VIOMUNDO

Mídia Ninja denuncia “prisão preventiva” de ativistas no Rio

11 de junho de 2014 às 13h17

Sininho, difamada com falsidades pela Veja

11 June 2014 9:23 AM

‘Estádio de Exceção': Na véspera da Copa Ativistas são detidos no Rio de Janeiro.

por Felipe Altenfelder, no Mídia Ninja

Literalmente na véspera do início da Copa Do Mundo, o Estado se antecipa e prende por “futuros crimes” numa tentativa de intimidar manifestantes.

A Polícia Cívil do Rio de Janeiro acaba de executar uma série de detenções. Na manhã de hoje as ativistas Elisa Quadros (conhecida como Sininho), a advogada Eloisa Samy e o cinegrafista Thiago Ramos, foram presos em casa , e estão sendo levados para investigação na DRCI – Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. Na última semana em Goiânia, mandatos de busca e apreensão ja haviam sido utilizados como forma de cerceamento ao direito de manifestação e tática de coerção contra a parcela da população que pretende manifestar suas indignações durante o evento da FIFA.

Nos sete anos que se passaram desde o anúncio da Copa no Brasil, a falta de diálogo com a sociedade civil, a submissão as leis impostas pela FIFA, as remoções, os altos custos e o genocídio nas periferias, parecem ser os resultados práticos que mais atingem a população.

Em um contexto onde diversos movimentos estão dispostos a alargar as possibilidades da nossa democracia, o governo se submete aos interesses das corporações que lucram com a Copa e acaba promovendo situações que evocam as memórias mais sombrias do tempo em que vivemos sob uma ditadura.

A Mídia Ninja repudia qualquer forma de veto a liberdade de expressão e ao direito constitucional de manifestação. Já estamos em campo acompanhando os ativistas em voltaremos em breve com mais informações.

Leia também:

Proluta denuncia “estado de exceção” em Goiás

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

34 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cláudio

13/06/2014 - 12h13

… “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

Responder

Valdeci Elias

13/06/2014 - 10h43

Será que na prisão , eles tiveram o direito a assistir ao jogo do Brasil. Se não, isso é um absurdo, pois todo brasileiro tem o direito de ver a seleção jogar.

Responder

Roberto Locatelli

12/06/2014 - 07h23

Mascarados já reconheceram que recebiam dinheiro para participar dos vandalismos. Aliás, o tal “anonymous” (melhor chamar de tucanonymous) teve ajuda do FBI — http://tijolaco.com.br/blog/?p=18066.

O Pentágono e a CIA usam o mesmo esquema, seja no Brasil, na Ucrânia, na Síria ou na Venezuela: mascarados pagos, nazistas, anonymous e outros criminosos agem para provocar clima de caos e assim derrubar governos dos quais Washington não gosta.

Agora é oficial: black-blocs, tucanonymous, eixos quebrados e assemelhados são ameaça a turistas, jogadores e torcedores. Eles já mataram e podem matar novamente.

Responder

    Roberto

    12/06/2014 - 11h49

    Concordo plenamente.Nunca deram sossego a paises nos quais tem interesses.Apoiam ditaduras e fabricam golpes de estado.Sujos.

Fernando

12/06/2014 - 01h51

Que mudança , antes quando tinhamos esse tipo de situação, os comentarios aqui eram sempre detonando a policia !
Agora quando os protestos atingem o PT e a presidenta,vem defendendo a atuaçao da policia.
Isso e que e dançar conforme a música.

Responder

Elvys

11/06/2014 - 22h07

Ué, esse pessoal andava sumido. Aliás, como ficaram as investigações em relação à morte do cinegrafista da TV Bandeirantes? Ninguém falou mais nada.

Responder

Sir

11/06/2014 - 21h41

Aqui na minha cidade , falam assim Quer aparecer? Sobe na torre da igreja e se joga , que estou te esperando com o guarda chuva aberto !!,,srsrrsrr

Responder

Sir

11/06/2014 - 21h40

Essa criatura quer aparecer e não sabe como. Eita mala sem alças !!!,

Responder

Heitor de Assis

11/06/2014 - 18h13

É óbvio que black blocs e coxinhas tentarão criar constrangimentos aos brasileiros e estrangeiros que vieram para a Copa. Não é outro o objetivo deles. O que está acontecendo aqui desde o ano passado, ocorreu durante a primavera árabe, no esfacelamento da Iugoslávia, e está em curso na Venezuela, na Síria e na Ucrânia, em diferentes estágios do processo subversivo batizado de MUDANÇA DE REGIME, patrocinado pelos EUA e UK.
As coisas no Brasil estão no início, mas se bobearmos, chegaremos lá. É uma maneira delicada – softpower – de fazer de novo, de leve, o que fizeram com estupidez em 1964. Nem mais, nem menos.

Responder

    Daniel

    11/06/2014 - 19h35

    Ufa até que enfim! Pensei que só eu enxergava isso.

    Ismael

    11/06/2014 - 23h26

    Processo subversivo?? Acho que eu já li e ouvi falar sobre isso em algum período da nossa história. Inclusive com práticas idênticas de repressão da qual você parece apoiar.

FrancoAtirador

11/06/2014 - 17h46

.
.
Por falar em Ditadura:

SUPREMO FÜHRER DO STF EXPULSOU ADVOGADO DE GENOÍNO DO PLENÁRIO DO STF

qua, 11/06/2014 – 16:38 – Atualizado em 11/06/2014 – 17:08
Jornal GGN

O Advogado que Enfrentou o Tirano

Por Luis Nassif e Patricia Faermann

O advogado Luiz Fernando Pacheco levou o presidente Joaquim Barbosa ao momento mais baixo de sua atuação à frente do STF (Supremo Tribunal Federal).

Pacheco representa o réu José Genoino.
Quando a sessão abriu, pediu a palavra, que lhe foi concedida.
Solicitou, então, a Joaquim Barbosa [Presidente do STF] que colocasse na pauta o pedido de prisão domiciliar para Genoíno, por motivo de doença grave.

Já tinha entregado memoriais para os dez Ministros do STF, que só estavam aguardando a liberação do tema por Barbosa para votar.

O Procurador Geral da República Rodrigo Janot já tinha se manifestado favorável ao pedido devido ao estado de saúde de Genoíno.

Pacheco lembrou a Barbosa que qualquer processo de réu preso tem prioridade na pauta do tribunal, ainda mais em uma questão em que o réu solicita prisão domiciliar por problema de saúde.

A reação de Barbosa foi cassar a palavra do advogado
e ordenar à segurança que o arrastasse do plenário.

Agora há pouco Pacheco conversou com o Jornal GGN.

Entrará com uma representação contra o relator Joaquim Barbosa pelo fato de negar o julgamento a Genoino e negado aos seus próprios pares.

Além disso, irá pedir o desagravo à OAB (Ordem dos Advogados do Brasil):

– Não fui só eu o ferido em minhas prerrogativas, mas todos os advogados, na medida em que o presidente da Suprema Corte de forma violenta a palavra de quem está representando um réu preso e ainda ordenou que fosse retirado do plenário de forma truculenta. Barbosa faz prevalecer suas decisões simplesmente sonegando ao plenário o reexame das decisões monocráticas.

Pacheco não se intimidou com a atitude de Barbosa:

– Cada pedra que ele me jogar vou receber como medalha.
Contra os tiranos, a advocacia nunca se vergou e não sou eu que vou me encolher à frente desse sujeito autoritário, tirano, um homem mau.

“O presidente do STF não é intocável”, diz OAB

qua, 11/06/2014 – 17:09 – Atualizado em 11/06/2014 – 17:15

Jornal GGN – A OAB emitiu nota de repúdio ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa.

O advogado de José Genoino, Luiz Fernando Pacheco, foi expulso do Plenário da Corte, no início desta tarde (11).
Pacheco pediu a palavra na Suprema Corte, solicitando a Joaquim Barbosa a análise da prisão domiciliar de sua defesa.

Depois de repreender cortando o microfone de Luiz Fernando Pacheco, Barbosa expulsou com seguranças o advogado do Plenário da Suprema Corte.

Pacheco conversou com o Jornal GGN agora há pouco, afirmando que entrará com uma representação contra o relator Joaquim Barbosa pelo fato de negar o julgamento a Genoino e negado aos seus próprios pares. Além disso, informou que pediria desagravo à OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Diante do ocorrido, a OAB emitiu a nota de repúdio a seguir:

NOTA DE REPÚDIO

A diretoria do Conselho Federal da OAB repudia de forma veemente a atitude do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, que expulsou da tribuna do tribunal e pôs para fora da sessão mediante coação por segurança o advogado Luiz Fernando Pacheco, que apresentava uma questão de ordem, no limite da sua atuação profissional, nos termos da Lei 8.906. O advogado é inviolável no exercício da profissão. O presidente do STF, que jurou cumprir a Carta Federal, traiu seu compromisso ao desrespeitar o advogado na tribuna da Suprema Corte. Sequer a ditadura militar chegou tão longe no que se refere ao exercício da advocacia. A OAB Nacional estudará as diversas formas de obter a reparação por essa agressão ao Estado de Direito e ao livre exercício profissional. O presidente do STF não é intocável e deve dar as devidas explicações à advocacia brasileira.

Diretoria do Conselho Federal da OAB

Brasília, 11 de junho de 2014

(http://jornalggn.com.br/noticia/pacheco-x-joaquim-barbosa-o-advogado-que-enfrentou-o-tirano)
(http://jornalggn.com.br/noticia/o-presidente-do-stf-nao-e-intocavel-diz-oab)

Responder

    FrancoAtirador

    11/06/2014 - 17h55

    .
    .
    11/06/2014
    GGN

    A luta de Pacheco por Justiça

    O advogado de José Genoino, Luiz Fernando Pacheco, foi expulso do Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), no início desta tarde (11).

    Conforme antecipou ao Jornal GGN, Pacheco pressionaria para que o pedido de prisão domiciliar fosse julgado o mais rápido possível.
    Pediu a palavra na Suprema Corte, e revogou a Joaquim Barbosa.

    “Há parecer do procurador-geral da República favorável à prisão domiciliar deste réu, deste sentenciado. E vossa Excelência, ministro Joaquim Barbosa, deve honrar esta Casa, e trazer aos seus pares, trazer aos seus pares o exame da matéria”, exclamou o advogado.

    O gesto de Luiz Fernando Pacheco ocorreu em sequência a um pedido sem resposta. Genoino passou mal, com piora no seu estado de saúde, desde que voltou a cumprir a prisão na penitenciária da Papuda, no Distrito Federal, no dia 30 de abril. Episódios de crise hipertensiva, alteração no perfil de coagulação e níveis de pressão elevados levaram a defesa a entrar com agravo regimental no STF.

    A Corte pediu, então, um posicionamento do procurador geral da República, Rodrigo Janot. O parecer, enviado no dia 3 de junho a Joaquim Barbosa, foi enfático: “emerge razoável dúvida quanto à possibilidade de o sentenciado cumprir pena, sem riscos substanciais à sua vida e saúde, no já naturalmente estressante ambiente carcerário. Presente essa dúvida, há de ser resolvida em favor da proteção da vida e saúde do preso, bem jurídico de maior relevância”.

    Desde a emissão do parecer, Luiz Fernando Pacheco contou que lutaria por uma resposta rápida, diante do quadro de saúde de Genoino, e antes que Barbosa se aposentasse. “Diante da gravidade da situação, deve ser julgado hoje, porque tem Plenário. E se não ocorrer, vou insistir para que seja analisado o quanto antes. Inclusive já fiz uma petição ao STF de preferência do caso, para ter urgência”, havia adiantado ao GGN, na semana passada.

    A reação se concretizou hoje. “Não quero de forma alguma atrapalhar os trabalhos dessa Corte. Processos penais, execuções penais têm precedência sobre qualquer outro assunto. Há um agravo de José Genoino Neto que está concluso a Vossa Excelência e não está pautado e, por isso mesmo, eu venho a Tribuna”.

    Imediatamente, o presidente do STF repreendeu: “Vossa excelência quer agora pautar?”.

    “Eu não venho pautar, venho rogar a vossa Excelência que coloque em pauta”, respondeu o advogado. Depois, Pacheco reportou um breve histórico do pedido, desde quando Genoino voltou ao regime semiaberto.

    Joaquim Barbosa afirmou que cortaria o microfone. “Pode cortar a palavra porque eu vou continuar falando”, disse.

    “Eu vou pedir a segurança para retirar esse senhor daqui”, disse Barbosa, seguido pela expulsa da defesa de José Genoino do Plenário do Supremo. “A República não pertence a Vossa Excelência. E nem a sua grei. Saiba disso”, finalizou o presidente.

    Assista ao ato odioso do Supremo Führer do STF

    na triste Sessão Plenária realizada hoje na Corte:

    (http://www.youtube.com/watch?v=iNwJo6B5A4Y)
    .
    .

    Mário SF Alves

    11/06/2014 - 18h08

    Pois é, prezado Franco, esse é mais um aprendiz de feiticeiro. Acha que a blindagem e o provisório incensar da mídia fora-da-lei o garante em toda e qualquer truculência.

    Políticos de meia pataca e demais coxinhas adeptos de linchamentos jurídicos e outros, uni-vos, pois a hora da verdade está chegando.

Fernando

11/06/2014 - 17h30

Imagina se fosse em Cuba… prisão preventiva… ai ai ai.

Responder

    Caracol

    11/06/2014 - 18h23

    Pô cara, você deve ser um sujeito muito infeliz, hein?! Então, diante disso tudo aí é só isso que você tem a dizer? Trazer CUBA para a discussão? Não chega o que tem no Brasil? Esse é o melhor argumento que você tem? Não sacas que em vista desse teu baixo nível, o melhor é que ficasses calado? Você não tem medo de assinar atestado de ignorante? É essa a contribuição que você tem pra dar ao debate aqui?
    O que é que eu tenho a ver com Cuba, sujeito? Diga que é contra a prisão (LEGAL) do Genoíno em regime ABERTO e pronto! É mais honesto! É menos hipócrita!
    Assuma as suas posições truculentas, autoritárias, fascistas e ditatoriais!
    Deixe Cuba em paz, trata do teu país, cara!

    Luís Carlos

    11/06/2014 - 21h22

    Não. Foi aqui no Brasil, como demonstra outro post do Viomundo que uma jornalista teve sua casa revirada pela polícia pela acusação de Aécio Neves de que ela fazia parte de grupo que o difamava na web. Aqui no Brasil e feito por Aécio Neves do PSBD. Mas parece que isso você aplaude, ou ao menos silencia coniventemente.

César Bento

11/06/2014 - 17h24

Não gosto de ver a polícia agindo assim, mas…. QUem disse que foi por “futuros crimes”. As detenções tiveram autorização judicial, o que deve ser considerado; podem ter sido injustas, mas não foram arbitrariedade policial. Além disso, quem efetuou a prisão, foi a delegacia dedicada a investigar crimes que utilizem informática. Portanto, dizer que é uma espécie de “Pré-crime”, em função de possíveis manifestções durante a Copa, pode ser precipitado. Além disso não entendi. eles foram presos? Estão em alguma casa prisional, ou seus equipamentos foram apreendidos e eles levados à polícia para prestar esclarecimentos?

Responder

Mário SF Alves

11/06/2014 - 17h18

Antes políticos e ativistas jovens feitos nas coxas, coxinhas, mesmo que sem o devido e imprescindível conhecimento da realidade que os afeta, do que o niilismo ou o silêncio imposto por uma ditadura fascista.

Responder

Sidney

11/06/2014 - 16h15

Esses ativistas com suas táticas Black block são a chamada esquerda que a direita ama de paixão, vejam os resultados que idiotas ingênuos bem ou mal intencionados como esses trouxeram para o Egito na chamada primavera arabe. UMA VIOLENTA DITADURA. Isso que a polícia civil esta fazendo se chama serviço de inteligência.

Responder

    Mário SF Alves

    11/06/2014 - 17h38

    “…idiotas ingênuos bem ou mal intencionados como esses trouxeram para o Egito na chamada primavera árabe. UMA VIOLENTA DITADURA. Isso que a polícia civil esta fazendo se chama serviço de inteligência.
    ______________________________
    Esse é o mal afeto a todo e qualquer aprendiz de feiticeiro. Na arrogância e presunção, corre-se o risco de libertar energias para as quais não se está preparado para lidar e que não se sabe como conter. Quem ama tudo isso, que nada mais é que mais nova tática de ataque cibernético do império do Norte, é aquele velhaco que ainda insistem em carinhosamente chamar de Tio Sam.

henrique de oliveira

11/06/2014 - 15h51

Essa turma não são manifestantes , são terroristas de extrema direita nazistas com um objetivo claro , tocar fogo no país a troco de nada , são acima de tudo um bando de safados que já deveriam ter sido preso desde junho de 2013, que genocídio que houve? onde? esses idiotas querem transformar esse país numa Síria ou quem sabe num Iraque , ai não tem inocente afinal essa turma já matou cinegrafista espancaram oficial da PM etc e tal.
Se for para o bem da nação chega o cassete nesses coxinhas.

Responder

Assalariado

11/06/2014 - 15h10

ahhh são coxinhas e futuros coxinhas tem que prender mesmo

kkkk

Responder

mineiro

11/06/2014 - 15h01

ja ta enchendo o saco esse povinho fazendo manifestaçoes contra a copa. ja passou da hora esse movimento de direita para tentar desestabilizar o governo e tentar o golpe. é isso que pretende esses branquinhos de olhos azuis, fazer de tudo para ferrar o brasil. eu ate concordo , contra a fifa maldita ratazana dos quintos dos infernos e a cbf os mesmos termos , denunciar essa instituiçao asquerosa, ate ai eu concordo. mais esses branquinhos da direita quer outra coisa , desestabilizar o governo e mais nda. agora esse discursinho sem vergonha de que tudo que fez para a copa e tudo dinheiro de corrupçao , é outra imbecilidade desses branquinhos, porque tem muitos investimentos que vao ser uteis para o brasi e nao adianta chorar. eu sou a favor de se manifestar sim , mas por uma coisa logica. essa turma nao ta preocupado com remoçao , construçao de estadios e tudo mais , eles querem fazer o que os branquinhos da venezuela ta fazendo la , golpeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee branco da direita branca. ja encheu o saco esse negocio de nao vai ter copa. se nao ta satisfeito com o brasil , muda daqui entao.

Responder

Marlon

11/06/2014 - 15h00

UÉ?
Tudo isso não está sendo feita pela JUSTIÇA?
Agora, depois das merdas que fizeram, os coxinhas idiotas, acusam o governo?
rs,rs,rs,rs

Responder

Gerson

11/06/2014 - 14h16

Genocídio nas favelas??? Até parece que temos execuções em massa da população. Altos custos? O dinheiro dos estádios é um empréstimo do BNDES. Serão pagas. As outras obras como melhorias nos aeroportos ficarão no país. Remoções? Pode ter até ter ocorrido, mas às vezes remoções (com indenização) devem ser feitas. Imaginem o Rio de Janeiro sem a avenida Presidente Vargas. Lá também ocorreu remoções. Esse discursinho dos black blocks já virou o fio.

Responder

    Gil Pavanello

    11/06/2014 - 14h35

    Bom ler comentários de pessoas com bom senso,parabéns Gerson.E esta “sininho”que pegue a vassourinha que herdou do seu avô e vá varrer a sua casinha onde até hoje estão brigando pela herança do Janio Quadro.

    Alex Back

    11/06/2014 - 14h46

    “Serão pagas.”

    Hahahaha!!!! Tá bom. Inclusive os estádios de Manaus, Cuiabá e Brasília? Como, senhor Gerson, me explica? Tirando dois ou três times nacionais, o resto vive com o pires na mão.

    “Remoções? Pode ter até ocorrido…”

    Olha que comentário dissimulado e cara de pau! Queria ver se fosse com a casa da sua família!

    Gerson

    11/06/2014 - 22h30

    “Hahahaha!!!! Tá bom. Inclusive os estádios de Manaus, Cuiabá e Brasília?”

    Algumas pessoas desejariam a Copa concentrada como sempre somente nas grandes capitais do sudeste (São Paulo, Rio e Belo Horizonte), no máximo no Porto Alegre, Curitiba e talvez, talvez, Salvador. Esquecem que o Brasil é uma FEDERAÇÃO e o governo tem o DEVER de incentivar o desenvolvimento de TODO o país, especialmente as regiões menos desenvolvidas. Uma das oportunidades de trazer desenvolvimento é a Copa do Mundo sim. Quantas pessoas no mundo estão vendo a Seleção da Alemanha num pequeno vilarejo da Bahia sendo recebida cordialmente pela população? Quantas pessoas poderão vir a este lugar (Cabrália) depois disso? Quanto aos empréstimos, não são clubes que deverão pagar, e sim as construtoras, e se não pagarem tem o Tribunal de Contas da União para forçá-los.

    Quanto as remoções alguém tem que tomar a decisão, quando isso é impeditivo de uma melhoria para toda a cidade, com indenizações e reassentamento. Digam aí quais são os casos da Copa? Um caso em Fortaleza onde iria passar um VLT. Qual o outro? Zona oeste do Rio é somente para as Olimpíadas e deverão ser reassentadas.

    A questão toda é que a oposição (incluindo o PSTU e o PSOL) e o PIG politizaram a Copa pra tentar tirar vantagem eleitoral e incutiram o mau-humor e complexo de vira-lata na cabeça de alguns.

    Cris Spiegel

    11/06/2014 - 15h03

    Durante uma manifestação no ano passado, a PM entrou na Maré e matou quem encontrou pelo caminho. Cerca de 11 ou 13 pessoas foram mortas- mesmo que um dos mortos tenha sido um PM, foi uma chacina. As polícias de Rio e São Paulo são as que mais matam no mundo. E os que mais são mortos são negros pobres. Não quero saber de “bandido bom é bandido morto”. Policial que comete execução sumária é mais bandido ainda. Brasil não tem pena de morte legal. E ninguém disse que um genocídio precisa ser executado de uma só vez para ser genocídio. A limpeza étnica acontece “aos poucos”, embora, quando olhamos para os números, vemos que “aos poucos” é muita gente.

    Quem vai pagar ao BNDES? Você? Que bom que você pode garantir o pagamento. E a tempo de gerar benefícios para os mesmos contribuintes que financiaram o empréstimo.

    Seu argumento da Av. Presidente Vargas é terrível. Se não houvesse a avenida, haveria outra coisa e todos estranhariam imaginar o centro com a avenida. Ou seja, seria diferente, mas não implicaria necessariamente em ser pior ou melhor. Aliás, a política de remoções do centro foi desastrosa, apenas arrastou as pessoas para o Morro da Providência, ou seja, formou-se um gueto.

    Gerson

    11/06/2014 - 22h41

    Que eu lembre essa invasão da Maré que você se refere foi por causa de um arrastão promovido por bandidos que ocorreu na Av. Brasil, com a desculpa da manifestação. Vai você entrar a noite numa área dominada pelo tráfico (que está armado até os dentes) e vai pedir cordialmente para eles devolverem a carteira (ou a moto ou carro) que eles roubaram de alguém na Av. Brasil (quando não matam direto se você se atrapalhar ao entregar a carteira ou o carro). Fácil falar, já que não é você que vai levar bala.

    Quanto aos empréstimos: o custo dos estádios todos juntos foi 8 bilhões. Só com educação e saúde o governo investiu no mesmo período mais de 200 vezes esse valor. É pouco, concordo. Tem que investir muito mais, principalmente devido ao passivo de 500 anos. Mas agora usar a desculpa dos empréstimos para bagunçar e constranger toda a população brasileira que quer receber bem as delegações e turistas é demais. Se os black blocks começarem a barbarizar, cana neles.

    Alexandre Lins

    11/06/2014 - 16h47

    Realmente, genocidio aconteceu ateh o final de 2002. Agora sao grupos para-militares de direita que tentam amendontrar os futuros medicos, advogados, engenheiros, artistas e outras, que estao saindo da periferia gracas a inclusao social dos governos trabalhistas de Lula e Dilma. NAO CONSEGUIRAO! A FELICIDADE EH PARA TODOS!

    Mário SF Alves

    11/06/2014 - 17h27

    É isso. Aos poucos e avante, sempre. Resistir é preciso. E a resistência é a tudo o que não presta, especialmente, ao atraso socioeconômico que desde antes de 64 foi imposto ao Brasil, e a todo tipo de totalitarismo, inclusive a imposição goela abaixo de alimentos transgênicos.

    Experimente ir a um pet-shop ou congênere e comprar uma ração pro seu cãozinho. Você vai se decepcionar: já é tudo transgênico. Experimente comprar óleo de milho no supermercado ou na mercearia da esquina.

lulipe

11/06/2014 - 14h00

Vão reclamar com Dilma e seus aliados….

Responder

Deixe uma resposta