VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Jorge Viana: “Essa história de mensalão não começou com o PT”


18/09/2012 - 17h44

Compartilhado por Luiz Cesar Fidelis e Elisabete Ventura, no Facebook

Leia também:

Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial

Rui Martins: Governo Dilma financia a direita

Maria Rita Kehl: Retórica de Alckmin é a da ditadura

Safatle: O conservadorismo filho bastardo do lulismo

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


75 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Luis Queiroz

19 de setembro de 2012 às 18h48

Como já disse em tempos atrás, o maior erro da política no Brasil é ideológico. Enquanto se briga entre se é esquerda ou direita, o Brasil se deixa levar na lama. Devemos aproveitar esse momento crucial da história do Brasil, e condenar, quem deve ser condenado; seja de direita ou esquerda, ou meia boca. Me permita essa metáfora. “Quando se limpa o produto de uma diarreia, o negócio fede, mas precisa ser limpado.” ////////Não adianta chorar, vão aproveitar com certeza esse momento, alguns, para se promover com esse fato, em uma nação democrática e normal, e temos que tolerar isso. o que não podemos tolerar é a impunidade dos criminosos que transformaram e continuam transformando o Brasil em uma m…

Responder

Oposição desiste de pedir investigação contra Lula | Pedro Ribeiro

19 de setembro de 2012 às 14h21

[…] via Gazeta do Povo, vídeo do Viomundo […]

Responder

trombeta

19 de setembro de 2012 às 13h35

O ex-chefe da Casa Civil José Dirceu usou seu blog na terça-feira para discorrer sobre as possíveis razões da queda de audiência do Jornal Nacional, que chegou a marcar menor pontuação que o horário de propaganda política. Além de notícias “velhas” – “uma vez que foram divulgadas na internet durante o dia” -, a queda, segundo ele, é causada pelo “enorme tempo dedicado” ao julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo Dirceu, a ação na Corte se trata de “uma decisão política dos Marinhos e que revela que a mídia brasileira ainda não sabe lidar com as novas mídias e com a nova realidade política e social do País”.

Responder

J tavannes tavannes

19 de setembro de 2012 às 13h31

Dilma precisa fazer com o MENSALÃO TUCANO, o que fez na campanha a presidente, quando em uma coletiva, denunciou o esquema de Serra com o sr. paulo preto. Só assim o imprensalão=PIG não poderá fugir como sempre faz em relação a esse partido PSDB(Partido Sujo Do Brasil) que lidera o ranking dos “Ficha Suja” impedidos de disputar eleição no país.

Responder

joão

19 de setembro de 2012 às 13h00

Voto de Joaquim Barbosa ameaça violar independência do Legislativo
No julgamento da Ação Penal 470, ao começar a julgar o chamado “núcleo político do mensalão”, o ministro Joaquim Barbosa insistiu na tese de compra de votos parlamentares, sem haver qualquer confissão, testemunho, documento ou gravação que a comprove.
Para piorar, ignorou as provas da defesa dos réus, ao dar peso jurídico à constatação que todos os partidos com deputados que receberam dinheiro do chamado valerioduto participavam do governo indicando cargos na administração federal – ignora, portanto, que esse é o principal motivo….leia mais

Responder

flavio

19 de setembro de 2012 às 12h38

segundo alvaro botox – a oposição no Brasil hoje é a menor da Al Latina.
claro, com os governos Lula e Dilma, com aprovação de 80 por cento…….nem poderia ser diferente.

sobre a não divulgação e investigação do mensalão do PSDB, melhor perguntar á Veja, folha, estadão,globo……………eles devem ter as respostas.

Responder

ANGELO LOPES S. NETO

19 de setembro de 2012 às 12h03

O maior escândalo de corrupção do Brasil, aos desinformados, não é esse que está sendo julgado no momento, mas sim as denúncias feitas pelo nobre jornalista Amaury Ribeiro Jr no livro ” A privataria tucana”, que narra o modus operandi dos tucanos, notadamente do sr Jose Serra e de seus familiares, dilapidarem o patrimoneo publico.Leiam.

Responder

Marcelo de Matos

19 de setembro de 2012 às 11h58

Ficar batendo nessa tecla do mensalão, além de não alavancar a candidatura Serra que vai ladeira abaixo, afugenta os telespectadores. Veja o que disse Dirceu, segundo o Portal Terra: “O ex-chefe da Casa Civil José Dirceu usou seu blog na terça-feira para discorrer sobre as possíveis razões da queda de audiência do Jornal Nacional, que chegou a marcar menor pontuação que o horário de propaganda política. Além de notícias “velhas” – “uma vez que foram divulgadas na internet durante o dia” -, a queda, segundo ele, é causada pelo “enorme tempo dedicado” ao julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo Dirceu, a ação na Corte se trata de “uma decisão política dos Marinhos e que revela que a mídia brasileira ainda não sabe lidar com as novas mídias e com a nova realidade política e social do País”.

Responder

Amarelou: Oposição desiste de pedir investigação contra Lula – Blog do Esmael

19 de setembro de 2012 às 11h54

[…] via Gazeta do Povo, vídeo do Viomundo […]

Responder

Cunha

19 de setembro de 2012 às 11h33

Ainda do que escrevi, apresento um trecho do último comentário: “…podemos ir além, como escrevi: Como parou no DF, nos tempos tucanodemonatas ? Quem levou e por quê se fixou antes de Lula? Percebam que o processo migrou e ficou,mesmo havend transição de governos. E acho que foi divulgado daquela maneira,como denúncia, porque o PT chegou ao poder. Se permanecesse a linha tucanodemonata, ningué jamais teria conhecimento,pois iriam preservar os seus autores e usuários. “

Responder

Cunha

19 de setembro de 2012 às 11h30

Como deixei registrado no outro site: “Quer dizer que o Álvaro Dias CONFIRMA a existência ,e por quê não, a criação desse artifício “MENSALÃO” em Minas Gerais, pelo próprio PSDB…?! Ora, estando isso registrado e gravado para se levar esta matéria, pode ser usada para desmanchar essa farça puritana conservadora UDNista do PSDB/DEM. Lógico,pois é afirmado ! Um detalhe: Como migrou de MG e foi para o DF, ainda nos anos FHC? Qual o motivo? Por que permaneceu? Quem levou? Teriam exigido sua permanência para “utilização” posterior? Muita coisa no armário, guardada antes do Lula chegar em Brasília, que sugere que tal “ferramenta” foi adotada… Caixa dois e não “compra de votos”?”

Responder

Viana: o PSDB é o pai do mensalão | Conversa Afiada

19 de setembro de 2012 às 10h34

[…] O Conversa Afiada publica vídeo extraído do Viomundo: […]

Responder

LEANDRO

19 de setembro de 2012 às 09h35

Quer dizer que agora o mensalão existiu?? Vocês tem que combinar qual a versão que vale. Bom, a ficha tá caindo.

“Haddad diz que é degradante ser ligado a Dirceu e Delúbio”

Responder

Rodrigo Leme

19 de setembro de 2012 às 09h15

A hora que o PT quiser brigar para que o mensalão mineiro seja julgado e condenado, tamos aí. Mas daí a usar esse pra justificar o seu, como se uma ação realizada por mais de um grupo gerasse impunidade, aí são outros 500.

O que o PT quer é que ao mesmo tempo vejamos seus acusados como inocentes injutiçados e os da oposição como bandidos perigosos. Senta lá, Claudia.

Responder

    Julio Silveira

    19 de setembro de 2012 às 11h14

    Rodrigo, pelo menos para mim, é nesse ponto que os opostos deveriam se atrair. Concordo contigo.

    Ulisses

    19 de setembro de 2012 às 12h32

    O problema aqui é que este, o do PSDB, a mídia esconde e não pressiona o supremo para julgar rápido. Alias, o Barbosa, que está jogando para a mídia, declarou que está fora do mensalão do PSDB, isto é, tirou o seu da reta, pois sabe que neste, mexe no vespeiro da mídia e não quer perder seus insignificantes 15 minutos de fama. Só é bravo no do PT, na do PSDB é uma florzinha

    Julio Silveira

    19 de setembro de 2012 às 13h25

    Ulisses, quer um exemplo de pessoa que poderia estar no Supremo, sem sequer ter sido cogitado para tal função, apesar de ser reconhecidamente um bom juiz pelos que discutem nos Blogs, que foi promovido para baixo, pelo stabilishment dominante por que ousou ser correto, e fazer justiça naquela sordida história da Satiagraha, onde certamente tem muita gente “insuspeita” envolvida, e que quase levou a demissão do Protogenes?
    O Juiz Fausto de Sancts, voce já viu alguem, fora da planicie, citar seu nome como um possivel ministeriavel do supremo? Meu caro, ninguem no Brasil demonstra querer o poder apenas por ideal, pelo pouco empenho que vemos pelas mudanças de paradigmas. Vemos avanços materias, como os citados por um outro participante, mas não há garantia da sustentação disso a longo prazo, temos promessas baseadas na chantagem da obrigatoria manutenção do grupo no poder. Como se devessemos coexistir com situações vexatórias, nada dignificantes, para termos algums beneficios, tendo que vender nossas almas e ainda nos recebendo poucas garantias. Meu caro, não quero ficar no lugar comum de acreditar que busca-se o poder para depois se discursar que nada se consegue mudar. isso seria a suprema burrice. Se buscam e por que tem o caminho, francamente eu gostaria de saber para onde querem levar a nós, o povo. E essa minha questão estendo a todos os que pretendem dirigir a nossa gente, hoje tão parecidos.

    José BSB

    19 de setembro de 2012 às 14h43

    Segundo a Mônica Bergamo, o ministro Joaquim Barbosa abandonará a relatoria do mensalão mineiro. Refestelando-se no caso petista, talvez o ministro tenha perdido o apetite para preparar o voto sobre o tucano.
    Se é que não será beneficiado pela prescrição…

flavio

19 de setembro de 2012 às 09h13

Lulipe eu não achava legal………..pensava em Lulixo…………..mas Trollipe ficou bom…………gostei

e como este Troll gosta de aparecer.

Responder

Willian

19 de setembro de 2012 às 08h20

Antes, petista se vangloriava de dizer ser diferente de tudo isto que está aí; hoje, defesa de petista é dizer que eles são iguais aos outros.

Responder

    Julio Silveira

    19 de setembro de 2012 às 11h12

    Constato triste essa mudança.

    Ulisses

    19 de setembro de 2012 às 11h21

    O PT é diferente sim companheiro. Nenhum outro partido fez mais pelo seu povo que o PT! Tirar 30 milhões da miséria, criar 12 milhões de empregos, pagar e virar credor do FMI, criar 14 universidades federais e mais de 140 escolas técnicas federais, levar o pobre e o negro para a universidade, PROUNI e ser o “cara” para o mundo é para poucos. Não é por acaso que a militância petista engloba 30% dos cidadãos brasileiros e tem mais de 80% de aprovação no Brasil. Quer comparar com a militância do PSDB composta de pistoleiros mercenários que vem trollar em site honesto?

    Julio Silveira

    19 de setembro de 2012 às 12h55

    Não há como negar companheiro. Mas não esqueça, o Brasil já vivenciou momentos de desenvolvimento material e não se sustentou. Já exultamos ser a oitava economina e depois caimos para decima decima segunda.
    Construir predios, criar cursos, gerar empregos, inserir pessoas na vida cidadã foi e é importante, mas mais importante e mantê-los lá. E todo brasileiro, um pouco mais maduro, já sabe que dependendo da forma como se constrõem as coisas no Brasil elas podem vir com prazo de validade, com pouca duração, não ficando duas meras gerações nas mesmas condições. Eu, pelo menos, não quero isso para meus filhos e netos, tentarei não dar espaço para que eles sejam engambelados com eu já fui. Com conversas tipo pra frente Brasil, enquanto na surdina acabavam com uma geração de bons brasileiros, os idealistas. Não quero ver este filme de novo com historia de amadores, por acharem que o publico gosta.

Romanelli

19 de setembro de 2012 às 08h01

o MENSALÂO, na descrição do BARBOSA, não ocorreu, simples ..segundo ele:

afirmação – Foi um esquema pra aprovar projetos que perpetuassem aqueles agentes no poder

CONTRA-argumento – por acaso houve projetos que mudassem o regime, que proibissem a eleição, que permitissem a re-eleição indefinidamente ou a dilatação do mandato ?

afirmação – um esquema que envolveu pagamento MILIONÁRIO e regular

CONTRA-argumento – R$ 2, 4 e 8 milhões, dados a partidos fisiológicos como PP, PMDB e PTB, calores que corrigidos batem em R$ 24 mm, isso é suficiente pra comprar consciência, ou quem sabe pra afastar dificuldades ? ;;mais, rateie isso mês a mês pelos parlamentares, veja quanto dá ..PROVE quem deles recebeu e quanto ..ligue INDIVIDUALMENTE cada parlamentar ao pagamento recebido ?!!

não, a acusação sob este enfoque é FRACA, ainda mais quando o próprio relator diz que os “pseudo” projetos beneficiados eram a reforma da previdência e fiscal que custaram a´te a cisão de um partido ..e PIOR, que a vitória, da tal tentativa de perpetuação, se deu por extrita margem de votos

oras vá ..agora, que fique bem claro, tudo isso que digo NÃO tenta negar o FATO de que houve desvio de recursos feitos por Marcos Valério, Banco Rural e Agentes públicos para financiarem ILEGALMENTE a partidos ..e inclusive enricar MALANDROS

Melhor do que revolução é a argumentação, a desconstrução dum processo POLITICAMENTE mal feito ..e juridicamente insuficiente em muitos quesitos

Responder

Augusto Pinheiro

19 de setembro de 2012 às 01h52

Debate entre a sinceridade e a canastrice. Tião Viana jantou o péssimo ator da oposição.

Responder

    Julio Silveira

    19 de setembro de 2012 às 09h07

    Pela verve entre os dois dá pra ver como esses “adversários” se entendem.
    Vi ali dois pessimos atores que infelizmente fazem um grande mal a interpretação do povo brasileiro.

Sagarana

18 de setembro de 2012 às 22h55

Nunca houve mensalão aqui em Minas. O que houve foi apenas recursos nao contabilizados de campanha.

Responder

    Augusto Pinheiro

    19 de setembro de 2012 às 01h30

    Hehehe…

O mito sobre a fragilidade do PT « Viomundo – O que você não vê na mídia

18 de setembro de 2012 às 22h52

[…] imbatível. A perspectiva é de mais três mandatos petistas em Brasília. Como disse Álvaro Dias, no debate com o senador petista Jorge Viana, a oposição brasileira é menor que a da Venezuela. O tucano atribui isso ao “poder de […]

Responder

sidclei gondim

18 de setembro de 2012 às 22h36

Como se diz no Nordeste qdo um cabra usa um argumento avassaldor numa discussão que leva seu interlocutor ao nocaute: BUFO! Pena que os parlamentares do PT só tenham acordado agora para a condução desse debate. Mas: antes tarde do que nunca!

Responder

FrancoAtirador

18 de setembro de 2012 às 21h43

.
.
Vice-presidente de CPI quer bloquear bens da organização de Cachoeira
Integrantes da quadrilha estariam se desfazendo de imóveis para bancar estrutura enquanto o bicheiro permanece preso

Por: Redação da Rede Brasil Atual

O bloqueio dos bens vai estrangular economicamente a quadrilha liderada por Carlos Cachoeira”, diz Teixeira (Foto:Agência Câmara/Arquivo)

Brasília – O vice-presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga a ligação do contraventor Carlos Cachoeira com agentes públicos e privados, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), afirmou ontem (17) que vai pedir o bloqueio dos bens do grupo do bicheiro. Ele disse que conversará a respeito com o presidente da comissão, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), ainda esta semana.

A iniciativa do deputado foi reforçada por reportagem do jornal Correio Braziliense, publicada no último fim de semana, segundo a qual o homem forte de Cachoeira, José Olímpio de Queiroga Neto, estaria vendendo imóveis da quadrilha, a preço baixo, como forma de arrecadar recursos para a manutenção da organização criminosa. Segundo a reportagem, um terreno estimado em R$ 3 milhões estaria sendo vendido por R$ 1,5 milhão.

“Eles estão buscando outros meios de sobreviver. O bloqueio dos bens vai estrangular economicamente a quadrilha liderada por Carlos Cachoeira”, diz Teixeira.

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/2012/09/vice-presidente-de-cpi-quer-bloquear-bens-da-organizacao-de-cachoeira

Responder

Arimatéa Melo

18 de setembro de 2012 às 21h32

Brilhante discurso do Senador Jorge Viana, colocando definitivamente os pingos nos is, deixando bastante evidente o lado hipocríta dos arautos da oposição suja desse País.
Vamos as ruas continuar brigando reeinvidicando melhorias constantes, principalmente para os que sempre foram esquecidos pela representação burguesa desse País.
O projeto de resgate de cidadania não poderá ser interrompido pelo PIG e falsos moralistas.

Responder

Alexandro Rodrigues

18 de setembro de 2012 às 21h30

O PT está em transe. É impressionante como eles ficaram covardes. A toda hora, em qualquer lugar, em qualquer tipo de mídia, só se fala em mensalão.

E o partido que tem a maior bancada na Câmara? E o partido que tem, salvo engano, a segunda maior bancada no Senado? E o partido que segundo estimativas é o preferido de 20% da população? E o partido que completará (assim espero…) 12 anos no poder central? Nada, nadica de nada, nenhuma palavra mais forte, nenhuma reação, nenhum sinal de organização do contra ataque, nada de confronto!

O PT está pagando o preço de sua frouxidão. Vou ser bem sincero e pragmático. Alguma maracutaia esse pessoal fez. Se foi para se valer da máxima “os fins justificam os meios” não sei. Mas alguma coisa ocorreu. Porém…

Porém nos últimos 10 anos milhões de pessoas tiveram sua cidadania reconhecida. Milhões de pessoas puderam fazer suas três refeições diárias não um acontecimento especial mas uma rotina do dia a dia. Milhões de jovens brasileiros, como eu, puderam entrar numa boa faculdade. Milhões de brasileiros viram sua renda crescer com a valorização do salário mínimo. Milhões de brasileiros conseguiram novos empregos ou trocaram os que tinham por melhores, graças ao incremento em sua educação formal. Milhões de brasileiros passaram a ter orgulho de si mesmo ao enxergar no Planalto um certo pernambucano sem um dedo, de língua presa e que se parece com a gente, se parece com o “seu Zé” que vemos a cada esquina.

E veio o mensalão… O que fez o PT? Achou que tinha virado “um novo rico” e que seria aceito pela elitizona de Higienópolis, enquanto ela continua o seu ódio secular como esta tal “gente diferenciada” e todos que ousarem lutar pelos seus direitos. Achou que posaria de partido responsável nas capas da Veja ou nas manchetes do Jornal Nacional, enquanto no submundo da máfia midiática brasileira se confecciona um novo golpe. Achou que expulsando os radicais (sic), seria visto como “menino de bem” que não coloca os cotovelos na mesa ao jantar. Achou que se aliando com o que há de mais superficial e retrógrado na política, governaria livre, leve e solto.

Repito o que escrevi em outro post. Estou esperando a reação. Estou esperando o contra ataque. Estou esperando o confronto. Não se muda uma realidade com sorrisos e afagos. Chávez, por mais rocambolesco que seja seu estilo, não revolucionou a Venezuela sem confronto.

O PT ainda acredita no tal pacto social de 2002. Coitadinhos… A turma dos 4% não suporta mais ser governada por estes “bárbaros”. E em nome da prefeitura de São Paulo o PT se entregou a Maluf. Em nome de tempo de TV, Lula (esse nunca dantes) criou aquele que na minha opinião encarnará o papel de Anti-PT no futuro, Eduardo Campos. Em nome de governabilidade (qual governabilidade) o PT se entregou aos partidos de aluguel e aos fundamentalistas religiosos, colocando de lado sua tradicional militância.

O mundo dá voltas e hoje essa militância que por vezes foi deixada de lado é um dos poucos trunfos que restam para organizar a reação. O PT pedirá desculpas?

Finalizando. Cadê a reação? Cadê o contra ataque? Material não falta: Privataria. Cachoeiroduto. Mensalão de Minas e Brasília. E tantos outros escâdalos encobertos pela mídia e solenemente engolidos pelo PT.

Mas que ingenuidade a minha, agora lembrei. A reação não virá. O teto de vidro do PT já se esfacelou.

Responder

Vlad

18 de setembro de 2012 às 21h12

Desculpa aí gente…eu estava gripado e não fui na última reunião da patrulha virtual.
Quer dizer que não é mais pra falar que o mensalão não existiu?
É pra dizer que nós copiamos, e mal, o esquema dos tucanos?
Vixi!

Responder

    Fabio SP

    19 de setembro de 2012 às 10h46

    Eh, eh, eh…

oziel f. albuquerque

18 de setembro de 2012 às 20h55

Esse Alvaro Dias é um golpista, não merece respeito.

Responder

nona fernandes

18 de setembro de 2012 às 20h37

O PT vem sendo o foco das atenções, ainda que no sentido negativo, porque é o partido mais querido do povo brasileiro. Segundo pesquisa encomendada recentemente pela direita raivosa, o PT tem 25% de aceitação e simpatia do povo, e o segundo lugar tem 5%. Batem em Lula, prendem os “mensaleiros” inventados pelo desmiolado Roberto Jefferson, mas fica o PT de todos os petistas,mados no Brasil inteiro. Eu me filiei ao PT, em 2005, por causa do mensalão. Agora estou fazendo uma campanha e conseguindo fazer com que muitos simpatizantes do partido se filiem e se preparem para ir às ruas,se for necessário. A mídia da extrema direita pode até acabar com José Diceru, com Lula e Dilma, mas não pode acabar com o PT. Esperneiem de raiva quem quiser, mas é isso aí.

Responder

Francisco

18 de setembro de 2012 às 20h23

Rssrs!

Tem os profissionais e tem os amadores!

Quanto a Alvaro Dias, tem que ir para o PV, Partido “Vaselina”…

Responder

Rose SP

18 de setembro de 2012 às 20h18

A cópia original (Mennsalão PSDB) , SR. Jorge Viana, que qualificação perfeita e feliz, belo discurso, coerente com o contexto do País. Atenção para o Golpe Midiático e dessa direita de plantão.

Responder

Ulisses

18 de setembro de 2012 às 20h16

Caramba a direita tá braba mesmo. Quanto erá que tão pagando para estes troll invadirem este site para vomitar sua ignorância sem sentido? E não é só aqui não. Eu não tenho estômago para entrar nos sites dos pistoleiros da imprensa brasileira e todos meus comentários lá são censurados. Não vou ter estômago também de entrar aqui para ler tanta bobagem escrita pelos trolls daqui também

Responder

    lulipe

    18 de setembro de 2012 às 20h45

    Se for por falta de adeus, caro Ulisses….

    P Pereira

    19 de setembro de 2012 às 03h14

    Demorô!

    Wladimir

    19 de setembro de 2012 às 10h51

    O Ulisses se referia a vc lulipe e outros da sua laia! Tu tá no lado errado da arquibancada Mané! Vaza

Fabio Passos

18 de setembro de 2012 às 19h55

Se acabar com a hipocrisia a única coisa que sobra da oposição é o racismo e o preconceito. rsrs

Responder

    Fabio SP

    19 de setembro de 2012 às 10h48

    Bom, pelo menos da situação não sobra nada!!!

assalariado.

18 de setembro de 2012 às 19h50

O cerco do capital se da (desta vez), através de uma aliança politico ideológica, juntos estão, seu alto falante midiático e o seu braço juridico que, vai se fechando e se fechará ainda mais, na medida que vai chegando 2014. Muitos petistas que conversei sobre este caixa 2 que, de fato, nasceu em MG, também reconhecem, estes otários da social democracia morderam a isca jogada pela sua irmã mais velha, a social democracia do século 19 (PSDB., E assim, vários já foram degolados, e outros serão, morrerão em nome de um projeto econômico acertado na calada da noite com ‘capital nacional’. Só que, este acordo veio recheado com um chocolate amargo. Como disse com grande honestidade o Sr. Jorge Viana ‘… foi uma cópia mal feita, …’ E se fosse bem feita, como seria? Sim, o preço politico pragmatico pelo poder tem seus efeitos colaterais. E agora José?

Saudaçoes Socialistas.

Responder

H. Back™

18 de setembro de 2012 às 19h44

Se tudo isso aí for verdade, então fiquei sem opção prás próximas eleições!

Responder

    lucas

    18 de setembro de 2012 às 21h04

    Então vota nulo ou em branco, enquanto isso “nois vota” no PT

    Julio Silveira

    19 de setembro de 2012 às 09h00

    Tua arrogante sinceridade me conquistou, vou votar nulo.
    E daqui para frente procurarei mostrar aos meu familiares e amigos como voces pensam, ou não, de verdade.

Sergio

18 de setembro de 2012 às 19h38

Esse viana é um tremendo cara-de-pau: investigue-se o que ocorreu em Minas Gerais, um estado da federação, diga-se, porém o que o pt fez foi infinitamente maior, montando uma organização criminosa em nível nacional, com o intuito de dar um golpe na democracia, com a criação de uma base alugada, emasculando o poder Legislativo com o objetivo de se perpetuar no poder. O que o pt faz é tentar confundir a opinião pública com as suas patranhas, comparando situações absolutamente incomparáveis.

Responder

    Marcelo de Matos

    18 de setembro de 2012 às 19h45

    O mensalão tucano é tão especial, tão diferente, que nem vai a julgamento. Bom foi o título de um post do Edu: Mensalão tucano julgará STF.

    marcelo bretas

    18 de setembro de 2012 às 21h39

    Caro Sérgio, o grande erro do PT foi passar para a população que era diferente dos demais e ponto final. Daí para frente o que vemos agora é a mais absoluta tentativa de mudança das regras para retirar judicialmente os principais lideres do PT das futuras eleições. O supremo envolvido pela nossa mídia que é seletiva nos casos de corrupção, está jogando para os holofotes. O mensalão mineiro veio primeiro, as provas que hoje valem , não valeram para a operação Castelo de areia, Satiagraha, monte carlo. O que está em jogo é poder, dinheiro. Nossa mídia e a turma de sempre está sufocada nestes últimos 10 anos e quer voltar a sugar esse país como fazem a mais de 500 anos.

Zé Brasil

18 de setembro de 2012 às 19h35

Parabéns Senador Jorge Viana: – o moço, digamos,deve estar ardendo até agora, pois foi com areia…..

O Senador do PT deveria ter mencionado com todas as letras a compra dos votos para a quebra do monopólio do setor petroquímico onde foram distribuidos 1 bilhão de Reais em 1995 para a bancada ruralista aprovar tal projeto e com direito a farta distribuição de cargos. Tudo isto comandado pessoalmente pelo fhc que cooptou parlamentares ao telefone em troca de cargos e nomeações granjeando apoio a este projeto lesa-pátria. É só pesquisar e constatar o que vos afirmo. Teve até declaração do porta-voz sérgio amaral justificando a derrama de grana por fhc, dizendo que os ruralistas “contribuiram” com o Real…..

Do jeito que vamos o terreiro vai ter que ser varrido logo logo e aí a desgraça vai estar feita de novo. Mais 25, 30, quantos anos mais sem Democracia neste País?

Responder

Julio Silveira

18 de setembro de 2012 às 19h22

Vejo duas coisas surgindo nessa declaração, primeiro uma provável tendência a encarar a chamada “ficção” como como real. Segundo, a “ingenuidade” dos próceres petistas. Vestiram sua militância, raia miúda, com as vestes do purismo ideológico, necessário, da confiança no discurso da necessária mudança pelas vias da ética, vital. Investiram no fundamentalismo da virtude de caráter, primordial. Para depois querer aplicar, fazer uma reviravolta nas práticas e no discurso. Impiedosamente trataram como traidores aqueles que mantiveram intactas a cultura implantada a longa data, trocando-os pelo discurso do pragmatismo, para capitular e aderir ao grupo outrora do atraso, passando a parceiros e salvação do Brasil na nova pregação, tenham dó. Ora, reitero, confiaram em quem nunca foi permitido durante anos, para o bem dos cidadãos, inconfiáveis secularmente por que foram eles os responsáveis pelos índices vergonhosos que o Brasil, a seculos, ostenta. Confiar? contra quem trabalharam duramente contra, politicamente. Expondo-os a sociedade como se fossem, e são, uma sucia, para depois esquecer isso, querer colocar um pano quente unilateral para confraternizar. Tornar os métodos até então vigentes, questionaveis, como preferencial para o bem do Brasil? ou dos interesses do partido? um autentico faça o que eu disse não o que faço?. Não quero generalizar por que vejo gente inconformada com essa mudança do PT, como eu que adulto vesti botom sem sequer ser filiado. Por que? me venderam o remédio que, acredito, ajudaria a fechar as chagas do Brasil. No final nos entregaram placebo. Mas os que estão nas raias da justiça são merecedores. Infelizmente o PT a instituição que não tinha donos, foi invadida. Os bons aqueles que sucumbiram aos que recomendam mal, sofrerão todos. Pelas consequências de terem cedido a tentação, à oratória a serviço do enrolo, do engano, que tornou-os merecedores da sina que vivenciam, a boa e a má. E aqueles, como eu, que sequer são partidário sofremos pela perda que causa a má fé na construção, da confiança dos cidadãos e do futuro do próprio País.
Pior não é para eles, mas para nós.

Responder

    sandro

    18 de setembro de 2012 às 19h59

    Belas palavras!
    É você Fernando Henrique Cardoso?

    Ah!! sabichão! Te conheci pelo estilo prolixo-emplumado que vai do
    nada a lugar algum. Alias quanto o senhor tá pagando por votos?
    Tem um cara ai que…….

    Julio Silveira

    18 de setembro de 2012 às 20h50

    Não escrevo para te agradar, mas para dar minha impressão e minha opinião. Sei que muitos como voce discordam dela, manifestações que prefeririam meu silencio são diversas, mas não consigo compactuar com hipocritas como esses que o Senador muito bem apontas, mas em seu dedo de uma só direção. Mas fico feliz por que para mim voces estão todos irmanados, e nós cidadãos de pensamento livre, sem opiniões de panfleto, podem mostrar que existem. Voces pensam que só voces são importantes para o Brasil.

    Bonifa

    19 de setembro de 2012 às 08h53

    Não digo que você não tenha razão em quase tudo, mas os que estão aí, a não ser Dirceu que não tem nenhum envolvimento direto com o assunto e nada que sequer indique que tenha participado deste esquema em julgamento, não negam que cometeram crimes. Nenhum, nem Delúbio, nem Genuino, negam isso, nem sequer João Paulo. Porém o crime que cometeram não são estes que Barbosa quer lhes imputar. Todos confessam o crime de fazer caixa dois em partido político, para saldar dívidas contraídas em campanha por este partido e por seus aliados. Mesmo que tais aliados não o tenham sido quando da campanha anterior, isso não interessa. Eles não assaltaram o Banco Central e depois compraram votos a grosso e a varejo para fazer passar leis no Congresso, nem fugiram para gastar o dinheiro no Taiti, como insiste em falar o honrado Barbosa.

    Julio Silveira

    19 de setembro de 2012 às 11h23

    Meu caro, teorizando, pode até ser verdade, mas só teorizando, por que na realidade teria o poder de criar suspeição sobre todo o sistema que vivemos. E analisando com seriedade, esse sistema tem servido aos lados que estão debatendo. Vejo distante apenas de gente como nós, que se esforça para ganhar o pão de cada dia e quando precisa do sistema e rejeitado por ele com todas as argumentações possiveis sobre dificuldades etc.etc. Tenho dito que o sistema tem servido aos interesses que o criaram e tem o pressuposto primario de beneficiar, só não é bom para a cidadania, que sofrem anonimamente as consequencias desses acordos espurios que ocorrem nos gabinetes, como transferências de tecnologias mafiosas.

nilson euclides da silva

18 de setembro de 2012 às 19h16

“Alunos mal aplicados do PT”. Essa foi muito boa. A sinceridade de Jorge Viana chega a emocionar. rsrsrrsrsr

Responder

    Hélio Pereira

    18 de setembro de 2012 às 19h44

    Pois é Nilson,
    na Politica existem coisas “emocionantes”,veja o caso do ex Candidato a Dep Federal Ney Santos,que foi preso em fragante assaltando Carro Forte na Região de Bauru-SP,ficou Três anos em cana e depois saiu Candidato pelo PSC na Chapa de Serra e Alckmim,de quem recebeu um caloroso abraço seguido da “celebre frase” “Ney Santos é o Futuro da Politica Brasileira” dita por Xuxu!
    Em 2010 o Delegado de Taboão da Serra descobriu uma Máfia em Taboão da Serra e descobriu que Ney Santos alem de ser ligado ao PCC,comandava a Máfia na Cidade,prendeu Ney Santos e vários Politicos de Taboão da Serra.
    Nesta época Alckmim alegou que “não sabia do passado de Ney Santos” e a imprensa “abafou” o caso!
    Nilson, agora em 2012 Ney Santos volta novamente como candidato e desta vez a VEREADOR do Municipio de Embu das Artes pelo PSC,com o número 20123 e conta novamente com o apoio do PSDB que tem como candidato a Prefeito Geraldinho Lima número 45.
    Pois é Nilson não é mesmo “emocionante” o modo do PSDB fazer Politica?

    Geysa Guimarães

    18 de setembro de 2012 às 22h24

    Hélio, então o Ney Santos está livre, leve, solto e de volta ao mercado político? E no PSDB, claro!
    Tava sempre a me perguntar o que teria sido feito dele, mas a mídia se esqueceu completamente. É, não é amigo do Lula.
    Obrigada, vc aplacou minha curiosidade!
    Apenas um acréscimo: a campanha dele era atrelada diretamente à do senador-surpresa, Aloysio Nunes. Seu carro estampava um 451
    imenso.

J Souza

18 de setembro de 2012 às 19h06

Com os ataques do STF, da Veja e da Globo (nem vou falar do MP…) contra o PT, já se pensa no sucessor, que provavelmente será o PSB.
Espero que o PSB, quando estiver no poder, saiba se defender do MP, do STF, da Veja e da Globo melhor do que o PT…
O PT perdeu a batalha do mensalão porque foi apático, omisso frente aos seus verdadeiros adversários!
A primeira coisa que o PSB deve fazer ao assumir o governo em 2015 é colocar um procurador da república que não trabalhe sistematicamente para a oposição!

Responder

    Marcelo de Matos

    18 de setembro de 2012 às 19h25

    O primeiro PSB foi fundado em 1947 e extinto em 1965, durante a ditadura. Foi recriado em 1985, mas, não me consta que alguma vez tenha “chegado ao poder”. Chegará agora? Não se preocupe: se chegar não sofrerá as mesmas pressões que sofreu o PT por parte da mídia e da elite. Mesmo porque o PSB atual é um partido da elite. Já teve personalidades de esquerda, como Cid Franco, Rogê Ferreira, José Lins do Rego, Rubem Braga, Miguel Arraes, Antônio Cândido, Sérgio Buarque de Holanda e tantos outros. Hoje o PSB tem a mesma consistência ideológica do PMDB, por exemplo. No poder, se lá chegar, vai formar um novo centrão onde todos poderão participar, do PSDB ao DEM, do PSD ao PPS.

Márcio Carneiro

18 de setembro de 2012 às 18h37

Conhecem a frase “Dois errados não dá um certo”?

Então, não é porque o PSDB fez “mensalão” que o mensalão do PT está justificado.
Compra de votos, mediante a pagamento de dinheiro ou troca de favores é ilegal e deve sempre ser punido pelo rigor da lei.

Os tucanos não foram investigados pelos erros de seu governo? É, não foram. Mas a culpa, em partes, é do próprio PT, que na época era oposição, que não cobrou. Contudo o maior motivo é que a cultura politica está mudando e o mesmo “saco cheio” de corrupção que colocou o Lula no poder, e criou a ficha limpa, hoje está para condenar os caciques do PT por corrupção.

A verdade é essa, os progressistas insistem na visão de que o STF na verdade é um tribunal “burgues” que está para julgar os representantes do “povo”, apelando para a luta de classe para esconder o obvio. Os atos são claros, o mensalão existiu e não passou de típicos políticos brasileiros realizando as velhas corrupções de sempre.

Talvez o “povo” brasileiro esteja sendo mais duro com o PT do que foi com o PSDB porque são os “burgueses reacionários” e deles sempre é esperado o pior. Já o PT não, foi colocado no poder para acabar com a corrupção, com as negociatas e com a politica “burguesa”, mas como traidores da revolução, adotaram as mesmas táticas dos reacionários desde o primeiro dia de governo.

Responder

    sandro

    18 de setembro de 2012 às 19h57

    Amigo.
    Quando houver ( se houver) o julgamento do mensalão do PSDB,
    a CPI da lista de furnas e se mantiverem o mesmo rigor quase
    sádico e a mesma”jurisprudência” como no caso atual…ai certamente
    assinarei em baixo tudo que vc escreveu.Quanto a compra de votos de FHC
    (200 mil por deputado) nao sei.. que pensar.Alguem me ajuda??

João Pedro

18 de setembro de 2012 às 18h36

Não existiu mensalão em Minas. Houve no máximo um crime eleitoral, que estar para ser provado ainda. O que o PT fez foi um verdadeiro afronte à nossa democracia.

Responder

FrancoAtirador

18 de setembro de 2012 às 18h32

.
.
Presidente da Câmara rebate afirmação de relator sobre compra de votos

“Ontem (segunda) me chamou muita atenção o fato de voltar a essa tese com muita força do mensalão. Eu, por exemplo, acho isso uma grande falácia”, afirmou Marco Maia.

“Não houve pagamentos mensais aos deputados do PT. Eles não tinham nenhuma necessidade de votarem com o governo. Há uma tentativa de se reforçar e reafirmar uma coisa que não é verdadeira que não condiz com a realidade”, acrescentou.

O Presidente da Câmara dos Deputados também considerou como “absurda” a matéria publicada pela revista “Veja”, na edição desta semana.

“O advogado do cidadão Marcos Valério desmente as acusações e a revista mantém com se elas fossem verdadeiras. Na minha avaliação não há nenhum envolvimento do presidente Lula. E essa tentativa de trazê-lo para o debate é uma questão para tentar influenciar o processo eleitoral”, disse Maia.

Fonte: JusBrasil

Responder

    lulipe

    18 de setembro de 2012 às 18h51

    A maioria dos ministros do STF pensam diferente do petista.Isso, sim, é que interessa!!!!

    sandro

    18 de setembro de 2012 às 20h12

    Pensam como quem?

    Delírio talvez, mas acho que o Lula colocou o Joaquim lá só
    pra julgar o mensalinho( partido pequeno) do psdb. Aguardemos rs

    FrancoAtirador

    18 de setembro de 2012 às 21h50

    .
    .
    Será que pensam isso mesmo TROLIPE ?

    Até agora só o promotor de acusação, digo, ministro-relator se pronunciou.

    Pode ser que os demais ministros do STF entendam de forma diferente.

    Essas reinaldetes não tomam jeito mesmo.

    Nunca saberão o que é escrúpulo e sensatez.
    .
    .

JULIO/Contagem-MG

18 de setembro de 2012 às 18h30

Como que esse nojento senador alvaro, queria que os poderes e a população,
soubessem do mensalão mineiro, da lista de Furnas, da compra de votos para
a reeleição do FgagácÊ,se o procurador geral, engavetava tudo e as CPIs, eram abortas pelo PSDB, DEMOS e PPS.

Responder

Leandro Dias

18 de setembro de 2012 às 18h25

“Se nossa sociedade de capitalismo desenfreado é regida pela lei do mercado onde “uma mão lava a outra” e toda troca pressupõe um retorno utilitário, onde toda escolha é uma relação de consumo, o que esperar da democracia fundada sobre esta lógica?

Os mensalões não são uma disfunção corrupta da democracia liberal praticada por imorais aproveitadores, mensalões SÃO a democracia liberal.”

achei isso aqui, recomendo Azenha:

http://riorevolta.wordpress.com/2012/09/18/o-mercado-eleitoral-e-a-democracia-liberal/

Responder

João Vargas

18 de setembro de 2012 às 18h12

Não começou, mas continuou!

Responder

lulipe

18 de setembro de 2012 às 17h54

Pode até não ter começado, mas os alunos superaram os mestres!!!

Responder

    sandro

    18 de setembro de 2012 às 20h08

    Concordo.
    Superaram em tudo..até na forma de governar.

    PT 2014/2018..
    Aos mestres ficará a lembrança da época do mensalinho caseiro.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!