VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Jornal da Band: Os tucanos e a Castelo de Areia


28/08/2013 - 12h02

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Aécio, Alckmin, Serra e os ‘propineiros’ | Altamiro Borges

09 de dezembro de 2014 às 08h42

[…] O coordenador da Casa Civil de Alckmin, Edson Aparecido, é tricampeão em citações: casos Castelo de Areia, Demop e agora o propinoduto tucano (Alston /Siemens) (aqui e aqui). […]

Responder

Propineiros nas chapas de Aécio, Alckmin e Serra são “esquecidos” - Bem Blogado

10 de setembro de 2014 às 14h43

[…] O coordenador da Casa Civil de Alckmin, Edson Aparecido, é tricampeão em citações: casos Castelo de Areia, Demop e agora o propinoduto tucano (Alston /Siemens) (aqui e aqui). […]

Responder

» Antônio de Souza: Mídia e direita se “esquecem” de propineiros nas chapas de Aécio, Alckmin e SerraEntre Fatos

09 de setembro de 2014 às 17h52

[…] O coordenador da Casa Civil de Alckmin, Edson Aparecido, é tricampeão em citações: casos Castelo de Areia, Demop e agora o propinoduto tucano (Alston /Siemens) (aqui e aqui). […]

Responder

Antônio de Souza: Mídia e a direita se "esquecem" dos propineiros na chapa de Aécio, Alckmin e Serra « Viomundo - O que você não vê na mídia

09 de setembro de 2014 às 15h07

[…] O coordenador da Casa Civil de Alckmin, Edson Aparecido, é tricampeão em citações: casos Castelo de Areia, Demop e agora o propinoduto tucano (Alston /Siemens) (aqui e aqui). […]

Responder

Eduardo

29 de agosto de 2013 às 08h32

A Band está se armando para 2014 ! A fraca Rede é apenas caixa de ressonância ! Não tem capacidade investigativa. Essas coisinhas que faz tem o objetivo de matar o problema desqualificando-o na raíz! Não levem a sério! Em 2014 isto estará esquecido e ela dará ressonância ao PIG.

Responder

Messias Franca de Macedo

29 de agosto de 2013 às 01h05

Calma, sua hora vai chegar
28/08/2013

Era uma vez um sujeito que achava que com seu poder e sua fortuna podia intimidar os outros. Reclamava à Justiça direitos absurdos, que não poderia obter. Em seu desatino não compreendia que não era a vítima e sim o algoz. Porém, com a fé cega e uma faca amolada nas mãos, o poder moderador não alcançava seu ideal. E, por causa disso, muitos achavam que o silêncio poderia ser a arma dos fracos. No entanto, a resistência se avolumava, uma força enorme crescia entre aqueles que se sentiam injustiçados e uma onda gigante se formava no horizonte. E ela vinha lenta, caudalosa e arrebatadora. Alguns segredos, quando revelados, deixarão os poderosos de joelhos. É quando vão implorar por perdão e, humilhados, terão nossa misericórdia. Ou não. Não subestime aqueles que escolheu para ser seus inimigos. Eles podem revelar a verdade tão cuidadosamente escondida.

http://maureliomello.blogspot.com.br/2013/08/calma-sua-hora-vai-chegar.html#sthash.S7RbKarF.dpuf

Por jornalista Marco Aurélio Mello

http://maureliomello.blogspot.com.br/2013/08/calma-sua-hora-vai-chegar.html

Responder

Marat

28 de agosto de 2013 às 20h12

A Bandeirantes é uma espécie de anexo do Governo de SP… Se até eles, mesmo que, cheios de cuidado (aliás, como deveria ser também com outros partidos…) estão pondo o dedo, é porque a coisa deve ser pra lá de tenebrosa… Lógico que os Supremos, as Procuradorias e outros quejandos da tal de justiça, sempre, digamos, dão uma ajeitada nos problemas dos tucanos, é bem capaz, mais uma vez… que tudo não passe de uma bronquinha e um expedito arquivamento!

Responder

Helio Pereira

28 de agosto de 2013 às 19h03

PINDA ?
Pinda poderia ser PINDAMONHANGABA,cidade natal de Geraldo Alckmin e de alguns parentes seus,que estiveram envolvidos com o “esquemão” das Merendas escolares…sera ?
Edson Aparecido ?
Este já foi citado no caso SANASA de Campinas,que acabou com o mandato do ex Prefeito do PDT, o dr Hélio de Oliveira santos,estranhamente quando foi citado o nome de Edson Aparecido nas escutas da Policia,nossa midia “perdeu o interesse” no caso.

Responder

Arthur Araújo

28 de agosto de 2013 às 16h57

Se a Band, que é PIG enrustido, está noticiando é porque a sujeira tucana está transbordando.

Responder

Mardones

28 de agosto de 2013 às 15h07

Sempre defendendo os ricos, o judiciário tenta apagar todo o trabalho do De Sanctis.

“O Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulou ontem todas as escutas telefônicas da Operação Suíça – investigação da Polícia Federal que imputava a 13 ex-executivos do Credit Suisse prática de lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta, evasão de divisas, crimes financeiros e formação de quadrilha.

Em votação unânime, a 6.ª Turma do STJ acolheu habeas corpus em favor de três acusados – Peter Weiss, Carlos Miguel Martins e Alexander Seigenthaler – e concluiu que as interceptações foram autorizadas exclusivamente com base em denúncias anônimas, sem que houvessem investigações preliminares.

A decisão praticamente põe fim à Operação Suíça, deflagrada em 2006 por ordem do juiz Fausto Martin De Sanctis, da 6.ª Vara Criminal Federal em São Paulo – De Sanctis, atualmente, é desembargador do Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (TRF3). O Superior Tribunal de Justiça mandou expedir um ofício à 6.ª Vara Federal para que seja apurado o que restou da ação, ou seja, se alguma prova ainda subsiste além daquelas obtidas por meio dos grampos declarados ilícitos.”

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.