VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Sírio-Libanês diz que médico “desistente” não trabalha lá


22/07/2013 - 19h28

Nota da Assessoria de Imprensa do Hospital Sírio-Libanês

Sobre a matéria intitulada O mau jornalismo da Folha no caso dos médicos “desistentes”, publicada pelo Viomundo em 18 de julho de 2013, o Hospital Sírio-Libanês esclarece que o Dr Cesar Câmara não pertence ao corpo clínico do Hospital como médico titular ou como assistente de qualquer médico da instituição.

A imagem usada para ilustrar a reportagem, com o jaleco do HSL, está desatualizada.

Na expectativa de contar com a colaboração dos senhores na publicação de uma errata, colocamo-nos à disposição.

Atenciosamente

 Assessoria de Imprensa do Hospital Sírio-Libanês

Leia também:

Mílton de Arruda Martins e as iniciativas do governo Dilma na área da Saúde

Médico “desistente” diz que agiu de boa fé

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Tomudjin

23 de julho de 2013 às 18h45

A Liberdade de Expressão é um direito de todos, mas a mentira intencionada, usada unicamente como propósito de desinformação, desde que comprovada, deveria ser exemplarmente rechaçada.

Responder

edir

23 de julho de 2013 às 16h43

O vídeo é longo mas vale a pena ver.
http://www.youtube.com/watch?v=OLTw3rLvVz8#at=2911

Responder

Gerson Carneiro

23 de julho de 2013 às 15h50

Estou achando que esse “médico” é aquele “repórter” que tentou instalar uma câmera no apto do José Direceu. Pode ser também que seja um “médico” contratado pelo Fantástico.

Responder

Elias

23 de julho de 2013 às 13h41

O urologista Cesar Camara é o típico médico que Aracy de Almeida diria: “esse é aquele que não resta a menor dúvida”. Quanto a jornalista Claudia Collucci que assina a matéria, não sei o que dizer, afinal, ela trabalha na Folha de S. Paulo e como se sabe a Folha de S. Paulo publica ficha falsa e outras cositas más.

Responder

Cleber

23 de julho de 2013 às 06h02

Se mexer mais a coisa vai feder.

Responder

edir

23 de julho de 2013 às 05h38

O Dr Cesar Camara foi brincar com fogo (inscrever no Mais Médicos) e saiu queimado. Tá vendo ? dá nisso brincar com a uma causa täo séria como essa que por falta de médicos está levando ao sofrimento milhöes de brasileiros pobres usuários do SUS. Que todos que se manifestam contra o Mais Médicos recebecem um alerta. Tomem cuidado. O assunto näo é para brincar e sim resolver melhorar o sistema de atendimento.

Responder

    edir

    23 de julho de 2013 às 05h40

    retificando recebam e näo recebecem.

Sr.Indignado

23 de julho de 2013 às 01h05

Desistiu do Hospital Sirio Libanes também?
Acho melhor procurar ajuda profissional dotô.
Garanto que lá em Cuba não iria faltar.

Responder

Rasec

22 de julho de 2013 às 23h10

Vixe! Cada vez que alguém mexe fede mais!

Responder

    Luís CPPrudente

    23 de julho de 2013 às 12h08

    Isto tem cheiro de tucano-pefelê. É um cheiro fediiido…

Marisa

22 de julho de 2013 às 20h47

Esse não é o hospital que mantém sigilo dos pacientes somente quando se trata dos ‘protegidos’ da grande imprensa,tipo Serra, Sarney e outros mas quando se trata do Lula só falta informar que cor era a camisa que ele vestia quando entrou no hospital?

Responder

Maria Thereza

22 de julho de 2013 às 20h23

ele não aparece na foto junto com o filho do urologista mais famoso do Brasil? Ele roubou o jaleco, pediu emprestado, ou o que? E a entrevista que ele deu hoje? Em nenhum momento diz que não faz/fez parte do corpo clínico do sírio. Que história mais confusa. Está rolando desde a semana passada e só hoje o hospital se deu conta da farsa do dr? Quer dizer que qq um pode entrar nos hospital, circular por lá e, quem sabe, até atender?

Responder

Edmar

22 de julho de 2013 às 19h59

Se “a imagem usada para ilustrar a reportagem, com o jaleco do HSL, está desatualizda”, que atitude tomou o HSL contra o “bossal” que usou imagem vestido como parte do hospital para “aparecer”? Se não fez nada é conivente com as parvisses safadas do “dôtorzim”.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.