VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Secretaria-Geral da Presidência desmente site de Veja


30/11/2011 - 16h44

Da Liderança do PT na Câmara dos Deputados

A assessoria de Comunicação da Secretaria-Geral da Presidência da República desmentiu nesta quarta-feira (30) nota publicada ontem (29) pelo site da revista Veja, segundo a qual o ministro Gilberto Carvalho teria recebido um email, em fevereiro último, contendo denúncias a respeito de registro de um sindicato.

“O site afirma que uma revista semanal (Veja)  mostrou que o ministro teria recebido o citado email. Essa afirmação é falsa. A publicação não teria como mostrar um fato que simplesmente não aconteceu”, diz a nota.

Foi com base nesta notícia falsa que o  PSDB pediu na  terça-feira a convocação do ministro Gilberto Carvalho  para falar à Câmara dos Deputados sobre denúncias da imprensa envolvendo supostas irregularidades no Ministério do Trabalho. A própria revista Veja desta semana traz o depoimento de um sindicalista de que teria comunicado irregularidades em comunicação enviada ao ministro, o que é desmentido na nota oficial.

A nota observa que nem a revista nem o PSDB tiveram o cuidado de consultar o ministro sobre  o suposto email.

Leia a íntegra da nota:

“ Ao contrário do que publicou ontem (29/11) um site na internet, a Secretaria-Geral da Presidência da República não recebeu, em fevereiro deste ano, nenhum email dirigido ao ministro Gilberto Carvalho contendo supostas denúncias relativas ao registro de um sindicato em 2008.

O site afirma que uma revista semanal mostrou que o ministro teria recebido o citado email. Essa afirmação é falsa. A publicação não teria como mostrar um fato que simplesmente não aconteceu.

Os equívocos do site e da revista induziram ao erro deputados do PSDB, que apresentaram requerimento à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados para que o ministro comparecesse ao Legislativo para explicar um acontecimento inexistente.

Em nenhum momento nem o site ou a revista perguntaram à Secretaria-Geral da Presidência se o ministro recebeu o referido email.

Assessoria de Comunicação

Secretaria-Geral da Presidência da República

Leia também:

AJD: É preciso solidarizar-se com as ovelhas rebeldes’

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



73 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

maria do carmo

03 de dezembro de 2011 às 12h29

Conspiracao da oposicao !
veja mentira ! veja calunia ! veja infamia ! veja canalha !
O estado de sao paulo banca a revista veja com dinheiro publico . distribuindo em escola e hospitais.
A populacao sabe que nao da para confiar , mas por falta de opcao acaba lendo..
Mentira veiculada pela infamante revista veja e repercutida pelas televisoes e jornais e subliminar !
Veja enxovalha com calunias um politico por semana sem provas .
Agora no governo e prefeitura de sao paulo nao admitem ou melhor abafam todas cpis.
psdb e oposicao estao desesperados so que calunia e algo gravissimo de dificil reversao tem que ser
provado com consistencia a honra e intocavel !

Responder

joni

02 de dezembro de 2011 às 11h20

A oposição vai ouvir o depoimento do Ministro, pois no dia de seu nascimento, também havia nascido um corrupto qualquer, em outro Estado. Talvez o filho do primo, do vizinho do pai do menino que nasceu, cujo médico fez uma palestra on line para o curso de capacitação em enfemagem, frequentado pela enfermeira do hospital, onde o atual ministro nasceu, tenha se comunicado, hoje, por e mail, com o menino nascido no mesmo dia em que o ministro nasceu, tendo sérias suspeitas de que seriam gêmeos, e por esse motivo, concluiu que quem é, realmente, culpado é o ministro, e não o o irmão dele. Já virou piada. Será que não se enxergam?

Responder

Marat

02 de dezembro de 2011 às 10h48

Eu queria saber por que a verdade causa tanta ojeriza à veja…, ou melhor, as verdades, para a encarquilhada, sórdida e venal revista, são seletivas. Parecem esquizofrênicos seus editores!

Responder

Marcos Lima

02 de dezembro de 2011 às 09h06

Que falta faz o ex-governador Brizola, para dar um jeito nessa cambada. A globo que diga.
Quandoserá que a Presidenta, vai enquadrar esta turma?
OU será quando esse pessol pedir sua cabeça?

Responder

RicardãoCarioca

01 de dezembro de 2011 às 15h43

Enquanto não sai uma Ley de Medios (duvido que saia), uma simples lei de direito de resposta para a imprensa, com efeito rápido, permitindo o acusado responder às acusações na próxima edição/exibição do meio de imprensa, nos casos sem provas de acusação, já mataria o PiG. Outra coisa boa seria acabar com a propriedade cruzada. Dono de emissora de TV não pode ter rádio, jornal, revista e sites jornalísticos na Internet. Outra coisa de desmantelaria (um pouco) o PiG.

Responder

Secretaria-Geral da Presidência desmente site de Veja | OCOMPRIMIDO.COM

01 de dezembro de 2011 às 15h42

[…] Da Liderança do PT na Câmara dos Deputados. Via VioMundo. […]

Responder

Vladimir Lacerda

01 de dezembro de 2011 às 14h17

Fico muito mais estarrecido pelos os acusados por Veja do que por ela.Esta revista faz todo tipo de ilegalidades,ou seja,publica denuncias sem provas,invade hotel e fotografa e etc e simplesmente ninguém faz nada.Não seria o mínimo acionar a justiça? Por que não fazem? Das duas uma ou é verdade o que a revista publica, ou é medo dos acusados o que dá no mesmo.

Responder

leandro

01 de dezembro de 2011 às 12h09

Enquanto isso em Brasilia….
E agora lupi?
Foi por unanimidade.

Responder

Rafael

01 de dezembro de 2011 às 11h12

Se fizermos uma comparação com a Inglaterra que atualmente está num processo com depoimentos de famosos contra esquema de escuta ilegais e manipulações de jornais com o que a veja faz fica muito claro o quanto o Brasil precisa avançar em termos de democracia. Nosso país é muito autoritário, a mídia brasileira confunde liberdade com dominação, oligopólio, O Brasil precisa para proteger nossa democracia mudar as lei das telecomunicações..

Responder

bissoli junior

01 de dezembro de 2011 às 10h17

“Sob o argumento da liberdade de expressão, Rede Globo tenta derrubar classificação indicativa no Supremo; quatro ministros já votaram a favor; para procurador-geral da República, interesses são legítimos, mas puramente comerciais”

Responder

leandro

01 de dezembro de 2011 às 09h31

Ontem, em voto na ação que julga punição as emissoras que exibirem programas em horarios não autorizados pelo Ministério da Justiça
"- Não cabe ao Estado atuar como protagonista na definição do que deve ou não ser veiculado na televisão. (Como se) o povo brasileiro não tivesse a dignidade, como ser humano, de fazer suas opções pessoais e precisasse de um guia, um agente para impor suas vontades. Vamos dar ao povo, aos cidadãos, aos pais, a possibilidade de decidir – argumentou, concluindo:

– A liberdade de expressão também exige responsabilidade em seu exercício. São as próprias emissoras que devem proceder ao enquadramento de sua programação, e não o Estado."
Até que enfim o nomeado por Lula agiu democraticamente, parabens Toffoli e o Gurgel completou:
"- A proteção da juventude não pode ser considerada inferior à liberdade de expressão. O único controle aos meios de comunicação deve ser o controle remoto."

Responder

Ze Duarte

01 de dezembro de 2011 às 08h44

Então é nisso que se constutui o desmentido? Simplesmente dizer que não recebeu?

Cuidado hein, quero ver quando aparecer a comprovação amanhã qual vai ser a desculpa!

O ministro do Trabalho (sic) também disse que não viajou com dono de ong…

Isso é muito simples de provar: basta fazer uma perícia na rede e no servidor de emails, dos dois lados. Mas isso o Carvalho não fez né? Se limitou a dizer que não recebeu…

Responder

EUNAOSABIA

01 de dezembro de 2011 às 08h36

Parabéns ao Secretario-Geral da Presidência da República, agora só falta desmentir mais uns 99,99% das demais matérias de Veja, não é Secretário?

Já que desmentiu só essa, presumo que tudo o mais seja verdadeiro, se não teria desmentido também, vamos lá, faltam só 99,99% das matérias para serem desmentidas.

Responder

    Marcos C. Campos

    01 de dezembro de 2011 às 10h20

    A Veja denuncia tudo do Gov. Federal, não se prova nada. A Veja NÃO denuncia nada do Gov. Estadual dos Tucanos, e se deixar, se prova tudo.

Almeida Bispo

01 de dezembro de 2011 às 07h54

Protocolarmente o Ministério fala em equívocos da Veja; eu digo que é safadeza. Mais uma safadeza da Veja. Quem coordenou tudo, desde a denúncia à convocação dos deputados a serviço do PIG, oficialmente do PSDB, claro.

Responder

Jorge

01 de dezembro de 2011 às 07h30

O que esperam a nossa Presidenta e o nosso Ministro Paulo Bernerdo para desengavetar a Lei de Regulação dos Meios de Comunicação? Qual mentira terá de ser publicada, e o estrago assumido, para que tomem coragem de enfrentar o novo-golpismo brasileiro?

Responder

Gerson Carneiro

01 de dezembro de 2011 às 06h16

Havia um cachorro sentado na calçada e uivava bastante. Curioso, alguém que passava por ali, perguntou para o dono do cahorro:

– Por que esse cachorro sempre sentado nesse local está sempre uivando?

– Ele uiva de dor. Está sentado sobre um prego que salta de um pedaço de tábua.

– Mas por que ele não se levanta e vai sentar em outro lugar?

– É porque a dor não é suficiente para fazer ele mudar de lugar. Ele suporta a dor.

Moral: somente o Governo Federal é capaz de mudar essa situação. Tem as ferramentas próprias e poderá fazê-lo quando quiser. Até lá, conviveremos com a ladainha de sempre.

Responder

Che da Fiel

01 de dezembro de 2011 às 03h35

E ficará por isso mesmo??? Qualquer um pode divulgar informação falsa sem qualquer responsabilidade???

Responder

JORGE

01 de dezembro de 2011 às 00h01

Azenha

Acho que o governo poderia requisitar o horário das 20:00 horas na TV para casos dessa natureza. Só assim essa máfia chamada de grande mídia no Brasil sentiria na pele o gosto do seu próprio veneno.

Notícia falsa, inventada ou movimento articulado "como se fosse a própria oposição ao governo", onde sinfonicamente replicam e amplificam "notícias" um do outro veículo de comunicação, seriam como TIRO NO PÉ, pois todos esses falsos "senhores da moral" sairiam perdendo em anúncios e outras formas de publicidade.

Percebo que trabalham também em bando, um ajudando o outro em publicidade etc.

Portanto, o governo precisa governar e, governar também é usar das legítimas armas de que dispõe.

É inacreditável, porém, não tenho dúvidas: A IMPRENSA GOLPISTA DA VENEZUELA É A MESMA DO BRASIL, ontem, hoje e sempre.

Abaixo o golpismo da imprensa udenosaudosista da ditadura udenomilitar.

Um abraço.

Responder

Rafael

30 de novembro de 2011 às 23h59

Em relação à eleição do Collor com apoio da globoque fez de tudo para collor ser eleito uma coisa não fecha nessa história, o que aconteceu para a globo deixar ou querer o impeachment do Collor? O que deu errado nessa história? Não acredito que seja corrupção, tem outra coisa nessa história.

Responder

    SERGIO SILVA

    01 de dezembro de 2011 às 07h12

    AMIGO, A GLOBO SÓ ENTROU NA HISTORIA DO IMPEACHMANT DEPOIS QUE TODAS AS CANOAS UTILIZADAS PELO COLLOR FORAM FURADAS, E A OPINIÃO PUBLICA PASSOU A EXIGIR O AFASTAMENTO DO CIDADÃO, QUANDO FALAREM PRA VOCE QUE A GLOBO AJUDOU A DERRUBAR, NÃO ACREDITE, É PURA BALELA.

    Conceição Lemes

    01 de dezembro de 2011 às 09h10

    Sérgio, letras minúsculas nos próximos comentários, por favor. abs

    Caracol

    01 de dezembro de 2011 às 07h28

    Rafael, você deve ser muito jovem e não te contaram. Olha, a Globo virou contra o Collor porque no Brasil se pode fazer de tudo, mas tem UMA coisa que não se pode fazer DE JEITO NENHUM: não se pode centralizar a corrupção e cobrar pedágio como o PC Farias fez. Isso é anátema, isso é pior que pecado capital, quem ousar fazer isso vai ser excomungado pelo “sistema” secular brasileiro. O Brasil é um país democrático, todo mundo tem o direito de ser corrupto e de ser corrompido (a não ser que seja pobre, petista, essas coisas… aí não pode), senão… isso aqui vira a casa da mãe Joana.
    Então: A “Central das Comissões” ficando sob a batuta exclusiva do PC Farias, tirou uma tchurma enorme das jogadas espertas: as empreiteiras, a “mídia”, os lobies… enfim, essa tchurma toda que continua aí mesmo.
    Como o PC centralizou a corrupção, a coisa fedeu.
    Inconformado, um dia o Roberto Marinho berrou:
    – Chamem o Pedro Collor!
    E falou pro irmão do presidente:
    – Olha aqui, ô cara: sabe aquela rede controladora da imprensa que você está montando nas Alagoas? Vai tudo p'ro brejo, sabe? O PC Farias está querendo que eu, Roberto Marinho, retire de você a concessão da TV Globo do Estado e dê p'ra ele, sabe, p'raquela rede que ele está montando lá também e que vai fazer a tua virar pó, e se você não fizer nada eu vou ter que dar, pois ele está pressionando, e o teu irmão não está fazendo nada, está deixando, porque ele é sócio, de modo que é melhor você fazer alguma coisa, sabe, porra?
    Então… O Pedro Collor tornou-se… ético.
    Sabe, um belo dia, ele estava passeando pela caatinga, aí ele viu um arbusto seco pegando fogo, aí um facho de luz iluminou a cabeça dele e aí ele ficou iluminado, ficou ético. Botou a boca no trombone e o povo bras…, digo, a classe média brasileira, os formadores de opinião, as classes dirigentes, a "mídia", todos perceberam que eram éticos desde criancinha. Éticos e rebeldes. Sim, pois a Rede Globo produziu rapidinho e botou no ar "Os Anos Rebeldes", coisa que na época do comunismo nem pensar, mas agora, com a queda do muro de Berlim podia, e botaram a garotada na rua de cara pintada, todos éticos e rebeldes. Pena que a ética e a rebeldia não deram p'ra botar nem o PC nem o Collor na cadeia, mas também, era melhor não exagerar, porque senão ia ser um rebu do cão, todo mundo ia ter que ir p'ra cadeia, já pensou? Era mais fácil soltar os honestos dentro do maracanãzinho, trancar os portões e prender o resto do Brasil no lado de fora.
    Então, ficando ético de repente, o Pedro Collor caiu de porrada no irmão presidente. A mãe dos dois teve um piti, acabou morrendo de desgosto mais tarde e o presidente se defendeu dizendo que o irmão era maluco, que ele sofria da cabeça.
    Aí o Pedro Collor fez uma babaquice: ele disse que pra provar que não era maluco ele ia fazer um exame na cabeça e publicar o laudo médico. Sério. (Eu aqui pensei: chiii, vai dar merda.)
    E só deu, claro! O exame mostrou que o cara tava com um tumor no cérebro. Talvez tenha sido aquele feixe de luz que bateu na cabeça dele lá na caatinga quando ele virou ético, não sei, só sei que o cara acabou morrendo daquilo. Pergunte pra Dora Kramer, que na época estava escrevendo um livro autobiográfico por encomenda do Pedro Collor e endeusando ele, não sei o que foi que ela fez com os volumes que encalharam, ela deve ter escondido ou queimado tudo… quer dizer, não sei, estou só imaginando… eu teria morrido de vergonha.
    Bom, esse tipo de informação você não vai ver em nenhum livro de História. O negócio é ir vivendo e aprendendo. Importante é ficar de olho aberto.
    Abraço.

    José Ruiz

    01 de dezembro de 2011 às 10h55

    Sensacional resumo, incrível aula de história. Parabéns e obrigado!

    Rafael

    01 de dezembro de 2011 às 11h06

    Caracol não sou tão novo. Mas não vejo isso como motivo suficiente para tirar um presidente que era "propriedade" do Roberto Marinho. Essa briga pela emissora em Alagoas para mim pelo menos não é motivo suficiente para a globo queimar seu presidente. Veja o esforço que a globo fez para eleger collor. Acredito que collor tentou mexer em interesses da globo, essa disputa pela tv de alagoas não envolve os interesses da globo, para ela tanto faz quem seja o dono da tv. E tenho certeza que também não foi por corrupção, isso a globo abafa ainda mais naquela época que o poder da globo era muito maior que hoje.

Rogério

30 de novembro de 2011 às 23h51

E o Tijolaço desmente a Chevron-Texaco e a grande mídia.
Em memorável sessão na Câmara dos Deputados Brizola Neto dá uma sensacional prensa na Chevron-Texaco,de deixá-la sem pai e sem mãe: http://www.tijolaco.com/chevron-nao-explica-falta
Neto de peixe…

Responder

Conservador316

30 de novembro de 2011 às 23h26

E ele seria idiota de admitir que recebeu o email?

Responder

    Jorge Nunes

    01 de dezembro de 2011 às 07h14

    Mas como se saber que uma pessoa recebeu e-mail?

    Na verdade como a Veja saberia que tal pessoa receberia e-mail?

    Quem enviou o e-mail contou para a VEJA?
    A Veja mandou o e-mail?

    Falar que recebeu e-mail qualquer um pode. Posso falar que você recebeu e-mail de qualquer coisa. E você poderá negar. E eu posso escrever que você seria idiota em admitir

    cassio zecatti

    01 de dezembro de 2011 às 10h45

    Caro Jorge, é isto que trataria a Ley dos Medios.. Se ela existisse hoje a Veja teria que ter provas concretas para a publicação da reportagem. E se não ficasse provado, ou seja, uma reportagem sem fundamento haveria direito de resposta da outra parte. Hoje se caso ocorra uma situações dessas não há um posicionamento do órgão de imprensa, talvez até haja alguma nota, tipo Erramos, mas se a reportagem original foi capa de revista, porque Erramos não deve ser também? Hoje os grandes da imprensa estão vendendo a idéia de que a Ley dos Medios vem para censurar eles. Nada disto, muitos pontos dessas lei já existe na carta magna..

    Jorge Nunes

    01 de dezembro de 2011 às 11h32

    Sejamos realistas a Ley dos Medios, jámais sairá num governo do PT. O governo acha que as novas tecnologias sozinhas controlarão as mídia forçando ela a ter qualidade.

    Mas não é assim.
    O que ocorre que é que mídia vai ficando cada vez mais sensacionalista em busca de audiência. E é incapaz de apurar fatos e mesmo geografia (conseguiram colocar o Parque Nacional do Xingu que fica no MT no meio do Pará).

    Com isso ela perde credibilidade, mas não ganha qualidade, não fará grandes reportagens e nem vai cobrir como é feito o tratamento de água potável no Brasil ou vai em cima de exploração de trabalho escravo ou tráfico humano.

    – Tanta que nenhuma brasileiro acredita primeira numa notícia que sai da TV ou jornal. Sem ter um considerável análise da informação para entender as entrelinhas… Tipo: O que a Globo está querendo?

    No final vamos ficar com uma mídia sensacionalista, que pode até colocar apresentadoras de topless. Mas com pouca qualidade.

    cassio zecatti

    01 de dezembro de 2011 às 12h14

    Tenho que concordar com você. O PT está dando uma de garoto bom, acuado, com medo, pois não sabe o quanto essa mídia poderá sacrificá-lo ou não. A situação do PT em outros estados é pior, em São Paulo, por exemplo, praticamente o PT não existe, generalizando não existe oposição. Então tem-se a idéia que existe um bom governo. Concordo também com a sua posição quanto a "Sem ter um considerável análise da informação para entender as entrelinhas". Infelizmente brasileiro – e não digo aqui aquele mais humilde no sentido de não ter acesso a informação, mas sim aquele que mora em cidade grande, estuda, universitário – só lê manchete de jornais e revistas, não tem filtro algum, não existe análise crítica. É o mesmo brasileiro que compra carro zero e compra carteirinha de estudante para pagar meia em cinema. Mas por outro lado, se não existe a tal lei ainda sim sites como este entre outros fazem um papel importante para o país. Parabénsa a você! Excelente a sua análise.

SILOÉ-RJ

30 de novembro de 2011 às 23h05

P…. merda!!! Queimei minha mão, minha lingua, tô toda chamuscada, por causa desse infeliz do LUPE!!!
Como é que se joga fora assim uma carreira, que apesar das bravatas e de certas limitações, poderia ter sido brilhante!!! Por tostões???
Coitado do Brizola!!! Deve estar se revirando no túmulo. E o LULA??? Só não está arrancando os cabelos porque raspou a cabeça!!!
Como é que pode ser tão burro assim, cara?? Ciente das merdas que fêz, Porque não pediu demissão??? Achou Que iria ficar incólume??? Com que cara ficam agora, sua mulher, seus amigos, seu partido???
Numa guerra ferrada de credibilidade que a esquerda e o governo trava contra o PIG e a direita, você simplesmente, nos tirou o chão.

Com sinceridade

Responder

Lu_Witovisk

30 de novembro de 2011 às 22h49

Essa também vale!!

Nota Técnica N.º 216 / 2011 CGPNCD/DEVIT/SVS/MS

Assunto: Estratégias de controle da dengue do município de Foz de Iguaçu/PR

1. Em matéria veiculada pelo Jornal Nacional do dia 28 de novembro foram
apresentadas as estratégias de enfrentamento do município de Foz de Iguaçu contra
a dengue.
2. De acordo com a matéria o município iniciou um amplo processo de
mobilização da população convocando-a para a realização de medidas de prevenção
que incluem a vistoria do domicílio na busca de criadouros do mosquito Aedes
aegypti, estimulando a adoção de práticas tais como a vedação de caixas d’água e
tóneis, desobstrução das calhas, etc…
3. As medidas físicas para eliminação ou proteção dos criadouros de Aedes
aegypti são cientificamente reconhecidas como as mais eficazes, de baixíssimo custo
e que não causam impacto no meio ambiente. A adoção dessas medidas pela
população evitará a proliferação dos mosquitos Aedes aegypti adultos e
consequentemente a redução do risco de contrair dengue.
4. Entretanto, na mesma matéria, é apresentada uma estratégia complementar
de prevenção baseada na distribuição de inseticida aerossol para aplicação pela
população no interior do domicílio, com o objetivo de eliminar as formas aladas do
mosquito.
5. Importante destacar que o Ministério da Saúde, em consonância com a
Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas recomenda o uso de inseticidas
aerossóis em situações onde há comprovação da transmissão de dengue,
evidenciada por critérios epidemiológicos. Ademais, as normas técnicas vigentes
orientam a aplicação dos inseticidas aerossóis para o controle da dengue somente
por meio de equipamentos específicos de nebulização costais motorizados ou
montados em veículos. A aplicação desses produtos no controle da dengue é restrita
às equipes das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, que são treinadas para
seu manuseio seguro.
6. A estratégia do município de Foz de Iguaçu de distribuição de inseticidas para a
população é desprovida de qualquer evidência científica de que funcione para evitar
surtos de dengue, não sendo, portanto, recomendada pelo Ministério da Saúde.
7. O uso inadequado e indiscriminado de inseticidas poderá causar graves
consequências no meio ambiente e interferir na eficácia dos programas de controle. A
principal delas diz respeito ao processo de resistência do mosquito Aedes aegypti aos
produtos em uso. Esse fenômeno, que já ocorre em diversas regiões do Brasil,
inclusive em Foz de Iguaçu, corroboram a inadequação dessa prática.
8. O Ministério da Saúde reitera que as principais e mais eficazes medidas de
prevenção e controle da dengue a serem adotadas pela população são as medidas
de eliminação física dos criadouros do mosquito transmissor da doença.
Brasília, 30 de novembro de 2011.

De acordo, ao DEVIT/SVS para as providências administrativas cabíveis,

Giovanini Evelim Coelho
Coodenador Geral da CGPNCD

Responder

Rogério Floripa

30 de novembro de 2011 às 22h38

A Veja mente!!!

Responder

Marat

30 de novembro de 2011 às 22h37

Assim como nos jornais e nas revistas existem seções e colunas, os órgãos oficiais do Governo Federal deveriam manter uma página na internet nomeada por "Desmentidos à Veja" – rsrsrsrs – 24 horas por dia!

Responder

Klaus

30 de novembro de 2011 às 21h56

Enquanto isto na Sala de Justiça…
http://noticias.r7.com/brasil/noticias/comissao-d

Responder

/ Postado por Martins Andrade

30 de novembro de 2011 às 21h41

Ora, pessoal, o dono de uma revista, no caso a Veja, chama um político do mesmo partido da presidenta da república e diz que vai derrubá-la, e nem o partido da presidenta, nem o Procurador Geral da República, nem o Advogado Geral da União, nem o Supremo Tribunal Federal, nem a própria presidenta se manifestam, reagem contra essa tentativa de agressão à democracia e nossa constiuição.
Querem o quê?

Responder

    Klaus

    01 de dezembro de 2011 às 18h21

    Por que eles sabem que é mentira, pois isto não se manifstaram.

Regina Braga

30 de novembro de 2011 às 20h19

Agora o Gilberto…rede esgoto,escrita,falada e ouvida…Já chega o vazamento da Chevron,precisamos acabar coma poluição…Lei dos médios e falência do pig.

Responder

Alessandro

30 de novembro de 2011 às 19h34

Lembrei de uma coisa: o Mec fecha cursos de qualidade ruim,entre eles o de jornalismo.E deixa essa revista que não checa,distorce,difama,enlameia,parcializa,protege quem a banca(Estado de São Paulo segura a falência da revista comprando remessas com o dinheiro meu e seu)Pior,eu sou paulista e tenho que assinar indiretamente essa "coisa",pra ler reporcagens.Um cara aoareceu na minha escola oferecendo assinatura "disso".Eu falei que já tenho que assinar via impostos e que ela demoniza o professor.O que aconteceu?O cara contra-argumentou?Não,me ofereceu a Super Interessante.rsrsrs

Responder

    Fabio_Passos

    30 de novembro de 2011 às 20h54

    E como tem gente tentando vender assinatura desta porcaria… impressionante quantas vezes já recebi ligações.

    FrancoAtirador

    01 de dezembro de 2011 às 18h30

    .
    .
    GRUPO ABRIL SONEGA DIREITOS DOS TRABALHADORES

    Editora Abril condenada por contratar vendedores como pessoa jurídica

    A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho não conheceu recurso da Editora Abril S/A, mantendo intacta decisão que condenou a empresa a abster-se de utilizar contratos civis, como o de representante comercial, para disfarçar relações trabalhistas de seus vendedores.

    O recurso originou-se de uma ação civil pública, movida pelo Ministério Público do Trabalho da 1ª Região (MPT-RJ).

    [youtube dBthHD_WZUI http://www.youtube.com/watch?v=dBthHD_WZUI youtube]
    Fonte: TST

oalfinete

30 de novembro de 2011 às 19h34

O governo não deveria responder para a Veja.

Deveria FECHAR a Veja!

Responder

EUNAOSABIA

30 de novembro de 2011 às 19h32

Sei.

Responder

KNeto

30 de novembro de 2011 às 19h15

Antigamente chamava-se "barriga". Hoje é mau-caratismo mesmo.

Responder

Edivaldo

30 de novembro de 2011 às 18h26

Bem-feito pro Carvalho.Ele adora dar entrevista para aquele estrume semanal.

Responder

Gersier

30 de novembro de 2011 às 17h58

"Foi com base nesta notícia falsa que o PSDB pediu na terça-feira a convocação do ministro ministro Gilberto Carvalho para falar à Câmara dos Deputados sobre denúncias da imprensa"
Ô tucanóides,vão plantar batatas pra vê se nasce mandioca.
Esses pulhas esquecem de olhar o próprio rabo na infamia crença de que todos os brasileiros são uns otários,uns debiloides,uns alienados.É bom eles saberem que se alguns se portam como tais,outros estão lutando para mostrar a eles quem são vcs: lobos travestidos de "santinhos",mentirosose covardes que pagam rios de dinheiro para uma mídia fajuta,pra ão dizer um palavrão,plantar factóides atrás de factóides.ACORDA Dilma,mande o hibernado tirar o traseiro da cadeira e agir. Ou vcs vão continuar levando pauladas na cabeça e só continuar defendendo via "notinhas"?

Responder

    LuizCarlosDias

    30 de novembro de 2011 às 22h26

    Jogo Dama na internet e observei que quando eu armo uma boa jogada meu adversario tb, o pau que dá em Chico tb dá em Francisco, ainda vamos rir muito das grandes jogadas do governo continuo do PT, saúde ao Lula, viva Dilma.

yacov

30 de novembro de 2011 às 17h40

Até quando o governo vai suportar esses babacas falando o que bem entendem e difamando as reputações de seus membros???? Que acontece com os governo progressistas??? Tolerância tem limite. Parece que estão de rabo-preso com esses canalhas. Tem que ir prá cima dessa escumalha, processar, não dar entrevistas, cortar anúncio, concessão… 'Tá demais!!! BASTA!!!

"O BRASIL PARA TODOS não passa na glObo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS"

Responder

    Klaus

    30 de novembro de 2011 às 18h44

    Taí uma proposta boa. quem disse que eu não elogio. O governo federal deveria tirar toda a sua propaganda (até de estatais e bancos públicos) de todas as emissoras de TV, rádio e jornais e revista ligadas ao PiG. Quem topa um abaixo-assinado?

    ZePovinho

    30 de novembro de 2011 às 21h56

    O governo não pode fazer isso,Klaus.Existe uma lei,aprovada com lobby da Globo,que obriga o governo a fazer publicidade deacordo com a audiência dos veículos.É por isso que a Globo controla o IBOPE com mão de ferro.

    Klaus

    30 de novembro de 2011 às 22h42

    Li a lei e não achei isto que você disse. Mas posso estar errado, li rapidamente.

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-201

    ZePovinho

    01 de dezembro de 2011 às 11h18

    "Segundo Helena Chagas, os investimentos são proporcionais à audiência e o método utilizado para aferição é o Ibope. A ministra lembrou que nas localidades onde não é possível fazer pesquisa o critério adotado é diversificar a publicidade pública".
    http://www2.camara.gov.br/portal/Camara/atividade

    Klaus

    01 de dezembro de 2011 às 18h18

    Nâo há lei que defina, mas uma decisão técnica do governo, como seu próprio artigo diz. Lei mesmo não há.

    cassio zecatti

    01 de dezembro de 2011 às 10h38

    Mas foi justamente isto que aconteceu. O Governo Lula pulverizou as verbas para a mídia. Antes, diga-se governo FHC, essas verbas eram praticamente toda concentrada nos grandes corporações como Globo, Editora Abril, Folha de São Paulo e outros grandes em vários estados. Na era Lula a divisão foi mais democrática e os grandes ficaram furiosos. Em São Paulo, por exemplo, ainda existe essa desproporção na divisão de verbas. É por isto que aqui em Sampa não sai nada na imprensa, tudo é lindo e maravilhoso, o pouco que sai é quando já está em vias de denúncia pelo Ministério Público do Estado, como é o caso do escândalo esquema Controlar da prefeitura. Não existe reportagem "investigativa" como acontece com o governo federal. Das vezes que aconteceu algo parecido pediram a cabeça do jornalista desavisado. Basta ler o diário oficial do estado para ver o quanto vai de verbas para a Editora Abril entre outros..

FrancoAtirador

30 de novembro de 2011 às 17h37

.
.
DIRETOR DA REDE GLOBO CONFESSA:

DEBATE DE 1989 NA TV FOI MANIPULADO PARA FAVORECER COLLOR DE MELLO

"Só não botei uma caspazinha no Collor, porque ele não aceitou"
(Boni, Diretor da Rede Globo)

As pastinhas que Collor afirmava conterem provas contra Lula estavam todas VAZIAS.

No programa Dossiê da Globo News (26/11/2011), o diretor da Rede Globo de Televisão, Boni, detalha como ele próprio manipulou o último debate entre Lula e Collor, há 22 anos atrás.

A manipulação, que começou antes do debate realizado nos estúdios da TV Globo e terminou com a edição do Jornal Nacional no dia seguinte, tornou-se um dos maiores golpe contra a democracia e a livre escolha dos brasileiros, depois do Golpe de 1964.

[youtube VrpurEkmJkU http://www.youtube.com/watch?v=VrpurEkmJkU youtube]

Trecho do vídeo com a confissão de Boni na própria Globo News:

http://www.youtube.com/watch?v=VrpurEkmJkU

Responder

    Klaus

    30 de novembro de 2011 às 18h47

    A pior coisa que aconteceu ao Brasil foi Lula não ter ganho em 1989. Com as ideias que tinha o PT à época, estaríamos livres desta raça por cem anos (rs).

    El Cid

    30 de novembro de 2011 às 22h08

    valeu por sua participação, Bourhausen-Boy !!!

    cronopio

    01 de dezembro de 2011 às 11h02

    Repare no uso do substantivo "raça". Precisa dizer mais?

    FrancoAtirador

    30 de novembro de 2011 às 19h48

    .
    .
    SORRIA! VOCÊ FOI E CONTINUA SENDO MANIPULADO PELA REDE GLOBO !

    As eleições de 1989 foram as primeiras desde 1960 em que os cidadãos brasileiros aptos a votar escolheram seu presidente da república.
    Foram lançadas 22 candidaturas. Essa quantidade expressiva de candidatos mantém, até hoje, o recorde para uma eleição presidencial no Brasil.
    A eleição foi realizada em dois turnos. O primeiro foi realizado em 15 de novembro de 1989, data que marcava o centésimo aniversário da proclamação da República, e o segundo em 17 de dezembro do mesmo ano.
    Foram para o segundo turno os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva, da coligação encabeçada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), e Fernando Collor de Mello, da coligação encabeçada pelo hoje extinto Partido da Reconstrução Nacional (PRN).
    O nível de entusiasmo era grande, com artistas participando ativamente da campanha de Lula, cantando o hoje célebre jingle "Lula Lá" no horário reservado à propaganda eleitoral do candidato.
    Outros, como Marília Pêra, preferiram apoiar à candidatura de Fernando Collor de Mello e foram duramente criticados mais tarde, durante seu processo de impeachment.
    Durante o segundo turno, um pool de emissoras (Rede Bandeirantes, Rede Globo, Rede Manchete e SBT) realizou dois debates entre os candidatos.
    No dia seguinte, foi apresentado no Jornal Nacional um compacto editado do segundo debate, de tal forma a fazer o telespectador crer que o candidato do PRN tivesse se saído melhor do que o do PT.
    Tal fato foi visto como uma ação de favoritismo político a Collor, que até então mantinha um relacionamento forte com Roberto Marinho, dono das Organizações Globo.
    O debate no segundo turno foi marcado pela baixaria e ataques à vida íntima do candidato Lula. Além disso, problemas de agressões entre partidários foram constantes durante o período. Observem o modo como o candidato Collor se apresentou neste último debate: um paletó meio fora de moda com uma gravata propositalmente fora do lugar, para passar a impressão de "homem do povo".
    Muitos atribuem a vitória de Collor na eleição devido a este fato específico. Mas também há outros que influenciaram o voto do eleitor, como a revelação que a campanha de Collor fez sobre a existência de uma filha que Lula teve fora do casamento. A ex-namorada de Lula participou da campanha de Collor, denunciando aos eleitores que Lula mandou-lhe fazer um aborto e que lhe tinha confessado que odiava negros.

    O debate ilustra bem a oposição
    entre direita e esquerda,
    entre moralismo e ética,
    entre conservadorismo e progressismo.

    Relembre as cenas finais do último debate das eleições de 1989,
    o maior emblema da manipulação da oligarquia famigliar máfio-midiática.

    Observem as PASTAS, à frente de Collor de Mello, cheias de "DENÚNCIAS EM BRANCO".

    [youtube VmFoc3BdAm4 http://www.youtube.com/watch?v=VmFoc3BdAm4 youtube]

    MUDAM OS CANDIDATOS DA DIREITA POLÍTICA CONSERVADORA,

    MAS OS MÉTODOS MÁFIO-MIDIÁTICOS CONTINUAM OS MESMOS!

    http://www.youtube.com/watch?v=VmFoc3BdAm4

    pedro melo

    30 de novembro de 2011 às 22h24

    VALEU KLAUS, DESEJAVAS SÓ UMA DITADURAZINHA DE 100 ANINHOS, DEVES SUPOR QUE AINDA É POSSIVEL TRANFORMAR PAÍSES EM LÍBIAS OU BOLIVIAS, DANÇOU AMIGO, FALTOU CHÃO, TÃO MAIS PERDIDOS QUE CEGO EM TIROTEIO.HEHE

tulio

30 de novembro de 2011 às 17h31

UAU!!!!!! A Sonelena Chagas estava acordada para rebater alguma coisa!!! Estou chocado!!! Roubaram os soniferos da Sonelena gente?

Responder

luiz pinheiro

30 de novembro de 2011 às 17h19

No intuito de impedir a qualquer custo a prorrogação da DRU, a oposição está radicalizando seu discurso, a ponto de desejar a morte alheia.
Disse hoje o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) em entrevista à CBN, a respeito da criação de 24 cargos de confiança no ministério do Esporte:
"O ministério funciona melhor sem essa turma; se botar todo mundo no avião e o avião cair, quem se salva é o Brasil".
Vê-se logo tratar-se de um inigualável humanista…

Responder

Dinha

30 de novembro de 2011 às 17h07

É o que o PHA fala: Ley dos Medios neles ou eles vão derrubar o governo.

Responder

    luiz pinheiro

    30 de novembro de 2011 às 19h14

    O que nós precisamos é de pelo menos um jornal isento, que possamos ler sem vomitar, que se diferencie desse oligopólio nefasto que domina literalmente toda a mídia brasileira. A elite anti-povo sempre vai publicar suas mentiras, não podemos impedi-la, temos que aceitar a liberdade de imprensa. Mas há um espaço enorme no mercado para um jornal isento, sério, democrático. Quando ele surgir, aposto que se torna rapidamente o mais lido e vendido do país.

    Ze Duarte

    01 de dezembro de 2011 às 08h43

    Isento que você diz é favorável ao governo né? Pois graças à VEJA nos livramos de vários corruptos, e vamos perder mais um!

FrancoAtirador

30 de novembro de 2011 às 17h04

.
.
Olha aí, PT!

Vê bem o que se faz, nesses casos:

PCdoB processa revistas Época e Veja e respectivos jornalistas e editores
.
.
Protocoladas ações do PCdoB contra revistas Época e Veja

Nesta terça-feira (29), o PCdoB praticou mais um ato em defesa da democracia e da verdade no país.

Protocolou na Vara Cível Especial de Brasília três ações em que defende sua honra e sua história.

Duas, são ações indenizatórias por calúnias e são dirigidas contra as empresas Globo e Abril, respectivamente responsáveis pelas revistas Época e Veja.

Outra ação é penal, contra jornalistas da revista Veja, autores de matérias caluniosas, juntamente com seus editores.

As ações são fundamentadas nos incisos V e X, ambos do artigo 5º da Constituição Federal e que assim estão expressos:
V – é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;

Defesa
Segundo Renato, diante da dimensão dos ataques virulentos que sofreu, o Partido teve a consciência de que essa é uma importante forma de se defender. “São esses os instrumentos cabíveis. Ficou uma situação desigual, nosso coletivo foi alvo de ataques que o atingiram em todo o país e não tivemos o direito de resposta”. Ele afirmou que ao tomar essa atitude, atende a um clamor da militância que se sentiu ultrajada e caluniada.

O dirigente fez questão de valorizar a atitude da militância, que demonstrou uma grande unidade e mobilização durante o período em que os comunistas foram atacados. O ápice dessa mobilização, lembrou Renato, “pôde ser demonstrado, por exemplo, quando nossa militância e amigos do PCdoB, através de ações virtuais mostraram a força dos comunistas”. Rabelo se referia ao fato dessas ações entrarem nos Trending Topics (TTs, temas mais comentados na rede social) com as hashtag #SouOrlandoSouBrasil e #SouPCdoBSouBrasil”

Marco Regulatório
Renato afirmou que as calúnias das revistas comprovaram o que o PCdoB já colocou como pauta prioritária há um tempo.

A urgente regulamentação dos meios de comunicação.

“Em outros país, existe o direito ao contraditório, uma imprensa plural, com variedade de opiniões. No Brasil, a velha mídia cumpre o papel de oposição e ataca sem provas”.

Os líderes do PCdoB no Congresso também defenderam uma regulamentação dos meios de comunicação, o que para eles tem que ser feito através da aprovação do marco regulatório da comunicação.

Jornalistas
Tamanhos foram os ataques feitos pela revista, que os jornalistas que redigiram as matérias e seus editores são processados criminalmente.

A ação penal contra os profissionais é por crime contra a honra – calúnia, difamação e injúria.

“Nesse caso, houve os três, injúria, calúnia e difamação. Houve ataques e tentativas de desqualificar o partido e um membro do partido, atentando contra a dignidade. E além deles terem publicado na edição impressa, mantêm disponível em suas páginas na internet”, declarou o advogado Paulo Machado.

No caso da revista Época, trata-se de uma ação por danos morais pela matéria “Comunismo de resultados” e capa com a chamada “PC do Bolso”, em uma insinuação de que a legenda estaria retirando recursos da pasta do Esporte e da Agência Nacional de Petróleo (ANP). A ação pede dois mil salários mínimos.

Kerison Lopes, de Brasília, com informações de Deborah Moreira
VERMELHO

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia

Responder

    m cruz

    30 de novembro de 2011 às 20h24

    É isso aí, um exemplo para o PT, que parece acuado, masoquista ou que está de rabo preso. Só sentindo no bolso é que a grande mídia vai começar a pensar em fazer jornalismo de fato, segundo os princípios democráticos: checar as fontes,ouvir sempre os dois lados (não omitindo trechos que desagradem aos patrões), dispor do contraditório com direito de resposta na mesma proporção do "ataque" e rever os conceitos de que liberdade de expressão não é apenas para servir ao capital. Parece duro demais e ferir a sensibilidade do PIG?, com certeza, vai se fazer de vítima e clamar que estão censurando a liberdade de denunciar (sem provas?!!!!).Mas essa regulamentação já não existe na maioria dos países livres, inclusive nos E.U.A.(de quem a mídia brasileira é serviçal) . Por fim, acho que só faltou incluir na ação o Juca Kfouri, já que no afã de derrubar o ministro, agarrou-se a reportagem da Veja e soltou em seu blog artigos como "5 motivos para não acreditar no Orlando Silva" e "de amanhã ele não passa".

    Jairo_Beraldo

    30 de novembro de 2011 às 21h47

    Pois é….foi ter "ligações perigosas" com a quadrilha do mafioso Daniel Dantas, está dando nisso aí…a merda, foi dar no governo Dilma, e Eduardo Jorge previu dar no desgoverno FHC….o PIG vai esfarelar, expurgar o ministerio da Dilma um a um dos que foram do governo Lula… e olhe lá se não sob a batuta do Zé Caridozo Dantas, o maior verme deste governo…nem os trastes Garibaldi e Moreira Franco são sórdidos como este namorado da Manuela d'Ávila.

    Márcio

    30 de novembro de 2011 às 21h52

    O PT já processou sim a revista Veja no passado e perdeu em todas nos tribunais de forma clamorosa. É o que acontecerá com a ação do PC do B muito provavelmente que de simbolismo possui grande conteúdo mas de efetividade nécas.
    Para quem fica martelando essa história de "O PT é covarde e não processa a Veja" feito disco riscado, eis aqui alguns links:
    http://www.vanguardapopular.com.br/portal/noticiahttp://www.mombu.com/culture/brazil/t-pt-processahttp://www.parana-online.com.br/editoria/almanaquhttp://www.iparaiba.com.br/noticias.php?noticia=2http://www.24horasnews.com.br/index.php?tipo=ler&

    m cruz

    01 de dezembro de 2011 às 10h46

    Torço para que esse governo continue dando certo, governando para todo o povo e não apenas para poucos privilegiados, como vinha acontecendo desde 1500. Sabemos que há erros e corrupção no governo federal, como em todas esferas e poderes de governo e isto deve ser denunciado. Mas dói ver a mídia unida, massacrando somente o governo federal com denúncias diárias e reportagens tendenciosas, enquanto a Dilma, PT e partidos aliados, numa relação ambígua, não usam de seus poderes constitucionais – ”ley de médios”, Advocacia Geral da União, melhoria da comunicação social, STF, cortar publicidade e até declarar o PIG como inimigo, como fez o Obama com a Fox (não concordo com isso, é só para ilustrar que nos E.U.A também tem lei de imprensa) – para honrar seus nomes e dignificar nossos votos. Portanto, pelo derrubada paulatina de ministros e se não forem tomadas atitudes urgentes para desmascarar a imprensa-oposição sem ferir os princípios democráticos, logo, logo o que saiu no Ttwiter do ator José de Abreu vai se tornar verdadeiro: Civita, dono da Veja, vai derrubar a Dilma.

Rios

30 de novembro de 2011 às 17h02

Até quando, hein?

Responder

    Marat

    30 de novembro de 2011 às 22h37

    Até elegermos uma Cristina, com ampla maioria no Senado e no Congresso!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.