VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Dr. Rosinha: Liberdade de expressão vs. liberdade de mercado


02/08/2012 - 19h03

Foto assessoria do deputado

Liberdade de expressão vs. liberdade de mercado

Dr. Rosinha*, especial para o Viomundo

Desde muito antes do início dos embates eleitorais, analistas apostam na grande influência da internet nas eleições municipais de 2012 – as primeiras em âmbito local que poderiam ser de fato definidas pelas novas mídias.

No início da semana passada, o candidato tucano à Prefeitura de São Paulo, José Serra, tratou de endossar essa tese, antes mais comumente ouvida da boca de jornalistas, analistas e políticos do campo progressista.

Ao entrar, por pressão de Serra, com uma representação contra blogueiros progressistas – ou “sujos”, como eles preferem – o PSDB envia um indiscutível sinal de fraqueza: faltam-lhes propostas, projetos e até mesmo musculatura emocional para encarar os debates puxados pelos blogs e ampliados pelas redes sociais. De tão frágil e vazia, o documento já teve o seu arquivamento recomendado pela Procuradoria Geral Eleitoral, que destacou não haver sequer “começo de prova hábil a ensejar qualquer investigação”.

A justificativa tucana para a representação não impressiona, antes vai ao encontro do que já vinha sendo propalado pelo próprio José Serra desde as eleições de 2010. Acusa os jornalistas Luis Nassif e Paulo Henrique Amorim – dos sítios Brasilianas.org e Conversa Afiada, respectivamente – de apoiarem o governo federal em troca de benesses financeiras, patrocínio que chegaria a eles através de empresas públicas como a Caixa Econômica Federal.

É, na verdade, um ataque não só aos dois blogueiros em específico, mas também a toda blogosfera, porque pode abrir um nefasto precedente jurídico, deixando os demais sítios à mercê dos humores de Serra e de sua claque conservadora.

Mas, se o governo federal, através de empresas como o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e a Petrobras, aloca dinheiro de verba publicitária em grandes portais de notícias, por que não poderia fazer o mesmo com blogs? Não tenho os números exatos, mas pela repercussão que têm diariamente na internet, suponho que os blogs de Nassif e Paulo Henrique Amorim desfrutem de um número de acessos que passa longe do desprezível.

Afinal, quando a gestão de Serra, no governo do estado de São Paulo, adquiriu produtos da Editora Abril, sem licitação, para escolas públicas, todos pareceram muito menos preocupados com ataques à liberdade de expressão ou com uma eventual doutrinação ideológica.

Essa, porém, é só uma faceta da discussão, existe outra. Deveria a alocação de verbas publicitárias por parte do governo federal ser feita exclusivamente por critérios técnicos, como audiência? Ou poderia o governo, além disso, também fomentar com seus recursos o surgimento de novos veículos de comunicação, que embora ainda no nascedouro tivessem potencial para, no futuro, aumentar o caldo do debate que define os rumos do país? Em caso positivo, como definir esses novos critérios?

É claro que a destinação de verbas publicitárias precisa ser transparente e respeitar referências claras. Porém não me parece que tão somente critérios técnicos sejam o suficiente. Num país onde meia dúzia de famílias controlam quase todo o conglomerado midiático, um política tecnicista faria apenas repetir o modelo, retroalimentar a máquina. Por outro lado, critérios subjetivos e elásticos em demasia podem deixar veículos, jornais ou blogs, desprotegidos em relação a governantes que podem, sim, tentar controlá-los, se lhes convier.

Para mim, essa é a discussão fundamental. Afinal, liberdade de expressão não pode ser confundida com liberdade de mercado, como alguns, por ingenuidade ou má-fé, costumam fazer.

*Dr. Rosinha, médico pediatra, é deputado federal (PT-PR). No twitter: @DrRosinha

Leia também:

Santayana: Tentando segurar o sol com as mãos

Leandro Fortes: Sobre o calcanhar de Aquiles de José Serra

A crença míope nos superpoderes de blogueiros

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

A ação do MPF por sequestros na guerrilha do Araguaia « Viomundo – O que você não vê na mídia

30 de agosto de 2012 às 19h49

[…] Dr. Rosinha: Liberdade de expressão vs. liberdade de mercado […]

Responder

Datafolha: Rejeição a José Serra salta para 43% « Viomundo – O que você não vê na mídia

29 de agosto de 2012 às 23h54

[…] Dr. Rosinha: Liberdade de expressão vs. liberdade de mercado […]

Responder

Diniz: Rejeição a tucano vence no primeiro turno « Viomundo – O que você não vê na mídia

29 de agosto de 2012 às 23h53

[…] Dr. Rosinha: Liberdade de expressão vs. liberdade de mercado […]

Responder

João Pedro Stedile: Blogueiros, não esmoreçam! « Viomundo – O que você não vê na mídia

08 de agosto de 2012 às 19h59

[…] Dr. Rosinha: Liberdade de expressão vs. liberdade de mercado […]

Responder

Roberto Locatelli

04 de agosto de 2012 às 21h17

O PIG (partido da imprensa golpista) tentou esconder o livro Privataria Tucana. A internet furou o bloqueio, e o livro foi um dos mais vendidos, fato reconhecido até pela Veja.

O PIG é contra a liberdade de expressão. Eles querem sufocar a Blogosfera. Serra e o PSDB seguem essa linha. Serra não passa de um pau mandado do PIG.

Responder

Elton

03 de agosto de 2012 às 07h39

A política e a economia estão tendo que se reinventar nessa nova era “Lula e Dilma”, antes não havia concorrência nenhuma, sem novas idéias a elite sente se ameaçada e empresas que antes dominavam sozinhas o mercado hoje sofrem. Hoje blogs sujos e pequenas empresas incomodam os filhos mimados da ditadura que agonizam pela falta de mamadeira.
Pra frente Brasil, ta na hora de crescer!

Responder

Fabio Passos

02 de agosto de 2012 às 20h09

O ladrão jose serra é apoiado pelo que há de mais atrasado e corrupto no Brasil.

É por isso que o ladrão jose serra tentou trazer a censura que consegue de seus cúmplices do PIG para a internet.

O ladrão jose serra quebrou a cara.

O ladrão jose serra ainda não entendeu… mas o novo já chegou e o tempo do velhaco censor acabou.

Responder

    renato

    03 de agosto de 2012 às 20h38

    Fábio. Por que ladrão?
    Vai….a bola é tua!

    Fabio Passos

    03 de agosto de 2012 às 23h23

    O opportunity de daniel dantas, beneficiado na privataria, despejou grana em paraíso fiscal na conta da filha-laranja… a casa em que vive jose serra foi comprada com este dinheiro sujo.

    paulo roberto

    04 de agosto de 2012 às 23h29

    Quê que é isso, Fábio? Não insulte tanto assim os ladrões.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.