VIOMUNDO

Julia Duailibi: Delegados da PF chamaram Lula de ‘anta’ e pregaram voto em Aécio

13 de novembro de 2014 às 11h12

delegado

Delegados da Lava Jato exaltam Aécio e atacam PT na rede

JULIA DUAILIBI, ESPECIAL PARA O ESTADO – O ESTADO DE S. PAULO

13 Novembro 2014 | 03h 00

Durante a eleição, perfis de policiais que investigam o escândalo na Petrobrás chamam Lula de ‘anta’ e replicam conteúdo crítico a Dilma

Delegados federais da Operação Lava Jato, força-tarefa que investiga o esquema de corrupção na Petrobrás envolvendo empreiteiras e partidos, entre os quais o PT, usaram as redes sociais durante a campanha eleitoral deste ano para elogiar o senador Aécio Neves, candidato do PSDB ao Planalto, e atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua sucessora, Dilma Rousseff, que disputava a reeleição.

Em manifestações feitas em perfis fechados no Facebook aos quais o Estado teve acesso, delegados da Superintendência da Polícia Federal do Paraná, órgão onde estão concentradas as investigações, compartilharam propaganda eleitoral do então candidato tucano que reproduzia reportagens com o conteúdo da delação premiada do doleiro Alberto Youssef, segundo a qual Dilma e Lula teriam conhecimento do esquema de desvios – o teor desses depoimentos está sob segredo de Justiça. Os policiais ajudaram ainda a divulgar notícias sobre o depoimento à Justiça de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, no qual disse que o PT recebia 3% do valor de contratos superfaturados da estatal.

“Esse é o cara!!!!”, escreveu no dia 18 de outubro o delegado Igor Romário de Paula, da Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado, ao comentar uma montagem com várias fotos de Aécio, nas quais ele aparece ao lado de diferentes mulheres. As investigações da Lava Jato estão sendo conduzidas por delegados vinculados a Igor de Paula. Ele responde diretamente a Rosalvo Franco, superintende da Polícia Federal do Paraná.

O delegado, que atuou na prisão de Youssef, participa de um grupo do Facebook chamado Organização de Combate à Corrupção, cujo símbolo é uma caricatura de Dilma, com dois grandes dentes incisivos para fora da boca e coberta por uma faixa vermelha na qual está escrito “Fora, PT!”. Esse grupo se autoproclama um instituto cujo objetivo é mostrar às pessoas que “o comunismo e o socialismo são um grande mal que ameaça a sociedade”.

No dia 17 de outubro, Igor de Paula também compartilhou um link da revista inglesa The Economist que defendia voto em Aécio. Na notícia, lia-se: “Brasil precisa se livrar de Dilma e eleger Aécio”.

Entre o 1.º e o 2.º turnos, o delegado também divulgou duas propagandas eleitorais de Aécio. A primeira acusava o PT de perseguir o juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato na Justiça Federal do Paraná. A outra era uma reprodução de uma frase do tucano criticando Dilma, num dos debates na TV: “Que triste o País onde a presidente da República é que determina quem será investigado”.

Coordenador. “Alguém segura essa anta, por favor”, declarou o delegado Marcio Anselmo, coordenador da Operação Lava Jato, em uma notícia cujo título era: “Lula compara o PT a Jesus Cristo”. Ele também falou sobre habeas corpus que foram impetrados nos tribunais a favor dos investigados. “Vamos ver agora se o STF aguenta ou se vai danieldantar”, declarou, numa referência ao banqueiro Daniel Dantas, que teve a prisão revogada pela Corte em 2008.

Ele também compartilhou uma notícia sobre hospedagem de Lula na suíte mais cara do Copacabana Palace. “Assim é fácil lutar contra azelite!!!”, escreveu. Na reta final do 2º turno, fez comentários em outra notícia, na qual Lula dizia que Aécio não era “homem sério e de respeito”. Escreveu: “O que é ser homem sério e de respeito? Depende da concepção de cada um. Para Lula realmente Aécio não deve ser”. O delegado apagou há poucos dias o seu perfil no Facebook.

Abaixo do comentário de Anselmo, o delegado Maurício Grillo, chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários, aproveita para se manifestar: “O que é respeito para este cara?”. Ele é responsável por apurar a denúncia de grampos na cela de Youssef. Grillo também compartilhou propaganda eleitoral do PSDB, como a que dizia que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobrás. “Acorda!”, escreveu ele ao comentar a reportagem com o título: “Lula e Dilma sabiam de tudo”. Em outro post, Grillo comentou um vídeo no qual uma apoiadora de Dilma está descontrolada, xingando universitários: “As pessoas que apoiam o PT. kkkkk. Alto nível”.

A delegada Erika Mialik Marena, em cuja delegacia, a de Repressão a Crimes Financeiros e Desvios de Recursos Públicos do Paraná, estão os principais inquéritos da operação, manifestou-se em uma notícia sobre o depoimento do ex-diretor da Petrobrás à Justiça Federal. “Dispara venda de fraldas em Brasília”, comentou a delegada, que usa o codinome “Herycka Herycka” no Facebook. Anselmo comenta logo depois: “Haja fraldas”.

Anselmo também se manifesta sobre a prisão da doleira Nelma Kodama: “Bye, bye, Japa… vai trabalhar na cadeia agora”.

A Operação Lava Jato foi deflagrada em 17 de março. No alvo das investigações estão doleiros, integrantes da Petrobrás, empreiteiras e executivos – quatro pessoas já firmaram acordos de delação premiada.

Sem resposta. Os comandos da Polícia Federal no Paraná, onde atuam os policiais da Lava Jato, e em Brasília, sede do órgão, não comentaram as manifestações dos delegados nas redes sociais no período eleitoral.

Leia também:

Dilma e a suite do Catar: Como subir na vida em um dos jornalões

 

36 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Messias Franca de Macedo

15/11/2014 - 22h13

EXTRA! EXTRA! EXTRA!…

###################

“Injusto é pagar imposto no Brasil”: a 1ª reportagem da série do DCM sobre a sonegação da Globo

Por jornalista Joaquim de Carvalho

Postado em 15 nov 2014

FONTE: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/injusto-e-pagar-imposto-no-brasil-a-1a-reportagem-da-serie-do-dcm-sobre-a-sonegacao-da-globo/

Responder

Arnaldo Costa

14/11/2014 - 16h22

É novidade para alguém ter corrupção nessas empreiteiras? É novidade ter corrupção na Petrobras? Até aonde consigo retroceder, desde a década de 80 que a farra come solta nesses lugares. Mendes Junior organizava orgias para demotucanos. Querem enganar a quem?

É um tremendo absurdo o que está acontecendo com nossas instituições, estão totalmente tomadas por demotucanos partidarizados e ensandecidos. Paulo Costa é demotucano e como tal está ligado a vários deles. Foi colocado por FHC no comando da Petrobras, época em que a Estatal foi saqueada. Youssef é amigo íntimo de Álvaro Dias. Por que essas informações não aparecem? Onde estão as ligações dessa corja? Estão queimando provas? Cansamos de ser enganados! Temos órgãos de governo aparelhados e a serviço dessa máfia. Um grande absurdo, uma aberração! Tanto Youssef quanto Paulo Costa, além de advogados, investigadores e pessoas ligadas à justiça são puro sangue tucanos. OAS, Mendes Junior, Odebrechet e outras, cresceram às custas de demotucanos. A própria OAS está ligada à ACM e companhia. Não chegarão aos grandes corruptos? Não pegarão os falastrões tucanos? São imputáveis?

Responder

Arnaldo Costa

14/11/2014 - 15h59

É um tremendo absurdo o que está acontecendo com nossas instituições, estão totalmente tomadas por demotucanos partidarizados e ensandecidos. Paulo Costa é demotucano e como tal está ligado a vários deles. Foi colocado por FHC no comando da Petrobras, época em que a Estatal foi saqueada. Youssef é amigo íntimo de Álvaro Dias. Por que essas informações não aparecem? Onde estão as ligações dessa corja? Estão queimando provas? Cansamos de ser enganados! Temos órgãos de governo aparelhados e a serviço dessa máfia. Um grande absurdo, uma aberração! Tanto Youssef quanto Paulo Costa são puro sangue tucanos.

Responder

Elias

14/11/2014 - 11h58

Quando um deputado, um senador fere o decoro parlamentar o Conselho de Ética entra em ação. No caso desses delegados como é que fica? Ou não fica?

Responder

Eduardo

14/11/2014 - 10h18

Com base no que leio, parece que há uma força tarefa na Policia Federal do Paraná levando à prática um esforço policial de golpe politico, forjando bases para impeachment! Que democracia é essa que o povo lutou tanto para conquistar? Aí sim, caberia imediata investigação das forças armadas! Fora a a PF do Paraná!

Responder

Messias Franca de Macedo

14/11/2014 - 08h06

Cardoso, o Lento, pede sindicância sobre “delegados do Aécio”

Autor: jornalista Fernando Brito
13 de novembro de 2014 | 19:33

(…)

FONTE: http://tijolaco.com.br/blog/?p

LÁ VEM O MATUTO AGONIADO!

… Eu queria é saber a quantas anda o processo do ‘miniSTRO’ ‘Zé Tucano’ da *Justiça contra o correligionário (sic) José Aníbal!…

*Justiça? Qual Justiça?!…

Os delegados da PF “do candidato DEMoTucano Aécio ‘Never’” devem estar rindo a se esbaldar de preocupação com o atual diligente (idem sic) ‘miniSTRO’ da Justiça!…

EM TEMPO: ah essa ABIN do ‘[tíbio] PT da Governança’!

EM TEMPO II: presidente Dilma Rousseff, não estaria mais do que na hora de repatriar o ínclito delegado Paulo Lacerda?

E a Satiagraha?!…

Tarso Genro para o MINISTÉRIO da Justiça a partir de janeiro de 2015, e estamos conversados!

Ou não?!…

Ou a militância aceitará a saga de continuar comendo poeira e ouvir os desaforos dos estropícios da DIREITONA?!…

Responder

Messias Franca de Macedo

14/11/2014 - 08h00

… Em apenas uma investigação [e jornalística], a Julia Duailibi [e, pasme, do ‘Estadão’!] produziu mais benefícios à sociedade brasileira em comparado à ‘Jestão’ plena do ‘miniSTRO’ Zé Tucano’ da Justiça!…

Maior legado também em relação à ABIN do ‘[tíbio] PT da Governança’!

Entre a jornalista Julia Duailibi e o ‘Zé Tucano’, quem o(a) (e)leitor(a) prefere no comando do Ministério da Justiça a partir de primeiro de janeiro de 2015?!…

O matuto, aqui, não tem a menor dúvida!…

Do contrário, não há governo trabalhista que se sustente!…

Responder

Sandro

14/11/2014 - 04h41

Caro Fabio Silva, a CPMF foi extinta porque era um bom imposto fiscalizatorio, os proprios funcionarios do alto escalão da Receita Federal e da Procuradoria da Fazenda Nacional, temia que com a prorogação da CPMF, esse imposto poderia tornar-se definitivo, consequentemente, o governo federal contrataria menos funcionarios para a Receita Federal, e a Procuradoria da Fazenda Nacional, visto que não necessitaria de contigente enorme de funcionarios para esses orgãos, com um bom programa de computador (informatica), era possivel efetuar todo o trabalho da Receita Federal, e com maior rapidez, por outro lado, era quase impossivel sonegar impostos, se o IRPF E IRPJ, fosse cobrado no molde da “CPMF”, não haveria necessidade de declaração de IRPF e IRPJ, para que isso acontecesse, bastava que essa cobrança do imposto tivesse aliquota progressiva, quem ganhasse até R$ 2.800,00 (dois mil e oitocentos reais) a aliquota seria ZERO, a partir desse valor, a aliquota seria de 0,5 até atingir 25 ou 35%, as deduções todas elas seriam extintas, é uma “PERVERSIDADE” um cidadão ganhar R$ 5.000,00, os filhos estudarem nas melhores colegios, ter a melhor assistencia medica, e outras beneses, e o governo “DEVOLVER” a ele o dinheiro que ele pagou para usufruir desse “CONFORTO”, é o mesmo que, o cidadão que come caviar, o goberno pagar a conta do restaurante dele, e um trabalhador autonomo, que ganha pouco mais que um salario minimo, e só tem condições de pagar um PF, o governo não paga esse PF (não confundir com Policia Federal)a PF ganha muito bem, nenhum funcionario ganha menos de R$ 4 mil reais.

Responder

    Roberto Correa

    19/06/2015 - 19h41

    Voce entende alguma coisa de imposto de renda? Me mostre onde fala que eh devolvido o que se paga em saude , escola no imposto de renda. Eu faco o IR nessa faixa salarial e nao existe isto de devolver o que se paga. Ha sim, uma compensacao percentual bem pequena e deveria ser maior, pois o governo nao esta tendo nenhum gasto escolar e de saude com meus filhos, estou gerando emprego de professores com salarios dignos e muito mais. Por favor me mostre onde vc viu isto.

Edgar Rocha

14/11/2014 - 01h25

Vejamos: Judiciário, imprensa PiG, governos estaduais do PSDB, ministério público, maioria da Câmara dos Deputados (agora de direita), poder paralelo e, agora a PF.

E o que resta de espaço de atuação pra se alcançar as mudanças necessárias? Governo Federal e maioria popular. É uma luta desigual. Causa perdida.

Negociatas, acordos e retrocessos. Vem tempestade por aí e não é líquida. Talvez, pastosa. O PT vem perdendo as balas na agulha que contiveram ataques agressivos contra os projetos sociais. Se as instituições que denunciam, investigam, julgam e prendem debandarem de vez pro lado oposto, não haverá resposta, argumentação nem Estado de direito capazes de sustentar um embate verdadeiramente democrático no jogo político. Vai ser um massacre.

Está chegando a hora inevitável da nêmesis. Duro isto. Não é o que se deseja ao país, nem ao povo. Mas, de uma vez por todas deve-se aprender que o avanço real só acontece mediante um estado de integridade. Lembrando um belo filme – Cruzadas – “ou é um reino de consciência, ou nada”. Esperemos que se tenha semeado nestes últimos anos alguma semente de nova consciência. Oremos.

Responder

Marat

13/11/2014 - 22h40

Em pleno século XXI certas pessoas continuam usando o público para seus interesses particulares. Pena de demissão seria um bom começo!

Responder

Heitor

13/11/2014 - 21h52

Ou seja, o juiz Moro, parte da PF e parte do MP estão em conluio com os bandidos delatores.
Quanto ao Ministro da Justiça, já foi tucano. Não confio.
O STF tem que se manifestar o quanto antes.

Responder

Julio Silveira

13/11/2014 - 21h32

Alguem aqui duvida que o Ministro da Justiça seja nada alem de apenas um burrocrata almofadinha com pretensão a estabilidade no emprego? Eu não duvido.

Responder

Zanchetta

13/11/2014 - 21h03

Funcionários do Correio fazendo propaganda da Dilma… PÓDE!
Delegados da PF fazendo propaganda do Aécio…. NÃO PÓDE!

Responder

Ana Beatriz

13/11/2014 - 20h29

É lamentável ver a postura de tais delegados da PF em relação a política, a ética e o bom senso passaram longe deles. Todos eles tem o direito de votar e criticar (desde que com argumentos e sem baixarias) quem quiserem, mas a partidarização da PF, que é o uso de cargo público para promoção da candidatura do candidato Aécio Neves, é um golpe baixo, e acaba espalhando cada vez mais o preconceito e ódio contra o PT. O caso deve ser apurado com rigor, pois o uso político e o “golpismo” engendrado por esses policiais e a mídia corporativa não foi uma atitude ”legal” para esses delegados.

Responder

Vilson Tosatti

13/11/2014 - 19h41

Em minha opinião, pessoas importantes e de cargos importantes como esses delegados da Polícia Federal, mesmo sabendo da possibilidade ou tendo certeza da corrupção de certas pessoas, deveriam ficar em sigilo e não divulgar certas informações ou até mesmo postar coisas denegrindo a imagem de pessoas que grande parte dos cidadãos admira… Outra coisa que se deve destacar é também o fato deles demonstrarem publicamente seu voto ao Aécio Neves…

Responder

Arquimedes Andrade

13/11/2014 - 17h47

O assunto merece apuração rigorosa pela direção da Polícia Federal (PF).
Os fatos indicam falta grave, partidarização da PF, uso de cargo público para promoção da candidatura do candidato Aécio. E ainda, joga por terra
a credibilidade da “Operação Lava a Jato”.
O STF deve apurar com rigor o uso político e o “golpismo” engendrado por
esses policiais e a mídia corporativa. O PT deve fazer um amplo esclarecimento público desse jogo sujo e dos risco à democracia, que custou tantas vidas e sofrimento da esquerda e do povo brasileiro.

Responder

FrancoAtirador

13/11/2014 - 16h44

.
.
O Servidor Público e o Dever de Guarda de Sigilo

Não há a necessidade de dano
decorrente da revelação do segredo,
bastando somente o fato de noticiar,
informar a terceiros não autorizados,
o conteúdo da matéria classificada como segredo.

Constitui-se, portanto, ilícito disciplinar formal,
dispensando-se a ocorrência de danos
ao serviço público ou a particulares.

Leia mais: http://jus.com.br/artigos/22921/o-servidor-publico-e-o-dever-de-guarda-de-sigilo#ixzz3Iyn4lSxF

(http://jus.com.br/artigos/22921/o-servidor-publico-e-o-dever-de-guarda-de-sigilo)
(http://jornalggn.com.br/noticia/como-os-delegados-da-pf-colocaram-o-governo-de-joelhos)
.
.

Responder

paulo bueno

13/11/2014 - 16h16

todos os servidores publicos federais fizeram campanha contra o PT
o motivo é a falta de aumento nos ultimos 8 anos
para PF e MPU e justiça federal…..
abre o olho PT
DILMA libera aumento pros servidores
senão 2016 será igual ou pior.

Responder

    Mário SF Alves

    13/11/2014 - 18h16

    Bueno,

    Ainda vale a assertiva: não alimente trolls. Ou não?

Carlos

13/11/2014 - 16h11

Quem tem a informação tem o poder. Os delegados vazaram tudo que podiam contra o PT até conseguirem a edição e aprovação da MP 657 a toque de caixa pelo Senado no dia 11/11/204, o que lhes confere mais poderes ainda. Agora a bola está com a presidenta Dilma que pode decidir se quer continuar criando cobras ou quer ouvir as demais categorias da PF e torná-la uma polícia mais democrática. Com a palavra a presidenta.

Responder

Roberto

13/11/2014 - 15h30

Vale relembrar: Durante os 8 anos de FHC os salários dos servidores públicos federais permaneceram congelados. O quadro de servidores da PF era diminuto e havia poucas contratações. Aqui em SP a sede da PF era no Largo do Paissandu, um prédio horrível e atualmente abandonado (invadido por sem tetos).
Após Lula assumir houve imediato reajuste salarial, contratações em massa, investimentos nas infraestrutura (atualmente a sede da PF fica em prédio novo e especialmente construído para a PF) na Barra Funda.
Prédios modernos, contratações, aumento salarial.
O FHC era bom e o Lula é uma anta.
Espertos são os delegados da PF.

Responder

    Sidnei Brito

    13/11/2014 - 17h35

    Os concursos cada vez mais difíceis têm propiciado uma bela de uma “meritocracia”, permitindo ingressar sobretudo aqueles que tiveram acesso a boas escolas ou pessoas com condição de pagar bons cursinhos preparatórios, geralmente bem caros. O resultado é que já ingressa uma rapaziada de perfil classe média/média alta, que traz tal traço ideológico de berço.
    Outros até que já estão no funcionalismo federal há muito tempo e sofreram os anos FHC. Mas faz tanto tempo, né? O salário, mesmo no caso de categorias que vêm sofrendo sistemático achatamento (como no caso dos servidores do Judiciário), é substancialmente mais alto do que o grosso do da população brasileira que trabalha no setor privado. Mais uma vez, trata-se de questão de classe.

    Mário SF Alves

    13/11/2014 - 18h19

    Terrível é pouco.

    O nível de educação política avaliada nestes concursos é igual a zero.

Fabio Silva

13/11/2014 - 15h10

Há alguns anos que as tentativas de golpe de estado vêm desses setores. Enquanto isso, os coxinhas pedem intervenção militar – burros, não têm nem competência para reconhecer quem são os seus heróis de verdade.

Fico pensando nos crimes financeiros de grande envergadura que não são investigados, nos bilhões de reais desviados de impostos sonegados e enviados a paraísos fiscais no exterior pelas elites econômicas… Afinal, essa revolta contra Lula e o PT não é apenas preconceito contra nordestinos, pobres e gente diferenciada. A ira insana evidencia que se trata de algo mais fisiológico, de lá do fundo do estômago – é instinto de autoproteção individual associado a uma identificação de classe.

Felizes os anos em que havia CPMF para fazer o cerco a certos criminosos cruzando dados financeiros, sem precisar da boa vontade desses delegados que amam Miami.

Responder

L@!r [email protected]+35

13/11/2014 - 14h42

Pergunta básica: alguém vai levar, ao menos, uma bronca?

A propósito, cadê o processo da Dilma contra a Veja?

Responder

Gilson

13/11/2014 - 14h33

E ainda ganharam a mpv 657/14 de presente. Hoje são donos da PF, parabéns Brasil. O PT só faz lambança.

Responder

monge

13/11/2014 - 13h56

como podem ainda permanecer nas “funções”? Só no Brasil, onde esses cargos parecem
fixos. Ou a Dilma elimina essas forças(congresso inclusive), ou o diabo (USA etc)
nos arrebata.
UMA NÃÇÃO NÃO PERMANECE, SE É VÍTIMA DA INAÇÃO!

Responder

Arlene

13/11/2014 - 13h18

Infelizmente, ao final ficará o dito pelo não dito como sempre. E mais uma vez não haverá punição nem responsáveis!!

Responder

Vlad

13/11/2014 - 13h15

No caso, caberia direito de resposta e indenização por danos morais.
Às antas.

Responder

    Luiz

    13/11/2014 - 14h42

    tucaninho

    que choro é esse ?

jose

13/11/2014 - 12h30

Esta é a colheita que o PT semeou, enquanto policiais cumprem seu dever, enquanto cidadaõs as opnio~es pessoais sempre haverão de existir.

Responder

J.Carlos

13/11/2014 - 11h56

Se a tal delação premiada de “bandidos profissionais” (segundo o juiz tucano do PR), que na verdade não passaram de chantagens, estava sob sigilo, tanto que nem a Presidência da República, nem a CPI da Petrobrás, nem os ministros do STF tiveram acesso à mesma, porquê os policiais da PF tiveram a liberdade de comentá-las publicamente? Que privilégio é esse? O fato de ofenderem a Presidenta, autoridade máxima no Poder Executivo, em redes sociais, portanto publicamente, é legal? Está dentro dos padrões de ética administrativa do Ministério da Justiça e da PF? É este o “código de ética” dos servidores da PF? Porquê estes delegados podem mais do que todos? Foram eles que vazaram seletivamente as chantagens dos “bandidos profissionais”? Afinal de que lado está a PF? Do bem ou do mal? O que a Direção-Geral do órgão pretende fazer? Provavelmente nada e ainda vai aplaudir a conduta destes reprováveis delegados.

Responder

    alvaro

    13/11/2014 - 13h42

    Com a palavra o excelentíssimo senhor ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso.

    Mário SF Alves

    13/11/2014 - 18h13

    E, detalhe, o tal sujeito sente-se à vontade, abre o bocão e, dando azo aos neofascistas, berra aos quatro cantos da rede o quanto é incapaz. Incapaz de enxergar qualquer coisa além de socialismo e coumunismo, por mais extemporâneo e demodè que isso seja.
    _____________________
    Quer saber? São todos concursados, não são? Então? Estão sujeitos às normas [e ética] do Serviço Público não estão?

    Detalhe: a maioria deles só está lá porque o governo que eles tão absurda e ingenuamente condenam os contratou. Um governo que só os contratou por ser anti-capital financeiro e anti-estado mínimo neoliberal, diga-se de passagem.

    _________________________________
    Outra coisa. Começo a crer que o nível desses concursos deixa a desejar. Em política, especialmente, a nota é zero.

FrancoAtirador

13/11/2014 - 11h31

.
.
Os servidores fizeram isso na cara-dura, um mês atrás,

e a Repórter do Jornaleco é quem faz uma investigação

e a torna pública (depois da eleição, é claro e óbvio),

exercendo atribuição do Diretor-Geral da Polícia Federal,

do Ministério da Justiça, e do Ministério Público Federal

que simplesmente delegam poderes de sindicância à Imprensa.

Esses é que na real merecem levar uma Capa de Veja no Focinho.
.
.

Responder

Deixe uma resposta