VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Carlos Neder: Sobre o mito da “eficiência” dos tucanos em SP


20/08/2013 - 22h42

A falsidade da gestão e da propaganda

Carlos Neder*

A tão propalada ficção de que as administrações do PSDB são um modelo de gestão administrativa, o que lhes permitiria atender adequadamente as demandas da população, caiu ladeira abaixo. E no que se refere ao gerenciamento da máquina pública, falta ao partido justamente compromisso com a gestão pública eficiente e cuidado na maneira de tratar os recursos dos impostos. Sem falar na decisão temerária de entregar os bens públicos – construídos e gerenciados com dinheiro da população – para a iniciativa privada por meio de Organizações Sociais ou de licitações dirigidas.

Episódios recentes colocam na ordem do dia a discussão da visão que se tem da reforma do Estado, da gestão das políticas públicas e do papel do servidores públicos. Exemplos de erro não faltam. No Estado de São Paulo, como se não bastassem as fartas e sérias denúncias sobre os contratos do Metrô e de trem, agora se fica sabendo que o Ministério Público investiga irregularidades de nepotismo (contratação de parentes) e de nomeações inadequadas nas secretarias estaduais. Suspeita-se que cerca de 1.500 pessoas foram empregadas, de forma indevida, nas gestões Alckmin e Serra.

O que chama a atenção é que as contratações se deram por empresas públicas, como o Metrô e a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) – olha eles aí de novo! Sem falar da Fundação Seade, Emplasa, Cepam, Fundap e Prodesp. Alguns salários chegam a R$ 40 mil mensais. Tudo soa estranho quando se observa que recente decreto do governador Alckmin (Decreto n. 59.327/13) foi editado com o pretexto de enxugar a máquina, reorganizar esses órgãos e garantir o uso racional de recursos. Será?

É inadmissível a desfaçatez da propaganda enganosa de que o governo vem sendo vítima de cartéis formados por empresas inescrupulosas, pois a cada dia fica evidente a existência de relações espúrias entre agentes públicos e privados na esfera estadual. Enquanto familiares e protegidos ganham altos salários, não se discutem as condições profissionais e salariais dos demais trabalhadores responsáveis pela excelência dessas empresas.

A Assembleia Legislativa não pode se omitir e deve sim convocar outros órgãos de controle externo — como o Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas do Estado — e explicar que providências tomaram a partir das representações feitas pelo PT desde 2008.

 *Deputado estadual (PT)

Leia também:

André Singer: Coalizão rentista foi às ruas em junho protestar contra Dilma

Igor Grabois: Reação contra Dilma começou com a redução de juros

Maria Lucia Fatorelli: Banqueiros capturaram o Estado brasileiro

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Jose Mario HRP

24 de agosto de 2013 às 06h53


Tudo começou com ele!, e a Alston, a Siemens, a Odebrecht……
A festa não pode parar!

Responder

Carlos Neder: A falsidade da gestão e da propaganda tucana | novobloglimpinhoecheiroso

23 de agosto de 2013 às 21h50

[…] Carlos Neder, lido Viomundo […]

Responder

Luiz Moreira

21 de agosto de 2013 às 21h25

Na minha modesta opinião, todo capitalista prega o roubo, é ladrão e todo o político de ideais capitalistas também o é, até prova em contrario. Está baseado na seguinte lógica: O capitalista, por ideologia, deve ser ESPERTO.
O que é a primeira característica de um vigarista? ESPERTEZA. E o que é, em palavras claras, um vigarista? Aquele que engana os trouxas, ou seja, as pessoas em geral. Logo, um ladrão com espirito , normalmente, caridoso, pois rouba sem violência. É, em linhas gerais, a característica buscada pelo capital e seus defensores. Logo, quem passa fome é TROUXA. Os espertos conseguem sobreviver explorando trouxas. Logo, político com estas características, está somente cumprindo seu destino: se adonar de bens de trouxas, numa boa.

Responder

kalifa

21 de agosto de 2013 às 18h01

O alkimin finge que não sabe que todos nós estamos dizendo para ele que o ladrão é ele próprio…não adianta procurar o ladrão é só ir para a cadeia e pedir para que o prendam!

Responder

wagner paulista de souza

21 de agosto de 2013 às 17h52

O PSDB em sua crise existencial: seu jeito de governar será mico ou mito ?

Responder

    Alberto Menezes

    21 de agosto de 2013 às 19h26

    É igual o fhc, um dos imorais da academia de letras.

ZePovinho

21 de agosto de 2013 às 13h19

O Xoque de Jestão tucano é o aparelhamento do Estado pela iniciativa privada que adora o capitalismo de compadres.

Responder

Bacellar

21 de agosto de 2013 às 12h19

Quando se possui tamanho apoio midiático, empresarial e amparo do setor judiciário mas ainda assim não se consegue emplacar a imagem que se deseja é pq o conteúdo é realmente pífio. Não é por acaso que o PSDB só obtem votações expressivas junto a setores das classes-médias que possuem pouco contato com a realidade da miséria nacional. Da porta do condomínio pra fora existe um mundo diferente da propaganda. A heterogeneidade da “nova classe C” inviabiliza o plano da vez: cooptar ideológicamente o jovem em ascensão social que supostamente inserido num mercado super competitivo está pronto para comprar sem ver a balela meritocrática neoliberal. De fato uma boa parcela compra, mas outra sabe-se oriunda da pobreza e valoriza muito um governo com alguma preocupação em seguridade social e distribuição de riqueza. Enxergando esse fato é necessário ter cautela com as previsões sobre os humores do eleitorado nas próximas décadas, possivelmente não tão conservador e nem progressista quanto a direita e a extrema esquerda gostariam.

Responder

Regina Braga

21 de agosto de 2013 às 11h52

Tucano só é bom no bico…Xoque de Jestão é o quanto de grana pública vai enriquecer os dirigentes do partido.

Responder

Valente

21 de agosto de 2013 às 10h30

O depu Carlos Roberto do PSDB também está envolvido em falcatruas

Responder

Joselito

21 de agosto de 2013 às 09h16

Realmente, tem que chamar o TCE, especialmente o Robsom Marinho, para investigar ele mesmo, sentenciando:

“Decido, punir a mim mesmo com as penas legais, mandando eu mesmo devolver milhoes, além de me mandar a mim mesmo para a cadeia.”

Responder

m.a.p

21 de agosto de 2013 às 07h37

Prezado jornalista
Essa corja que nos governa a 20 anos nem ao menos equacionou a conta dos chamados “precatorios alimentares”.
A eficiencia tucana é lenda urbana.

Responder

Josué

20 de agosto de 2013 às 23h47

Realmente é um mito mesmo. Só que sem qualquer relação de causa com a realidade, só a propaganda midiática mesmo. Só os inocentes e os mal intencionados creem neste embuste. Ou os que estavam dormindo antes de 2003 e só acordaram em junho.

Responder

Urbano

20 de agosto de 2013 às 23h01

Mas esse mito caiu no próprio nascedouro!…

Responder

Deixe uma resposta