VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Jornalista, pega de surpresa: “Vamos para o IPVA?”; veja o trecho
Denúncias

Jornalista, pega de surpresa: “Vamos para o IPVA?”; veja o trecho


18/09/2014 - 18h28

Captura de Tela 2014-09-18 às 18.17.43

Da Redação

Depois que a apresentadora do RJ-TV, da TV Globo, fez várias perguntas sobre corrupção de Anthony e Rosinha Garotinho, o candidato do PR ao governo do Rio de Janeiro rebateu tratando da acusação da Receita Federal à Globo. A emissora foi multada em mais de 600 milhões por montar um esquema para sonegar os impostos devidos na compra dos direitos de TV das Copas do Mundo de 2002 e 2006.

Fato:

Captura de Tela 2014-09-18 às 17.59.47

Íntegra do processo, aqui.

Está tudo documentado no livro O Lado Sujo do Futebol.

[Quer ajudar a financiar nosso livro-documentário sobre a Globo? Clique aqui]

Pega de surpresa, depois de defender a Globo a jornalista sugeriu, mudando de assunto: “Vamos para o IPVA?”

Veja no trecho abaixo:

Leia também:

Miguel do Rosário: Globo cobrada em R$ 615 milhões por sonegação

Processo de sonegação da Globo vazou todo no Exterior

Polícia Federal vai investigar sonegação da Globo

Funcionária da Receita foi condenada por sumir com processo da Globo

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



37 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

    FrancoAtirador

    21 de setembro de 2014 às 08h25

    .
    .
    RELATÓRIO DA FRAUDE FISCAL DA REDE GLOBO

    (http://migre.me/kvh3D)

    O relatório explica didaticamente como foi a “intrincada engenharia desenvolvida pelas empresas do sistema Globo” para “esconder o real intuito da operação, que seria a aquisição, pela TV Globo, dos direito de transmitir a Copa do Mundo de 2002, o que seria tributado pelo imposto de renda”.

    Ainda segundo a Receita, houve “em essência, um disfarce para o verdadeiro negócio realizado, que foi a aquisição do direito de transmissão dos jogos da Copa, em vez da compra das quotas da empresa sediada nas Ilhas Virgens Britânicas”.

    A engenharia da Globo envolveu 11 empresas, constituídas em diferentes paraísos fiscais.

    Com exceção da suíça ISMM, empresa responsável por vender licenças de transmissão da Copa para fora da Europa, todas, pertencem, secretamente ou não, ao sistema Globo.

    – Empire, Ilhas Virgens Britânicas.
    – GEE Eventos, braZil.
    – Globinter, Antilhas Holandesas.
    – Globopar, braZil.
    – Globo Overseas Investment B/V, Holanda.
    – Globo Radio, Ilhas Cayman.
    – ISMM Investments AG, Suíça.
    – Globosat, braZil
    – Porto Esperança, Portugal.
    – Power Company, Uruguai.
    – TV Globo, braZil.

    i.imgur.com/NNGNO3A.jpg

    http://imgur.com/NNGNO3A
    (http://www.ocafezinho.com/2014/07/16/os-documentos-da-fraude-da-globo)
    (http://migre.me/kvhOS)
    (http://migre.me/kvhVO)
    (http://migre.me/kvhYs)
    (http://migre.me/kvi1o)
    .
    .
    GLOBO E AS OPERAÇÕES COM A “EMPIRE INVESTMENT GROUP LTD”

    Sediada “numa Caixa Postal nas Ilhas Virgens Britânicas”

    (http://imgur.com/z7SZkaE)
    (http://imgur.com/YBSmUb6)
    (http://imgur.com/p6bSSTw)
    i.imgur.com/z7SZkaE.jpg
    i.imgur.com/YBSmUb6.jpg
    i.imgur.com/p6bSSTw.jpg
    http://offshoreleaks.icij.org/nodes/238717
    .
    .
    GLOBO OVERSEAS INVESTMENT B.V.

    (http://migre.me/kvBx7)
    (http://migre.me/kvBvK)
    (http://migre.me/kvBZ9)
    (http://migre.me/kvC0p)

    Trecho da DENÚNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA SUÍÇA

    que cita nominalmente as empresas do GRUPO GLOBO

    TV GLOBO LTDA e GLOBO OVERSEAS INVESTMENTS B.V.,

    como Partes na Falcatrua entre a FIFA e a ISMM/ISL:

    “I. HISTÓRICO/INTRODUÇÃO

    1.3 Em 29 de junho de 1998
    a ISMM Investments AG uma filial da ISMM AG,
    assinou um acordo de sublicenciamento
    com a Globo Overseas Investments BV
    e a TV Globo LTDA (doravante GLOBO)
    transferindo os direitos de transmissão
    das Copas do Mundo de 2002 e 2006
    da FIFA para a GLOBO.

    […]

    II FATOS

    3 DESFALQUE NA FIFA (COMPLEXO GLOBO)

    Por um acordo de 26 de maio de 1998,
    a Federação Internacional de Futebol Association (FIFA)
    concedeu os direitos internacionais exclusivos,
    com exceção de Europa e EUA,
    à Sporis Holding AG [que depois se fundiu
    com a ISMM (International Sports Media e Marketing)
    que por sua vez incorporou também a ISL
    (International Sport and Lesiure), que havia falido,
    passando o Grupo a se denominar ISMM AG)]
    para a uso/exploração dos direitos de transmissão
    de rádio e televisão dos Campeonatos Mundiais de 2002 e 2006.

    […]

    Em 29 de junho de 1998, a ISMM Investment AG,
    uma subsidiária da Sporis Holding AG,
    com a Globo Overseas Investment BV e TV Globo LTDA
    assinou um acordo de sublicenciamento
    para que esses direitos de exploração do rádio e da televisão
    fossem transferidos para território brasileiro.

    A taxa para os direitos de uso foi de
    US $ 221.000.000,00

    [DUZENTOS E VINTE E UM MILHÕES DE DÓLARES].”

    (Íntegra, em alemão: http://migre.me/hDK1o)
    .
    .
    Íntegra da Decisão da Justiça da Suíça no Processo
    que condenou os ex-dirigentes do futebol brasileiro
    João Havelange (FIFA/CBF) e Ricardo Teixeira (CBF/FIFA)
    por Suborno e Desfalque na Administração da FIFA.

    (http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1142817-leia-a-integra-do-processo-contra-havelange-e-teixeira—parte-1.shtml)
    (http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1142836-leia-a-integra-do-processo-contra-havelange-e-teixeira—parte-2.shtml)
    (http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1142841-leia-a-integra-do-processo-contra-havelange-e-teixeira—parte-3.shtml)
    (https://www.viomundo.com.br/denuncias/jamil-chade-tv-brasileira-envolvida-no-suborno-a-teixeira-e-havelange.html)
    .
    .
    Detalhe deveras relevante

    ter, 09/07/2013 – 19:26 – Atualizado em 02/09/2013 – 08:15
    Jornal GGN

    MPF do Rio se manifesta sobre caso Globo

    Nota de esclarecimento do MPF do RJ, sobre o processo da Globo.

    09/07/2013 – Nota de Esclarecimento – Procedimento fiscal da Rede Globo
    O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro, diante das recentes notícias veiculadas na mídia, internet e redes sociais, esclarece os seguintes pontos:

    1 – Por determinação do Ministério Público Federal, nos idos de 2005, a Receita Federal foi instada a instaurar procedimento administrativo fiscal em relação à alegada sonegação envolvendo empresas da Rede Globo;

    2 – Os fatos chegaram ao conhecimento do MPF em audiência realizada em processo de cooperação às autoridades estrangeiras [da Suíça]
    que investigavam denúncias referentes a outras empresas [ISL/ISMM]
    e que não tinham relação direta [apenas indireta] com a suposta sonegação.

    Imediatamente, o MPF encaminhou documentos à Receita Federal
    para avaliação do interesse fiscal [daí decorrendo a instauração do Procedimento de Investigação acima relatado pelo Órgão de Fiscalização Tributária do Brasil: (http://migre.me/kvh3D)]…

    (http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/mpf-do-rio-se-manifesta-sobre-caso-globo)
    (https://www.viomundo.com.br/denuncias/ministerio-publico-do-df-abre-apuracao-sobre-suspeita-de-sonegacao-da-globo.html)
    .
    .

Fabio Silva

20 de setembro de 2014 às 14h34

Mais PIGs do que nunca (no pior dos sentidos), retransmissoras de TV sujeitam pessoas em situação de pobreza a trabalho degradante. Inacreditável.

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/09/1519248-retransmissoras-de-tv-recrutam-familias-para-guardar-lugar-em-fila.shtml

Responder

silvinho

20 de setembro de 2014 às 14h27

Enfim, alguém consegui falar aquilo que todos nós gostaria de falar: a Globo sonegou bilhões de reais, segundo inquérito da Polícia Federal.

O mais gostoso foi poder falar no mesmo espaço que a sonegadora usa para emparedar seus adversários: de frente para as câmeras globais!

Isso é demais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

edmil

20 de setembro de 2014 às 10h44

A JORNALISTA NEGA E A GLOBO SONEGA. VALEU GAROTINHO,GANHOU MEU VOTO BOM SERÁ SE GANHAR A ELEIÇÃO MAS JÁ VALEU A SUA CANDIDATURA!!!

Responder

abolicionista

20 de setembro de 2014 às 10h40

O que aconteceu na entrevista do Garotinho é exemplar. Quando pressionada, a repórter recuou. Aí eu me pergunto: e se Dilma tivesse rebatido o inquisidor Bonner nesses termos? Se, por exemplo, quando ele perguntou se era difícil fazer um governo sem corrupção, ela respondesse, “me diga você, que trabalha numa empresa corrupta, condenada pela justiça federal”? Vocês acham que o interrogatório continuaria? Sempre que Dilma se impõe, ela sobe nas pesquisas. Tem que ouvir menos os marqueteiros e mais o povo, Dilma. E bora ganhar essa eleição.

Responder

sergio

20 de setembro de 2014 às 02h34

Parabéns Garotinho por desmascarar esta emissora farsante, que se dá o direito de acusar os desafetos de corruptos, sem oferecer direito de resposta.
Pena que os políticos do PT amarelam, tem que ir lá e cobrar – ao vivo – o DARF.

Responder

bento

20 de setembro de 2014 às 01h41

Parabéns, Garotinho!!! Mostrar a verdade é necessário. Se pagou, cadê o DARF?
E digo mais, se for integrante do PIG, tem alguma podridão escondida, é só procurar que acha.

Responder

Luís CPPrudente

19 de setembro de 2014 às 22h44

Infelizmente precisou ser o Garotinho a falar da sonegação da famiglia Marinho em pleno noticiário da famiglia Marinho.

Entre o Garotinho e o Pezão, fico com o Garotinho como governador do Rio, só espero que ele bofeteie a famiglia Marinho várias vezes como governador do Rio, além de cortar todas as verbas publicitárias do estado fluminense nas organizações da famiglia Marinho.

Responder

marco

19 de setembro de 2014 às 19h14

Acho que tem de enquadrar a ARARINHA da Globo-sonegadora,como cúmplice!Éla desmentiu a Receita,o MP,e a P.Federal.ARARINHA-CÚMPLICE DOS MARINHO.Quanto ela levou?

Responder

Francisco

19 de setembro de 2014 às 17h18

O que eu mais gostei foi do tom de Garotinho:

Tranquilo, de boa… Afinal, é um fato, não é?

Responder

ma.rosa

19 de setembro de 2014 às 16h29

Ooops, desculpem. “Embaixo”, é uma palavra só. Desculpem, não foi erro de digitação não, mas desatenção.

Responder

ma.rosa

19 de setembro de 2014 às 16h25

Hiláaaaario! A repórter, PIG Global, assina em baixo: “Deputado a globo, não sonegou nada.” KKKKKKKKKKKkkkkkkk!!! Pobrezinha como ela acredita no patrão!!!

Responder

Elias

19 de setembro de 2014 às 13h33

“Vamos pro IPVA?” Vamos: I = Imposto passa moleque – P = Perjúrio descarado – V = Vamos pagar p…orra nenhuma – A = APQP toda a esquerda.

Responder

Igor Tkaczenko

19 de setembro de 2014 às 12h43

Quê garotinho danadiiiinhoooo!

Responder

Julio Silveira

19 de setembro de 2014 às 10h33

Apesar de não nutrir simpatia po ele, nessa ele lavou minha alma.

Responder

Luís Carlos

19 de setembro de 2014 às 07h30

Acusam todos de tudo. Quando é a Globo não pode.

Responder

    FrancoAtirador

    19 de setembro de 2014 às 01h50

    .
    .
    (http://ometzonline.com/pt/noticia/abrilpar-anuncia-participacao-de-fundos-tarpon-na-abril-educacao)

    21/03/2012 05:32:27
    iG São Paulo

    “Procuro desequilibrados”, diz fundador da Tarpon

    José Carlos Magalhães começou a investir aos 16,
    quebrou aos 18 e aos 23 fundou a Tarpon,
    que tem R$ 8 bilhões em carteira;
    ele fala de sua estratégia de crescimento

    Por Danielle Brant

    Foi apostando no diferencial e na contramão
    do que os investidores mais tradicionais pregavam
    que o fundador da Tarpon conseguiu arrebanhar
    um portfólio que inclui investimentos na
    BrasilAgro, Brenco, Arezzo, Direcional, Gerdau,
    Cyrela, Marisa, Brasil Foods e na Morena Rosa.

    O fruto dessa decisão foi o conselho consultivo da companhia,
    no qual constavam nomes como Ricardo Semler,
    Luis Stuhlberger (da gestora de recursos Credit Suisse Hedging-Griffo)
    e Luiz Alves Paes de Barros, seu tio,
    para o qual trabalhou quando ainda estava com seus 16 anos.

    (http://economia.ig.com.br/mercados/procuro-desequilibrados-diz-dono-da-morena-rosa/n1597701881316.html)
    .
    .
    04.06.2014
    Ometz Group

    Julio De Angeli compartilha com você, franqueado do Ometz Group,
    o texto redigido por Giancarlo Civita especialmente para a rede.
    Veja!

    Abrilpar anuncia participação de Fundos Tarpon na Abril Educação

    Prezados franqueados do Grupo OMETZ,
    conforme comunicado enviado no dia 12 de fevereiro,
    com relação à participação de fundos na Abril Educação,
    é com imensa satisfação que compartilho o texto redigido
    por Giancarlo Civita especialmente para vocês.

    Abraços, boa leitura e vamos aproveitar este momento.

    Julio De Angeli

    “Abrilpar anuncia participação de Fundos Tarpon na Abril Educação

    É com imensa satisfação que anuncio que, na data de hoje, a Abrilpar que controla os negócios do Grupo Abril e a Tarpon Investimentos celebraram contratos visando a aquisição de ações de titularidade da Abrilpar.

    Após esta transação, a Abrilpar continuará sendo a maior acionista da Abril Educação, ou seja, manterá o controle da companhia e a Tarpon a segunda. Ambas serão parceiras de longo prazo porque abraçam os mesmos valores, crenças e princípios da Abril Educação. A parceria visa acelerar o crescimento da empresa e apoiar todo o trabalho que vem sendo realizado no Grupo OMETZ.

    Esta negociação reflete o compromisso da família Civita com a Abril Educação e aposta nos benefícios que a chegada da Tarpon, cujo presidente vem de família tradicional de professores e trará contribuições essenciais para o desenvolvimento de soluções de excelência para a Educação em nosso país.

    Por seu lado, a Tarpon Investimentos tem plena convicção na solidez e enorme potencial da Abril Educação, em particular no futuro do Grupo OMETZ e em seu fortalecimento. Investir na inovação contínua e na sólida parceria com seus franqueados, são prioridades.

    Conforme explicado a todos os franqueados na última Conference, por Manoel Amorim, a chegada da Abril Educação representou um movimento de perpetuação do negócio com a institucionalização do controle do Grupo OMETZ. Desta forma são mantidos os valores e o compromisso da instituição com o negócio, com o seu desenvolvimento e com seus franqueados.

    Em linha com esta crença, anuncio também hoje que Manoel Amorim, Presidente e CEO da Abril Educação, estará no Conselho de Administração da Companhia e será substituído na posição de CEO por Mario Ghio Junior. Manoel e Mario Ghio continuarão o trabalho de apoio a Julio De Angeli, presidente do Grupo OMETZ.

    Mario Ghio, que dirigia a maior unidade de negócios da Abril Educação, tem anos de experiência na gestão de redes de escolas parceiras, negócio que guarda muita semelhança com a gestão de franquias. Ele e Julio já estão trabalhando juntos em vários projetos de crescimento para o Grupo OMETZ. O Ghio, e em particular o Julio, terão todo o apoio da Abrilpar e da Tarpon para alcançar o objetivo de levar o Grupo OMETZ a ser o maior grupo de ensino de idiomas do país, dando continuidade e suporte ao excelente trabalho feito até aqui por todos vocês.

    Convido todos a agradecer as contribuições do Manoel, dar as boas vindas à Tarpon, ao Mário Ghio e a continuar seu apoio ao excelente trabalho que esta sendo feito nos últimos meses pelo Julio, em conjunto com a Diretoria do Grupo OMETZ e é claro com vocês nossos franqueados.

    Sinceramente,

    Giancarlo Civita
    Chairman Abrilpar”

    (http://ometzonline.com/pt/noticia/abrilpar-anuncia-participacao-de-fundos-tarpon-na-abril-educacao)

    TAGs: Ometz Group, Julio De Angeli, Giancarlo Civita
    .
    .

    FrancoAtirador

    19 de setembro de 2014 às 01h52

FrancoAtirador

19 de setembro de 2014 às 01h00

.
.
NÃO É SÓ POR R$ 615 MILHÕES:

BOTA MAIS R$ 713.164.070,48

NA CONTA DA SONEGAÇÃO DA GLOBO
.
.
MINISTÉRIO DA FAZENDA
CONSELHO ADMINISTRATIVO DE RECURSOS FISCAIS [CARF]
PRIMEIRA SEÇÃO DE JULGAMENTO

Processo n° 12898.002308/2009-68

Recurso n° Voluntário
Acórdão n° 1101-00.766 — 1ª Câmara / 1ª Turma Ordinária
Sessão de 05 de julho de 2012

Matéria IRPJ e CSLL – Amortização de Ágio e outro

Recorrente GLOBO COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S/A

Recorrida FAZENDA NACIONAL

ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA DE PESSOA JURÍDICA – IRPJ
Ano-calendário: 2005, 2006, 2007, 2008

Relatório

GLOBO COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S/A, já qualificada nos autos,
recorre de decisão proferida pela 1ª Turma da Delegacia da Receita Federal de Julgamento do Rio de Janeiro-I que, por unanimidade de votos,
julgou IMPROCEDENTE a impugnação interposta contra lançamento formalizado em 18/12/2009,
exigindo crédito tributário no valor total de R$ 713.164.070,48.

[SETECENTOS E TREZE MILHÕES E CENTO E SESSENTA E QUATRO MIL
E SETENTA REAIS, E QUARENTA E OITO CENTAVOS].

0 Termo de Constatação Fiscal de fls. 574/586 detalha os fatos constatados
no procedimento fiscal e as conclusões da autoridade lançadora:

“3 – Considerações desta Fiscalização
[…]
3.6 – Estamos diante de um caso impar, onde uma empresa (Globopar),
amortiza um ágio do qual foi pago apenas 2,72%,
e que foi constituído pela aquisição das próprias ações.

Cabe salientar, ainda, que a Globopar passou a desfrutar de um ágio a amortizar
que nada mais é que seu próprio Patrimônio Liquido Negativo.

3.7- Trata-se o presente caso de incorporação as avessas,
onde a empresa controlada incorpora sua controladora.

Com este expediente, e sustentado nas operações mencionadas,
a empresa incorporadora absorve ágio de si própria,
do qual 97,28% decorreu de equivalência patrimonial,
configurando, a nosso ver, abuso de direito…”
[…]

Quanto à glosa de amortização do ágio, o voto condutor da decisão recorrida também reconheceu a validade do lançamento promovido:

“No caso concreto, observa-se claramente que
aquisição da GLOBOPAR pela TV GLOBO, realizada junto a GLOBO RIO;
a incorporação da TV GLOBO pela GLOBOPAR;
e toda a transformação do patrimônio liquido do interessado,
ocorreram em um prazo exíguo de 60 dias.

Constata-se ainda que todas as aquisições foram efetivadas
por intermédio de acertos de passivo existentes entre as empresas,
ou seja, não ocorreu transferência de numerário.

Por fim, frise-se, como claramente exposto no Termo de Constatação Fiscal, que a empresa GLOBO RIO, proprietária das ações da GLOBOPAR em 01/07/2005,
ou seja, no início da operação ora em comento,
confunde-se com aquela que em 31/12/2005 constava como proprietária da GLOBOPAR,
isto é, a CARDEIROS Participações S/A, que, inclusive,
procedeu a incorporação da GLOBO RIO em 31/12/2005.

Aliás, todas as empresas citadas possuem os mesmos sócios [*]:
Roberto Irineu Marinho,
José Roberto Marinho e
João Roberto Marinho.

Tal fato representa mais um indício de que as operações
foram realizadas apenas para a criação, transferência e amortização
de um ágio inexistente, a reduzir indevidamente os tributos devidos pelo interessado…”
.
.
Acordam os membros do colegiado, em:

1) relativamente à glosa de amortização do ágio, por maioria de votos,
NEGAR PROVIMENTO ao recurso voluntário…;

2) relativamente à tributação da receita de deságio, por maioria de votos,
NEGAR PROVIMENTO ao recurso voluntário…; e

3) relativamente aos juros de mora sobre a multa de oficio, por voto de qualidade
NEGAR PROVIMENTO ao recurso voluntário…

Fizeram declaração de voto os Conselheiros Benedicto Celso Benicio Junior,
Carlos Eduardo de Almeida Guerreiro e José Ricardo da Silva.

VALMAR FONSECA DE MENEZES – Presidente.

EDELI PEREIRA BESSA – Relatora

Participaram da sessão de julgamento os conselheiros:
Valmar Fonseca de Menezes (presidente da turma), José Ricardo da Silva (vice-presidente), Edeli Pereira Bessa, Benedicto Celso Benicio Júnior, Carlos Eduardo de Almeida Guerreiro e Nara Cristina Takeda Taga.

(http://abre.ai/globo_sonega_700_milhoes_de_reais)
.
.
[*] “2- Planejamento Tributário

O planejamento tributário, realizado no exíguo período de dois meses
(de 01/07/2005 a 31/08/2005), pautou-se nos seguintes eventos que,
embora revestidos de operações legais apenas no seu aspecto formal,
não pode reduzir ou suprimir a real carga tributária
apurada em cada período e devida pelo contribuinte.

2.1 – As quatro empresas participantes do planejamento tributário pertencem ao grupo da Rede Globo, controlado pela Família Marinho.

São elas:

2.1.1 – Globo Comunicação e Participações S/A — CNPJ 27.865.757/0001-02 (Globopar);

2.1.2 – TV Globo Ltda — CNPJ 33.252.156/0001-19 (TV Globo);

2.1.3 – Globo Rio Participações e Serviços Ltda — CNPJ 03.290.630/0001-36 (Globo Rio);

2.1.4 – Cardeiros Participações S/A — CNPJ 03.953.638/0001-35 (Cardeiros).

Obs.: – A Globo Rio foi baixada em 31/12/2005, tendo em vista sua incorporação pela Cardeiros.

– A Cardeiros teve sua origem na empresa ‘296 Participações S/A’,
com data de abertura em 13/07/2000 — Capital de R$ 1.000,00 — sócios:
Eduardo Duarte — CPF ___.___.___-__ / 90,0% do capital
(responsável no CNPJ por 240 empresas) e
Simone Burck Silva — CPF ___.___.___-__ / 10,0% do capital
(participa no capital de 39 empresas, conforme consta do sistema CPF).

Até o ano-calendário de 2004, seu faturamento foi igual a zero.

Em 20/06/2005, sua razão social foi alterada para Cardeiros Participações S/A,
com a saída dos antigos sócios e o ingresso de dois novos sócios:

Roberto Irineu Marinho — CPF ___.___.___-__ e
Alberto Lopes Rangel Moreira — CPF ___.___.___-__.

– Em 31/12/2005, a Cardeiros detinha o controle acionário da Globopar (100,00%).

2.2 – Sócios das quatro empresas participantes,
quando da realização das operações:

[I] Globo Comunicação e Participações S/A (Globopar):

Em 30/06/2005
Sócios
Globo Rio
Roberto Irineu Marinho
João Roberto Marinho
José Roberto Marinho

Em 01/07/2005
Sócios
TV Globo
Cardeiros
Roberto Irineu Marinho
João Roberto Marinho
José Roberto Marinho

[II] TV Globo Lida (TV Globo):

Em 31/08/2005
Sócios
Roberto Irineu Marinho
João Roberto Marinho
José Roberto Marinho

[III] Globo Rio Participações e Serviços Lida (Globo Rio):

Em 31/12/2005
Sócios
Roberto Irineu Marinho
João Roberto Marinho
José Roberto Marinho

[IV] Cardeiros Participações S/A (Cardeiros)

Em 31/12/2005
Sócios
Roberto Irineu Marinho
João Roberto Marinho
José Roberto Marinho

2.3 — Constituição de Ágio na TV Globo, quando da aquisição, em 01/07/2005,
por esta empresa, de 99,90% do capital da Globopar, junto a Globo Rio: …”
.
.

Responder

Antonio

19 de setembro de 2014 às 00h09

Essa jornalista tem garantida a sua carreira na Globo.
Ao final do programa ainda teve o desplante de dizer que a Globo não sonegou nada.
E não gaguejou ao falar!
Impressionante, uma jornalista que não lê outros veículos de informação.

Responder

Mário SF Alves

18 de setembro de 2014 às 23h22

Brasil 2003, 2004… 2014, que vence o cabo de guerra?

O Povo ou as gêmeas siamesas: Dívida Pública + Sonegação Fiscal + Manipilação Midiática?

Dúvida:

Consute-se o MANCHETÔMETRO, aquele estudo [tecnocientífico] que mostra a intensidade e ajuda a desatar o nó da manipulação PiGuenta.

_________________________________
E por falar nisso, já hora de se pensar num DIVIDAPUBLICÔMETRO.

Responder

Marat

18 de setembro de 2014 às 23h06

Seria legal se mais candidatos tivessem essa audácia para peitar a toda poderosa rede globo, que, tal qual o rei, está mais nua a cada dia!

Responder

Mário SF Alves

18 de setembro de 2014 às 22h59

Essa… coitada, tá demitida. Ou será que vão deixar ela de molho até aprender as manhas… todas as manhas? Ou seja, até aprender que no “tetè a tetè, no “face to face” PiGálico e ao vivo, não se futuca com vara curta certos entrevistados.

Provocou – e caso raríssimo – levou!

Responder

    Fabio Silva

    19 de setembro de 2014 às 17h09

    Caro, ontem postei um comentário sobre o uso da rádio Cultura FM para atacar o PT, e você comentou em seguida. Não consigo encontrar meu comentário e sua resposta. Tem ideia do que ocorreu? O programa era o “De volta pra casa”, e a entrevistada foi a professora Eliana Cardoso. O link já está disponível em http://culturafm.cmais.com.br/de-volta-pra-casa/programas-na-integra/de-volta-pra-casa-2014-09-18

    É o segundo comentário meu que some. Deve estar com algum problema no software.

Gerson Carneiro

18 de setembro de 2014 às 22h36

Como é bom ver a Globo se lascar.

Responder

    Mário SF Alves

    19 de setembro de 2014 às 00h30

    Você tinha ver o cara de desprezo e nojo espelhada na cara do WW ao encerrar a matéria da D. Otiz [sempre ela] sobre a resistẽncia Argentina ao ataque dos fundos abutres.

    ___________________________________
    Nota:

    D. Ortiz é aquela que deve ter sido incumbida de desmoralizar o atual governo argentino. Coincidência ou não, é o mesmo governo que democratizou a mídia por lá.

    Mário SF Alves

    19 de setembro de 2014 às 00h37

    PS.;

    A tal expressão de desprezo e nojo estampada na cara do WWaack aconteceu agora,às 00:25h, no Jornal(?) das Onze, de hoje, 18/09.

José Henrique

18 de setembro de 2014 às 22h09

Tadinha da apresentadora. O que será que sopravam pra ela? Pena que o PT evita o debate com a Globo. Bem que poderia ter sido num Jornal Nacional pra lavar a alma.

Responder

Marat

18 de setembro de 2014 às 21h31

Adoro ver o roto falando do rasgado, e, no caso da Globo, do rasgado, mal lavado, corrupto, ladrão e empregadinhos dos EUA… Garotinho é péssimo, mas acertou em cheio. Parabéns!

Responder

Abelardo

18 de setembro de 2014 às 21h29

Disse Garotinho: “Não sei se a Globo é culpada, até acho que é…” Vídeos encorajadores, como esse, poderia ser passado em todas as reuniões do PT para tentar levar aos membros do partido a terem mais coragem para debater contra a Globo.

Responder

ANA RIGUEIRAL

18 de setembro de 2014 às 20h03

Ah….se o Brizola fosse vivo!!!
Não sobraria plimplim. Demorou pra alguém aproveitar o momento.
Vlw Garoto.

Responder

Nelson

18 de setembro de 2014 às 19h38

Parabéns, pelo menos UM homem , abertamente, mostra o que é a GLOBO, se morasse no Rio de Janeiro votaria nele.

Responder

    dennis Rodrigues da Silva

    18 de setembro de 2014 às 20h49

    Votar no Garotinho, jamais!!!

    Mas hoje ele lavou a alma…

Helio Pereira

18 de setembro de 2014 às 19h33

A Jornalista Nega,mas a verdade é que a GLOBO Sonega…

Responder

Fabio Passos

18 de setembro de 2014 às 19h19

Hilário.
Que o exemplo do Garotinho seja seguido!

Chupa, globo!
Sonegadores pilantras!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.