VIOMUNDO

Diário da Resistência


Eduardo Guimarães: A pressão de Barbosa sobre STF para publicar acórdão
Política

Eduardo Guimarães: A pressão de Barbosa sobre STF para publicar acórdão


01/03/2013 - 18h15

Eduardo Guimarães: Barbosa tem enviado ofícios aos ministros do STF, para que corram com suas participações no acórdão do julgamento. Foto: STF

Eduardo Guimarães: Barbosa pressiona STF para publicar logo acórdão do mensalão

por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania

Há que ter cuidado com as declarações dadas na última quinta-feira pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa, no sentido de que “As penas dos réus condenados no julgamento do mensalão serão aplicadas até julho deste ano” e de que “Mesmo que os réus entrem com recursos contra as sentenças, julho é uma previsão razoável para a execução das penas”.

O noticiário está embarcando na tática que Barbosa vem usando de pressionar os demais ministros para que corram com suas participações individuais na publicação do acordão do julgamento. Ele vem enviando ofícios aos demais ministros pedindo pressa enquanto municia a imprensa com notícias como essa da previsão de prisões “até julho”.

A pressa do presidente do STF e a pressão que vem fazendo sobre seus pares naquela Corte, portanto, tem uma explicação que passo a fazer a partir daqui.

O Acórdão precisa ser publicado logo, pois só então os advogados dos réus poderão interpor recursos, os quais, por sua vez, terão que ser julgados pela totalidade dos membros do Supremo, o que inclui os novos ministros, quais sejam, Teori Zavascki e o substituto do recém-aposentado Carlos Ayres Britto.

Mas não é só. É também esperada, para março, a aposentadoria do ministro Celso de Mello, quem, hoje, é o ministro mais antigo do STF e quem, ano passado, anunciou sua intenção de deixar o cargo antes do prazo legal que tem para fazê-lo (ao completar 70 anos), que é novembro de 2015.

Zavascki e os dois novos ministros que a presidente Dilma Rousseff terá para nomear nos próximos meses irão participar do julgamento de recursos que fatalmente serão interpostos após a publicação do acórdão da Ação Penal 470 – o que, provavelmente, se dará em abril.

Hipoteticamente, os três podem votar como votaram os ministros Ricardo Lewandovski e José Antonio Dias Tóffoli em relação a José Dirceu, por exemplo. Com isso, dentre 11 ministros, 5 deles não têm qualquer razão para se ater às condenações do julgamento do mensalão. Podem simplesmente votar de forma oposta sem questionamentos sobre a mudança de posição.

E, agora, vem a cereja do bolo: se um só dos ministros que votaram pela condenação daquele que aqui está sendo usado como exemplo (José Dirceu) mudar de ideia, a história daquele julgamento de exceção pode dar uma reviravolta.

É claro que não será fácil um dos ministros que votou pela condenação de Dirceu de repente mudar seu voto. A pressão que já aceitou uma vez não haveria por que não aceitar de novo. Contudo, será muito diferente se a condenação definitiva do petista vier a ocorrer por 6 votos contra 5 em vez de 9 contra 2. O mesmo vale para todos os outros petistas condenados.

Barbosa sabe que tem que arrancar a concretização das condenações até antes do recesso do STF em julho, antes que ao menos dois dos três ministros que não participaram do julgamento do mensalão – e que irão deliberar sobre as condenações – possam estar em condições de fazê-lo.

O julgamento da Ação Penal 470 fatalmente será condenado pela história. Além da ausência de provas contra o “núcleo político”, pesa o fato de que aquela Corte jamais proferiu decisão sequer parecida em casos quase idênticos. As dúvidas e estranhezas são insanáveis. Portanto, se as condenações forem por votação apertada a desmoralização será irreversível.

Leia também:

Mino Carta: Nada assusta mais a direita do que demolir a senzala

José Dirceu: Só povo na rua segura ofensiva da direita

Miguel do Rosário: A infantaria mais agressiva de Carlos Lacerda

Maria Luiza Tonelli: Prefácio de Ayres Britto é imoral

Gilson Caroni: Imprensa e toga, a tentação do golpe é grande

 





57 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Barnabé de Souza

04 de março de 2013 às 09h20

Apesar de ser eleitor, por duas vezes, de Lula e indicado por José Dirceu, o ministro Joaquim Barbosa pisou feio no tomate ao condenar os políticos do PT.
O grande erro de Joaquim Barbosa foi colocar-se contra os interesses do partido dos trabalhadores, ele jamais poderia ter feito isso. Muitos outros que assim fizeram tiveram um fim doloroso.
Se as punições ficassem restritas à base aliada, não iria ter nenhum problema.

Responder

    Mário SF Alves

    04 de março de 2013 às 14h01

    Análise capciosa, hein, Barnabé? Capciosa até os limites do tomate.

    ____________________________________
    Assim, parece-me, ignora-se serenamente a gênese dos golpes de estado (daquele famigerado, incivilizado e terrível de 64 e a deste [em andamento], assim como o jogo jogado pela mídia monopolista ditatorial no contexto de nossa ainda frágil e mídio-tutelada democracia.

    _____________________________________________
    Assim, ao aderir à tamanha aleivosia retórica, como e quando, nós, brasileiros, sairíamos de tão cruel destino?

Messias Franca de Macedo

03 de março de 2013 às 20h18

… Ao que começa a ser desvelado, muitos dos verdadeiros MENSALEIROS vestem toga; outros, o crachá do patrão midiático!…

É O [INCESSANTE] GOLPISMO CÍCLICO, ESTÚPIDO!

… Que OPOSIÇÃO é essa, sô?!…

República da [eterna, traidora, nefasta, (impunemente) corrupta, terrorista de meia tigela, famigerada, MENTEcapta, fascistóide…] OPOSIÇÃO AO BRASIL
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Juristas acham declarações de Barbosa açodadas e vulgares « Viomundo – O que você não vê na mídia

03 de março de 2013 às 20h06

[…] Eduardo Guimarães: A pressão de Barbosa sobre STF para publicar logo o acórdão do mensalão […]

Responder

“A violência simbólica das palavras do ministro Joaquim Barbosa acendem o aviso de alerta” « Viomundo – O que você não vê na mídia

03 de março de 2013 às 20h06

[…] Eduardo Guimarães: A pressão de Barbosa sobre STF para publicar logo o acórdão do mensalão […]

Responder

Mateus Silva Ferreira

03 de março de 2013 às 16h41

Acreditei no Barbosa até ele admitir que juízes podem aceitar 30% de agrados, ou seja, de Propina.
Se pode haver 30% de corrupção, então pode tudo. E onde fica o herói, o inimigo número 1 dos corruptos?

Responder

    Mário SF Alves

    03 de março de 2013 às 23h39

    Acreditei no Barbosa até comprovar que ele deliberadamente ou não pôs em risco nosso bem mais precioso, a democracia que temos. Ainda que frágil, ainda que mídio-tutelada, ainda que militarmente e autoritariamente formatada, ainda que ainda é a única democracia que temos.
    ________________________________
    Não, elessentíssimos, ninguém há de enxovalhar e tripudiar da Cidadã impunemente.
    __________________________________
    Ulisses, vive!

J.Carlos

03 de março de 2013 às 11h34

O general Barbosa mandou ordem para sua soldadesca andar depressa para acatar a vontade do marechal pig.

Responder

RicardãoCarioca

03 de março de 2013 às 09h54

Não deu para algemar petistas nas eleições anteriores, o PiG agora exige do STF algemas para as próximas eleições. Não quer, exige. Aí o JB tem que correr mesmo. Até porque, vai perder o seu ajudante de ordens pigal Jô Gurgel em Julho… Vai receber dois ministros que, espero, sejam comprometidos com o povo e não com a Casa Grande. No segundo semestre, o reinado do JB vai ser difícil. Tem que aproveitar esses seis meses de poder imperial que lhe resta.

Responder

    Mário SF Alves

    03 de março de 2013 às 23h41

    Haja coluna!

Messias Macedo

03 de março de 2013 às 09h08

LIVRO DO PAULO MOREIRA LEITE SOBRE MENSALÃO DISPARA NO PIG !

Prefácio do PML é do Janio de Freitas. No outro, é do Big Ben de Propriá. Uma coisa é uma coisa
Publicado em 02/03/2013

Para começar o final de semana bem. ‘A Outra Historia do Mensalão’ entrou na lista dos mais vendidos da Veja, na 7ª posição, e na da Folha de S. Paulo, na 4ª.
(…)

LÁ VEM O MATUTO E A HISTÓRIA DA SAPIENTE AVÓ!…

… A obra-prima – e best seller – do conspícuo e intrépido JORNALISTA Paulo Moreira Leite pode ser encontrada também na biblioteca do Supremo Tribunal Federal – mais uma inefável contribuição do ínclito e catedrático MINISTRO Ricardo Lewandovski…

(PANO RÁPIDO limpa sujeiras!…)

“Meu ‘fi’ não há nada ‘mió’ do que o dia que ‘assucede’ ao outro!” Minha saudosa – e sábia – avó.

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Macedo

03 de março de 2013 às 08h33

… O Joaquinzão tem pressa porque tem que entregar a encomenda à DIREITONA; ‘réu confesso’, sabe que, do contrário, o PIG irá enquadrá-lo na pecha de juiz incompetente, arrogante e destemperado… Uma mudança de 180 graus na linha editorial do PIG é algo tão simples quanto ‘o levantar voo de um pássaro: livre e garboso’!…
… A farsa será desconstruída – e, pasme leitor(a), com a colaboração do próprio PIG! É o tal do ‘golpismo cíclico’, a roda não pode parar!…

República da [eterna, nefasta, (impunemente) corrupta, famigerada, MENTEcapta, fascistóide…] OPOSIÇÃO AO BRASIL
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

abolicionista

03 de março de 2013 às 02h41

Um judiciário comprado tem que mostrar eficiência, senão o patrão reclama.

Responder

Saçuober

02 de março de 2013 às 16h51

A arrogância, a vaidade, a malvadeza, a incongruência, a falsidade, a falsa moral afloram neste senhor, só não ver quem enxerga com os olhos do Pig.

Responder

    Julio Silveira

    02 de março de 2013 às 18h53

    Para voce ver como vagueia a percepção de alguns, a pouco tempo atrás para muitos deste lado, quando ele foi dentro de gente que interessava ao grupo, ele foi considerado Inclito.

RONALD

02 de março de 2013 às 16h26

Um ponto de vista do ANDRÉ ARAUJO no blog do NASSIF. Muito interessante:

Barbosa, um processo sub judice e suas opiniões raivosas
Enviado por luisnassif, sab, 02/03/2013 – 15:18
Por Andre Araujo

Não vi comentarios ou post sobre as declarações do Presidente do STF de que os condenados do mensalão deveria ir para a cadeia até Julho. As declarações são chocantes. Um Ministro do STF e muito menos seu Presidente não podem fazer esse tipo de declarações em processos sub judice. Como ele sabe que deverão ser presos até Julho? Se o Acordão sequer foi publicado, se depois da publicação há prazo para recursos e se esses recursos dependem de multiplos fatores, como pode ele unilateralmente estabelecer prazo para execução das penas? Acrescente-se que haverá novos Ministros para julgar os recursos, cuja opinião o Ministro Presidente desconhece. É impossivel estipular prazos fatais e mesmo se fosse ele jamais poderia dar declarações sobre eventos futuros que tramitam no Tribunal, antecipando decisões que não são só dele.

É uma questão de senso politico e juridico, de equilibrio e isenção no tratamento de questões de extrema importancia para o Pais, para que essa declaração? Visa o que? Atendem a que proposito?

O Ministro Presidente do STF não é só Presidente de um Tribunal, ele é tambem o Chefe do Poder Judiciario do Pais, ele simplesmente não pode dar esse tipo de declaração aonde transparece raiva dos condenados e sede de vingança, ainda dizendo que as penas são baixíssimas, o que significa dizer que o Tribunal que ele Preside errou nas penas, quer dizer, ele desmoraliza o proprio Tribunal que lhe cabe defender. Se são baixas as penas, no entender dele, significa dizer que os juizes julgaram mal. Pode um Presidente de Tribunal dizer que o seu Tribunal julga mal?

Juiz, como Diplomata e General, é função que exige um espirito superior que seja dotado de frieza e equilibrio sempre, se alguem for passional deve escolher outra profissão.

Responder

Willian

02 de março de 2013 às 16h20

E as manifestações contra a prisão, cadê?

Responder

maria do carmo

02 de março de 2013 às 15h40

Ministro Joaquim barbosa, deslumbrado ele se acha para que a constituicao? muito bom o comentario da tania maria machado.Para que serve a constituicao? O judiciario o mais respeitado dos poderes caiu em descredito basta verificar os veiculos de comunicacao com relacao ao mensalao todos escrevem meios retiscentes, exceto a globo, veja, folha e estadao.O brasil e grande as atitudes do ministro joaquim barbosa repercutira nocivamente em outros tribunais, com outros juizes e promotores vaidosos .Um julgamento e para se apresentar as partes e julgar com etica para um resultado de bom senso com direito a defesa de acordo com a constituicao, julgar sim mas com direito a DEFESA, nos nao estamos num jogo de vaidades para ver quem ganha custe o que custar sao pessoas nao contenda.Hoje e o mensalao amanha sera um cidadao comum, direito a anulacao de julgamento quando houver violacao da constituacao com cerceamento de defesa .O mensalao do psdb e a privataria tucana o maior assalto a republica nada! silencio! As cpis em sao paulo abafadas e uma vergonha!. ACORDEM! Chega de vaidade queremos justica de acordo com a constituicao.Parabens ao judiciario exercido como verdadeiro SACERDOCIO ficarao na historia.
Confio ainda que havera bons ministros no supremo,, juizes e promotores que ficarao na historia como herois, abrilhantnndo o judiciario tudo sera bem melhor e maior, porque senao sera o caos!

Responder

Urbano

02 de março de 2013 às 12h27

Os patrões exigem mesmo da gerentada…

Responder

trombeta

02 de março de 2013 às 11h36

Segundo a última entrevista de Barbosa o Brasil não está à sua altura pois só tem bandido e as leis são fracas.

Barbosa brindou o país com uma das maiores farsas judiciárias da história ao condenar pessoas sem provas, com base apenas em retórica de teoria manipulada, aliou-se à globo e às oligarquias midiáticas para favorecer os candidatos da direita e simpáticos ao baronato.

Barbosa é a história em repetição, tido como um símbolo dos novos tempos em que negros e pobres teriam as mesmas oportunidades dos brancos de olhos azuis Barobosa ele tratou logo de “pular a cerca” e virar herói da elite medieval tupiniquim.

Responder

Mário SF Alves

02 de março de 2013 às 11h23

O que vimos [e temos visto] recentemente no julgamento da AP 470, realizada pelo STF, mostra claramente que, independentemente da existência ou não de culpa, as “mesmas” forças que agiram no sentido de esfacelar a democracia em 64, são as mesmas que agiram no encadeamento do resultado do citado julgamento.

_____________________________________
Resistir é preciso!

Responder

Marcelo de Matos

02 de março de 2013 às 11h07

Na semana tivemos o caso da sobrinha de Joaquim Barbosa, que era estagiária no Senado e foi demitida, juntamente com uma colega, por postarem no Facebook a foto de um rato encontrado morto na gráfica da instituição e fazerem referências a Renan Calheiros. Como a sobrinha do Joaquim foi trabalhar no Senado e não no Supremo? Seria um caso de nepotismo cruzado? Algum senador, com amigos no Supremo, teria empregado a tal sobrinha e se tornado credor de igual mercê. Quem seria esse amigo? O deputado Miro Teixeira, por exemplo, tem amigos no Supremo. Eu, particularmente, prefiro ter amigos na FIFA, para não dizer logo na máfia, a tê-los no Supremo. Salvo honrosas exceções, é claro.

Responder

marta

02 de março de 2013 às 10h38

Joaquim Barbosa disse:”Infelizmente tenho que cumprir prazos.” Muito estranho uma expressão dessa vir de um juiz. Parece um carniceiro querendo devorar a presa o mais rápido possível. Que horror! Cumprir prazos e leis constitucionais faz parte de qualquer setor de trabalho que procure mostrar seriedade, por mais humilde que seja esse trabalho.Imagina um STF! Estou estupefata.

Responder

José X.

02 de março de 2013 às 09h50

O Barbosa já se aproveitou dessas manobras desonestas no julgamento da AP470.

Se não me engano, bem no finalzinho ele inverteu a ordem de votação para que o Aires Brito pudesse votar contra o Zé Dirceu.

O Barbosa nã está minimamente preocupado com a justiça (assim como algumas outras figurinhas carimbadas do STF), e sim com “entregar o serviço” para a direita golpista brasileira, que tem à frente o PIG e o Millenium, e na rabeira aquele partidinho vagabundo que é o PSDB (que é contra a diminuição da conta de luz e vigia as roupas que a Dilma usa…)

Responder

Fabio Passos

02 de março de 2013 às 09h42

Docil e obediente. joaquim barbosa e “o melhor amigo” da “elite” branca e rica. Pode dormir na varanda da casa-grande.

Responder

Eme Gomez

02 de março de 2013 às 09h34

Já dei conta que juiz se parece muito com político: gosta da mídia, de se expor – ainda que com cara feia (de nascença) – em jornais, revistas, tv’s e internet. Lembro quando o Min. Barbosa atacou o min. tucano Gilmar Mentes, exatamente pela exposição midiática diária enquanto presidente da Corte. Agora, o Barbosão, eleito presidente do STF, passa a agir do mesmo jeitinho que agiu o Gilmar. Adora dar entrevistas, se ver nos jornalões, revistas, tv’s e internet, chegando ao absurdo de indicar prazos para trânsito em julgado de ações… Consultou a mão Diná ou esqueceu de tomar o remédio? Faz tudo com o único propósito midiático. Recomendo a ele a leitura de “O homem medíocre”, do Grande José Ingenieros. Ele, com certeza, vai se ver em vários textos desse notável livro.

Responder

spin

02 de março de 2013 às 07h30 Responder

Roberto Locatelli

02 de março de 2013 às 07h23

A hipocrisia de j batman não tem limites. Montou um tribunal de exceção para linchar José Dirceu e Genoino. Enquanto isso, Azeredo, Aécio e outros envolvidos na Lista de Furnas – que os peritos da Polícia Federal confirmaram que é autêntica – estão livres, leves e soltos.

Responder

Roberto Locatelli

02 de março de 2013 às 07h18

Confirmado! Presidenta Cristina Kirchner propõe projeto que estabelece ELEIÇÃO DIRETA para juízes – http://www.pagina12.com.ar/diario/ultimas/index.html

Brasil está ficando para trás. Governos progressistas da América Latina estão seguindo um caminho de avanço social e o Brasil segue outro, vários graus à direita.

Responder

Gerson Carneiro

02 de março de 2013 às 04h29

Responder

    Mário SF Alves

    04 de março de 2013 às 14h10

    Puro jênio. E que sonhos… pesadelos com o fim dos tempos, talvez fossem melhores.

    ___________________________________

    Boi… boi… boi da cara preta, pega o jbatman que faz o jogo da direita.

ricardo silveira

01 de março de 2013 às 23h40

Fico com o pé atrás com essa juizada, depois de tudo que aconteceu no julgamento do “mentirão” e a história de como o Fux checou ao STF, fica difícil esperar mudança, mas, como o STF não tem só os joaquim Barbosa da vida, tem, também, Lewandowski, vamos aguardar, parece que nem tudo está perdido.

Responder

Isidoro Guedes

01 de março de 2013 às 23h08

O afã de ver os petistas José Dirceu e José Genoíno logo presos (para com isso agradar a mídia direitista, reacionária e sanguinária) é maior que tudo. Bom seria se essa mesma “eficiência” e “agilidade” fosse estendida para o julgamento do “mensalão” (do PSDB) mineiro. Mas como isso não interessa ao Torquemada Barbosa e muito menos a mídia reaça deixa tudo como está mesmo né? E deixemos também os mais incautos continuem achando que o Brasil mudou…

Responder

FrancoAtirador

01 de março de 2013 às 22h36

.
.
Nos dois julgamentos de relevância nacional ocorridos mais recentemente no STF,

Teori Zavascki demonstrou total independência, imparcialidade e saber jurídico.

Tanto no julgamento da ADI 4167, relativa ao Piso Nacional dos Professores,

quanto no do MS 31816, sobre a apreciação do veto ao projeto de lei dos royalties,

Zavascki não foi na conversa fiada de Barbosa, nem no blá-blá-blá de Fux.

Em ambos, abriu divergência, contra os votos de cada relator, e foi o voto vencedor.

Deve-se, porém, aguardar se conseguirá resistir ao assédio moral da Mídia Bandida.
.
.
Por outro lado, é improvável que Celso de Mello requeira aposentadoria

antes do julgamento definitivo da AP 470, mas somente após a apreciação dos recursos.
.
.
Parece que a pressa do Joaquim é sim para evitar a nomeação do substituto de Ayres.
.
.

Responder

    João Vargas

    02 de março de 2013 às 11h28

    E o Barbosão mais uma vez decepcionou. No julgamento do MS 31816 se perfilou aos votos dos ministros mais reacionários do STF: Fux, Celso de Mello e Marco Aurélio. Tomaram de 6×4. Gilmar foi bem.

MTHEREZA

01 de março de 2013 às 21h57

o noticiário está embarcando na onda do jb ou jb está embarcando na onda do noticiário? Dúvida mais do que razoável, tendo em vista a relação mais do que incestuosa entre esses 2 entes.
seja qual for a resposta, o judiciário enlameia-se cada vez mais. e jb podia ficar de bico fechado, ao invés de prestar contas a seus patrões, de cada passo que dá.

Responder

Julio Silveira

01 de março de 2013 às 21h54

Apesar da antipatia pela posição, que alguns convenientemente prefeririam que fosse protelada ad eternum, ele não faz mais que seu papel como Presidente da Instituição STF.
Alias coisa que não estamos acostumados, agilidade nos ritos, coisa que gostariamos de ver implementada, desde que começasse pelos meus inimigos ou adversários.

Responder

    FrancoAtirador

    02 de março de 2013 às 11h09

    .
    .
    Entrementes, enquanto se apressa o Pré-julgamento do Millenium:

    425 MIL AÇÕES QUE DEPENDEM DO STF ESTÃO PARADAS

    Um levantamento do Supremo Tribunal Federal mostra que mais de 425 mil processos judiciais estão parados em 14 tribunais do país à espera de decisões da Suprema Corte.

    Em seu discurso de posse como presidente do STF, no dia 1º de fevereiro, o ministro Joaquim Barbosa disse que mais de 500 mil processos estavam parados em outras instâncias, em razão do trâmite de Recursos Extraordinários com repercussão geral já reconhecida.

    Revista Consultor Jurídico, 17 de fevereiro de 2013
    .
    .

    Julio Silveira

    02 de março de 2013 às 14h55

    Sou leigo, mas acredito que quem determina prioridades no supremo é o seu presidente. Se queremos que os ritos e preferências corram conforme nossos interesses, das duas uma, ou estudamos direito e nos habilitemos juridica e politicamente para ser Juiz, Promotor, ou qualquer outra atividade que possa nos levar ao posto máximo da magistratura. Ou como já disse em outros momentos votemos direito para que nossos representantes não coloquem nos postos, para nós, importantes pessoas que pensem ou ajam de forma diversa da que, entendo, nos prejudica.

    Julio Silveira

    02 de março de 2013 às 15h07

    continuando: No Brasil parece que o resultado de nossos erros podem ser consertados com o choro livre, vivemos uma especie de burrice continuada. No aspecto politico votamos mal e os nossos chamados representantes que deviam ter estatura para representar o povo, com capacidade e discernimento para suprir suas deficiências fazem o que? Não se qualificam para a atividade que é importantissima para qualquer país. O que vemos, por conseguinte, gente despraparada que saberá contar com os amigos no choro diante das adversidades pelos próprios criada. É a cara da cultura brasileira. E tem gente que morre de pena desses irresponsáveis, mesmo a vitima primeira sendo o próprio.

lulipe

01 de março de 2013 às 21h54

“…Sonho meu, sonho meu, vai buscar quem mora longe, sonho meu…”

Responder

    Maria Amélia Martins Branco

    02 de março de 2013 às 10h10

    Ao TUCANO DERROTADO Lulipe, as máscaras do Joaquinzão que seriam usadas no carnaval ficaram encalhadas isso mostra que o Batman não tá com essa bola toda, recomendo ao Tucano Lulipe passar a usá-la todos os dias,esse Tucano vomita toda a sua inveja no C AF e aqui, volta pro chiqueiro Tucano e pro tia Reinaldete.

    lulipe

    02 de março de 2013 às 16h25

    Não precisa ficar nervosa, cara Maria, quem sabe você não tem a chance de fazer uma visitinha ao Zé Dirceu na cadeia.

    paulo roberto

    02 de março de 2013 às 15h56

    O sonho do lulipe também deve ser aparecer na capa da Veja…

tania maria machado

01 de março de 2013 às 21h27

AMANHÃ PODE SER UM DE NÓS, JULGADO E CONDENADO SEM PROVAS.EU PENSO, POIS JÁ DEU SABER TANTAS IRREGULARIDADES NA JUSTIÇA, NÃO TER EXPLICAÇÕES PORQUE O PSDB CONTINUA IMUNE A QUALQUER JULGAMENTO, ELES CONTINUAM APRONTANDO E NADA É FEITO.A QUEM RECORRER, NÃO HÁ UM ÓRGAO INTERNACIONAL ISENTO E HONESTO

Responder

Santi

01 de março de 2013 às 21h24

O LINXAMENTO do Mensalão não acaba tão cedo e vai supreender muita gente.

Responder

VIÇOSO

01 de março de 2013 às 20h40

Quando a “PRIVATARIA TUCANA”, a LISTA DE FURNAS e o mensalão do PSDB entrarão na pauta para julgamento pelo STF?.

Responder

marcosomag

01 de março de 2013 às 20h32

A Dilma deve deixar de vacilar (como o Lula fez, diga-se) e nomear logo o Fausto De Sanctis e a Juíza Kenarik para o STF. Senão, vai ter que engolir outro Ministro capturado pela mídia.

Responder

Bonifa

01 de março de 2013 às 19h58

O mensalão passou e seria melhor que os atores de acusação se conformassem agora com essa passagem. Tudo passa e cada vez mais rapidamente. A atual Mídia, por exemplo, passará muito mais rapidamente que qualquer um de nós pode supor. Se o caso for para as eleições, com tempo de TV para a defesa, com a Mídia sem poder para se manifestar escancaradamente, os juízes mensaleiros irão aparecer em todas as suas verdadeiras dimensões. Para eles não haverá escapatória nem perdão histórico.

Responder

    João Paulo Ferreira de Assis

    03 de março de 2013 às 12h08

    O mais incrível de tudo é que o governador petista da Bahia quer colocar mais um procurador no STF, para seguir o Joaquim Barbosa.

Vlad

01 de março de 2013 às 19h54

Acho um absurdo isso de publicar logo o acórdão.
Deveriam retardar…retardar!

Responder

    paulo roberto

    02 de março de 2013 às 16h17

    Isso, Vlad. Retardar até 2014, um pouco antes das eleições.

spin

01 de março de 2013 às 18h45

Núcelo político,.. ah sim, lembrei, houve o tal fatiamento, algo inédito no Brasil como inédito foi todo esse julgamento levado a cabo pelo Tribunal de Exceção Midiático. Barbosa continua insistindo que o Legislativo vote os demais vetos restantes pela ordem, e será que o STF vai obedecer tmbm uma fila para julgar os acórdaos engavetados e que são milhares

Responder

zepovinho

01 de março de 2013 às 18h36

ESpancador de mulher!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

    Panambi

    02 de março de 2013 às 00h09

    O ato mais relevante do Torquemada, que o PIG esconde…

    Admar

    02 de março de 2013 às 16h47

    mas quando ele JB o Batman brasileiro não agradar mais a midia golpista, o assunto do espacamento da esposa vai pras ruas é só aguardar e rir!!!

Francisco

01 de março de 2013 às 18h19

Assisti um filme sobre o velho oeste que era assim também: o julgamento correndo e forca sendo construída…

Era um filme sobre o juiz Roy Bean.

Roy Bean, procurem saber quem foi esse inpoluto jurista…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding