VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Ministra pede punição de Roger Abdelmassih por manipular embriões e abuso sexual


20/05/2011 - 17h41

por Conceição Lemes

Roger Abdelmassih, o “rei da paternidade”, está condenado a 278 anos de cadeia. Ele foi preso, mas graças a um habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ele foi solto e acabou fugindo do Brasil. Hoje é um foragido da Justiça.

No último final de semana, a revista Época publicou a reportagem “A clínica do horror”, que torna público outras monstruosidades daquele que já foi médico queridinho de 99,99% da mídia brasileira e das celebridades.

Como bem observa Fátima Oliveira no artigo O Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) vai calar?, algumas chamadas da matéria  falam por si: “Pais descobriram que os bebês concebidos com a ajuda do fugitivo Roger Abdelmassih não eram seus filhos biológicos”; “O casal que recebeu R$ 600 mil para ficar em silêncio”; e “Um cientista que frequentava o laboratório denuncia manipulação genética…”.

No seu artigo, Fátima cobra uma posição do CNDM: “Como cidadã eu quero saber: O CNDM vai ou não exigir do governo as medidas cabíveis para proteger mulheres e homens nos processos de fertilização in vitro (FIV) e as crianças nascidas por tais meios?

Como jornalista e cidadã, eu também. Tanto que desde o início desta semana tento saber da ministra Iriny Lopes, da Secretaria de Política para as Mulheres (SPM), ligada à presidência da República, que medidas serão adotadas em relação ao caso.

Pois a assessoria de imprensa da ministra acaba de responder a esta repórter, informando  que ela solicitou ao Ministério Público do Estado de São Paulo a “imediata e rigorosa punição do médico Roger Abdelmassih, acusado de praticar crimes de abuso sexual de mulheres  e a manipulação indevida de material genético.”

Em outro documento, enviado ao Conselho Regional de São Paulo (Cremesp), a ministra “pediu a cassação definitiva do registro de Roger, em virtude da prática de crimes  cometidos no exercício da profissão de medicina”.

A questão agora é prendê-lo. Mas como e onde?

Segue a íntegra da resposta da assessoria de imprensa da SPM

A ministra Iriny Lopes, Secretaria de Política para as Mulheres (SPM) encaminhou, nessa quinta-feira (19/05), um oficio ao Ministério Público de São Paulo solicitando a imediata e rigorosa punição do médico Roger Abdelmassih, acusado de praticar crimes de abuso sexual de mulheres  e a manipulação indevida de material genético.

Em outro documento remetido ao Conselho Regional de Medicina Paulista, a ministra  pediu a cassação definitiva do registro de Roger, em virtude da prática de crimes cometidos no exercício da profissão de medicina.

A SPM, que acompanha o caso desde de 2009, reitera nos documentos pedido para que o Poder Judiciário adote providências efetivas e que o acusado seja responsabilizado pelos crimes praticados.

Nesse sentido, a SPM, que têm por compromisso desenvolver políticas públicas de enfrentamento à violência e discriminação contra as mulheres, vem somar-se ao clamor da sociedade brasileira e dos movimentos feministas e de mulheres para que a justiça seja plena e os direitos humanos das mulheres sejam garantidos





73 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

CNJ vai confirmar condenação absurda de Kenarik Boujikian?, por Conceição Lemes | GGN - O jornal de todos os Brasis

06 de fevereiro de 2019 às 21h50

[…] 1995 a 2008, estuprou 56 pacientes na sua badalada clínica de fertilização in vitro, em São Paulo, e, ainda, manipulou indevidamente material genético de várias dessas mulheres, […]

Responder

Julgamento de Kenarik Boujikian escancara a seletividade e o machismo do Judiciário brasileiro: CNJ vai confirmar condenação absurda? – Viomundo – O que você não vê na mídia

11 de novembro de 2018 às 13h28

[…] 1995 a 2008, estuprou 56 pacientes na sua badalada clínica de fertilização in vitro, em São Paulo, e, ainda, manipulou indevidamente material genético de várias dessas mulheres, […]

Responder

VIOMUNDO| Julgamento escancara a seletividade e o machismo do Judiciário brasileiro | Democratiza STF

07 de agosto de 2017 às 12h28

[…] 1995 a 2008, estuprou 56 pacientes na sua badalada clínica de fertilização in vitro, em São Paulo, e, ainda, manipulou indevidamente material genético de várias dessas mulheres, […]

Responder

VIOMUNDO| Julgamento escancara a seletividade e o machismo do Judiciário brasileiro | JusDh

01 de agosto de 2017 às 16h30

[…] 1995 a 2008, estuprou 56 pacientes na sua badalada clínica de fertilização in vitro, em São Paulo, e, ainda, manipulou indevidamente material genético de várias dessas mulheres, […]

Responder

Julgamento de Kenarik Boujikian escancara a seletividade e o machismo do Judiciário brasileiro: CNJ vai confirmar condenação absurda? – bita brasil

01 de agosto de 2017 às 15h07

[…] 1995 a 2008, estuprou 56 pacientes na sua badalada clínica de fertilização in vitro, em São Paulo, e, ainda, manipulou indevidamente material genético de várias dessas mulheres, […]

Responder

Julgamento de Kenarik Boujikian escancara a seletividade e o machismo do Judiciário brasileiro: CNJ vai confirmar condenação absurda? – JF Clipping

01 de agosto de 2017 às 11h07

[…] 1995 a 2008, estuprou 56 pacientes na sua badalada clínica de fertilização in vitro, em São Paulo, e, ainda, manipulou indevidamente material genético de várias dessas mulheres, […]

Responder

Rômulo, agressor de Rhanna, tem habeas corpus preventivo negado | Viomundo - O que você não vê na mídia

23 de outubro de 2011 às 19h31

[…] Ministra pede punição de Roger Abdelmassih por manipular embriões e abuso sexual […]

Responder

Relator do CONAR sobre Hope: “estereótipos presentes na campanha são comuns à sociedade” | Viomundo - O que você não vê na mídia

16 de outubro de 2011 às 18h25

[…] Ministra pede punição de Roger Abdelmassih por manipular embriões e abuso sexual […]

Responder

Roger Abdelmassih é cassado definitivamente

25 de maio de 2011 às 11h52

[…] Curiosidade: O CFM homologou a cassação apenas no dia 20 de maio. No dia 19, a ministra Iriny Lopes, da Secretaria de Políticas de Mulheres, enviou nota ao MP-SP, pedindo a  p… […]

Responder

Roger Abdelmassih cassado definitivamente | Viomundo - O que você não vê na mídia

23 de maio de 2011 às 14h14

[…] Curiosidade: O CFM homologou a cassação apenas no dia 20 de maio. No dia 19, a ministra Iriny Lopes, da Secretaria de Políticas de Mulheres, enviou nota ao MP-SP, pedindo a  p… […]

Responder

Geysa Guimarães

23 de maio de 2011 às 12h50

Como e onde? É só monitorar a esposa, Abdelmassih não deve ficar distante da bela e jovem procuradora.

Responder

Regina Braga

22 de maio de 2011 às 11h40

Um juíz Deus ou um Deus juíz…Acima do bem e do mal…Suas decisões foram absurdas…Acaba premiando monstros e corruptos conhecidos…Que tal crime de responsabilidade?È uma ameaça, para a sociedade ter no STF, um Deus todo poderoso.Que tal a Anvisa começar a fiscalizar?Afinal,somos conhecidos como o país do TURISMO REPRODUTIVO…Imaginem,o que podemos encontrar?

Responder

Alberto

22 de maio de 2011 às 05h06

Pelo que acompanhei Fátima Oliveira na entrevista de Padilha com blogueiros matou a pau. Ela chegou aos aos TTs no twitter.
PriVirginio Priscila Virginio – by saudecomdilma
ela arrasou em sua fala. uma aula. RT @maria_fro: Bacana Fátima Oliveira ir para os TTs #msredes Finalmente alguém relevante nos TTs

Fátima Oliveira fez a cobrança de uma norma Técnica para o bebê de proveta e o ministro garantiu, depois de bem cutucado por ela. Alguém pode explicar porcque a ministra da mulher não fez tal cobrança ao ministro Padilha?

cesaraovivo Cesar Cardoso
by saudecomdilma
Fátima Oliveira matando a pau, mas nessa da regulação da reprodução humana foi no ponto (@minsaude live on http://twitcam.com/4zb8x) http://twitter.com/#!/saudecomdilma

Responder

    Ana Reis

    24 de maio de 2011 às 00h38

    E alguém pode explicar por que o ministro não tomou providência? por que o ministro Humberto Costa criou uma Comissão para derrubar o PL que fixava em 2 o número de embriões a serem transferidos a fresco, acabando com a farra dos bancos de embriões?
    Será que uma Norma Técnica resolve? no país em que lei pode pegar ou não….uma NT que provavelmente vai ser feita pelos donos dos bancos de células e tecidos germinativos (anteriormente conhecidas como clínicas de reprodução humana)!
    Será que o ministro Padilha vai dar um jeito no SIS- Embrio? (o singelo nome do sistema de "controle" dos embriões estocados é "Sistema Nacional de Produção de Embriões").
    O ministério da Saúde nunca se interessou pela iatrogenia da reprodução "assistida" nem em desmascarar as falsas taxas de sucesso. O que interessa é saber quantos embriões estão disponíveis para o complexo bio-pharma e suas alardeadas terapias de regeneração tissular. E assim mesmo 70% das clínicas não informam seus estoques. O ministro vai tomar providência?

genital lacerda

22 de maio de 2011 às 04h47

nem a elite se livra do maucaratismo da elite..

Responder

Francisco

22 de maio de 2011 às 03h37

Canso de repetir: quem se achar prejudicado pelo médico tarado, faça uma vaquinha com os demais prejudicados e pegue um avião para o Líbano. Leve um tacape.

Chegando lá, use o tacape da forma que a imaginação e a indignação lhe sugerir. Evite matar. O que se fizer lá, será punido lá e lá, ao contrário do Brasil, não tem Gilmar. Lá, o judiciário é composto de pessoas que têm caráter. Portanto, evite ser pego lá.

Crueldade? O médico tarado foi para lá porque não tem extradição de lá para cá, logo, não há extradição de lá para cá. Entendeu ou quer que desenhe. Chegando aqui no Brasil, o que quer que tenha feito, vá à TV, bote no Youtube e ria, deboche, tripudie. A Lei permite, não haverá qualquer consequência (se duvidar, pergunte a um advogado especialista em Direito Internacional).

Mas, faça um favor a sí mesmo e à sua esposa: não espere pelo judiciário brasileiro!

Responder

emerson57

21 de maio de 2011 às 21h44

a justiça, tão célere em soltar o médico,
ja bloqueou os bens dele?
ou vão permitir que ele venda o patrimônio e
alem de se evadir ainda o faça levando o dinheiro que amealhou criminosamente?

Responder

Renato Lira

21 de maio de 2011 às 21h36

Serei bem objetivo.

Cadeia pra o médico canalha e criminoso.

Impeachment pro ministro pusilânime e acobertador de bandido rico.

Responder

enio

21 de maio de 2011 às 21h33

Por que o STF, em especial Gilmar Mendes, não pode ser responsabilizado indiretamente por esses crimes, já que o HC dado permitiu a retomada da boa vida do monstro e talvez até a sua volta como médico em outro país? Bom, acho que a resposta esta dada: depois de Daniel Dantas e tantos outros endinheirados, a única instituição que ainda não passou por uma reforma ampla e democrática ainda continuará como antes. O CNJ que deveria realizar pelo menos essa função passou também a legislar, abrindo nova instância jurídica dentro desse regime que solta monstros.

Responder

ANÉSIA E. kowalski

21 de maio de 2011 às 19h34

Tem um personagem na novela "o clone" da rede globo, (atualmente no vale a pena ver de novo) que fez algo parecido. Videncia?

Responder

José Manoel

21 de maio de 2011 às 19h31

Mais uma vez se confirma a verdadeira máxima: no Brasil, só ladrão de galinha vai para a cadeia!!!! Uma limpeza irrestrita é necessária! A sociedade não aguenta mais isso tudo!!!!

Responder

Pedro Luiz Paredes

21 de maio de 2011 às 18h41

Temos é que prender o STF, que segundo a constituição deve ser o órgão jurídico máximo em matéria constitucional, e não órgão político.
…ou revogar a hermenêutica jurídica de ofício.
A ministra não tem que pedir nada. Ela quer popularidade.
Se estamos nesse ponto, onde uma representante do executivo precisa se pronunciar para que o judiciário atue da forma como deve, esse último parece estar mais frágil do que deveria.
Se o executivo, com apoio da maioria do legislativo, não consegue aprovar lei que supra as diferenças sociais, e ainda, que aprova com tanta facilidade leis que são favoráveis somente aos interesses econômico-financeiros mais robustos, então podemos começar a fazer justiça com as próprias mãos.

Responder

JotaCe

21 de maio de 2011 às 16h15

Conceição,

Belíssimo o seu empenho jornalístico em conseguir da Ministra a informação que ela devia ao povo. Há muito tempo que a Justiça deixou de existir no Brasil. O comportamento abusivo do Gilmar Mendes é um exemplo gritante e um estímulo para centenas de outros togados, bem nutridos com o dinheiro do povo, espalhados por todo o país. Pois ele tem se colocado sistematicamente utilizando sua posição, como protetor de criminosos ricos desrespeitando Legislativo e Executivo, que o temem. Por razões como essa, da falta de Justiça pela corrupção que a atinge, a juventude espanhola decidiu pelo 'movimento dos ‘indignados’. Cordial abraço,

JotaCe

Responder

Hell Back™

21 de maio de 2011 às 15h43

De pleno acordo, e para que sirva de lição àqueles profissionais e a outros também. Têm-se que colocar na cabeça deles que a justiça tem que ser cega.

Responder

francisco p. neto

21 de maio de 2011 às 15h29

Esse pulha do Gilmar Mendes ao conceder HC ao monstro Roger, ou qualquer outro ministro, como o Marco Aurélio que mandou soltar o Cacciola, deveriam se responsabilizar e ficarem como fiel depositários desses bandidos.
Fugindo, como aconteceu agora com o médico monstro, o senhor Gilmar Mendes deveria estar preso no lugar dele.
Se assim fosse, esses "juizes" pensariam e tomariam mais cuidados ao beneficiar bandidos do colarinho branco.
Por isso o judiciário tem que mudar, cobrar responsabilidades, e uma delas seria eles cumprirem penas no xilindró, até os bandidos serem recapturados.
Deveriam também ser apurados as circunstância que levam esse juizes a tomar essas decisões suspeitas e no mínimo venais.

Responder

Aracy_

21 de maio de 2011 às 13h23

Segundo o site do Conselho Regional de Medicina de SP, Roger Abdelmassih, registrado naquele Órgão como urologista, foi cassado em 18/05/2011. A cassação do diploma de médico por um conselho regional só se torna definitiva depois de referendada pelo Conselho Federal de Medicina. -A ida do processo ético-disciplinar para o âmbito federal é automática quando se aplica a pena de cassação, daí a demora ainda maior.
Uma questão importante que se coloca é: quem deveria ter fiscalizado a clínica de Abdelmassih e não foi eficaz?

Responder

    beattrice

    21 de maio de 2011 às 21h14

    A Vigilância Sanitária do município de SP em primeira instância, esta esfera de fiscalização independe de ser provocada ou seja é independente de denúncia e constitui responsabilidade da Secretaria de Saúde do município.
    Constatadas dúvidas ou irregularidades poderia provocar os outros órgãos competentes,
    Secretaria Estadual da Saúde e Conselho Regional de Medicina.
    Em tempo,
    as vigilâncias sanitárias municipais são um gargalo gravíssimo em TODO o país, delas depende a fiscalização não somente de clínicas, laboratórios, consultórios, hospitais, mas também hotéis, restaurantes, supermercados, bares e salões de beleza. Dá prá crer?

    Aracy_

    22 de maio de 2011 às 17h34

    Pois é, Beattrice, em geral a vigilância municipal não dá conta nem de fiscalizar se as condições de higiene dos estabelecimentos de saúde atendem à lei sanitária. Mas um fiscal da vigilância provavelmente não teria condições de analisar os aspectos éticos do manuseio dos óvulos, espermatozoides e embriões. Os conselhos de Medicina têm médico fiscal, habilitado a vasculhar prontuários e outras coisas que envolvem o sigilo profissional. E então?

    beattrice

    22 de maio de 2011 às 21h42

    Dentro do corpo de fiscais da Vigilância deveria haver técnicos treinados para detectar potenciais irregularidades e acionar fiscalização e perícia especializada.
    Segundo me consta, outras fiscalizações só ocorrem se "provocadas" por denúncias,
    confere Conceição?

    Conceição Lemes

    22 de maio de 2011 às 22h06

    Normalmente, sim, Beattrice. bjs

    Aracy_

    23 de maio de 2011 às 07h20

    Ainda assim, não bastariam técnicos, Beattrice; seria necessário também um bom número de médicos para fiscalizações da vigilância sanitária em clínicas de medicina reprodutiva e outros locais de manipulação gênica. E o conselho de classe realmente costuma agir somente mediante denúncia formulada por escrito, exceto se o caso é de domínio público, veiculado através do noticiário na imprensa, quando se instaura procedimento ex-oficio. Abraço.

    beattrice

    23 de maio de 2011 às 12h47

    Considerando este caso, ex-officio, então… já deveria ter havido alguma manifestação dos conselhos de classe envolvidos, ou não?

    Aracy_

    23 de maio de 2011 às 14h07

    Imagino que sim.

ricardo silveira

21 de maio de 2011 às 13h18

Suponho que esse estuprador, pilantra, que o ministro do STF tirou da cadeia, permitindo que sumisse, cometia os crimes de que é acusado na sua própria clínica. Suponho, também, que na clínica e com ele trabalhavam outros médicos, enfermeiras, assistentes, técnico de laboratório, secretária, etc. A questão é: ninguém sabia de nada? Ele fez o que fez durante anos e ninguém sabia?

Responder

    beattrice

    21 de maio de 2011 às 21h15

    Aliás, ao que consta a mesma equipe lá continua.

mariazinha

21 de maio de 2011 às 13h06

Não dá para entender como ainda não cortaram a cabeça do gilmar dantas. Gente desse naipe é que decide pelo supremo; não d´para acrditar! Como é possível que um monstro consiga estar em liberdade, mesmo condenado. Outro monstro que obrigou meninos a se jogarem de um trem tb. condenado por júri, fica em liberdade por decisão de um supremo. Não desisto de dizer que o poder judiciário brasileiro em todas as instâncias é o culpado pelos males brasileiros.

Responder

    Jairo_Beraldo

    21 de maio de 2011 às 15h18

    Mariazinha, como Daniel Dantas, Gilmar Mendes tem muitos "argumentos" no bolso do colete…daqueles bem cabeludos!

    Fernando José

    31 de maio de 2011 às 12h52

    O amigo acha que o Gilmar 'Dantas' vai negar-se a conceder um mero e simples HC ao marido de uma Procuradora?

Luizão

21 de maio de 2011 às 10h56

Tem que prender o advogado que pediu o habeas corpus e o juiz que concedeu hc!
O resto é blá blá blá …

Responder

    maísa paranhos

    21 de maio de 2011 às 21h20

    Concordo.

V. Souza Magalhães

21 de maio de 2011 às 10h52

Lia, acho que GD deu um HC e o Azenha teve que soltá-los. O monstrengo do STF é muito poderoso…

Responder

Marcos

21 de maio de 2011 às 09h49

Essa é mais uma abominável decisão do Gilmar Dantas. Com relação à petição requerendo o "Impeachment" de Gilmar Dantas, acredito que se a população se mobilizar, o processo será instaurado pelo senado e poderá haver cassação.
Se depender da grande mídia isso não ocorrerá.
Mas estou sentindo que há um receio dos blogueiros chamados progressistas em tratar deste assunto.
O Vi o Mundo divulgou o abaixo assiando defendendo a construação da estação do metrô na esquina da rua Angélica? Por que este e outros blogs progressistas não estão divulgando o que defende a instauração do processo contra gilmar Dantas?
Há um abaixo assinado defendendo o “Impeachment” de Gilmar Mendes.
http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?…

leia texto de um advogado mineiro sobre o Gilmar Dantas no link
http://mdfnoticias.blogspot.com/2011/05/comentari

Responder

    Raul

    21 de maio de 2011 às 16h55

    Até agora, só 105 brasileiros assinaram o "abaixo assinado"(inclusive eu). É muito pouco.
    Está faltando coragem ou é pra deixar assim mesmo???

    edu

    21 de maio de 2011 às 17h07

    Não dá pra entender, todos estão com um zíper na ' boca', não se vê um A sobre o gilmar Dantas, ninguem sabe ninguem viu todos com cara de paisagem para o assunto, estranho muito estranho.

Morvan

21 de maio de 2011 às 09h13

Bom dia.

Roger Abdelmasih, especialista em "Anestesia Sexual", estuprador, bandido, monstro, criatura teratológica, está solto,lépido e fagueiro, saltitando e flanando por aí, graças a alguém de sua estirpe. Na verdade, se quisermos mesmo parar com a senda de crimes, temos que parar o Gimar HCx2 Mendes, de onde vêm todas as injúrias ao Direito. Um Stanley Burburinho às avessas (Stanley é o Reparador de Iniquidades; Gilmar HCx2 é o Operador destas…).
Impedimento no jagunção togado já! Oooô "seo" Ophir! O senhor não vai dizer nada não, é? Onde estão Wally e Ophir? Sentir-se-ão cansadinhos?

Morvan, Usuário Linux #433640.

Responder

Gerson Carneiro

21 de maio de 2011 às 09h00

O jeitinho de agir do Gilmar Mendes.

[youtube bIpj-n2R-f4 http://www.youtube.com/watch?v=bIpj-n2R-f4 youtube]

Responder

Gerson Carneiro

21 de maio de 2011 às 08h56

Gilmar Mendes, Danilo Gentili e Rafinha Bastos, se confundem quando fazem "piada".

Roger Abdelmassih deu todos os indícios de que iria fugir, inclusive pegaram ele na Receita Federal solicitando renovação do passaporte.

E o Gilmar Mendes soltou o Roger Abdelmassih e mantém preso o Cesare Battisti (que já houve decisão final que foi a do Lula, bastaria cumprir). Ou seja, altamente rigoroso apenas com quem quer ser.

O Gilmar Mendes deu a entender que os crimes cometidos pelo Roger Abdelmassih são brandos, no entender dele.

Só me resta acreditar que o Gilmar Mendes recebeu muito dinheiro para facilitar a fuga do Roger Abdelmassih. Só pode. Ou seja, parece que não foi apenas o casal que recebeu dinheiro para facilitar a vida do Roger Abdelmassih.

Outra da Justiça Brasileira: condenar a prestação de serviços comunitários, a serem executados nos EUA, os pilotos do legacy que derrubaram o avião da Gol e mataram 154 pessoas.

As vítimas tanto do Roger Abdelmassih quando dos pilotos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino foram ultrajadas pela Justiça Brasileira.

Responder

Cristiana Castro

21 de maio de 2011 às 03h06

Agora eu consigo entender melhor o que se passou com esse tal de Dr. Roger. Para ser bem franca, estava achando aquela acusação de centenas de estupros meio bizarra. Dr. Roger virou alvo da mídia pq deu a pais famosos filhos de anônimos. Não acredito na extradição dele, se é que está mesmo no Líbano mas, se a verdade tivesse sido trazida a tona, logo no início as coisas ficaria mais fáceis. Agora, a coisa ficou boa pro bandido pq ele foi acusado de crimes, que, pelo menos, em quantidade, é óbvio que não cometeu e revelará litigantes de má-fé, que o acusaram de um crime de mais fácil apelo poupular com intenção de vingança e não de justiça. Ao que me parece, deram um presentão a defesa. O nome disso é burrice arrogante. Os " autores" para pouparem suas imagens, acabaram poupando o bandido.

Responder

    beattrice

    21 de maio de 2011 às 21h18

    Uma acusação de centenas de estupros… bizarra?…

SILOÉ -RJ

21 de maio de 2011 às 01h33

É ministra!!! Sua cobrança chegou tarde demais.
Só resta uma saída pra sra. ficar bem na fita: Exigir punição exemplar," IMPEACHMENT" de quem concedeu o "Habeas- corpus" que causou imensa indignação e total descrédito da justiça.

Responder

Leonardo Câmara

21 de maio de 2011 às 00h42

Como morador de Vitória e eleitor da ministra (ela é deputada federal eleita) conheço o trabalho dela. Não é desses políticos que somem após as eleições. Combativa, está sempre próxima aos movimentos sociais.

Quando em Vitória ela frequentava a feira de Jardim da Penha todo sábado. É extremamente acessível a qualquer cidadão e todo mundo aqui da região sabe disso. Sempre ao lado das causas de mérito, não se omite.

Ela merece respeito.

Responder

    Carmem Leporace

    21 de maio de 2011 às 12h51

    Me diz uma coisa mano véio… o que você chama pomposamente de """movimentos sociais""" isso é o que pra você ?

    Tchau rapaz.

    Renato Lira

    21 de maio de 2011 às 21h34

    De que adianta explicar essas coisas (movimentos sociais, democracia, liberdade) pra tu, Leporino?

    Tu não vai entender mesmo.
    .

Gustavo

21 de maio de 2011 às 00h34

Lembro-me de quando o Doutor era capa de revistas Caras, Veja e quetais, como o gênio da reprodução humana. Se alguém tem estas revistas e jornais, por favor, pôe na roda para quem viu se lembrar e pra quem não viu ficar sabendo.

Responder

Roberto Locatelli

20 de maio de 2011 às 23h19

Gilmar Mendes deixou o sujeito fugir.

Por uma reforma no Judiciário, incluindo a eleição direta para juízes e desembargadores, em todos os níveis.

Responder

    Augusto

    21 de maio de 2011 às 05h20

    Roberto, o Poder Judiciário está do jeito que está justamente por causa da politização e você ainda quer politizá-lo ainda mais? Eleição no Judiciário só piora as coisas. O que precisa ser feito é acabar com a irresponsabilidade jurídica dos juízes. Eles fazem o que querem e não responde por seus atos. Esse caso do Roger é um exemplo. Deveria haver algum meio de processar Gilmar Mendes, não no Senado, como é hoje, porque obviamente no Senado não é possível tal coisa. Ou, pelo menos, se fosse no Senado, houvesse uma obrigatoriedade de o processo seguir adiante, porque, do jeito como é hoje, os senadores não são obrigados a receber e processar nenhuma denúncia contra os ministros do Supremo.

    Francisco De Olavo

    21 de maio de 2011 às 09h27

    Também sou a favor.

    José Manoel

    21 de maio de 2011 às 19h32

    Completamente a favor!!!!!!!!!!!

Augusto

20 de maio de 2011 às 23h16

Roger nunca será punido. Esqueçam! Se Roger estiver mesmo no Líbano, como já foi anunciado, nunca poderá ser extraditado. Nenhum país extradita nacionais. É uma regra de direito internacional. O máximo que pode acontecer é ele receber a punição lá mesmo, o que, convenhamos, é uma ilusão. Melhor seria punir Gilmar Mendes, que deu um HC a Roger, e depois extinguir o STF.

Responder

FABIO

20 de maio de 2011 às 22h58

olha pessoal eu vejo isso tudo com desesperança, o Juiz Lalau , na prática nunca ficou preso.Em nosso país de um modo geral somos reféns dos conselhos de classe – ultra corporativos – que se preocupam basicamente com reserva de mercado, como por exemplo, CRM; somos refens de um Judiciario descomprometido com a sociedade – Supemo?.DESESPERANÇA.

Responder

Bibi

20 de maio de 2011 às 22h54

Essa ministra está mais por fora que umbigo de vedete….
Tudo o que ela está cobrando aconteceu! Tudo! Não sei em que planeta ela vive. Ou seus assessores que redigiram essa nota ridicula.
Graças ao Ministério Público de São Paulo e à Justiça Paulista (Juíza Kenarik), que o condenou a quase 300 anos.
Essa ministra viu o galo cantar e não sabe em que terreiro. Lamentável.
Eu acompanho esse processo. A fala dela é uma vergonha!

Responder

    Conceição Lemes

    20 de maio de 2011 às 23h11

    Bibi, há dois pontos em aberto. O Roger ainda não foi cassado definitivamente. E a condenação até agora é por abuso sexual. Falta a parte de manipulação genética dos embriões. abs

    Augusto

    21 de maio de 2011 às 05h29

    Exatamente. Essa parte de crimes relacionados à manipulação genética provavelmente vai render mais uns 300 anos de condenação. Tem muito pai por aí achando que seu filho é seu mesmo, quando não é! Pior, alguns filhos desses pais têm material genético de duas pessoas! Mas, a questão aqui, não é a condenação, é a efetiva punição de Roger, que me parece ser o objetivo da nota. Condenado ele foi… Mas e daí? E o que é mais lamentável: o Conselho de Medicina ainda não cassou sua licença para exercer a profissão. Inacreditável! O CRM é mais outro antro de impunidade. É por isso que a única coisa que eu gosto dos Estados Unidos é da Justiça.

beattrice

20 de maio de 2011 às 21h25

Conceição,
a par de localizar e tomar as medidas legais cabíveis para que seja cumprido o mandado de prisão contra este senhor,
a par de protestar contra o HC surpreendentemente concedido por Gilmar Dantas,
caberia providências e gestões do governo federal junto ao Conselho Federal de Medicina, para que seja avaliado o atual funcionamento desta clínica que continua a todo vapor mesmo na ausência do seu "mentor", ou não?
Ah, mas o ministro é o Padilha, lembrei agora.

Responder

    Conceição Lemes

    20 de maio de 2011 às 21h41

    Beattrice, cobrei também do ministro Padilha, via assessoria de imprensa, posição quanto às medidas que serão tomadas. Foi sugerido que eu falasse com a Anvisa, que é a instância responsável pela autorização para funcionamento e fiscalização dessas clínicas. Vou conversar, claro, com a Anvisa. Mas quero a posição do ministro. bjs

    beattrice

    20 de maio de 2011 às 23h02

    A ANVISA está ocupadíssima respondendo à VEJA e "atacando" a prescrição de antibióticos y otras cositas más.

    JotaCe

    21 de maio de 2011 às 17h22

    E quanto à Interpol, Conceição? Teria ela alguma informação disponível ao público? Abs,

    JotaCe

    Conceição Lemes

    21 de maio de 2011 às 23h16

    Não sei, JotaCe. Na segunda, vou consultar a Polícia Federal sobre isso. abs

mucio

20 de maio de 2011 às 20h14

Polícia prende Gilmar Mendes solta. O que a Sra. tem a dizer sobre isto ministra? A meu ver cabe um comentário seu com a relação ao HC que Gilmar Dantas deu ao médico estuprador.

Responder

Tetê

20 de maio de 2011 às 19h54

A ministra Ireny não entendeu. Condenado ele já foi. Falta ir pra cadeia. A nota é importante, mas é fraca. Mas é melhor que nada. Ora o cara fugiu. E fugiu porque a mais alta corte de Justiça concedeu um habeas corpus para ele fugir. Obra do ministro Gilmar Mendes. A quem cabe localizar e capturar um fugitivo fora do país? Acho que não é o governo de São Paulo, mas o governo federal. O que ele tem feito até agora para não permitir que Abdelmassih continue se refastelando e rindo da nossa cara de otários? Dizem que ele está no Líbano, com outro nome. Talvez a cara ainda seja a mesma. Mas quem vai pegá-lo?
Faltou também um posicionamento sobre as regras para o bebê de proveta para impedir abusos.
Mas foi um bom começo de tomr pé de um assunto.

Responder

Bruna Rocha

20 de maio de 2011 às 19h26

A nota revela a boa atitude da ministra de acolher uma necessidade de posicionamento sobre o criminoso condenado Roger Abdelmassih. Ponto para ela.
Mas não precisava dizer que estão asssssssssssssssiiiim acompanhando o caso como deveria porque não há respaldo para afirmar isso.
Desde 2009 no Site do CNDM há apenas UMA nota sobre o caso e mais nada.

SPM se solidariza com as mulheres que denunciaram o médico Roger Abdelmassih e espera rigorosa punição
Data: 25/08/2009

A Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM) e Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) se solidarizam com as dezenas de mulheres brasileiras que romperam o silêncio ao denunciar os crimes de abuso sexual cometidos pelo médico Roger Abdelmassih. Este é um caso emblemático de violação de direitos das mulheres e, por esse motivo, acreditamos na seriedade das investigações policiais e na Justiça para garantir a rigorosa punição do agressor (…)
comunicação Social SPM
http://www.sepm.gov.br/noticias/ultimas_noticias/2009/08... Abdelmassih

Responder

Maciel

20 de maio de 2011 às 19h18

A ministra fez agora o que deveria ter feito desde a condenação do médico. Mas muito bem. Senti falta de uma palavra de apoio às vítimas de Roger Abdelmassih, que é a outra face dessa historia. mesmos endo a mioria de mulheres ricas são mulheres emocionalmente destroçadas que também devem interessar ao governo.

Responder

Lia

20 de maio de 2011 às 18h46

Ué! Onde foram parar todos comentários que estavam aqui antes?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding