VIOMUNDO

Diário da Resistência


Pimenta denuncia: Não basta a condenação ilegal, a prisão em solitária, destruir história e legado; querem matar Lula; veja vídeo
Denúncias

Pimenta denuncia: Não basta a condenação ilegal, a prisão em solitária, destruir história e legado; querem matar Lula; veja vídeo


27/11/2018 - 16h08

Pimenta denuncia complô judicial para matar Lula  

PT na Câmara

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), denunciou hoje (27) a existência de um complô envolvendo setores do Ministério Público e do Judiciário para matar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cela solitária da Polícia Federal em Curitiba onde se encontra detido como prisioneiro político há mais de sete meses.

“Não bastam a condenação arbitrária, a prisão solitária e a destruição de seu legado, querem é a morte de Lula, querem ver Lula morto em Curitiba”, afirmou Pimenta.

Segundo ele, procuradores e juízes da chamada Operação Lava Jato e de outros setores do Judiciário e do Ministério Público foram capturados por um projeto de poder que ajudou na eleição do ultra direitista Jair Bolsonaro (PSL) e, assim, querem “destruir a capacidade física e psicológica do ex-presidente, o maior líder popular da história brasileira.

“Lula tem 73 anos, já passou por um câncer e é vítima de uma perseguição implacável dia a pós dia, para destruí-lo”, denunciou o líder do PT. “Ele é vítima de uma perseguição perversa, odiosa e criminosa”.

Engrenagem – De acordo com Paulo Pimenta, a perseguição a Lula insere-se numa engrenagem maior em torno de um projeto de poder antinacional, antipopular e alinhado com os interesses geoestratégicos dos Estados Unidos.

Para os articuladores desse projeto, não basta banir Lula da vida pública.

“Querem matá-lo, eles não têm limites, pois identificam em Lula a força da resistência do povo brasileiro”, destacou o parlamentar.

O líder anunciou que nos dias 10 e 11 de dezembro haverá um encontro no Brasil com personalidades de todo o mundo para denunciar a condição de preso político de Lula e iniciar uma campanha internacional por sua libertação.

Ele observou que Lula foi condenado arbitrariamente pelo ex-juiz Sérgio Moro, à margem das leis e da Constituição Federal, sob vista grossa do Judiciário.

Moro fora da lei – Paulo Pimenta denunciou Sérgio Moro como um dos principais articuladores do grupo que elegeu Lula como alvo principal do projeto de poder de extrema direita e apontou várias irregularidades cometidas ao longo dos últimos dois anos pelo juiz-ministro de Bolsonaro.

O ex-juiz responde a diversos processos disciplinares no Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Entre eles estão: vazamento para a imprensa da delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci a seis dias do primeiro turno da eleição presidencial, agindo como cabo eleitoral para ajudar a candidatura do seu futuro chefe Bolsonaro, num momento em que já sabia que seria ministro no novo governo; a interferência indevida de Moro para impedir o cumprimento de um habeas corpus que determinava a soltura de Lula, em julho passado; viagem ao exterior patrocinada por entidade privada (Lide) para participar de evento a convite do tucano João Doria.

“Moro abandonou a toga para fugir da lei”, disse Pimenta.

Seletividade – O líder do PT lembrou que a denúncia feita pelo Ministério Público no braço da Lava Jato em São Paulo é totalmente absurda, já que tentam transformar em irregularidade, por suposto tráfico de influência, uma doação de empresa ao Instituto Lula  sete anos depois de o ex-presidente ter deixado o cargo.

Pimenta lembrou que a seletividade contra Lula é tanta que em 2002, em pleno Palácio da Alvorada, o então presidente Fernando Henrique Cardoso promoveu um banquete com grandes empresários e arrecadou em uma noite só, em valores atuais, R$ 18 milhões para criar o Instituto que levaria o seu nome.

Fernando Henrique nunca foi criminalizado por isso, bem como os ex-presidente José Sarney e Itamar Franco, com institutos semelhantes ao que Lula organizou assim que saiu da Presidência da República.

“É uma flagrante seletividade”, criticou Pimenta.

Ele lembrou que Moro negou pedido à defesa de Lula para ter acesso às doações empresariais aos institutos de Fernando Henrique e José Sarney, sob alegação de proteção ao “sigilo fiscal”, mas Pimenta alfinetou o juiz-ministro de Bolsonaro: “Se quisesse fazer justiça, ia ver que as doações ao Instituto Lula obedecem à mesma sistemática de outras entidades semelhantes, inclusive a de Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos”.

Leia também:

Felipe Coutinho: O Brasil em novo ciclo colonial, o do petróleo

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

José Airton

28 de novembro de 2018 às 11h34

Triste vivenciar o que estar posto, a quem recorrer, a Deus, porque esse lado podre da Justiça manda e desmanda, veja a negociata, Auxílio Moradia x Reajuste, coisa de bandidos, nunca pensei em concordar com o MBL mas estou irmanado a ele com o pedido dê impeachment do Ministro Fix, alguma coisa tem que ser feita, e o Sérgio Mouro, vai ficar impune?

Responder

Marise

28 de novembro de 2018 às 10h35

A morte de Lula é um tiro no pé de quem deixar isso acontecer.
A liberdade de Lula é um risco para ele e para o sistema rentista, privativista-militar que está se implantando.
Saudade de Henfil pra registrar isso em grafismos.

Responder

Marise

27 de novembro de 2018 às 22h10

Se Lula preso já é herói, imagine morto.
O enterro dele será maior do que o de Vargas.

Os juízes e generais não vão mais dormir quando o povo acordar.
Não adianta Bolsonaro e seu triunvirato familiar fazerem um time de agentes policiais, judiciais e militares pra fundar uma ditadura é amedrontar o povo.
Isso não vai dar certo.

Responder

Joel Miranda

27 de novembro de 2018 às 18h26

É triste o que Todas essas pessoas que estão implacavelmente perseguindo Lula, não perdem por esperar!
Serão castigadas pela desobediência das leis da nação e principalmente pelas leis de Deus, pelas mentiras em nome de Jesus Cristo e pelo uso em vão do seu nome, para justificar a destruição e sofrimento de um líder popular, querido e respeitado no mundo inteiro. Elas não se salvarão, elas não entrarão no Reino dos Céus.
As pragas do Egito cairão sobre elas, seus corpos e suas almas padecerão no purgatório e mesmo as penitências que pagarão, não as livrarão do inferno.
Todas serão queimadas ouvindo as gargalhadas do Diabo.
Tenho pena delas!

Responder

JOssimar

27 de novembro de 2018 às 16h54

Até que enfim a ficha está começando a cair. É preciso denunciar isto ao mundo.
Para mim está claro há muito tempo que a lava jato foi uma operação dirigida de fora do Brasil para destruir a nossa economia, nossas empresas e nosso futuro com o claro objetivo de nos afastar do Brics. Isto(afastamento do Brics) não vai demorar muito a se tornar fato.
O Outro objetivo dela foi perseguir e destruir o PT e seus dirigentes mais destacados, a começar pelo ex-presidente Lula.
Penso estar MUITO claro que é OBJETIVO principal da lava jato e do judiciário ASSASSINAR o ex-presidente.
Afinal, o golpe foi “com stf, com tudo”.

Responder

Jardel

27 de novembro de 2018 às 16h47

Vê-se estupradores e assassinos soltos por “bom comportamento”, enquanto Lula está preso condenado sem provas. E não param de acusá-lo irresponsavelmente. O fato de ter mais de 70 anos não diz nada no caso do ex-presidente.
Lula é o grande líder da Esquerda, e é por isso que querem que ele morra na cadeia.
Mas enganam-se os que pensam que matando Lula matarão as esquerdas. O único motivo de existir Esquerda é a REVOLTA.
Matando Lula estarão parindo o grande mártir da Esquerda brasileira.
Nada como um dia após o outro…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!