VIOMUNDO

Diário da Resistência


Sabesp entope as torneiras de propaganda dizendo que falta d’água é planetária
Denúncias

Sabesp entope as torneiras de propaganda dizendo que falta d’água é planetária


21/05/2014 - 22h32

Da Redação

Um “especial condomínios” bancado pela Sabesp, impresso pelo Diário de S. Paulo e distribuído nos edifícios da cidade sustenta que O mundo pede água:

A crise hídrica é mundial e o Brasil começa a sentir as consequências de um longo período de estiagem.

Logo abaixo, diz o texto:

A água no mundo tornou-se um grande desafio: a Organização das Nações Unidas (ONU) estima que nos próximos 25 anos, dois em cada três habitantes do planeta terão problemas para obter água limpa. Entre as causas, a entidade mundial aponta o crescimento populacional, a poluição das águas, o desperdício na distribuição e as mudanças climáticas.

Em A origem da crise, a empresa fornece dados sobre a falta de chuvas. Todos aparentemente verdadeiros.

Porém, não explica a falta de ação do governo paulista e da própria empresa, embora um dos pontos mencionados como origem da crise é justamente de que “foi o terceiro verão consecutivo em que as chuvas ficaram abaixo da média”.

Se é assim, as autoridades não deveriam ter agido antes?

Além disso, os usuários da Sabesp estão recebendo pelo correio o Relatório Anual de Qualidade de Água 2013. O folheto apresenta a empresa como preocupadíssima com a saúde do usuário, ao qual convida para que se torne “guardião das águas” e economize.

Seria uma “versão líquida” daqueles fiscais que o ex-presidente José Sarney convocou para monitorar o preço da carne no pasto, nos tempos da inflação descontrolada.

Deu para entender agora por que a Sabesp cortou seu orçamento, mas deixou intacto o dinheiro para torrar em propaganda?

PS do Viomundo: Essa “esperteza” dos tucanos quando se trata de propaganda contrasta com a lerdeza do PT. Convidado a dar uma entrevista ao vivo a um programa de TV que liderava a audiência matutina naquele momento de crise — causado pela greve dos motoristas e cobradores de ônibus — o prefeito petista Fernando Haddad não conseguiu rearranjar a agenda!

PS do Viomundo2: Sobre a tentativa do Viomundo de fazer um balanço da Virada Cultural que não falasse apenas de mortes, tiros e destruição, relata a repórter encarregada de fazê-lo que “na segunda, falei umas quatro vezes com a assessoria de imprensa da Secretaria da Cultura, querendo o balanço e a entrevista com o Juca; na terça-feira à noite mandaram o release do balanço que foi pra todo mundo; eu questionei, e a minha entrevista com o secretário? Ninguém respondeu. Assim como ninguém da assessoria de imprensa ligou pra me dar retorno sobre a entrevista”.

Leia também:

Júlio Cerqueira Neto: São Paulo vive racionamento disfarçado

Tambores de água e banho de canequinha voltam à cena em São Paulo

Sabesp, como a Sanepar, privilegia acionistas em detrimento de usuários





21 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Millena Borges

27 de maio de 2014 às 01h39

O que esta bem claro é que precisamos abrir bem os olho nessas elições.

Responder

AlvaroTadeu

25 de maio de 2014 às 10h19

No Deserto do Saara, havia vida e vegetação. Há 20 mil anos. Uma ligeira inclinação do eixo da Terra mudou o clima da região, virou deserto. Essas tragédias acontecem. A seca em São Paulo faz parte dos ciclos hídrícos da região metropolitana. Você não sabe exatamente quando vai acontecer, mas deve se prevenir.

A seca não surge feroz no meio de uma inundação. Ela vem aos poucos. A seca atual era previsível e nenhuma providência foi tomada. Afinal, São Paulo vive em área de inundações constantes, a umidade que vem da Amazônia, a Noroeste e os ventos úmidos e quentes que transpõem a Serra do Mar, a Sudeste, trazem muita chuva.

Entre as grandes cidades do mundo, São Paulo, é, sem dúvida, a de maior índice pluviométrico. A SABESP funciona? NÃO! Não trata todo o esgoto da região metropolitana, que é despejado nos rios da cidade, com resultados desastrosos. Tamanduateí, Pinheiros e Tietê são exemplos terríveis de destruição de um bem comum. São canais de excremento que cortam a cidade espalhando um cheiro fétido que a massa cheirosa da Dona Cantanhêde não consegue explicar.

Visitem os fundos do Mercado Municipal Rio Tamanduateí), a Raia Olímpica da USP (Rio Pinheiros), e sintam o cheiro do Rio Tietê ao lado da Rodoviária Tietê. Fragrâncias inesquecíveis e “incheiráveis”.

Alguns técnicos estimam a perda de água tratada pela SABESP em 30%. Se atentarem para os pequenos vazamentos, chegaremos a 40% com certeza. Essa perda é compensada pelo aumento das tarifas. Há 20 anos a SABESP tem sido jogada nos braços de aventureiros de toda sorte. Gesni Oliveira, economista do PSDB, cuja única intimidade com a água é nos banhos diários, foi presidente da estatal. Hoje, é uma geógrafa de Brasília sem a menor condição técnica para dirigir a SABESP. Nunca soube de um funcionário de carreira, engenheiro ou geólogo, dirigindo a empresa. Essa mulher não entende patavina de água, não planejou nada, não sei quando assumiu, apenas toca o expediente como outros fizeram antes.

Quem manda de verdade são outros. Depois dizem que o PT aparelhou a PETROBRAS. Pelo menos, não falta gasolina e começamos a explorar o Pré-Sal. O que fez a SABESP, dirigida “tecnicamente”? Acabou com o sistema Cantareira e agora está explorando o Volume Morto, ou seja, o “Pré-Merda”. Se este não for o triste fim do Alckmin, é porque junto com a água, a vergonha dos paulistas acabou.

Responder

Luís Carlos

25 de maio de 2014 às 09h32

A falta de água é planetária? A falta de planejamento é paulista.

Responder

José Ricardo Romero

24 de maio de 2014 às 18h08

O paulista que vai tomar esse barro da “reserva técnica”, eufemismo tucano para volume morto (morto mesmo e fedendo) precisa saber que estas represas receberam durante décadas a poluição de milhares de indústrias da maior concentração industrial da américa latina, lançada nos rios e mananciais. A água de movimento muito lento de uma represa concentra metais pesados, entre outras coisas, com toda sorte de periculosidade, que se depositam no fundo. Esta lama que os paulistas que tanto gostam do PSDB vão beber, tomar banho, fazer comida… é arrancada pelas bombas do fundo, decantada em bacias provisórias para dar uma limpadinha, uma clareada e a água que será servida vai precisar ser analisada pela SABESP para saber se é própria para o consumo. Saberemos o resultado desta análise?
É bom lembrar, para aqueles que culpam São Pedro, que a SABESP criou um braço econômico que cuida das ações na bolsa com o dinheiro das taxas de água e esgoto. Estas ações são muito valorizadas graças ao lucro repassado aos acionistas pelo não reinvestimento em melhorias do serviço como ampliação de captação de água correspondente ao aumento da população e do consumo (a melhoria de vida, de salário das pessoas reflete principalmente no aumento de consumo de água e eletricidade).
Matéria para reflexão: SABESP e Petrobrás são dois modelos opostos de empresas estatais. As ações da primeira são exuberantes (para os acionistas) e resultam em falta d`água. As ações da segunda são magras mas resultam em investimentos em educação, saúde, ciência e tecnologia e meio-ambiente.

Responder

julio

24 de maio de 2014 às 04h19

Quem diria que os papéis iriam se inverter, os tucanos transformaram SP no sertão eternamente discriminado pela sua elite, agora só falta o jegue. Pena que o paulistano não tenha a cultura popular a altura do alegre povo nordestino. Enquanto o Lula e a Dilma conseguiram impulsionar o desenvolvimento do nordeste, os tucanos tiveram a proeza de afundar a sabesp.

Responder

FrancoAtirador

24 de maio de 2014 às 00h00

.
.
18/5/2014 às 22h26 (Atualizado em 18/5/2014 às 22h27)
R7
Após chuva de granizo, moradores fazem boneco de neve na Aclimação
Tempestade antecipou final da Virada Cultural.

(http://noticias.r7.com/sao-paulo/apos-chuva-de-granizo-moradores-fazem-boneco-de-neve-na-aclimacao-18052014)

OS 7 PIORES BONECOS DE NEVE DE SÃO PAULO

3º LUGAR PARA SASSÁ MUTEMA

(http://www.setelist.com.br/index.php/7-piores-bonecos-de-neve-de-sao-paulo)
.
.

Responder

Enchentes de água na Sérvia

23 de maio de 2014 às 18h21

Falta d´água planetária???

E as enchentes na Sérvia, otários?

Os tucanos do PSDB já ouviram falar da Sérvia? O exemplo não serve?

?1400463782

anaged/img/fn2/feeds/Associated%20Press/2014/05/19/876/493/Balkans%20Floods-2.jpg?ve=1&tl=1

Responder

Planeta Sertão da Bahia

23 de maio de 2014 às 11h03

No Planeta Sertão da Bahia não falta água.

Responder

Julio Silveira

23 de maio de 2014 às 10h01

A SABESP usa a psicologia barata, coloca a exceção como justificativa.
Covardes fazem a mesma coisa todo santo dia.

Responder

Felipe Barbosa

22 de maio de 2014 às 20h53

Azenha,

Funcionários da Sabesp estão sendo “convidados” pela direção da empresa a, a partir do dia 3 de junho, largarem seus postos normais de trabalho e passarem o dia correndo de porta em porta das casas (principalmente condominios) divulgando as grandes obras e investimentos do governo tuc…, digo, da empresa.

Na próxima semana começa a lavagem cereb… digo, treinamento de como fazer a abordagem

Responder

baader

22 de maio de 2014 às 18h39

a entrevista do haddad (assisti em parte, doeu a incompetÊncia, ou seja lá o que for, do prefeito), sendo agredido pelo datena, foi demais. o jornalista (?) sempre rebatia com o “acho que” (como se andasse de onibus) mas o prefeito não devolvia com “fatos”. foi uma lástima. medo de parecer parcial? medo de se indispor? medo? medo? não me sinto melhor por nao assistir TV, muito menos o tal programa policialesco: o povão assiste e é isso que derrama adrenalina em vão, em mim.

Responder

Francisco

22 de maio de 2014 às 16h53

Os “PSs” dessa matéria são até mais importantes que a matéria em si.

Os tucanos conseguem “provar” que falta água no mundo todo e que se o deserto do Saara está daquele jeito, é porque não passou por um “choque de gestão”.

Incrivel é a relação amadoristica do PT com a mídia.

A impressão que me passa é que, acuado, o PT morre de medo de declarar o quer que seja e dar problema de dirtorção de palavras ou coisa assim, resulta que os comunicados ficam centralizados e, portanto, perdem agilidade. Dilma acabou de inaugurar parte expressiva da Norte-Sul – estratégica para o país. Você soube? Nem ninguém…

Responder

Urbano

22 de maio de 2014 às 11h05

Falta água no mundo todo, daí essa terrível seca de caráter dos meliantes da oposição ao Brasil.

Responder

Irineu

22 de maio de 2014 às 10h34

O pensamento único.
Quando eles querem que você pensa o que eles desejam.
____________
Meus caros
precisamos de forma democrática debater temas e ideias interessantes onde possamos crescer.
O que vejo é o pensamento único e raivoso de uma elite radiotiva e destrutiva……tendo nessa corrente seus capachos seguidores.
Quando o pensamento único habita nossa mente , para o manipulador isso é ótimo….porque assim ele cria o pensamento único batendo na mesma tecla …..e essa ideia fixa fica na cabeça das pessoas que não tem pensamentos variados, pois pensamentos variados trazem possibilidades e também blinda contra uma manipulação…algo tão presente no Brasil.
* “Sabemos” que o investimento em estádios não era o ideal.
Pois há coisas essenciais
________________
O povo vai as ruas gritar não vai ter copa , sem saber o real motivo de estar ali…pois esse pensamento único já foi plantado pelo manipulador dominante, elite e PIG ….
* Aqui em São Paulo , estamos em risco iminente , pior que a copa, pois trata-se do básico o sustentável o que mantem a sobrevivência.
A agua da Cantareira esta em estado critico e agora estão usando o volume morto, mesmo que trate essa agua o” risco é grande a saúde de milhões”.
* Porque nós não vamos as ruas gritar não vai ter agua…e falar de forma logica e clara os fatos.
*” Porque a Rede Globo noticia de forma sútil e sorrateira algo que deveria ser levado a sério?
A globo omite e silencia
Como vocês sabem ou deveriam saber….a” Globo expandiu em um terreno na Berrini que pertence ao estado e ninguém falou nada”
É troca de favores com o governo do estado de sp”
* Quando ela vai fazer matéria com os frágeis pobres , falam invasores, baderneiros etc
E quanto ao terreno na Berrini, não é invasão?
____________________________
Azenha já que é assim esse “jornalismo” baixo
Vide cobertura do PIG Globo ontem sobre a greve no transporte publico em São Paulo.
Já que você trabalha na Record, Peça para o Bacci e o Marcelo Rezende(Que mete o pau na copa e fica “incitando” “manifestação em seu programa”)
Pede pra eles ficarem sobrevoando a Cantareira e da cobertura a “seca” de agua em 24horas , como a Globo sempre faz atacando o PT( Vide greve de ontem) Ela espalha “jornalistas urubus” pra toda parte.
Pede pro jornal da Record fazer o mesmo.
_______________
É muita palhaçada pra gente aguentar.
Chega!!!!

Responder

Paulo Brasil

22 de maio de 2014 às 10h03

O problema da água, para tucanos, é global. Mas, só está faltando água em São Paulo.
A incompetencia ou corrupçã é tucana e não global.

Responder

Joselito

22 de maio de 2014 às 09h30

Como que se afirma que a SABESP nada fez? E as investigações desde Covas, no valor de 1bilhão, diluídos em diversos contratos para redução do desperdício? Ora bolas, fizeram muito, para poucos….

Responder

Romanelli

22 de maio de 2014 às 07h28

fora de pauta, mas direto ao ponto

já que falamos de “jornalismo”

e tem mais FALACIA fazendo sucesso na praça ..evidente que cabe aos de bem desmascarar mais esta FARSA.

Claro, opinião é como “aquilo”, todo mundo tem um ..mas, quando falamos em retidão de caráter e HONESTIDADE, ética, bem…

Verdade é que tem gente que de tão CÍNICA merecia ser condenada a ficar de BOCA fechada.

relembre :

1o LULA se candidatou contra COLLOR, E PERDEU

depois LULA concorreu em 93/97 contra THC, e não levou

DEPOIS, finalmente, LULA venceu Serra, já em 2002

e mais tarde, contra Alckimin, já em 2006, se reelegeu

aí vem DONA IRENE RAVACHE e diz na Roda de VÍBORAS, pára jornalista:

“até o PT eu não tinha me sentido traída”, disse ..isso depois de ser provocada pela turma por ter sido garota propaganda do PT nos anos 80.

e na mesma entrevista, Dona IRENE, complementava:

Que contra Collor ela votou no LULA …e depois em Serra, pq gostava dele ..mas que “vibrou”, que ficou feliz com a vitória dum “amigo” (Lula no caso)

OPA, quem traiu quem primeiro ?

Interessante que DONA IRENE não fala nada sobre a eleição de THC, nem na de Alckimin, aonde ela já deveria ter tb dado as suas “saidinhas”.

Aliás, menos ainda sobre a ética do tucanato.

Não, DONA IRENE, vc não tem moral pra falar não !!!!

Claro, ela tem o direito a ter opinião e votar em quem quiser, mas direito de MENTIR, torcer, distorcer e enganar, de MANIPULAR ?

Olha, dona Irene, por ser tão mentirosa, francamente, tenho dó dos seus namorados, pois os brutos, com certeza devem ter levado chifres maiores dos que os de um ALCE..

https://www.youtube.com/watch?v=eI7319DX7NI

e hoje eu acabo entendendo quem foi DONA IRENE

https://www.youtube.com/watch?v=riG1RQzzy6g

e cá entre nós, sem ter direito a CONTRA opinião e debate, como pode um programa instalado numa emissora pública se permitir fazer tanto proselitismo político ? ..como pode os jornalistas se prestarem a tanto ?

pqp, tamo fudid? mesmo, mais perdidos que Diógenes

Responder

Esly

22 de maio de 2014 às 07h18

conhecendo o PSDB, eles estão “sucateando” a água para privatiza-la

Responder

Savio

22 de maio de 2014 às 04h44

O alkimim, o presidente da sabesp e os diretores são todos muitos “COMPETENTES”, esse “DESASTRE” da falta de agua já estava desenhado há mais de uma década, quando a população que utiliza desse sistema, aumentou de 12 milhões para 22 milhões de pessoas, praticamente duplicou a população, a “SANTA IGENUIDADE” do alkimim e dos diretores da estatal, só acredita neles o “IDIOTA QUADRADO”, a operação matemática é bem simples, se temos 02 latas de agua e 01 pessoa, há sobra de 01 lata de agua, se agora temos 02 pessoas, cada uma ficará com uma lata cheia de agua, isso se não houver perda na hora do transporte, porem se houver uma seca, e aumentar a perda no transporte, vai faltar agua para algumas pessoas, e aí virá o “RACIONAMENTO”, todos terão que “REDUZIR” o consumo de agua, o “CAOS” no sistema de agua em São Paulo, “É MUITO PIOR DO QUE SE IMAGINA OU FALA”, ele “ATINGIRÁ FORTEMENTE Á INDUSTRIA”, e causara “DESEMPREGO EM MASSA”, o alkimim está tirando o dele da reta, e indiretamente afetará o governo Dilma, pois é nos municípios onde vivemos, é lá que são produzidos (cultivados) os alimentos, onde estão instalados a industrias e onde estão instalados os estabelecimentos comerciais que fazem a revendas desses produtos, gerando empregos e arrecadações para os governos estadual, municipais e federal.

Responder

roberto

21 de maio de 2014 às 23h19

Com o aquecimento global a chuva tem aumentado no mundo,ao contrário do que diz o panfleto de propaganda defensiva do governo estadual.
Em São Paulo o problema é mesmo de corrupção e desvio de dinheiro que serviria para obras de infraestrutura,saneamento etc, no governo tucano,bem igual ao que ocorreu no governo federal entre 1994 e 2002,onde houve até apagão energético durante 1 ano e venda de estatais com o sumiço do dinheiro,repartido entre amigos.

Responder

    souza santos

    22 de maio de 2014 às 10h13

    a chuva tem aumentado no mundo ??

    Que loucura é essa ???


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding