VIOMUNDO

Diário da Resistência


Você escreve

Rodrigo Vianna: Um bom emprego na Sibéria


01/12/2011 - 19h14

publicada quinta-feira, 01/12/2011 às 15:15 e atualizada quinta-feira, 01/12/2011 às 16:09

por Rodrigo Vianna, em O Escrevinhador

A Globo confirma a saída de Fátima Bernardes do “JN”. No lugar dela deve entrar Patrícia Poeta – atual apresentadora do “Fantástico”.

Fiz hoje pela manhã – no twitter e no facebook – algumas observações sobre a troca; observações que agora procurarei consolidar nesse post. Vejo que há leitores absolutamente céticos: “ah, essa troca não quer dizer nada”. Até um colunista de TV do UOL, aparentemente mal infomado, disse o mesmo. Discordo.

Primeiro ponto: a Patrícia Poeta é mulher de Amauri Soares. Nem todo mundo sabe, mas Amauri foi diretor da Globo/São Paulo nos anos 90. Em parceria com Evandro Carlos de Andrade (então diretor geral de jornalismo), comandou a tentativa de renovação do jornalismo global. Acompanhei isso de perto, trabalhei sob comando de Amauri. A Globo precisava se livrar do estigma (merecido) de manipulação – que vinha da ditadura, da tentativa de derrubar Brizola em 82, da cobertura lamentável das Diretas-Já em 84 (comício em São Paulo foi noticiado no “JN” como “festa pelo aniversário da cidade”), da manipulação do debate Collor-Lula em 89.

Amauri fez um trabalho muito bom. Havia liberdade pra trabalhar. Sou testemunha disso. Com a morte de Evandro, um rapaz que viera do jornal “O Globo”, chamado Ali Kamel, ganhou poder na TV. Em pouco tempo, derrubou Amauri da praça São Paulo.

Patrícia Poeta no “JN” significa que Kamel está (um pouco) mais fraco. E que Amauri recupera espaço. Se Amauri voltar a mandar pra valer na Globo, Kamel talvez consiga um bom emprego no escritório da Globo na Sibéria, ou pode escrever sobre racismo, instalado em Veneza ao lado do amigo (dele) Diogo Mainardi.

Conheço detalhes de uma conversa entre Amauri e Kamel, ocorrida em 2002, e que revelo agora em primeira mão. Amauri ligou a Kamel (chefe no Rio), pra reclamar que matérias de denúncias contra o governo, produzidas em São Paulo, não entravam no “JN”. Kamel respondeu: “a Globo está fragilizada economicamente, Amauri; não é hora de comprar briga com ninguém”. Amauri respondeu: “mas eu tenho um cartaz, com uma frase do Evandro aqui na minha sala, que diz – Não temos amigos pra proteger, nem inimigos para perseguir”. Sabem qual foi a resposta de Kamel? “Amaury, o Evandro está morto”.

Era a senha. Algumas semanas depois, Amauri foi derrubado.

Kamel foi o ideólogo da “retomada consevadora” na Globo durante os anos Lula. Amauri foi “exilado” num cargo em Nova Yorque. Patrícia Poeta partiu com ele. Os dois aproveitaram a fase de “baixa” pra fazer “do limão uma limonada”. Sobre isso, o Marco Aurélio escreveu, no “Doladodelá”.

Alguns anos depois, Amauri voltou ao Brasil para coordenar projetos especiais; Patrícia Poeta foi encaixada no “Fantástico”. Só que Amauri e Kamel não se falavam. Tenho informação segura de que, ainda hoje, quando se cruzam nos corredores do Jardim Botânico, os dois se ignoram. Quando são obrigados a sentar na mesma mesa, em almoços da direção, não dirigem a palavra um ao outro. Amauri sabe como Kamel tramou para derrubá-lo.

Pois bem. Já há alguns meses, logo depois da eleição de 2010, recebemos a informação de que Ali Kamel estava perdendo poder. Claro, manteria o cargo e o status de diretor, até porque prestou serviços à família Marinho – que pode ser acusada de muita coisa, mas não de ingratidão.

Otavio Florisbal, diretor geral da Globo, deu uma entrevista ao UOL no primeiro semestre de 2011 dizendo que a Globo não falava direito para a classe C (o Brasil do lulismo). Por isso, trocou apresentadores tidos como “elitistas” (Renato Machado saiu pra dar lugar ao ótimo Chico Pinheiro – aliás, também amigo de Amauri). A  Globo do Kamel não serve mais.

Lembremos que, desde o começo do governo Lula, a Globo de Kamel implicava com o “Bolsa-Família”. Kamel é um ideólogo conservador. Por isso, nós o chamávamos de “Ratzinger” na Globo. É contra quotas nas universidades, acha que racismo não existe no Brasil. Botou a Globo na oposição raivosa, promoveu a manipulação de 2006 na reeleição de Lula (por não concordar com isso, eu e mais três ou quatro colegas fomos expurgados da Globo em 2006/2007). E promoveu a inesquecível cobertura da “bolinha de papel” em 2010 – botando o perito Molina no “JN”. Nas reuniões internas do “comitê” global, ao lado de Merval Pereira, tentava convencer os irmãos Marinho dos “perigos” do lulismo.

Lula sabe o que Kamel aprontou. Tanto que no debate do segundo turno, em 2006, nem cumprimentou Kamel quando o viu no estúdio da Globo. Isso me contou uma amiga que estava lá.

Os irmãos Marinho parecem ter percebido que Kamel os enganou. O lulismo, em vez de perigo, mudou o Brasil pra melhor. Mais que isso: a Globo agora precisa de Dilma para enfrentar as teles, que chegam com muito dinheiro e apetite para disputar o mercado de comunicação. Kamel já não serve para os novos tempos. Assim como os “pitbulls” Diogo Mainardi e Mario Sabino não servem para a “Veja”.

Dilma buscou os donos da mídia, passada a eleição, e propôs a “normalização” de relações. O governo seguiu apanhando, na área “ética” – é verdade. O que não atrapalha a imagem de Dilma. Há quem veja na tal “faxina” um jogo combinado entre a presidenta e os donos da mídia. Será? Dilma tiraria as “denúncias” de letra (o custo ficaria para Lula e os aliados). Do outro lado, os “pitbulls” perderiam terreno na mídia. É a tal “normalização”. Considero um erro estratégico de Dilma. Mas quem sou eu pra achar alguma coisa. O fato é que a estratégia hoje é essa!

Patricia Poeta no “JN” parece indicar que a “normalização” passa por Ali Kamel longe do dia-a-dia na Globo (ele ainda tenta manobrar aqui e ali, mas já sem a mesma desenvoltura). Isso pode ser bom para o Brasil.

Leia também:

Marcelo Branco: Lobby das teles quer fim da neutralidade na rede

Movimento da USP: Íntegra da entrevista com alunos e funcionário que o Fantástico não deu

Renato Rovai: O mercado do futuro da comunicação

Secretaria-Geral da Presidência desmente site de Veja

Fátima Oliveira: Filosofando sobre mídia e saúde

Quem afinal é João Faustino Ferreira Neto?

Falha faz a reportagem que a Folha não fez

Paulo Pimenta: Um exemplo do “dois pesos, duas medidas”

Franklin Martins: “Ninguém pode engavetar a Constituição”

Será que saiu no Jornal Nacional?





156 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Roberto Dias

06 de março de 2012 às 16h34


Muito bom o conteudo, Parabens otimo texto, irei segui-lo a partir de agora …

Antonio Marques
Importar da China

Responder

JUra

03 de dezembro de 2011 às 20h57

Bonner topa trocar a Sibéria por Interlagos:

"O apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, revelou que tem um sonho: apresentar um programa automobilístico. A declaração foi dada após sua esposa, Fátima Bernardes, anunciar sua saída do 'JN', para se dedicar a um programa na mesma emissora, um projeto que foi sonhado há quatro anos."
http://portal.comunique-se.com.br/index.php?optio

Responder

Paulo P.

03 de dezembro de 2011 às 12h20

Ditadura envergonhada: foto inédita mostra Dilma em interrogatório em 1970 http://nogueirajr.blogspot.com/2011/12/ditadura-e

Responder

    Morvan

    03 de dezembro de 2011 às 21h31

    Boa noite.

    Amigo Paulo P. , eu vi. Dilma está com um olhar circunspecto, sério, altivo. Linda, em todos os sentidos.

    Amável, honorável Presidente Dilma. Vida longa e próspera. Viva o nosso país. Mais saúde ainda para ela e para o timoneiro Lula.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

KNeto

03 de dezembro de 2011 às 12h05

A criatura pode sair da Globo e voltar a fazer cinema.

Responder

marcus_fitz

03 de dezembro de 2011 às 11h16

Sugestões de filmes para o final de semana:

Aaron Russo – America Freedom To Fascism (sobre o imposto de renda dos EUA, chocante);
Alex Jones – The Obama Deception (Alex Jones está na 'black list' do Osama, digo Obama…);

Procurem as legendas primeiro para que a mesma 'case' com o arquivo que vcs baixarem depois:
htt://opensubtitles.com/pb

MF

Responder

Sr.Indignado

03 de dezembro de 2011 às 11h01

Ciclo. Na RBS isto é cíclico, no final do ano, antes de um ano elieitoral, para cumprir sua agenda, eles remontam seus programas de notícias. Tira comentarista, põe comentarista, troca leitor de teleprompter (que é isso que são) e quando passa a eleição são pesos incomodos e quando ninguém percebe voltam ao que eram antes. Será que este ciclo na Globo ficou mais evidente?
Eu sou cético, acho que para bater na presidenta, a Globo precisou por seu time feminino na ponta de lança, isto é, fica mais palatável uma mulher "falar mal" de outra. Só isso.

Responder

SILOÉ-RJ

03 de dezembro de 2011 às 00h56

Alá o Ali!!!
Ali!!! Ali???
Não, lá!!!
Lá onde???
Na PQP!!!
PÔ!!!

Responder

rafael

02 de dezembro de 2011 às 22h18

me desculpe, mas estão procurando pêlo em ovo……..haja criatividade

Responder

    Elinai Laramauá

    04 de dezembro de 2011 às 10h07

    concordo plenamente! Muitas mentes férteis…

Luiz Clete

02 de dezembro de 2011 às 21h39

E o uiliam podre que apostou que derrubaria o governo Lula, pra onde vai?

Responder

    SILOÉ-RJ

    02 de dezembro de 2011 às 23h37

    Já foi… O que vemos é o efeito borboleta…

CLÁUDIO LUIZ PESSUTI

02 de dezembro de 2011 às 21h02

Nossa, é engraçado, numa postagem sobre uma mudança da Globo , de uma mera mudança de apresentadora, (com todo o respeito ao Rodrigo Vianna, o mesmo "viajou na maionese" neste post) há 3 dígitos em comentários.Já no da reforma agrária, somente 7.Aí é um tal de Franco Atirador, El Cid, Marat, Siloé, e outros.O brinquedo dos caras é falar mal da "Grobo".Aí , quando é para constatar que o tal "governo dos trabalhadores" nada faz pela reforma agrária, os caras somem.Devem ser um punhado de jornalistas frustados por não trabalhar na "Vênus Platinada".O dia que trabalharem lá, viram tucanos.

Responder

    SILOÉ-RJ

    02 de dezembro de 2011 às 22h37

    Cara, já falei pra você largar do meu pé, cacete!!!
    Vá procurar sua turma, Huuhm!!!
    Concordo em gênero número e grau com o que foi proposto,com relação a reforma agrária. Pra mim não há o que discutir, nem tanto ao mar nem tanto a terra.
    Não sou jornalista, meu ramo de trabalho é outro, e escrevo porque addddddddoro!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Maheus já dizia em suas parábolas, e eu repito à você:
    "VEJA QUEM TEM OLHOS DE VER, E OUÇA QUEM TEM OUVIDOS DE OUVIR"
    .

    CLÁUDIO LUIZ PESSUTI

    03 de dezembro de 2011 às 09h57

    Calma menina, isso passa, olha o palavrão hein heheeh, pois é né, imagina , você ficou tão "nervosinho" simplesmente porque mencionei você aqui(aliás eu, mencioneio uma palavra, não uma pessoa não é mesmo , sr. anônimo?) imagina o que este pessoal que vocês criticam dia sim, dia também acham de caras como vocês né?Devem dizer a mesma coisa, "larga do meu pé cacete".É aquela história, criticar os outros é legal né?já ser criticado…

    SILOÉ-RJ

    03 de dezembro de 2011 às 13h36

    Quanto é que você está ganhando para defender os "coitadinhos"??? Eu não ganho nada para expor minha opinião, se não é do seu agrado pouco me importa…
    E lá vem você com a mesma cantilena, vira o disco colega!!!

marcosomag

02 de dezembro de 2011 às 20h28

O cerne da questão é a entrada das teles na radiodifusão. A "distensão" pode até existir, mas vai acabar quando a Globo usar seus muitos "aspones" no Congresso Nacional para emplacar uma regulação que diminua a influência das teles neste mercado. Boa oportunidade para o governo colocar as empresas de radiodifusão contra a parede e exigir um jornalismo menos parcial. Já perderam uma chance quando da crise da Globocabo. Será que vão perder mais esta?

Responder

Eudes H. Travassos

02 de dezembro de 2011 às 18h57

Bom para o Brasil só será quando o governo tiver coragem e enfrentar as oligarquias, principalmente da comunicação que tem a golbo seu maior oligarca.

Responder

filho

02 de dezembro de 2011 às 18h27

Chora tucanada, se com a grande mídia não ganham a eleição, imaginem se tiver um pouquinho, só um pouquinho de isenção, é o fim dos bico finos defensores dos ricos.

Responder

Emília

02 de dezembro de 2011 às 16h55

E depois vocês homens nos chamam de fofoqueiras. Gente, quanta maldade. É machismo de vocês.

Responder

José BSB

02 de dezembro de 2011 às 16h40

A globo se empenhou na campanha presidencial do Collor, como também na de FHC, Serra e Alckmin. A confissão é desncessária e não cabe espanto. Há aqueles que consideram, todavia, fato banal uma empresa distorcer, manipular, mentir e fraudar um debate eleitoral para presidência da república operando concessões públicas. O episódio da bolinha de papel foi um vexame. Uma afronta ao bom senso e a razão. Uma farsa burlesca que será admitida daqui uns 20 anos e foi engedrada para favorecer o candidato do PSDB.

Responder

Francisco Niterói

02 de dezembro de 2011 às 16h30

Manchete de jornal popular do rio: "Fatima abandona Bonner e vai fazer programa".

Responder

    SILOÉ-RJ

    02 de dezembro de 2011 às 22h38

    Genial!!!

    Morvan

    03 de dezembro de 2011 às 10h55

    Bom dia.

    Caro Francisco Niterói, obrigado por informar esta pérola. Adorei. É isto que o PIG faz, sem o charme do Jornal Popular. O PIG costuma, já nas manchetes, fazer sutilezas e trocadilhos. Mas essa do JP foi dila.
    Gostei.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

FrancoAtirador

02 de dezembro de 2011 às 16h01 Responder

    Morvan

    03 de dezembro de 2011 às 10h58

    Bom dia.

    FrancoAtirador, eles são, Kamel e outros manipuladores da Göebbels, uns Filhos da Pauta.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

Carlos J. R. Araújo

02 de dezembro de 2011 às 16h00

O raciocínio é tão lógico que a gente não duvida que o Ali Kamel vai para a Sibéria amanhã. De preferência prá Ekaterinburg, para fazer companhia à Nicolau II. Solidariedade de mujique empertigado e agradecido ao patrãozinho.

Responder

Tácio Nunes

02 de dezembro de 2011 às 15h38

É a globo chegando pra perto do governo e eu saindo, Dilma e globo tudo a ver, coitado do povo brasileiro, vide o plano nacional de banda larga, privatização dos aeroportos e regulação da mídia.

Responder

    Gerson

    02 de dezembro de 2011 às 21h48

    Tá saindo pra onde Nunes ?

    Você tá mais perdido que cachorro em dia de mudança.

    Você votou na Marina né ?

    SILOÉ-RJ

    02 de dezembro de 2011 às 23h35

    Tácio!!! Não seja injusto com você fazendo uma comparação dessa.

Carlos J. R. Araújo

02 de dezembro de 2011 às 15h23

O raciocínio é tão lógico que a gente não duvida que o Ali Kamel vai para a Sibéria amanhã. De preferência prá Ekaterinburg, para fazer companhia à Nicolau II. Solidariedade de mujique empertigado e agradecido ao patrãozinho.
Mas, aqui prá nós: que o Kamel vá para a Sibéria, tudo bem, a gente nem percebe e não dá nem prá comemorar. Agora, a Fátima com programa próprio, com aquela “simpatia”, a audiência vai prás cucuias. O futuro programa não dura dois meses. Aí eu vou comemorar. E o maridão, o outro mujique empertigado e também agradecido, vai prá Sibéria também?

Responder

FrancoAtirador

02 de dezembro de 2011 às 15h19

.
.
Só falta a Globo trocar o Bonner Simpson pelo Padre Marcelo.
.
.

Responder

    Morvan

    03 de dezembro de 2011 às 11h01

    Bom dia.

    Ou substituí-lo, FrancoAtirador, pelo próprio Hommer Simpson, já que cérebro, no caso, não é da essência. Precisa-se somente de um ventríloquo…

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

Conservador316

02 de dezembro de 2011 às 15h14

Quando Rodrigo Vianna sair da Record, vai falar dos bastidores de lá.
Vai falar contra o bispo Macedo ,etc,etc,.
É sempre assim…….

Responder

    Leider_Lincoln

    02 de dezembro de 2011 às 18h55

    Mas você é um gênio, hein? Como todo conservador, aliás!

Fernando

02 de dezembro de 2011 às 14h55

o bom para o Brasil é a estatização da globo e no seu lugar entrar o sinal de mais uma TV Pública…
tipo TV Brasil 2, com multiprogramação um canal só de filmes, outro de esportes, outro de series, outro de documentários…fazendo isso ninguém mais iria sentir falta dessa emissora golpista!!!!

Responder

    Morvan

    02 de dezembro de 2011 às 16h28

    Boa tarde.

    Isso mesmo. O Brizolão, de saudosíssima memória, grande brasileiro, falou e cantou a pedra muito cedo. Estatizar a Globo, pois só assim ela serviria ao povo brasileiro, Fernando e demais blogueiros.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

pereira

02 de dezembro de 2011 às 14h39

O que eu quero para o Brasil é um jornalismo verdadeiro, que mostre a verdade não importe o partido politico ou a pessoa, se foi o PT que cometeu irregularidades que apure e condene os culpados, se do psdb, demo ou pmdb a mesma coisa, eu tenho um sonho de ver meus filhos crescendo em país justo, e que o jornalismo escute os dois lados, e que escreva a verdade, não essas mentiras que vemos todos os dias na imprensa, qual foi a matéria que a globo ou a record já fez sobre o joão faustino, o que esse homem tem de especial.

Responder

FrancoAtirador

02 de dezembro de 2011 às 14h30

.
.
Sofisticaram-se os meios científicos e tecnológicos de manipulação de massas,

mas os fundamentos ideológicos, políticos e econômicos, da Globo nunca mudaram.

[youtube Vc0GXJHFTho http://www.youtube.com/watch?v=Vc0GXJHFTho youtube]

Responder

    FrancoAtirador

    02 de dezembro de 2011 às 15h04

    [youtube rzSeWJ44vEw http://www.youtube.com/watch?v=rzSeWJ44vEw youtube]

    Beyond Citizen Kane (no Brasil, Muito Além do Cidadão Kane) é um documentário televisivo britânico de Simon Hartog produzido em 1993 para o Canal 4 do Reino Unido. A obra detalha a posição dominante da Rede Globo na sociedade brasileira, debatendo a influência do grupo, poder e suas relações políticas. O ex-presidente e fundador da Globo Roberto Marinho foi o principal alvo das críticas do documentário, sendo comparado a Charles Foster Kane, personagem criada em 1941 por Orson Welles para Cidadão Kane, um drama de ficção baseado na trajetória de William Randolph Hearst, magnata da comunicação nos Estados Unidos. Segundo o documentário, a Globo emprega a mesma manipulação grosseira de notícias para influenciar a opinião pública como o fez Kane.

    O documentário acompanha o envolvimento e o apoio da Globo à ditadura militar, sua parceria ilegal com o grupo americano Time Warner (naquela época, Time-Life), a política de manipulação de Marinho (que incluíam o auxílio dado à tentativa de fraude nas eleições fluminenses de 1982 para impedir a vitória de Leonel Brizola, a cobertura tendenciosa sobre o movimento das Diretas-Já, em 1984, quando a emissora noticiou um importante comício do movimento como um evento do aniversário de São Paulo e a edição, para o Jornal Nacional, do debate do segundo turno das eleições presidenciais brasileiras de 1989, de modo a favorecer o candidato Fernando Collor de Mello frente a Luis Inácio Lula da Silva), além de uma controvérsia negociação envolvendo acções da NEC Corporation e contratos governamentais.

    O documentário apresenta entrevistas com destacadas personalidades brasileiras, como o cantor e compositor Chico Buarque de Hollanda, os políticos Leonel Brizola e Antônio Carlos Magalhães, o publicitário Washington Olivetto, os jornalistas Walter Clark, Armando Nogueira, Gabriel Priolli e o atual presidente Luis Inácio Lula da Silva.

    O filme seria exibido pela primeira vez no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro do Rio de Janeiro, em março de 1994. Um dia antes da estréia, a polícia militar recebeu uma ordem judicial para apreender cartazes e a cópia do filme, ameaçando em caso de desobediência multar a administração do MAM-RJ e também intimidando o secretário de cultura, que acabou sendo despedido três dias depois.

    Durante os anos noventa, o filme foi mostrado ilegalmente em universidades e eventos sem anúncio público de partidos políticos. Em 1995, a Globo tentou caçar as cópias disponíveis nos arquivos da Universidade de São Paulo através da Justiça Brasileira, mas o pedido lhe foi negado.

    O filme teve acesso restrito a essas pessoas e só se tornou amplamente vistos a partir da década de 2000, graças à popularização da internet.

    A Rede Globo tentou comprar os direitos para o programa no Brasil, provavelmente para impedir sua exibição. No entanto, antes de morrer, Hartog tinha acordado com várias organizações brasileiras que os direitos de televisão não deveriam ser dados à Globo, a fim de que o programa pudesse ser amplamente conhecido tanto por organizações políticas e quanto culturais. A Globo perdeu o interesse em comprar o programa quando os advogados da emissora descobriram isso, mas o filme permanece proibido de ser transmitido no Brasil.

    Mário SF Alves

    05 de dezembro de 2011 às 16h02

    Franco, esse documentário é TNT pura. Recomendo, assim, como recomendo o imprescindível The Corporation.

marcus_fitz

02 de dezembro de 2011 às 13h23

Pela 'capivara' dessa emissora – os Marinhos se acham donos pétreos dessa concessão – coisa boa é que não sai…
Eles (e toda a media elitista) que se encastelam no bordão "liberdade de 'empresa'" agora querem barrar a concorrência – internet – através do ofídio deputado Azeredo; quando a web oferece infinitas alternativas de informação e ponto de vista.
Para os que ainda assitem a essa emissora recomendo o clássico documentário 'Além do cidadão Kane' (fácil de achar nos torrents da vida) e o recente livro do Palmério Dória – Crime de Imprensa, altamente recomendado.

MF

Responder

    GilTeixeira

    03 de dezembro de 2011 às 08h44

    e o livro do amaury, num sai não?

lukaspereira

02 de dezembro de 2011 às 12h31

SOBRE A POSSÍVEL DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ: http://desatualidadescronicas.blogspot.com/2011/1
(por Lúcio Flávio Pinto, excelente análise)

Responder

EUNAOSABIA

02 de dezembro de 2011 às 11h29

100% declaratório.

Responder

Maria Libia

02 de dezembro de 2011 às 11h26

Também não acredito, pois quando a Globo e a Veja foram "implantadas" na nossa midia, por empresas estrangeiras americanas, foi exatamente, obedecendo a voz do dono, para desarticular qualquer governo que pretendesse governar para o povo. Desde a morte de Getúlia que já se articulava um modelo de ditadura no Brasil. A globo como a Veja obedecem ordens. Acho que a Dilma está traindo o Brasil, não duvido que ela está em cia. com os meios de comunicação contrários ao LULA. É só observar a reação da midia quando ela apresentar seu novo ministério, em janeiro. Se a midia aplaudir, rezemos.

Responder

    SILOÉ-RJ

    03 de dezembro de 2011 às 00h43

    Que viagem!!! MariaLibia!!!

Regina Braga

02 de dezembro de 2011 às 11h01

A rede esgoto,vai mudar? kkkkkkkkkkkkkk…Desde quando a tubulação de esgoto muda para água pura?Mas nem com toda a troca de encanamento,as bactérias,fungos,vírus vão continuar.

Responder

Marat

02 de dezembro de 2011 às 10h43

Ele já esteve Aqui. Agora está ali. Oxalá logo esteja Acolá, Kamel… Vade retro!

Responder

Samyra

02 de dezembro de 2011 às 10h14

Como gosto de visões de dentro do castelo da mídia!
Não importa se concordo ou não com elas. Não é esse o caso. Mas essa matéria fica guardadinha aqui na cachola pra futuras consultas.

Responder

Romanelli

02 de dezembro de 2011 às 08h47

re re re ..tudo bem ..é válido vai ..assim como imaginar que o casal vai se separar

por enquanto pra mim isso tudo é como a previsão sob o fim do mundo pros Maias em 2012 (leia-se Cesar e Agripino Maia) ..quem viver verá

e sabe qual é o antídoto pra esse monte de FOFOCA ..pra nos vermos minimamente menso manipulados por toso do 4o poder ? ..trabalhar, trabalhar e trabalhar, sempre tendo em vista a cidadania indistinta ..esta que diz que o que vale pra mim, vale pra você, independente da ideologia envolvida

nessa terra parece que a maioria se preocupa primeiro em tramar e se ajeitar, em admirar a grama do vizinho, do que em fazer por merecer ..eu hein
http://www.youtube.com/watch?v=NRga_9–cjg

Responder

O_Brasileiro

02 de dezembro de 2011 às 03h49

Será que o neoliberalismo arrasta o Kamel para seu merecido lugar? Há uma simbiose entre estes…

P.S.: Todo cuidado com as teles é pouco!

Responder

SILOÉ-RJ

02 de dezembro de 2011 às 02h31

ALÔ ALÔ!!! MIRIAM LEITÃO!!!
Viu o que a presidente do FMI, que veio buscar ajuda para Europa, disse sobre a economia do BRASIL???
Não viu não??? Well!!!

Responder

Francisco

02 de dezembro de 2011 às 02h18

Eu, que não presto, deixo de lado as maquiavelices e só tenho uma coisa a dizer: Patricia poeta É MAIS GATA!!!

Responder

SILOÉ-RJ

02 de dezembro de 2011 às 00h42

As mudanças na globo nunca serão para melhor. É o jeito novelesco maquiado e maquiavélico de se fazer jornalismo. Confessado recentemente por um dos seus maiores expoentes. Jose Bonifácio Sobrinho.
Tática essa sempre utilizada, até quando estava em jogo, o destino do país e de seu povo.
São os o galãs e mocinhas lindas com cara anjelical, são os casais afinadinhos, são os negros, exigência da cota, Tudo muito bem ensaiadinho, para que eles possam sem que percebamos, incutir em nossas mentes o que eles querem, e nos subjugar..
Com a internet nos seus calcanhares de barro, a credibilidade foi para as cucuias com manifesto e tudo, e a coisa ficou muito feia pro lado deles.
Vide "Bolinha Gate" e mais recentemente o banho de jornalismo investigativo que eles levaram de elicóptero e tudo, do blog sujo TIJOLAÇO.
São sinais do tempo!!! e quanto mais pulverizado pelas teles, melhor.
Se hoje não somos a maior potência do mundo, devemos isso a essa mídia corrupta e inescrupulosa que desde à ditadura, junto com os vendilhões da PÁTRIA nos colocaram de joelhos perante ao mundo.

Responder

Rafael

02 de dezembro de 2011 às 00h28

Acredito que seja impossível uma "combinação" da Dilma com globo sem o Lula aceitar. Pelo que vejo não há acordo algum. O governo tem a faca e o queijo. Se quiser quebra as pernas da globo, tem maioria para aprovar uma lei de telecomunicação. Não sei como vai ficar com a teles entrando nessa área, vai ver é por aí que o PT/Lula/Dilma vão dobrar a globo;

Responder

    SILOÉ-RJ

    02 de dezembro de 2011 às 02h15

    Acertou na mosca.

FrancoAtirador

02 de dezembro de 2011 às 00h05

.
.
O mais hilário foi o JB OnLine

que pôs as notícias sobre o JN

na página de "Cultura".
.
.
PIG É PIG !

E SÓ DEIXARÁ DE SER PIG

COM A LEY DE MEDIOS !
.
.

Responder

    Marcelo

    02 de dezembro de 2011 às 12h14

    Lei de Medios?Temos a aprender o quê com os argentinos?Bem,Pelé jogou muito mais que Maradona.
    Gozado,o pessoal reclamava que no Regime Militar havia censura,e essa Lei de Medios é uma censura
    disfarçada.E o pior é ver o BB patrocinar o BOM DIA BRASIL.A CAIXA patrocina o GLOBO REPORTER.
    PIG?Só rindo………..

    Marcelo

    02 de dezembro de 2011 às 12h43

    TV é cultura,sim senhor.Menos na Globo que tem Xuxa,Huck,novelas,filmes violentos,etc.E ainda por cima
    apóiam o timinho do Corinthians.Espere a manipulação que acontecerá domingo.Andres Sanches e
    Ricardo Tranqueira são Al Capone e Don Corleone.

    FrancoAtirador

    02 de dezembro de 2011 às 19h11

    .
    .
    Hoje em dia nem a TV Cultura é Cultura.
    .
    .

El Cid

01 de dezembro de 2011 às 23h50

Diante disso, só tem um detalhe a respeito das trocas na globo: as moscas mudarão de lugar, mas o extrume (rede globo) continuara o mesmo. A falta de compromisso com o Brasil e seu povo é visceral !!

Responder

    Marcelo

    02 de dezembro de 2011 às 13h20

    Quando o Paulo Betti e o Zé de Abreu trabalham para a Globo,todo mundo aqui neste site fica cego,surdo
    e mudo.Ator do PT e global não recebe nenhuma critica.O que é ruim a gente esconde,disse o Ricupero.
    E depois falam em PIG.Tá bom,eu acredito em duende!

    Mário SF Alves

    05 de dezembro de 2011 às 11h56

    Marcelo,
    Comparação singela, analogia deplorável. O que você propõe é o mesmo que comparar impactos causados por uma formiguinha frente a uma manada de elefantes.
    Abs.,
    Mário.

    Morvan

    03 de dezembro de 2011 às 11h10

    Bom dia.
    El Cid, o segredo está em uma palavrinha mágica: concessão. Ninguém no PT utilizou a renovação da concessão da Göebbels como critério. Critério legitimíssimo, já que é um direito discricionário do Estado. Por isso que a propaganda oficial do PIG exibe tanta empáfia.
    Fala em concessão que eles ficam pianinho.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

M.S. Romares

01 de dezembro de 2011 às 23h40

Da globo só quero uma coisa: distância. Como não assisto o jn, trocar uma pela outra pode significar algo, mas pra mim, fica tudo como antes.

Responder

ANN

01 de dezembro de 2011 às 23h18

Sr. Azenha, se concorda com o autor do texto sobre a bola de papel, poderia dizer o motivo. Qual foi o erro em demonstrar que efetivamente aquilo ocorreu? E quanto ao SBT, que disse que nada foi arremessado?

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    01 de dezembro de 2011 às 23h40

    Hein? Eu, Azenha, concordo com o autor do texto sobre a bola de papel? Desculpe, mas não entendi as perguntas.

    ANN

    02 de dezembro de 2011 às 00h10

    Desculpe se não fui claro. Eu disse "SE" o sr. concorda, e não "QUE" o sr. concorda.
    Se não concorda, ok. Entretanto, "SE" concorda, concorda por qual motivo. É isso.

    Luiz Carlos Azenha

    02 de dezembro de 2011 às 13h54

    Desculpe Ann. Você se refere a "autor do texto sobre a bola de papel" com o qual eu poderia ou não concordar. A qual texto se refere? A qual autor?

    EUNAOSABIA

    02 de dezembro de 2011 às 05h03

    ANN…. O que atingiu o Serra não o importa, eles sabem disso, o que importa e o que foi grave naquele caso, foi o comportameno dos fascistas e intolerantes daquele grupo de arruaceiros e baderneiros profissionais contra uma manifestação política pacífica, ordeira e legítima.

    Repito, o que menos importa é o que atingiu o Serra, o que importa e eles jamais vão dizer isso, foi o comportamento fascistas daquele grupo de intolerantes.

    Rafael

    02 de dezembro de 2011 às 12h02

    Vc não está confundindo o que aconteceu na eleição em 2010 com algum outro fato?

    Jairo Fernando

    02 de dezembro de 2011 às 13h47

    E o comportamento do serra você considera o que?
    Receber uma bolinha de papel na cabeça e correr para fazer uma tomografia, dizendo para toda mídia que foi atingido por um objeto de 5 kg?

    O grupo de intolerantes foi mais do que prejudicado pelo PSDB e eles não esqueceram isso. Ir fazer manifestação "pacífica" bem diante deles é provocação ou não?

    edv

    02 de dezembro de 2011 às 15h36

    Ô tolinho…

    Leider_Lincoln

    02 de dezembro de 2011 às 18h58

    Nossa, tacar uma bolinha d epapel é mesmo de um fascismo atroz! Democrático mesmo é sentar a borracha em estudantes, sem-terra, sem-teto e crianças, não é mesmo?

    Ze Duarte

    02 de dezembro de 2011 às 08h19

    A emissora da bolinha de papel foi aquela que recebeu apoio do governo pra salvar o banco falido?

Ana Paula

01 de dezembro de 2011 às 23h15

"Amauri foi “exilado” num cargo em Nova Yorque."

Eu tenho duas dúvidas: se o rapaz incomodava tanto, por que a Globo simplesmente não o demitiu? E se ele se incomodava tanto com as práticas da Globo, por que não pediu demissão?

E convenhamos, ser exilado junto com o cônjuge em NY é um luxo!

Responder

    O_Brasileiro

    02 de dezembro de 2011 às 03h46

    E entregá-los para a concorrência?
    Cada um dos bons que sai é um ponto a menos no ibope!

    edisilva64

    02 de dezembro de 2011 às 09h47

    Um cara , numa posição tão elevada dentro da empresa, é um arquivo vivo. Sabe demais. Melhor dar um salário grande e mordomias, mas manter o sujeito na empresa.
    Um cara destes conhece todas as manipulações que foram feitas lá dentro. Penso eu.

    Morvan

    03 de dezembro de 2011 às 11h16

    Bom dia.

    O_Brasileiro e EdSilva64 têm razão, Ana Paula.
    Além do mais, tem a questão contratual. Dependendo da multa pela quebra do contrato, é melhor deslocar o colaborador para outra tarefa e manter o vínculo contratual.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

rafaelbraga00

01 de dezembro de 2011 às 23h05

Adoro essas teórias conspiratórias… quantas vezes muda o jornalismo da emissora desse blogueiro ? E quem se importa ? Desde q eu me lembro que falam que Kamel perde poder e tudo continua na mesma….

Responder

Pancho Villa

01 de dezembro de 2011 às 23h05

Arnaldo Jabor pra apresentador da TV Globinho! Seria massa vê-lo fazer críticas à estética de Bob Esponja.

Responder

Ana Paula

01 de dezembro de 2011 às 23h00

Sinceramente, Fátima Bernardes por Patrícia Poeta é seis por meia dúzia.
Não muda nada. Pode colocar o Azenha ou o Rodrigo Vianna apresentando o JN que não muda nada, é a estrutura da mídia brasileira como um todo que vai determinar o caráter dos telejornais.

Responder

    José Vitor

    02 de dezembro de 2011 às 13h34

    Exatamente. Ela é só uma funcionária, mas o que o patrão manda. Me chama quando mudar o patrão mudar, ou mudar o patrão.

José Eduardo Camargo

01 de dezembro de 2011 às 22h59

Bom, da Globo não espero nada! Mas pago pra ver!

Responder

Marat

01 de dezembro de 2011 às 22h44

Ele está morto, Kamel? … Idéias nunca morrem! Suas "idéias" logo serão esquecidas. Você é pior que morto, é zumbi, ultrapassado. Você está na Guerra Fria. Aceite a oferta. Vá para seu Gulag, e nos deixe em paz…

Responder

Marat

01 de dezembro de 2011 às 22h34

A Globo tem uma enorme semelhança com o Império do IV Reich. Quando o Obama foi eleito, muitos incautos soltaram rojões… eu sempre dizia: "cuidado, ele é de lá, é arrogante, prepotente e assassino como os outros, só que tem uma fantasia de carneiro"… não nos esqueçamos: a Globo sempre será dirigida por chacais. Numa dessas, uma mutação autofágica pode surgir…

Responder

Lu_Witovisk

01 de dezembro de 2011 às 22h32

A melhor tática ainda é a tv fora da tomada :D

Se o Kamel está perdendo poder, ótimo, se for fazer companhia ao Mainardi láaaaa no ostracismo, melhor ainda.

Mas com sinceridade, não acredito na mudança do JN acho que a Poeta vem para aumentar a audiencia com os machos simpsonianos… estão querendo garantir a audiência pelos hormonios.

Responder

    José Vitor

    02 de dezembro de 2011 às 13h32

    A melhor tática ainda é a tv fora da tomada :D

    Em princípio sim (eu mesmo não assisto televisão há muitos anos).

    Mas o futebol, as novelas e os shows prendem a audiência da Globo. Os "noticiários" já perderam alguma importância, mas como o JN é (acho) a ponte entre duas novelas, acaba tendo audiência significativa.

    Sei lá, se de repente o Google comprasse o futebol e passasse ao vivo no Youtube pelo menos a audiência masculina a televisão perderia…

    marcus_fitz

    03 de dezembro de 2011 às 01h50

    Só não botaram uma top model por elas não sabem lidar com teleprompter.
    E no ponto eletrônico elas ficam procurando quem falou com elas.. rsrs

    MF

Marat

01 de dezembro de 2011 às 22h32

Rodrigo Vianna é sempre bom.
A Globo poderia aproveitar tal roteiro e fazer o que mais gosta: uma novela, só que ao estilo mexicano. O Ali (talvez ele agora se dirija para acolá) Kamel, quem sabe, diminua suas pornografias, depois de levar umas palmadas do homem experiente e mais vivido, tente trilhar o caminho do bom-mocismo, porém, o instinto natural um dia reaflorará e ele provará de seu próprio veneno… a seguir, cenas do próximo capítulo…

Responder

    Marcelo

    02 de dezembro de 2011 às 12h19

    No próximo domingo,vai acontecer o esquema Globo-CBF-Corinthians.O Timinho será campeão
    brasileiro 2011,graças a ajudinha deste canal que manipula o futebol brasileiro há anos.
    Tri campeão roubado,1977,2005 e 2011.Globo,Corinthians e roubalheira,tudo a ver.

    Marat

    02 de dezembro de 2011 às 13h53

    Marcelo, todo time que tem grana sobrando, ao menos uma vez, compra juízes. Sou obrigado a concordar com vc. Um exemplinho, apenas: O Figueirense teve todas suas jogadas de ataque impugnadas por "impedimentos"… Mais da metade das faltas que o Corinthians "sofre", são jogadas de cai-cai. O Jorge Henrique, ao que tudo indica, deu boas aulas ao Liedson e ao Alex, e os juízes, na dúvida, marcam falta!

    Morvan

    02 de dezembro de 2011 às 15h08

    Boa tarde.

    Marat, neste jogo que você cita, o Figueirense não foi prejudicado coisa nenhuma. Só não digo que fora ajudado porque o problema, neste e noutros jogos do brasileiro, é o excesso de domesticidade dos juízes. Um problema sério da arbitragem brasileira. Os juízes são extremamente domésticos e aplicam demais a lei da compensação. Ao expulsarem alguém do clube A, por exemplo, não veem a hora de expulsarem outro no clube B. O excesso de faltas apitadas é outro problema. Por isso que os atletas brasileiros têm dificuldade de se adaptar lá fora, onde, para ser marcada uma falta, tem que ser "muito falta".
    Mas o Figueirense não ganhou do Corinthians (graças a Deus! – força de expressão.) por pura incompetência, pois jogou melhor (no primeiro tempo) e conseguiu encurralar o Timão durante bom tempo. Só que o Corinthians é "migué"; quando tu pensas que está "morto", está é tramando.
    De qualquer modo, parabenizar o Figueirense pela bela campanha e esperar que ele confirme a sua vaga na Libertadores. É um belo time e tem um excelente (e boa praça) técnico.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    Marat

    02 de dezembro de 2011 às 15h26

    Morvan, eu, na qualidade de não ter time para torcer (torci para algo que já foi time de futebol e hoje é uma companhia de circo, o Palmeiras), sou obrigado a torcer contra São Paulo e Corinthians, mas, de todo modo, uma das coisas que me irritam é o cai-caísmo em nosso futebol, e a docilidade (para usar um termo seu) dos juízes. Outra coisa que é verdade: quando um time tem muita grana, rola um dinheirinho para a arbitragem. Vou dizer e sei que serei massacrado: O Flamengo foi muito ajudado nos anos de 1980, não obstante ter um timaço. Houve um jogo no Mineirão que foi ridiculamente roubado, tanto que o time do Clube Atlético Mineiro até brincou, e começaram a cair em campo. De uns anos para cá, para sermos honestos, o Corinthians foi muito ajudado, direta ou indiretamente. Nem levo em conta a incompetência e o despreparo das arbitragens.
    Abraços cordiais, e, parabéns, pois vocês já ganharam. Para o Palmeiras só falta a cereja do bolo: o retorno do Jumar!!! – rsrsrs

    Morvan

    02 de dezembro de 2011 às 14h12

    Boa tarde.

    Marcelo, discordo totalmente da sua colocação (sou corinthiano, mas não por isso). O Corinthians poderá se sagrar campeão, neste domingo, em parte por causa de uma campanha regular (no sentido de normalização, e não no sentido de qualidade), coisa que só o Vasco exibiu, durante o campeonato, por isso é concorrente direto pelo título e em parte também pela ineficácia e incapacidade de outros clubes de apresentarem regularidade. O "apito amigo", tão atribuído ao Corinthians, neste campeonato, atuou muito mais como "apito inimigo". Veja as estatísticas e você concordará comigo, creio. O PHA colocou um tópico sobre isso, fazendo as mesmas alegações que você. Nem me dei ao desplante de responder a ele, via sítio, pois achei e acho um despautério, mormente quando há tantos assuntos bem mais prementes a discutir.
    E também não é timinho, caro Marcelo. É uma das maiores torcidas deste país.
    Aliás, há três (3) times neste país com uma bela história sobre luta contra preconceitos (inclusive, racial): Corinthians paulista, Vasco e Fluminense.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    Marcelo

    02 de dezembro de 2011 às 14h34

    Obrigado,Morvan pela resposta.O PHA torce pro Fluminense e quis "secar" os corintianos.
    Mas que a Globo está de mãos dadas com a CBF e Andres Sanchez,não resta a menor duvida.Abs.

    Morvan

    02 de dezembro de 2011 às 14h57

    Boa tarde.

    Não há de que, Marcelo. Mas, como eu disse, a lisura do campeonato não pode ser questionada, sob este ponto de vista, exatamente por estarem os dois times (Vasco e Corinthians) disputando o título pelas suas regularidades.
    Observe ainda que, todo jogo, o Corinthians é enquadrado (na verdade, a arbitragem). Ainda é resquício, creio, de 2005; creio que o Corinthians vai pagar esta conta durante muito tempo, ainda.
    Quanto ao resultado de domingo, quero meu time campeão, claro. Mas quero que ele o seja dentro de toda lisura possível. Que vença o melhor.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    marcus_fitz

    02 de dezembro de 2011 às 12h42

    Gostei – Acolá Kamel(o)…

    MF

FranX

01 de dezembro de 2011 às 22h17

"normalização"??? tô fora!!!

Responder

Gerson

01 de dezembro de 2011 às 22h14

A Globo é a mesma desde a época da DITADURA.

Sem marco regulátório só mudarão as moscas.

Responder

Jorge

01 de dezembro de 2011 às 21h54

Bom para o Brasil seria o fim desta gente toda.

Responder

    Ana Paula

    01 de dezembro de 2011 às 23h05

    Concordo, Jorge. Não precisamos de presidentes que se aliam à mídia golpista, precisamos de presidentes com a coragem do Chávez, que deu uma paulada na RCTV. Dar margem pra Globo funcionar, ou esperar sua "redenção" (trocando um punhado de marionetes por outras marionetes?) é fortalecer um conglomerado tão cretino quanto a Fox e a CNN.

    Marcelo

    02 de dezembro de 2011 às 12h40

    Acho que a maioria dos comentários é de gente que está com a TV quebrada.Olha a overdose de
    comerciais da Petrobrás,BB,Caixa,Correios,BNB,BASA,CHESF que passam na Globo todo santo
    dia.PIG?Só rindo……..

Joe

01 de dezembro de 2011 às 21h44

Desculpa Rodrigo, gosto do seu trabalho, mas é o seguinte, a Globo é a Globo bem antes desses "pitbulls" terem poder, ou de você, Azenha e etc saírem de lá. As praticas muito longe da ética, sempre permearam a Globo. Em São paulo não foi diferente, o que "importava" sempre sofreu algum tipo de censura, seja da diretoria ou do comercial. A Globo é a Globo, e continuará sendo a Globo no que importa.

Responder

    Lu_Witovisk

    01 de dezembro de 2011 às 22h36

    Por isso eu aposto que querem alavancar o ibope com o "filezão"

Morvan

01 de dezembro de 2011 às 21h40

Boa noite.

Rodrigo Viana é repórter de primeira linha. Não é repórter leitor de teleprompter! Sabe "ler" a realidade. A pátria sai ganhando quando pessoas desta índole são defenestradas das Organizações Göebbels. Temos mais gente engajada para lutar pelo Brasil.
Porém, por mister ideológico, bem como de visão, mesmo que não tenha tido as experiências que o articulista teve, quando de seu trabalho no "Santo Ofício", tenho uma visão bem menos otimista desta mudança de pedras do tabuleiro.
Primeiro, a "Santa Inquisição" ou "Santo Ofício" não vai deixar de o ser. Acredito que eles, a Göebbels, especialista em maquiagem, camuflagem, dissimulação, manipulação, enfim, está mudando tão-somente o modus dicendi, la persona, como um camaleão. Um camaleão midiático. É a sina do escorpião. Ai de quem acreditar em mudança, deles advinda …

Cabe à Presidente não cair no canto da sereia. Pelo contrário. É hora de aproveitar o lusco-fusco da troca de cadeiras e já enquadrar a sra. Patrícia Poeta, como no recente caso do "Você me mostra o Toma Lá e Eu Cito o Dá Cá"…
(… não literal).

Concordo que a estratégia da Presidente, bem como de sua "Entourrage" parece bem equivocada e o desfecho disto tudo não me parece boa coisa.
Diria, em tom de assertiva, ao leitor do Blog e ao Rodrigo Viana, que eu temeria muito mais a "Göebbels Light" do que a própria com o seu "modus manipulator", pois, com este modo de agir, já tão sobejamente conhecido, fica bem mais fácil denunciar o jogo sujo desta organização ultramanipuladora. Ou seja, prefiro a Platinada como ela o é e se nos apresenta à nova roupagem desta fábrica eterna de golpes.

Abraços e parabéns ao Rodrigo pelo excelente trabalho de informação e cidadania para com o povo brasileiro.

:-)

Morvan, Usuário Linux #433640.

Responder

    Marat

    01 de dezembro de 2011 às 22h36

    Morvan, também mencionei o animal que age pelo instinto… a Globo sempre será isso. Pode até passar um verniz, mas a madeira está podre!

    Morvan

    02 de dezembro de 2011 às 00h48

    Boa noite.

    Obrigado a Siloé-RJ, Dukrai e Marat, pelo retorno.

    Siloé-RJ, sou totalmente ateu. Mas, se acreditasse em Deus, diria que quem estaria a cuidar do "Jornalista" Marinho seria o antípoda de Deus…;
    Dukrai, aqui no Ceará nós dizemos que "está mais perdido que cachorro em mudança"…; e
    Marat, bem evidenciado: fachada com verniz; por dentro, a podridão. Sepulcro caiado. Assim é a Göebbels.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    dukrai

    01 de dezembro de 2011 às 22h42

    falou antes de mim, boa lembrança da lenhada que a Patricia Pateta levou da Presidenta, a pobre ficou mais perdida que a torcida do Cruzeiro nas bica de cair na segundona kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    SILOÉ-RJ

    01 de dezembro de 2011 às 23h34

    De pleno acordo, Morvam.
    "Quem sai ao seus não degenera ou regenera" E a rede globo sempre terá a cara do famigerado Roberto Marinho.
    "Que Deus o tenha nos quintos do inferno".
    Todos os seus filhos e asseclas, sempre tiveram sintonia afiada com o seu caratér, e será sempre assim.
    As mudanças se fazem necessária em função da perda de receita atual e muito mais pelo que eles estão vislumbrando num futuro não muito distante.

    Julio Silveira

    02 de dezembro de 2011 às 09h02

    Perfeito Morvam. Mudam a isca mas a intenção de fisgar o peixe para fritá-lo permanece.

    ZePovinho

    02 de dezembro de 2011 às 14h39

    Concordo contigo,Morvan.A Globo é um escorpião.Se a Presidenta acha que pode atravessar o rio acompanhada dessa peçonhenta do Jardim Botânico,fatalmente será picada no meio do caminho.

    Morvan

    03 de dezembro de 2011 às 11h06

    Bom dia.
    Julio Silveira e ZePovinho, obrigado pelo retorno.

    O grande problema é que alguém com importância da investidura de Presidente da Nação não pode somente "achar", supor, pois as decorrências do seu achismo aproveitarão ou prejudicarão a todo o povo do país. E a Presidente Dilma está achando que pode abrandar o PIG e podemos todos naufragar.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    Werner_Piana

    03 de dezembro de 2011 às 17h38

    Acordo total contigo Morvan. Pois então… é isto que me impressiona no governo: achar que pode "domar", "conviver pacificamente" com órgãos podres, desonestos, destrutivos, anti-democraticos e lesivos ao país e ao povo como estes do PIG. É bobagem tentar conviver com tais elementos. A IDEOLOGIA deles é outra…

    Morvan

    03 de dezembro de 2011 às 21h28

    Boa noite.
    Werner_Piana, alguns políticos pensam que todo mundo é do "alisa", que todo mundo "passa a mão na cabeça". Só que, historicamente, a esquerda tenta domar a direita e quando a direita pode, massacra.

    É uma visão romântica do poder. Não corresponde aos fatos.
    Não tem como vingar. Era a hora de massacrar a direita, com o enorme capital político conquistado na era Lula. Ninguém ali parece entender isto… Lei dos Meios, por exemplo.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    Mário SF Alves

    05 de dezembro de 2011 às 11h44

    De fato, a IDEOLOGIA deles é outra: é o Brasil só pra eles; é o Brasil sub-desenvolvido e reserva de valor pra estrangeiro, especialmente, norte-americano; é o Brasil-Casa-Grande-Eterna-Senzala.
    A vênus prateada é PiG-mor local, mas, ainda assim, é preciso todo cuidado pra não sucumbirmos à tese do "quanto pior melhor". A ser assim, nada mais haveria a fazer senão encher a bola do Kamel,

Luís

01 de dezembro de 2011 às 21h35

E você, Azenha, chegou a trabalhar com esse Amauri?

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    01 de dezembro de 2011 às 22h08

    Sim, ótimo jornalista o Amauri. abs

Gerson Carneiro

01 de dezembro de 2011 às 21h18

"@folha_com Patrícia Poeta vai substituir Fátima Bernardes no Jornal Nacional."

@JornalismoHomer

Responder

Neuza

01 de dezembro de 2011 às 21h09

Eu já tinha percebido esse acordo velado de Dilma com o PIG. Aliás, tá na cara, só não vê quem não quer. Até comentei isso num blog "sujo" e fui apedrejada, lógico.

Mas está mais claro do que as águas gelados dos lagos suíços.

Responder

    Wildner Arcanjo

    08 de dezembro de 2011 às 09h27

    Se as águas dos lagos suíços são claras eu não tenho certeza, mas que são geladas… ah sim… isso elas são!

Gersier

01 de dezembro de 2011 às 21h01

"que pode ser acusada de muita coisa, mas não de ingratidão".
O Rodrigo está enganado e muito. Existem historias e algumas delas até desumanas.

Responder

Wildner Arcanjo

01 de dezembro de 2011 às 20h59

Mas, em se tratando de Globo, todo cuidado ainda é pouco.

Responder

Gerson Carneiro

01 de dezembro de 2011 às 20h57

Eu fico com a parte divertida que é o lado cornice do JN :)

<img src=https://p.twimg.com/AfmKmLECEAATVEW.jpg:large>

Responder

    SILOÉ-RJ

    02 de dezembro de 2011 às 00h55

    Perguntando ao Gerson na Sessão Fofoca:
    Quem está traindo quem???

    Gerson Carneiro

    02 de dezembro de 2011 às 01h48

    Não sou fofoqueiro (apenas ouço e passo adiante).

    Essa informação não a tenho. Mas se souber, por favor, me conte.

    SILOÉ-RJ

    02 de dezembro de 2011 às 13h35

    Eu não disse isso. Você que não capitou o espírito da coisa, mas tudo bem. Fique tranquilo, tudo que eu souber eu repasso, caro mestre!!!

    Lu_Witovisk

    02 de dezembro de 2011 às 21h37

    Pô Siloé… até tu?! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Gente, mas o comico é que esse Bonner sem essa massa corrida "bege" na cara é o cãoooooo chupando manga. Mto feioooo.

    A Fatima é bem mais ajeitadinha que ele. Só que por algum machismo terrivel, a produção da Globo no JN fez dele o eterno galã e dela uma avó, parecia seca, murcha, uma mumia coitada.

    ZePovinho

    02 de dezembro de 2011 às 13h35

    Nesse meio todos traem todos.É quem nem a universidade.

    Lu_Witovisk

    02 de dezembro de 2011 às 21h31

    Gostei da comparação!

    ZePovinho

    02 de dezembro de 2011 às 23h51

    Depois das brigas é só colocar o Barry na vitrola(eu sou das antigas) que tudo passa,Lu.

    [youtube CrRPA25UBGg http://www.youtube.com/watch?v=CrRPA25UBGg youtube]

    A dor de corno,pelo menos,ameniza.KKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Julio_De_Bem

    02 de dezembro de 2011 às 03h37

    Eu acho que seria mais agradável olhar pra Patrícia Poeta. Se eu assistisse a GLOBO, claro.

    Rodrigo Falcon

    02 de dezembro de 2011 às 14h53

    Como a Lu_Witovisk escreveu, o sr. acima é exemplo simpsoniano de vida.

    Julio_De_Bem

    02 de dezembro de 2011 às 16h40

    Tv é imagem amigo. Há quem tenha talento para a demagogia, e há quem não tenha…

    Lu_Witovisk

    02 de dezembro de 2011 às 21h30

    ahahhaha mas eu so escrevi pq lembrei das perolas que ouvi de um colega "para salvar o JN, só na base da filé!! A Fatima é muito avó".

    Claro, neste contexto contam em, proporções iguais, tanto os altos indices de hormonios quanto a baixa credibilidade do jornal. :P

    Quando li a noticia, pensei: óbvio que foi isso. Fizeram da Sra 45, uma mulher de 70 deu nisso.

    E aposto mais! Depois que vi essa foto do Gerson, a Globo vai lucrar mais! Os boatos de chifres venderão muitas revistinhas. Vai ter gente vendo JN pra ver "se pega" algum deslize… é a novelização do já ficcional folhetim.

    Aguardemmmmm :P

    Luiz (o outro)

    02 de dezembro de 2011 às 09h31

    Ô Gerson, nem eu, se estivesse no lugar do distinto, iria perder a oportunidade de tirar uma casquinha, né? rsrs

    ZePovinho

    02 de dezembro de 2011 às 13h32

    Eu não ia perder a oportunidade,Gerson……………………

    [youtube iM1duXB1ZU0 http://www.youtube.com/watch?v=iM1duXB1ZU0 youtube]

    Carlos J. R. Araújo

    02 de dezembro de 2011 às 15h19

    Rapaz, se isto for verdade, vou morrer de rir.

    j.felix

    02 de dezembro de 2011 às 19h09

    O Bonner pode ser tudo menos bobo,a Patricia da de dez na cansadinha Fatima ,voces nao acham?

    CLÁUDIO LUIZ PESSUTI

    02 de dezembro de 2011 às 21h05

    Piada, depois vem criticar o PIG por causa daquelas fotos forçadas da Dilma beijando um e outro mandatário por aí.Não adianta criticar o PIG e utilizar os mesmos métodos.

Walter Cesar

01 de dezembro de 2011 às 20h55

Estam caindo na real? Mas "ley de médios" neles por favor.

Responder

Jairo_Beraldo

01 de dezembro de 2011 às 20h53

Este post tem um "quê" de que deveríamos perdoar a Globo pelas "más companhias" que ela no impôs ao adentrar nossas casas, via TV. Temo por isso, mesmo que Vianna diga que a Globo pode ser tudo, menos ingrata, é aí que mora o perigo. Tucanos são aliados financeiros e ideologicos dos Marinho. Ela iria trair seus pares, que tanto dinheiro empurraram nas contas das Organizações Globo? Sei não…e temo também pela presidenta em amaciar com esta gente. E também sou adepto da teoria de que ela está a fazer a "faxina" aliada a eles.

Responder

    José Vitor

    02 de dezembro de 2011 às 13h25

    Exatamente minha opinião.

    WTF, quer dizer que a mudança da apresentadora do lixo-mor global é assim tão importante ? Dá um tempo gente. Eu acho ridículo todo esse auê.

    Guilherme Souto

    02 de dezembro de 2011 às 20h55

    Também tenho essa impressão – ocorre-me mesmo quando o Luis Nassif cobra mudanças na Veja – …
    Depois lembro-me que, aos jornalista sérios, cabe a luta pela imparcialidade na realização da coisa, deixando-nos nesse mal estar.

    SILOÉ-RJ

    03 de dezembro de 2011 às 00h30

    Jairo, por favor, você não!!!
    A corrupção está entranhada nos mais recôndito recanto do governo desde sempre.
    O governo mudou de mão, mas os servidores ou não, habituados as mamatas estão todos aí e pior. insatisfeitos com as mudanças. Todos querendo ver Dilma pelas costas .
    O PIG, malandro como sempre sabedor disso como ninguém, vasculhou, achou, armou e jogou a primeira casca de banana: Ela não caiu… a 2ª, a 3ª e ela se fortaleceu.
    Ciente disso, muito sàbiamente abraçou a causa e se apoderou dela com vassoura e tudo.
    Na 5ª, ela também não caiu, mas balançou. Aí veio a comissão de 'ética' e lhe deu um tranco.
    Ela se apoiou nos melhores índices de empregos e na estabilidade econômica para rebater mais esse golpe que não sabemos ainda a repercussão dos estragos.
    Ela sabe que o alvo é ela, e que: Se largar a vassoura, é ela quem dança!!!

ricardo silveira

01 de dezembro de 2011 às 20h51

Essa análise pode explicar o fato de que o governo Dilma não quer saber de Marco Regulatório. Se verdadeira, o acordo demonstra uma ingenuidade surpreendente por parte de Dilma, com a agravante de traição a Lula, o que é mais surpreendente. Não acredito. Mas o pior, me parece, é o custo que os brasileiros estão pagando pela desinformação, pela ausência de um espaço público verdadeiramente democrático. É difícil acreditar numa coisa dessa.

Responder

FrancoAtirador

01 de dezembro de 2011 às 20h49

.
.
Coitada da Patricinha com o Bonner Simpson.
.
.

Responder

    Aline C Pavia

    01 de dezembro de 2011 às 22h17

    Jornal Nacional vai virar água de salsicha. Tão ameno quanto clube de Tupperware em casa.
    Fátima Bernardes deve estar dando pulos de alegria: aturar o William Homer Simpson como colega, editor, chefe e marido não é para qualquer uma. Essa vai pro céu. Depois do "perdão, meu candidato" acho que ela cansou.

    Marat

    01 de dezembro de 2011 às 22h35

    rsrsrs – muito bom!

Alessandro

01 de dezembro de 2011 às 20h48

O jornalismo da Globo passa muita glicerina nas notícias e nos personagens políticos (vide Boni,Kamel)e como consequencia,a vaselina na parte íntima sobra pra nós brasileiros.Viva a internet e a mídia alternativa.

Responder

    marcus_fitz

    03 de dezembro de 2011 às 11h18

    Na população passam é areia grossa para doer mesmo…


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding