VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Jovem que não deu a mão a Aécio vai fazer BO por racismo e injúrias


06/10/2014 - 21h20

Captura de Tela 2014-10-03 às 23.55.24

Por Quinze Minutos De Fama?

por Fábio Martins, no Facebook, sugerido por Débora Sampaio

Ameaças, injúrias, racismo!

Entre outras coisas é o que venho enfrentando desde sexta feira quando neguei cumprimentar um político!

Me calei fiz questão de não responder individualmente insultos que venho recebendo, pois acredito e ponho fé no direito das pessoas se posicionarem perante qualquer situação (democracia é isto!) e foi somente o que fiz perante o candidato, me posicionei!

Fui taxado como mal educado (e realmente é mal educado quem nega um cumprimento a qualquer um que seja), mas só queria deixar bem claro que um candidato me estender a mão três dias antes de uma eleição, cercado de jornalista em um aglomerado onde jamais havia pisado, nunca representaria uma cordialidade e sim uma ação a qual, tivesse aceitado o aceno do político, estaria dizendo gestualmente pra todos que concordo com ele e o apoio, e foi sem hipocrisia que tomei minha atitude, que foi política sim, mas não partidaria (não defendo bandeiras).

Também não sou apolitico, pois faço política todos os dias quando saio de casa para trabalhar, quando convivo com meus vizinhos e temos que seguir e respeitar leis, como fiz ontem quando sai para votar!

De injúrias, como partidários do tal candidato vem postando em vários sites que repercutiram o acontecido, não acho necessário me defender, pois o que pensam de mim não me importa, só queria deixar bem claro que trabalho desde os 14 anos de idade e entre familiares meus estão advogados, professores, enfermeiras, músicos, poetas, pedreiros, diaristas, entre outros profissionais, todos criados na comunidade e que como eu passaram dificuldades sim, mas jamais precisaram utilizar bolsa família ou qualquer outro recurso governamental para sobreviver (não tirando o direito dos nescessitados de usufruir de tais recursos, claro).

Sobre meus textos

Sou eu mesmo quem os escreve, diferente de colocações classistas de alguns que se acham “superiores” e que até hoje parecem viajar na utopia de que favelados são todos analfabetos, drogados, ladrões, sem recursos culturais, como mostram os personagens destas novelas imprestáveis exibidas por canais de tv!

Vocês “Superiores”

Subam o morro um dia, vamos dialogar?

Quem sabe assim possamos achar explicações para os carrões dos filhos teus que à noite não param de encostar na entrada da favela pra buscar droga e assim alimentar o tráfico!

Apertaria com convicção a mão de um que tivesse coragem de por a cara!

Sobre citações racistas e ameaças à minha integridade física pouco vou falar, pois este tipo de gente não merece meu tempo, nem respeito, então simplesmente tenho dado print nas conversas e postagens do gênero e farei um B.O. para me defender de qualquer coisa que possa vir a me acontecer, pois infelizmente parece que ainda vivemos na época da repressão militar ou em um feudo!

Aí  tenho de ouvir de uns espertos que consegui meus Quinze minutos de fama, que já posso me candidatar para vereador na próxima eleição, brincadeira viu!

As únicas coisas que quero é que minha mãe durma tranquila (coisa que não faz desde sexta, quando saio as noites pra trabalhar) e que eu tenha liberdade e saúde para seguir em busca dos meus ideais…

Paz para todos!

FM.

Leia também:

Eleitora de Aécio nos Jardins justifica o voto

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



35 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Nadeje Rocha

08 de outubro de 2014 às 17h54

Parabéns… seu texto mostra a dignidade de um povo que embora sofra e ainda está a merce de uma burguesia “esquisita” (pra não dizer outra coisa) sabe o que quer! Sinto orgulho qdo vejo atitudes e pensamentos como este de brasileiros, que como eu, são conscientes, críticos e compromissados!
Gostaria de ler mais textos como este que expõe como de fato “a vida é”…

Responder

Dudu

08 de outubro de 2014 às 11h32

Cara, você tomou uma atitude que nos orgulha.

Responder

Luís CPPrudente

07 de outubro de 2014 às 20h07

Eu faria a mesma coisa, não cumprimentaria um político corrupto que usa dinheiro público para construir aeroporto nas terras da família.

Responder

Mário SF Alves

07 de outubro de 2014 às 19h37

Educação política… parteira da Civilização. A única educação capaz de motivar e despertar o senso de responsabilidade em relação à importância da Educação Formal.

Responder

Francisco

07 de outubro de 2014 às 17h50

As duas ocasiões em que aparece afro-brasileiro na TV: carnaval e eleição.

A única ocasião ocasião em que político da direita se reúne conosco: na véspera da eleição.

Sabiam que a líder do PSDB para assuntos de inclusão racial é loira?

Sabiam que Marina não escreveu nada sobre cultura afro no seu programa “porque não sabia de nada”?

Se negar a afagar o “feitor” ainda é pouco. Muito pouco…

Responder

Ana Paula

07 de outubro de 2014 às 16h35

Parabéns!!!

Responder

Vladimir Souza

07 de outubro de 2014 às 15h44

O cara está correto, eu só não fiz o mesmo por que nenhum esta cornaiada me cumprimentou.

Responder

lulipe

07 de outubro de 2014 às 15h37

Como ele mesmo assumiu,trata-se apenas de um jovem sem educação que teve seus quinze minutos de fama e ainda perdeu a chance de cumprimentar o futuro presidente do Brasil.

Responder

    luisa valdorf

    07 de outubro de 2014 às 23h13

    Cara, como vc é obtuso. Não entendeu nada do que ele escreveu. Acho que precisa ser desenhado. Ele tirou sarro daqueles que quiseram desclassificar seu gesto, dizendo que ele conseguira seus 15 minutos de fama. E vc pegou nisso dizendo que assumira ter sido essa a razão do gesto. O texto dele está léguas de distância à frente do texto preconceituoso do seu, certamente, guru – FHC. Este sim escreve aqueles textos gordurosos cheios de colesterol do mal, textos que parecem sair dos grotões dos seus intestinos.

Carlos Ikeda

07 de outubro de 2014 às 14h26

Nossa não entendo pra que tanta comoção, de ambos os lados. Tanto de quem ta achando super louvável a atitude do nosso amigo, quanto os que acharam um absurdo.

Comédia…

Responder

Keila Lopes

07 de outubro de 2014 às 14h19

Cumprimentar uma pessoa que não conhece, simplesmente pelo fato de passar por ela, é meio anormal, concordam?!
Essas atitudes independente de quem seja e do cargo que ocupe e almeja, causa estranheza, pelo menos a mim, e se tratando de figuras públicas, digo políticos, estranho muito mais, principalmente pelo fato disso só acontecer em período de eleição, e mais, isso não é um caso isolado, TODOS eles fazem isso, aperta a mão, abraça, carrega criança pobre, já vi vários cliques com tais cenas, quanto a atitude do rapaz, não vejo nada errado (podemos chamar de falta de educação, talvez, mas quem é obrigado a aceitar?), é um direito dele, aceitar ou não o cumprimento, e sinceramente, gostei, não por ter sido com o candidato a presidente Aécio, até porque a até então presidente Dilma, também cumprimenta os eleitores, e com certeza alguém também já se esquivou da sua dita educação.
Essa simples atitude do rapaz, é reflexo da indignação de muitos cidadãos quanto a falta de importância dada a educação, saúde e segurança de que tanto precisamos, é um não, a falsa atenção nos dada no período de seu interesse, foi uma forma encontrada de dizer sem precisar palavras que nem todas as pessoas são desinformadas e que isso independe de onde seja residente, nós brasileiros, queremos mudança, atenção e foco no que realmente precisamos em todo tempo e não quando do interesse do nosso voto.
Ei, meu jovem, registre mesmo B.O. contra quem quer que seja, enquanto uns dão o voto, em troca do tanque do carro cheio, pelo valor de R$100,00, por uma cesta básica, pela promessa de um emprego, por um engradado de cerveja e um churrasco e etc, você rejeitou um cumprimento levando em consideração os seus valores, e acredito que faça da sua obrigatoriedade em votar, uma ação consciente e sem se vender!

Responder

    Rodrigo

    07 de outubro de 2014 às 15h47

    “Cumprimentar uma pessoa que não conhece, simplesmente pelo fato de passar por ela, é meio anormal, concordam?!”

    Nem um pouco. Nas minhas visitas ao interior de SP era muito comum os senhores de mais idade passarem por você e darem um bom dia. Qual o problema em responder um gesto desses?

    Mesmo que eu tenha sérias restrições a classe política, não me incomodaria em nada dar a mão a um deles se algum cruzasse comigo na rua e me estendesse a mão. O que eu vou perder sendo um pouco gentil?

    Um ato de civilidade independe de opinião política. Pelo menos é a minha visão.

Jose Bento

07 de outubro de 2014 às 13h53

Essas atitudes mostram exatamente o caráter dessa direita imunda, hipócrita e preconceituosa. Parabéns pela postagem. Tenha o meu respeito e admiração pela sinceridade.

Responder

Paulo

07 de outubro de 2014 às 13h29

Sinceramente ele fala de discriminação mas discrimina os usuários de drogas e os ricos,sou rico paulista usuário de maconha e eleitor de Dilma,e sinceramente como pode se reclamar do ódio enquanto o insita,fico sempre muito ofendido com esse tipo de discurso quem alimenta o tráfico são os governos que proíbem as drogas e o percentual de ricos ou pobres que usam drogas digo por experiência é o mesmo,nem todo rico é de direita e sabemos que milhões de pobres votaram no Aécio,devemos julgar as pessoas por seus atos não baseado em preconceitos como ele me julgou,a inúmeras formas de ódio mas parece que temos olhos apenas ao ódio dirigido contra nós e nos cegamos ao ódio que dirigimos aos outros. Fumar maconha é uma liberdade individual, proibila alem de uma violência contra o usuário constitui um ato de incentivo ao crime e a violência,colocar dinheiro que poderia ser usado na saúde e educação na mão de criminosos, pois digo a esse rapaz eu jamais apertaria a mão de quem não respeita minha liberdade individual, sou de esquerda por que sempre estive do lado dos pobres já fui pobre fiquei rico graças ao acaso sem esforço, mas nunca deixei de estar ao lado do povo mesmo que a maior parte desse povo me odeie por fumar uma erva

Responder

    Lancer

    07 de outubro de 2014 às 15h24

    Paulo, Boa tarde! Em nenhum momento, vir ele descriminar quem é rico, ou usuário de drogas, e sim fez um convite para dialogar com os Pais de Rapazes ricos, tão somente aqueles, que por ideologia, por vezes generalizam os residentes de comunidades menos favorecidas, como causadores dos problemas sociais.Dentre eles, o tráfico de drogas. O Tráfico de Drogas, tem diversas variáveis, inclusive concentração de renda. Não a riqueza em si, mas a baixa distribuição de renda. O discurso dele é claro e evidencia, que muitas pessoas utilizam-se de violência e rancor, pois não estão preparadas emocionalmente, e ou, racionalmente para lidar com ideias contrarias.

    Paulo

    08 de outubro de 2014 às 11h08

    Eu comprendo que ele não estava generalizando, mas o comentário é cheio de ódio ele praticamente disse que todo rico reacionário tem um filho drogado o que na mente preconceituosa dele é um insulto,talvez VC não veja problema nisso por não saber o que é sentir na pele o preconceito e o ódio, ele disse que usuários alimentam o tráfico VC talvez não faça idéia de como dói em mim ouvir isso, tudo que eu queria era a liberação que resultaria no fim do tráfico ,e outra coisa ele foi preconceituoso com os jovens ao dizer “seus filhos”como se apenas os jovens e ricos usassem drogas, eu entendo a dor que ele sente ao ouvir esses insultos e preconceitos, mas acho que o caminho não é disceminar mais ódio e preconceito contra terceiros, eu vim ler esse artigo por me solidarizar com ele e encontrei ele me ofedendendo.Sinto pena dele pois os negros e pobres são as maiores vítimas tanto do preconceito quanto da proibição das drogas e ele mostrou ser a favor dos dois,se eu disser negro vagabundo vou pra cadeia se alguém me chamar de maconheiro vagabundo sera aplaudido, vcs são todos seletivos se indignam com um tipo de preconceito e ignoram ou até incentivam o outro,para mim essa indignação é falsa e só esta sendo usada convenientemente contra seus adversários políticos, quanto a distribuição de renda sei bem a importância dela por isso voto na Dilma ao contrário de muitos pobres,gostaria que ela tivesse coragem de cumprir a constituição e taxar as grandes fortunas.

Rose PE

07 de outubro de 2014 às 13h28

Rapaz consciente e bem informado, além de tudo sincero! Parabéns!

Responder

fernanda

07 de outubro de 2014 às 12h32

Foi mal educado sim

Responder

FrancoAtirador

07 de outubro de 2014 às 11h26

.
.
ECT VAI PROCESSAR AÉRIONÉCO (PSDB)

POR ACUSAÇÕES FALSAS DO TUCANO

CONTRA A ESTATAL DOS CORREIOS

TSE determina retirada de vídeo
de suposta entrega de panfletos

Nesta segunda-feira (6) o Ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou a retirada do ar de vídeo com suposta entrega de panfletos de Dilma pelos Correios.

Mais uma vez, a verdade venceu e a justiça entendeu que, além de não haver comprovação da veracidade do vídeo, há clara intenção de fazer crer que se tratava de situação irregular.

O vídeo mostra um suposto carteiro entregando panfletos de campanha de Dilma em diferentes estabelecimentos comerciais, enquanto um narrador repudia o ato.

Entretanto, como o relator afirmou, o tom de voz do narrador indica interesse de se valer de fatos reais para espalhar uma informação e uma ilação falsas.

Ou seja: há a distribuição de panfletos em estabelecimentos comerciais pelos Correios (serviço legal oferecido pela instituição), mas, a partir da falsa informação de que os carteiros são coagidos para panfletar para Dilma, o autor do vídeo induz o espectador a acreditar que Dilma aprova ou é conivente com a suposta atitude.

Além disso, não é possível comprovar se há ou não montagem.

“Há alegação por parte dos Representantes de que o serviço foi devidamente pago e é lícito.
Pelo que se lê na imprensa, outros candidatos também fizeram uso da entrega pelos Correios.
Assim, entendo que a manifestação, tal como veiculada, pode induzir o eleitor a erro.
Ao que parece prima facie, o intuito é induzir o eleitor a acreditar que dirigentes dos Correios ou até mesmo a candidata Dilma estariam praticando ato ilícito, em verdadeira apropriação privada de bens e serviços públicos, imputação que, a ser falsa, poderia caracterizar ofensa ao artigo 243 do Código Eleitoral”, afirmou o Ministro.

A Coligação Com a Força do Povo ressaltou que a intenção do vídeo seria criar a impressão de que há favorecimento dos Correios à Dilma. Isso não seria verdade, já que apenas contratou-se o serviço de mala direta oferecido pela empresa.

A prática é comum:
“sempre enviamos mala direta para campanhas eleitorais,
um subproduto da nossa mala direta tradicional”, [afirmou em coletiva Wagner Pinheiro, presidente dos Correios.

De acordo com a empresa, até o fim do mês passado, foram entregues 141,7 milhões correspondências do tipo, de 17 partidos diferentes.

Os Correios anunciaram que entrarão com uma ação judicial
contra o candidato Aécio Neves, em razão de acusações do tucano
de que a estatal estaria beneficiando Dilma.

(http://mudamais.com/divulgue-verdade/tse-determina-retirada-de-video-de-suposta-entrega-de-panfletos)
.
.
Mais Informações no Portal
da Justiça Eleitoral (TSE)

Representação (Rp) Nº 155388

(http://inter03.tse.jus.br/sadpPush/ExibirDadosProcesso.do?nprot=294572014&comboTribunal=tse)
(http://www.tse.jus.br/noticias-tse/2014/Outubro/ministro-determina-retirada-de-video-de-suposto-carteiro-entregando-panfletos-de-dilma-rousseff)
.
.

Responder

    Vitorio Guilhermo Sorenzi

    07 de outubro de 2014 às 15h12

    Mas nao creio que seja esse o vídeo em questão.
    Nao seria esse aqui?
    https://www.youtube.com/watch?v=jpttqkMIt9Q

    FrancoAtirador

    07 de outubro de 2014 às 23h21

    .
    .
    Esse é outro VÍDEO CRIMINOSO

    PUBLICADO PELA REVISTA VEJA

    que também será acionada.
    .
    .

Gustavo

07 de outubro de 2014 às 11h13

Poxa, fantástico.

Responder

Carlos Ribeiro

07 de outubro de 2014 às 06h35

A Justiça mineira adora e protege o Aécio. Cuidado e boa sorte, meu rapaz!

Responder

Alemao

07 de outubro de 2014 às 03h20

Os ataques que este rapaz vem sofrendo são fruto da constante pregação de ódio e confronto que o PT prega há tempos. A diferença é que esses ataques vêm de partidários da oposição ao passo que os ataques do PT são orquestrados e incitados por um partido.

Responder

    Mário SF Alves

    07 de outubro de 2014 às 20h51

    Alemão,

    Seu discurso [e você não é único aqui no Viomundo] é discurso de reacionário. Direito seu, claro. Só que ser reacionário num país como o Brasil é mil vezes mais cruel do que ser reacionário num país socioeconomicamente desenvolvido.

    Ser reacionário no Brasil, grosso modo, equivale a ser feitor de escravos no Século XIX.

    Pense sobre isso.

    Sinceramente,

    Mário.

Pedro Ribeiro

07 de outubro de 2014 às 01h25

Eles pensam que pobre não tem discernimento.
Parabéns!

Responder

hugodiniz

06 de outubro de 2014 às 23h44

Ser sincero, verdadeiro,honesto,ainda chocam os falsos.
Ter que agir ou ser politicamente correto ainda vai acabar com o mundo.
Parabéns ao Jovem por sua atitude.

Responder

Cidadã

06 de outubro de 2014 às 23h36

Penso que é necessário esclarecer aos twitteiros analfabetos em Políticas Públicas que quando se destaca termos como “negros” ou “jovens” em relação a “todos” é justamente para enfatizar a necessidade de promoção de políticas direcionadas a grupos específicos.

Responder

Regina

06 de outubro de 2014 às 22h05

Muito bem Fábio. Falou e disse. Parabens.

Responder

andre

06 de outubro de 2014 às 21h59

Lamentável que uma elite que se acha dona da verdade não consiga aceitar uma simples manifestação política de gente do bem.
Parabéns pela atitude.

Responder

Marat

06 de outubro de 2014 às 21h58

É isso ai… eu também não cumprimento quem se recusa ao teste do bafômetro!

Responder

Tamine

06 de outubro de 2014 às 21h50

Já fiz a mesma coisa!!! Nem por isso sou mal educada
Sou sincera e não tenho obrigação alguma de ser simpática
Com quem quer que seja!!
O importante é ter a consciência tranquila e
Acreditar no que está fazendo!!!
Isso só mostra o tipo de gente que vota neste cidadão!

Responder

Orlando Bernardes

06 de outubro de 2014 às 21h39

Bela resposta. Parabéns!

Responder

    Claudino Amir Tomazini

    07 de outubro de 2014 às 11h54

    Já tomei essa atitude há alguns anos atrás em minha cidade com um candidato a prefeito. Fui criticado e também recebi apoios. Hoje este candidato está impedido de se eleger em virtude da Lei da Ficha Limpa. Considero que uma atitude assim possa ser qualificada por alguns como indelicada ou grosseira mas se todos os eleitores tomassem atitudes iguais ou parecidas com os candidatos certamente nossos políticos mudariam aos poucos. Parabéns amigo.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.