VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Elói Pietá: “Nós ainda devemos ao Brasil o marco regulatório dos meios de comunicação”


03/09/2011 - 18h39

por Conceição Lemes

O Partido dos Trabalhadores (PT) realiza neste final de semana, em Brasília, o seu 4º Congresso Nacional. Cerca de 1.350 delegados, eleitos pelo voto direto de filiados em todo o país, participam. Eles devem votar amanhã a Resolução Política proposta pela Executiva Nacional do PT. São 116 pontos, vários dedicados à questão dos meios de comunicação no Brasil.

No começo desta tarde de sábado, entre uma atividade atrás da outra, Elói Pietá, secretário-nacional do PT, abriu uma brecha, espremida, para esta entrevista sobre um tema fundamental para a democracia brasileira: a regulação dos meios de comunicação.

Gaúcho de Guaurama e morador de Guarulhos, na Grande São Paulo, desde 1980,  Elói Pietá já foi vereador, deputado estadual e duas vezes prefeito de Guarulhos. Terminou o segundo mandato com 80% de aprovação. Atualmente Elói Pietá é vice-presidente da Fundação Perseu Abramo.

Viomundo – A proposta de resolução do IV Congresso Nacional do PT tem 116 tópicos. Entre eles, o marco regulatório dos meios de comunicação no Brasil. O que levou o PT a incluí-lo na pauta? Teria a ver com o caso Veja/ex-ministro José Dirceu?

Elói Pietá – Não, não. Historicamente o PT tem defendido a democratização da mídia. Há toda uma tradição nossa nesse sentido, desde 1989. E, até devido à crescente importância da internet como instrumento de comunicação, esse é um tema que está de volta no mundo todo com muita força.

O marco regulatório é um avanço da democracia e nós, que somos governo há 8 anos e 8 meses, devemos isso ainda ao Brasil. Então, retomando aquela perspectiva levantada desde a campanha para presidência da República de 1989, o PT vai agora transformar essa questão em uma de suas prioridades. Será uma das prioridades da nossa ação partidária. Portanto, não tem nada a ver com o episódio recente.

Viomundo – A proposta de regulação da mídia já foi votada?

Elói Pietá – Não, vai ser votada amanhã pela plenária. A proposta de resolução do 4º Congresso do PT tem 116 itens, há alguns que abordam essa questão.

Viomundo – Por que é importante o Brasil regular os meios de comunicação?

Elói Pietá — Nós achamos que há duas questões básicas para o avanço da democracia no Brasil: a reforma política e a democratização da comunicação.

Hoje os principais meios de comunicação estão nas mãos de poucas empresas.  E essas poucas empresas têm veículos de comunicação nas diversas mídia.  Portanto, um setor privado muito restrito, bastante concentrado, que assumiu um quase monopólio  da área de comunicação de massa,  o que não é muito adequado à democracia.

Viomundo – Por quê?

Elói Pietá – Porque essas empresas não têm mandato outorgado pela sociedade para serem juízes do que do que a população deve saber. Portanto, esse setor tem de se abrir para que a sociedade tenha acesso a informação mais plural, mais diversificada.  Atualmente, essas poucas empresas têm condições de censurar o pensamento de setores importantíssimos da sociedade.

Viomundo – Mas essas empresas alegam que a regulação é que seria censura. Aliás, sempre que o assunto entra em pauta, a mídia fala em atentado à liberdade de imprensa, à liberdade de expressão, em censura. O que o senhor acha desse discurso?

Elói Pietá – São eles que têm o poder de censura e o fazem hoje. Nós não queremos censura.  Nós queremos que a abertura das comunicações permita-nos  superar a censura que pode ser feita atualmente por poucas empresas.

Você pode dizer: todo mundo tem direito à livre expressão. Ok, concordo.  O problema é que não está sendo assegurado o direito dessa livre expressão chegar ao conhecimento da sociedade.

Só chega à sociedade um lado da história, o lado dos donos das poucas empresas de comunicação. Portanto, isso se constitui numa censura a outras opiniões, propostas, interpretações.  Até o peso desigual que se dá ao fato na sua divulgação à sociedade pode se constituir  em censura.

Outro ponto importante é a disseminação do acesso à internet. Isso também faz parte daquilo que chamamos marco regulatório. Assim como nós levamos luz elétrica à regiões mais distantes, isoladas do Brasil, no governo Lula e agora também no governo Dilma,   nós queremos que o mesmo aconteça com a internet.

Viomundo – O que o PT propõe em relação ao marco regulatório?

Elói Pietá — Na verdade, tem vários aspectos. Por exemplo, a questão de proibição da propriedade cruzada nos meios de comunicação.  A possibilidade de as rádios comunitárias terem acesso à sua legalização. O fortalecimento das redes públicas de comunicação que podem ter papel importante nas questões de educação, saúde e  cultura. Outro elemento importantíssimo é garantir espaço para a produção cultural nacional. É uma forma de a nossa produção cultural chegar ao povo brasileiro, mas  também a outros países.

Enfim, um conjunto de elementos que significa uma mudança marcante, histórica, de uma legislação que vem da época de 60 e está em vigor até hoje.

***************

Dos 116 tópicos da Resolução Política do 4º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores, quatro (de 73 a 76) dizem respeito à regulação dos meios de comunicação. Seguem abaixo:

73. Para o PT e para os movimentos sociais, a democratização dos meios de comunicação é tema relevante e um objetivo comum com os esforços de elaboração do governo Lula e os resultados da I Conferência Nacional de Comunicação, que evidenciou os grandes embates entre agentes políticos, econômicos e sociais de grande peso na sociedade brasileira. É urgente abrir o debate no Congresso Nacional sobre o marco regulador da comunicação social – ordenamento jurídico que amplie as possibilidades de livre expressão de pensamento e assegure o amplo acesso da população a todos os meios sobretudo os mais modernos como a internet. Daí o nosso repúdio ao projeto de lei 84/99 que se originou e tramita no Senado Federal, o AI-5 digital, pois pretende reprimir a livre expressão na blogosfera.

74. Para nós, é questão de princípio repudiar, repelir e barrar qualquer tentativa de censura ou restrição à liberdade de imprensa. Mas o jornalismo marrom de certos veículos, que às vezes chega a práticas ilegais, deve ser responsabilizado toda vez que falsear os fatos ou distorcer as informações para caluniar, injuriar ou difamar. A inexistência de uma Lei de Imprensa, a nãoregulamentação dos artigos da Constituição que tratam da propriedade cruzada de meios, o desrespeito aos direitos humanos presente na mídia, o domínio midiático por alguns poucos grupos econômicos tolhem a democracia, silenciam vozes, marginalizam multidões, enfim criam um clima de imposição de uma única versão para o Brasil. E a crescente partidarização, a parcialidade, a afronta aos fatos como sustentação do noticiário preocupam a todos os que lutam por meios de comunicação que sejam efetivamente democráticos. Por tudo isso, o PT luta por um marco regulatório capaz de democratizar a mídia no País.

75. As reformas institucionais não estarão completas se não forem acompanhadas da mais profunda democratização da comunicação. Além de tudo isso, as mudanças tecnológicas e a convergência de mídias precisam ser acompanhadas de medidas que ampliem o acesso, quebrem monopólios e garantam efetiva pluralidade de conteúdos.

76. Ainda no campo da comunicação, é preciso aprofundar as políticas públicas para a juventude, num contexto em que a própria noção de cidadania cultural se redesenha num cenário de convergência tecnológica, de economia e de serviços. Tais políticas devem voltar-se para a ampliação da fruição cultural e da qualidade da educação no Brasil.

Meu twitter: @conceicao_lemes

Leia também:

Martin Wolf, no Financial Times: Hora de regulamentar a mídia britânica

Alberto Dines: Na Era da Idade Lascada

Venício Lima: Sobre os ‘casos Veja’

Minas Sem Censura comprova ditadura tucana em MG

Assange: Manipulação da mídia é risco para a democracia

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



123 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

O seminário da Carta Maior sobre o neoliberalismo | Viomundo - O que você não vê na mídia

05 de setembro de 2011 às 15h31

[…] Eloi Pietá e a regulamentação da mídia no Brasil   […]

Responder

Sagarana

05 de setembro de 2011 às 14h13

"Brasil"?! Me inclui fora dessa!

Responder

FrancoAtirador

05 de setembro de 2011 às 11h22

.
.
EU QUERO VER SAIR DO PAPEL:

Resolução Política do 4º Congresso Nacional do PT

O PT luta, na atual reforma política, para democratizar a apresentação e tramitação das emendas e projetos de iniciativa popular, mas também para facilitar mecanismos de democracia participativa como plebiscitos e referendos.
Entraves às reformas democráticas e populares poderão muitas vezes ser enfrentados através da consulta popular sobre temas de interesse nacional, solicitados pelo Partido e seus aliados no Congresso e nos movimentos sociais.

Essas propostas, um conjunto a ser mais bem definido e organizado de forma articulada com forças de esquerda e centro-esquerda e os movimentos sociais, estarão consubstanciadas em vários pontos de articulação, concatenadas com o próprio calendário dos desafios do país, nas formas de propostas legislativas de nossas bancadas e, em dimensão prioritária, de iniciativas populares de novas leis cidadãs, de plebiscitos e referendos.

Dentre as reformas, destacamos: a reforma do Estado: a participação popular; o combate à corrupção e reforma administrativa; a regulação dos meios de comunicação; nova regulamentação do capital financeiro; a reforma tributária; o contrato coletivo, a organização no local de trabalho e o fim do imposto sindical; as cotas raciais; a reforma agrária e a reforma urbana.

Íntegra em:

http://www.pt.org.br/arquivos/RESOLU%C3%87%C3%83O

Responder

ZePovinho

05 de setembro de 2011 às 01h51

Sugestão certeira do Rafael:
http://estadosentido.blogs.sapo.pt/570336.html

"Televisão: um perigo para a democracia"

É o título de um pequeníssimo livro de Karl Popper e John Condry, datado de 1993/94, no qual Popper alertava para os perigos da excessiva liberdade da televisão que levou à degenerescência no tipo de conteúdos fornecidos. Popper propunha, talvez utopicamente, que se criasse uma ordem que emitisse e retirasse licenças aos trabalhadores e produtores televisivos, que deveriam jurar uma espécie de código deontológico. Deixo aqui dois breves parágrafos de Popper, e um pequeno parágrafo do posfácio de Jean Baodouin. Depois de há uns tempos ter escrito um post indignado com certa degenerescência da televisão portuguesa, foi com agrado que li esta obra.

A proposta que aventei não tem apenas um carácter de urgência, corresponde também a uma necessidade absoluta do ponto de vista da democracia. Eis, resumidamente, a razão: a democracia consiste em submeter o poder político a um controle. É essa a sua característica essencial. Numa decmocracia não deveria existir nenhum poder político incontrolado. Ora, a televisão tornou-se hoje em dia um poder colossal; pode mesmo dizer-se que é potencialmente o mais importante de todos, como se tivesse substituído a voz de Deus. E será assim enquanto continuarmos a suportar os seus abusos. A televisão adquiriu um poder demasiado vasto no seio da democracia. Nenhuma democracia pode sobreviver se não se puser cobro a esta omnipotência. E é certo que se abusa deste poder hoje em dia, nomeadamente na Jugoslávia, mas esses abusos podem ocorrer em qualquer sítio. O uso que se faz da televisão na Rússia é igualmente abusivo. A televisão não existia no tempo de Hitler, ainda que a sua propaganda fosse organizada sistematicamente com um poderio quase comparável. Com ela, um novo Hitler disporia de um poder sem limites.
Não pode haver democracia se não submetermos a televisão a um controle, ou, para falar com mais precisão, a democracia não pode subsistir de uma forma duradoura enquanto o poder da televisão não for totalmente esclarecido. De facto, os próprios inimigos da democracia apenas possuem uma débil consciência desse poder. Quando tiverem compreendido verdadeiramente o que podem fazer com ele, utilizá-lo-ão de todas as formas, inclusivamente nas situações mais perigosas. Mas então será tarde de mais. É agora que devemos tomar consciência desse risco e submeter a televisão a um controle através dos meios que indiquei. (Karl Popper)
Se uma sociedade democrática tem necessidade de liberdade para neutralizar o poder devorador do Estado, também necessita da arma regulamentar para reduzir as más utilizações da liberdade. Popper sempre achou que a economia de mercado era a companheira mais ou menos insubstituível da democracia política. Porém, não aceita que ela generalize inconsideradamente as suas lógicas a todos os registos da vida social. Sobretudo quando, em nome da eficácia e da rendibilidade, submete as cadeias de televisão aos ditames cegos da concorrência, abrindo assim o caminho aos programas mais nefastos e mais deseducativos. Entre a hipótese obsoleta de um monopólio de Estado da radiotelevisão e o panorama actual da privatização e da concorrência selvagem talvez haja lugar para uma solução intermédia: a criação de uma ordem corporativa que emita licenças e possa, em qualquer momento retirá-las. Nem todo o poder ao Estado, nem todo o poder ao mercado. (Jean Baodouin)

Etiquetas: karl popper, televisão: um perigo para a democracia

Responder

Claudia Cardoso

05 de setembro de 2011 às 00h05

Azenha e Conceição, parabéns pela entrevista! Trata-se de um registro importante para futuras cobranças. De fato, o PT tem histórico na luta pela democratização das comunicações. A própria editora Perseu Abramo já imprimiu dezenhas de livros sobre o assunto; ou seja, formulação é que não falta no Partido dos Trabalhadores. O que falta é dirigente partidário e/ou mandato tomar a iniciativa de fazer, da teoria, a prática. Acompanharemos os desdobramentos da resolução partidária!

Responder

FrancoAtirador

04 de setembro de 2011 às 23h56

.
.
Memória Histórica

A FALÊNCIA DA REVISTA DO REI DOS TROLLS
E O ESCÂNDALO NOSSA CAIXA DE SÃO PAULO

Primeira Leitura era uma revista mensal braZileira que sucedeu a antiga Revista República.

O períodico era caracterizado pelo viés assumidamente neoliberal de seu editor-chefe Reinaldo Azevedo e pautou sua atuação jornalística por críticas contundentes ao Partido dos Trabalhadores e a Lula entre os anos de 2003 e 2006. Até setembro de 2004, a revista foi chefiada por Luiz Carlos Mendonça de Barros, ex-ministro das Comunicações do governo Fernando Henrique Cardoso, do PSDB.

Em março de 2006, irrompeu o escândalo do banco estadual Nossa Caixa, de São Paulo, que consistia num esquema de manipulação de verbas publicitárias do banco estadual em favor de deputados da base aliada do governador paulista Geraldo Alckmin, do PSDB.

As verbas eram direcionadas principalmente para financiar anúncios em revistas e jornais dos aliados, como a rede de televisão Rede Vida e a revista Primeira Leitura.

De acordo com o próprio Azevedo, em entrevista ao Observatório da Imprensa, além do banco Nossa Caixa, foram patrocinadores da revista Primeira Leitura os governos de Minas Gerais, sob a gestão de Aécio Neves (PSDB), de Pernambuco, na gestão Jarbas Vasconcelos (PMDB) e do Distrito Federal, governado por Joaquim Roriz.

Depois que o escândalo veio à tona, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) retirou o patrocínio que o banco estadual paulista Nossa Caixa dava à revista do PSDB, isto é, de Reinaldo Azevedo,

Três meses após, circulou a última edição da revista.

O periódico fechou por falta de patrocinadores.
.
.
Para saber mais:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Esc%C3%A2ndalo_da_No
http://pt.wikipedia.org/wiki/Primeira_Leitura_(Re

Responder

Alexei_Alves

04 de setembro de 2011 às 23h49

Para fazer esse marco regulatório sair de verdade é importante que haja antes um fato político claro que mobilize as pessoas e desmoralize a velha balela de "atentado contra a liberdade de expressão". É necessário focar em uma única (dentre as muitas) falcatrua do PIG, e ir a fundo. Um exemplo didático e inescapável, como ocorreu com o "news of the world". Façamos o Vejagate.

Responder

multiplus

04 de setembro de 2011 às 23h32

Não entendo essa "babação" de chamar José Dirceu de "ex-ministro"…

mais correto seria chama-lo de "ex-deputado cassado por corrupção" ou então "chefe de sofisticada organização criminosa, segundo denuncia da PGU"…

seria mais honesto… né?

Responder

multiplus

04 de setembro de 2011 às 23h22

Não entendo essa "babação" de chamar José Dirceu de "ex-ministro"…

mais correto seria chama-lo de "ex-deputado cassado por corrupção" ou então "chefe de sofisticada organização criminosa, segundo denuncia da PGU"…

seria mais honesto… né?

Responder

Rafael

04 de setembro de 2011 às 21h38

Muito interessante que leiam a história de Mário Henrique Simonsen ministro da época do regime militar e ver os seus pupilos e o envolvimento hoje com psdb em especial fhc, armínio fraga, daniel dantas cuja família tinha ligações com dom pedro II, eram dono da fazenda de canudos onde aconteceu a Revolta de Canudos inclusive a pedido Cícero Dantas dom pedro II mandou o exército reprimir o movimento de Antônio Conselheiro. Estranhamente daniel dantas avisado antecipadamente pelo collor que chegou a oferecer o ministério da fazenda a daniel dantas acabou se dando bem com o confisco das poupanças e logo após formando o Opportunity que foi o mais beneficiado pelas privatizações das telecomunicações. Esses militares foram muito espertos simplesmente abocanharam o Estado, TODOS que passaram pelo regime militar hoje estão extremamente ricos e poderosos exemplo Eike Batista filho de Eliezer Batista ministro das minas e energia no regime militar. Pode ser citado muito mais, mas é assunto muito extenso.
Vendo esses tipos de coisa vejo que a globo é uma máquina de mentira e manipulações. É a maior ameaça a democracia no Brasil só não enxerga quem não quer. É uma vergonha para quem diariamente trablha ver essas pessoas se darem bem roubando o estado e depois indo para a glob querendo exigir moralidade dos adversários.

Responder

Regina Braga

04 de setembro de 2011 às 21h29

Demorou muito uma atitude do PT….Sei que o nome do Elói é ótimo…Mas precisamos fazer um trabalho bem feito.Para termos mais uma Lei que não funcione, não serve,para termos uma Agência que não regule, é melhor continuar assim,o pig vende o porco e nós fazemos a linguiça.Linda a carinha do Bebê,trabalhar na grobo,deixa todos de cara amarrada. Moral da foto…Nem o pig suporta o pig.

Responder

Elias SP SP

04 de setembro de 2011 às 21h21

Como confiar em uma empresa jornalística (Folha.com) que lista 31 políticos de expressão nacional, onde apresenta fotos e cita os valores de seus imóveis frisando sempre: “o valor informado à Receita não está corrigido, por isso é inferior ao valor comercial atual”, e quando chega a vez do sr. José Serra mostra a casa e não dá o valor do imóvel em Alto de Pinheiros, bairro paulistano? Diz apenas: “não há informações sobre o valor do imóvel”. Existe nome para esse tipo de jornalismo?

Responder

Paulo

04 de setembro de 2011 às 20h31

Achei uma falha da entrevista, Conceição Lemes não ter perguntado ao seu entrevistado, o motivo de termos 8 anos do governo Lula sem a aprovação do marco regulatório. Seria esclarecedor, até para entendermos se será possível aprovarmos essa mudança no atual governo.

Responder

    Conceição Lemes

    04 de setembro de 2011 às 21h44

    Paulo, eu também gostaria de ter feito mais perguntas, mas não foi possível. O Elói Pietá estava atrasado para de abrir a sessão da tarde do congresso e precisou interromper a entrevista. abs

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 23h12

    Conceição L.,

    não foi perfeito, mas tá bom!

    não era muita lenha, mas já deu pra começar uma bela fogueira (quase 100 comentários)…. rsrs

    parabéns pela iniciativa!
    É MELHOR TERMOS MUITOS "BONS" (como sua entrevista) QUE POUCOS ÓTIMOS (esperar uma entrevista "completa", por ex.)

    o ótimo (utópico e longínquo) impede o bom (possível e suficiente)!

    inté!

ZePovinho

04 de setembro de 2011 às 20h17

O General Giap,homem inteligente,sabe que o poder é condicionado pela cultura,economia,política e pelo fator militar.Precisamos aprender com ele nessa batalha que se avizinha:
http://redecastorphoto.blogspot.com/2011/09/ao-ge

o General Vietnamita Vo Nguyen Giap – “O maior general do século XX”
GIAP – Memórias Centenárias da Resistência

O General Vietnamita Giap completou cem anos em 25 de agosto. É o maior guerreiro do seculo XX. Professor de história que se tornou militar para combater os invasores de seu país, derrotou o Japão (1945), A França (1954) e os Estados Unidos (1975). Em entrevista que fiz em 2003 vocês podem vê-lo contando um pouco de sua história.
O video a seguir retraça importantes momentos de sua luta narrados pelo proprio general em depoimento gravado em 2003.

[youtube Tq8c72PKSCA http://www.youtube.com/watch?v=Tq8c72PKSCA youtube]

Um filme de Silvio Tendler.
Fotografia: Paula Damasceno
Montagem: Felipe Vianna
Produção Executiva: Ana Rosa Tendler
Trilha Sonora Original: Henrique Peters e Vinícious Junqueira
Agradecimentos Especiais: Ministério das Relações Exteriores, Ministra Vera Cintia Alvarez e Embaixador Alcides Prates
Imagens de Arquivo : Estúdios Fílmicos de Hanói
Entrevista com Vo Nguyen Giap gravada em Hanói, Vietnam 2003.
Caliban Produções Cinematográficas todos os direitos reservados.

Enviado por Silvio Tendler

Responder

    Augusto

    05 de setembro de 2011 às 17h58

    Uau! Muito legal. Claro que guerras não são coisas boas, mas às vezes é necessário: quando, por exemplo, o outro quer guerrear com vc… Lindo ver como ele, como diziz Sun Tzu, excele na arte da guerra. Conseguiu mover os inimigos para onde queria. Extraordinário! Obrigado pelo link!

El Cid

04 de setembro de 2011 às 19h48

Gersão, o que você está sabendo do livro " o que sei de Lula" do José Nêumanne Pinto ? pode esperar que não é boa coisa !!

Responder

    Gerson Carneiro

    04 de setembro de 2011 às 22h18

    A luz do Lula, que é estrela, acaba atraindo também pequenos meteoritos que não têm luz própria.

    SILOÉ-RJ

    05 de setembro de 2011 às 01h03

    Uma lástima seu comentário ter sido deletado ele era exelente!!!

    Luiz Carlos Azenha

    05 de setembro de 2011 às 01h15

    Ué, quem deletou o comentário? Foi você, Conceição Lemes?

    Gerson Carneiro

    05 de setembro de 2011 às 01h32

    Os raqui atacaram o blog do Azenhão.

    Conceição Lemes

    05 de setembro de 2011 às 10h11

    Não, Azenha! Achei estranho também, porque os comentários do Gerson sao cuidadosos. Uma pena. Vou perguntar ao Leandro Guedes o que pode ter acontecido.

    rodrigo.aft

    05 de setembro de 2011 às 13h02

    Ô GERSÃO,

    é CRAQUI, FIO, NÃO RAQUI… santa ingonorança!

    raqui não detona ninguém, pelo contrário, denuncia brechas de segurança nos sites alheios e dão dicas de segurança (e informática em geral) pro povão.

    quem invade, pixa, rouba informações, cadastro de clientes e "detona" sites dos outros é CRAQUI!!!

    inclusive, É PROPOSITAL, NA MÍDIA COOPTADA, FALAR ERRADO, TROCAR "CRACKER" POR "HACKER" (é uma das facetas da contra-informção dos lobbyes, para JUSTIFICAR perseguir qquer voz dissonante à ditadura midiática).

    falows?

    Gerson Carneiro

    05 de setembro de 2011 às 07h13

    Viu SILOÉ-RJ como é este mundo?

    Eu defendo o Azenhão das garras do Rodrigo Leme e em retribuição o Azenhão apaga meu excelente comentário. Até tu, Azenhão?

    <img src=http://4.bp.blogspot.com/_bgcWBvUkf9o/RbSV6EPFCYI/AAAAAAAAAB4/Ivcwba9zt9o/s400/sed+tu+brutus.jpg>

    barreto

    04 de setembro de 2011 às 22h23

    Se o for do J. N Pinto, pode ter certeza que será uma porcaria. Este sujeito é notório por ser um "J.Lacerda" que fala muito e não prova nada, não diz coisa com coisa e cria atritos com todas as pessoas com que relaciona-se. Enfim, este sujeito não é levado a sério hoje nem pela oposição, está esquecido, no ostracismo e tenta voltar a tona puxando o pé de alguém.
    Conclusão, o Neumane é um sujeito asqueroso.

    ZePovinho

    04 de setembro de 2011 às 22h45

    José Neumanne Pinto é ligado ao ex-governador da Paraíba(cassado 2 vezes por corrupção) Cássio Cunha Lima(PSDB-PB).É paraibano,essa praga, e subiu no jornalismo de São Paulo com esse tipo de expediente:babar os ovos do patrão.

Fábio

04 de setembro de 2011 às 19h37

O Sr. Capucci deve ser um dos muitos "importados" e acomodados pelo Eloi na administração municipal.
É a única explicação para a afirmação sobre a não existência de emissora de TV em Guarulhos.
Conheço, fiz campanha e votei no Eloi, pois acreditava que faria uma administração diferente (para melhor) das anteriores.
Enganei-me. Os políticos do PT comportam-se exatamente igual aos demais. Quando são governo agem como os outros (o que era motivo de críticas/denúncias passa ser permitido/normal/aceitável).
Hipocrisia!
A constatação não é só minha. Basta ler os excelentes editoriais do Mino Carta na CartaCapital.

Responder

ZePovinho

04 de setembro de 2011 às 19h32

A mídia-empresa serve para corroborar as ilusões necessárias da oligarquia dominante.Frequentemente conseguem isso pelo tempo suficiente para que seus crimes prescrevam,mas não poderão escapar daqueles que desejam a verdade.
Sugestão do rodrigo.aft

[youtube hZEvA8BCoBw http://www.youtube.com/watch?v=hZEvA8BCoBw youtube]

Responder

Elói Pietá: “Nós ainda devemos ao Brasil o marco regulatório dos meios de comunicação” | Viva Marabá Pará Brasil

04 de setembro de 2011 às 18h46

[…] Elói Pietá: “Nós ainda devemos ao Brasil o marco regulatório dos meios de comunicação” var cid= 3541; Tweet (function() { var s = document.createElement('SCRIPT'), s1 = document.getElementsByTagName('SCRIPT')[0]; s.type = 'text/javascript'; s.async = true; s.src = 'http://widgets.digg.com/buttons.js&#39;; s1.parentNode.insertBefore(s, s1); })(); 0 comments Do Blog Viomundo, por Conceição Lemes […]

Responder

Almerindo

04 de setembro de 2011 às 18h45

Azenha, fora do assunto, mas veja só QUE VERGONHA:

"Deputados aprovam Projeto de Lei que volta a cobrar por desbloqueio de celulares"

Fonte: http://www.superdownloads.com.br/materias/deputad

Será que esses deputados não tem NADA DE MAIS IMPORTANTE PRA FAZER??? Precisamos ver quais deles que votaram CONTRA NÓS, povo brasileiro!!!

Responder

FrancoAtirador

04 de setembro de 2011 às 17h55

.
.
PT veta coligações locais com PSDB, PPS e DEM, mas não proíbe PSD de Kassab

Resolução aprovada no 4º Congresso do partido coloca em xeque a coligação de Belo Horizonte,
que tem tucanos e petistas em torno de prefeito do PSB

Por Daniel Merli, especial para a Rede Brasil Atual

Brasília – No debate do 4ª Congresso do PT sobre estratégia eleitoral para as disputas municipais, foi aprovada resolução que veta coligações com os três partidos de oposição à presidenta Dilma Rousseff. Assim, candidatos petistas não poderão fazer alianças com PSDB, DEM ou PPS em 2012. A resolução coloca um problema para o Diretório Municipal de Belo Horizonte, onde o partido ocupa a vice-prefeitura, com Roberto Carvalho, numa coligação encabeçada pelo PSB do prefeito Márcio Lacerda, mas que conta com o PSDB na chapa de vereadores. Lacerda disputará a reeleição.

Foi derrotada resolução para vetar também coligações com o PSD, do prefeito paulistano Gilberto Kassab. "Não podemos criar restrições a um partido que ainda nem existe formalmente", ponderou o presidente do PT, deputado estadual Rui Falcão (SP). "Isso não se confunde com a nossa oposição ao governo Kassab".

As tendências minoritárias consideraram essa a única derrota no encontro. "Em todas as áreas, houve um deslocamento à esquerda. Menos na questão das coligações", avaliou Valter Pomar, secretário de Relações Internacionais do PT e representante da tendência Articulação de Esquerda.

Publicado em 04/09/2011, 15:29

Responder

Roberto Locatelli

04 de setembro de 2011 às 17h13

Até que enfim, o PT saiu do marasmo. Precisou a Veja cometer crimes previstos em lei (de novo) para que o partido resolvesse tomar uma atitude. Mas, tudo bem, antes tarde do que nunca.

Responder

rodrigo.aft

04 de setembro de 2011 às 15h47

Pessoal,

PAREM DE DISCUTIR ABOBRINHAS, FILOSOFIA BARATA E OBVIEDADES!!!

vcs viram o filme ostado pelo ZePovinho, revelando uma parte dos bastidores dos meios de comunicação?
(eu já tinha visto, mas assisti de novo)

já pedi, DUZENTAS VEZES, q se alguém soubesse que indicou algum conselheiro da anatel, anac, anee, anp, q postasse quem indicou quem e onde, até anonimamente, usando um pseudônimo.

alguém se deu ao trabalho de investigar, de postar os nomes?

os nomes indicados às agência (DES)reguladoras, BEM COMO OS JUÍZES CONVOCADOS A COMPOR turmas nos TJ's da vida, já vão com uma missão a cumprir, e não é zelar pelo bem estar e fortalecimento da voz do povo, MUITO PELO CONTRÁRIO, é voto contado para o corporativismo e golpe branco em andamento!!!

a história é mais ou menos assim…

certa pessoa q vai para a anatel ser conselheiro é indicação de um dos "intocáveis", uma das "vozes ativas", parte dos grupos de poder do partido (SEM A PERMISSÃO EXPLICITA DA BASE, Q NEM SABE DESSA ESBÓRNIA NA ALTA CÚPULA PARTIDÁRIA, MUITO MENOS OS ELEITORES, Q NEM IMAGINAM Q O C.A.N.A.L.H.A FIQUE FAZENDO ESSE TIPO DE JOGO SUJO)…

estão acompanhando?

esse elemento da cúpula partidária, antes de indicar alguém, presta consultoria ou tem "generosas" doações de campanha para certas empresas ou pessoas físicas RELACIONADAS A CERTAS EMPRESAS.

vai acompanhando…

depois de receber pela consultoria, ou como "gratidão" pela vultuosa verba de campanha, esse elemento "da alta cúpula partidária" indica um conselheiro para alguma agência de interesse de quem lhe proporcionou a "consultoria" ou generosa e filantropicamente financiou algun$ recur$o$ para sua campanha, ou do partido como um todo.

esse elemento (SABOTADOR) indicado para alguma agência (DES)reguladora age de duas maneiras:
a) ou acelerando assuntos de interesse deles (NUNCA, NUNQUINHA DO POVO) ou
b) protelando o máximo possível assuntos q não devem avançar,
sempre obedecendo diretrizes de seu "indicador" ao cargo,
e esse "INDICADOR DE CONSELHEIROS" obedece a:
a) empresa ou pessoa para a qual prestou "consultoria" ou
b) recebeu verbas de campanha ou
c) para lobbyes "invisíveis", como o lobby sionista.

VIRAM COMO É SIMPLES TOMAR O PODER DE UM MONTE DE "INDIGNADOS COMENTARISTAS DE BLOG"???
enquanto os trouxas ficam nos fóruns blá blá blá, OS ESPERTOS E ARTICULADOS AGEM!!! VÃO ATRÁS DO Q LHES INTERESSA, NÃO IMPORTA DE Q MODO, o povão continua blá blá blá nos fóruns… simples, não???

aprendam uma coisa… essas pessoas não se incomodam com nada falado ou escrito, desde q a população não vá às ruas…
o único medo desses canalhas articuladores da "mão invisível" é tomar uma surra do povão e perder seus bens…
de resto pode xingar eles qto quiser, do que quiser, desde q fique indignado em sua casa…

repetindo pela milésima vez,
POVO BOVINO, POVO FELIZ!!!

Responder

    beattrice

    04 de setembro de 2011 às 18h57

    Dificilimo o povo brasileiro ir às ruas para lutar por seus direitos.__Dificílimo.

    FrancoAtirador

    04 de setembro de 2011 às 20h02

    .
    .
    Passividade lusitana.
    Falta adrenalina
    E sobra alienação.
    .
    .

    Rafael

    04 de setembro de 2011 às 20h14

    A questão aí é que o povo tem que trabalhar, cuidar da casa e depois ir para rua manifestar.

    Rafael

    04 de setembro de 2011 às 20h16

    É justamente para isso que existem partidos políticos, para que sejam representantes do interesse coletivo. Mas infelizmente não acontece do modo que deveria.

    SILOÉ-RJ

    04 de setembro de 2011 às 20h49

    Muito boa sua observação, não tinha me tocado nisso. Mas analisando o seu texto discordo de que as reportagens e os comentários indiginados dos blogs não surta efeito.
    Não se esqueça que foi baseado neles que a rede globo fez aquele tal manifesto achando que fosse nos iludir, e também FOI e É baseado nos blogs e nas redes sociais, portanto por quem escreve, que conseguimos dismitificar muito do que o PIG publica. Citando por exemplo você mesmo, que com sua visão ampla e aguçada nos fornece dados muitas vezes interessantes e valiosos.
    Esteja certo de que NÓS incomodamos e muito. Se não porque o Eduardo Azeredo pago a peso de ouro, tenta emplacar um AI-5 da era digital???
    Não somos mais bovinos e ainda não somos felizes, mas com certeza chegaremos lá.

    Rafael

    04 de setembro de 2011 às 21h22

    Rodrigo acredito que o povo ir às ruas é uma maneira de mudar a situação de um país e no nosso caso é bem provável que será única. Tendo como exemplo países como Japão, Alemanha que destruídos completamente após segunda guerra mundial hoje são países de 1º mundo, com desenvolvimento humano altíssimo, com um dos melhores sistema de educação do mundo, saúde de ótima qualidade e tudo isso não aconteceu por greves, manifestações, paralisações. Fato que os governantes nesses países honraram o seu papel, se preocuparam com desenvolvimento do país, com qualidade da educação do seu povo.
    Por mais que o povo se rebele se não tivermos políticos honrados que pensem no Brasil com respeito, com dignidade, que lute pelo povo nunca mudaremos a situação. O Brasil hoje reproduz muitos fatos desde o descobrimento, corrupção, total falta de respeito pelo que é público, a elite usurpou o Estado e não se muda essa estrutura criada para mantê-los no poder de uma hora para outra. A esperança é que novas gerações tenham educação, consciência crítica.

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 21h46

    Rafael, no Japão e Alemanha,

    as pessoas (e políticos) tem um negócio chamado HONRA, VERGONHA NA CARA!

    além disso, a população, sendo mais sábia (nem sempre cultura formal é sabedoria), detecta facilmente E EJETA políticos hipócritas e populistas de plantão.

    os políticos do bRAZIL, em grande parte (não todos) NÃO TEM A MÍNIMA VERGONHA NA CARA!!!

    como comparar os dois modelos (Japão e Alemanha) com o nosso?

    além do q, eles SABEM e INCENTIVAM a bovinidade da população, q ainteressa tanto ao meio político corrompido qto à mídia mafiosa q temos…

    qto mais bovinos, menos reação, menos problemas de cobranças de promessa, menos cobrança para qualidade e conteúdo da mídia e mais corrupção generalizada.

    ser ir às ruas, nossos políticos (e sim, grandes grupos econômicos e lobbyes – sionista e maçon, por ex.) CONTINUARÃO FAZENDO O Q SEMPRE FIZERAM DESDE O DESCOBRIMENTO DO bRAZIL…

    explorar, saquear, mentir descaradamente, aproveitar a vida, rir até não poder mais do povo bovino…

    explorar, saquear, mentir descaradamente, aproveitar a vida, rir até não poder mais do povo bovino…

    explorar, saquear, mentir descaradamente, aproveitar a vida, rir até não poder mais do povo bovino…

    explorar, saquear, mentir descaradamente, aproveitar a vida, rir até não poder mais do povo bovino…

    AD INFINITUM!!!

    Rafael

    04 de setembro de 2011 às 22h05

    Rodrigo não podemos de modo algum perder a esperança. Japão, Alemanha são exemplos de caminho a seguir não precisamos imitá-los mas ter um norte. Eu acredito que o diferencial desses países não é a educação ou pesquisa em tecnologia, mas o respeito, a honra do seu povo, do seus políticos, a solidariedade. Espero que um dia nosso país tenha esses valores.

    Celso

    05 de setembro de 2011 às 00h00

    Com toda certeza um bom repórter lhe irá informar. kkkkkk
    Abs.

    eliane

    05 de setembro de 2011 às 11h08

    Infelizmente vc está coberto de razão Rodrigo.

Rafael

04 de setembro de 2011 às 14h35

Se uma sociedade democrática tem necessidade de liberdade para neutralizar o poder devorador do Estado, também necessita da arma regulamentar para reduzir as más utilizações da liberdade. Popper sempre achou que a economia de mercado era a companheira mais ou menos insubstituível da democracia política. Porém, não aceita que ela generalize inconsideradamente as suas lógicas a todos os registos da vida social. Sobretudo quando, em nome da eficácia e da rendibilidade, submete as cadeias de televisão aos ditames cegos da concorrência, abrindo assim o caminho aos programas mais nefastos e mais deseducativos. Entre a hipótese obsoleta de um monopólio de Estado da radiotelevisão e o panorama actual da privatização e da concorrência selvagem talvez haja lugar para uma solução intermédia: a criação de uma ordem corporativa que emita licenças e possa, em qualquer momento retirá-las. Nem todo o poder ao Estado, nem todo o poder ao mercado. (Jean Baodouin)

Responder

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 15h59

    bem colocado, Rafael,

    nem todo poder ao Estado, nem todo poder ao (DEUS) mercado,

    e, sim,

    TODO PODER AO POVO (pois a democracia direta está definhando e ninguém percebe)!

    vlw!

Rafael

04 de setembro de 2011 às 14h35

3ª parte:
Não pode haver democracia se não submetermos a televisão a um controle, ou, para falar com mais precisão, a democracia não pode subsistir de uma forma duradoura enquanto o poder da televisão não for totalmente esclarecido. De facto, os próprios inimigos da democracia apenas possuem uma débil consciência desse poder. Quando tiverem compreendido verdadeiramente o que podem fazer com ele, utilizá-lo-ão de todas as formas, inclusivamente nas situações mais perigosas. Mas então será tarde de mais. É agora que devemos tomar consciência desse risco e submeter a televisão a um controle através dos meios que indiquei. (Karl Popper)

Responder

Rafael

04 de setembro de 2011 às 14h34

2ª parte:
A proposta que aventei não tem apenas um carácter de urgência, corresponde também a uma necessidade absoluta do ponto de vista da democracia. Eis, resumidamente, a razão: a democracia consiste em submeter o poder político a um controle. É essa a sua característica essencial. Numa decmocracia não deveria existir nenhum poder político incontrolado. Ora, a televisão tornou-se hoje em dia um poder colossal; pode mesmo dizer-se que é potencialmente o mais importante de todos, como se tivesse substituído a voz de Deus. E será assim enquanto continuarmos a suportar os seus abusos. A televisão adquiriu um poder demasiado vasto no seio da democracia. Nenhuma democracia pode sobreviver se não se puser cobro a esta omnipotência. E é certo que se abusa deste poder hoje em dia, nomeadamente na Jugoslávia, mas esses abusos podem ocorrer em qualquer sítio. O uso que se faz da televisão na Rússia é igualmente abusivo. A televisão não existia no tempo de Hitler, ainda que a sua propaganda fosse organizada sistematicamente com um poderio quase comparável. Com ela, um novo Hitler disporia de um poder sem limites.

Responder

Rafael

04 de setembro de 2011 às 14h33

Senhores importante nesse momento se lembrar de Karl Popper:
1ª parte:
"Televisão: um perigo para a democracia"
É o título de um pequeníssimo livro de Karl Popper e John Condry, datado de 1993/94, no qual Popper alertava para os perigos da excessiva liberdade da televisão que levou à degenerescência no tipo de conteúdos fornecidos. Popper propunha, talvez utopicamente, que se criasse uma ordem que emitisse e retirasse licenças aos trabalhadores e produtores televisivos, que deveriam jurar uma espécie de código deontológico. Deixo aqui dois breves parágrafos de Popper, e um pequeno parágrafo do posfácio de Jean Baodouin. Depois de há uns tempos ter escrito um post indignado com certa degenerescência da televisão portuguesa, foi com agrado que li esta obra.

Responder

Digger

04 de setembro de 2011 às 12h38

A oposição e a grande mídia mercenária, partidarizada e golpista, não vão sossegar nunca enquanto reinar a impunidade. São corporações e escroques contratados com um único objetivo: caluniar, difamar, acusar, julgar e condenar seus desafetos sem nenhuma prova. Essa vilania e safadeza toda, está amparada no desregramento da Comunicação Social no Brasil. É uma verdadeira orgia no descumprimento das leis, com constantes ataques a honra das pessoas sem dar-lhes o direito de resposta. Pisoteiam a presunção de inocência. Julgam-se com poderes de polícia e judiciário. Depois de uma pessoa ser execrada perante a opinião pública por esses irresponsáveis, dificilmente conseguirá se recuperar moralmente perante a sociedade, mesmo sendo absolvido das acusações na justiça. E ainda muitas vezes ficam insinuando e duvidando da decisão da justiça, depois do processo transitado em julgado.

Responder

Augusto

04 de setembro de 2011 às 11h47

Fiquei muito contente com essa notícia, por essa eu não esperava. :)

Responder

mello

04 de setembro de 2011 às 11h44

Agora é hora do Paulo Bernardo escolher: fica no PT, ou vai para o PR ou PTB?

Responder

Julio o anti-tucano

04 de setembro de 2011 às 08h05

Regulamentação Já. Porque queremos e precisamos ouvir e ver os dois lados da moeda.

Responder

EUNAOSABIA

04 de setembro de 2011 às 07h44

Não se atrevam, melhor ficarem quietos.

Responder

    Rafael

    04 de setembro de 2011 às 14h38

    Você fala muito em corrupção, acho que você é obtuso, cego, não quer ver a realidade. Leia a história de Mário Henrique Simonsen e Daniel Dantas e então depois fale sobre corrupção e partidos corruptos.

    Panambi

    04 de setembro de 2011 às 15h47

    Tô com medo! Me disseram que você é "malvado", que quando era mais novo, enchia o "furico" de caco de vidro, só pra machucar o "bilau" da rapaziada…que maldade EUNUCOSABIA.

    Gerson Carneiro

    04 de setembro de 2011 às 15h53

    Huuuummmmmm… tô de mal.

    <img src=http://blogdocalilneto.files.wordpress.com/2011/02/william-bonner_thumb6.png>

    ZePovinho

    04 de setembro de 2011 às 19h11

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Marcelo Fraga

    04 de setembro de 2011 às 16h20

    Que malvado. rsrsrsrs

    SILOÉ-RJ

    04 de setembro de 2011 às 19h36

    Isso é uma ameaça???
    Que medo!!!

    ZePovinho

    04 de setembro de 2011 às 20h31

    AUDÁCIA DA PILOMBETA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ZePovinho

    04 de setembro de 2011 às 21h21

    Digite o texto aqui![youtube -8689NJir7o http://www.youtube.com/watch?v=-8689NJir7o youtube]

Sérgio

04 de setembro de 2011 às 02h29

É isto aí, regulação da mídia já!
Pelo fim do atual sistema de comunicação, que foi forjado nos porões da ditadura.

Responder

Gustavo Pamplona

04 de setembro de 2011 às 01h32

Leiam isto aqui:

[Em contexto: Por que os deputados não punem seus colegas]
http://revistaepoca.globo.com/Primeiro-Plano/noti

Bom… eu não ligo para o caso da Jaqueline Roriz… sabia que ia dar nisto mesmo… mas fica a pergunta:

Por que os jornalistas não punem seus colegas?

—-
Gustavo Eduardo Paim Pamplona – Belo Horizonte – MG
Desde Jun/2007 punindo jornalistas no "Vi o Mundo"! ;-)

Responder

Raphael Tsavkko

04 de setembro de 2011 às 01h13

Eu acho engraçado… foram 8 anos de Lula e já vai quase um de Dilma e NADA de regulação da Mídia. Sério, duvido que haja alguma e, se sair, não tocará em nenhum interesse da globo e cia, que já se beneficiou com o PLC 116, aprovado recentemente. Se sair será algo como o PNBL, que beneficia exclusivamente os donos do poder, e não o povo. A Cultura, com Ana de Hollanda, vai pro buraco cada vez com mais rapidez… Me pergunto, isso é governo de esquerda? Dos trabalhadores?? Cadê a vontade de implementar políticas s´´erias para o povo? E saláqrios dignos pros professores das IFES em greve? Pra saúde? Pra banqueiro grana não falta.

Responder

SILOÉ-RJ

04 de setembro de 2011 às 00h44

Todo cuidado é pouco diante de tamanha capacidade de manipulação e deturpação.
Foram muitos anos de escola nos porões da ditadura, para se cometer uma falha tão ingênua como essa.
Analisando mais profundamente os fatos, acho que os erros cometidos foram PROPOSITAIS e de INDUÇÃO de tão primários que são. É mais uma casca de banana para Dilma e o PT escorregarem justamente na convenção. A foto de hoje está carregada de significados, espero estar enganada: mas virá uma carga brutal em cima do DIRCEU.
Temos sim que colocar a mídia nos TRILHOS, senão ela vai passar por cima da DEMOCRACIA. Mas essa iniciativa não deve ser nem do governo nem do PT.
Ela está louca para desestabilizar a DILMA, inconformada com os seus prejuízos políticos e financeiros, já fez de tudo pra isso, e vai continuar tentando, se escondendo atrás do ESCUDO DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO. esse, no momento extremamente vunerável para o nosso lado, por não se ter ainda um contra- ponto mais aprimorado.

Responder

    Celso

    04 de setembro de 2011 às 02h26

    Estou com você em relação ao momento, de resto a regulamentação deve ter a iniciativa do executivo. O Paulo Bernardo teve todo o tempo possível para andar com o projeto. Agora, a regulamentação que poderá se transformar em lei vai acabar levando o nome pejorativo de Lei Zé Dirceu. Ainda vão fazer uma Lei Palocci. E ainda querem ressuscitar a CPMF!!!!! O PT está se achando o último biscoito do pacote.

    Fabio_Passos

    04 de setembro de 2011 às 10h25

    A mídia corrupta – globo / veja / fsp / estadão – é um partido político: PIG

    Se o PT defende a democracia e os trabalhadores… então precisa enfrentar os interesses do PIG.

    O que você sugere?

    SILOÉ-RJ

    04 de setembro de 2011 às 16h00

    DESMORALIZAR o PIG até que ele ENTRE NOS TRILHOS ou CAIA DE PODRE.
    Tivemos o exemplo da DILMA que desmoralizou Agripino Maia e mais recentemente outro exemplo de que como isso é facil de fazer, dado pelo própio Paulo Bernades que desmentiu na CPI com provas, o Álvaro Dias. Parlamentar ferrenho da oposição que: baseado em NOTINHAS PLANTADAS, cometeu ilações. Álvaro Dias ainda tentou se justificar, o que piorou ainda mais sua situação, tendo que enfiar o rabinho entre as pernas e sair à francesa.
    Então porquê não transforma a CPI em holofotes a nosso favor???
    Outro exemplo foi o BOLINHA GATE, desmoralizado pela internet que virou motivo de chacota até no próprio pig.
    O governo tem que utilizar a sua mídia e as pequenas mídias que tem à sua disposição com inteligência e frequência, dando inclusive, apoio e aporte para os BLOGS e REDES SOCIAIS, JORNAIS DE BAIRROS, RADIOS COMUNITÁRIAS, DIRETÓRIOS ACADÊMICOS, para quebrar os pés desse mito de lama.

    Fabio_Passos

    04 de setembro de 2011 às 16h40

    O PIG já está completamente desmoralizado.
    Democratizar a mídia é questão de vontade política.

    EUNAOSABIA

    04 de setembro de 2011 às 17h15

    Falta combinar com os russos, ou melhor, com a Dilma.

    Perdeu rapaz…

    SILOÉ-RJ

    04 de setembro de 2011 às 19h35

    Infelizmente não está não, ainda tem muita gente que acredita nele.
    O maior problema é o monopólio da rede globo com tentáculos poderosos de filiais, repetidoras e coopitados no Brasil todo. Usando também de golpes baixos contra a concorrência e até contra seus telespectadores.
    Numa política de morde e assopra, utiliza-se dos meios disponíveis da rede tais como novelas e humorísticos para que numa linguagem subliminar consiga passar suas mensagens, tipo aquelas em que dá estocadas no governo com ilações, sem que o povão perceba que não é bricadeirinha.

    Fabio_Passos

    04 de setembro de 2011 às 21h58

    Não concordo.
    O PIG foi derrotado em 3 eleições seguidas.

    O problema ainda existe mas só será resolvido com iniciativa do governo: Um novo marco regulatório.

    Cabe aos partidos de esquerda, movimentos sociais, militantes e cidadãos dar apoio a iniciativa.

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 19h03

    Siloé, minha cara,

    a mídia come na mesma mão dos q articulam corporativismo e/ou golpes brancos…

    não é a mídia em si q precisa desinformar, mentir, conspirar…

    ELA ESTÁ A SERVIÇO DOS GRUPOS DE PODER!!! (só isso!!!)

    Siloé e demais colegas, tentem descobrir quais foram os elementos do partido e do judicário q foram cooptados, corrompidos ou chantageados para fazer indicações e serviços sujos dentro do governo e vc descobrirá de onde está vindo essa podridão administrativa, desfavorável à democracia e à população e favorável a corporações e a lobbyes ocultos (sionista e maçons, por exemplo)

    e como descobrir?

    vendo quem indica quem e o q o indicado faz ou não (ou impede, por ex.) quando está em cargos decisórios…

    ex.:
    – o q a ana "riaa" de holanda faz (OU NÃO FAZ) e pq não cai?
    – o q o paulo "das teles' hibernardo faz (OU NÃO FAZ) e pq não cai?

    (os indicados e políticos do FISIOLOGISTA pmdb – BLARGH! – nem me digno a comentar… um pior q o outro, a começar pelo vice – temer, o rei dos esgotos do poder, junto o sarney – um pior q outro, excetuando meia dúzia ainda razoáveis no meio de centenas de ruins)

    Siloé, se vc quer achar a origem do câncer, procure nas corporações, nos lobbyes (sionista e maçon), nos especuladores financeiros, depois quais são seus prepostos no goveno (federal, estadual, municipal), na política e no judiciário…

    achando a cadeia de comando, A ROTA DO DINHEIRO, vc saberá quem favorece quem, sempre em prejuízo da população.

    simples, não?

    TODA ESSA CONVERSA SOBRE ASSUNTOS NÃO CONCERNETES À ORIGEM DO PODER, À ORIGEM DA CADEIA DE COMANDO, À ROTA DO DINHEIRO, É SÓ PASSA-TEMPO, CONVERSA DE COMADRE DESOCUPADA, ENERGIA GASTA Q NÃO RESOLVE NADA!

    SILOÉ-RJ

    04 de setembro de 2011 às 21h42

    Essas sempre foram as regras do capitalismo desde que o mundo é mundo. Mas isso está mudando e a mídia aqui também é poder desde à ditadura.
    Você está querendo dizer com isso, porque os judeus dominam o mundo, devemos entregar os pontos aqui e desistir de brigar no nosso dia a dia pelas coisas que nos concerne ???
    QUE AS COMADRES DESOCUPADAS CRUZEM OS BRAÇOS E CUSPAM NO CHÃO DE INDGINAÇÃO??
    Ainda bem que a maioria não pensa assim ???
    Senão como justificar as vitorias do SOCIALISMO conquistadas até agora???
    Senão como justificar as mudanças sociais do nosso país conseguidas bravamente por LULA e DILMA até agora???
    Sabemos que é uma luta árdua, desigual e insana, mas não podemos desistir
    e o LOBBY DO POVÃO, não conta não??? VIDE PRAÇA TAHRIR.

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 21h50

    NO LOBBY DO POVÃO EU EMBARCO E VOU SER FELIZ!!!

beattrice

04 de setembro de 2011 às 00h01

Depois de tantas idas e vindas, e com o Hibernardo na cadeira, melhor ver prá crer.

Responder

ricardo silveira

04 de setembro de 2011 às 00h00

Não vai ser fácil fazer maioria no Congresso para a aprovação de uma lei sobre o marco regulatório. Como convencer os senadores e deputados da base, donos de meios de comunicação? Vai ser pedreira e acho que o governo tem que “publicizar” ao máximo o debate sobre o tema, buscar o respaldo da sociedade, dos movimentos sociais. Certamente é a questão política mais importante a ser conquistada. A economia nunca esteve melhor, a oportunidade é agora. A sociedade não pode continuar a ser manipulada pelos meios de comunicação como tem sido há tantos anos.

Responder

Fabricio

03 de setembro de 2011 às 23h08

O Reinado da Globo vai acabar????

Responder

    FrancoAtirador

    03 de setembro de 2011 às 23h48

    .
    .
    O Reinado da Globo não se sabe.

    Mas com certeza o Reinaldo da Veja vai acabar.
    .
    .

    carlos eduardo

    05 de setembro de 2011 às 08h29

    1 – E os politicos donos de emissoras sera que vai deixar ?
    2 – Os politicos que tem "relações" com donos de emissoras locais ?

FrancoAtirador

03 de setembro de 2011 às 22h37

.
.
Para Gilberto Carvalho, “mídia séria” não tem por que temer regulação

Por: Redação da Rede Brasil Atual

Gilberto Carvalho não vê motivos para que o Brasil não enfrente o debate sobre regulação e democratização da comunicação

São Paulo – O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, defendeu neste sábado (3) ao chegar ao Congresso do PT, em Brasília, o projeto de regulação da mídia, e afirmou que os veículos de comunicação que trabalham com seriedade não têm motivos para temer o assunto.

“O projeto de regulamentação da mídia é um debate que o Brasil tem que enfrentar.
Não acho pertinente confundir regulamentação com censura.
Acho muito estranho, porque isso pode fazer bem para a mídia séria”,
afirmou Carvalho.

Ele indicou ainda que não há motivos para que se taxe de autoritário qualquer momento dos governos Lula e Dilma.
Alguns colunistas de veículos da velha mídia consideram se tratar de censura o projeto que tenta impor limites à concentração dos veículos de comunicação, debatendo o destino das frequências de rádio e de TV.
Como são concessões públicas, o projeto poderia impor o cumprimento de certos critérios educativos e sociais para as programações apresentadas pelos concessionários, o que está previsto na Constituição, mas ainda não foi objeto de regulação do Congresso.
“Poucos governos foram tão execrados como os nossos.
O projeto que está no Ministério das Comunicações não vai nessa linha.
Acho um certo oportunismo isso.”

No ano passado, o então ministro da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins, iniciou um amplo debate sobre a regulação da comunicação, e deixou pronto um projeto que foi encaminhado a Dilma Rousseff.
A presidenta decidiu transferir o debate para o Ministério das Comunicações, e a expectativa inicial era de que uma posição definitiva seria apresentada até o final do primeiro ano de mandato.

Publicado em 03/09/2011

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/

Responder

Rafael

03 de setembro de 2011 às 22h34

A globo tenta constantemente criar uma realidade alternativa, inventa um mundo onde ela não apoiou o regime militar, um mundo onde a denúncias de corrupção contra o psdb/dem e apadrinhados não existem, exemplo o caso do Ricardo Teixeira, o patrimônio do aécio nas suas rádios, paulo preto, alston, privatizações até os bueiros explosivos, apagões constantes em SP pelo serviço precário da distribuidora. Chega a um ponto em que critica os juros, diz que o governo é incompetente por não manter juros altíssimos ao mesmo tempo criticou duramente o governo por baixar os juros. É preocupante a postura da globo, ela quer reescrever a História, que inventar um país que não existe e lamentavelmente existem pessoas que acreditam nessa baboseira. Todos países sérios têm regulamentação da mídia, o Brasil não pode. E cada vez mais fica evidente a torcida contra. Nunca foi tão perceptível.

Responder

    beattrice

    03 de setembro de 2011 às 23h59

    No mundo paralelo da GLOBO o Zé da BOlinha foi atingido por um atentado e o Kamelo é jornalista.
    Viva a ficção.

Rafael

03 de setembro de 2011 às 22h24

Senhores vejam os comentários no site da globo sobre regulamentação da mídia proposta pelo PT e veremos a cara da globo. Impressionante a globo falar em democracia sendo que se criou apoiando o regime militar. Vários comentários que me chega a dar vergonha de saber uma pessoa que supostamente pensa o fez. Realmente o pior cego é aquele que não quer ver. Temos que divulgar diariamente,constantemente o documentários além do cidadão Kane, não pode alguém que conhece a globo defender essa empresa extremamente autoritária, corrupta.

Responder

Fabio_Passos

03 de setembro de 2011 às 21h50

Meia dúzia de oligarcas – filhotes da ditadura! – exercendo o monopólio da informação no Brasil.

Democratizar a mídia é questão capital.

Responder

    Sagarana

    05 de setembro de 2011 às 14h14

    A carta capital faz parte desse monopólio?

EUNAOSABIA

03 de setembro de 2011 às 21h21

Não, vocês não podem não.

Responder

    Leider_Lincoln

    03 de setembro de 2011 às 22h42

    Sim, nós podemos. E graças a Veja, faremos!

    El Cid

    04 de setembro de 2011 às 19h48

    Leider, o que você está sabendo do livro " o que sei de Lula" do José Nêumanne Pinto ? pode esperar que não é boa coisa !!

    SILOÉ-RJ

    05 de setembro de 2011 às 01h22

    Você não me perguntou mas com eu sou intrometida lhe respondo:
    Só não vai mofar nas prateleiras porque explora bem a logo" LULA", senão… iria fazer companhia ao vídeo "Senhor do seu tempo" do hoje atual menphito roberto marinho e ao livro apocalíptico da urubologa miriam leitão.

    El Cid

    05 de setembro de 2011 às 12h50

    entendo, querida… agradeço por sua "bem-vinda intromissão !! rs

    abraços !!

    Sagarana

    05 de setembro de 2011 às 21h55

    Noosssaaaaaaaaaaa, que menino levado…

    ZePovinho

    03 de setembro de 2011 às 22h59

    Se você é pau mandado,barriga branca,canoinha,dominado pela mulher a culpa é sua.Eu vou!Quero sim!Minha mulher não manda em mim!!!!!!!!!!!!!!

    [youtube euTxXL4MQTU http://www.youtube.com/watch?v=euTxXL4MQTU youtube]

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 12h19

    ô Zé, esses são seus amigos de "curtição"? vai conversar com eles no fim de tarde? rsrs
    (esse video é mto divertido… vai outro pra vc dar risada: http://www.youtube.com/watch?v=k_MXhtqTtEk&fe

    besteirinhas à parte, dá uma olhada nisso… acho q vc já tem, mas como vc posta 200 vídeos, não sei se este está na sua lista (sobre 11-set… eu já vi antes, em algum lugar (rsrs), mas não sei se foi nas suas indicações ou não… http://www.youtube.com/watch?v=hZEvA8BCoBw

    ótimo domingão a todos!

    El Cid

    04 de setembro de 2011 às 01h29

    vai perder, Piu-Pui !!!

    Celso

    04 de setembro de 2011 às 02h13

    Continua não sabendo. Alienação total; está em camisa de força e assim deve permanecer para o bem da sociedade. Chupar manga pode, EUNÂOSABIA?

    Marcelo Fraga

    04 de setembro de 2011 às 16h14

    Conhece o bordão do Obama, "Yes, we can"?
    Pois é.

    Donizeti - SP

    05 de setembro de 2011 às 10h18

    Zé Povinho, olha só, todo mundo na praia, ninguém trabalhando, ouvindo música e dançando, devem ser todos beneficiários do BOLSA-ESMOLA e eleitores do Lula ! hehehe.

Luciano Prado

03 de setembro de 2011 às 21h14

A velha imprensa vai voltar a tentar enganar o incauto com esse papo de controle da imprensa e censura.

A desonestidade não tem limites. A velha imprensa aposta da desinformação e da ignorância da população.

Os patrões da velha imprensa vão se ferrar porque a cada dia as pessoas se informam e sabem distinguir o honesto do desonesto, a verdade da mentira, bem como identificam as manobras e manipulações praticadas pelos soldadinhos dessa imprensa podre e criminosa.

Responder

Gerson Carneiro

03 de setembro de 2011 às 21h00

É agora, ou nunca.

Responder

    FrancoAtirador

    04 de setembro de 2011 às 00h16

    .
    .
    MONÓLOGO DO HIBERNARDO

    Adiamento

    Depois de amanhã, sim, só depois de amanhã…
    Levarei amanhã a pensar em depois de amanhã,
    E assim será possível; mas hoje não…
    Não, hoje nada; hoje não posso.
    A persistência confusa da minha subjetividade objetiva,
    O sono da minha vida real, intercalado,
    O cansaço antecipado e infinito,
    Um cansaço de mundos para apanhar um elétrico…
    Esta espécie de alma…
    Só depois de amanhã…
    Hoje quero preparar-me,
    Quero preparar-rne para pensar amanhã no dia seguinte…
    Ele é que é decisivo.
    Tenho já o plano traçado; mas não, hoje não traço planos…
    Amanhã é o dia dos planos.
    Amanhã sentar-me-ei à secretária para conquistar o mundo;
    Mas só conquistarei o mundo depois de amanhã…
    Tenho vontade de chorar,
    Tenho vontade de chorar muito de repente, de dentro…

    Não, não queiram saber mais nada, é segredo, não digo.
    Só depois de amanhã…
    Quando era criança o circo de domingo divertia-rne toda a semana.
    Hoje só me diverte o circo de domingo de toda a semana da minha infância…
    Depois de amanhã serei outro,
    A minha vida triunfar-se-á,
    Todas as minhas qualidades reais de inteligente, lido e prático
    Serão convocadas por um edital…
    Mas por um edital de amanhã…
    Hoje quero dormir, redigirei amanhã…
    Por hoje, qual é o espetáculo que me repetiria a infância?
    Mesmo para eu comprar os bilhetes amanhã,
    Que depois de amanhã é que está bem o espetáculo…
    Antes, não…
    Depois de amanhã terei a pose pública que amanhã estudarei.
    Depois de amanhã serei finalmente o que hoje não posso nunca ser.
    Só depois de amanhã…
    Tenho sono como o frio de um cão vadio.
    Tenho muito sono.
    Amanhã te direi as palavras, ou depois de amanhã…
    Sim, talvez só depois de amanhã…

    O porvir…
    Sim, o porvir…

    Álvaro de Campos
    (Heterônimo de Fernando Pessoa)

ZePovinho

03 de setembro de 2011 às 20h51

SERÁ QUE FOI O JORGE BORNHAUSEN????????????????????????????
http://www.g17.com.br/noticia.php?id=58

Político de Santa Catarina é engolido por cobra Sucuri no Amazonas

Pescador presenciou a cena, tentou buscar ajuda, mas o povo deu gargalhada ao invés de ajudar

Um deputado de Santa Catarina foi engolido por uma cobra Sucuri, na manhã desta quarta-feira (8), durante um passeio pelo Amazonas. De acordo com testemunhas, o deputado fazia um passeio de barco, bebia uísque e contava dinheiro de uma maleta, bastante feliz, quando foi surpreendido pela cobra. “Eu vi quando a cobra pegou, enrolou, e engoliu”, contou um pescador que estava próximo do local.

Após presenciar o ataque da sucuri contra o deputado, o pescador foi até uma comunidade buscar ajuda. Entretanto, ao invés de conseguir ajuda, conseguiu na verdade foi alavancar gargalhada do povo. “O povo começou a rir, e até bolaram no chão gargalhando, quando eu contei que o engolido foi um político”, disse o pescador ao repórter de G17.

A esposa do deputado foi informada do ocorrido na tarde de hoje. “Eu acho é pouco. Quem mandou ir esconder dinheiro no Amazonas”, disse a viúva.

Responder

    ZePovinho

    03 de setembro de 2011 às 21h16

    É tiração de onda,gente,mas é genial.
    http://www.g17.com.br/quemsomos.php

    Uma sátira dos sites de notícias

    G17 é um portal de humor, e o seu conteúdo foi elaborado exclusivamente para o entretenimento do leitor, não podendo ser levado a sério, e muito menos servir de fonte de informação, porque as “notícias” que publicamos são fictícias.

    O site foi lançado em 27 de maio de 2011. Deveria ter sido no dia 1º de abril, mas o projeto atrasou e só deu certo no mês seguinte.

    Em pouco tempo o site ganhou repercussão e se espalhou pela Internet através das redes sociais, Facebook, Orkut, e pelo Twitter.

    A intenção do G17 é fazer o leitor se divertir e rir com as falsas e absurdas notícias que publicamos.

    Luciano Prado

    03 de setembro de 2011 às 21h52

    Oh! Zé, Você cortou nosso o barato… Faz isso não… Tava satisfeito da vida com a boa notícia e torcendo que fosse o BORNHAUSEN

    ZePovinho

    03 de setembro de 2011 às 22h55

    Pois é,Luciano…..fiquei até com pena da cobra,achando que ela ia vomitar muito.Depois vi que era tiração de onda.

    FrancoAtirador

    03 de setembro de 2011 às 22h05

    .
    .
    .
    Fusão do G1 com o R7 só podia dar nisso.
    .
    .

ZePovinho

03 de setembro de 2011 às 20h11

Eu sugiro até um documentário para que possamos começar a esclarecer a sociedade.Divulgue,espalhe,discuta.Precisamos arrancar a democracia desses bandidos financeiro-midiáticos que a vilipendiaram:

Orwell está se Revirando no Túmulo – Orwell Rolls In His Grave (2004) LEGENDADO PT

[youtube hE8gpNdimF0 http://www.youtube.com/watch?v=hE8gpNdimF0 youtube]

Responder

    ZePovinho

    03 de setembro de 2011 às 20h53

    Olha a lapa de pé do Bush.Caraca!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    rodrigo.aft

    03 de setembro de 2011 às 22h20

    Zé, essa lancha é prótese!!! kkkkkkk

    já q o cérebro do cara não atrai ninguém (ou é ausente, acéfalo… rsrs),
    ele deu uma exagerada no pé para impressionar as moçoilas observadoras no tamanho do pé alheio…

    e para intimidar os homens de pés menores… kkkk….

    ou, então, uma hipótese alternativa, seria para manter o equilíbrio do cara, pois ninguém garante q ele largou de tomar umas e outras…
    como aquele sapatão dos palhaços de circo (ou do pateta, amigo do mickey)…. eles podem inclinar um monte para a frente q não caem… rsr

    [ ]'s

    SILOÉ-RJ

    04 de setembro de 2011 às 00h50

    OI Rodrigo!!!
    Que moiçola de hoje acredita nesse mito???

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 16h02

    Siloé, respondi lá pelas 13h… se não aparecer, comento de novo.

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 12h28

    fala Siloé!!!

    tem sim! vai pesquisando para vc ver se não acha algumas….

    outra (e mais importante): o povo q mais observa isso talvez não seja o das moçoilas, mas dos "entendidos", se vc me entende… rsrs

    [ ]'s

    SILOÉ-RJ

    04 de setembro de 2011 às 19h50

    Qual é Rodrigo!!!
    Se eu fosse pesquisar faria o contrário.

    rodrigo.aft

    04 de setembro de 2011 às 23h59

    epa! epa! epa!

    "Se eu fosse pesquisar faria o contrário'.

    iria pesquisar "aquilo" para depois comparar com o pé?
    (eu, hein!?!?!?)

    Siloé, Siloé, vc não era assim!
    ficou…como dizer? … "interessada em pesquisas" depois de ver o vídeo q recomendei ao ZePovinho, né? http://www.youtube.com/watch?v=k_MXhtqTtEk&fe

    Siloé, Siloé… quem te viu, quem te vê… rsrs

    (tem certeza q não é Salomé… mto mais fácil de escrever… rsrs)

    SILOÉ-RJ

    05 de setembro de 2011 às 23h04

    Pô, colega!!!
    Assim você acaba com a minha reputação!!!
    Fala sério!!!
    [ ].

    Augusto

    03 de setembro de 2011 às 21h32

    o filme Zeitgeist é ótimo também. Elucida muita coisa.

    ZePovinho

    03 de setembro de 2011 às 22h54

    Eu assisti.Também pode fazer parte do repertório.

Polengo

03 de setembro de 2011 às 20h10

"São eles que têm o poder de censura e o fazem hoje."
Falou tudo.

Cadê a greve dos professores?
Cadê o site FALHA DE SP, que foi censurado? Por quem?
Cadê a churrascada diferenciada?
Cadê os cacetetes da polícia do serra nos professores? Cadê os cassetetes das polícias brigando na porta do palácio do governo?
Cadê a sabesp abrindo as comportas e deixando alagado o jardim romano por 3 meses?
Cadê o caos do metrô na sé quando chove, do trem que parou e o povo foi a pé pelos trilhos (a cptm ainda queria colocar a culpa na blusa vermelha)
Cadê os vídeos desmascarando a bolinha de papel assassina de carecas indignas?

Azenha, a gente podia fazer essa lista das censuras da mídia. Que tal? Pode ser útil.
Se todo mundo lembrar uma ou duas, dá uma matéria.

Responder

    Augusto

    03 de setembro de 2011 às 22h05

    Quanto à greve de professores, eu estive na praça da República ontem. Umas 3.500 pessoas segundo o sindicado, não sei precisar bem o número de pessoas, acho que o número deve ser esse mesmo. A diretoria do sindicato ludibriou a votação. A direção do sindicado, a 'Bebel', não aceitou a posição da assembléia, disse que não cabia recurso… Foi vaiada. Ela ainda propôs uma passeata de 3500 profs… como se fôssemos idiotas para seguir uma idéia dessa (um parte dos professores ficaram na frente do caminhão para ele não sair do lugar!), para que o PIG falasse que a culpa do pior trânsito do ano era a culpa dos professores. Tanto que a direção do sindicado, essa direção que senta para 'negociar' com o secretário de educação, desistiu dessa ideía idiota. Decepção total. E procurem o que a falha falou sobre isso… Simplesmente lastimável tudo. Ley de medios ya!

Paulo Capucci

03 de setembro de 2011 às 19h55

Elói Pietá é um interlocutor mais q preparado para essa discussão. Governou por 8 anos a maior cidade de estado de São Paulo depois da capital (e conurbada a ela), Guarulhos, sem uma emissora de TV na cidade, q pautava tudo a partir do interesse exclusivo da midia. Um milhão e 300 mil pessoas sem o 'outro lado'…
Paulo Capucci, ex-secretário da saúde de Gurarulhos

Responder

erivaldosilva

03 de setembro de 2011 às 19h11

Não vi da FOLHA nenhuma menção à grave invasão do apartamento de Zé Dirceu em Brasília pelo reporte da revista VEJA. Não vi nenhuma matéria sobre esse assunto. Não vi em nenhum jornal uma critica a escutas telefônicas ilegais na Inglaterra. Não vi nenhuma critica da mídia brasileira as práticas jornalísticas de Rupert Murdoch.

Responder

    FrancoAtirador

    03 de setembro de 2011 às 22h08

    .
    .
    Antes mesmo do Zé Dirceu botar a boca no trombone,

    A FOLHA-SHIT JÁ HAVIA REGISTRADO A MATÉRIA EM CARTÓRIO.

    Só não a publicou.
    .
    .


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Últimas matérias
Amigo de Bolsonaro, Trump proíbe exportação de máscaras, apesar de alerta sobre “crise humanitária” na América Latina

Da Redação O presidente Donald Trump anunciou hoje que assinará um decreto proibindo a exportação, por empresas dos Estados Unidos, de equipamento médico utilizado no combate à pandemia de coronavírus. Isso apesar de a empresa 3M, especificamente acusada de lucrar com a emergência médica, ter dito que a decisão de Trump teria “implicações humanitárias significativas” […]

Ler matéria