VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Datafolha: Rejeição a José Serra salta para 43%


29/08/2012 - 18h55

por Luiz Carlos Azenha

A primeira pesquisa Vox Populi sobre a eleição municipal em São Paulo, que será divulgada esta noite pela Band, dá vantagem ao candidato do PRB, Celso Russomano.

Num dos cenários, ele aparece com 31%, contra 22% de José Serra e 14% de Fernando Haddad.

Por ser a primeira da série, não é possível estabelecer relação com dados anteriores, mas os números confirmam tendências registradas nas pesquisas diárias feitas pelas próprias campanhas: Russomano e Haddad sobem, Serra cai.

Uma pesquisa interna do PT mostra que Haddad está crescendo um ponto por dia de campanha.

Outra, sobre o programa eleitoral, mostra que aquele em que Haddad contou a história da família foi muito bem avaliada pelos telespectadores.

Na pesquisa Datafolha divulgada pelo SPTV,  José Serra caiu de 27% para 22%. Celso Russomano manteve os 31% e Haddad saltou de 8% para 14%.

A mesma pesquisa mostra que a rejeição do candidato tucano saltou de 38% para 43%.

Leia também:

Dr. Rosinha: Liberdade de expressão vs. liberdade de mercado

Marcos Coimbra: Serra caçando os “blogueiros sujos”

Santayana: Tentando segurar o sol com as mãos

Leandro Fortes: Sobre o calcanhar de Aquiles de José Serra

A crença míope nos superpoderes de blogueiros



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


75 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

FHC: Pobre Dilma, com o legado de Lula « Viomundo – O que você não vê na mídia

02 de setembro de 2012 às 18h53

[…] Datafolha: Rejeição a José Serra salta para 43% […]

Responder

Ferreira

31 de agosto de 2012 às 14h07

Felizmente a maioria da população conseguiu decernir que o Serra é um embusteiro, uma farsa. Ele não está preocupado com a população, só pensa no seu próprio umbigo e enriquecer cada vez mais as custas do cargo…

Até q enfim parece q o povo de SP está acordando…

Responder

Chauí: Na greve dos professores, governo cometeu uma “burrice política completa” « Viomundo – O que você não vê na mídia

31 de agosto de 2012 às 12h22

[…] Datafolha: Rejeição a José Serra salta para 43% […]

Responder

Marilena Chauí: A classe média paulistana é uma coisa sinistra « Viomundo – O que você não vê na mídia

30 de agosto de 2012 às 16h39

[…] Datafolha: Rejeição a José Serra salta para 43% […]

Responder

RicardãoCarioca

30 de agosto de 2012 às 14h00

http://oglobo.globo.com/pais/rosa-weber-suspende-representacoes-de-collor-contra-gurgel-5946766

Rosa Weber parece que quer ganhar outra fotona de meia página na capa de O Globo na edição de domingo.

Responder

Rodrigo Leme

30 de agosto de 2012 às 12h45

Serra perdeu a pouca validade política que ainda tinha na última eleição presidencial, e o PSDB perdeu tempo precioso de desenvolvimento de novas lideranças tentando carregá-lo. A pesquisa só reflete isso.

O PSDB se esforçou e vai conseguir perder uma eleição para um representante de um grupo de candidatos que incluem um aventureiro de TV com idéias bizarras (Russomanno), um notório incompetente (Haddad – vide ENEM), um segundo notório incompetente criado pelo PSDB (Chalita) e um monte de figurantes. Não é tarefa fácil, mas o PSDB conseguiu.

Notinha final: qdo a pesquisa Datafolha não agrada o PT, chovem insinuações e falsos especilistas para gritar FRAUDE! Em resultados de pesquisa como esse, o instituto vira fonte fidedigna. Que mundo, não?

Responder

    RicardãoCarioca

    30 de agosto de 2012 às 13h27

    ENEM põe milhões de pessoas por ano no 3o grau. É o maior concurso público do Brasil e só perde para os equivalentes da Índia e EUA. Você é só mais um teleguiado do PiG que repete o que eles falam: a mentira.

    Lembre-se de que foi na gráfica da Folha que uma tentativa de roubo aconteceu. E no Ceará, um professor desonesto que rompeu os lacres do material da prova, dias antes, para repassar aos seus alunos.

    Mil vezes o ENEM do Haddad a não construção de nenhuma universidade, faculdade ou escola técnica nos oito lamentáveis anos de (des)governo FHC.

    Rodrigo Leme

    30 de agosto de 2012 às 14h16

    Quem contratou “a gráfica da Folha” foi o próprio governo. O diretor do INEP responsável pelo caso foi demitido para ser recontratado meses depois para trabalhar em uma a pasta imediatamente abaixo de Haddad. Levou bala pelo chefe.

    E não sei pq vc esquece de 2010, onde um caderno composto de uma grande parte de questões erradas gerou prejuízo para 21 mil alunos que fizeram o exmae.

    Vai me desculpar, mas “incompentente” é o mínimo pra se usar.

    (e olha só, escrevi um comentário inteiro sem precisar te ofender. Aprendeu?)

    RicardãoCarioca

    30 de agosto de 2012 às 15h09

    Rodrigo Leme, pequena falha em uma edição das muitas do ENEM.

    Não foi o governo que escolheu a gráfica da Folha, ela ganhou por licitação, sistema que, muitas das vezes, não vence o mais honesto e o de melhor qualidade.

    Enfim, fique com o mitômano indolente do Cerra se quiser ou o cachaceiro cheirador mulherengo para 2014. Tucanos? Não, obrigado.

    Vanderlei

    30 de agosto de 2012 às 23h02

    Rodrigo Leme

    21 mil num montante de 5 milhões não alcançar nem os 2% permitido pela tolerância de erros, uns dos menores índice mundiais de aplicação de prova. Fuvest fica até com inveja.

Gerson Carneiro

30 de agosto de 2012 às 12h30

Acabo de tomar uma SerraMalte, mas meu estômago rejeitou.

Responder

Roberto Ribeiro

30 de agosto de 2012 às 12h10

Nervosismo no Comitê de Campanha de Soninha Francine: Avanço de José Serra ameaça 5º lugar de Soninha.

Responder

sergio

30 de agosto de 2012 às 11h58

Qual seria a melhor estratégia para Serra neste momento crucial?

Responder

    RicardãoCarioca

    30 de agosto de 2012 às 13h43

    Buscar todas as religiões num movimento de sincretismo ecumênico a seu favor? Vejo dois problemas nisso: 1) Cerra não aglutina e; 2) Cerra não corre atrás.

    Simular um rolo de fita crepe na careca (dessa vez de verdade, já que o outro era um defeito visual do celular ching ling do repórter da Folha)? Do jeito que é, na hora ele não estará no local para atuar na farsa.

    Sentar no colo do Willian Hommer e dançar ‘eu quero tchu eu quero tchá’ durante os 97 minutos de reportagens do mensalão? Seria bem capaz.

    Colocar o Sr. Burns dublado pelo Cerra no seu programa eleitoral dizendo que criou Os Simpsons também? Iria ficar até mais bonito na foto.

    O Cerra não tem jeito, não…

Beto Lima

30 de agosto de 2012 às 11h37

Então já temos um vitorioso.

1º Lugar = Rejeição
2º Haddad= Prefeito Eleito
3º O Resto

Responder

Mardones Ferreira

30 de agosto de 2012 às 10h49

Ventos que sopram da Argentina.

“Na Argentina, uma condenação histórica contra o agrotóxico assassino
A Justiça de Córdoba condenou a três anos de prisão (que serão cumpridos em trabalhos sociais) um latifundiário e o piloto de um avião que fumigou plantações de soja numa região urbana. Dois componentes químicos – endosulfán e glifosato – foram espalhados, em 2004 e 2008, nas plantações de soja de Francisco Parra, vizinhas ao bairro de Ituzaingó, em Córdoba. Foi a primeira vez que a Argentina condena o uso de glifosato, produzido pela Monsanto. O artigo é de Eric Nepomuceno.”

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20788&editoria_id=6

Responder

Vinicius Garcia

30 de agosto de 2012 às 10h15

Me pergunto como esse candidato tão rejeitado circula entre populares, com tal alto grau de rejeição, seria natural manifestações nada gentis a sua pessoa, e ao que me consta, os seus “correligionários” fazem de tudo para que sua apresentação seja uma festa, o jeito será escondê-lo através de situações como carreatas, ou passando por locais cercados de seguranças. Triste quadro para um político que deseja ser tudo, e não se apercebe que se aproxima de ser um nada imenso.

Responder

    RicardãoCarioca

    30 de agosto de 2012 às 11h52

    Já viu alguma foto da campanha dele que não fosse tirada num quadro fechadinho? Arrumar 10, 20 pobres coitados ignorantes políticos para serem colocados num ‘curralzinho’ de manifestação de rua a fim de serem filmados e fotografados é mole. Desafio a campanha do Serra a mostrar uma manifestação de rua, com populares e com fotos e filmagens com o campo de visão total do cenário. O que teria de espaços vazios e de correligionário pagos…

Mardones Ferreira

30 de agosto de 2012 às 09h35

Serra e o PSDB colhem o que vem plantando. O paulistano mostra que o PIG precisa de outras mentiras, pois as atuais não tem servido ao Serra.

Imagina quando alguém citar a Privataria Tucana e chamar o Serra para explicar a participação de seus parentes e amigos na farra.

Não vão sobrar penas e nem bico.

Responder

    Elvys

    30 de agosto de 2012 às 09h51

    Serra segue a trilha de outra criatura da política paulistana: Maluf.
    Após cumprir seu mandato, apadrinhou e apoiou Pitta, com o famoso bordão – “Se o Pitta não for um bom prefeito, nunca mais votem em mim”. Ainda conseguiu se eleger deputado federal, mas sabe que é o máximo que consegue. E quanto ao tucano? Não termina seus mandatos – prefeito, governador, é o candidato da situação – Kassab, que por sua vez tem péssima avaliação. Somente esses dois fatos tem contribuindo para a alta rejeição à Serra. Imagine se todo o resto (privataria, etc, etc) viesse à tona?

Elvys

30 de agosto de 2012 às 09h34

Para 0:27Alexandro Rodrigues

Prezado, sou paulistano da Zona Leste; conheço e amo muito minha cidade e estou tremandamente enfurecido com o que anda acontecendo com Sampa. Transporte público ineficiente, trânsito caótico (já que o transporte coletivo é ineficiente). Ande pelas ruas, converse com tiozinhos que fizeram sua vida nesta cidade. Vou refinar minha pergunta: a elite e a classe média paulistana conservadora e em boa parte CATÓLICA, irão votar em um candidato apoiado por uma Igreja Neoevangélica?

Responder

    Elvys

    30 de agosto de 2012 às 09h53

    E para completar: não, eu não sou petista e muito menos afiliado à partido político algum. Sou apenas mais um dos milhões que sofrem com os desmandos de quem está no poder em SP.

O_Brasileiro

30 de agosto de 2012 às 09h12

Aaaeeee, João Santana!
Vale cada centavo!

Responder

RicardãoCarioca

30 de agosto de 2012 às 09h06

Alckmintira deve estar dando gargalhadas. Apoiou a candidatura do Cerra para que acontecesse isso mesmo. Depois de 7 de Outubro, Cerra será um defunto político, vivendo apenas nas páginas do PiG.

Responder

RicardãoCarioca

30 de agosto de 2012 às 09h00

Muita gente, do povo mesmo que não acessa Internet todos os dias, também não gosta do PiG. Essas pessoas do povo também já sacaram o partidarismo, a militância tucana que a grande imprensa faz todos os dias. Em resposta silenciosa, não apoia a onda midiática do mensalão – apesar de acompanhar o desenrolar do julgamento serenamente – e não querem mais saber de tucanos na política.

Os ataques ao Lula e à Dilma são o maior tiro no pé que o PiG promove. O povo separa muito bem o PT desses dois presidentes. A maioria das pessoas que votaram nesses dois presidentes, não são petistas, são ‘luladimistas’ e votariam neles novamente mesmo se não estivessem no PT.

O PiG está embriagado na tese de que, ferindo de morte o PT, faria com que o povo deixasse de apoiar os nossos últimos dois presidentes. Pelo que se vê nas ruas, na Internet e nas pesquisas de opinião, nada disso acontece.

O PiG por mais que tente elevar FHC a semideus, na verdade, a maioria do povo guarda indelével triste lembrança do seu (des)governo. Ninguém esquecerá a desvalorização do Real dias depois do início do seu segundo mandato, do seu ministro Malan que não queria sequer que a inflação fosse reposta no reajuste do salário mínimo, do racionamento de energia, da venda do patrimônio público sem resultados positivos para o país, das quatro quebras, das taxas Selic acima de 40%, da inflação de dois dígitos, do sucateamento generalizado, da desativação da indústria naval, da prostração diante dos estadunidenses e por toda a corrupção abafada, escondida pela imprensa, como a privataria tucana.

Tendo uma única esperança para 2014, um cheirador alcoólatra e mulherengo, os tucanos, ainda com a ajuda máxima do PiG, não conseguirão voltar ao poder. Não nesta década, eu tenho certeza disso.

Responder

    Elvys

    30 de agosto de 2012 às 10h04

    Prezado, compartilho do mesmo ponto de vista. Em geral, a população não dá a menor bola para comentários de “analistas”, “colunistas”, “especialistas”, etc, da TV, revistas, jornais. O povão enxerga essa turma como um bando de esnobes, essa é a pura verdade.

eraklito

30 de agosto de 2012 às 08h29

Que isso sirva de exemplo para os outros Estados do Brasil.
Vamos eliminar do mapa esses tucanos.

Responder

Horridus Bendegó

30 de agosto de 2012 às 06h53

O PIG está em pânico!!!!
Quem vai salvar a imprensa escrita do PIG?

Responder

    RicardãoCarioca

    30 de agosto de 2012 às 09h02

    O PiG de tão destraído com o mensalão, esqueceu de ajudar Cerra de demais tucanalhas. Bem feito.

everaldo

30 de agosto de 2012 às 01h10

…o meu avô dizia:
O caba quando num presta
Num tem cuma cunsertá
Não se aproveita o que resta
Nem há santo pá salvà
È pegá o vagabundo
Abrir uma cova e interrá

…e eu digo:
Este Zé Serra, pelo jeito
Já morreu, e é bom cremar
Pois um caba ruim como êle
Por um azar pode voltar.
Pois nem o mais santo dos capetas
O vai no inferno aceitar

Responder

Marat

29 de agosto de 2012 às 23h42

Serra é, entre os políticos de SP, o mais mentiroso e o mais antipático. Agora está conquistando outro recorde: o mais rejeitado… rsrsrs – mas acho que nem isso o fará desistir. Não podemos nos esquecer que há muitas cidades do interior de SP repletas de oligarcas!

Responder

Diniz

29 de agosto de 2012 às 23h34

Considerando somente os votos válidos (exclui-se brancos e nulos), a REJEIÇÃO AO SERRA ULTRAPASSA OS 50% E VENCE NO PRIMEIRO TURNO !!!

Responder

Fabio Passos

29 de agosto de 2012 às 23h22

DATAFOLHA: REJEIÇÃO A SERRA VIRA EPIDEMIA


Vive-se na capital paulista um fenômeno de esgotamento histórico que assume contornos de nitidez vertiginosa e dificilmente reversível: a rejeição esférica, espontânea, ascendente e incontrolável de uma cidade a um político e a tudo o que ele representa, seus métodos e metas. Já não se trata apenas de rejeição, mas de um sentimento epidêmico que a palavra ojeriza descreve melhor e a expressão ‘fim de um ciclo’ coroa de forma objetiva. A rejeição a José Serra em seu berço político e principal casamata do PSDB no país, é o aspecto mais significativo da atual disputa.

http://www.cartamaior.com.br/

Responder

    Marat

    29 de agosto de 2012 às 23h44

    “Ojeriza” define bem a situação! Que ele reflita e não baixe demais o nível da campanha. Será que é pedir demais?

    Fabio Passos

    30 de agosto de 2012 às 07h16

    bem… é como pedir que a veja se transforme numa revista séria. rsrs

    De onde menos se espera, é que não vem nada mesmo…

Almir

29 de agosto de 2012 às 23h12

Pronto: taí o “impacto” do julgamento do mensalão nas eleições municipais. Gostaram?

Responder

Fabio Passos

29 de agosto de 2012 às 22h44

E o PHA se diverte…


Não é só o Conversa Afiada que rejeita o Cerra.

É o povo de São Paulo !

Metade do eleitorado não pode ver a cara dele na tevê !

Rejeição a Cerra:
fenômeno jamais visto !
http://www.conversaafiada.com.br/politica/2012/08/29/rejeicao-a-cerra-fenomeno-jamais-visto/

Responder

O_Brasileiro

29 de agosto de 2012 às 22h07

Dados para estimular o Serra:
Se a cidade de São Paulo fosse um país, este seria:
– o 73º mais populoso do mundo;
– teria o 60º PIB;
– o 53º PIB per capita;
– e o 31º IDH.
Ou seja, Serra, vale a pena chamar o Paulo “Preto” e o Molina.
Finge que é “presidente” da cidade de São Paulo!

(Baseado em dados obtidos na Wikipedia, sujeito a correções, que serão bem-vindas!)

Responder

Fabio Passos

29 de agosto de 2012 às 21h59

jose serra despencando nas pesquisas… o PiG vai despejar todo o esgoto de São Paulo na cabeça dos eleitores.
A direita vai recorrer a imundíce para tentar impedir a derrota de seu principal representante.

Responder

Rogério Tomaz Jr.

29 de agosto de 2012 às 21h58 Responder

Gerson Carneiro

29 de agosto de 2012 às 21h53

Çerra e Povo é como água e óleo.

Responder

Jair de Souza

29 de agosto de 2012 às 21h44

Eu confesso que estou muito preocupado com esta situação. Estou convencido de que, para todos os brasileiros que realmente amam nosso país, a presença e continuidade de Serra como candidato do PSDB nesta e nas futuras eleições (seja para governo de estado ou presidência) é extremamente importante. E a razão para tal é mais do que óbvia: com Serra na disputa, a certeza da derrota da tucanalhada é quase total. Vai que eles encontram alguém que tenha a capacidade de aparecer com uma cara mais simpática (apesar de manter no âmago o sentimento anti-povo que caracteriza a tudo o que se refere à tucanalhada) e conseguem emplacar seus candidatos novamente. Sugiro que façamos abaixo-assinados por todo lado, não só pedindo, ms exigindo que Serra seja declarado candidato eterno do PSDB para todas as ele~ições que venham a ocorrer no país. Fico preocupado ao constatar por aqui comentários contrários a essa candidatura tão positiva para os setores populares. E se isto chega aos ouvidos do restante da cúpula da tucanalhada e eles resolvem tirar o “home” de cena? Quem vai se responsabilizar pelo prejuízo que isto venha a causar ao povo de São Paulo e do Brasil?

Responder

    Aline C Pavia

    29 de agosto de 2012 às 23h37

    Onde compro rojões??

Gerson Carneiro

29 de agosto de 2012 às 21h42

RT @Estadao Medo? Regina Duarte diz que não declara mais em quem vota.

Não, é vergonha.

Responder

    Raimundo

    30 de agosto de 2012 às 09h46

    A Regina Duarte não precisa mais declarar seu voto, pois é uma eterna medrosa eleitora de José Serra.

10 coisas para o Serra fazer na aposentadoria « Conexão Brasília Maranhão

29 de agosto de 2012 às 21h40

[…] quarta-feira (29) foi divulgada pesquisa do Datafolha que indica a inviabilidade eleitoral de Serra na disputa da capital paulista. Com rejeição […]

Responder

Alexandro Rodrigues

29 de agosto de 2012 às 21h34

Serra 43%…. de rejeição! kkkk

Responder

Aurica

29 de agosto de 2012 às 21h32

Preparem-se a turma do Çerra vai começar com as baixarias….Fato!!!

Responder

Alexandro Rodrigues

29 de agosto de 2012 às 21h30

Uma boa notícia para São Paulo. O fim melancólico de um lixo político que será lembrado no futuro como mentor da mais nojenta campanha política feita no Brasil desde a redemocratização. Mas não pensem que ele vai descansar.

Para alegria de quem quer ver o PSDB demolindo (sem trocadilhos), se sua derrota se confirmar, ele vai fazer de tudo para que Aécio não seja o candidato tucano, turbinando Alckmin para 2014 e abrindo caminho para ele disputar o governo do estado. Aí a história é diferente. O interior de São Paulo é como o meio-oeste norte americano, é um antro obscurantista, um puleiro conservador. Vejo chances dele ainda se dar bem…

Porém, se nos livramos de um lixo, temos outro no lugar. Russomano, o homem que acha que para resolver os problemas de São Paulo, basta colocar uma igreja evangélica em cada esquina periférica da cidade. Por mais ojeriza que a elite paulistana possa ter ao seu nome, o sentimento anti-PT dos Jardins, Higienópolis e Morumbi é maior, Haddad terá que suar a camisa.

Não tenho grande “paixão” por Haddad, mas diante do atual cenário, é o menos pior para São Paulo.

Responder

    Elvys

    29 de agosto de 2012 às 22h51

    Façamos algumas considerações em um hipotético (e pelo que parece, cada vez mais provável) segundo turno entre Haddad e Russomano:

    – a elite paulistana e parte da classe média irão votar em um candidato apoiado pela Igreja Universal?;
    – em que irá votar o eleitorado gay, lembrando a questão anterior;
    – e por fim, o eleitorado petista, que garante em torno dos 30% de votos;

    Alexandro Rodrigues

    30 de agosto de 2012 às 00h27

    O mesmo eleitorado gay que viu Haddad recuar em relação ao tão falado kit para discurtir o combate à homofobia nas escolas? O mesmo eleitorado gay que viu Dilma Rousseff sucumbir a bancada religiosa e condenar o material? Não sei se você conhece São Paulo, mas uma grande parte do eleitorado gay formador de opinião mora onde: Jardins, Higienópolis, Morumbi, Perdizes, Vila Mariana… Antes de gays, são elitistas, em quem você acha que irão votar?

    Quanto à classe média, espere as cenas dos próximos capítulos. Confirmando esta tendência, com ajuda da mídia, Serra vai pra cima do Russomano e do Haddad ao mesmo tempo. Repito o que perguntei antes, você é de São Paulo? Se não for, você não conhece nem de perto o real sentimento que a tradicional classe média paulistana tem pela cidade e sobretudo pelas regiões menos abastadas.

    Só uma provocaçãozinha… Você deve ser daqueles petistas ferrenhos. O ministro da pesca é da Universal, isso não te incomoda? Por que o oposto, um prefeito paulistano da Universal, incomodaria a classe média paulistana, ainda mais se isso representar o que eles podem considerar a derrota do “mal maior” que seria ter um petista na prefeitura… Esqueceram do Pitta?

    europeu

    30 de agosto de 2012 às 02h56

    Desculpa meter o bedelho, mas sou gay, paulistano quatrocentão e voto Haddad na cabeça! Essa ideia de que todos os gays são de “elitistas” de direita só pode ser coisa de recalcado. Sai do armário, mona! Há gays de todos os tipos em São Paulo, que é uma cidade com gente de todo tipo, tem gay que vota no Haddad e tem gay reaça também. E tem muito, mas muito gay mesmo, que mora na periferia, na Zona Leste, Sul, Leste e Oeste. Você está apenas mostrando que seu preconceito o cega completamente para a realidade da cidade, desafio você a mostrar uma pesquisa que comprove o que você diz, pois tenho certeza que você não pesquisou nada a respeito e está partindo de preconceitos horrivelmente difundidos por essa mídia mau caráter. Acorda e se liberta, São Paulo já está fazendo isso, não vá se enfiar no armário…

    J Fernando

    30 de agosto de 2012 às 09h58

    Parabéns, europeu.
    Seu comentário é bastante sucinto.
    Acreditar que todos os gays são elite e que todos ficaram contra o Haddad por causa do kit gay ou contra a Dilma porque não conseguiu dobrar a bancada religiosa, é um atestado de alheamento à realidade, sem contar a dose de preconceito.
    Não sou gay, discordo de muitas bandeiras dos gays, mas tenho o maior respeito por eles, principalmente quando temos a possibilidade de ler comentários como o seu.

    Alexandro Rodrigues

    30 de agosto de 2012 às 12h21

    Europeu (o apelido já diz tudo né), em momento algum eu generalizei. Eu disse que “grande parte do eleitorado gay formador de opinião” mora nos bairros da elite quatrocentona, européia como você! A aversão que essa gente tem ao PT e ao Lula é muito grande.

    Não, eu não tenho nenhuma pesquisa científica sobre a provocação que fiz. Mas espere no segundo turno, caso Haddad chegue lá. Espere o Silas Malafaia de mãos dadas com Serra ou Russsomano, atacando os gays, será que Haddad vai comprar a briga?

    Quanto ao “sai do armário, mona!”, é uma ironia chula, típica de quem tem vergonha de ser o que é, mesmo seu “europeu”…

Donizeti

29 de agosto de 2012 às 21h05

A batata do Serra já tá quase assadinha, hehehe.

O velhote raivoso podia ter passado sem essa, mas sua megalomania e vontade de usar tudo e todos para sua obcessão política da presidencia estã encerrando sua carreira de forma melancólica.

O Brasil e a democracia agradecem, vai para a caverna do ostracismo fazer companhia ao FHC, eles se merecem.

Quero ver a cara de merda e o desespero do Serra na propaganda eleitoral, isso não tem preço.

Responder

Gerson Carneiro

29 de agosto de 2012 às 21h03

Na Medicina os médicos já usam o Çerra como exemplo quando o assunto é Rejeição.

Responder

Gerson Carneiro

29 de agosto de 2012 às 21h00

Na tentativa desesperada de barrar a Rejeição o Çerra é capaz de soltar um dossiê contra ele mesmo.

Responder

    Marcos Doniseti

    30 de agosto de 2012 às 00h31

    É bem possível, Gerson, pois daí o Serra vai poder fazer pose de vítima, né?

Hernán

29 de agosto de 2012 às 20h53

Serra cai 5, Haddade sobe 6. Seria lógico Pensar que foram de um para o outro, mas, não seria possível ideologicamente. Parece que Haddad está recuperando votos do Russomanno e este pegando os de Serra.

Responder

André Dantas

29 de agosto de 2012 às 20h52

Estou achando que a rejeição a Serra vai ganhar no 1º turno. Serra é um candidato com uma imagem forte e marcante – quanto mais ele aparece e fala mais gente desiste de votar nele.

Responder

    Alexandro Rodrigues

    29 de agosto de 2012 às 21h22

    kkkk, boa!

nelson

29 de agosto de 2012 às 20h40

vai começar aparecer dossies.

Responder

Tiago Tobias

29 de agosto de 2012 às 20h18

José Serra passa álcool em gel nas mão depois de cumprimentar o povão. Mas é o povão que tem nojo do Nosferatu.

Responder

Sr do DF

29 de agosto de 2012 às 20h08

O Cerra já era seu fim vai ser melancólico e terminal.Como escreve um navegante aqui nesse blog,o julgamento do “mensalão” do PT não vai influenciar em nada as eleições municipais,o PIG perde mais uma e arrasta o Cerra junto com a ultra direita brasileira.

Responder

Atila

29 de agosto de 2012 às 20h02

No julgamento do povo o Lula e a Dilma dão de goleada.
E a resposta ao GM da lista de Furnas, o imoral, que quis dar lição de moral no PT no julgamento promovido pelo PIG.

Responder

Francisco

29 de agosto de 2012 às 19h59

PSDB: rumo ao DEMO!

Responder

Julio Silveira

29 de agosto de 2012 às 19h48

Será que São Paulo está saido do transe que a mordida do vampiro ocasiona?

Responder

Marcos Doniseti

29 de agosto de 2012 às 19h43

1) Quanto mais votos o STF dá para condenar os ‘mensaleiros’, menor é a intenção do voto do Serra. Conexão entre os dois fatos: O povo se lixa para o tal do STF.

2) Se perguntarem ao povo o que é STF, quantos saberão responder? Poucos.

Mas se perguntarem para o povão sobre metrô superlotado, o povo sabe tudo.

Entenderam, PIG-PSDB-DEM-PSD-Kassab?

Responder

O_Brasileiro

29 de agosto de 2012 às 19h34

Imaginem o que essa criatura fez, ou deixou de fazer, como prefeito e governador de SP para ter tamanha rejeição…

Responder

Luiz Bodisatva

29 de agosto de 2012 às 19h30

Agora só falta uma bolinha de papel abater o restante do cérebro do serrote tucanóide…

Responder

Luiz Bodisatva

29 de agosto de 2012 às 19h29

Toma serrote. São Paulo criando juízo e acabando com a dinastia tucanóide.

Responder

Gerson Carneiro

29 de agosto de 2012 às 19h12

Hoje foi um dia de cão pro Çerra.

Teve que ficar com um olho na pesquisa e o outro no depoimento do Paulo Preto.

Responder

Wagner

29 de agosto de 2012 às 19h12

Rumo aos 50% !

O céu (ou inferno…) é o limite. kkkkkkk

Responder

    Lizavou

    29 de agosto de 2012 às 19h26

    Acho que ele ainda vai emplacar uns 60%. Uma pena que nao fazem essa pesquisa comigo, aqui no Rio, kkkkk


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!