VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

PCO: Apoiador da ditadura, pai de Aécio recebeu dinheiro da CIA


14/10/2014 - 11h57

Captura de Tela 2016-06-10 às 09.20.11

07 de abril de 2014 12:56 AM

Tal pai, tal filho?

Pai de Aécio Neves recebeu dinheiro da CIA para apoiar golpe de 1964

do site do Partido da Causa Operária, sugerido pelo Fernando Andrade, no Facebook

No dia dos 50 anos do golpe militar, o presidenciável tucano, Aécio Neves, participou de um evento com uma série de empresários em São Paulo.

Muitos deles, inclusive, ajudaram a financiar o golpe de 1964. O que muitos não sabem, no entanto, é que a ligação entre a família do atual senador mineiro e os golpistas é antiga.

Além de ser neto de Tancredo Neves, por parte de mãe, o tucano também descende de outra oligarquia política mineira por parte de pai.

Tristão Ferreira da Cunha, seu avô, foi deputado pelo PR de 1946 até 1963 e apoiou o golpe de 1964.

Seu pai, Aécio Ferreira da Cunha, por sua vez, também apoiou o regime militar sendo deputado pela ARENA, PDS e PFL em um período que vai de 1962 a 1986.

Após o golpe seu avô assumiu a presidência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Antes do golpe, o pai de Aécio Neves se beneficiou do dinheiro daqueles que, anos mais tarde, assumiriam o poder.

Nas eleições de 1962, ele foi financiado por empresas norte-americanas.

O financiamento ocorreu por meio do IBAD, uma OnG ligada a CIA (Agência de Espionagem dos EUA).

Aécio Cunha aparece em uma lista de 111 deputados que tiveram suas campanhas financiadas pelo órgão de inteligência do imperialismo.

O caso deu origem a uma CPI na época. Além de Cunha, estavam na lista direitistas como Plínio Salgado, Padre Godinho e Amaral Neto.

Atualmente Aécio Neves promove uma campanha que, com a faixada de “combate a corrupção”, quer instalar uma CPI da Petrobras e, assim, aumentara a participação estrangeira na exploração do petróleo nacional.

Neste caso, a história se repete e a família volta a ser porta-voz dos interesses imperialistas no País.

Leia também:

Tarso Genro: Conspiração contra Dilma repete o passado 

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

José De Pindorama

05 de janeiro de 2016 às 22h57

Um dos motivos que o Deputado Rubens Paiva foi preso, torturado e morto se deve ao rastreio, numa CPI, que ele fez dos cheques oriundos do IPES-IBAD. Sua atuação, revelou uma lista contendo um grande número de Congressistas que votaram à favor do Golpe (USA) e contra o Brasil. Esse Sr. constava, segundo o Deputado Rubens Paiva, nessa suposta lista. Uma triste gênese política Avô-Pai-Filho, sem citar outros, trabalhando incansavelmente contra a Nação!

Responder

Wendel

30 de setembro de 2015 às 12h10

este entreguista, ou melhor traidor da Pátria, só se sustenta com seus eleitores e iguais, devido à blindagem que a mídia prostituta tb bandida e prostituta, além de mercenária, fazem deste individuo.
Já estamos cansados de ver que suas idas ao exterior, é para vender o Brasil, e prova cabal disto, foi sua carta compromisso escrita e entregue ao Busch pai, onde escancara este entreguismo.
Mas não só ele. Vejam o tal que quer entregar o Pré-Sal a Chevron ??? Outro traidor !!!!!
Ás vezes dá vontade de jogar a toalha, e se até agora não o fiz, foi por termos acesso a internet e aos jornalistas sérios que fazem na Rede, o contraponto a esta canalhada !!!!
Se não fosse o trabalho diuturno dos ativistas que operam na Web, para tentar esclarecer as manipulações dos goebbels, há muito não nos restariam mais esperanças !!!
Avante brasileiros nacionalistas e que amam este País, pois os urubus estão sobrevoando a carniça, e os otários entreguistas, esperando as migalhas.
Estúpidos e apátridas !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Ricardo CP

21 de outubro de 2014 às 19h06

O próprio Viomundo publicou matéria ampla sobre o financiamento da CIA, via IBAD, na preparação do golpe de 1964:
https://www.viomundo.com.br/denuncias/as-surpresas-na-lista-do-ibad-o-instituto-millenium-de-1964.html

Responder

LC Prestes

14 de outubro de 2014 às 22h03

Azenha… em Minas (na cidade deles SJ del Rey) dá-se como certo que Aécio Neves da Cunha é descendente direto do “ex-governador” *Luis da Cunha Meneses*: que veio de Lisboa para prender Tiradentes. Vale uma pesquisa sua (e de sua equipe) para aprofundarmo-nos nas motivações que trouxeram o “interventor” ao Brasil. Recomendo vivamente sua descrição em Cartas Chilenas como ‘Fanfarrão Minésio’. Abs. http://estadominimotucano.blogspot.com.br/2013/04/aecio-neves-cunha-e-descendente-direto.html

Responder

Pedro Henrique

14 de outubro de 2014 às 19h55

Sr. LUIZ CARLOS AZENHA

POR FAVOR COLOQUE A PAGINA DO JORNAL “SEMANA”, CONFIRMEI LÁ.
É aquela que aparece o Covas. Tá junto Aécio Cunha – partido -PR
Aí mostra a cobra morta e o pau também. (link abaixo)
Abraços
Denúncias
A surpresa na lista do IBAD, o Instituto Millenium de 1964: Mário Covas
publicado em 31 de março de 2014 às 18:48
https://www.viomundo.com.br/denuncias/as-surpresas-na-lista-do-ibad-o-instituto-millenium-de-1964.html

Responder

dsdv

14 de outubro de 2014 às 13h57 Responder

Julio Silveira

14 de outubro de 2014 às 13h36

Assim trabalham as oligarquias nacionais, vendem o Patrimônio nacional para garantir benefícios perpétuos para os seus herdeiros.
Quem não tem pedigree são, para eles, apenas almas podres.

Responder

Urbano

14 de outubro de 2014 às 13h26

Essa escadaria fortalece minha percepção em relação ao decano, em quem eu também não confiava. Sem se falar no primo…

Responder

João Afonso

14 de outubro de 2014 às 13h25

Eita cabra complicado…quanto mais mexer mais..

Responder

Lukas

14 de outubro de 2014 às 13h06

Sobre a bisavó de Aécio, nada ainda?

Responder

    Mário SF Alves

    14 de outubro de 2014 às 16h55

    Nada. E pra quê?

    Ricardo CP

    21 de outubro de 2014 às 19h13

    Bisavó é um parentesco muito longínquo, o fato do pai ser da Arena fala muito mais alto do que qualquer coisa que bisavó tenha feito. Afinal, quem cria é pai e mãe, némêmo? São eles que dão o estofo moral, né isso? Então, o estofo moral é esse aí mesmo, do pai: Arena. Já basta para avaliar o caráter, ou ao menos o “berço”. Avô (Tancredo) influencia menos do que pai e avô paternos juntos. E mesmo o avô materno parece que não educou direito, dando carteirinha de policial pro menino. Pelo menos é o que se depreende das falas e atitudes deste menino sem educação que tem a ousadia de se candidatar a Presidente da República!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.