VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Globo esconde os paneleiros que ela mesmo incentivou, denunciados pela Paraíso do Tuiuti; veja você mesmo o vídeo

12 de fevereiro de 2018 às 12h05

Da Redação

Era madrugada no Rio quando a Paraíso do Tuiuti entrou na Marquês de Sapucaí cantando:

Não sou escravo de nenhum senhor
Meu Paraíso é meu bastião
Meu Tuiuti o quilombo da favela
É sentinela da libertação

A ideia do enredo era mostrar que a escravidão acabou, só que não. Ela continua, sob outras formas.

E era impossível entender o enredo por completo sem considerar o último carro alegórico, que trazia no topo um vampiro com faixa presidencial e atrás uma carteira de trabalho esfarrapada.

Só que os que assistiram a transmissão pela Globo podem não ter entendido nada.

Quando a ala do trabalho informal entrou, por exemplo, Fátima Bernardes disse: “Os pequenos negócios amadores… que sustentam muita gente que não tem vínculo empregatício”.

“Única saída”, frisou o comentarista Milton Cunha.

Bem que ele tentou, fazendo menção direta ao vampirão (com semblante de Michel Temer, diga-se).

Mas, ficou nisso…

A transmissão da Globo não estabeleceu relação entre os patos da Fiesp e os paneleiros que ela tanto promoveu — ambos presentes no desfile da Tuiuti — o impeachment de Dilma Rousseff, a ascensão do governo Temer e a reforma trabalhista que ele “comprou”  e ela, Globo, apoiou — representadas na avenida pelas carteiras de trabalho semi-destruídas.

Ou seja, a Globo tirou a História da História.

Quando passou a ala Manifestoches, por exemplo, a única menção de Fátima Bernardes foi a “manipulados fantoches”, sem citar os paneleiros convocados pela própria TV Globo para derrubar Dilma Rousseff — o que abriu caminho para o vampirão e a reforma que destrói direitos, a “escravidão moderna” que a Tuiuti também pretendia denunciar.

O assunto bombou nas redes sociais, o samba foi cantado nas arquibancadas, mas no pós-desfile não houve uma única menção no estúdio da Globo ao protesto da Paraíso do Tuiuti, a não ser para falar genericamente de escravidão.

A observação do jornalista Mário Magalhães no twitter (abaixo) foi a de muitos telespectadores que compararam as imagens do desfile com a narração da Globo.

Veja você mesmo, a partir dos 43’48 do vídeo acima.

PS do Viomundo: Curiosamente, quando passou mais tarde pela avenida, no desfile da Mangueira, um carro com críticas ao prefeito Marcelo Crivella — “prefeito, pecado é não brincar o Carnaval”, dizia o letreiro –, a narração da Globo não só leu o que estava escrito, como deu um close no boneco de Judas com o rosto de Crivella. Ficou tudo bem explícito e explicado.

Leia também:

Huck comprou jatinho com o seu, o nosso dinheirinho: R$ 17,7 milhões

23 - fev 0

Ações contra Paulo Preto em SP detalham os esquemas que ele montou, sem ser incomodado pela Lava Jato

Não ponho a mão no fogo nem pelos meus filhos. Aloysio Nunes Ferreira, hoje chanceler, sobre seu amigo Paulo Preto, no Roda Viva Da Redação O Palácio dos Bandeirantes está nervoso. É que Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, chegou à Desenvolvimento Rodoviário S/A, a Dersa, pelas mãos de Geraldo Alckmin, em 2005, às […]

 

19 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Livia

15/02/2018 - 19h25

Globo sendo Globo. Mas melhor que tudo é o silencio dos “jornalistas” na descrição do desfile. Todo mundo viu a faixa presidencial no vampirão, todo mundo sabia de quem se tratava. A globo foi obrigada a enfiar e a vincular o desfile maravilhoso e que representa a população pela goela abaixo. Teve que engolir todo o jornalista fantasioso que cria em relação as reformas propostas pelo presidente golpista sugador de direitos do povo. O comentário de Alex Escobar nada mais mostra como os empresários e ricos se comportam perante as reformas propostas. Riem da cara da sociedade que sustenta esses marginais Globais. Não assisto mais TV aberta, mas gostaria de ter assistido. E não seja por isso, a internet é ainda é livre!!

Responder

Alessandro

13/02/2018 - 12h00

Faltou a escola mostrar também o Lula abraçado com o Cabral rasgando que ele era o melhor governador do Brasil e que se desse mudaria o título para o rio de janeiro para votar no Cabral… Ia ficar legal em cima do carro uma caricatura ou sei lá qualquer coisa assim. Enfim seria bacana ilustrar já que o estado está quebrado graças ao Cabral e seus amigos políticos influenciando até na verba do carnaval isso para não enumerar tudo que vem acontecendo com os cariocas salários atrasados e estado sucateado em todos os sentidos. Devem ter esquecido né ?

Responder

    Ricardo JC

    13/02/2018 - 19h49

    Este vestiu a carapuça com juma perfeição…
    Deve ter se identificado muito com a ala dos Manifestoches.
    Pobre Brasil!!!

    Livia

    15/02/2018 - 19h32

    Acho que não esqueceram, porém não deram importância, pelo simples fato que Lula, apesar de tudo representa a população e está junto aos pobres. Sabemos que políticos são políticos, mas na história deste país, nenhum governo fez tão mau a população como este. Retirando direitos conquistados perante anos! Quem aceita essas reformas praticamente se admite uma pessoa não merecedora de conquistas históricas de pessoas que morreram e lutaram com o povo. Lula é mais um que luta pela população. Moro é um bosta da elite que nem mora mais aqui no Brasil. A lava jato que consistia em prender corruptos acabou com o processo do Lula, será que era pra prender os corruptos ou prender o Lula? Cadê a lava jato? Acabou os corruptos? Tantas denuncias pra debaixo do tapete. Lula será presidente, a população votará nele, por que ele merece, porque foi humilhado como fazem conosco! Não somos escravos! Viva Tuiuti!

Benedito Teobaldo da silva

13/02/2018 - 11h47

Não podia se esperar que a rede Globosta mostrasse com detalhe toda a sujeira que ela própria incentivou e apoiou!! Em tudo caso ver a cara lambida da Fátima Bernardes de surpresa sem saber o que dizer já foi uma grande Vitória! E pouco importa se a rede Globosta oculto o fato ou não o povo tá acordandoveca internet tai …eu mesmo não assisto essa vista a 14 anos da Paraíso da Tuiuti tá de parabéns! Foi sem dúvidas melhor, (ENBORA A REDE GLOBOSTA VÁ FAZER DE TUDO PARA DESTRUIR A ESCOLA) MAS o povo tá com vc TUIUTI!!

Responder

JULIO CEZAR DE OLIVEIRA

13/02/2018 - 11h03

É uma pena o luciano huck não ter comprado o jatinho quando estávão compondo o samba,um jatinho na avenida ficaria muito lindo.

Responder

Izak

13/02/2018 - 10h19

A verdade é que duas das maiores rede de televisão brasileira! Estão igual aos nossos partidos político. Brigão pelo poder! e não pela população, sendo que é o povão quem os sustentam dando audiência! O já teriam que saber que políticos e a mídia não estão nem ai pra nós!

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

13/02/2018 - 10h05

Essa é a rede de televisão que mantém os coxinhas/patinhos BEM INFORMADOS, e que É ISENTA. Que piada!

Responder

Di Fig

13/02/2018 - 07h35

Globo sendo Globo, apenas isso. Parabéns ao Tuiuti pela ousadia de tentar mostrar ao mundo as aberrações cometidas pelo Vampirão sob a visão complacente dos paneleiros, que aliás sumiram (quem são, onde estão, como vivem?)

Responder

Paulo sultanum

12/02/2018 - 22h53

Tb não gosto da Globo prefiro os jornais da Band !Mas….a criatividade de vcs aí de cima é pra rir….

Responder

    Ruy Mauricio de Lima e Silva Neto

    13/02/2018 - 11h12

    Já me refugiei por muito tempo no telejornal da Bandeirantes, mas depois me toquei que era mais ou menos a mesma coisa, que é apenas uma emissora que anseia um dia chegar à Grobo. A ideologia é rigorosamente a mesma se não for pior, com aquela tabelinha Saad-Mitre-Boechat. Eu se fosse você apelaria, como venho fazendo, para o jornal mais simples e despretensioso da Gazeta (às 7 da noite), onde pelo menos Gamberini é infinitamente melhor que os outros dois arrogantes, Stella Gontijo é uma graça (embora ultimamente se abra demais, à la Grobo, quando o assunto é popularesco – carnaval, futebol, Corinthians, Palmeiras, Flamengo, basquete feminino, etc, nos bons moldes Fátima, Poeta, Renatinha e Annete Stroysberg, sei lá, Sandra Annenberg), e ainda temos, como alívio e lavagem d’alma, os comentários ácidos e objetivos, às 2ªs e, às vezes, às 4ªs, do grande Bob Fernandes.

Silas

12/02/2018 - 19h22

Vcs viram o que o Escobar, comentarista do carnaval da globo, falou aí no video, que ele tem uma carteira de trabalho em casa sem nenhuma assinatura. Em outras palavras, na visao dele, nao serve pra nada a profissional.
Ou seja, só ta preocupado com ele. Que se lasque os desempregados.

Responder

    Carlos Dias

    13/02/2018 - 01h04

    Sem querer defender o global, mas ele disse que era porque ele era músico.

    Mark Twain

    13/02/2018 - 19h35

    Carlos Dias: Então não usa, porque não quer, não porque está desempregado.
    Pega tua falácia e enfia.

humberto

12/02/2018 - 16h53

Boa foi a participação do Alex Escobar ao dizer que a carteira de trabalho dele não tem nenhuma assinatura.

Responder

    Mark Twain

    12/02/2018 - 22h51

    Boa? Não foi boa não, para ser boa tem de ser inteligente. Foi imbecil mesmo.
    Que nem você.

Sertanejo/PE

12/02/2018 - 16h50

Globo e bosta sou mais a bosta.

Responder

Christian

12/02/2018 - 16h41

E no compacto exibido há instantes a Globo escancarou: o desfile da Tuiuti foi exibido em SILENCIO, com a edição cortando todo o conteúdo crítico/político da apresentação. Um episódio que já entra para a extensa lista de atos vergonhosos da emissora.

Responder

Julio Silveira

12/02/2018 - 14h05

É a Globo sendo a Globo de sempre, e seguindo a maxima cultural do “ o que for bom a gente aproveita o que for ruim a gente esconde”. Pratica comum de dez entre dez hipocritas empoderados deste país, que tem a Globo como principal indutora cultural.

Responder

Deixe uma resposta