - 14h56

Fazia meses (se não anos) que eu não assistia ao Jornal da Globo. Meio que sem sono e passando os canais a esmo eu sintonizei a Globo cerca de 30 segundos antes deste comentário do Jabor a ponto de poder assisti-lo na integra. Disse uma série de mantras sobre a Vanezuela de Chaves feito papagaio do Instituto Millenium. Mas a hora que ele enche a boca para chamar o povo venezuelano de despolitizado e ignorante pode ser considerado um dos momentos mais patéticos e constrangedores da história da TV brasileira.
Isso tudo deve ter demorado uns 2 minutos que é minha cota anual de Rede Globo. Agora só em 2014 (talvez).

Responder

FMG

12/01/2013 - 14h41

Jabor é um muito esperto mercenário: ganha muito bem para dizer o que mandam, seja lá o que for, que isso não lhe tem cuidado!

Responder

Luca K

12/01/2013 - 14h38

Como diria o Romário, o Jabor calado é um poeta. Só fala M…

Responder

Haroldo Cantanhede

12/01/2013 - 14h35

É a empregabilidade. O “comentarista” tenta apenas agradar o patrão. E, com isso, manter o seu emprego. Questão de consciência, ou melhor, de falta dela, ao vender-se completamente ao ideário da nossa mídia entreguista, submissa aos EUA; é servilismo da pior espécie, pois é feito de forma premeditada.

Responder

Jotace

12/01/2013 - 14h25

Que me desculpem o plural, mas os Chávez estão se multiplicando a cada dia que passa face ao triunfo da Revolução Bolivariana. Isto incomoda e muito aos vendepátrias brasileiros representados pela Globo. Chávez, o Libertador, restaurou a liberdade e a dignidade da Venezuela onde o governo faz parte do povo, está a serviço de todos e não a de uma oligarquia corrupta. Onde o patrimônio do povo não é negociado com a pirataria internacional. O Embaixador que não se preocupe com vermes como Jabour, uma simples excreto da imprensa de esgoto que ainda existe no Brasil, mas que a cada dia se desmoraliza mais. Jotace

Responder

abolicionista

12/01/2013 - 14h10

Coitado do Jabor, deixou uma carreira (tudo bem que não muito promissora) de cineasta para se tornar o bobo da corte das organizações globo. É tragicômico…

Responder

Nelson

12/01/2013 - 12h26

Nunca esqueci. Há uns dez anos assisti a uma palestra de um psicólogo na qual, a certa altura de uma pequena análise do estágio em que se encontra a humanidade, ele falou assim: “O mundo não está precisando de inteligência, o mundo está precisando de afeto. A inteligência nos deu Hiroshima e Nagasaki”.

O caso de Arnaldo Jabor é exemplar. Um ente inteligentíssimo, mas que, portador de um coração sem afeto, bandeou-se, “de mala e cuia”, como se diz aqui nos pampas, para a horda neoliberal, onde só o que vale é dinheiro, dinheiro, dinheiro, lucros, lucros, lucros, cifrões, cifrões, cifrões.

Assim, obviamente, ele não conseguirá perceber, enxergar, sentir, a energia altamente positiva que corre nas veias do povo venezuelano, que faz esse povo sentir-se orgulhoso de sua pátria e desejoso de construí-la, melhorá-la, a seu jeito. Energia esta que deve-se ao grande impulso que Hugo Chávez e seus apoiadores imprimiram na cartada em busca da libertação do país vizinho.

Vida longa ao comandante Hugo Chávez!
Viva o povo venezuelano!
Vida longa aos que lutam por uma América Latina realmente livre!

Responder

    roberto

    12/01/2013 - 15h01

    Caro Sr. Nelson, sua análise está correta, mas como não sou tão educado como V.Sa., ouso afirmar que ele (jabor) não passa de um grande “bosta”.

    Geysa Guimarães

    13/01/2013 - 01h51

    Mandou divinamente bem, Nelson!

mariazinha

12/01/2013 - 11h37

Querido povo venezuelano:
o importante não é o que esse alucinado, incompetente alienígena fala, mas o que nós, na blogosfera falamos em iníssono: estamos com VCs, para o que der e vier. Estamos aqui, para exigirmos respeito com nossos irmão da AS. Que o povo venezuelano tenha cada vez mais sua liberdade respeitada. Fora jabor, nojento!

Responder

    Mário SF Alves

    12/01/2013 - 18h52

    “Para o que der e vier” pode até ser força de expressão, mas, que o grito de solidariedade ecoou até os Andes, ah!, isso, sim. Valeu, Mariazinha.

Vania Maria

12/01/2013 - 11h12

um cineasta incompetente e oportunista que se nao tivesse cuspindo suas aberraçoes numa imprensa golpista estaria no limbo.

Responder

Luis Paulo Rodrigues

12/01/2013 - 10h32

Aí pessoal da embaixada da nossa querida Venezuela, país amigo, não deêm bola para esse tal de Jabor, o cara é um desprezível pacóvio, e,suas pífias e inuteis opiniões, não representam o pensamento do povo Brasileiro, mas sim da mídia golpista do Brasil, vulgarmente chamada de PIG (Partido da Imprensa Golpista – Globo, Folha SP, Estadão, Veja, Isto É, JP, CBN, etc, etc, e etc.).

Responder

Teco

12/01/2013 - 10h24

Tem muitas pessoas, que a simples menção de seus nomes, me vem a
imagem de um porco no rolete. Talvez o subconciente agrupe figuras
por afinidade .

Responder

    Mário SF Alves

    12/01/2013 - 18h54

    Kkkkkkkkkkkk … estás com fome, hein, Teco?

Fernando

12/01/2013 - 10h21

A unica diferença entre este asno falando e um burro pastando, é que o pasto vira esterco.

Responder

Narr

12/01/2013 - 09h24

Jabor é bobo da corte dos Marinho.

Responder

Fred Oliva

12/01/2013 - 09h17

Jabor é uma vergonha Nacional…

Responder

Hélio Pereira

12/01/2013 - 08h05

Mas quem é este cara?
Arnaldo Jabour,seria aquele “Cineasta” de quinta categoria que a Globo transformou em “Papagaio” da extrema Direita em troca de algumas aparições no JN,uma vez que seus Filmes ninguém nunca viu?
A Globo não merece credibilidade e seus “Papagaios” muito menos!

Responder

    Hélio Pereira

    12/01/2013 - 08h09

    Escrevo Jabour com U,porque a figura sempre da “Piti” quando vê seu nome escrito desta maneira!

rudi

12/01/2013 - 07h41

Primeiro era falta de escrupulos. Depois de noção do ridículo. Agora enlouqueceu.

Responder

LEANDRO

12/01/2013 - 07h29

Tipico de republiqueta. Se ofender e responder comentarista de tv de outro país. Terceiro mundismo crônico.
ps: porque a “democracia” venezuelana só autorizou atos populares contra chavez para o dia 23?

Responder

    Nelson

    12/01/2013 - 12h32

    Se essa tua informação é real, verdadeira, meu caro Leandro, foi para poupar a oposição do grande fiasco por que ela passaria; apenas uns poucos gatos pingados (*) participariam do tal ato.

    (*) Certamente, seriam aqueles que, durante décadas e décadas, se lambuzaram com os lucros do petróleo, deixando 90% do povo na exclusão ou na merda, mesmo, e o país ser pilhado pelo grande capital.

    LEANDRO

    13/01/2013 - 07h35

    Isso a gente nunca vai saber porque a democracia não deixou. Será medo?

    Nelson

    13/01/2013 - 22h29

    Não te faças de tanso, Leandro. Tu bem sabes que, em matéria de mobilização popular na Venezuela, o chavismo tem ganho de lavada; consegue mobilizar milhares ou mesmo milhões – pelos motivos (*) que tu bem conheces – enquanto que, proporcionalmente, a oposição venezuelana só tem levado alguns gatos pingados nos seus chamados às manifestações.

    Chávez governa em prol do povo venezuelano. Já a oposição – aqui eu me inspiro no grande Darcy Ribeiro – fica, basbaque, a contemplar a Europa e os Estados Unidos, ao mesmo tempo em que vira a bunda para seu povo.

    E, para terminar, Leandro, já que tu mencionaste uma vez mais a palavra democracia, e mesmo sabendo que tu vais ficar se mordendo de raiva porque não há como negar isso, eu digo que a Venezuela é um dos países mais democráticos do planeta.

Gil Teixeira

12/01/2013 - 07h05

O Jabor é um recalcado, como cieneasta é um zero à esquerda, como bem citaram aí por cima, ele queria mesmo era ser Glauber Rocha. No jornalismo se acha o substituto de Paulo Francis sem a educação a finesse e a cultura do verdadeiro fica difícil.
Jabor é uma anta!

Responder

Gerson Carneiro

12/01/2013 - 06h48

Lembro quando o Jabor dizia que o Lula iria nos envergonhar no exterior.

Responder

Zeza Lima

12/01/2013 - 03h11

Sem comentário.

Responder

Sérgio

12/01/2013 - 02h58

Jabor quem?
Venezuelanos não se preocupem, ele é apenas mais um rola-bosta do PIG.

Responder

Mônica Santos

12/01/2013 - 02h21

Bom, como eu não sou venezuelana e, portanto, não há risco de incidente internacional, posso dizer com clareza: “O Arnaldo Jabor é um imbecil”. Dos nossos a gente entende.

Responder

Gerson Carneiro

12/01/2013 - 01h59

RT @folha_com Em Cuba, Kirchner almoça com os Castro e visita família de Chávez.

Não. Ela foi lá pra almoçar com o Mário e visitar o Dunha.

A idiotia é inerente ao PIG e seus micos amestrados.

Responder

Nazareno Lima

12/01/2013 - 01h35

Jabor é um capacho que está a serviços de quem lhe paga o jantar ou uma meia duas de dozes de wiskey e no final de semana lhe manda uma cesta básica.

Responder

denis dias ferreira

12/01/2013 - 01h11

Enquanto esse idiota globoso preocupa-se com a Venezuela, em São Paulo, estado governado pelos verdadeiros democratas que ele tanto enaltece, as chacinas continuam.

Responder

João Carlos Rizolli, Mirandópolis, SP

12/01/2013 - 01h08

Não ligue, Embaixador. Esse tal de Jabor é mesmo uma besta ao quadrado. Nada sabe de Brasil, e muito menos, de América Latina.
Não passa ele de um “burro bem arreado”, só isso, nada mais.

Grande abraço.

J. Rizolli

Responder

renato

11/01/2013 - 23h33

Quando é que vocês vão aprender a não dar vaza para
vagabundo. Eu não sabia nada deste cara, pois não assisto
A TV GROBO.
Por favor, não me surpreendam.
Já faço minha parte, mas se vocês existem em me colocar
a par destas coisas, me avisem com antecedencia.
Este cara aí e aquele Boneco Lego do SBT, não dá, é preferível
assistir fazenda 4.
Agradeço!

Responder

Wagner Martos

11/01/2013 - 23h16

O jabor está apelando pq está perdendo a posição de rola-bosta oficial. Tá no desespero total !

Responder

Fabio SP

11/01/2013 - 23h04

Se a população está tão assim a favor, porque não fazer uma nova eleição em 30 dias, como manda a Constituição?
Medo do quê?

Responder

    Marcio H Silva

    12/01/2013 - 00h59

    Chavez já morreu para ter novas eleições? sabe ler não?

    ROBERTO SALVINO

    12/01/2013 - 03h22

    Há pouco mais de um mês o partido da Revolução Bolivariana venceu em 20 dos 23 estados Venezuelanos. Há mais ou menos 04 meses Chávez venceu o maior representante do PIG da Venezuela. Conclusão: A população Venezuelana em qualquer eleição que venha a ocorrer, meterá o cipó de boi no rabo da elitizinha midiatizada, e de tabela no lombo dos entusiastas do PIG nacional como você.

    Noé

    12/01/2013 - 05h44

    E pq fazer nova eleição se o povo já escolheu, agorinha pouco, o seu presidente?

    Gersier

    12/01/2013 - 10h14

    O que revolta é ver a PETROBRAS o Banco do Brasil e a Caixa alimentando o câncer que acolhe esse fantoche lambe botas,a famigerada globo.

Marat

11/01/2013 - 23h04

A nota simplesmente destroçou o coitado do Jabor. O ex-cineasta as vezes parece fazer comentários sob os auspícios dos Whiskys comprados com dinheiro da mesada do consulado estadunidense!

Responder

Geysa Guimarães

11/01/2013 - 22h55

Magistralmente redigida a resposta ao Jaboru.
Vibrei com o 3o parágráfo: “Não nos parece despolitizado um povo que opta…”
Kbô com o serviçal platinado.

Responder

Roberto Locatelli

11/01/2013 - 22h34

Hugo Chávez é um ditador: promove eleições praticamente todo ano, plebiscitos, referendos. Qualquer decisão mais importante é motivo para que o governo convoque aquele povo para dar opinião. Assim não pode, assim não dá.

Por isso a CIA está trabalhando diuturnamente para dar um golpe, derrubar o governo, fechar o Congresso e impedir novas eleições, a fim de restaurar a democracia.

Responder

    lulipe

    12/01/2013 - 00h52

    No Iraque de Saddam também tinha eleições, caro Locatelli, geralmente vencidas por ele com 99% dos votos…

    Marcilio

    12/01/2013 - 11h53

    Lulipe,

    Acharam as bombas no Iraque? Hoje o Iraque está melhor? ou foi saqueado pelo Imperialismo Ianque. Nos poupe de baboseiras….

    abolicionista

    12/01/2013 - 14h08

    Ah, sim! Agora o Iraque está uma maravilha, não? Céus, quantas besteiras desse tipo a gente ainda terá de ler? A educação nesse país está realmente ruim, como atesta o nível de alguns argumentos. Contudo, já que o senhor tocou no assunto, responda, por favos? Quem financiou Saddam? E, para refrescar a memória: quem financiou o Bin Laden? Os Emirados Árabes Unidos, aliados dos EUA, são uma democracia? Desculpe, mas se esses são seus exemplos de “apoio à democracia”, só posso concluir que o senhor possui uma visão absolutamente distorcida do que seja uma democracia, Sr. Lulipe.

    Luca K

    12/01/2013 - 14h36

    Ô lulipe, o Centro Carter, fundado pelo ex-presidente americano Jimmy Carter, já investigou o processo eleitoral na Venezuela e o declarou um dos MELHORES DO MUNDO. Paralelamente, o próprio J.Carter recentemente declarou o sistema estadunidense entre OS PIORES DO PLANETA. Muitas fraudes eleitorais já ocorreram nos EUA.

    Roberto Locatelli

    13/01/2013 - 14h12

    Justamente, Saddam também era do mal. Já o Bush… Bush é do bem, Bush é do bem (com a musiquinha da campanha do Serra).

    Hoje o Iraque é um país maravilhoso. As terríveis armas de destruição em massa foram confiscadas e estão guardadas num galpão da CIA. O povo do Iraque vive feliz e saltitante.

    Saddam planejava não usar mais o U$ dolar para o comércio do petróleo. Uma heresia!! Felizmente, com sua morte, tudo isso é história.

flavio jose

11/01/2013 - 22h33

Venezuelanos saibam que jabor nao pode ser levado a serio por se tratar de uma pessoa cuja credibiidade foi exorcisado pela mudanca que sofreu seu carater

Responder

Bonifa

11/01/2013 - 21h47

Jabor sabe que é um inútil. Mas por sua sombra e água fresca fará o que nem o Sílvio Santos ousa em fantasia duvidar. Tem sucesso garantido no clube onde os póprios dirigentes sabem que ele não passa de imbecil e não suportariam cinco minutos de qualquer de seus filmes.

Responder

    Altemar

    11/01/2013 - 22h25

    O que alenta é ver, a cada dia que passa, o mergulho profundo no obscurantismo da inveja (se é que isso existe) e a negação da condição de formador de nada, conselheiro de ninguém e explorador do que é quem nunca foi.
    Vou morrer dizendo: esse elemento não suporta “não ter sido” Glauber Rocha.
    Gorete Milagres, por sua criação, diria: Ó coitado.

    Paula

    12/01/2013 - 00h42

    Adorei suas colocações, Altemar! Valeu!

Lindivaldo

11/01/2013 - 21h39

Grande irmão Hugo Chávez!
Salve o povo da Venezuela e seu grande líder!
O Chávez faz a gente se orgulhar de ser americano…

Desculpem-nos, venezuelanos, pelo jabor e pelo jornal globo!
Eles não representam o povo brasileiro.
Também não falam por si mesmos…
Por eles fluem o lixo, o esgoto e os dejetos do tio sam!

Responder

diógenes

11/01/2013 - 21h35

Os venezuelanos não sabem o grande fracasso que é o “cineasta” Jabour. Seu último filme, Suprema Felicidade foi um desatre de crítica e bilheteria. Antes do lançamento Jabour esperava ser reconhecido como Fellini. Pensava que “Suprema Felicidade” seria seu “Amarcord”.

Mesmo o caderno da Folha considerou, caridosamente, o filme regular. Jabour acusou o golpe desferido pelos críticos da Folha. Ficou inconformado com essa “falta de lealdade”.

Atualmente revendo seus filmes, mesmo os baseados em universais peças de teatro de Nelson Rodrigues, percebemos quanto foi um diretor mediocre.

A Jabour só resta prestar esse serviço sujo para sobreviver. Nunca sairá e nem será demitido da Globo, porque naquela emissora de televisão os prestativos canalhas são protegidos até apodrecerem. Apodrecem,não morrem.

Responder

Edison

11/01/2013 - 21h21

Esperar o que? Deste apátrida racista e michê ideológico!

Responder

    Geysa Guimarães

    11/01/2013 - 22h58

    Edison:
    “Michê ideológico” foi em cima!
    Pra quem não sabe – como eu não sabia, ao chegar em Sampa -,
    michê é quem faz programa sexual pago.

    Roberto Locatelli

    13/01/2013 - 17h21

    Caramba, eu não sabia que esse termo era só de Sampa! Ah, nosso bairrismo…

Ronaldo Silva

11/01/2013 - 21h04

Lamentável é a embaixada se reportar à este indivíduo sem talento que não passa de um fantoche, arremedo de porta-voz.

Responder

    Alexandre

    12/01/2013 - 00h27

    Pelo menos serviu para o Azenha fazer esse post. Serve como matéria “viral”.

    Inclusive fez eu me libertar do silêncio opressor e repostá-lo público no Facebook junto com algumas coisas que faz tempo que eu queria escrever. Me fez bem fazer isso. Agora a “reaçada” da minha lista de amigos do Facebook vai saber o que penso, pelo menos.

    Se todos aqui o fazerem o mesmo, talvez uns 5 ou 6 despolitizados ou pseudo politizados ao redor do Brasil comecem a despertar para a realidade.

    Ricardo Lima Vieira

    12/01/2013 - 10h08

    Na verdade a embaixada venezuelana fez o que o governo brasileiro – em suas múltiplas agências – não tem coragem de fazer: defender suas ações dos corriqueiramente mal intencionados ataques de uma mídia (e seus áulicos) comprometida com os interesses das grandes corporações, e que não aceita uma reforma na mais que secular injusta distribuição de renda no continente latino-americano.

    Por menor que seja a repercussão – pois a grande mídia ignora ou distorce a atitude -, é uma reação, e que, nestes tempos de internet, repercute cada vez mais, colocando pedras no sapato do pensamento único direitista.

    Quanto ao comentário de um tal Willian aí em cima, ora, a embaixada americana não tem necessidade de rebater qualquer crítica ao seu governo ou povo, pois ela tem todos os canhões midiáticos possíveis a seu favor, e tem uma máquina de propaganda – notadamente o cinema – que simplesmente coloca a maior parte da população do planeta em consonância com seu pensamento e com seus ideais.

José X.

11/01/2013 - 21h03

Eu acho bobagem ficar “repercutindo” essa gente nojenta…é isso mesmo que eles querem.

Eu não vejo televisão (acho que quem vê é só por causa de novela e futebol, coisas em que não sou ligado) e não acesso sites do PIG, pura perda de tempo. Meus cliques eles não ganham.

Responder

JORGE

11/01/2013 - 21h02

Azenha

Aviso ao embaixador da Venezuela, O JABOR E A GLOBO SÃO A MESMA COISA E, A COISA, É IGUAL INCLUSIVE NA VENEZUELA.

Responder

Urbano

11/01/2013 - 20h49

Do jaborrou só sai mesmo esse tipo de matéria; nem se poderia esperar outra coisa.

Responder

Richard

11/01/2013 - 20h37

prá que dar importância a um cretino como o Jabor. A embaixada deveria ter mais o que fazer.

Responder

Armando do Prado

11/01/2013 - 20h23

Resposta ao tal do Willian: primeiro, que é norte-americano. Falar em americanos é típico de serviçal colonizado. Segundo, o jabor é idiota, mas não rasga dinheiro, logo não ofenderia sua “pátria” de coração. Finalmente, esse senhor está senil e faz essas fanfarronices para se manter útil aos patrões “globais”.

Responder

Gerson Carneiro

11/01/2013 - 20h20


666

Responder

    [email protected]_2

    11/01/2013 - 21h32

    Pelas “mágicas” liberdades do Controle Remoto, este sr aí acima tem coluna diária na CBN Nacional e na Tv Globo nacional/intl…

    Enquanto isto, as Vozes da Liberdade contam com seus escritos na blogosfera… uma diferençazinha de MILHÕES de possiveis “viwers”.

    Esta é nossa Comunicação Social democrática, né Hibernardo?

Moacir Moreira

11/01/2013 - 20h13

Espero que a dona Dilma peça desculpas aos venezuelanos e esclareça logo de uma vez que a opinião do Jabor não reflete a opinião do povo brasileiro, mas apenas de uma minoria analfabeta política, apesar de muitos integrantes dessa minoria ignorante e preconceituosa portarem diplomas universitários.

Responder

alício

11/01/2013 - 19h51

A globo não é rola-bosta é a própria.

Responder

Helder

11/01/2013 - 19h18

PiG fazendo o país passar vergonha…

Responder

francisco niterói

11/01/2013 - 19h02

O jabor quer “roubar” do “rei da veja” o título de rola-bosta do ano.

Desnecessario tal competicao: os dois sao invenciveis no quesito.

Responder

Willian

11/01/2013 - 18h55

Já pensaram se a embaixada americana reclamasse de comentários desrespeitosos ao povo e governantes americanos? Não faria outra coisa.

Responder

    Paula

    11/01/2013 - 19h48

    Não sei onde, Willian… vc já ouviu algum “comentarista” chamando o presidente dos EUA de “porteiro de boate gay”? Eu só vi o Jabor se referir assim ao Presidente Chávez. Jabor me dá nojo!

    Marcos Roma Santa

    11/01/2013 - 19h49

    A embaixada americana não reclama e nem precisa. Os EUA financiam logo golpistas e assassinos para revolver seus problemas no exterior; e isto quando não invadem diretamente os países, cujos governos lhes desagradam.

    Moacir Moreira

    11/01/2013 - 20h09

    Onde vc já viu o Jabor ser deselegante com seus patrões ianques?

    Bertold

    11/01/2013 - 20h13

    Se a justiça do país não fazer nada com o sujeito que ofende um presidente americano, eles adotam à solução de sempre: um grupo da CIA “visita” o linguarudo e zefinis!

    xacal

    11/01/2013 - 20h50

    Eles são mais “sutis”, invadem e matam…

    A noção de proporcionalidade e auto-defesa então, é um primor:

    3 mil e tantos mortos nas torres gêmeas e nos outros eventos do 11/9…saldo de mortos no Iraque, Afeganistão e adjacências: 200 mil civis, sem qualquer ligação com o conflito.

    Luca K

    12/01/2013 - 16h07

    Temos que primeiramente saber exatamente o q realmente ocorreu pq a explicação oficial do governo americano dos ataques do 11 de Set. é certamente FALSA. Para quem entende inglês, assistam ao documentário completo ‘AE911Truth Experts Speak Out’, em q diversos especialistas( engenheiros, arquitetos, físicos,etc) falam a respeito dos problemas da versão do governo sobre 9-11. https://www.youtube.com/watch?v=YW6mJOqRDI4

    Com relação ao número de mortos nas guerras imperialistas falsamente justificadas pelos ataques terroristas mal explicados, talvez os números do xacal sejam conservadores. Se o 2º estudo da conceituada revista cientifica, ‘The Lancet’, estiver certo, somente no Iraque até Outubro de 2006 seriam mais de 650 mil mortes iraquianas(combatentes e civis).

    Nelson

    13/01/2013 - 22h13

    Bem, meus caros Xacal e Luca K. Conforme John Tirman, diretor executivo do Center for International Studies do MIT (Massachusetts Institute of Technology), escreveu em artigo em fevereiro de 2009, a quantidade de mortes resultantes da invasão e ocupação do Iraque pelas forças armadas dos EUA e de seus aliados já chegava à casa do milhão. Tirmann ainda forneceu outros dados da barbárie perpetrada pelos EUA: 5 milhões de órfãos, entre 1 e 2 mihões de viúvas e 4,5 milhões de deslocados de seus lares.
    Nunca é demais lembrarmos que o objetivo maior do governo dos EUA era levar a democracia aos iraquianos. Com uma democracia assim, quem precisa de ditaduras?

    Nelson

    13/01/2013 - 22h16

    Xacal e Luca K.
    O artigo de John Tirman, “El espeluznante costo humano de la guerra de Iraq” pode ser lido em http://rebelion.org/noticia.php?id=80204.

Deixe uma resposta