PATROCINE O VIOMUNDO

SOMOS 31.817 FAÇA PARTE !

Lelê Teles: Troca de casal padrão FIFA e o sorteio da Copa

publicado em 26 de novembro de 2013 às 9:12

 

Charge de Vitor Teixeira

TROCA DE CASAL PADRÃO FIFA

por Lelê Teles, via e-mail

Jogadores negros ameaçam boicotar a copa do mundo!

Assim mesmo, a FIFA decidiu vetar o casal de negros, Camila Pitanga e Lázaro Ramos.

O jogador marfinense, Yaiá Touré, do Manchester City, avisou às autoridades do futebol europeu que os jogadores negros poderão não disputar a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. País com histórico de racismo nos estádios.

Touré, em partida este ano contra o CSKA, foi chamado de macaco pela torcida russa. Em 2012, o Yayá Touré e Ballotelli foram ofendidos pela torcida do Porto que cantava hinos racistas. No início deste ano, Balotelli e Robinho foram ofendidos por alguns torcedores da Fiorentina. Outro dia, a torcida do Roma ofendeu tanto os negros Balotelli e Boateng, do Milan, que o árbitro teve que interromper a partida. Boateng já abandonou o campo certa vez por não suportar as ofensas. Acontece o tempo todo. Em muitos estádios europeus, jogadores negros são ofendidos pela torcida adversária com jocosas imitações de macaco, e até bananas são arremessadas nos gramados.

Mesmo assim, a FIFA não aceitou a dupla de negros sugerida pela Globo.

Na semana passada, a torcida do espanhol Bétis, time do brasileiro Paulão, vaiou o nosso patrício e fizeram macaquices. Torcedores do seu próprio time!

Porém, a FIFA não quis saber do casal de negros e escolheu um casal de loiros sulistas para apresentar a cerimônia do sorteio de grupos para a Copa do Mundo do ano que vem.

Lázaro Ramos, um dos grandes atores brasileiros da atualidade, filho do teatro popular, é da Bahia, onde será realizado o evento no mês que vem. A Bahia é o estado que tem o maior contingente negro do Brasil. Mais: a Bahia é o centro da resistência e do orgulho negro no Brasil.

Mas a FIFA preferiu que os mestres de cerimônia do evento, a ser transmitido para todo o mundo, fossem a apresentadora gaúcha Fernanda Lima e o cozinheiro catarinense Rodrigo Hilbert.

O futebol brasileiro, até os anos 20, recusava profissionalizar jogadores negros. O presidente Epitácio Pessoa chegou a vetar a presença de negros na Seleção Brasileira no Sul-Americano de 1921.  Mas os negros não desistiram e foram conquistando o seu espaço. Primeiro no Vasco, transformando o time em uma potência, depois Bangu, Flamengo, Fluminense…

Em ’34, chegou à seleção brasileira o ousado Leônidas da Silva, o Diamante Negro, inventor da bicicleta, a jogada mais espetacular do futebol, a mais criativa, a mais inusitada. Já na Copa do Mundo de ’38, o Diamante Negro comandou o time que encantou o mundo. Um time com branco, mulato e preto. Quatro décadas depois, um negro surge como o maior nome deste esporte em todos os tempos. Em seguida vieram Romário, Denner, Ronaldos, Rivaldo, Robinho, Neymar…

A questão, portanto, não é que a CBF tenha escolhido um casal loiro. É que ela rejeitou o casal de negros.

Na verdade, mesmo sendo o maior exportador de jogadores para o exterior, e sendo negros a maioria deles, o Brasil ainda tem poucos negros nas situações de comando. Após o negro Barbosa ter levado nas costas toda a culpa pela perda da Copa de ’50, demorou muito para vermos um negro novamente com a camisa de goleiro na seleção.

A FIFA poderia ter sugerido mesclar Fernanda Lima e Lázaro Ramos, ou Pitanga e Hilbert. Mas mesmo fazendo campanhas contra o racismo nos estádios, a FIFA não conseguiu compreender a simbologia de termos ali ao menos um negro representando o Brasil; ou não quis compreender.

Na Copa das Confederações no ano passado, durante o jogo entre Uruguai e Itália, devido ao preço exorbitante dos ingressos, o cara mais negro dentro da Arena Fonte Nova, na negra Bahia, era o italiano Balotelli.

A FIFA já quis proibir a venda de Acarajé durante os jogos, e desproibiu a venda de bebidas alcoólicas nos estádios.  Ela faz e acontece. Pode até não se importar com o fato de que, no Brasil, o preço do ingresso pode segregar raças.

Se importará em 2018, se Touré levar o seu ativismo adiante.

Eu fui à varanda olhar para o mar, um pensamento passou com a maresia e eu o agarrei: com mil diabos, mesmo com tudo isso sendo do conhecimento de todos nós, a FIFA recusou o casal de negros e contratou o casal de loiros. E eles aceitaram!

Leia também:

Professora que se diz vítima de macartismo propõe debate ao vivo

 

39 Comentários para “Lelê Teles: Troca de casal padrão FIFA e o sorteio da Copa”

  1. ter, 03/12/2013 - 20:32
    Renato

    Até na cerimonia de evento privado, a esquerda quer intrometer.
    Um promotor do MP/SP quer ouvir esclarecimentos sobre a questão.
    1) A FIFA, COL e a empresa que organiza eventos da FIFA tinham um contrato com a dupla de autores desde 12/2012. E o boato dos atores afrodescendentes começaram a aparecer a menos de 6 meses.
    2) Esquerda, ainda não caiu a ficha que a Copa do Mundo FIFA é um evento privado????

  2. sex, 29/11/2013 - 21:57
    Robson Silva

    Não é só porque você é “branquinha” Fernanda Lima, é porque você é uma anta deslumbrada mesmo. Ela poderia muito bem ter ficado calada. Só fez piorar o aspecto nitidamente racista da escolha dela e do marido para serem os apresentadores do sorteio da Copa de 2014; até porque o próprio representante da FIFA já disse explicitamente que escolheu esse tal do casal “branquinho”, no lugar do casal de atores negros, para apresentar o sorteio dos grupos da Copa, porque eles eram “mais palatáveis ao gosto europeu”; portanto deixou claro que a escolha teve um critério e uma motivação de viés racial claramente discriminatória, como se a Europa fosse o “centro do mundo” e nós o “resto”. Mas para esses escrotos cartolas “branquinhos” da máfia do futebol internacional, as nossas “mulatas” do carnaval são bem palatáveis, né?

  3. qua, 27/11/2013 - 2:47
    PAP

    Já que a globo é quem apita, porque não joaquim barbosa e regina case?

    • qua, 27/11/2013 - 2:50
      PAP

      Que tal a ideia:

      4 pares de apresentadores:

      Lazaro Ramos e Camila Pitanga,Milton Gonçalves e Zezé Motta,Antonio
      Pitanga e Benedita da Silva e na parte mais descontraída, Joel Santana
      e Gaby Amarantos!

  4. ter, 26/11/2013 - 23:47
    Cecilia

    Negros apresentadores não pode! Mas na música pode!! aahhh faça-me um faça-me o favor!! Assim estamos representados??? Hiprocrisia pura! muito bem lembrado Rodrigo Leme. Estava aqui pensando como foi o da África do Sul e não lembrava! E agora?? Casal de negros intelectuais não é palatável ao gosto europeu, mas as “mulatas” do carnaval são beeeemmmm palatáveis né?!! Absurdo!!! Revoltada!!!

  5. ter, 26/11/2013 - 22:21
    marcosomag

    Lembrando que a mesma FIFA aceitou uma partida eliminatória da Copa do Mundo no mesmo estádio onde poucos dias antes milhares de pessoas foram presas, torturadas e muitas delas, assassinadas logo após o sangrento golpe de Estado no Chile, em 1973.

  6. ter, 26/11/2013 - 22:12
    Diógenes Oliveira

    Só para constar que o Bangu veio antes do Vasco nesta questao de colocar jogadores negros

  7. ter, 26/11/2013 - 17:16
    andre

    No mundo TODO as torcidas organizadas sao um campo de recrutamento, propaganda e ação neonazista. Qualquer um que estuda o tema sabe disso. Nao estou acusando todos os torcedores de serem neo-nazis, mas que a presença deles e muito grande nas torcidas de futebol e algo sabido e documentado, pelo menos na Europa.

    • qua, 27/11/2013 - 16:19
      Leônidas Feranandes

      De onde foi que você tirou essa de que as torcidas são campos de recrutamento neonazista?assim como em todas as camadas da sociedade há indivíduos com distintas formas de pensar,nas torcidas acontece o mesmo.Há grupos de torcedores que não toleram o racismo e há aquelas que são compostas por racistas;nem todo HOOLIGAN é nazista,nem todo careca é SKINHEAD,nem todo SKINHEAD é racista,nenhum racista é inteligente.

  8. ter, 26/11/2013 - 16:31
    Alex

    Concordo com o que o Felipe Lobo Batista disse: “Só me parece uma pressa em chamar de racismo, sendo que a Fifa anunciou que o sorteio terá Alcione, Margareth Menezes, Olodum e Emicida entre as principais atrações. Como disse, é preciso desconfiar, mas acusar a dizer taxativamente que é racismo me parece coisa de tribunal da internet.”

    Ta parecendo o tribunal do JB…

    • qua, 27/11/2013 - 12:47
      Guilherme

      Então Negro só serve para entretenimento? Ele não tem competência para apresentar, só para armar um palco e dar um show? Isso foi preconceito sim, por que Negro não serve somente para divertir.

  9. ter, 26/11/2013 - 16:26
    RicardãoCarioca

    Eu escolheria uma mameluca e uma cafuza. Pronto.

  10. ter, 26/11/2013 - 16:25
    Fabio Nogueira

    Sugiro um outro casal queridinho da Globo, amado pela direita, idolatrado pelos ruralistas, e ainda mais Padrão FIFA do que este: Bernardo Cabral e Gleisi Hoffmann!

    • ter, 26/11/2013 - 16:27
      Fabio Nogueira

      E ainda casei a Hoffmann com outro! kkkkk!!! É Paulo Bernardo! Kkkk! Pois é, talvez também não fizesse diferença para o “Padrão FIFA” se o marido fosse o Sérgio Cabral.

  11. ter, 26/11/2013 - 14:48
    Malvina Cruela

    futebol, (assim como política e religião) eram antigamente “coisas que não se discute”…nunca pensei que chegaria o tempo que essa trindade seria justamente os ramos mais lucrativos do crime organizado.

  12. ter, 26/11/2013 - 14:17
    Leandro_O

    Jogadores negros ameaçam boicotar a copa do mundo???? Cuidado hein, pois qualquer ameaça de boicote a essa Copa é encarada como uma ameaça ao PT como um todo. Esses “pensadores binaristas” reduzem tudo a uma questão de “oposição X situação”, “esquerda X direita”.

    • ter, 26/11/2013 - 15:11
      Vinicius Garcia

      Leia, por favor antes de postar comentários, o boicote é para a copa na Russia em 2018, e não no Brasil.

      • ter, 26/11/2013 - 16:20
        Leandro_O

        Eu li, gracias. Mas no momento o importante é observar as repercussões aqui no Brasil. No ano que vem, quem viver verá.

  13. ter, 26/11/2013 - 14:08
    Murdok

    Isso é bom por sr. Lázaro sentir na própria pele. Afinal o patrão dele é o maior interessado na copa.
    Globo e vc tudo a ver.

  14. ter, 26/11/2013 - 13:34
    Mário SF Alves

    Não vejo problema. O Lázaro não é aquele que se deixou enfeitiçar pelo Joaquim?

    Não foi ele que, na contramão do sentimento geral, quando já havia ficado claro o absurdo da aplicação indevida da teoria do domínio do fato, foi lá prestar homenagens na posse da presidência do STF? Então?

    ___________________________

    Brincadeira. Acho que posso entender o que se passou na cabeça dele. Até porque deve ter sido bem difícil para ele driblar a pressão.

    _____________________________________________
    Agora, cá entre nós, essa FIFA, hein?

    • cara,a tecnologia evoluiu,mas as mentes e espíritos a consciencia,o bom senso e a moral regrediram!!quando vão aprender q somos humanos,uma raça de Deus!independente da cor,religião e posição social??

      • ter, 26/11/2013 - 17:50
        Mário SF Alves

        Sim, uma raça de semi-deuses. Desculpe-me se lhe pareci insensível e grotesco.
        _________________________
        Reconheço que por mais mal que haja havido naquele linchamento político, o midiático mensalão, o mal não foi realmente absoluto. Escarneceram de nós ao tripudiarem da Constituição, e quase mataram o Genoino, é bem verdade. Mas, pra homens de verdade, a realidade é feita disso mesmo, de choque de opostos. Veja bem, de OPOSTOS. E não falsos opostos, ou opostos travestidos de amigos, opostos dissimulados, opostos fingidos, travestidos de inocentes ou de isentos ou qualquer outra falácia que o valha. Nessa medida, sim, alguma evolução aquele momento nos trará. E que seja em direção a Deus. Oxalá!

  15. ter, 26/11/2013 - 12:56
    Luiz Fernando

    O problema da Fifa na minha opinião é falta de transparência da entidade, o que dá margem para as pessoas pensarem o que quiserem a respeito disso. A Fifa deveria se explicar porque não aceitou o primeiro casal, simplesmente recusar não é o caminho.

  16. ter, 26/11/2013 - 12:25
    Gerson Carneiro

    Cena exibida em novela da Rede Globo:

  17. ter, 26/11/2013 - 11:48
    Narr

    Os racistas imitam-se uns aos outros e os outros é que são macacos?
    Em vez do Pelé, quem deveria representar o futebol brasileiro é a Xuxa.

  18. ter, 26/11/2013 - 11:04
    Gerson Carneiro

    “Brasileiro sofre agressão racista e sai de campo chorando”

    http://www.cartacapital.com.br/sociedade/jogador-brasileiro-sofre-agressao-racista-e-sai-de-campo-chorando-3398.html/view

  19. ter, 26/11/2013 - 10:50
    Carolina

    Não concordo com esse texto. Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert são tão brasileiros quanto Lázaro Ramos e Camila Pitanga. Independente se um vem da Bahia e o outro vem do Sul. Acho que eles fizeram muito bem em aceitar o convite.

    • ter, 26/11/2013 - 14:50
      Malvina Cruela

      acabamos de ouvir a voz da casa grande..

    • ter, 26/11/2013 - 16:37
      Alex

      Concordo com vc,todos somos brasileiros com os mesmos direitos e deveres… não ligue pra malvina Cruela,nesse caso, a voz do coitadismo…

      Teremos Alcione, Margareth Menezes, Olodum e Emicida que irão representar muito bem o povo brsileiro… Sem coitadismo(nesse caso)…

  20. ter, 26/11/2013 - 10:15
    Sérgio Ferreira

    O sorteio para a copa da África do Sul foi apresentado pela “negra” Charlize Theron, salvo engano

    Essa FIFA é sem noção!

    E não venha a Dilma reclamar se houver manifestações no dia do sorteio escondido lá na Costa do Suape

  21. ter, 26/11/2013 - 10:09
    Gerson Carneiro

    E a Rede Globo nem um pio.

    Ah, se não é a Blogosfera Progressista!

  22. ter, 26/11/2013 - 10:06
    Ligeovanio

    Futebol é coisa de alienado. Simples assim.

  23. ter, 26/11/2013 - 10:00
    Werlly Siqueira

    Então um casal de índios, pois são os brasileiros mais puros? Os sulistas também são brasileiros?

    • ter, 26/11/2013 - 10:15
      Zhungarian Alatau

      Sulistas brancos são ou foram vítimas de racismo?

      • dom, 08/12/2013 - 10:03
        Débora

        Os brancos, sulistas que tbm deram muito duro pelo brasil, já que com a imigração italiana foram muitos os que substituiram os escravos negros por uma escravidão branca acabam de sofrer racismo por este comentario.

    • ter, 26/11/2013 - 10:18
      Rodrigo Leme

      Sulistas são tão brasileiros quanto qualquer um, mas quando você busca representar o perfil de país, você não pensa em nórdicos, certo?

      Se a copa fosse na Suécia, seria fora de perfil um casal de negros apresentar o sorteio. E existem negros lá, só que em minoria, oras.

      E o acinte está não na escolha necessariamente, mas na troca.

  24. ter, 26/11/2013 - 9:28
    Rodrigo Leme

    Um absurdo, ainda mais como foi feito. É a FIFA com moralidade e cuecas dizendo que age contra o racismo.

    Na África do Sul quem apresentou o sorteio foi a Charlize Theron, só para constar.

Comentar