VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Janio de Freitas: A perturbadora declaração de Joaquim Barbosa
Política

Janio de Freitas: A perturbadora declaração de Joaquim Barbosa


27/12/2012 - 16h35

O ministro Joaquim Barbosa  é contrário à promoção de juízes por mérito. Foto: Ascom do STF

por Janio de Freitas, na Folha de S. Paulo

O chamado julgamento do mensalão remexeu com mais mentes e corações do que apenas os dos réus. Encerradas as sessões julgadoras, as ideias e posições continuam dando cambalhotas que fazem as surpresas do governo com o ministro Luiz Fux parecerem insignificâncias.

Em entrevista sem razão de ser — entrevista-vitrine, digamos — entre o pedido de prisão dos condenados e sua decisão a respeito, o ministro Joaquim Barbosa encaixou uma revelação perturbadora: é contrário ao sistema de promoção de juízes por mérito. O fundamento dessa originalidade: “A politicagem que os juízes de primeiro grau são forçados a exercer para conseguir uma promoção é excruciante”.

E o mérito é o culpado? Ou é ele o vitimado? O que o ministro diz ser o usual para a promoção dos juízes já é a exclusão do mérito. Logo, sua proposta é excluir o que está excluído. Mas, sendo “a politicagem” um método que “denota violação ao princípio da moralidade”, esse método é que deveria acabar. Para restabelecer-se, e não para excluir, o valor do mérito. E ver-se o ministro Joaquim Barbosa satisfeito com as promoções por merecimento, e não por picaretagem social e política.

Mas reconheço a originalidade da insurgência contra o mérito exposta pelo presidente do Supremo Tribunal Federal. Pode até servir para me dar uma sobrevida aqui, considerada a influência que outras atitudes originais do ministro lhe conferiram. Mas é verdade que nunca li, ouvi ou imaginei uma condenação do mérito. Ainda mais em nome da Justiça.

Já estou refeito do traumatismo mental e moral sofrido quando dei literalmente de cara, sem prévio aviso (por favor, não confundir com aviso prévio), com as alegações do procurador-geral Roberto Gurgel, no pedido de prisão dos condenados pelo mensalão.

Ele considerou necessária a “definitividade” (ai! dói ainda) às condenações, com a consequente impossibilidade de recurso contra o que é dado como definitivo. Sem as prisões imediatas e com os recursos previstos, o procurador-geral considera, e gostaria de impedir, que será “excessivamente longo” o tempo até a conclusão da ação penal 470, com os condenados na prisão.

Os recursos, se ocorrerem, não serão atos judiciais inventados pelos advogados de defesa para os réus do mensalão. Seu uso está autorizado pela Constituição, pela legislação específica e previsto pelos regimentos do Judiciário.

No caso, ao Supremo Tribunal Federal compete considerá-los ou rejeitá-los. Manobras para impedir que ocorram são atos contra a Constituição, a legislação específica e os regimentos. São, portanto, contra a República e seu sistema judiciário. Para cuja defesa existe, entre outros fins, e como o título indica, o cargo de procurador-geral da República.

O recém-empossado ministro Teori Zavascki considera que “o excesso de exposição não colabora para as boas decisões” do Supremo. Talvez se dê o oposto, às vezes. Como pareceu se dar nos julgamentos das células-tronco e das terras indígenas de Roraima, por exemplo.

Para a aparente maioria, foram boas decisões. Mas o que importa na opinião autorizada do ministro é trazer, implícita, a ideia de que as decisões do Supremo são suscetíveis, por contenção ou por exibicionismo, de influenciar-se pela exposição aos cidadãos em geral. Eu é que não dou exemplos de.

Leia também:

Luiz Moreira: Ação Penal 470, sem provas nem teoria

Luiz Fux: Nós, juízes, não tememos nada nem a ninguém”

Ramatis Jacino, do Inspir: O sonho do ministro Joaquim Barbosa pode virar pesadelo

Comparato: Pretos, pobres, prostitutas e petistas

Dalmo Dallari critica vazamento de votos e diz que mídia cobre STF “como se fosse um comício”

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


72 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

A Outra História do Mensalão é um sucesso « Viomundo – O que você não vê na mídia

13 de fevereiro de 2013 às 15h52

[…] Janio de Freitas: A perturbadora declaração de Joaquim Barbosa […]

Responder

Roberto Amaral: Cuidado, pode ser o ovo da serpente « Viomundo – O que você não vê na mídia

01 de janeiro de 2013 às 21h12

[…] Janio de Freitas: A perturbadora declaração de Joaquim Barbosa […]

Responder

Márcio Félix: Dilma continuará errando nos seus critérios? « Viomundo – O que você não vê na mídia

29 de dezembro de 2012 às 18h33

[…] Janio de Freitas: A perturbadora declaração de Joaquim Barbosa […]

Responder

Messias Franca de Macedo

29 de dezembro de 2012 às 15h26

(… Agora, vamos para as etapas dos recursos/embargos e, se preciso for, encaminhamento de recurso junto a uma Corte Internacional!…)

COMPLEMENTANDO O RESCALDO:… Ah, sim, em paralelo vamos acompanhar o julgamento do nascedouro do ‘Valerioduto’, Ação Penal 536, que trata do MENSALÃO tucanoDEMoníaco!…

EM TEMPO: “Meu ‘fi’ não há nada ‘mió’ do que o dia que ‘assucede’ o outro!” Minha saudosa avó! Sábias e [eternamente] contemporâneas palavras!…

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

29 de dezembro de 2012 às 14h20

“‘O BRAZIL’ MUDADO POR UM MENINO POBRE!” Entenda

Com beijo nos pés da noiva, [Carlinhos] Cachoeira cumpre promessa de casamento

Livre da cadeia desde o dia 11 deste mês, o empresário Carlinhos Cachoeira, 49, encerrou o que chamou de “pior ano” de sua vida com uma festa nos jardins da mansão onde vive, em Goiânia. Cumprindo promessa registrada em interceptações telefônicas, ele casou na noite desta sexta-feira com Andressa Mendonça, 30.
Cachoeira se casa com Andressa Mendonça em Goiânia
Na cerimônia, Cachoeira beijou os pés da mulher, adornados por um sapato da grife Christian Louboutin. Depois, repetiu o gesto diante de fotógrafos à porta do condomínio onde vive.
(…)

FONTE: grande MÉRDIA nativa!

EM TEMPO I: o Judiciário brasileiro [mais uma vez] inovou [seletivamente!]: condenado a 40 anos de prisão, Cachoeira cumpre a pena em regime… Aberto!…

EM TEMPO II: será que o cerimonial do “casório quase-supremo” (sic) convidou “os supremos” Joaquim, Celso, Gilmar, Marco Aurélio, Fux e o prevaricador Brindeiro Gurgel?!…

EM TEMPO III – … Marconi ‘Periggo’ e/ou DEMÓstenes Torres e respectivas esposas devem ter sido os padrinhos do “supremo” casamento!…

EM TEMPO FUNESTO: “quem come ‘pilha’ do PIG merece morrer engasgado!”

RESCALDO MIASMÁTICO: a [estúpida] DIREITONA “imagina” que o povo brasileiro é descerebrado de modo análogo aos representantes e aos sabujos do PIG!…

VIVA A ESCULHAMBAÇÃO DA REPUBLIQETA DE BANANAS! Viva o Merval e o Ali Kamel “da ‘grobo’” – e os Civitas da ‘Veja’, segundo a qual ’2012 foi o ano da Justiça no Brasil’!…

… Viva *”os supremos do supremoTF”, tirante o catedrático ministro Ricardo Lewandovski!…
*”supremos do supremoTF” : aspas monstruosas e letras submicroscópicas!

Que país é este, sô?!… “É o ‘BRAZIL’ mudado radicalmente [RISOS] por um menino pobre, xodó contemporâneo da ‘veja’ &$ do restante do PIGolpista/terrorista/antinacionalista!…”

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

José Carlos Araújo

29 de dezembro de 2012 às 14h11

Eu não vou deixar de votar no PT por causa do Mensalão…

Eu voto no PT pelo Salário Mínimo, pelo FIES, pelo PROUNI, pelo Bolsa Família, pelo Minha Casa Minha Vida, pelo Estatuto do Idoso, pelo Crédito, pela Valorização do Real, pelo Aumento da Renda, pelas Exportações, pela Poupança Interna, pelo Pagamento da Dívida, por ser Credor do FMI, pela Abertura de Universidades e Escolas Técnicas, pelo Menor Desemprego da História, etc. etc. etc.

Responder

Moacir Moreira

29 de dezembro de 2012 às 11h28

Uma sugestão seria que os Minnistros do STF fossem nomeados por meio de concurso público de provas e títulos, destinado exclusivamente a juízes com mais de 20 anos de bons serviços prestados à comunidade. Concurso este vetado para fichas sujas.

Responder

Carlos

29 de dezembro de 2012 às 10h11

Eu acho que a declaração do presidente do STF, foi apenas para aparecer nos holotes que ele adora, de resto foi uma declaração estenporanea, hipocrita e demagogica. de presidente, deixa transparecer, que quer ser outra coisa e não leva a sério a profissão ou seja a demonstração de que de acordo com as perspectivas pode se lançar para a politica, e pq não é clarevidente. e diz o que quer.

Responder

anac

29 de dezembro de 2012 às 06h50

O douto poderia tambem se insurgir contra o metodo de escolha dos Ministros do STF e STJ. Fux you em confissão a folha mostrou que o metodo não é nada republicano. Está mais para politicagem de baixissimo nivel, de esgoto. Sou contra o criterio por cotas que pautou a escolha do atual presidente do STF. Lula e Dilma erraram feio e o Estado de direito está pagando caro.O povo brasileiro oriundo da senzala como sempre pagará a fatura nas prisões imundas e desumanas mantidas pelo Estado. Até quando, gente, vamos aguentar tanta iniquidade?

Responder

Messias Franca de Macedo

29 de dezembro de 2012 às 00h33

SANTAYANA SOBRE ADVOGADOS,
A LIBERDADE E O DIREITO
Não se pode … exigir do acusado que desfaça uma prova que ele mesmo desconhece. Os juízes não devem decidir sobre provas secretas.

em http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/12/28/santayana-sobre-advogados-a-liberdade-e-o-direito/#comment-1008692

##############################

… [DEMotucano] *Álvaro [Em] Dias [Com a Corrupção]…
… **José Genoino Guimarães Neto (Quixeramobim, Ceará, 3 de maio de 1946), um brasileiro honrado…

“… Sonega um patrimônio de 16 milhões de reais… Para o STF, este é do tipo que sempre chega lá!
**… Um ‘durango’ que mora até hoje na mesma casa simples e financiada, é o que foi o otário escolhido pra ser acusado e condenado por corrupção!…” bessinha

#####################################

Viva o José Genoíno do Brasil!…

BRASIL NAÇÃO – em homenagem ao ínclito, valoroso, honesto, sapiente e impávido brasileiro José Genoino!

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Sr.Indignado

29 de dezembro de 2012 às 00h11

“Promoção por mérito” é o nome que se dá uma forma de promoção. Outra seria por tempo, ou por concurso.
No caso da “promoção por mérito”, a idéia era promover o servidor público que, considerando-se algum tipo de parâmetro objetivo (pois subjetivos seriam “políticos”), este merecesse.
Pois acontece que estes parâmetros ou indicadores, são facilmente manipuláveis e até hoje não vi fiscalização destes (a não ser daqueles servidores impertinentes), e sendo assim a promoção não é mais por mérito mas por esperteza. Mas o nome se manteve.

Responder

    Ricardo Homrich

    13 de fevereiro de 2013 às 22h28

    Isso mesmo. Pelo mérito, na prática, os juízes substitutos se tornam titulares, e estes Desembargadores, na politicagem e troca de favores escancarada.
    Por antiguidade não tem erro, mas esse tal mérito no JUDICIÁRIO é uma bagunça, uma patifaria.

Ione

28 de dezembro de 2012 às 18h38

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/12/121220_barbosa_candidatura_jf.shtml
A contextualização da polemica criada pelo jornalista.

Responder

Safatle: Escolha dos novos atores políticos é opaca e antidemocrática « Viomundo – O que você não vê na mídia

28 de dezembro de 2012 às 16h04

[…] Janio de Freitas: A perturbadora declaração de Joaquim Barbosa […]

Responder

Rogério

28 de dezembro de 2012 às 13h01

Chega de Papo!Está na hora de requerer, em abaixo assinado, o impeachment dessa gente, pelos seguintes motivos: Gilmar Mendes – suborno de colegas do STF com pagamento de regio mensalão por “palestras” para seu “Intituto” . Marco Aurélio: enriquecimento ilícito, pois não consegue explicar como possui tantos e tão caros imóveis com o minguado salário de ministro. Roberto Gurgel: prevaricação, encobrimento de crime e favorecimento de criminoso notório, Carlinhos Cachoeria e governador a ele ligado, marconi Perillo. Fux: por notória incompetencia, favorecimento em tráfico de influencia para conseguir sua nomeação. Joaquim Barbosa: ainda precisa-se apurar melhor em quantos crimes essa figura incorreu no cargo de Ministro do STF.

Responder

eraklito

28 de dezembro de 2012 às 10h39

A exposição dos juízes do STF através da televisão, mostrou para todo brasileiro como nossos juízes são fracos. Digo isso, porque todos nós consideravamos os digníssimos togados, profissionais da mais alta categoria no ramo do direito. O que assistimos, foi uma demonstração de fraquesa, desonestidade, alguns até gaguejavam e falta de companheirismo. A TV Justiça, mostrou um bando de palhaços brigando. Data vênia, senhores togados, vi como vocês são fracos intelectualmente, mas queriam nos mostrar que eram a soberba da cultura. Perderam respeito, seus Babacas.

Responder

Roberto Locatelli

28 de dezembro de 2012 às 09h47

Opiniões de Joaquim Batman:

– o stf não tem que seguir a Constituição;

– sou contra a promoção por mérito;

– eu não aceito críticas de ninguém;

É por isso que o PIG conta com ele para chefiar o golpe de estado.

Responder

    nina rita de cássia

    28 de dezembro de 2012 às 11h54

    Tem também aquela em que defende a midia contra a TIRANIA DA MAIORIA.

    Messias Franca de Macedo

    28 de dezembro de 2012 às 13h04

    “Faça o seu trabalho, mas faça certo!” Joaquim Barbosa – em tréplica ao eminente ministro Ricardo Lewandovski, *o único ministro gabaritado para compor o colegiado do STF! Declaração proferida sob os holofotes e os microfones do PIGolpista/terrorista/anntinacionalista, em uma das sessões “memoráveis” do **”espetacularizado julgamento da Ação penal 470″!…
    *O único: o Dias Toffoli também compõe o quadro de “supremos do supremoTF”!..
    **sessões transmitidas ao vivo, em cores – e em 3D! [RISOS DO MATUTO!]

    Lá isto é corte suprema, sô?!… “Cadê” o mínimo de regato, condição sine qua non intrínseca a uma corte suprema?!…

    … República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)

    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    Messias Franca de Macedo

    28 de dezembro de 2012 às 21h16

    errata: … “Cadê” o mínimo de recato,… (… recato… ao invés de ‘regato’…)

    Felicidades!

    Saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas e antigolpistas,

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    Jotace

    28 de dezembro de 2012 às 17h35

    Faltou uma:

    – A obsessão de aparecer na mídia como um astro, “concedendo” entrevistas e, conforme Jânio de Freitas o deu a entender muito bem, emitindo opinões transtornadas que chegam a superar às declarações de fucs à condição de insignificantes. Vergonha para o Brasil! Jotace

    Jotace

    28 de dezembro de 2012 às 17h41

    Por favor leia:
    …superar às declarações de fucs e e levá-las à condição de insignificantes. Vergonha para o Brasil! Jotace

Roberto Locatelli

28 de dezembro de 2012 às 09h44

Essa declaração mostra que ele está mentalmente confuso. Isso pode ser resultado de seu deslumbramento com a exposição no PIG.

Responder

henrique de oliveira

28 de dezembro de 2012 às 08h38

A grande maioria dos juizes do stf não serveriam nem para ser escrivão de puliça.
Temos que fazer um movimento para acabar com o stf.

Responder

José X.

28 de dezembro de 2012 às 08h22

E a afirmação do pavão Marco Aurélio Mello ? O cara admite EXPLICITAMENTE que o julgamento da AP 470 foi excepcional, que agora o STF vai voltar ao normal…

Esse sujeitinho aí é a herança maldita do Collor, na época queridinho do PIG, que vive nos atormentando…PIG, sempre atrapalhando o Brasil.

Responder

nina rita de cássia

28 de dezembro de 2012 às 08h20

Acho que esse não é o verdadeiro Joaquim Barbosa. É um clone. O cara é muito atrapalhado em tudo, não demonstra nenhuma cultura, não se expressa bem e não tem educação. Esse aí é um impostor, que se apropriou da identidade e do posto do verdadeiro Joaquim, que deve estar preso em algum lugar, incomunicável. Parece aquele filme Muito Além do Jardim, em que uma pessoa foi tomada por outra, era Peter Sellers que fazia, e ele só falava bobagens e todo mundo interpretava como coisas sábias, pensando que era o patrão dele, que tinha morrido.

Responder

    Scan

    28 de dezembro de 2012 às 18h13

    Nina, desculpe, mas acho que você não assistiu “Muito além do jardim” ou, se assistiu, não entendeu absolutamente nada…
    []’s

Pedro luiz

28 de dezembro de 2012 às 08h02

De Joaquim em Joaquim temos o descrédito desse tribunal politiqueiro e exibicionista.Tirar Joaquim prá colocar quem?. É a podridão do poder judiciário com seus comandantes posando de mocinhos perante a mídia e a opinião pública. 2013 tudo igualzinho póis eles não sabem, não querem fazer diferente.Palhaçada esse STF.

Responder

RicardãoCarioca

28 de dezembro de 2012 às 08h00

Acho que tem muita gente graúda envolvida com esse julgamento que não vai receber os milhões da gratificação de sucesso enquanto os condenados do PT não forem algemados e mostrados assim no JN. Daí a pressa e a vontade de atropelar a Constituição. Afinal, os mandatos dessa gente estão chegando ao final.

Responder

Gerson Carneiro

28 de dezembro de 2012 às 06h48

“Joaquim Barbosa tem título de cidadão baiano recusado por deputados”

http://oglobo.globo.com/pais/joaquim-barbosa-tem-titulo-de-cidadao-baiano-recusado-por-deputados-7146525#ixzz2GKnlV45V

Viram?! Joaquim Barbosa não é essa coca-cola toda, não.

Responder

    Messias Franca de Macedo

    28 de dezembro de 2012 às 12h55

    … Se a ex-esposa do ‘Joaquinzão B.O. Barbosa’ fosse vereadora em Salvador, votaria ou não pela concessão do título de cidadão soteropolitano ao “supremo ex-marido”?!… Enquete!…

    PANO RÁPIDO!

    … República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)

    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

Francisco

28 de dezembro de 2012 às 06h40

Precisa estabelecer méritos OBJETIVOS, ou seja quantitativos. O que desgraça o judiciário (e o professorado universitário…) é essa ação entre compadres.

Responder

Diego

28 de dezembro de 2012 às 02h50

Dizem que o sonho de Joaquim era ser desembargador do TJRJ e isso nunca aconteceu.

Responder

nina rita de cássia

28 de dezembro de 2012 às 01h10

É Jânio de Freitas, também estou perplexa com a lógica de JB. Não que essa seja uma novidade, mas explicitada assim, em tese, é estranha mesmo. Porque, de fato, eu também nunca tinha visto alguém se insurgir contra o valor MÉRITO. Mérito é merecimento, quem pode ser contra alguém obter algo por merecimento ? A outra forma de acesso, alternativa a mérito é por indicação, portanto, uma acesso politicamente condicionado. Os cargos de confiança não são mesmo por mérito, estes são políticos: aí poderia estar correto se ele dissesse que, quanto à ocupação de cargos de confiança, seria melhor o critério político que o critério por mérito. É bem o caso dele. Se Lula tivesse indicado alguém de sua confiança não estaríamos passando esse risco de crise institucional: JB deve estar fazendo uma auto-crítica.

Responder

VIÇOSO

27 de dezembro de 2012 às 23h14

Havia restrições para indicação de Barbosa. LULA esperou seis meses para indica-lo.
Acho que ele não está preparado para exercer o cargo. O Congresso e o Senador deve providenciar sua destituição, pela sua arrogância, não repeitar os demais poderes republicanos e ir contra a Constituição Federal e julgar sem o réu tem direito ao contraditório.

Responder

FrancoAtirador

27 de dezembro de 2012 às 23h06

.
.
Depois que o sabonete Fux de Fuxo

exalou o perfume da malandragem cheirosa,

diz que a fragrância vem dos juízes.

Phoderosa !

http://www.lux.com/br_pt/?utm_source=search&utm_medium=texto&utm_campaign=branding

Responder

Murdok

27 de dezembro de 2012 às 22h59

A criatura virou contra os criadores.

Responder

Murdok

27 de dezembro de 2012 às 22h59

Ué, quer dizer que agora o barbosão ta pertubado? Quando julgou os mensaleiros sem prova não?

Responder

Messias Franca de Macedo

27 de dezembro de 2012 às 21h38

… As perturbadoras declarações do perturbado ‘Joaquim B.O. Barbosa’, “um dos supremos (sic) perturbadores da ordem jurídica e do Estado subDemocrático e de Direito da República de ‘Nois’ Bananas”!…

PANO RÁPIDO!

… República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

    De Paula

    28 de dezembro de 2012 às 08h57

    Desculpe, Messias: …”de meia tigela”, não!

    Messias Franca de Macedo

    28 de dezembro de 2012 às 12h52

    Prezado De Paula, fique à vontade para traduzir a sua negação ao [irônico!] [elite golpista] “de meia-tigela”!…

    Felicidades!

    Saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas e antigolpistas,

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

alício

27 de dezembro de 2012 às 20h59

Batman brasileiro, lembre-se do Collor, o PIG botou, o PIG tirou e ôces do stf trouxe de volta. Se houver o julgamento do mensalão do psdb(mineiro) você vai ver o que é bom para tosse. Aguarde!!! 2014 LULA outra vez!

Responder

alício

27 de dezembro de 2012 às 20h52

O culpado é Lula que escolheu pela cor e não pela retidão de caráter e hombridade.Já Dilma foi enganada por fux(que horror!!!!)

Responder

alício

27 de dezembro de 2012 às 20h39

Os dias dele estão contados. A Justiça Divina tarda mas não falha. Cuidado mellos, gilmares, fux(que horror!!), barbosas, vocês vão arder no mármore em brasa do inferno.ETERNAMENTE. TENHO DITO!!

Responder

Bonifa

27 de dezembro de 2012 às 18h57

A presença de Fux como membro integrante do Supremo ilustra muito bem o sucesso da picaretagem social e política, tornada explícita no mundo jurídico, em buscas de cargos e promoções. E o Processo 470 teve um mérito, o maior que se possa imaginar: Mostrou a péssima qualidade de nossa Corte Suprema, onde alguns membros para lá estarem não fizeram menos que Fux. O Brasil está precisando de um salto de qualidade em todo o seu judiciário, mas principalmente em sua Corte Suprema. Que todos os envolvidos e todos os cidadãos interessados se empenhem em debater esta importante questão e apontar para soluções que melhorem substancialmente nosso judiciário em geral e nossos tribunais superiores em especial.

Responder

Edno Lima

27 de dezembro de 2012 às 18h32

O jornalista não tinha o que escrever e resolveu pegar no pé do Joaquim Barbosa, quis bancar o engraçadinho. É óbvio que o juiz não é contra o mérito, mas contra o sistema de escolha que está contaminado, qualquer pessoa bem intencionada entendeu a que JB se referia.
Manobras para impedir recursos? Desde quando a prisão de condenados impede a impetração de recursos?

Responder

    Admar

    27 de dezembro de 2012 às 19h20

    O interessante é que o ministro JB aceitou sua indicação dentro destes parametros que ele condena, hja paciencia com tanta hipocrisia.

    Edno Lima

    27 de dezembro de 2012 às 22h41

    Ao contrário do que vc pensa JB não fez lobby para ser indicado ao STF. Lula queria colocar um negro no STF, frei Betto indicou JB a Márcio Tomaz Bastos. JB é procurador da república,pertencendo aos quadros do serviço público federal por concurso (ao contrário de Tóffoli que por duas vezes levou pau na primeira fase do concurso para a magistratura.É aquele que acha que prender criminosos de colarinho branco não é pedagógico). Agora que os mensaleiros estão condenados, tá cheio de gente querendo ensinar o JB a ser um bom negro!

    RicardãoCarioca

    28 de dezembro de 2012 às 08h14

    Edno Lima: Tófoli, Barbosa e todos os demais juízes do Brasil entraram na magistratura via concurso, e não importa quantos ‘paus’ tomem nas provas. Passou, entrou, na carreira pública.

    As críticas são e devem ser feitas sempre que JB e qualquer outro membro do STF, principalmente, tentarem passar por cima da Constituição. Querer tentar colar a ideia de que as críticas vêm em virtude de condenações de A ou B é primário da sua parte que, aliás, é uma forte característica do eleitorado conservador. Que, aliás, não elege presidentes.

    Edno Lima

    28 de dezembro de 2012 às 12h52

    Caro Ricardãocarioca(petista com esse nick????? Serão sinais dos novos tempos??).Houve um tempo em que me espantava com a ignorância dos petista; já não me espanto mais. Só são concursados os juízes togados. Ministros do Supremo são nomeados pelo presidente da república; entre eles pode haver juizes togados, procuradores, advogados competentes e advogados medíocres. Nem JB é juiz concursado ( é procurador da república), muito menos Tóffoli, cujo o único mérito na área jurídica foi ser advogado do PT/Lula.

    Vlad

    27 de dezembro de 2012 às 19h39

    Exatamente.

    Luis Campinas

    27 de dezembro de 2012 às 19h54

    Não existe na Constituição Brasileira nada que justifique uma prisão sem ter ocorrido o transito em julgado. Em caráter excepcional poder-se-ia admitir caso os réus estivessem colocando em risco o processo e ou a sociedade. Até onde sei, eles apenas incomodavam a mídia e a oposição, o resto…

    Edno Lima

    27 de dezembro de 2012 às 22h48

    As cadeias estão cheias de gente que sequer foi julgada. Bruno, Bola e Macarrão estão enjaulados. Os dois primeiros nem condenação sofreram e o segundo teve somente um condenação, portanto deveriam estar na rua tal qual os mensaleiro. Onde está a presunção de inocência que ampara os criminosos petistas???

    abolicionista

    28 de dezembro de 2012 às 14h41

    Quanta besteira, comparar réus de um processo de homicídio com réus de um processo por corrupção ativa, etc. São réus com potencial de periculosidade completamente diferente…

    nina rita de cássia

    28 de dezembro de 2012 às 08h09

    Sou bem intencionada e não entendi. Pela sua lógica, ele tinha que dizer bem o contrário, que é a favor do mérito, Como uma pessoa que se diz tão esclarecida comete erro tão crasso de dizer justamente o contrário do que pensa ?

    Edno Lima

    28 de dezembro de 2012 às 12h56

    Se vc é bem intencionada e não entendeu então a adjetivação para vc seria outra, mas como o blog vai censurar, vou deixar pra lá!!

    J Fernando

    28 de dezembro de 2012 às 10h11

    Outro candidato a ministro do STF, kkkkk…
    Você acaba votando como o Fux… “sigo o relator”. Você deseja que TODOS entendam o que JB disse da forma que VOCÊ quer. “… qualquer pessoa bem intencionada entendeu JB…” Como dizem, de bem intencionados o inferno está cheio…

    Embora você diga que ele não fez lobby, ele fez sim. Só que não foi divulgado e ele não deu entrevista contando a peregrinação igual o Fux. Ele é mais esperto, sabe que este tipo de coisa não se divulga.

Marcos C. Campos

27 de dezembro de 2012 às 18h19

Este Ministro, que adora um holofote do PIG (Porque será?) ná nos brindou com frases mais perturbadoras do que esta em tela. A pergunta que gostaria de fazer é: Quando o JB, famoso BatBarbosa Pigueano vai parar de nos perturbar com suas colocações fora de prumo ?

Responder

joe

27 de dezembro de 2012 às 18h09

Logo o Joaquim Barbosa e Luis Fux que ficaram mendicando apoio politico dos detentores do poder e dos que estavam proximos para implorar suas nomeacoes para o STF.
Que argumentacao mais estapafurdia e fora de proposito,
Essas pessoas querem plateia

Responder

    Admar

    27 de dezembro de 2012 às 19h21

    Aceitaram o apoio de “supostos” picaretas, seus julgamentos estão sub-judice.

Durvaldisko

27 de dezembro de 2012 às 18h03

Joachim von Bar-Bossa, não é má pessoa.Apenas transitoriamente confuso pelos holofotes,pela sonoridade das ovações,pelo coro grego com suas sedutoras melodias convidando-o às alturas,e ,possivelmente um espelho servil a recitar elogios à cada reencontro.
Difícil resistir. Ulisses precisou amarrar-se ao mastro para não sucumbir às sereias.

Responder

Wanderson Brum

27 de dezembro de 2012 às 17h48

É chegada a hora de descartar o senhor Joaquim Barbosa, afinal ele já cumpriu o seu papel e então é melhor se livrar do seujeito o mais rapido possivel…

Responder

trombeta

27 de dezembro de 2012 às 17h38

O maior erro da esquerda é supor que uma pessoa por ser negra e ter galgado os degraus do sucesso profissional, teoricamente, com maior dificuldade que um branco de olhos azuis seria progressista.

Joaquim Barbosa não só é um reacionário como tem forte inclinação para o autoritarismo.

Responder

FrancoAtirador

27 de dezembro de 2012 às 17h27

.
.
“O MENSALÃO DO PSDB JÁ ERA… HA, HA, HA…”

Aos 46m11s da entrevista acima referida:

Repórter: – Só pra concluir, ministro, como é que o Sr. vai, a partir do ano que vem…, como é que o Sr. vai fazer pra acelerar a tramitação dos processos que ficaram aí parados durante este ano de 2012 ?

JOAQUIM BARBOSA: – É SIMPLES… EU VOU TORCER PARA QUE OS MINISTROS NÃO COLOQUEM EM PAUTA NENHUMA AÇÃO PENAL PARECIDA COM A AÇÃO PENAL 470… HA, HA, HA, HA, HA…

Íntegra da entrevista coletiva concedida por Joaquim Barbosa, em 20/12/2012:

(http://www.radiojustica.jus.br/radiojustica/exibirHome!downloadArquivo.action?downloadConteudo=227224)

http://www.radiojustica.jus.br/radiojustica/noticia!visualizarNoticia.action?entity.id=227224

Responder

    FrancoAtirador

    27 de dezembro de 2012 às 17h30

    .
    .
    Ainda sobre a coletiva de imprensa concedida por Joaquim Barbosa.

    UMA DEMONSTRAÇÃO DO PREJUÍZO À DIVERSIDADE DA INFORMAÇÃO
    CAUSADO PELA PROPRIEDADE CRUZADA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

    No curso da entrevista, quando da identificação dos repórteres
    que formularam perguntas ao Presidente do Supremo Tribunal Federal,
    através da menção às empresas jornalísticas por eles representadas,

    ficou claramente demonstrada A FALTA DE PROPORCIONALIDADE NA PARTICIPAÇÃO de cada uma DESSAS EMPRESAS DE MÍDIA, notadamente em favor do monopólio da informação a que arrogou-se o direito a Rede Globo.

    AS ORGANIZAÇÕES GLOBO SIMPLESMENTE PAUTARAM A ENTREVISTA,
    procurando, via de regra, fazer intrigas entre o presidente do STF e o presidente da Câmara dos Deputados, e, portanto, tentando colocar o Poder Judiciário contra o Poder Legislativo.

    É gritante o nº desproporcional de repórteres do CONGLOMERADO GLOBO (http://pt.wikipedia.org/wiki/Organiza%C3%A7%C3%B5es_Globo),
    em relação aos demais órgãos de mídia informativa que participaram
    da coletiva de imprensa com o presidente do STF Joaquim Barbosa:

    *ORGANIZAÇÕES GLOBO:
    1) André de Souza (GLOBO on line)
    2) Giuliana Morrone (TV GLOBO);
    3) Carolina Brígido (Jornal ‘O GLOBO’);
    4) Basília Rodrigues (Rádio CBN/GLOBO);
    5) Débora Santos (TV GLOBO);
    6) Juliano Basile (Valor Econômico = Globo + Folha).
    .
    .
    GRUPO A.F.E.* :
    1) Larissa Borges (VEJA On Line/EDITORA ABRIL);
    2) Robson Bonin (Revista Veja/EDITORA ABRIL);
    3) Felipe Seligman (Folha de S.Paulo/GRUPO FOLHA);
    4) Eduardo Bresciani (O Estado de São Paulo/GRUPO ESTADO);
    *Grupo A.F.E.= Grupo de Apoio ao Factóide de Esgoto
    .
    .
    GRUPO BANDEIRANTES:
    1) Caiã Messina (TV Bandeirantes).
    .
    .
    GRUPO SILVIO SANTOS:
    1) Luciana Marques (SBT?)
    .
    .
    GRUPO RECORD:
    1) Christina Lemos (TV Record)
    .
    .
    GRUPO DIÁRIO ASSOCIADOS:
    1) Diego Abreu (Correio Braziliense).
    .
    .
    CENTRAL NACIONAL DE TELEVISÃO:
    1) Angélica Coronel (TV CNT)
    .
    .
    CONSULTOR JURÍDICO:
    1) Rafael Baliardo (Sítio ConJur)
    .
    .
    INTERNET GROUP:
    1) Wilson Lima (Portal iG)
    .
    .
    REUTERS (Privada Estrangeira):
    1) Hugo Bachega (Reuters Brasil)
    .
    .
    BBC (Pública Estrangeira):
    1) João Fellet (BBC Brasil)
    .
    .
    EBC (Pública Nacional):
    1) Débora Zampier (Agência Brasil)
    .
    .
    Para download:

    (http://www.radiojustica.jus.br/radiojustica/exibirHome!downloadArquivo.action?downloadConteudo=227224)

    Vlad

    28 de dezembro de 2012 às 10h14

    Será que deveríamos exigir dos nossos parlamentares aliados, Collor e Sarney que, como donos de repetidoras da Globo, tomem providências a respeito?

    FrancoAtirador

    28 de dezembro de 2012 às 14h16

    .
    .
    Isso, Vlad!

    E aproveitamos para exigir da nossa ex-deputada Luciana Genro (PSOL-RS),

    que parabenizou e elogiou a Famiglia Sirotski, em discurso na Câmara,

    por ocasião da ‘Comemoração dos 50 anos da RBS’, a afiliada predileta.

    O fato ocorreu quando Luciana foi candidata a Prefeita de Porto Alegre.

    Que coincidência…
    .
    .

    lia vinhas

    28 de dezembro de 2012 às 12h49

    E é esse ministro debochado, ironico, comportamentos indignos de um membro do Judiciário, seja de que instancia for, esse senhor pusilanime, que, com vários de seus pares, violentou a Constituição e mudou as regras jurídicas internacionais casuisticamente, para, na realidade, atingir o PT e o Lula, para eles o inimigo maior do neoliberalismo aqui implantado por FHC,que o Edno Lima defende tão ardorosamente? Para mim, é o próprio JB disfarçado sob um codinome, querendo aliviar sua barra nos blogs progressistaas.

    simas

    29 de dezembro de 2012 às 06h14

    Bravooo!… Pensava exatamente, isso. Um edno, desses, só poderia ser o próprio caso patológico, tamanha a veemência.
    Parabéns.

Francisco Antonio da Silva

27 de dezembro de 2012 às 17h00

Diz o ditado que Deus não dá asas a cobras. Certo ou errado?

Responder

    Coutinho

    27 de dezembro de 2012 às 18h24

    Mas a mídia está tentando convencer a cobra de que ela tem asas. Cabe à cobra crer ou não crer.

    jd

    27 de dezembro de 2012 às 19h47

    É, mas o sapo que queria ir à festa no céu, e viajou escondido no violão do urubu (seria o PIG?), se esborrachou!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.