VIOMUNDO

“Nós já sabíamos a quem o Dimas servia”, diz petista que era líder da oposição em Minas; Aécio fez acerto com governo Lula para manter diretor em Furnas

14 de fevereiro de 2016 às 21h56

Captura de Tela 2016-02-03 às 22.34.37 por Conceição Lemes

Final de 2014. Em delação premiada da Operação Lava Jato, o doleiro Alberto Youssef afirma que o PSDB, através de Aécio Neves, dividiria uma diretoria de Furnas (estatal do setor elétrico) com o PP, liderado pelo ex-deputado federal José Janene, morto em 2010.

Youssef afirma que ouviu também que Aécio, por intermédio de sua irmã, teria recebido valores mensais de uma das empresas contratadas por Furnas, a Bauruense, do empresário Airton Daré, no período entre 1996 e 2000/2001.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tornou público o teor da delação premiada em 4 de março de 2015.  Foi ao comentar para o Estadão o pedido de arquivamento ao Supremo Tribunal Federal (STF) das investigações contra o hoje senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente nacional do PSDB.

Janot alegou serem insuficientes as informações fornecidas por Youssef.  A justificativa principal: os dois citados – o ex-deputado José Janene  e empresário Airton Daré tinham morrido– e não poderiam confirmá-las.

1º de julho de 2015. Em delação premiada, Carlos Alexandre de Souza Rocha, o “Ceará”, afirma que, no segundo semestre de 2013 (entre setembro e outubro) levou R$ 300 mil a um diretor da UTC Engenharia no Rio de Janeiro, que lhe disse que a soma iria para o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

“Ceará” era entregador de dinheiro do doleiro Alberto Youssef. O seu depoimento foi revelado em 30 de dezembro de 2015, pelo repórter Rubens Valente na Folha de S. Paulo.

3 de fevereiro de 2015. Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, o delator e lobista Fernando Moura afirma que Furnas era controlada por Aécio Neves. Lula havia vencido a eleição presidencial em 2002 e Aécio, a do governo mineiro. Aécio pediu para indicar Dimas Toledo para dirigir Furnas. Foi o terceiro depoimento de Moura na Lava Jato:

“A princípio levei pro Zé (Dirceu) o nome do Dimas Toledo, que continuasse na diretoria de Furnas. Ele (Dirceu) usou até uma expressão comigo. ‘O Dimas não, porque se o Dimas entrar em Furnas até como porteiro vai mandar em Furnas, está lá há 4 anos, é uma indicação que sempre foi do Aécio’.

Passado um mês e meio ele (Dirceu) me chamou e falou ‘qual a sua relação com Dimas Toledo?’ Eu falei, estive com ele três vezes, achei ele competente, cara profissional. O Zé me disse. “Porque esse foi o único cargo que o Aécio pediu pro Lula, então, você vai lá conversar com Dimas e diga que a gente vai apoiar a indicação dele.”

Fernando Moura disse que ‘foi conversar com o Dimas’.

“Na oportunidade, ele (Dimas) me colocou, da mesma forma que eu coloquei o caso da Petrobras, em Furnas era igual. Ele falou ‘vocês nem precisam aparecer aqui, vocês vão ficar é um terço São Paulo, um terço nacional e um terço Aécio.’

Toda vez que Aécio é denunciado, a assessoria de imprensa do senador e a do PSDB rebatem com a surrada “motivação meramente política”.

Assim, tal qual fez nas delações divulgadas de Youssef e “Ceará”, Aécio nega as denúncias do lobista Fernando Moura. Em vídeo postado em sua página na internet, ele recorre a uma metáfora futebolística para repeli-las:

(…) ele [Fernando Moura] disse que o senador Aécio Neves havia indicado no governo do PT o dirigente de uma empresa estatal e que havia se beneficiado de recursos dessa empresa.

Isso seria algo como se, por exemplo, o técnico do São Paulo escalasse o time do Corínthians às vésperas da decisão. Ou que o do Atlético fizesse o mesmo que o do Cruzeiro. Ou o técnico do Vasco escalasse o goleiro do Flamengo para decisão do carioca.

Eu estou interpelando esse cidadão na Justiça assim como o diretor citado.”

BASTA JANOT PESQUISAR JORNAIS DE 2002/2003 E PEGARÁ AÉCIO NA MENTIRA

“Como sempre faz, Aécio trata uma denúncia contra ele como ridícula e a pessoa sem credibilidade, procurando desqualificá-los”, atenta o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG), em entrevista exclusiva ao Viomundo. “Em compensação, quando os delatores acusam adversários dele, são bem-vindos, viram heróis.”

“Aécio tergiversa, dizendo que, como político adversário do PT, não poderia ter feito a indicação”, observa Correia. “Se esse é o único argumento do senador para se defender em relação à propina do esquema de Furnas, ele não se sustenta. Uma falácia. Aécio está ‘esquecendo’ da memória histórica. O quadro político de 2002, quando Dimas Toledo foi indicado, era totalmente diferente do atual, do qual o senador está falando.”

Em Minas, é o próprio segredo de polichinelo.

Em 2002, Itamar Franco era governador. Aécio Neves (PDSB-MG), então deputado federal, pleiteava o Palácio da Liberdade e Luís Inácio Lula da Silva (PT-SP), o Palácio do Planalto.

Devido a arranjos políticos locais, em Minas houve muita campanha pelo voto “Lulécio”.

O próprio Itamar apoiava Aécio e Lula.

Nilmário Miranda, candidato do PT ao governo mineiro numa chapa puro-sangue, foi sacrificado. Aécio, por sua vez, não levou a Minas José Serra, então candidato do seu partido à presidência da República. Na ocasião, o PSDB de São Paulo reclamou muito do comportamento de Aécio.

Foi nesse quadro, após vencer a eleição para o governo de Minas, que Aécio buscou aproximação com o governo Lula. Uma de suas demandas era manter Dimas Toledo como diretor de  Operações de Furnas, o que conseguiu. O PT de Minas quase rachou.

O deputado estadual Rogério Coreia era o líder da bancada petista na Assembleia Legislativa de Minas.

“Nós já sabíamos a quem o Dimas servia”, conta. “Aécio fez movimentos tanto na direção da indicação de Dimas para Furnas, quanto na de isolar a nossa bancada que fazia oposição a ele.”

“Fomos chamados a Brasília para conversar com o Zé Dirceu [então ministro Casa Civil]”, expõe.  “Ele ‘tentou’ convencer a bancada a diminuir o grau de oposição.”

“Aécio até fez um almoço no Palácio da Liberdade e o Lula esteve presente”, relembra. “Agora, ele tenta retratar 2002 como se fosse 2015/2016, para ‘esconder’ a indicação de Dimas para Furnas. Mas essa história não dá para mudar! Ou será que ele acha que pode sair falando o que quiser, pois ninguém tem memória?”

Basta o doutor Rodrigo Janot pesquisar publicações daquela época e pegará Aécio na mentira. Descobrirá reportagens e artigos de opinião, tratando da aproximação dos governos Aécio e Lula, em nome da governabilidade.

“Agora, no assunto Lista de Furnas, Aécio não entra no vídeo-resposta, não responde nada”, Correia põe o dedo na ferida.  “As provas são cabais.”

“POR QUE AÉCIO NUNCA PROCESSOU DIMAS TOLEDO, O AUTOR  DA LISTA DE FURNAS?” 

A Lista de Furnas foi feita toda com base no esquema político de Aécio, que se espalhou pelo Brasil inteiro. Foi o que sustentou a campanha eleitoral dos tucanos de 2002.

Além de pagar propina ao PSDB e PP, esse esquema distribuiu quase R$ 40 milhões [valores da época; corrigidos, R$ 91 milhões] aos principais políticos tucanos e de partidos coligados nas eleições de 2002.

Aparecem na lista de beneficiários da propina os candidatos tucanos aos governos de Minas, então deputado federal Aécio Neves (amealhou R$ 5,5 milhões apenas para ele; R$ 15,8 milhões em valores atualizados), São Paulo, Geraldo Alckmin, e à presidência da República, José Serra.

Desde 1998, Dimas Toledo era diretor de Operações e Furnas. E foi quem, em 2002, fez uma operação monstro para levantar recursos para as campanhas de tucanos e aliados, e, depois, elaborou a famosa lista.

Dimas arrola nomes e quantias recebidas por candidatos que se se beneficiaram do esquema. Seu objetivo era pressionar Aécio Neves, eleito governador, e  outros tucanos, para forçarem Lula a mantê-lo à frente de Furnas, como, de fato, aconteceu até 2005.

“Aécio está dizendo que vai processar o Fernando Moura. Por que ele nunca processou o Dimas, que foi quem fez a Lista de Furnas?”, cutuca Correia. “Por que também os demais políticos citados na Lista de Furnas, como Serra e Alckmin, também nunca processaram o Dimas Toledo? ”

O próprio deputado petista expõe os motivos.

Primeiro: Aécio e todos os demais citados têm culpa no cartório.  Ao não processarem o Dimas, eles assumem a culpa.

Segundo: Dimas Toledo é homem do Aécio.

Terceiro: a lista é verdadeira, por mais que os tucanos tentem desqualificá-la.  A própria Polícia Federal comprovou autenticidade da assinatura de Dimas Toledo no documento, que, diga-se de passagem, não é montagem.

Quarto: de público, há três confissões que atestam a veracidade do conteúdo da Lista de Furnas.

A primeira foi a do ex-deputado federal Roberto Jefferson, que disse que recebeu exatamente o valor que consta lá: R$ 75 mil.

Em depoimento à procuradora criminal Andrea Bayão Pereira, que atuava no Ministério Público do Rio de Janeiro, Jefferson disse: “não posso dizer dos outros, mas eu posso dizer que eu recebi o que está aí”.

Em matéria postada no seu blog, o jornalista Ricardo Noblat contou que havia conversado com um deputado que disse que o valor que constava da lista era realmente o que ele havia recebido. Noblat não quis dar o nome do deputado.

Em 2011, quando os tucanos tentaram cassar o mandato de Rogério Correia, o deputado estadual Antonio Júlio, do PMDB, foi para cima deles. “Cassar o quê, se o que ele diz é verdade?!”, reagiu então.

Desde 2005, ao tomar conhecimento da Lista de Furnas, o deputado Rogério Correia levou-a à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público Federal e Estadual para que fosse investigada.

Em 2011, a revista Veja publicou matéria, dizendo que Rogério Correia havia participado do processo de falsificação dos nomes da lista de lista de Furnas. “A reportagem era reportagem fajuta, e a verdade acabou aparecendo”, relembra Rogério.

Foi nesse contexto que Antônio Júlio revelou que havia pedido a Dimas Toledo uma verba não para ele, mas para um hospital da sua base eleitoral. Dimas mandou para lá exatamente o valor que está na Lista de Furnas.  O hospital recebeu e o Antonio Júlio exibiu o recibo disso. Foi a pá de cal  nos tucanos, que murcharam, e na matéria criminosa de Veja.

Quinto: em 25 de janeiro de 2012, a procuradora criminal Andréa Bayão Pereira concluiu  seu trabalho  sobre a Lista de Furnas, comprovando a existência do esquema de caixa 2. Ela indiciou por corrupção ativa Dimas Toledo, que é quem operava para Aécio Neves, e Roberto Jefferson por corrupção passiva.

Aliás, em março de 2015, ao pedir ao STF o arquivamento das investigações contra Aécio citado por Youssef  em delação da Lava Jato, Rodrigo Janot , como bem alertou Luiz Carlos Azenha, desconheceu a denúncia feita em 25 de janeiro de 2012  pela promotora da Lista de Furnas, a procuradora Andréa Bayão Pereira, atualmente no Ministério Público Federal, em Brasília. Ou seja, trabalha com Janot.

“Aécio usou toda sorte de métodos para impedir que nada sobre ele fosse investigado nem divulgado”, acusa Rogério Correia. “Comprou o silêncio da imprensa mineira e do Ministério Público Estadual, através da indicação dos procuradores-gerais. Em nível nacional, o ex-PGR, Roberto Gurgel, fez questão de não perguntar à doutora Andrea Bayão sobre o inquérito da Lista de Furnas, e levá-lo ao STF.”

“Isso sem falar nos momentos violentos, autoritários, fascistas, inclusive, de Aécio para calar os ousaram denunciar os seus métodos”, afirma Rogério. “Por exemplo, as prisões do jornalista Marco Aurélio Carone e do delator do mensalão tucano e lobista Nilton Monteiro. Isso sem falar na tentativa de cassar o meu mandato.”

– Mas o senhor e outros parlamentares já estiveram várias vezes na Procuradoria-Geral da República, levando provas sobre as denúncias envolvendo o senador Aécio Neves e elas não deram em nada!

— Realmente, não tenho como negar que foi o que aconteceu até o momento. Mas, agora, o doutor Janot tem que abrir inquérito contra o Aécio, mesmo porque quem fez a mais recente denúncia Aécio é o mesmo delator do senador Fernando Collor. Como o Janot vai levar adiante o caso do Collor e não fazer o mesmo contra o Aécio? O denunciante é o mesmo! Além disso, insisto: tem várias outras provas cabais.

– Acha que o Dimas Toledo confirmaria tudo isso em juízo?

— Eu já ouvi dizer que se forçado, ele vai abrir a boca. Por que o doutor Janot não chama o Dimas para depor e oferece delação premiada? O Dimas já foi denunciado pela doutora Andrea Bayão por corrupção e poderia ser preso.

– Considerando que procuradora Andrea Bayão é a autora da denúncia da Lista de Furnas e trabalha com o  doutor Janot em Brasília, os senhores já pediram a ele que a ouvisse ?

— Não só sugerimos como solicitamos  ao próprio PGR que a doutora Andrea fosse ouvida e a denúncia enviada ao STF, já que envolve senadores, deputados. Rodrigo Janot ficou de analisar. Isso aconteceu em 31 de março de 2015, quando estivemos com ele na PGR, em Brasília. Até hoje não tivemos nenhuma resposta.

PS do Viomundo: Rádio Arco-Íris, Banjet, Oswaldinho, aplicação de verbas públicas em empresas da família, voos em jatinho do presidente da Codemig, suspeitas de ocultação de patrimônio e sonegação fiscal, blindagem, Lista de Furnas, mensalão tucano, prisão do jornalista Marco Aurélio Carone, prisão do lobista Nílton Monteiro, tentativa de cassação de Rogério Correia, imprensa censurada, silêncio do MP mineiro, “aecioporto” de Cláudio, aeroporto de Montezuma, região da fazenda do pai, escola em em cima de posto de gasolina e em motel…

Desde 2011, o Viomundo é o veículo que mais publicou denúncias contra Aécio e seus aliados, quase sempre menosprezadas pela chamada grande mídia. Foram algumas dezenas de reportagens, dentre as quais estas:

Minas sem Censura denuncia à Justiça o caso da Rádio Arco-Íris 

Minas Sem Censura representa contra Aécio Neves no MPF 

Minas Sem Censura pendura Sarney e ACM no pescoço de Aécio Neves

Rogério Correia: Valério operou ao mesmo tempo para o Aécio e o PT

Conceição  Lemes: O balanço das denúncias contra Aécio que a mídia ignorou

Caso Aécio: É constitucional o governador contratar empresa sua e da sua família?

Para proteger Aécio e o PSDB, Gurgel mantém ação na gaveta há 2 anos 

Rogério Correia: Depois de arquivar ação contra Aécio, só falta Gurgel assinar a ficha do PSDB

Sávio Souza Cruz: Controle do PSDB sobre a mídia atrasa julgamento

Delator do mensalão tucano tem medo de morrer

Advogado diz que morte de modelo tem relação com mensalão tucano

Lista de Furnas: Esquema de R$ 39,9 milhões ainda não deu cadeia para tucanos

Luis Carlos Silva: Aécio e sua bolsa família; parasitismo estatal para si e liberalismo para os outros

A cobertura marota da Folha sobre o mensalão e a Lista de Furnas

Deputados pedem inclusão de Cemig e Lista de Furnas no mensalão tucano

Rogério Correia: “Inquérito contra jornalista é fantasioso, peça de ficção”

Preso diz que oferta de delação em MG buscava comprometer petista

Geraldo Elísio: “Forjando provas mediante intimidação”

Preso diz que oferta de delação em MG buscava comprometer petista

 Rogério Correia: Prisão em Minas é para proteger Azeredo, Pimenta e Aécio

Minas Sem Censura: Carone preso, traficante de cocaína em liberdade

Advogados de jornalista preso estão impedidos de ter acesso ao processo

Rogério Correia: “Aécio fez com jornalista do Rio o que sempre faz em Minas”  

Beatriz Cerqueira: Novos coronéis da política querem calar os educadores mineiros

Cláudio: Sem acesso ao aeroporto, motoristas se benzem

Mineiros querem saber por que o aeroporto de Cláudio sempre teve uso particular, inclusive cadeado

Montezuma: Cidade tem aeroporto, mas não tem hospital

O naufrágio do plano de Aécio de incentivar turismo em Montezuma

Montezuma: Veja o mini-doc exclusivo do Viomundo sobre o aecioporto

O que a Globo vai descobrir se o jatinho do JN pousar em Montezuma

Na Saúde, Aécio promete no Brasil inteiro o que não fez em Minas 

Rogério Correia: Se tudo for investigado, Aécio Neves acaba preso

Presidente do TCE de MG nomeada por Aécio é esposa de réu do mensalão tucano 

Na “melhor educação do Brasil”, escola funciona em posto de gasolina

“Melhor educação” de Minas tem escola em prédio de motel

Aécio visitou os golpistas em Caracas; Carone não pode receber visita nem da família 

Carone: Relatório do Banco Mundial mostra que capital internacional financiou “choque de gestão” de Aécio

Rogério Correia:  Janot estranhou o processo de Furnas só ter chegado agora à PGR 

 Correia: “Entregamos no gabinete do Janot as provas do envolvimento de Aécio no caixa 2 de Furnas”

Ao livrar Aécio de inquérito, Janot desconheceu denúncia de promotora sobre Lista de Furnas 

Rogério Correia: MPF deve fechar as portas se não investigar Aécio depois dos R$ 300 mil da UTC

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
22 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Andre

16/02/2016 - 19h56

tutto bouna gente. Governabilidade é sinônimo de negociata.

Aos poucos vai se revelando quem realmente governa essa sociedade, aqui no Brasil e no mundo todo: essa entidade abstrata chamada ‘dinheiro’ que aumenta por si próprio usando as pessoas que se deixam usar por ele e se comprazem nisso. Alguém chamou isso de capital.

Responder

Urbano

16/02/2016 - 17h09

As revistecas e jornalecos do pig são meras agendas em que os escroques da máfia da oposição ao Brasil anotam seus crimes…

Responder

Marco André

15/02/2016 - 23h34

Matéria do Nassif, pra arquivar junto com essa do viomundo.

http://jornalggn.com.br/noticia/a-pa-de-cal-na-carreira-politica-de-aecio

“O segundo fio foi puxado quando os procuradores encontraram na mesa dos doleiros uma procuração em alemão aguardando a assinatura de Inês Maria, uma das sócias da holding Fundação Bogart & Taylor – que abriu uma offshore no Ducado de Lichtenstein.

Os procuradores avançaram as investigações e constataram que a holding estava em nome de parentes de Aécio Neves: a mãe Inês Maria, a irmã Andréa, a esposa e a filha.”

Responder

marcelo batista

15/02/2016 - 17h40

A maioria do povo, simples mesmo, acha que tudo que aparece na globocrise e vejabobo, é verdade; ~e estão contra o governo econtra o lula. o efeito de isteria coletiva, lavagem cerebral, efeito manada; ta dando resultado.

a pessoa vê mil casas populares, e invés de aplaudir, diz que com certeza tem superfaturamento do pt. se vc fala que fhc/psdb nunca fizeram nada pelo país, não querem nem saber e dizem que vc é petista roxo. vc fala que o cheira pó tem 3 delações contra ele e não é investigado, não querem nem saber.

se não houver algo realmente que mexa com essa realidade, a vaca vai pro brejo.

Responder

Cláudio

15/02/2016 - 16h13

:
.:.
: * * * * 16:13 * * * * Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando:
.:.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *
.:.
Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !
.:.
* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Julio Silveira

15/02/2016 - 13h47

Conceição, boa tarde. Postei uma opinião/manifesto, e não saiu. Pode verificar? Sds.

Responder

    Conceição Lemes

    15/02/2016 - 14h32

    Julio,não chegou aqui. Poderia mandar de novo, por favor? abs

    Julio Silveira

    15/02/2016 - 17h17

    Relembrar as palavras é um pouco difícil, mas vou tentar reescrever o meu sentimento sobre esse estado de coisas.
    A verdade, para mim, é que a cada post que leio contendo denuncias não somente desse elemento, mas de todos os elementos tucanos, observo que de alguma forma houve também a participação Petista, Estão juntas as digitais do graúdos do partido. Para mim é desolador ter que reconhecer que um partido que surgiu como novidade, como resguardo para a ética, e a boa politica, com capacidade de agregar grande contingente dos esquerdistas nacionais, tenha perdido o controle e caído nas mãos de gente inescrupulosa. Sim, meus caros, inescrupulosa. Por que só gente sem escrúpulos é capaz de conviver e, até mais, prevaricar, com pessoas de péssimo caráter, e índole reconhecida entre eles. Nós eleitores comuns não temos conhecimento do que ocorre nos bastidores da politica, nos porões, mas esses que são eleitos por nós sabem. E nos usam, com seus discursos aderentes, de esquerda ou direita (por que tem para todos os gostos) para terem acesso ao poder transformador. Mas para transformar principalmente suas próprias vidas.
    É triste ver gente na luta para defender esses elementos. Esses que buscam se encastelar harmoniosamente no poder, essas excelências. Que discursam, com ardor, diferenças irreconciliáveis contra seus adversários, ao publico eleitor. Mas na calada, na surdina, se locupletam e se completam. Não necessariamente na forma econômica, mas se locupletam quando aceitam para formar um consenso de cumplicidades. Sinceramente, essa gente Petista, pode até estarem sofrendo discriminação nos processos que sofrem. Pode até ser que os investigadores estejam se excedendo, e cometendo crimes e por isso também deveriam pagar, se o Brasil fosse um país sério. Mas nesse nosso país, onde se diz que os espertos usam desse tipo de sacanagem para as coisas funcionarem, eles podem até não merecer estarem nos processos pelo forma, mas que merecem, merecem.

Lula

15/02/2016 - 12h34

Lula se uniu a Aécio contra Serra em 2002 e como pagamento, Lula manteve Dimas em Furnas.

Mas só Aécio é bandido, Lula é apenas uma vítima das circunstâncias…

Responder

Maria Dolores de Fatima Silva

15/02/2016 - 11h19

Resumindo o q o plicial disse: esse Aeciopata é mesmo um ser imundo mais sujo q pau de galinheiro querendo governar o Brasil. E ainda pra completar é blindado pela grande midia q não está lixando nenhum pouco pro povo e sim para seus proprio interesses. Meu Deus q país é esse?

Responder

mineiro

15/02/2016 - 10h43

é por isso que chegou a isso , a uma situaçao de vergonha e passividade. ta explicado porque o pt , o lula e esse fantoche de pres. nao reage , é porque eles em prol da governabilidade sem vergonha se uniu ao que a pior da politica e se tornaram iguais a eles. tem que ficar calado mesmo , depois disso tudo falar o que para o povo.

Responder

    Fabio

    15/02/2016 - 11h42

    Certíssimo mineiro, hoje sabemos o que foi e o que é o PT.
    Porque a passividade diante dos golpistas e porque essa pres. fantoche nada faz.

julio

15/02/2016 - 10h14

Pergunta que não quer calar: Alguém já procurou investigar se a Agropecuária Goytacazes, que tem endereço em Osasco, tem alguma relação com essas offshores????? Fica aqui o desafio para a abertura de uma investigação jornalistica.

Responder

Francisco de Assis

15/02/2016 - 09h49

Conceição, complemento comentário anterior e sua resposta.
.
A acusação de Youssef, na PGR, em 12/02/2015, sobre o esquema Aécio em Furnas está relatada em
http://oglobo.globo.com/brasil/youssef-disse-ter-ouvido-de-janene-empresario-que-aecio-recebia-recursos-de-furnas-15628657
.
Outro link importante: todos os depoimentos do Paulo Roberto Costa estão listados em
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/03/1601133-acesse-a-integra-dos-depoimentos-da-delacao-de-paulo-roberto-costa.shtml

Responder

Francisco de Assis

15/02/2016 - 08h55

Conceição, bom dia
.
A reportagem diz que Youssef deu a declaração sobre o esquema Aécio em Furnas no final de 2014. Para ser mais preciso, esta delação contra Aécio foi feita em Curitiba, em 21/10/2014, terça-feira antes do segundo turno da eleição. No entanto, a Veja espalhou que, nesta data, o bandido tinha afirmado que ‘Lula e Dilma sabiam de tudo’. Na verdade, a citação de Youssef contra Lula e Dilma não foi nos termos que a Veja inventou e tinha sido feita bem antes, no dia 03/10/2014, antes do primeiro turno. Assim, a bandidagem da marginal, além da calúnia contra Lula e Dilma, para uso eleitoral, serviu também como uma enorme cortina de fumaça preventiva para abafar qualquer eventual vazamento da denúncia real contra Aécio às vésperas do segundo turno.
.
Posteriormente, em 12/02/2015 Youssef repetiu, agora na PGR, a acusação sobre o esquema Aécio em Furnas

A afirmação de Youssef sobre Aécio está no Depoimento 20, listado no link abaixo, que tem os links para todos os seus depoimentos. A declaração sobre Lula e Dilma está no Depoimento 2.
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/03/1601678-acesse-a-integra-dos-depoimentos-da-delacao-do-doleiro-alberto-youssef.shtml

Responder

    Conceição Lemes

    15/02/2016 - 09h13

    Obrigadíssima, Francisco. Vc teria o link da acusação de fevereiro de 2015? Abs

FrancoAtirador

15/02/2016 - 08h42

.
.
Valsinha do MP no Tucanistão
(https://youtu.be/Urg8JVM9Jgo)
.
CIRANDA DA BAILARINA
(Chico Buarque de Holanda/Edu Lôbo)
https://youtu.be/jeEUSfP_LU4
.
Procurando bem
Todo mundo tem pereba
Marca de bexiga ou vacina
E tem piriri, tem lombriga, tem ameba
Só a bailarina que não tem
.
E não tem coceira
Verruga nem frieira
Nem falta de maneira
Ela não tem
.
Futucando bem
Todo mundo tem piolho
Ou tem cheiro de creolina
Todo mundo tem
Um irmão meio zarolho
Só a bailarina que não tem
.
Nem unha encardida
Nem dente com comida
Nem casca de ferida
Ela não tem
.
Não livra ninguém
Todo mundo tem remela
Quando acorda às seis da matina
Teve escarlatina
Ou tem febre amarela
Só a bailarina que não tem
.
Medo de subir, gente
Medo de cair, gente
Medo de vertigem
Quem não tem
.
Confessando bem
Todo mundo faz pecado
Logo assim que a missa termina
Todo mundo tem
Um primeiro namorado
Só a bailarina que não tem
.
Sujo atrás da orelha
Bigode de groselha
Calcinha um pouco velha
Ela não tem
.
O padre também
Pode até ficar vermelho
Se o vento levanta a batina
Reparando bem,
Todo mundo tem pentelho
Só a bailarina que não tem
.
Sala sem mobília
Goteira na vasilha
Problema na família
Quem não tem
.
[Procurando bem
Todo todo mundo tem processo
Só a Tucaninha que não tem]
.
(https://www.letras.mus.br/chico-buarque/85948)
(http://www.vagalume.com.br/chico-buarque/ciranda-da-bailarina.html)
.
.

Responder

Francisco

15/02/2016 - 03h38

Não deveria ser necessário tocar no assunto, mas lá vai…

Que vanguarda proletária mixuruca e banguela essa que eu elegi, hein!

Não investiga as bandalheiras da quadrilha tucana ao tomar posse…

Não revida aos ataques da quadrilha tucana ao ser massacrada nas ruas e mídia…

Mantem indicação politica (!) de tucano oligarca burguês, após derrota-lo (imagine Lenine mantendo indicação politica dos Romanov…).

E morre crivado de bala de tucano E NÃO REVIDA!

É muito abestalhado esse partido de bunda mole que eu elegi…

NUNCA mais voto no PT se não me provar que tem caninos e gosto por jugular! Cansei de ser besta!!!

Responder

Marcio Ramos

14/02/2016 - 23h15

Oposição medíocre. Esse almofadinha golpista tem que ir pra cadeia é mais seguro pra ele.

Responder

FrancoAtirador

14/02/2016 - 22h30

.
.
Oxalá o Ministério Público da Suíça
.
instaure um Inquérito contra Aécio.
.
.

Responder

Sertão

14/02/2016 - 22h18

É esse bandido que Moro,Janot,Gilmar e o pig, querem colocar na presidência da República

Responder

    Nelson

    15/02/2016 - 13h07

    Sertão. A coisa é mais grave. É esse bandido e muitos outros do PSDB, que Dirceu, Lula e outros da ala majoritária do PT resolveram proteger, em nome de uma alegada governabilidade.

    Quem não tem rabo preso não deve ter medo de tensionamentos à governabilidade. É o que eu penso. Até porque, governar é viver em tensão; não há como agradar a todos ao mesmo tempo.

    O silêncio de Mercadante e Palocci, entre outros membros da grande chefia do PT, diante do ataque feroz da direita, é altamente suspeito. Reação de quem deve alguma coisa e faz o possível e o impossível para que não mexam demais para que a merda não feda em demasia.

    “Se o passado me condena
    O seu não fica a trás”

    Não sei. Ás vezes fico com a nítida impressão de que os versos da canção “Como é bom te amar”, do grupo Os Melhores, retrata cabalmente os dois partidos que têm se revezado no poder no Brasil já há seis eleições.

Deixe uma resposta