VIOMUNDO

Diário da Resistência


“Vivo cobra serviço que não contratei, um assalto à mão armada”
Denúncias

“Vivo cobra serviço que não contratei, um assalto à mão armada”


26/01/2014 - 20h37

por Conceição Lemes

A professora Emico Okuno, do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP), é uma das maiores autoridades brasileiras em física médica. Leia-se: efeitos biológicos das radiações nos seres humanos e proteção radiológica.

Ela tem um celular pré-pago da Vivo e quase não o utiliza para internet. A partir do início de dezembro do ano passado, começou a receber no seu aparelho — todas as noites — esta mensagem:

Vivo internet: você tem 15MB até 23:59h de hoje e foi descontado R$0,99 do seu saldo. Ao acabar a franquia, a velocidade será reduzida.

A professora Emico denunciou a Vivo à Agência Nacional de Telecomunicações – a Anatel:

Isso é um assalto à mão armada, pois nunca contratei esse item. E a coisa mais difícil é fazer reclamação na vivo. Já gastei muitas horas tentando resolver essa questão. Tenho inúmeros números de protocolo e alguns deles são:

20141435588433

20141418614796

20141418614796

Com esses números tentei falar com a ouvidoria da Vivo. Mas depois de vários minutos ouvindo musiquinha irritante, aparece uma voz dizendo: a Vivo agradece a ligação e desliga. Não há como resolver esse problema e por isso estou solicitando encarecidamente a ANATEL a solução para esse problema que não é só meu,  mas talvez de um milhão de brasileiros. É uma corrupção em altíssimo nível, enriquecendo ilicitamente, roubando, talvez até mais de um milhão de reais por dia. Socorro! Socorro! Por favor.

 A Anatel tem 90 dias para responder.

Em entrevista a esta repórter, a professora Emico reafirmou a denúncia.

“É muita safadeza, cobrar por um serviço que não contratei”, protesta. “O tempo perdido para resolver essa questão é pior do que o valor descontado.”

“Em um mês são descontados quase R$30,00 de cada pessoa. Já pensou se a Vivo envia mensagem desse tipo para 1 milhão de pessoas por dia?”, indigna-se. “É R$ 1 milhão que ela embolsa sem fazer nada.”

Apresentamos a denúncia da professora à Vivo e perguntamos:

1. Que serviço é esse?

2. Como a Vivo desconta o valor citado sem que a pessoa tenha aderido ao plano?

3. O que a Vivo tem a dizer sobre: “depois de vários minutos ouvindo musiquinha irritante, aparece uma voz dizendo: a Vivo agradece a ligação e desliga.” ? Eu mesma, Conceição Lemes, já fui vítima disso várias vezes.

A Vivo, via sua assessoria de imprensa, respondeu ao Viomundo.

A  Telefônica Vivo  informa que o caso pontual mencionado pela Sra. Emico Okuno já foi regularizado. O serviço foi desabilitado e a cliente recebeu crédito em saldo de recarga,  em sua linha, validos por 90 dias. A empresa, que entrou em contato com a cliente para esclarecer as providências adotadas, lamenta  e pede desculpas pelos transtornos causados.

A Telefônica Vivo mantém à disposição de seus clientes suas Centrais de Atendimento por meio do *8486 (ligações por celular) ou1058  (ligações do fixo para informações da linha móvel ou do fixa)  e 10315 para clientes da telefonia fixa São Paulo. A ligação é gratuita. Este serviço funciona 24 horas nos sete dias da semana. Além do site: www.vivo.com.br (Fixo São Paulo  e  Móvel).

Imediatamente  após questionarmos a Vivo, a professora Emico recebeu duas ligações da empresa. Foram na quinta-feira da semana retrasada, 16 de janeiro. Pediram desculpas e informaram que iriam devolver os R$ 32 cobrados indevidamente mais R$ 18 de bônus. Um “prêmio de consolação”.

“No segundo telefonema, eu disse que não era erro, mas, sim, que a Vivo havia feito um programa para enviar mensagem todos os dias na mesma hora – 23h59 — e cobrar e que a empresa estava fazendo a mesma coisa com muita gente”, conta-nos Emico. “Disse-lhe, ainda, que ela era funcionária de uma empresa que é capaz de lesar o público, logo, provavelmente, ela está também sendo lesada.”

A Vivo tergiversou. Não respondeu às questões do Viomundo.

Focou no caso da professora da USP, alegando ser “pontual”.

Será que Emico é tão especial que a Vivo criou-lhe um “programa de fidelidade” para toda noite, na mesma hora, contatá-la e tungá-la em R$0,99 por dia?

Resposta esfarrapada. É zombar da inteligência alheia.

E como ficam os demais clientes que estão sendo lesados e não perceberam? Ou perceberam, mas não conseguiram resolver o problema? A Vivo vai devolver a todos o dinheiro já cobrado?

“Isso é enriquecimento ilícito”, avalia Emico Okuno. “É pior que pessoas corruptas, pois deve estar se apropriando indevidamente, todos os dias, de milhões de reais de pessoas que têm um celular.”

Em tempo. Na última quinta-feira 23, Emico mal chegou em casa, no início da noite, o telefone fixo tocou. Era da Vivo. A funcionária disse que a empresa iria devolver R$ 70.

Por que a Vivo aumentou a devolução de R$ 50 (R$32 de cobrança indevida +e R$ 18 de “consolação”) para R$ 70?

Informou antes o valor errado? Ou imaginava que com uns trocados a mais iria sensibilizar a professora a retirar a  reclamação à Anatel?

Acompanho o trabalho da professora Emico há quase 30 anos. E posso garantir que bateram na porta errada. Que o digam, por exemplo, os dentistas que desprezavam  o uso do colar de chumbo no pescoço para proteger a tireoide da radiação nas radiografias da boca. Emico insistiu tanto com os colegas da Odontologia da USP, que hoje os professores orientam seus alunos sobre essa medida preventiva.

“Se não fossem vocês terem levado adiante a denúncia, a minha situação não estaria resolvida. Não foi a Vivo que resolveu. Foram vocês”, arremata a professora. ” Em nome dos demais cidadãos e cidadãs que estão enfrentando o mesmo problema — só entre amigos e familiares já descobri três casos! — ,mantenho a denúncia à Anatel.”

Esta reportagem foi financiada exclusivamente pelos leitores do Viomundo. Se você quer ler outras matérias como esta, clique aqui e assine. Muito obrigado aos assinantes por compartilharem jornalismo independente.

Leia também:

Globo publica as mentiras da ditadura; 40 anos depois, sofre “amnésia”

Valente: “Existem segredos gravíssimos que a República precisa saber”





106 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Juliano

10 de outubro de 2017 às 16h16

Olha, eu não quero menosprezar o nível intelectual dessa senhora, mas vamos admitir que pessoas da idade dela também enfrentam essas inconveniências com tecnologia e tentam culpar os outros.

Quanto a essa afirmação de que a Vivo é corrupta e rouba de seus clientes, quando uma linha não tem habilitado um plano de internet semanal ou mensal de renovação automática, a Vivo debita esse valor quando ocorre a primeira conexão no dia. Se a conexão ocorre todo dia, sempre haverá débito.

Mas a cliente ali disse que não havia usado a internet. Como explicar?

Na geração dos smartphones, existe a tecnologia que chamamos de “Dados Móveis”, que podem se tratar da rede 2G, 3G ou 4G. Quando habilitados, sobretudo se os dados de segundo plano também estiverem, os aplicativos se conectam à rede. Geralmente o consumo é bem baixo, sendo de poucos kilobytes.

Antigamente era pior. Quando se fazia uso dos dados móveis, a Vivo cobrava por MB consumido, o que acabava com o saldo em menos de um dia.

O curioso é que em todos os casos os clientes não sabem disso e não sabem o que fazer. Não sabem que deve-se desabilitar os dados móveis e entrar em contato com a operadora para solicitar o cancelamento e a devolução do saldo.

Eu mesmo tive um problema parecido. No meu caso, um valor de R$2,99 era descontado todo mês e eu não sabia porque não recebia mensagem alguma informando sobre isso. Então liguei na Vivo relatando o caso. A surpresa mesmo veio quando a atendente anunciou que estava fazendo a devolução dos valores cobrados. Tive de volta cerca de R$20.

Responder

Gilberto Rodrigo

25 de maio de 2017 às 18h38

A VIVO esta me cobrando por um plano do qual eu não fiz e nem autorizei fazer, não vou pagar por uma coisa da qual não autorizei….

Responder

marcos vinicíus

19 de maio de 2017 às 07h29

Eu coloquei $10,00 e quando eu fui olhar só tinha $0,32 centavos eu quero que volte os dez

Responder

Bianca

17 de setembro de 2016 às 17h26

Isto msm eles colocam serviços em nossa linha… simplesmente some nosso crédito aí eles dizem q contratamos qualquer tal serviço, pedi bloqueio de mensagem promocional…a um mês e como veio serviço pra contratar..liguei pra lá pedi uma solução.. simplesmente eu ouvi de um atendente q a solução seria eu jogar o chip fora…por q eu só poderia abrir reclamação após 90 dias e reembolsos sendo q o erro foi deles..então dentro de 90 dias jamais poderei colocar crédito por literalmente estarei. Mercê da VIVO..assim como todos os clientes!!!#fabricaddinheiro#

Responder

Maicon

30 de junho de 2016 às 14h55

Recarreguei 20 de crédito no meu celular e já tem 24 horas pq meus crédito não entrou?

Responder

Michel

07 de março de 2015 às 12h26

É cada uma. Devolve o celular na loja e pede um bip já que pelo visto não sabe nem desabilitar o 3g do celular. A empresa ainda faz muito em mandar um sms avisando para o cliente lesado que ele está gastando dinheiro. Todas as operadoras tem plano de dados diário que é descontado assim que se usa a rede, então mão reclame se não sabe manusear o seu smartphone

Responder

    Marcos Renato de Abreu

    07 de maio de 2015 às 15h49

    Você está enganado Michel. Existe um problema com Chip 4G e Aparelho 4G. Mesmo você desmarcando o uso de dados ele continua a cobrar o acesso a internet, mesmo não tendo usado nem um bit sequer. Para resolver tem que colocar a rede 3G como uso preferencial, senão continuará cobrando. Mas o certo seria a operadora cobrar apenas quando tiver o uso real em Kb ou Mb e não apenas o pulso de ter tentado ou não uma conexão. Espero ter esclarecido.

apolo henrique

23 de fevereiro de 2015 às 21h10

está aconteçendo a mesma coisa com migo. sempre que coloco créditos no meu telefone sem ter assinado nenhum pacote de internet e a vivo come meus créditoos todos e me deixa com 1 dia ne internet eu vou ligar para anatel……….

Responder

kelma

21 de janeiro de 2015 às 19h05

um absurdo chegou na minha casa três contas da vivo , uma no valor de R$ 605,67 com uma data de vencimento ,outra no mesmo valor com outra data de vencimento sem passar nem um mês de uma pra outra e chegou recentemente uma outra no valor atual do meu plano referente ao mês 12/2014 no valor de R$ 43,07 paguei pois esta esta no meu plano smartvivo controle 250mb , mais dias depois chegou outra no valor R$341,90 me cobrando pelo meu plano normal e mais R$ 300,00 de internet sem eu ter feito qualquer plano neste valor um absurdo isso é um assalto , não pagarei e procurarei meus direitos ,pois jamais faria planos que não cabe no meu orçamento ,achei que estava sendo ótimo esse plano que a um ano tenho , quando me deparo com uma situação desagradável dessa. vou até as ultimas consequências ,sempre fui corretas com minhas contas e não permitirei de forma alguma uma operado com milhões meter a mão no bolso sem eu nem ao menos ,fazer uso do que me cobram. busco informações e falaram que não consta na minha fatura , tenho o protocolo anotados e continua vindo contas ,sem falar que muitas vezes nem consigo falar com atendente passo muitos minutos na linha ouvindo aquela musiquinha irritante , que dá mais raiva pela falta de respeito com os clientes

Responder

kelma

21 de janeiro de 2015 às 17h55

um absurdo chegou na minha casa três contas da vivo , uma no valor de R$ 605,67 com uma data de vencimento ,outra no mesmo valor com outra data de vencimento sem passar nem um mês de uma pra outra e chegou recentemente uma outra no valor atual do meu plano referente ao mês 12/2014 no valor de R$ 43,07 paguei pois esta esta no meu plano smartvivo controle 250mb , mais dias depois chegou outra no valor R$341,90 me cobrando pelo meu plano normal e mais R$ 300,00 de internet sem eu ter feito qualquer plano neste valor um absurdo isso é um assalto , não pagarei e procurarei meus direitos ,pois jamais faria planos que não cabe no meu orçamento ,achei que estava sendo ótimo esse plano que a um ano tenho , quando me deparo com uma situação desagradável dessa. vou até as ultimas consequências ,sempre fui corretas com minhas contas e não permitirei de forma alguma uma operado com milhões meter a mão no bolso sem eu nem ao menos ,fazer uso do que me cobram.busco informações e falaram que não consta na minha fatura , tenho o protocolo anotados e continua vindo contas ,sem falar que muitas vezes nem consigo falar com atendente passo muitos minutos na linha ouvindo aquela musiquinha irritante , que dá mais raiva pela falta de respeito com os clientes.

Responder

kelma

21 de janeiro de 2015 às 17h27

um absurdo chegou na minha casa três contas da vivo , uma no valor de R$ 605,67 com uma data de vencimento ,outra no mesmo valor com outra data de vencimento sem passar nem um mês de uma pra outra e chegou recentemente uma outra no valor atual do meu plano referente ao mês 12/2014 no valor de R$ 43,07 paguei pois esta esta no meu plano smartvivo controle 250mb , mais dias depois chegou outra no valor R$341,90 me cobrando pelo meu plano normal e mais R$ 300,00 de internet sem eu ter feito qualquer plano neste valor um absurdo isso é um assalto , não pagarei e procurarei meus direitos ,pois jamais faria planos que não cabe no meu orçamento ,achei que estava sendo ótimo esse plano que a um ano tenho , quando me deparo com uma situação desagradavél dessa. vou até as ultimas consequências ,sempre fui corretas com minhas contas e não permitirei de forma alguma uma operado com milhões meter a mão no bolso sem eu nem ao menos ,fazer uso do que me cobram.

Responder

Camila

20 de janeiro de 2015 às 12h41

Acabei de passar pelo mesmo problema. Vem essa mensagem igualzinha pra mim. Cadê o meu direito de escolher o que eu quero ou preciso consumir?
Perdi um tempão pra tentar resolver.

Responder

Emílio Dario

08 de janeiro de 2015 às 12h12

Eu também, começou há 3 dias quando me conectei a internet do Shopping em Ribeirão Preto

Responder

Ronaldo Mello

14 de dezembro de 2014 às 19h07

No meu caso até agora a anatel não se posicionou , entro com umprocesso com ela também

Responder

Ronaldo Mello

14 de dezembro de 2014 às 19h05

A VIVO não me prestou serviço até porque cancelou a minha , me cobrou é claro que não paguei . Como uma empresa deste porte pode fazer isso com uma pessoa fisca, colocando até meu nome no SPC . UMA VERDADEIRA CANALHICE

Responder

vallsants

09 de dezembro de 2014 às 21h40

Bem acabei de ser roubada na cara dura pela vivo!!!
Liguei para la e informei que meus créditos estavam sumindo… isso estava ocorrendo desdo mês passado, foi quando eu notei. Me devolveram apenas os descontos do dia e o do mês passado não.
Emfim no final não me passaram número do protocolo! que segundo a operadora (Bruna) iriam me mandar via sms apos a chamada terminada.

Responder

luisa costa

01 de dezembro de 2014 às 13h40

Vivo cobra interatividade que não contratei, liguei para reclamar me manda enviar uma mensagem para os número 2015 quando envio vem a mensagem falhou. Será que tenho de ir até ó procom

Responder

Ronaldo

19 de novembro de 2014 às 17h33

O smartphone conecta sozinho para checar email ou qualquer atualização; cobra-se R$0,99/dia(qualquer operadora, valores tabelados) sem que você tenha aceito essa mudança na regra na cobrança.

Quero contratar 1MB/mês, ou ser cobrado pelo kbyte consumido, como era antes!

Ainda mais em um plano pré-pago! Que se caracteriza pelo uso do que você já pagou, onde não deveria haver prazo de validade ou cobrança periódica; isso chama-se pós-pago.

É tudo na base da sacanagem, sorrateiros, e com aval do governo(qualquer partido, são todos iguais).

Tudo muda para ficar igual; esse país não tem jeito! Desde a colonização, capitanias hereditárias… Quem tem poder no Brasil são as famílias que controlam a comunicação em massa(imprensa), os partidos políticos são meras empresas de fachada para lavagem de dinheiro.

Querem mudança? Enforquem em praça pública os patriarcas e dizimem as famílias: Abravanel, Civita, Bloch, Frias, Levy, Marinho, Mesquita, Nascimento Brito e Saad.

E depois também, não necessariamente, mas só p/ garantir; cortem a cabeça do reizinho da política, o sr. Lula. Só para servir de exemplo.

É assim que se muda o Brasil(receita).

PS: tem um comentário aí dizendo que a telefonia móvel na Espanha ou Itália é ruim, eu duvido; e mesmo se for de má qualidade não custa o absurdo que se cobra no Brasil. Onde celular não funciona em estrada! Ande sempre com um kit de sobrevivência quando viajar; se seu carro quebrar não terá como pedir socorro!

Responder

João Batista Leal

31 de outubro de 2014 às 16h42

Olá pessoal,
estou com o mesmo problema que começou no ano passado, recebo a mensagem descontando R$0,99 sem ter pedido ou autorizado esse serviço, recebo essa mensagem à noite, 05:30 da manhã enquanto dormia, quando o celular estava sobre a mesa sem ser usado, etc. já liguei inúmeras vezes (cada ligação dura no mínimo de 30 a 40 minutos), briguei, xinguei, e ninguém consegue bloquear esse maldito desconto. voltei à agência na Savassi – BH e não resolveram, indicaram a Ouvidoria da VIVO que me disse por telefone que foi resolvido o problema e acreditem: continua sendo descontado sem que tenha usado internet. Não recebi nenhuma devolução e agora vou procurar a Justiça para resolver de outra maneira e depois me livrar dessa operadora de operadora.
As autoridades deveriam abrir uma CPI para descobrir como funciona essa máquina de ganhar dinheiro.
Vamos todos à Justiça cobrar nossos direitos!

João Batista

Responder

Edson

23 de outubro de 2014 às 11h53

é a verdadeira ladra!!!

Responder

Edson

23 de outubro de 2014 às 11h53

É A OI a VERDADEIRA LADRONA!!!

Responder

Edson

23 de outubro de 2014 às 11h51

Depois de muitas contas que estavamos recebendo endividamente para vários lugares me cobrando ligações que eu nuca teria feito reclamei por várias vezes ele mandavam sempre desconciderar a conta atual que mandaria outra e nunca mandaram a cobrar o preço certo procurei mim inzentar pagando taxas para ligações interubanas e de longas ditancias mesmo assim não adiantava nada as prestadoras de serviço ficavam passando a ligação de uma para outra e não resolvia nada depois de mais 40 anos resolvi mandar bloquear minha linha para não ter mas aborrecimento e não ser roubado!!!Iso e uma fauta de vergonha na cara!!!tenho as contas para comprovar.

Responder

Ana Paula

20 de outubro de 2014 às 21h02

Boa noite estou com um problema com a vivo a 10 dias, pois meu telefone está mudo, não faço e nem recebo ligações. Já devo ter bem uns 100 números de protocolos e até agora ninguém conseguiu resolver meu problema. Será que alguém consegue me ajudar a resolver este caso, pois não aguento mais esta situação. Todos os dias ligo e eles dizem que vão encaminhar um técnico com urgência, mas esse dia nunca chega.

Responder

Eudy

10 de outubro de 2014 às 12h01

Cara…eu usava esse plano de um real por dia…achava ate bom pois a internet era otima o dia inteiro…assistia videos….baixava aplicativos…tudo uma bleza e bem rapido…mais depois virou uma porcaria a intenet so funciona duas vezes…aquela hora que diz “vc se conectou a internet”… e depois aquela outra “vc atingiu os 15 mb da sua franquia” e acabou ja era internet….nao sei nem como to conseguindo enviar esse e-mail da vontade de quebrar tudo….

Responder

Daniel Lima

11 de setembro de 2014 às 22h34

Eu recarreguei 5 Reais na vivo e tou usando a internet diaria, 0,99 centavos por dia, esse e meu primeiro dia. A vivo roubou a minha recarga quase toda me deixou so com R$ 1,26. Vivo ladrona!!!

Responder

    Edmilson

    27 de outubro de 2014 às 17h25

    Estou sempre recebendo um msn da vivo me informando que conectei a internet e estão me descontando R$ 0,99 por dia. Nunca usei internet da vivo pois meu celular é antigo e não tenho acesso a nada disso. Já fui roubado várias vezes pela vivo. Também durante 3 meses eles me descontaram R$6,90 por semana. quando percebi eu não tinha mais nenhum crédito, ou seja, me roubaram quase R$ 90,00 e até o momento não me restituiram.

Juvenal

07 de agosto de 2014 às 14h13

A Anatel é conivente, bem como nosso judiciário. Lento e convenientemente escondido atrás de pilhas de processos, pune com sentenças ridículas essas empresas.

Responder

    Selene

    29 de agosto de 2014 às 21h30

    Pessoal, a TIM lançou um novo golpe para suprimir créditos por serviços não contratados de venda de jogos e o que eles chamam de interatividade.
    No dia 23/08/14, recebi a mensagem por SMS:”BSP: você comprou 2000 moedas! (R$4,00 + tributos)”. E foram tarifados R$5,60 no ato!
    Eu não jogo no aparelho de telefone, nunca joguei e nunca baixei ou comprei jogos!!!
    Além disto, mesmo meu smartphone estando com a rede de dados móveis desativada e eu nunca ter acessado a Internet por ele, foram debitados acessos à Internet por dias consecutivos!!!
    Fui vítima deste golpe e só consegui que a TIM parasse o processo após recorrer à Anatel que, por sua vez, se contenta em saber que a TIM me reembolsou dos débitos indevidos. Mas se omitiu qdo eu disse que este mesmo procedimento de cobrança por serviços não contratados deve ocorrer com outros clientes e que alguém está se beneficiando ilicitamente. Eu disse à Anatel que, como cidadã brasileira, que acredito na transparência das informações, gostaria de saber como eles irão impedir este golpe e quando a população terá notícias sobre quem é que está se apropriando deste dinheiro. Afinal, [R$ 5,60 (da tal interatividade não solicitada) + 4 dias de Internet (que nunca foi acessada) a R$ 0,60 por cliente] x 100000 celulares (supondo que o golpe seja aplicado para cada 100.000 clientes da TIM) = R$ 800000!!!
    E quem estará ganhando em cima desta venda ilícita de jogos não existentes e não solicitados?

    Hegiberto

    21 de novembro de 2014 às 10h18

    Sugestão Juvenal,

    Tive alguns problemas no passado contra a claro e somente foi resolvido depois de entrar em contato diretamente com a ouvidoria da anatel.

    att

Richard

06 de agosto de 2014 às 11h17

Infelizmente são todas as operadoras que realizam este GANHO ilícito diariamente sou cobrado 0,75 centavos da operadora OI e procuro cancelar e não encontro meio, pois os dados móveis estão desligados, só uso o wifi de casa, ou seja vou pagar duas tarifas?, outra maneira que estas operadoras ganham dinheiro é com as mensagens que enviam para ganhar CASAS, CARROS, Aprender linguas,, pois imagino que muitas pessoas contratam sem saber e depois para sair deste “roubo” eles já tiraram um bom dinheiro de cada cliente.

Responder

Paulo

09 de julho de 2014 às 02h23

Eu estou procurando um serviço de internet que seja adequado a idiotas, já que pouco entendo disto tudo e só assisto a reclamações, por favor contate-me com bons preços e serviços. Pode ser banda larga, wi fi, latinha de ervilhas com cordão…

Responder

cristiano

18 de junho de 2014 às 12h30

Gostaria de mostrar minha indignaçao contra a op.vivo ja se passaram 5 meses que toda semana me descontam 2,99 de uma tal de interatividade q jamais contratei! Dai vc liga pro tal do *8486 fica mais de 30 minutos esperando e o atendente tem a cara de pau de dizer q vc contratou o serviço!por favor ne op.vivo isso ate onde eu sei e apropriaçao indebita,subtraçao e outras coisitas mas.

Responder

Cristiano

18 de abril de 2014 às 12h11

Olha, francamente desde que adquiri o chip da vivo e isso faz mais ou menos 1 mês me foi descontado (TODOS OS DIAS) sem meu consentimento e garanto que sem meu uso de internet esses tais de R$0,99 sendo descontados dizendo que tenho 15mb,VERGONHA pois em meu aparelho está DESATIVADO a conta de dados, e sendo que não solicitei nem autorizei qualquer tipo de pacote promocional, questionei o operador e o mesmo disse que constava que eu havia utilizado a internet e que poderia me restituir somente o desconto do dia, AÍ PEGUEI A MALDADE DA SITUAÇÃO,perguntei como pode me restituir o do dia e os outros não, ELE NÃO SOUBE ME RESPONDER, bom e com o andamento da conversa eu já um pouco nervoso com a falta de preparo dele para sanar minhas dúvidas mas sem insultá-lo pois o mesmo não tem culpa, me respondeu bem seco e sarcástico e disse ” Consta que você usou, e fazer o que é assim mesmo”. Liguei no dia 15(estavam sem sistema e me pediu pra ligar no dia seguinte alegou a atendente, mas porém disse que mesmo assim havia feito o registro e que seria restituído os descontos, pensei nossa deve ter feito o registro do atendimento no lembretinho e colado no monitor pois estava sem sistema né, mas ainda fiquei contente pois erros podem acontecer mas não foi assim, e dia 17/04/14 foi esse mencionado acima, HÁááá ia me esquecendo hoje é dia 18/04/14 e ainda estão DESCONTANDO OS TAIS R$0,99 nem pra bloquear este serviço o fizeram, aí você me pergunta porque não troca de operadora… SÓ ESTOU ESPERANDO ACABAR OS CRÉDiTOS. Parabéns VIVO pela sua Política com o Cliente, vocês são feras hein…
OPERADORA VIVO NÃO RECOMENDO POVO BRASILEIRO.

Responder

    Cristiano

    19 de abril de 2014 às 23h54

    Reclamação feita também via Anatel, não deixe de fazer valer seus direitos.
    Cristiano

dario

08 de abril de 2014 às 10h01

A ANATEL É CONIVENTE, OU MELHOR, AS PESSOAS QUE TRABALHAM LÁ E SABEM DO ESQUEMA MAS NÃO DENUNCIAM POIS RECEBEM ALGUM BENEFÍCIO. ABSURDO….

Responder

Antonio Marques

01 de abril de 2014 às 07h34

O PIOR LADRÃO É AQUELE QUE METE A MÃO GRANDE NO BOLSO DA GENTE E TEM A CONIVÊNCIA DO GOVERNO!!!

Responder

Christianne

31 de março de 2014 às 12h20

Comigo acontece o mesmo, sendo que nunca fiz uso de internet no meu celular.

Responder

Tiago

27 de fevereiro de 2014 às 10h09

Comigo tb está ocorrendo essa palhaçada da internet de 1 real. O pior: coloquei 20 reais e me cadastrei no plano de internet mensal por 9,90. Descontaram na hora os 9,90 e menos de uma hora depois, com uso minimo de dados, chegou msg igual a da professora. O pior é a dor de cabeça e paciência para resolver.

Responder

Jicxjo

29 de janeiro de 2014 às 13h17

– Outro exemplo de apropriação indébita pelas teles ocorre com o serviço de backup de agenda de contatos do chip nos servidores, que é ativado sem aviso específico. O TIM Agenda, por exemplo, apenas apresenta uma mensagem ambígua na tela do celular dizendo que “Os contatos estão prontos para sincronização. Deseja sincronizar agora? SIM / NÃO”. Selecione sim e vários reais serão descontados do seu crédito. Um serviço, diga-se de passagem, banal, que consome recursos insignificantes de tráfego e armazenamento da operadora, sendo cobrado a peso de ouro via indução a erro. Serviços que, ao menos em smartphones, são totalmente dispensáveis, já que há aplicativos gratuitos para tal.

– Esse tipo de queixa tem que ser coletivizado. Não adianta tratar macrolesões no varejo: o tempo que se gasta para reclamar é pior que o confisco feito, de modo que além da aporrinhação, a empresa continuará ganhando rios de dinheiro e não mudará sua conduta. É imprescindível fazer representações à ouvidoria do respectivo ministério público estadual (por telefone, site, pessoalmente, etc.), para que seja instaurado um inquérito civil e eventualmente uma ação civil pública. O MP tem competência para defender direitos individuais homogêneos.

– A ACP não afasta a possibilidade de, se valer a pena, o cliente lesado esperar o confisco crescer de valor (acumulando provas enquanto isso), para depois ingressar em juizado especial cível solicitando restituição em dobro do valor cobrado, além de danos morais pelo descaso diante de dezenas de protocolos de reclamação. Ações em 1a instância nos JECs não dependem de advogado (valor da causa até 20 salários mínimos).

– A Vivo estava devolvendo um valor inferior ao exigido pela legislação, ao mesmo tempo que seu marketing a pintava de boazinha, por dar bônus. Viu que não estava lidando com um consumidor resignado e por isso deve ter aumentado a restituição, antes que fosse acionada.

– Por último, um alerta: quem acessa a internet apenas eventualmente deve ser muito cauteloso com smartphones, desabilitando explicitamente os dados móveis enquanto não estiver usando, pois vários aplicativos são executados em segundo plano, de modo que podem acarretar consumo indevido de banda, disparando as cobranças pelas operadoras. A totalidade dos chips pré-pagos vendidos atualmente vem com algum serviço de internet pré-habilitado (basta usar), como é anunciado, uma vez que a maioria dos clientes deseja o serviço também.

– É importante sempre ler os manuais dos aparelhos, bem como solicitar por escrito ao vendedor do mesmo (principalmente se adquido em loja de operadora) que teste e deixe habilitadas apenas as funções desejadas do aparelho, desativando as demais. O mesmo vale para as operadoras: assim que trocar de chip, ligue para a empresa e solicite expressamente a inibição de todos os serviços de “valor agregado” (valor agregado para as teles, na maior parte das vezes…), como backup de agendas, promoções pagas, torpedos de notícias, etc..

Responder

Leandro_O

29 de janeiro de 2014 às 10h24

Descobriram a roda. Me desculpe, adoro o Viomundo, mas espero que só colocaram esse artigo não como um assunto novo, mas uma nova reclamação de um problema antigo, bem antigo.

Responder

marcos a.m

29 de janeiro de 2014 às 07h48

Movimento pela criação de uma EPRESA PÚBLICA DE TELEFONIA CELULAR.

Responder

Walter

29 de janeiro de 2014 às 05h57

Já tive oi e velox durante anos.
Terminou no juizado especial onde ganhei 1000 reais e encerrei o contrato.
Após isso tive tim , que simplesmente não funciona.
Não tem rede onde supostamente tem cobertura, velocidades lentas, ligações interrompidas..
Fui pra Vivo,que dizem ter a melhor velocidade e melhor cobertura no nordeste.
Em dois meses eu vi que a empresa gosta de embutir gastos não feitos nas contas.
Estou na Claro que ao menos tem mais ljojas presenciais e resolve rapidamente, nas lojas e dentro do que se pode chamar de rapidamente, os problemas que sempre acontecem.

Infelizmente é o serviço que temos e pelo que sei é um serviço igualmente ruim em toda parte do mundo. Na Itália e na Espanha consegue ser pior que no Brasil.
A solução seria pararmos de usar celulares e internet móvel.
É possível?

Responder

arnaldo alves

28 de janeiro de 2014 às 22h45

Por vezes preferem pagar multas à respeitar o direito do consumidor.

Responder

Fábio

28 de janeiro de 2014 às 16h43

Um comentário/observação sobre a Vivo.
Em agosto passado fui contatado por uma representante da Vivo sugerindo que eu desativasse a tv digital e o speedy via linha telefônica, substituindo-os pelo sistema fibra ótica, pois o sistema de tv digital estava em processo de desativação.
Aceitei e aí começaram os problemas e aborrecimentos. Fui ao Procon de Guarulhos, aonde uma representante da Vivo, em audiência, assinou um acordo comprometendo-se a ressarcir valores cobrados indevidamente.
Não cumpriu o acordo,obrigando-me a procurar o Poder Judiciário.
O processo está em andamento na 1ª. Vara do Juizado Especial Cível em Guarulhos.

Responder

Luciano Prado

28 de janeiro de 2014 às 15h08

A “apropriação indébita mediante confiança” relatada no post está se proliferando de várias formas e patrocinadas por todas as operadoras. São inúmeras formas de apropriação criminosa disfarçadas de “erros”. O fato já é de conhecimento da Anatel e do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo que se negam a resolvê-lo. Não se pode aceitar que o caso vá parar na Justiça. Não podemos abarrotar o Judiciário com situações que podem ser resolvidas pelas Agências Reguladoras e órgãos governamentais encarregados de reprimir e prevenir tais abusos. Notadamente quando atinte todos os usuários. O caso da dona Emico é apenas mais um num universo de crimes e abusos que têm abarrotado os cofres das operadoras.

Responder

Marcio Wilk

28 de janeiro de 2014 às 15h06

E, se tiverem azar, comprem um aparelho celular com defeito de fábrica…hiiiii tô a seis meses tentando receber outro, no caso da LG, eles simplesmente não trocam, azar o seu ! No PROCON me disseram que só na justiça comum, pois o PROCON não tem poder de polícia, só de “conciliação” . Pô”‘!! A fábrica da LG não quer conciliação, quer que o cliente se dane, pois a lei de defesa do consumidor foi alterada para melhor, para eles. A propósito: A privatização sempre dá nisso! Porém fazem 11 anos que o PT está no poder e não mudou nada na ANATEL, as mesmas pessoas comprometidas com a indústria e os serviços, o PT tem culpa SIM!

Responder

Apavorado com a cara-de-pau humana.

28 de janeiro de 2014 às 14h35

…o banco Americano que depois de derrubar as ações da Petrobras( que estava endivididada) comprou milhares de suas ações.

Responder

Fabones

28 de janeiro de 2014 às 13h53

Com todo respeito que eu tenho a este canal de divulgação das distorções das quais o povo brasileiro é vítima todos os dias por parte de alguns segmentos da imprensa, acho exagerado o tom dessa publicação. Sabemos que essas empresas de telefonia prestam um serviço de qualidade duvidosa sim e que o atendimento de suporte é o terror. Mas daí a questionar se um caso que, verdadeiramente, foi solucionado com a intervenção do VIOMUNDO é uma coisa pontual ou corriqueira, me desculpe mas, ao meu ver, já passa do limite. A operado se prontificou a atender ao apelo da cliente e emitiu uma nota pública pedindo desculpas sobre o ocorrido. Isso não seria mais do que suficiente para tal? Creio que houve um exagero por parte de vocês no que foi publicado aqui sem que houvesse outras evidências.

Grato e parabéns pelo trabalho.

Responder

FrancoAtirador

28 de janeiro de 2014 às 10h43

.
.
CORPORAÇÕES COLORIDAS SOBRE UM FUNDO PRETO.

BlackRock

BlackRock é uma das maiores empresas globais em gestão de ativos, proporcionando soluções em investimentos, gestão de risco e aconselhamento a investidores institucionais e individuais ao redor do mundo.

Presença global

A BlackRock é uma empresa verdadeiramente global, que combina as vantagens globais de desempenho de serviços com os relacionamentos desenvolvidos localmente.
Temos uma grande presença nos principais mercados financeiros de mundo, proporcionando uma perspectiva mais ampla dos mercados, cada vez mais interligados.
A BlackRock conta com mais de 9.700 profissionais e 74 escritórios em 26 países do mundo.

Em 30 de junho de 2011, os ativos sob gestão de BlackRock
totalizaram 3,66 trilhões de dólares*
entre ações, renda fixa, gestão de caixa, investimentos, estratégias alternativas e real state.

Através de BlackRock Solutions®, ofeceremos [SIC] serviços de gestão de risco, consultoria estratégica e de negócios de sistemas de investimento para uma ampla base de clientes com uma carteira que totaliza cerca de
US$ 10 trilhões.

História de BlackRock

1988 Fundação de BlackRock
1995 Fusão com PNC convertendo-se em sua gestora de investimentos de renda fixa
1996 Assume a responsabilidade dos fundos de investimento de renda variável da PNC
1998 Integração dos fundos de renda variável, renda fixa, e demais investimentos sob denominação BlackRock
1999 Oferta pública de venda (NYSE:BLK) com PNC como acionista majoritário
2000 Lançamento de BlackRock Solutions®, serviços de gestão de risco e tecnologia
2005 Aquisição da State Street Research and Management e da SSR Realty
2006 Fusão com Merrill Lynch Investment Managers
2007 Aquisição do negócio dos Fundos de Fundos da Quellos Group
2009 Fusão com Barclays Global Investors

Dados de BlackRock*

Ativos sob gestão: US$ 3.66 trilhões
Número de fundos de investimento: Mais de 1.000
Escritórios: 74, em 26 países
Base de clientes: Presentes em mais de 100 países
Colaboradores: Mais de 9.700
Número de sites: 40, em 17 idiomas

* Dados de 30 de junho de 2011, sujeito a mudanças,
e com base em uma estimativa de ativos
sob gestão pró-forma e outras informações da BlackRock, Inc.

©2014 BlackRock, Inc. Todos os direitos reservados.
iSharesTM e BlackRock® são marcas registradas da BlackRock, Inc.,
ou de suas subsidiarias nos Estados Unidos da América e outros lugares.

(http://www.blackrock.com/corporate/en-br/about-us/client-partners)


(http://www.proprietariosdobrasil.org.br/index.php/pt-br/ranking?f=mostra_rede&incorporado=1&id_empresa=2605&aba=grafico)
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    28 de janeiro de 2014 às 10h51

    .
    .
    BlackRock BraZil

    (http://br.ishares.com/misc/about_blackrock.htm)
    .
    .

    FrancoAtirador

    29 de janeiro de 2014 às 01h35

    .
    .
    IstoÉ
    Nº EDIÇÃO: 848 | Finanças | 17.JAN.14 – 20:30 | Atualizado em 22.01 – 08:54

    A queda das ações tem feito gestoras como BlackRock, Credit Suisse, Gávea e Fama Investimentos aumentarem sua participação – e sua influência – sobre as companhias abertas

    Por Natália FLACH e Luiz Gustavo PACETE

    Processos de fusões e aquisições de empresas estão entre os eventos mais sigilosos do mundo corporativo.

    No entanto, esses encontros a portas fechadas têm contado com uma participação crescente de executivos que podem até não gostar de ficar sob os holofotes, mas estão longe de ser coadjuvantes.

    O caso mais recente é a possível fusão entre as empresas de logística ALL e Rumo Logística, do grupo Cosan.

    A união tem sido costurada por Alexandre Santoro, CEO da ALL, e por Rubens Ometto, da Cosan, com a participação de representantes do governo e de um protagonista inesperado, a gestora de recursos Gávea, fundada por Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central [no Governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP)].
    (…)
    Como muitas gestoras, a BlackRock tem voz ativa em conselhos. Tanto é que ela liderou um grupo de minoritários para indicar nomes para o conselho de administração da Petrobras.
    A estatal voltou a ser pressionada pelos pequenos gigantes, mas, desta vez, pela Aberdeen Asset Management, que, no fim do ano passado, arrebatou 5% das ações preferenciais da Petrobras.

    O ano de 2014 mal havia começado e a Aberdeen voltou a negociar a sua fatia de mercado nas companhias brasileiras.
    Desta vez, o alvo foi a Cia. Hering.
    Nas duas primeiras semanas de 2014, foram realizadas 24 operações com participação relevante, sendo 16 de compra e oito de venda.
    No mesmo período do ano passado, o mercado se mostrava dividido: foram dez aquisições e dez alienações.

    (http://www.istoedinheiro.com.br/edicoes/860)

    FrancoAtirador

    29 de janeiro de 2014 às 04h43

Narr

28 de janeiro de 2014 às 09h52

Nós neoliberais exigimos a privatização das teles, para que passem a ser controladas pelos grupos estrangeiros que no Primeiro Mundo oferecem melhores serviços a preços mais baixos.
Ops! Já foram privatizadas.
Ué? Nas mãos dos mesmos grupos?
Ah, então a culpa é do PT.
Vou aguardar o discurso de Aécio Neves explicando que o CHOPE de gestão.

Responder

Beneficio

28 de janeiro de 2014 às 04h58

O serviços de telefonia no Brasil é CRIMINOSO. Já perdi a conta das vezes q fui roubado e ainda continuo sendo…

Responder

Heleno Rodrigues Corrêa Filho

28 de janeiro de 2014 às 00h17

Todos os dias às 19h ou às 9:50h recebo a mesma mensagem dizendo que a Vivo vai me tomar um real de meu saldo por internet que não contratei e que não posso reclamar para nenhum bispo que nem toquei no maldito telefone. Eles fazem isso há quinze dias. Estão tomando dinheiro de todos os brasileiros que têm pré-pago e a roubalheira fica na conta da Anatel e do Bernardo Plim-Plim.

Responder

Lafaiete de Souza Spínola

28 de janeiro de 2014 às 00h01

Já faz algum tempo, aconteceram discussões em torno dessa área de telecomunicações:

O ministério propôs entregar definitivamente todo ativo fixo que o governo FHC deixou, com parte dessas empresas, sem nada cobrar.

Temos que acabar com esses contratos e atendimento virtuais! Isso é uma aberração!

Responder

Mário SF Alves

27 de janeiro de 2014 às 23h55

Roubo descarado. Assalto à privatização, tecnologia semi-obsoleta e zeros e uns armados até os dentes.
___________________________
É… as veias continuam abertas. E, não fosse o PT, estariam esguichando muito mais sangue, suor e lágrimas.
A América Pré-colombiana ainda continua por aqui.
__________________________________________

Veias abertas + América Pré-colombiana + rapinagem = custo de sustentação do discurso da austeridade que assola o povo em Espanha, Portugal, Grécia, França, EUA, Reino Unido e adjacências.
______________________________________________________
E pior, ela, a vivaldina, não é a única não. Tem uma tal de NET (de quem?) que manda vê legal pra cima das nossas míseras economias.

Responder

Manoel

27 de janeiro de 2014 às 23h01

Comigo aconteceu a mesma coisa.A Vivo me ligou perguntando se tinha internet e informei que sim Speedy da Vivo fixo. Ofereceram-me o 3G móvel pela metade do preço (R$ 49,95) e sem reajuste que aceitei. 5 dias depois telefonaram informando que tinha dado problema no cadastro e a compra não tinha sido fechada e repetimos tudo de novo (tenho os protocolos da gravação). Recebí então o modem e instalei. passados uns dias recebo um novo modem e para completar recebí duas contas no mesmo vencimento. E nenhuma das duas com o valor de R$ 49,95. Fui verificar e tinham faturado as duas com um 4G.Começou então minha via crucis. Como a professora, foram ligações desligadas, transferidas para outro setor e desligada etc. Depois de muita luta consegui pedir a retificação. Mandaram-me novamente 2 contas e nenhuma com 49,95. Naquela que mandaram o modem por conta própria, cancelaram o contrato como pedi, porém, cobraram-me multa. Como multa se o erro foi da Vivo. Da outra linha que realmente pedi, mandaram-me outra conta de 65,00 e não os 49,95. Reclamei novamente e recebi a conta finalmente de 49,95.Porém acho que ainda virá mais uma conta com valor errado, pois, apedi a vivo para acertar o produto 3G e não 4G, porque senão o faturamento continuará errado.

Responder

angelo

27 de janeiro de 2014 às 22h37

Somente falando de empresas de telefonia demandando demasiadamente as mesmas causas, chuto deve haver dezenas de milhares de causas no Judiciário. Talvez centena de milhares. Somente falando de um setor. Setor em que nitidamente há psicopatas executivos treinando seus escravos para serem torturadores psicológicos.

A demanda excessiva acho é proposital, pra zonear o ordenamento jurídico, propiciando renda pra filho advogado, sobrinho advogado, cachorro advogado, gato advogado, papagaio advogado.

Cuba exporta médicos, EUA armas e Brasil só não exporta advogados, porque vixe Nossa Senhora, é muito mal formada, surpreendentemente formada, boa parte dos participantes dessa conspiração.

F**** a vida do Judiciário, zoneando tudo, praticamente inviabilizando o Judiciário de um país, por conseguinte, f******** a vida de toda uma população.

Faz teste de psicopatia nesses caras, emenda a CF, possibilitando banimento pra África, plantando batatas em caráter perpétuo.

E que hora que ficha cai que tem que fazer umas manifestaçõezinhas de leve na porta de uns e outros psicopatas cleptomaníacos? Pra ver se em uma semana não desistem de n processos…pra ver se não desanimam um pouquinho em ficar reiteradamente, impunemente, de palhaçada com a cara de 130 milhões de eleitores…

Responder

Maria Motta

27 de janeiro de 2014 às 21h23

Em 2012 contratei um serviço de internet na loja da VIVO de S. Lourenço-MG, para o meu sítio em Itamonte, cidade que fica a 42 km de S. Lourenço, onde eu morava na época. Me avisaram que se a internet não funcionasse, eu teria que viajar no prazo de dois dias até S. Lourenço apenas para comunicar que o serviço não funcionou!!! Claro, essas empresas de telefonia podem ligar para o usuário, mas o usuário não tem como ligar para elas nem mesmo mandar um e-mail. De qualquer modo, ainda que não houvesse assinado nenhum contrato, paguei os 6 meses combinados mesmo que o serviço só funcionasse a 12 km do meu sítio. Mas a VIVO continuou me cobrando o tal serviço por mais 6 meses, o que decidi não pagar. Pois a VIVO colocou o meu nome na SERASA, eu que nunca deixei de pagar nem conta de água. Resolvi que ela poderá fazer o que quiser, mas não vou dar mais dinheiro para bandido, já dei demais.

Responder

anac

27 de janeiro de 2014 às 20h59

É aviltante. Falta total de respeito.
Como a professora disse, pensam que podemos passar o dia todo pendurado em um telefone escutando uma musiquinha insuportável para depois sem resolver o problema criado pela operadora desligar na cara do consumidor. Tripudiam com o consumidor. Os atendentes sentem prazer em deixar o consumidor esperando. Coisa de louco psicopata.

Responder

    Mário SF Alves

    28 de janeiro de 2014 às 12h39

    É o mal assumido direito do investidor. Tá constituição oculta: o direito do investidor acima de tudo. É o tal do deus mercado.
    Imagine isso num cenário de privatização neoliberal radical e desregrada. Aquela, aquela que atuava no limite da irresponsabilidade.
    ____________________________________

    Direito do consumidor??? Hummm… não sei, não.

orley

27 de janeiro de 2014 às 19h26

Passei por essa mesma tragédia. Foram meses de sofrimento. Enquanto não soltei os cachorros não tive meu problema resolvido. São treinados para nos levarem ao limite e não resolverem o problema.

Responder

Luiz

27 de janeiro de 2014 às 18h22

Tenho vergonha de contar o que já passei causa dos serviços telefônicos.
Só posso dizer que é humilhante e o desrespeito é contumaz.

Responder

André

27 de janeiro de 2014 às 17h44

A mais nova formula de roubo das operadoras,chama-se interatividade.olho vivo.

Responder

    renato

    27 de janeiro de 2014 às 19h33

    Obrigado!!

Aline C. Pavia

27 de janeiro de 2014 às 16h51

Obrigada FHC e Serra pela privatização da telefonia!!

Responder

Fernando

27 de janeiro de 2014 às 16h42

Hora de cubanizar o Brasil, assim como Venezuela e Bolívia fizeram, e estatizar o serviço de telefonia.

Responder

Cassio Moreira

27 de janeiro de 2014 às 15h07

Conceião,

Isto aconteceu comigo semanas atrás… Estava em Guarapari- ES e para acessar a internet, usava um modem 3g com chip da tim… Num determinado dia, a conexão com a tim estava muito lenta e decidi testar com a vivo, pois tenho uma linha vivo pré-paga… Imaginava que me cobrariam um valor x para me conectar neste dia (R$0,50 por exemplo), mas descontaram de meu saldo R$ 0,99 e com esta mesma mensagem da matéria. No dia seguinte recebi de novo esta msg, e no dia seguinte tb (achei que minha filha ou esposa teria usado o chip errado, da vivo para conectar a internet)… Mas não liguei… Fui estranhar quando voltei para SP, e assim não uso internet 3g e continuei recebendo as mesmas mensagens… Consegui entrar em contato com a central da vivo depois de muitas tentativas para cancelar o serviço, mas deu trabalho… Ou seja:
Vc contrata o serviço deles (internet 3g) para acesso a rede de uma forma automática, mas eles não te informam que vc precisa entrar em contato com a central para cancelar o mesmo… É muita sacanagem…

Responder

francisco pereira neto

27 de janeiro de 2014 às 13h36

Esse é o legado do FHC.

Responder

damastor dagobé

27 de janeiro de 2014 às 13h13

mas nao foi justo pra acabar com essas sacanagens dos privatas que elegemos o governo “popular” ???????????? ah sim..são eles que abastecem o mensalão..

Responder

    anac

    27 de janeiro de 2014 às 21h11

    Damastor ta esquecido da carta aso brasileiros quando Lula foi obrigado sob ameaça de ser impedido de tomar posse prometer respeitar os contratos da PRIVATARIA.
    E mesmo respeitando a direita por seu braço midiático PiG tentou de todas as formas apeá-lo do poder com crises e mais crises incluindo a do mentirão que o coxinha damastor chama de mensalão devido a lavagem cerebral sofrida do PiG.
    Esquecendo propositadamente o rola bosta que o mensalão mineiro tucano ainda hoje dorme nas gavetas do judiciário brasileiro que so pune e prende os quatros ps. Rola bosta e damastor são sinônimos.

    Mário SF Alves

    29 de janeiro de 2014 às 06h09

    Anac,

    Brilhante sua resposta. Obrigado.
    ________________________________
    Agora, cá entre nós, hein, você pegou pesado demais com o Dagobé. Posso estar equivocado, porém, até onde percebi, essa “abobrinada casa-grande” não é a essência da crítica dele, não.

Adriano Medeiros Costa

27 de janeiro de 2014 às 13h11

Esse assalto acontece a cada segundo com centenas de cidadãos. E ninguém faz absolutamente nada q realmente adiante!

Responder

Ozzy Gasosa

27 de janeiro de 2014 às 12h47

É a nova forma de roubo legalizada.

Responder

Joselito

27 de janeiro de 2014 às 12h38

Notícia como essa são similares àquelas que relatam:

Leão come gazela na savana.

Ou:

Vaca come grama no pasto.

Bom, quero dizer que operadoras de telefone cobrando por serviços não prestados (ou prestados porcamente) fazem parte do cotidiano (exceto o da Anatel) brasileiro.

Responder

Elias

27 de janeiro de 2014 às 12h04

Não basta o mar dinheiro que as teles subtraem da sociedade brasileira, recorrem também a assaltos sub-reptícios (ou à mão armada, com disse a professora Emico) para “faturarem” sabe-se lá quantos milhões a mais.

Responder

José Roque da Silva Neto

27 de janeiro de 2014 às 12h02

Estou passando pela mesma experiência com a tim: de repente chegou em minha residência um cobrança por uma linha telefônica que não solicitei. Observei direito e percebi que o que diferenciava da linha que possuo é apenas um número, pois meu celular termina com o número 6 e o que a tim diz que eu solicitei termina com o número 9. Briguei, relutei, falei um trilhão de vezes que não fazia nem sentido solicitar um celular com praticamente o mesmo número do que eu já possuo. Fora o som daquela voz irritante pediram um prazo e até hoje nem notícias. Com essa ação desastrosa já tive inúmeros prejuízos, pois meu nome encontra-se no spc, serasa e deve tá em outros lugares. Procurei um advogado relatei o caso, trouxe os papéis e os protocolos atestando minhas inúmeras reclamações. O advogado entrou com uma ação e estamos aguardando.

Responder

    Maria Carvalho

    27 de janeiro de 2014 às 20h48

    Prezado José Roque,
    Pois espere “sentado” ou “deitado”, sua luta agora é com o judiciário.
    Em março vindouro fazem dois anos que entrei com uma ação no Juizado Especial contra a Oi Telemar e até agora não consegui receber “a prestação jurisdicional” (lindas palavras!) do Estado.
    Essas operadoras contam com o “desinteresse” dos consumidores em acionar a justiça por causa do pequeno valor que lhes são cobrados indevidamente e, contam, ainda, com a “colaboração” de operosos juízes que não estão nem aí para nós, cidadãos.

Ted Tarantula

27 de janeiro de 2014 às 11h34

e olha que as tarifas de telefonia em nosso país são 50x (cinquenta vezes) mais caras que na India, por exemplo..

Responder

Malvina Cruela

27 de janeiro de 2014 às 11h32

as telefonicas podem fazer o que quiserem pq são quem abastece os fundos do mensalão exatamente como fazem as arapucas bancarias com os coitados aposentados de salario minimo no tal credito consignado.

Responder

Apavorado com a cara-de-pau humana.

27 de janeiro de 2014 às 09h44

Só em família tenho 8 reclamações. Afirmo que nos protestos de junho esse tipo de stress teve uns 80% de participação. Mas cientistas políticos não pegam esse tipo de stress no seu filtro.

É um stress difuso, de não ter a quem reclamar, de saber que as autoridades estão capturadas, que técnicos estão capturados até a medula.
Só resta a força bruta.

Responder

luiz carlos

27 de janeiro de 2014 às 09h31

Comigo houve a mesma arapuca armada pela TIM(Gana).Cobravam serviços não contratados por mim.Quando me dei conta os meus creditos tinham sumido para o bolso da TIM.Lógo fui a uma agencia e lá me deram o numero para fazer o contato.Dava pra se notar as esfarrapadas perguntas e respostas da atendente.Recebi os creditos de volta.Penso como a professora.São milhões de reais que se canalizam para o bolso dessas empresas.Dinheiro roubado de clientes.Cade a JOstiça,cade o Babosa?

Responder

Sada Akiyama

27 de janeiro de 2014 às 09h16

Anatel é o principal responsavel nessa maracutaia. Agencia reguladora que nada mais é do que defensor dos interesses das empresas que tem liberdade total para meter a mao no bolso dos usuarios. Nenhum dirigente da Anatel é mal informado ou ignorante. Ao contrario são inteligentes e viajados suficientes e conhecem sim muito bem como funciona o serviçode telefonia no mundo, e sabem muito bem que por esse pessimo serviço são cobrados valores mais caros do MUNDO. Então por que permitem. ? Sao dirigentes que acham bom tudo que estrangeiro faz. Que os brasileiros são ignorantes e por isso precisam ser saqueados, humilhados por serem ignorantes. Esta na hora de denunciar quem são esses dirigentes. Condena-los não e suficiente porque por questao de classe social, esses dirigentes frequentam o mesmo universo dos dirigentes de outras instituições estatais e de grandes empresarios . Um clubinho , um elogiando o que outro pensa e faz. O povo que se dane. So uma crise violenta que uniformiza todo mundo na miseria, e a partir da miseria, quem sabe havera compreensão dessa necessidade basica da dignidade, da liberdade, da saude, da educação de todos brasileiros,.

Responder

Antonio

27 de janeiro de 2014 às 08h53

A mesma historia aconteceu comigo, perda de tempo no atendimento telefônico e na loja, fizeram a restituição dos créditos, com quantos milhões de pessoas essa mafia das telefônicas fazem isso, quanto sera que furtam diariamente dos incautos que nao vao atras?

Responder

Luís Carlos

27 de janeiro de 2014 às 08h30

Vivo e todas demais empresas de telefonia abusam de seus clientes, cobrando caro e prejudicando s mesmos das mais diversas formas. O judiciário é conivente e faz de conta que não sabe. O MP, bem, esse treme de medo (raras exceções) quando tem que acionar grandes empresas.
Eu aguardo mesmo que FHC seja o vice de Aécio, se a candidatura tucana realmente acontecer. Seria boa oportunidade para jogar o lixo da privatização no colo de quem a fez.

Responder

    Apavorado com a cara-de-pau humana.

    27 de janeiro de 2014 às 09h45

    Sem funcionários e otoriedades não há corrupção.

    Luís Carlos

    27 de janeiro de 2014 às 22h27

    Sem interesse privado sobre o que é público e coletivo não há corrupção. Corrupção existe porque existe interesse privado sobre o que é público e coletivo. É o privado que corrompe o público, oferecendo vantagens ou benefícios para agentes públicos.

FrancoAtirador

27 de janeiro de 2014 às 00h40

.
.
17 de janeiro de 2012 – 23h45
Blog do Blog do Santayana, via Vermelho.Org

O GENRO DO REI E A PRIVATIZAÇÃO NO BRASIL

Por Mauro Santayana

Um dos mais propalados argumentos para se destruir, esquartejar e desnacionalizar as empresas estratégicas nacionais no final dos anos 90, era a deslavada mentira de que elas davam prejuízo ao erário.

Esquecem-se de dizer que suas tarifas e investimentos estavam historicamente congelados – entraves que só foram removidos às vésperas da privatização. Outra desculpa era a de que elas se teriam transformado em “cabides de emprego”, o que naturalmente iria acabar após sua venda à iniciativa “privada”.

Quando vieram as licitações, além de terem sido entregues a preço de banana – e muitas vezes com farto e generoso financiamento do próprio governo brasileiro, via BNDES – percebeu-se que, em vez de terem sido privatizadas, muitas dessas empresas haviam sido na verdade re-estatizadas, deixando de ser patrimônio do povo brasileiro, para ingressar na esfera de influência de governos estrangeiros, como o português, o italiano, e o espanhol.
Países que, por meio de participação direta ou “golden-shares”, controlavam politicamente – e ainda controlam – a Telecom Italia, a Portugal Telecom ( hoje sócia da OI) e a Telefónica da Espanha.

Abordamos o tema, emblematicamente trágico do ponto de vista da soberania e do desenvolvimento nacionais, não apenas para lamentar a destruição de uma das nossas maiores empresas estratégicas, a Telebrás, e a campanha que estão movendo contra a sua volta, como concorrente pleno, ao mercado brasileiro – no qual as condições de “concorrência”, estabelecidas pela Lei Geral de Telecomunicações, tiveram como maior conseqüência o fato de estarmos pagando, hoje, como já dissemos, algumas das mais altas tarifas do mundo – mas também para mostrar, como, com o nosso dinheiro, estamos enriquecendo parasitas estrangeiros, como é o caso do jogador de handebol e genro do Rei da Espanha, Iñaki Urdangarin, acusado de desvio de dinheiro público.

É essa gente que ocupa, no Brasil privatizado, os típicos cabides de emprego nos altos escalões das empresas “privatizadas” que sucederam a Telebrás.

Abaixo, o link de matéria saída ontem [domingo-16], no El Pais, sobre Iñaki Urdangarin, o genro do Rei, funcionário da Telefónica Brasil (leia-se Vivo, presidida pelo ex-conselheiro da ANATEL Antônio Carlos Valente), e os seus negócios no Brasil.

Acesse aqui: (http://elpais.com/diario/2012/01/15/espana/1326582011_850215.html)

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=173483&id_secao=1
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    27 de janeiro de 2014 às 00h54

    .
    .
    MONOPÓLIO PRIVADO DA ESPOLIAÇÃO

    TELES CONTINUAM SAQUEANDO O BRASIL

    Por Mauro Santayana, via Rede Democrática > Maria Frô

    (http://mariafro.com/2013/03/22/mauro-santayana-teles-privatizadas-continuam-saqueando-o-brasil)
    .
    .

    FrancoAtirador

    27 de janeiro de 2014 às 02h22

    .
    .
    “O apetite das teles
    não pede comida.
    Pede banquetes.”
    (Brizola Neto)

    TELES ESTRANGEIRAS: O RESULTADO DA PRIVATARIA TUCANA

    Telefônica [Espanha] recebe recursos do BNDES, demite milhares, e ainda pede à Anatel licença para alienar o patrimônio do povo brasileiro!

    A desfaçatez das empresas espanholas no Brasil não tem limites.
    Ajudados por decisões do setor público, no mínimo incompreensíveis, os acionistas controladores da Telefônica auferem, aqui, lucros espantosos.

    Cem por cento desses lucros sobre o investimento estrangeiro, mais juros sobre esse capital, são repatriados via remessa de lucros.

    A empresa está, agora, procurando, com esse dinheiro, comprar as poucas ações ainda em mãos de brasileiros (cerca de 20%), para atingir a totalidade do controle acionário.

    Por Mauro Santayanna, na Rede Democrática

    (http://www.rededemocratica.org/index.php?option=com_k2&view=item&id=1533:a-desfa%C3%A7atez-das-teles-estrangeiras-o-resultado-da-privataria&Itemid=169)

    museusp batista neto

    27 de janeiro de 2014 às 07h52

    “A Anatel tem 90 dias para responder.” A ANATEL que eu conheço que se pode acessar no site www.anatel.gov.br tem um campo “fale conosco” onde depois de uma exaustiva maratona vc consegue registrar uma queixa contra as habituais roubalheiras extraordinárias das TELES (porque a ordinária é praticada todo o dia a todo o instante e está respaldada em Lei). O que a ANATEL faz é repassar a sua reclamação ao concessionario que em alguns dias manda uma “teleatendente” que ainda não descobriu o PROUNI ligar pra vc e ouvir novamente a sua queixa. Depois disso a concessionaria informa no site que o “cliente foi atendido” e a reclamação é encerrada. Se vc abrir nova reclamação, ela será aceita e o procedimento correrá exatamente em conformidade com o anterior até vc esgotar a sua paciencia e ir chorar no banheiro. Eu consegui chegar só até a terceira tentativa. Essa herança maldita não pode ser esquecida NUNCA!!! Telefonia tem que ser SERVIÇO PUBLICO submetido aos necessários mecanismos de controle social. Aliás, todas as formas de telecomunicaçao, especialmente Internet e TVs. Absurdo expor a população de um pais ao achaque dessas quadrilhas e ainda por cima submete-lo a disseminação de burrice que a TV privada proporciona! ABSURDO!!

Mauro Bento

26 de janeiro de 2014 às 23h18

O que faz o Judiciário nestes casos recorrentes ???
Lembro que durante o “Apagão dos Controladores do Tráfego Áereo”,foram montados tribunais de Pequenas Causas nos Aeroportos para atender as reclamações dos usuários do transporte áereo.
O Judiciário precisa de Reformas urgentes.

Responder

nelson

26 de janeiro de 2014 às 23h13

E roubo mesmo. Tive o mesmo problema e esperei acabar meus creditos pra abandonar a vivo de vez. Notei que a opcao de sincronizacao ativa esse servico. So que no meu caso eu tenho uma rede wifi que o android ignora. Trata-se de um golpe muito bem bolado.

Responder

Lucope

26 de janeiro de 2014 às 22h56

Isso é roubalheira mesmo. Eles vivem lançando vários tipos de serviços não solicitados e até ligações inexistentes…Já tive este problema mais de uma vez e ligo ameaçando até entrar na justiça, então eles cancelam e “compensam” nas próximas contas. Só que, após uns dois ou três meses, a coisa se repete…Perco, às vezes, mais de uma hora para poder falar com um atendente e resolver as questões (no plural mesmo, pois são várias sacanagens) quando consigo. Fiz uma conta rápida, imaginando quantas pessoas não tem tempo ou não conseguem reclamar…O plano deve gerar milhões de reais por mês de excedente. Uma vergonha…e a Agência….NADA.

Responder

Luciana Mendonça

26 de janeiro de 2014 às 22h20

Não é erro, é sacanagem mesmo. Durante dois meses seguidos, a Vivo me cobrou mais de 100 reais, a última vez foram R$ 162 de torpedos de serviços que eles mesmo me mandam e que eu nunca solicitei. São torpedos oferecendo serviços da Vivo e parceiros, que eu mando cancelar, ligo e peço pra excluir e isso não acontece. Eu pago para receber propaganda de coisas que eu não tenho o menor interesse em receber. E quanto aos telefones de atendimento, são odiosos!

Responder

    Daniela Silva

    26 de janeiro de 2014 às 23h12

    Estou sofrendo com o mesmo problema, Luciana, e com outras cobranças adicionadas ao plano de serviços não contratados – alguns deles, informaram pelo teleatendimento, só podem ser cancelados na loja em que adquiri o plano.

juarez campos

26 de janeiro de 2014 às 22h13

Onde está a tal de ANATEl? Uma agência que é cabide de emprego e não vale nada. Se a senhora buscar a justiça, não terá nada de volta, pois os Tribunais estão coliados com estas empresas.

Responder

Selma

26 de janeiro de 2014 às 22h01

Não é a apenas a VIVO.

A OI-Telemar (e provavelmente todas as outras) também inserem e cobram
por serviços não solicitados.

Para entrar em contato com as atendente é necessário ter tempo
disponível durante vários dias, algumas vezes levando 3 a 4 horas
preso ao telefone.

A tramoia é feita de tal maneira que quando eles a repetem, não temos
mais “saco” para efetuar nova reclamação. Temos outros afazeres, médicos
a consultar, trabalhos a serem realizados, de modo que preferimos perder
15 ou 20 reais a perder nosso, já exíguo, tempo de trabalho.

A Anatel ajuda, mas muito pouco.

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    26 de janeiro de 2014 às 22h11

    A telefonia no Brasil é criminosa. Qualidade ruim, preço alto, atendimento lixo. Conseguiram fazer a gente ter saudade do tempo em que o telefone era caro e de poucos, mas dava para ouvir o que se dizia do outro lado da linha claramente. abs

KAÑOTÃO

26 de janeiro de 2014 às 21h54

Assino uma linha vivo fixo, semana passada (anteontem), liguei 10315 para tentar assinar mais um serviço e levei mais de 40 minutos tentando; quando estava quase conseguindo informei que antes gostaria de diminuir a franquia de 210 minutos para 100 minutos e só após assinaria o novo serviço que me interessava quando a atendente disse-me que passaria para um outro atendente que faria a conversão(de 210 para 100 minutos)o que óbviamente também diminuiria o valor da “franquia”;e após mais de 10 minutos de espera a “LIGAÇÃO FOI CAÍDA” e perdi meu tempo. Acho eu que alguém deva ter dito a atendente que se for para diminuir receita ou faturamento, derrube a ligação.Capitalismo selvagemente predatório.
A Anatel é o que? cachorro tomando conta de linguiça?
O pior é que a concorrência(faz-me rir, kkk) não foge muito das táticas praticadas pela vivo. LAMENTÁVEL !!!
Mesmo assim nunca deixem de reclamar á Anatel.

Responder

Antonio Victor

26 de janeiro de 2014 às 21h24

A telefonia no Brasil é uma VERGONHA, e não tem governo que moralize isto. A gente assina 10 mega e a operadora só entrega 20%, ou seja 2 mega. Aí termina a nossa franquia e a velocidade cai mais, ou seja, eles inicialmente já não entregam o que nós pagamos e ainda se sentem no direito de reduzir ainda mais. Certa vez minha conexão parou, liguei pra lá e me informaram: “senhor, sua velocidade está reduzida porque excedeu o limite”. Aí eu retruquei: “ok, mas reduzida não é parada, inoperante ! “. Aí a atendente ficou confusa, pediu um tempo e depois retornou: “senhor, estamos dando um bônus especial e sua velocidade será aumentada”. É mole ?

Responder

Fabio

26 de janeiro de 2014 às 21h04

E aí os defensores da privatização das teles (entenda-se acéfalos por natureza) dizem que no passado era muito ruim o monopólio estatal. Só que o monopólio hoje continua com serviços caros e péssimos.

Responder

psdb NUNCA MAIS!

26 de janeiro de 2014 às 21h00

A única solução para a bandidagem continuada das operadoras e telefonia é a aprovação de uma lei nos moldes da “punitive damages” dos EUA.

Responder

    Luís Carlos

    27 de janeiro de 2014 às 22h23

    Nunca mais mesmo.

    anna

    16 de novembro de 2014 às 18h32

    meu problema tb eh esse mais o meu eh maior, e porque o celular q chegou essa maldita assinatura foi o da minha mãe , só que nem no celular dela eu mecho, e agr ela ta falando que foi eu que coloquei , mais como eu disse antes eu n mecho no cel dela então agr a situação ta feia pro meu lado , e o pior e q eu to tendo que pagar um celular novo para ela , então a vivo deveria ter um telefone para cancelarmos essa assinaturas de planos de internet . por favor , quem souber algum número para cancelar esses planos , por favor me mande , porque tem que pagar 1.200 em um outro celular, em que vocÊ não colocou o plano de internet , não dá!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding