VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Marcos Coimbra: Realidade desfazendo a imaginação da grande mídia


09/09/2012 - 09h15

Quem Ganha?
por Marcos Coimbra, no Correio Braziliense

Com sua proverbial dificuldade de compreender os sentimentos do cidadão comum, os analistas da “grande imprensa” imaginaram um desfecho para as eleições deste ano que a realidade está desmentindo.

A hipótese central com que trabalhavam era que, especialmente nas principais capitais, o julgamento do “mensalão” desgastaria o PT e os partidos da base do governo. Inversamente, que beneficiaria os candidatos da oposição.

O palco por excelência de confirmação da tese seria São Paulo. Lá, achavam que o “primeiro ato” da sucessão presidencial de 2014 iria ocorrer e que o resultado seria desfavorável aos petistas.

Combalido pelo “mensalão”, Lula veria seu indicado perder para José Serra, natural depositário dos sentimentos de rejeição ao PT aguçados pelo julgamento.

E esse seria apenas o caso mais fulgurante de um conjunto de derrotas do “lulopetismo”. Nas grandes cidades, a oposição sairia fortalecida.

Mas é exatamente em São Paulo que estamos constatando que a realidade é diferente. Lá, nada disso acontece.

Se o “mensalão” joga algum papel na eleição, não é o que esperavam.

Só quem pouco conhece o modo como a maioria das pessoas concebe a vida política suporia que elas iriam acreditar no enredo sobre o “mensalão” que lhe é oferecido diariamente pela mídia.

Que existe um lado “mau” — onde estão o PT, suas lideranças e aliados –, e um lado “bom” — onde ficam os que querem vê-los pelas costas. Que os “maus” são responsáveis por coisas horrorosas, que os “bons” jamais praticam.

Não é assim que pensam as pessoas normais. Elas sabem que essa história tem tanta verossimilhança quanto os antigos filmes de caubói.

Por maior que tenha sido o esforço de alguns de nossos jornais de particularizar as culpas do “mensalão”, por mais que tenham tentado circunscrevê-lo e delimitá-lo (por exemplo, o destacando como “o maior escândalo de todos os tempos”), não conseguiram.

Como mostram as pesquisas, naquilo que a vasta maioria da população considera relevante, ele nada tem de único, de especialmente grande ou de característico de petistas e aliados.

O que a ênfase extraordinária no assunto acabou por provocar foi o aumento da “taxa geral de desconfiança” da opinião pública contra o sistema político.

Ela não ficou mais desconfiada do PT. Mas dos partidos e dos políticos de forma indistinta.

O momento que vivemos tem certa semelhança com o que aconteceu na véspera de outra eleição municipal, a segunda do Brasil moderno. Em 1988, escolhemos prefeitos em meio a uma crise de confiança da sociedade em relação ao sistema político.

A sensação de que o governo Sarney era incompetente na luta contra a inflação, que a corrupção corria solta, que os políticos só se preocupavam com seus interesses pessoais, levou o eleitorado de várias cidades a apostas de risco. O desconhecido ficou atraente.

No ano seguinte, elegemos Fernando Collor.

Os tempos são — ainda bem! — outros. Graças à sensação de que no Planalto está um governo que responde adequadamente aos desafios e é sensível ao que a maioria deseja.

É claro, também, que cada um é cada um. Mas não deixa de ser curioso o paralelo: a atração por “políticos diferentes” aumenta na razão direta da percepção de que o sistema político é inconfiável.

Celso Russomano é expressão do fenômeno. E é irônico que a maior vítima do antipetismo esteja sendo seu principal avatar.

PS. Em Curitiba, lidera Ratinho Junior, do PSC. Na televisão, faz questão de se apartar dos “políticos tradicionais”.

Leia também:

As mulheres que podem decidir a eleição em São Paulo

Apoiado pelo PT, Fruet sai do armário em Curitiba

Mino Carta: A mídia brasileira e os políticos

Zé Dirceu: Haddad já empata com Serra e se elegerá prefeito

Katarina Peixoto: Nem todos os gatos são pardos

Altamiro Borges: Garçons do Rio vão perder gorjetas de R$ 100

Líder do PSDB naufraga mas “otimismo mórbido” mira o PT

Folha diz que governadores pediram a Lula que volte em 2014; assessoria de Lula diz que Folha mente





32 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eleonora Menicucci: Partidos não financiam campanhas femininas « Viomundo – O que você não vê na mídia

13 de setembro de 2012 às 19h41

[…] Marcos Coimbra: Realidade desfazendo a imaginação da grande mídia […]

Responder

Donato: Foco do PT é mostrar o que Serra-Kassab prometeram e não fizeram « Viomundo – O que você não vê na mídia

12 de setembro de 2012 às 14h42

[…] Marcos Coimbra: Realidade desfazendo a imaginação da grande mídia […]

Responder

Elias

10 de setembro de 2012 às 14h24

Pretenso humor 2

Russomanno, diante das câmeras de TV, entre Haddad e Serra: – Estando “mau” para ambas as partes, só me cabe aguardar o 2° turno e saber qual dos dois vai me encarar.

Responder

Bonifa

10 de setembro de 2012 às 08h19

Um julgamento essencialmente político, flagrantemente atento ao calendário e à forma exigidos pela imprensa oposicionista, teria inevitavelmente de atropelar a técnica. A idéia idiota de processar quarenta ladrões, como se o povo fosse fanático por literatura persa antiga, ilustra muito bem a estupidez que tonificou a gênese do processo. O povo não está nem aí e o PT ressurge fortalecido por toda parte, sendo em todo lugar o único grande partido que tem coragem de se apresentar por seu nome próprio, e não por números, como os outros estão fazendo. Para conseguir o número mágico de 40, a mídia conservadora e a Procuradoria estariam dispostas a acusar até mesmo a mulher do cafezinho. E a preocupação se desdobra entre os escritórios de advocacia. Cabendo ao acusado provar sua inocência, que provas serão necessárias para serem admitidas? Por outro lado, a acusação pode provar apenas com indícios tênues. Todo o processo, político, gira em torno da admissão de uma grande organização criminosa constituída para praticar o crime. Mas não se fala nem de leve que este crime seria político ou eleitoral. Então, antes de qualquer coisa, é óbvio que deveria ser provada pela acusação a existência dessa terrível organização. Seu nome, seu endereço, as datas de sua instituição e suas finalidades. Mas não. A tal organização paira sobre o processo como um espectro nebuloso, um monstro de características indecifráveis mas que entretanto tem sua existência tida e havida como inquestionável. Querem saber? Este monstro realmente existe, e seu nome é Povo Brasileiro. E seu pecado extremo foi ter elegido Luís Inácio Lula da Silva para a presidência da República, em duas ocasiões, apesar de todo o ódio vingativo das elites perdedoras, ódio que agora deságua neste julgamento que, a seu fim, será melhor para o país e sua justiça que venha a ser encerrado em cofre de aço inoxidável e enterrado para sempre.

Responder

sandro

10 de setembro de 2012 às 01h25

Não sou religioso.
Só espero que nao esqueçam que o Sr Geraldo Alkmin é ligado a facção
católica “opus dei” que opera em São paulo via “PM ” e tem seu braço
mais contundente na velha sra Usp. Teremos uma guerra-santa? Por essa
e por outras que tenho a impressão que vai dar Haddad.Bem sou paulistano
isso aqui é surreal, com medo de evangélicos e sem o Cerra ,sei não se a
classe “merdia” não vai o-pt-ar. Aquele aperto de mão de Lula e Maluf..?
Tem gente que nao entende de politica.

Responder

Leonardo Meireles Câmara

09 de setembro de 2012 às 18h47

Parabéns ao Marco Coimbra, foi o primeiro a perceber isso em escala nacional. Eu já havia dito coisa similar: voltamos a 1988 (cf. post do sobre a opinião do nefasto J.D.). Em São Paulo vai dar Russomano, a menos de alguma trapaça sinistra do Serra. E o Haddad que espere a dua vez, pois vai chegar.

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de setembro de 2012 às 17h23

[‘PERIGGO’ À VISTA! ENTENDA]

O estacionamento do templo [da Igreja Universal do Reino de Deus] é um ponto de encontro das equipes que depois saem às ruas com material de campanha. Indagado a respeito de uma suposta ilegalidade do uso do local, Russomanno não comentou. “Não tenho comentários para isso, todas as igrejas são bem-vindas”, disse. (…) “Sou uma pessoa religiosa, sou católico” (sic) – adendo nosso. (…) “Por que não falam que frequentei um terreiro de umbanda? (…) Russomanno, em seguida, participou de uma missa do padre Juarez de Castro, nos Jardins. Ainda segundo a reportagem, o padre disse jamais ter visto o candidato em sua igreja antes e comentou que todos os candidatos são bem-vindos lá.
CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE: “grande” mídia nativa!

RESCALDOS: o povo da ‘locomotiva do atraso’ “GOSTHA”! O “PIGostha”!

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
República de ‘Nois’ Bananas

Responder

    Darcy Brasil Rodrigues da Silva

    09 de setembro de 2012 às 18h41

    Messias Franca de Macedo, sua argumentação validada por postagens de artigos que falam por si mesmos é extremamente eficiente. Leio tudo que vem assinado por você, pois sei que irá valer a pena. Com base no que você nos informa aqui pergunto: conseguirá Russomano safar-se da rejeição expressiva que conheceu o candidato bispo Crivella da Igreja Universal no Rio de Janeiro,Estado berço da facção neopentecostal,onde o número de adeptos é muito maior que em São Paulo? Agradará à maioria dos paulistanos saber que a prefeitura de São Paulo , caso Russomano vença, servirá a propósitos de Edir Macedo, iniciando um perigoso processo de submissão do Estado a interesses religiosos ( ou pessoais inconfessáveis, posto que , em se tratando de Edir Macedo, desconheço o que pretende, enveredando agressivamente no terreno político e associando-o ao neopetencostalismo)?

    Messias Franca de Macedo

    09 de setembro de 2012 às 20h10

    Prezado e generoso Darcy Brasil Rodrigues da Silva, muito obrigado pela deferência. Alguns comentários os faço por intuição. Portanto, objetivamente, não tenho como responder à sua indagação. Contudo, creio, que ‘a tragédia está anunciada’, lamento pelo povo paulistano. Uma hipotética ‘jestão’ Russomano será mais medíocre do que a do Kassab “do (S)erra”…
    … A vida segue! Fazer o quê?!…

    Felicidades!

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia
    República de ‘Nois’ Bananas

Elias

09 de setembro de 2012 às 14h47

Prentenso humor

Falou-se tanto em gerundismo que o “ESTANDO bom para ambas as partes” levou o repórter Celso Russomanno aos píncaros da glória. Eis o presente inglório de parcela dos paulistanos que se pergunta e não vê resposta: É por aqui que vai pra lá?

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de setembro de 2012 às 13h54

SINGELO TRIBUTO AO [INDESTRUTÍVEL, RADICALMENTE IMPARCIAL E ONISCIENTE(!)] STF II!

(…)
Aqui onde a cor é clara
Agora que é tudo escuro
(…)
O melhor lugar do mundo é aqui,
E agora
bis(!)

Aqui e Agora
Gilberto Gil
http://letras.mus.br/gilberto-gil/46186/

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

luiz mattos

09 de setembro de 2012 às 13h35

Parabéns Messias não podemos nos curvar a lei de FUX,onde todos são culpados até que se prove o contrário.Isto é tribunal de exceção!

Responder

    Messias Franca de Macedo

    09 de setembro de 2012 às 14h00

    Prezado Luiz Mattos, nós não podemos esquecer que as Leis são instituídas no sentido de perpetuar as injustiças, legitimando-as!
    Cabe recurso a uma Corte Internacional?!…

    “Pense num absurdo! No Brasil tem precedente!” Adaptado da célebre frase do ex-governador da Bahia Octávio Mangabeira – em alusão ao referido Estado da Federação.

    Felicidades!

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia
    República de ‘Nois’ Bananas

Carlos Marins

09 de setembro de 2012 às 13h34

Este homem é um exemplo de bom caráter e do mais elevado censo ético e moral, chega ter mesmo desprezo pelo dinheiro.

Sempre esteve ao lado de Lula e foi um progressista ad nutum, lembro muito bem todo o seu esforço em tentar eleger Lula contra Collor, época em que bateu de frente ao denunciar as trapaças da Globo contra o então metalúrgico, é por essa e outras que eu sei que Marcos Coimbra jamais vai mudar de lado e é totalmente confiável.

Este senhor é um verdadeiro exemplo de lealdade e honestidade incontestáveis.

É bom tê-lo entre nós.

Responder

FrancoAtirador

09 de setembro de 2012 às 12h14

.
.
O marqueteiro do Serra, amigo por afinidade negocial da cheirosa da Cantanhêde, teve de antecipar a última cartada eleitoreira.

A coisa tá feia pro lado do “Coiso”.
.
.

Responder

Gerson Carneiro

09 de setembro de 2012 às 11h15

Realidade desfazendo a imaginação da grande mídia.

PSDB lidera a lista do Oscar da Ficha Suja.

PSDB 1º lugar; PT 8º lugar.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1150363-justica-barra-317-candidatos-a-prefeito-que-tem-ficha-suja.shtml

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de setembro de 2012 às 10h38

SOBRE REALIDADE CEFÁLICA E CEFALÉIA!

… E, agora,
Que o STF não pode mais recuar,
Recusar o script,
Se apoderar da parcialidade?!…

… E, agora,
Quando cair
A última guilhotina,
O que serão
Das próximas cabeças?!
[Ou dos próximos ‘cabeças’,
Como queira!

E, depois do agora,
Como ficarão
As cabeças sobre togas do STF?!…

[Como ficarão as cabeças
Dos brasileiros e das brasileiras?!…]

… Faltarão bandejas
Para acomodar
– e expor tantas cabeças?!
Imenso cadafalso!
Tanto sangue escorrido
Depurará,
– Da cabeça aos pés –
A nação?!…

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
República de ‘Nois’ Bananas

Responder

    Paulo Roberto Álvares de Souza

    09 de setembro de 2012 às 11h22

    Grande Messias, você é a prova verdadeira de como essa tal de mídia piguenta e seus sabujos encastelados em nobres postos, subestimam a inteligência e o talento do povo brasileiro!

    Messias Franca de Macedo

    09 de setembro de 2012 às 11h50

    Prezado Paulo Roberto, muito obrigado pela deferência!
    Aproveitando o ensejo, gostaria de registrar que na edição de ontem do programa *’Fatos & Distorções’, a âncora Cristiana Lôbo e os convidados dela discorreram exaustivamente sobre o tal mensalão: nenhuma mísera menção ao congênere do DEMotucanato mineiro, nascedouro do ‘Valerioduto’!
    *do original ‘Fatos e Versões’, Roubonews – perdão, ato falho -, Globonews!
    Pode ‘to be’?!

    Felicidades!

    Saudações democráticas, progressistas e civilizatórias,

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia,
    Republiqueta de ‘Nois’ Bananas

Mailson

09 de setembro de 2012 às 10h35

A FOLHA DE SÃO PAULO anda cutucando o Serra com vara curta para ele baixar o nível da campaha e usar o “mensalão” como arma de guerra contra o Haddad.

UM CONSELHO PARA O HADDAD: leia ou releia o livro A Privataria tucana, do Amaury Júnior. Se o Serra partir para a baixaria, o que provavelmente acontecerá nos próximos dias, bote pra lascar em cima dele. Mostre, por exemplo, quem é a Verônica Serra, também conhecida na roda da malandragem como Vevé, a rainha dos paraísos fiscais. Mostre que o Serra é o pai da Privataria tucana, nos dois sentidos. Mostre a lista dos candidatos ficha suja na eleição desse ano, com a liderança absoluta dos PSDBistas. Não apanhe calado: responda à altura. Mas divida o tempo na televisão de tal maneira a continuar apresentando o seu programa de governo.

Acesse os links abaixo para ter um
Ranking da corrupção dos partidos

Bancadas na Camara Federal: v. http://www.camara.gov.br/Internet/Deputado/bancada.asp

Candidatos Ficha-Suja a Prefeito em 2012: v. http://www1.folha.uol.com.br/poder/1150363-justica-barra-317-candidatos-…

Responder

    José Silva

    09 de setembro de 2012 às 12h47

    Mailson, ao ler o seu comentário fiquei imaginando como seria um debate entre serra e Marta nesse momento e com essa situação que vivemos atualmente, caramba!!! Seria muito louco ver a Marta com aquele temperamento dela de não levar desafora pra casa acabar com a raça do serrágio.

Messias Franca de Macedo

09 de setembro de 2012 às 10h17

SINGELO TRIBUTO AO [INDESTRUTÍVEL, RADICALMENTE IMPARCIAL E ONISCIENTE(!)] STF!

(…)
Aqui de onde o olho mira
Agora que ouvido escuta
(,,,)
O melhor lugar do mundo é aqui,
E agora
bis(!)

Aqui e Agora
Gilberto Gil

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Gerson Carneiro

09 de setembro de 2012 às 10h02

Pinheirinho, 1º de janeiro de 2012.

Responder

    Marcelo de Matos

    09 de setembro de 2012 às 12h04

    Essa foto diz mais que todos os comentários que a gente possa postar aqui.

Messias Franca de Macedo

09 de setembro de 2012 às 09h53

… Não se deve esquecer que esse mesmo STF absolveu Collor de Melo. O mesmo Collor que recebeu impeachment, portanto condenado – VEEMENTEMENTE – pelo Congresso Nacional… E pelo povo brasileiro! Esse mesmo STF condena João Paulo Cunha: inocente ou não, envolvido num episódio bem menos escabroso do que aquele protagonizado pelo ex-presidente da República.

[Contudo] No ‘Brazil’, tudo não passa de casualidades; nada a ver com CAUSALIDADES – e seus efeitos práticos!…

O melhor lugar do mundo é aqui,
E agora
bis(!)
Aqui onde indefinido
Agora que é quase quando
Quando ser leve ou pesado
Deixa de fazer sentido
(…)
Aqui perto passa um rio
Agora eu vi um lagarto
Morrer deve ser tão frio
Quanto na hora do parto
(…)
O melhor lugar do mundo é aqui,
E agora
bis(!)

Aqui e Agora
Gilberto Gil

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de setembro de 2012 às 09h52

A VIDA DO SUPREMO CONTINUA.
COM O MENSALÃO DO PT E DEPOIS.
em http://www.conversaafiada.com.br/politica/2012/09/08/a-vida-do-supremo-continua-com-o-mensalao-do-pt-e-depois/#comment-880519

LÁ VEM O PITACO DO MATUTO ‘BANANIENSE’!

… Ah, e depois com direito constitucional a recursos e mais recursos, liminares e mais liminares, pedidos de vistas e mais pedidos de vistas… Tudo nos conformes… E como o ‘PIGosta'(!)…

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

    Messias Franca de Macedo

    09 de setembro de 2012 às 10h05

    … Ah, o STF! Dos dois [escandalosos, para dizer o mínimo!] habeas corpus notívagos a favor de um inocente e pobre banqueiro!…

    Pode sorrir à vontade, Cristiana Lôbo! Passa a régua, Alexandre Garcia! Plim! Plim! Dá-lhe, Frias & Civitas!…

    República de ‘Nois’ Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

Messias Franca de Macedo

09 de setembro de 2012 às 09h46

[ESTELIONATO ELEITORAL E/OU FALSIDADE IDEOLÓGICA?!]
####################
Russomanno usa estrutura da Universal na campanha
FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/poder/1150580-russomanno-usa-estrutura-da-universal-na-campanha.shtml
LUIZA BANDEIRA
DE SÃO PAULO

… O candidato [Russomano], no entanto, tenta desvincular sua candidatura da igreja [Universal do Reino de Deus]. O mesmo candidato já afirmou, por exemplo, que não pediu nem iria pedir dinheiro de nenhuma igreja e que a Universal não deu nem R$ 1 à campanha (sic – adendo nosso). (…) Questionados se trabalhavam para a campanha do candidato a prefeito ou do pastor Madeira, os cabos eleitorais disseram que eram funcionários de Russomanno…

[A APOSTA NA IGNORÂNCIA DAS PESSOAS! ENTENDA]

[A mesma matéria informa que] O presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, coordenador da campanha de Russomanno e bispo licenciado da Universal, afirmou que iria apurar a informação e que, se a confirmasse, pediria para que a ação fosse interrompida. “As pessoas têm poucas informações, às vezes confundem, acham que a campanha do Jean [candidato a vereador pelo PRB] é a mesma que a do Russomanno…”

RESCALDO I: com a palavra o TRE de São Paulo;
RESCALDO II: [ESTELIONATO ELEITORAL E/OU FALSIDADE IDEOLÓGICA?!];
RESCALDO III – se a campanha não tem nada de laica, imagine o que seria o perfil do governo!;
RESCALDO IV – o povo da ‘locomotiva do atraso’ “GOSTHA”! E o ‘PIGosta’ também!…

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Marcelo de Matos

09 de setembro de 2012 às 09h35

(parte 2) Ele não tem conhecimentos jurídicos para entender que a indicação é um ato jurídico complexo, em que atuam dois poderes da República. Os postulantes são escolhidos em lista tríplice por seus pares; o Executivo, em ato meramente formal indica um, que é sabatinado e pode ser aprovado ou rejeitado pelo Senado. Dizer: foi o Lula que indicou é indicativo de uma visão simplista e leiga do assunto. A elite brasileira, por seus representantes no parlamento e na mídia, participa ativamente da nomeação. Marco Aurélio Mello, que foi indicado por Collor, tivemos uma dura contenda entre o PIG e a comunidade jurídica. Um professor da Unicamp, que dá plantão na Folha, questionou a indicação. Aí três renomados juristas, entre eles Fábio Konder Comparato travaram uma polêmica jornalística com o filósofo da Unicamp. Curioso é que Comparato foi um dos redatores do pedido de impeachment do primo de Marco Aurélio. Resumindo: a nomeação de ministro do STF não sai do nada. É uma conjugação de vontades do Executivo, do Senado, da elite e do PIG.

Responder

    Marcelo de Matos

    09 de setembro de 2012 às 09h40

    Leia-se: No caso de Marco Aurélio, que foi indicado por Collor…

Marcelo de Matos

09 de setembro de 2012 às 09h35

(parte 1) Kennedy Alencar está eufórico com a atuação do STF no caso do mensalão. Escreveu um texto ontem sobre o título “Supremo Herói” na Folha Online. Segundo disse, “Herói de carne e osso, Barbosa é falível. Seus eventuais excessos têm sido reparados pelo conjunto do Supremo. A instituição corrige o homem. Apesar dos enormes problemas que o Brasil precisa enfrentar, é inegável o avanço institucional do país desde a redemocratização de 1985”. Na minha ignorância acho que o STF está sendo coerente com nosso sistema jurídico-penal, apenas isso: lugar de preto, pobre, prostituta e petista é na cadeia. Nada de condenar o pessoal da CPI do Banestado, que desviou 30 bilhões de dólares. Vamos condenar João Paulo pela lavagem de R$ 50.000 e o professor Luisinho pela de R$ 20.000. Zuenir Ventura será o entrevistado de domingo do Kennedy no programa É Notícia. Vai falar sobre o que não entende: nomeação de ministros para o STF. Dirá que, embora indicada por Lula, a maioria dos ministros do Supremo agiu de forma independente.

Responder

    Ananda

    09 de setembro de 2012 às 14h09

    Só mais um peão do PIG repetindo o mantra do PUM (pensamento único da mídia). Chega a ser engraçado vê-lo encher a boca a cada entrevista para dizer que o mensalão foi o maior escândalo de corrupção da história do Brasil. Pelo menos o programa dele tem coragem de entrevistar nomes respeitáveis que discordam frontalmente dele/do PIG. Não são poucos.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding