VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Médico “desistente” diz em carta à Folha que agiu de boa fé
Denúncias

Médico “desistente” diz em carta à Folha que agiu de boa fé


22/07/2013 - 11h45

O Viomundo denunciou que o médico Cesar Camara, anunciado pela Folha como desistente do programa Mais Médicos, na verdade tinha quatro empregos. Um deles, como competidor do SUS em Heliópolis — só que, ao contrário do SUS, que não cobra nada, o dr. Cesar cobra as consultas na periferia de São Paulo.

Diante de manifestação da assessoria do Ministério da Saúde, a repórter do jornal respondeu no Painel do Leitor da Folha de S. Paulo, em 20 de julho de 2013. O Painel também publicou carta do médico:

Leia também:

O mau jornalismo da Folha no caso dos médicos “desistentes”

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



44 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

edna cecilia bueno

23 de julho de 2013 às 08h26

Será q esses médicos mercenários algum dia já ouviram falar do Dr Albert Schweitzer? Realmente está havendo uma ganancia fora do comum por alguns, q depois de se formarem por escolas financiadas pelo povo, abrem seus consultórios cobrando absurdo nas consultas e não devolvem para a população aquilo q foi usufruido. Portanto tem mesmo de ser resvisto esse problema, além q todo mundo sabe de vez em qdo a mídia noticia q vagas são vendidas por bandidos e compradas por inescrupulosos incompetentes.

Responder

Carmélio Reynaldo Ferreira

22 de julho de 2013 às 21h56

Postei o seguinte comentário no Facebook:
A sintonia da Folha com o médico fica patente na simultaneidade dos esclarecimentos. O natural é a nota da assessoria ser publicada e, junto com essa, a réplica da repórter. Mas a redação despender esforço (designar repórter para ouvi-lo de imediato, em detrimento de outras apurações) para esclarecimento perante a nota do Ministério, demonstra que existe aí um vínculo bem maior do que a relação jornal e entrevistado.

Responder

Ozzy Gasosa

22 de julho de 2013 às 21h12

Como dizia o “véio deitado”:
– Mijou paga dez!!!

Responder

Sírio-Libanês diz que médico "desistente" não trabalha lá - Viomundo - O que você não vê na mídia

22 de julho de 2013 às 21h02

[…] Médico “desistente” diz que agiu de boa fé […]

Responder

castro

22 de julho de 2013 às 19h48

Esse cara é PAU MANDADO dos MÉDICOS TUCANO que confunde HOSPITAL com BANCO.

Responder

vitor

22 de julho de 2013 às 18h35

Reluto em acreditar que um médico que atue nos renomados Sírio-Libanês e/ou Hospital das Clínicas/SP, tente boicotar, deliberadamente, um programa que vem atender à população carente e tão desassistida da periferia das grandes cidades e dos lugares mais longínquos do Brasil.
Realmente, custa-me crer que a nobre, admirada e vital profissão médica transforme-se em atividade meramente mercantilista, onde o direito à vida é ditado pela situação financeira do paciente.

Responder

    roberto

    22 de julho de 2013 às 19h11

    Sr.Vitor, para quem vive a realidade da saúde no Brasil,independente se é pública ou privada,nada disso é novidade…

    Batista Neto, Jose

    22 de julho de 2013 às 19h53

    Bem vindo ao reino dos profissionais liberais da classe média paulistana!!

    renato

    22 de julho de 2013 às 20h04

    Vitor,meu coração reluta muito em pensar que, não um médico, mas um ser Humano,tenha tentado fazer isto.
    Se não fez, tem ao seu lado a honradez. Virtude mais que suficiente para leva-lo daqui até o final de seus dias.
    Só isto basta…não vou falar mais nada.

    Vinny

    22 de julho de 2013 às 20h12

    Pois acredite, eu trabalho no HC e muitos estao lá pelo status que dá ser func HC….E muitos deles cobram fortunas pra atenderem em seus cons particulares….Tão poco se lixando pro povão!!

José de Queiroz

22 de julho de 2013 às 18h21

A jornalista em sua defesa afirma que em “nenhum momento” em sua entrevista, o médico disse isso ou aquilo. E uma reportagem baseia-se pura e simplesmente na entrevista? Não cabe ao jornalista ir mais a fundo no assunto como o Viomundo fez ?

Responder

ricardo silveira

22 de julho de 2013 às 18h21

Êta! mediquinho, heim? Infeliz o cidadão da periferia que cai na mão de um sujeito desse.

Responder

Valcir Barsanulfo

22 de julho de 2013 às 18h09

É a pholha de sempre, enrolando e distorcendo os fatos.
É apenas um jornal noticioso de má qualidade.

Responder

Murdok

22 de julho de 2013 às 17h57

Alguém entendeu alguma coisa na explicação do médico?

Responder

Lagrange

22 de julho de 2013 às 17h44

Sr. Cesar Câmara é da mesma equipe do Dr. “Scrooke”? Então tá…Deve ser aquela brincadeirinha de seguir o chefe, um tucano inveterado. Tem cada uma que aparece e se diz que foi na boa-fé. Ganhou o estetoscópio de ouro por essa.

Responder

IVO MENEZES

22 de julho de 2013 às 17h43

O cara, o dr Câmara, é um légitimo representante da militância mesquinha histórica nacional responsável pelo atraso do país.

Esse cara deve ter feito o juramento dos Hipócratas!!

Responder

Ed

22 de julho de 2013 às 17h11

Um tremendo cara de pau! Tadinho.

Responder

Pedro Macambira

22 de julho de 2013 às 17h05

O ônus é ter que trabalhar. Já pensou, um médico trabalhando?

Responder

Luís CPPrudente

22 de julho de 2013 às 16h54

Esse médico desistente agiu de boa fé…boa fé tucana. A mesma que tem suas falcatruas escondidas pelas famiglias do PIG.

Responder

Edgar Rocha

22 de julho de 2013 às 16h52

Como se diz na proverbial filosofia de botequim, o doutor urologista “cagou no pau”. Estou ciente do impropério. Censure se quiser. Não resisti à piada. kkkkkkkk

Responder

Maria Thereza

22 de julho de 2013 às 16h52

Tão meigo…

Responder

Yvon Azeredo

22 de julho de 2013 às 16h47

É, de boas intenções, como dizem por aí, o Inferno está cheio.

Responder

Mardones

22 de julho de 2013 às 15h48

A emenda fica pior que o soneto. Mais um que fala mal do governo e tem atitude típica dos canalhas.

Responder

JOTACE

22 de julho de 2013 às 15h06

Sugiro ao César Câmara tentar se identificar com os verdadeiros valores da categoria médica e da qual ele deu um deplorável e muito vergonhoso
exemplo.

Responder

Elias

22 de julho de 2013 às 14h46

Dr.Cesar Camara, tem permissão para usar o jaleco do Sírio-Libanês na favela Heliópolis?

Por baixo do jaleco (ou por cima mesmo) não teria usado a camiseta do Serra nas últimas eleições?

Cesar faz parte do corpo clínico do HC e da USP, cujo professor titular é o dr. Miguel Srougi, confesso serrista.

Responder

Yole de Assis

22 de julho de 2013 às 14h42

Cesar Camara é o que de pior em caráter que existe na medicina. Não é representativo da categoria. O seu gesto é um exemplar da direita raivosa e inconsequente. Representa aquele médico aparentemente bonzinho e caridoso, que se embrenha no meio dos pobres para fazer clientela, cobrando uma consultinha baratinha, para na hora do aperto, por exemplo, uma cirurgia ou uma doença mais séria, a família vender até o barraco para ser atendido por ele onde ele de fato trabalha. É uma figura malandra e velha conhecida da medicina.

Responder

    edir

    22 de julho de 2013 às 17h41

    Eu acho que ele faz comércio de rins. Tira do morador de Heliópolis por 40 reais e vende no Sírio Libanês por alguns 10 ou 20 mil. Se a PF bater nesse consultório, vai descobrir coisas. Como pode um médico atender em tres lugares ? precisa fazer uma investigacäo e nos mostrar qual a carga horária dele nos tres enderecos.

    francisco niterói

    22 de julho de 2013 às 18h25

    yole

    Concordo plenamente e digo mais:

    Muitas vezes essa caridade mascara uma questao eleitoral. Ja vi profissionais assim( medicos e outros) que depois se candidatam a algum cargo. Quando nao diretamente, se tornam “cabos eleitorais” poderosos, exigindo em troca uma gama de coisas inerentes a um “bom transferidor de votos”.

    francisco niterói

    22 de julho de 2013 às 18h28

    inevitavel lembra do OSCAR WILDE quando disse:

    A CARIDADE É A VIRTUDE QUE NECESSITA DA INJUSTIÇA PARA SOBREVIVER”

    Nao que eu nao admire quem dá um prato de comida a um faminto, mas é claro que a solucao dos problemas sociais nao passa pela caridade.

Marcelo de Matos

22 de julho de 2013 às 14h24

O Programa “Mais Médicos” leva chumbo de todo lado: do PIG, da oposição, do Judiciário e do sindicalismo corporativo. Fernando Rodrigues noticia: “Na 3ª feira, o PSD, de Gilberto Kassab, partido da base governista, realiza evento em SP com críticas ao programa federal Mais Médicos. O ex-prefeito de SP alfineta o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, contra quem pode disputar o governo de SP em 2014”. Programa humanitário, destinado a minorar uma das chagas nacionais, a falta de médicos, é tratado como pretexto para disputas eleitoreiras.

Responder

Lucila

22 de julho de 2013 às 14h12

O pobre médico só tentava apontar mais um erro do Programa Mais Médicos, que não parece prevê a função de tutor… Vocês, também, veem maldade em tudo… Armaria, nam ;) Mas e aí? Essas coisas irão ficar por isso, mesmo? O “tutor” do Dr. “Consuma”, o Dr. “Escroque” deve, mesmo, ter participado da operação bolinha de papel, como li por aí… E o rapaz parece ter aprendido bem os ensinamentos. Essa questão está embaraçosa, já…

Responder

Panino Manino

22 de julho de 2013 às 13h45

O programa é para médicos para assistência básica em início de carreia, isso que foi falado, e vai ele e se inscreve para um suposto hipotético e imaginário programa de tutores…

Responder

Wagner Martos

22 de julho de 2013 às 13h26

Mas esse Cesar Camara é mais cretino e canalha do que eu supunha. De onde ele tirou essa pérola de querer ser “tutor”. Onde, no programa, estava escrito a existência dessa função? Se o CREMESP fosse sério, coisa que todos sabemos não é, abriria uma sindicância sobre esse moleque irresponsável.

Responder

Rasec

22 de julho de 2013 às 13h15

Ei, fica cada vez mais pior quando o ladrão é pego com o roubo na mão e tenta negar de todo jeito a truculência, o mau-caratismo, o baixo-nível! VocÊs deram um show de jornalismo!

Responder

Julio Silveira

22 de julho de 2013 às 13h09

Boa fé? Hãhã.

Responder

Raimundo

22 de julho de 2013 às 13h03

Boas intenções como essa o inferno está cheio.

Responder

Helena/S.André (SP)

22 de julho de 2013 às 12h45

Tudo bem,Dr. Cesar. Vamos fazer de conta que acreditamos em sua “boa-fé”.

Responder

Francisco

22 de julho de 2013 às 12h25

Sei é que os espanhóis estão animadíssimos com os salários no Brasil.

Se o programa Mais Médicos abrir o jogo e disser que trata-se de um programa de “implantação de postos médicos”, fica “redondo”.

O processo de implantar um posto médico ou de implantar o PSF acarreta que lá na localidade as coisas ainda não estão como deveriam e que é parte do programa fazer com que fiquem como deveriam.

Não tem, penso eu, nada de mais.

O único senão dos gringos é com as periferias de grandes cidades. se assistirem o Datena, nem descem do avião…

Responder

Bernardo

22 de julho de 2013 às 12h23

De boa-fé. Aham, Cláudia. Senta lá.

Responder

Rodrigo

22 de julho de 2013 às 12h19

O “ônus” é ter que trabalhar?

Responder

edir

22 de julho de 2013 às 12h01

Tamanha bondade eu nunca tinha visto num médico. Aliás a classe médica agora passou a ficar muito “preocupada” com a qualidade do atendimento aos pacientes do SUS. Me enganam que eu gosto !!!

Responder

Prof. Palmieri

22 de julho de 2013 às 12h00

Quem conhece esse moço, como eu conheço, sabe que ele tem idéia fixa de ficar rico e coloca o dinheiro acima de qualquer coisa. Quando li as primeiras notícias sobre seu “gesto nobre” de atender favelados pensei, aí tem… E tinha mesmo. Infelizmente ele, que quer ser empresário e não médico, representa o que é a média desta categoria em SP. Estamos nas mãos de Deus…

Responder

Melo

22 de julho de 2013 às 12h00

Esse medico só pode ser um sacana!!!!jeito de bobinho, cordeirinho etc.

Responder

Flavio Lima

22 de julho de 2013 às 11h58

Então ta, coleguinha. O CRM não vai te punir mesmo. Só a vergonha, se é que existe.
Tutor kkk.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.