Jandira Feghali: Não seremos cúmplices de atos criminosos que fazem com que o Brasil seja um dos países que mais matam LGBTQIA; vídeo

Tempo de leitura: < 1 min

Da Redação

Na quarta-feira, m 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG), ao ocupar a tribuna da Câmara, colocou uma peruca, para ridicularizar as pessoas transgênero.

Um comportamento explicitamente transfóbico.

Nessa quinta-feira, 09/03, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) subiu à tribuna e detonou-o. Veja o vídeo acima.

‘’Não dá para aceitar que um parlamentar eleito assuma a tribuna, bote uma peruca e faça gozação com identidade de gênero de absolutamente ninguém’’, afirmou Jandira.

“É inadmissível que no século 21 se aceite um agente público cometendo crime da tribuna do poder mais democrático deste país”, acrescentou.

“Não seremos cúmplices de atos criminosos que fazem com que o Brasil seja um dos países que mais matam a comunidade LGBTQ”, destacou comentário postado em seu perfil de redes sociais.

O PCdoB é um dos partidos signatários da representação contra o parlamentar ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

Leia também:

Ângela Carrato: Petições públicas por cassação do mandato de Nikolas Ferreira já têm quase 500 mil assinaturas

Altamiro Borges: O ”moleque” Nikolas Ferreira pode ser cassado, merece até cadeia

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Leia também