VIOMUNDO

Alckmin contrata empresas acusadas de envolvimento no propinoduto tucano

26 de agosto de 2013 às 10h44

por Conceição Lemes

Atente bem às datas em negrito desta reportagem. No final, vai descobrir por quê.

19 de julho. A IstoÉ  revela um esquema de fraude e superfaturamento em licitações realizadas pelo Metrô e pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) para aquisição de vagões de trem, manutenção e construção de ferrovias e linhas de metrô.

O conluio operou durante os últimos 20 anos de governos do PSDB. O objetivo seria, além de favorecer as “empresas-parceiras”, abastecer um milionário propinoduto para políticos tucanos. Estimam-se que os cofres paulistas tenham sido lesados em, pelo menos, R$ 450 milhões.

22 de maio. A investigação que permite tudo isso vir à tona começa a partir de um acordo de leniência firmado nessa data. Foi entre a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa  Econômica (Cade), a Siemens, a multinacional alemã que participava da armação, o Ministério Público Federal (MPF) e o do Estado de São Paulo (MP-SP).

Em troca de imunidade civil e criminal para si e seus executivos, a Siemens abre o bico. Confessa como ela e outras companhias formaram cartel para manipular concorrências, com preços superfaturados, e corromperam autoridades ligadas ao PSDB e a servidores públicos de alto escalão.

A Siemens delata também as outras empresas que atuavam no “projeto”:  Alstom (francesa),  Bombardier (canadense),  CAF e Temoinsa (espanholas),  ABB (sueco-suíça) e  Mitsui (japonesa). A investigação inclui, ainda, a Trans e outras empresas de menor porte, entre as quais Tejofran,  MGE,  TCBR Tecnologia, Iesa e Serveng-Civilsan.

4 de julho. Agentes do Cade e da Polícia Federal  fazem uma operação em 19 empresas localizadas em Brasília (DF) e em Diadema, Hortolândia e São Paulo (SP).

Segundo nota do Cade, pelo menos, estas cinco licitações podem ter sido alvo do suposto cartel:

a) Construção da Linha 5 (fase 1) do Metrô de São Paulo;

b) As propostas para a manutenção do trem de a série 2000, 3000 e 2100, a partir da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM;

c) Manutenção do Metrô do Distrito Federal;

d) de extensão da Linha 2 do Metrô de São Paulo;

e) Projeto “Boa Viagem” da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, que visa a reforma, modernização e manutenção de trens;

f) As propostas para a compra de vagões de trem pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, com os objetivos de desenvolvimento de sistemas, formação do pessoal, e dando apoio técnico e complementar serviços.

De acordo com a Siemens, a fraude durou, no mínimo, de 1998 a 2008.  Já promotores paulistas suspeitam que o cartel ainda atue no Metrô de São Paulo capital.

2013. Uma busca minuciosa que fizemos no Diário Oficial do Estado de São Paulo revela que as empresas do cartel denunciado pela Siemens seguem ganhando licitações para reforma/manutenção e compra de trens da  CPTM. E o governo Geraldo Alckmin (PSDB) continua contratando-as.

Há indícios da participação do cartel denunciado em contratos assinados em 2013, como demonstra a tabela abaixo.  Ela foi feita a partir de dados do DOESP. Os oito contratos encontrados somam R$ 2,7 bilhões.

[Ajude nossa investigação. Clique aqui para assinar o Viomundo]

CONTRATOS PARA COMPRA DE NOVOS TRENS ASSINADOS APÓS DENÚNCIAS VIREM A PÚBLICO

Os seis primeiros contratos da tabela elaborada pelo Viomundo  referem-se à reforma/manutenção de trens já em circulação. Totalizam R$ 907 milhões e foram assinados no primeiro semestre de 2013.

Aqui, vale relembrar, que a Siemens denunciou como integrantes do cartel que viciava licitações, superfaturava-as e utilizava terceirização ou subcontratação para beneficiar todas as empresas do esquema, a saber: Alstom, Bombardier, CAF, Temoinsa, ABB, Mitsui, Trans, Tejofran, MGE, TCBR Tecnologia, Iesa e Serveng-Civilsan.

E quem ganhou a concorrência aberta em 2012 pela CPTM para manutenção/reforma de 196 trens (três a quatro carros cada), dividida em 6 lotes, que correspondem aos seis primeiros contratos da tabela acima?

A  CAF (delatada pela Siemens) foi vitoriosa em duas licitações e os consórcios TMT, em quatro.

Os consórcios TMT envolvem a Temoinsa (sempre), Trans Sistemas de Transportes e Trail Infraestrutura.  A Temoinsa e a Trans são citadas como integrantes do concluio que envolvia superfaturamento e desvio de verbas.  A Trail Infraestrutura, que poderia não ser do cartel, pertence aos controladores da Tejofran, envolvida nas denúncias.

Chama-nos a atenção o fato de que em todos os lotes para reforma de trens da CPTM só empresas denunciadas pela Siemens como integrantes do cartel tiveram propostas válidas.

Isso, por si só,  já é indício fortíssimo que deveria ser investigado pelo Ministério Público.

O próprio MP, aliás, apontou para essa questão em outros quatro contratos para reformas de trens do Metrô, realizados entre 2008 e 2009 e ainda em vigor, que custaram R$ 1,8 bilhão.

Em despacho sobre esses mesmos contratos do Metrô, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo concluiu:

“A análise das presentes contratações revelou um contexto no qual houve apenas uma proposta do licitante único de cada lote. Em outras palavras, não houve propriamente uma disputa licitatória, mas, uma atividade de consorciamento, reunindo duas ou três empresas em cada consórcio, que por sua vez, ofereceu a proposta única de cada respectivo lote”.

Os dois últimos contratos da tabela acima são relativos à  compra pela CPTM de novos trens, que custarão aos cofres públicos R$ 1,8 bilhão.

Um deles foi com a mesma CAF (vencedora nas licitações para  manutenção). O contrato foi assinado em 31 de julho de 2013 e publicado no DOESP de 2 de agosto de 2013.

O outro contrato para aquisição de novos trens foi feito com o consórcio Iesa-Hyundai Rotem, assinado em 9 de agosto de 2013. A assinatura saiu no DOESP saiu em 13 de agosto de 2013. A Iesa também está sendo investigada como integrante do cartel fraudador.

Ou seja, os dois contratos para aquisição de novos trens foram assinados após a delação da Siemens ter se tornado pública, através da reportagem da IstoÉ, em 4 de julho.

LAVORENTE, UM DOS HOMENS DO PROPINODUTO TUCANO, ASSINA OS EDITAIS DESSAS LICITAÇÕES

Curiosidade: assinam os editais para reforma/manutenção assim como de compra de trens Mílton Frasson, diretor Administrativo e Financeiro, e José Luiz Lavorente, diretor de Operação e Manutenção da CPTM.

 José Luiz Lavorente é simplesmente um dos homens que operaram o propinoduto do tucanato paulista.

Segundo a IstoÉcom base em documentos em poder do Cade e Ministério Público, Lavorente é um dos cinco operadores:

“afamados como bons quadros tucanos, que se valeram de seus cargos nas estatais paulistas para atender, ao mesmo tempo, aos interesses das empresas do cartel na área de transporte sobre trilhos e às conveniências políticas de seus chefes.

Em troca de benefícios para si ou para os governos tucanos, forneciam informações privilegiadas, direcionavam licitações ou faziam vista grossa para prejuízos milionários ao erário paulista em contratos superfaturados firmados pelo metrô. As investigações mostram que estes técnicos do Metrô e da CPTM transitaram pelos governos de Serra e Alckmin operando em maior ou menor grau, mas sempre a favor do esquema.

Em um documento analisado pelo CADE, datado de 2008, Lavorente é descrito como o encarregado de receber em mãos a propina das empresas do cartel e distribuí-las aos políticos do PSDB e partidos aliados.

O diretor da CPTM é pessoa da estrita confiança de Alckmin. Foi o governador de São Paulo que o promoveu ao cargo de direção na estatal de trens, em 2003. Durante o governo Serra (2007-2008), Lavorente deixou a CPTM, mas permaneceu em cargos de comando da estrutura administrativa do governo como cota de Alckmin. Com o regresso de Alckmin ao Palácio dos Bandeirantes, em 2011, Lavorente reassume o posto de direção na CPTM.

Além de ser apontado como o distribuidor da propina aos políticos, Lavorente responde uma ação movida pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) que aponta superfaturamento e desrespeito à lei de licitações. O processo refere-se a um acordo fechado por meio de um aditivo, em 2005, que possibilitou a compra de 12 trens a mais do que os 30 licitados, em 1995 e só seria válido até 2000.

 A CPTM é uma das estatais subordinadas à Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, que é dirigida por Jurandir Fernando Ribeiro Fernandes, também homem de confiança de Alckmin.  Jurandir é apontado  como um dos que chefiaram de perto e coordenaram as atividades dos altos executivos tucanos que estão sendo investigados.

A propósito:

1. Por que mesmo depois das denúncias sobre o propinoduto do tucanato paulista, Lavorente continua à frente da diretoria de Operação e Administração da CPTM e conduzindo licitações?

2. Por que o governo Alckmin não adiou, pelo menos, a assinatura dos contratos da CPTM de 31 de julho e 9 de agosto de 2013, para melhor apuração da atuação das empresas denunciadas e maior proteção do patrimônio público?

3. Por que o presidente da CPTM, Mário Manoel Bandeira, não aconselhou o governador Alckmim a não assinar tais contratos?

4. Será que esses contratos sob suspeição foram assinados pelo próprio presidente da CPTM, Mário Manoel Bandeira?

5. Que medidas concretas Alckmin vai tomar em relação às licitações ocorridas em 2012 e 2013, já que as empresas ganhadoras, segundo a Siemens, fazem parte do cartel envolvido em concorrências viciadas e superfaturamento e que lesaram os cofres públicos?

Leia também:

IstoÉ: 20 milhões de euros na conta master do propinoduto tucano

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
66 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

ramesoj

09/10/2014 - 09h06

o PSDB os Tucanos fazem parte da elite dominante então podem nos roubar o PT é apenas um aluno classe média(coadjuvante) FHC, Cadê as centenas de bilhões das privatizações e o rombo da dívida externas que atolou o país na dependência do FMI.

Responder

Armação para fraudar contratos de R$ 2,7 bi da CPTM começou dois anos antes; leia as mensagens - Viomundo - O que você não vê na mídia

12/04/2014 - 07h39

[…] Em 26 de agosto do ano passado, o Viomundo denunciou, em primeira mão, o que o relatório da Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), divulgado em 20 de março, confirma:  o cartel envolvido  na  fraude e superfaturamento de licitações do Metrô e da Companhia Paulist…. […]

Responder

Metrô e CPTM: Contratos somam superfaturamento de R$ 3,3 bi | Blog dos Desenvolvimentistas

10/04/2014 - 14h06

[…] Em 26 de agosto, porém, o Viomundo denunciou que, em 2013, Alckmin havia contratado por R$ 2,7 bilhões empresas acusadas de fraude nas licitações e envolvid…. […]

Responder

Metrô e CPTM: Contratos investigados pelo Cade já chegam a R$ 11,2 bi e superfaturamento, a R$ 3,3 bi - Viomundo - O que você não vê na mídia

09/04/2014 - 17h25

[…] Em 26 de agosto, porém, o Viomundo denunciou que, em 2013, Alckmin havia contratado por R$ 2,7 bilhões empresas acusadas de fraude nas licitações e envolvid…. […]

Responder

wagner

10/10/2013 - 15h40

Tentei enviar por email, mas não encontrei no site:

Em matéria de Conceição Lemes, no site Viomundo de 26/08/13, que tinha por título “Alckmin contrata empresas acusadas de envolvimento no propinoduto tucano”, fiz um comentário, usando meu próprio nome e também minha foto, conforme abaixo
er, 27/08/2013 – 9:29
Wagner
Sra. Conceição Lemes
Você já experimentou calcular o preço unitário dos 35 trens contratados pela CPTM e compará-los com os preços unitários dos 30 trens contratados no outro lote. Surpresa: valores muito diferentes para trens iguais. Por que foram divididos em DOIS lotes?

Link da matéria de 26/08/13
http://www.viomundo.com.br/denuncias/cartel-envolvido-no-propinoduto-do-tucanato-paulista-ganhou-licitacoes-em-2013.html

Em 11/09/13 a jornalista aprofundou as denúncias, e usou meu comentário em seu texto:
O leitor Wagner, nos comentários, nos alertou:

Link da matéria de 11/09/13
http://www.viomundo.com.br/denuncias/cptm-e-conivente-com.html

Às 17:00 hs do dia 27/09/13 fui chamado na sala do gerente, que me informou que infelizmente eu “não me enquadrava na reestruturação que a empresa faria”, e desta forma estava sendo demitido

Responder

Conceição acha o Cerra no metrô da Alstom | Conversa Afiada

25/09/2013 - 17h22

[…] mencionada na representação ao MP, mostra que o cartel continuou atingindo de 2009 a 2013. E que o atual governo Geraldo Alckmin contratou, em 2013, por R$ 2,7 bilhões empresas acusadas de e…“O Ministério Público daqui só começou a se mexer depois das denúncias e medidas tomadas […]

Responder

Cartel fraudador: Deputados do PT pedem ao MP que investigue Serra por omissão - Viomundo - O que você não vê na mídia

24/09/2013 - 11h19

[…] No entanto, reportagem de o Viomundo, mencionada na representação ao MP, mostra que o cartel continuou atingindo de 2009 a 2013. E que o atual governo Geraldo Alckmin contratou, em 2013, por R$ 2,7 bilhões empresas acusadas de e…. […]

Responder

Cartel causa R$ 307 milhões de prejuízos à CPTM; governo Alckmin faz vista grossa - Viomundo - O que você não vê na mídia

11/09/2013 - 13h30

[…] Em 26 de agosto de 2013, o Viomundo denunciou: Alckmin contrata por R$ 2,7 bilhões empresas acusadas de fraudes em licitações e envolvimento no …. […]

Responder

Levante Popular faz ato contra o propinoduto tucano - Viomundo - O que você não vê na mídia

02/09/2013 - 19h36

[…] Alckmin contratou empresas acusadas de abastecer o propinoduto tucano […]

Responder

IstoÉ: Polícia Federal vai investigar contratos do Metrô de São Paulo - Viomundo - O que você não vê na mídia

31/08/2013 - 17h45

[…] Alckmin contrata empresas acusadas de envolvimento no propinoduto tucano […]

Responder

sulista

28/08/2013 - 12h59

Melo to Arquimim: Tô nem aí, to nem aí….

Responder

Rose PE

28/08/2013 - 10h01

Isso é indícios de que o propinoduto vai continuar. E o povo paulistano não vai às ruas?

Responder

O DOUTRINADOR

27/08/2013 - 13h48

Alckmin para o”CARTEL”!
– vocês tem que devolver o dinheiro que roubaram do Estado de São Paulo.
O “Cartel”
– Tudo bem Governador desde de que o Sr. nos devolva a Grana que o Sr. embolsou pela sua “Conivência”.
– Então fica acertado cada um paga ou PEGA o seu e pronto.

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 17h44

    “paga ou PEGA”? Pelo andar da carroça, acho que só PEGAM.

Jose Mario HRP

27/08/2013 - 10h14

Que inferno astral legal né tucanagem??????
Aqui um boçal em estado de arte!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=GUWjZSQwczk

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 17h21

    Fui ver. E você tem razão; é arte em seu estado mais puro e acabado. Arte política engendrada nos laboratórios da extrema direita. Com o JBzão e a mídia fora-da-lei, ela se superou; não poderia ser mais sutil, provocadora e demolidora. O foda nesta estória toda, domínio do fato [só[ contra o PT, é a dinâmica da própria realidade. Essa Siemens… que coisa, hein?
    ________________________
    E, como diz o Messias Franca, nada como um dia após o outro. Tão provando do próprio veneno.

Wagner

27/08/2013 - 09h29

Sra. Conceição Lemes
Você já experimentou calcular o preço unitário dos 35 trens contratados pela CPTM e compará-los com os preços unitários dos 30 trens contratados no outro lote. Surpresa: valores muito diferentes para trens iguais. Por que foram divididos em DOIS lotes?

Responder

    Conceição Lemes

    27/08/2013 - 10h25

    Wagner, vc tem razão. Eu ainda não tinha feito essa conta. Num lote cada trem sai por R$ 26 milhões. No outro, quase R$ 28,7 milhões. Portanto, R$ 2,8 milhões a mais. A estratégia dos lotes é pra que todos os amigos sejam beneficiados. Teria alguma outra razão? Obrigada pela dica. Abs

    Luís CPPrudente

    27/08/2013 - 13h01

    Isto é o que podemos definir de “ação entre amigos” do PSDB.

    Claro que o prejuízo fica para o erário público.

    O PSDB se especializou nisto: causar prejuízos para o erário público, beneficiando as famosas “ações entre amigos” do PSDB.

    Wagner

    27/08/2013 - 13h46

    Conceição
    Veja o resultado do julgamento no diário oficial, empresarial, pagina 47.
    O ganhador do lote 1 é o segundo colocado no lote 2 e vice versa. O terceiro colocado nos dois lotes é o concorrente chines, que provavelmente não estava no conchavo.

    Wagner

    27/08/2013 - 13h50

    Esqueci o dia da publicação: 12 de junho de 2013

Mardones

27/08/2013 - 09h02

Alckmin vai seguir com o esquema de corrupção do cartel dos trilhos, pois o TCE, o MPE, o judiciário, a Assembléia Legislativa, o PIG e os coxinhos são da base de sustentação do PSDB.

Simples assim.

O máximo que pode ocorrer é o PSDB perder as eleição para o governo do estado para o PT e as licitações seguintes continuarem sendo vencidas por essas mesmas empresas, pois além de tudo fazem chantagem com o governo. O que não significa que a corrupção seja aceitável ou natural. Muito pelo contrário.

No entanto, o episódio do trensalão do PSDB – partido mestre em associação para a corrupção – evidencia ‘apenas’ o quanto o nosso sistema de representação e de contratação de serviços são viciados e nocivos ao erário.

Responder

anderson

27/08/2013 - 02h11

AMIGOS DO AÉCIO NEVES AGINDO EM MINAS DE FORMA SUJA E DESCARADA:
http://www.novojornal.com/politica/noticia/mpf-engaveta-condenacao-pelo-tcu-do-presidente-da-cemig-26-08-2013.html
MPF engaveta condenação pelo TCU do presidente da CEMIG
Condenado a pagar R$ 40 milhões por prejuízo a Petrobras Distribuidora e inabilitado para exercer cargo público Djalma continuou presidindo a CEMIG
Nos últimos 10 anos ao contrário de sua tradição, Minas Gerais passou a ser referência nacional de desmandos e corrupção. Como anteriormente publicado por Novojornal, o Estado transformou-se em uma “República Independente”, onde o salvo conduto é entregue a aqueles que embora tenham cometido crimes estejam dispostos a “prestar serviços”, para o grupo de Aécio Neves.

O que se imaginava pontual e localizado, como sempre ocorreu na máquina pública, onde pessoas aproveitando-se da boa fé dos governantes utilizam indevidamente seus cargos causando grande prejuízo aos cofres públicos, em Minas Gerais transformou-se desde 2003 em política de Estado, onde pessoas afastadas da administração pública federal e impedidas de exercer função pública, devido grave prejuízo causado, são requisitadas passando a ocupar os principais cargos do governo.
Desde 2008, conforme Acórdão 2686/2008 do TCU, o presidente da CEMIG Djalma Bastos de Moraes está impedido de exercer função pública e foi condenado a ressarcir a Petrobras Distribuidora o prejuízo causado de R$ 40 milhões de reais, além de pagar uma multa de R$500.000,00.

O procedimento relatado e cobrado na CPI da Petrobras permanece sem qualquer explicação parado na Procuradoria Geral da República do Rio de Janeiro, após correspondência encaminhada ao ex-procurador geral Roberto Gurgel, o mesmo que acaba de inocentar Aécio Neves.

Embora em Minas Gerais o governador Antonio Anastasia tenha editado uma lei impedindo que administradores ficha suja possam exercer cargo público a mesma não vem sendo aplicada em relação à maioria dos dirigentes e secretários do governo a exemplo de Djalma Moraes presidente da CEMIG.

A CEMIG é hoje a principal peça de Aécio Neves no jogo da sucessão presidencial de 2014, através das 120 empresas criadas nos últimos quatro anos, denominadas subsidiarias integral, espalhadas pelo País.

Um requerimento de iniciativa de dois senadores do PSDB insatisfeitos com o comportamento de Aécio Neves e em função da publicação da revista “Época” abordando o esquema de corrupção que teria operado na Petrobras, para fazer caixa através do lobista João Augusto Henriques para favorecer parlamentares, partidos políticos e campanhas eleitorais de integrantes do PMDB mineiro, poderá obrigar a PGR do Rio de Janeiro a movimentar o processo contra Djalma.

“Não podemos fechar os olhos para denúncias de corrupção, elas precisam ser esclarecidas, alcancem a quem alcançarem, as denuncia não podem ser ignoradas, elas devem ser investigadas para que a opinião pública do país seja respeitada”, declarou o senador Álvaro Dias (PSDB-PR).

O requerimento foi lido na reunião da última terça-feira (20) na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), e será votado nesta semana, devido à falta de quórum para deliberação.

João Augusto Henriques foi condenado pelo TCU (Tribunal de Contas de União) no mesmo processo e na mesma operação danosa aos cofres públicos ,quando estava na Petrobras Distribuidora, no governo FHC, junto com Djalma Bastos de Morais, vice-presidente da Petrobras Distribuidora na época e, desde 1999, presidente da CEMIG.

O presidente da CEMIG Djalma Bastos de Moraes consultado por Novojornal optou por não responder, assim como a PGR/RJ e a Petrobras Distribuidora.

Responder

Marat

26/08/2013 - 23h46

CPI aqui no feudo de SP? Nem pensar… A imensa maioria dos nossos prezadíssimos deputados têm outras prioridades, não é mesmo? O PIG… ora o PIG está na cama (ou na casa do cachorro) do FHC et caterva!

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 10h28

    Já podeis da Pátria oh filhos ver (des)contente a “mãe” gentil ao surrupiarem serenamente as riquezas do BraSil.
    _________________________________
    Além da imoralidade da dívida pública interna, mais estes outros 2,7 bilhões de reais saindo pelo ralo. Caramba! É ou não é o País mais rico do mundo? Enquanto isso progresso social, que é bom mesmo, só a conta-gotas, e olhe lá. Pra o assalto de cada dia, médicos vindos de Cuba só eram milagre em 1999, durante o (des)governo FHC . Bom, ao menos era assim que cantarolava aos quatro cantos do País a intelectualmente honestíssima Veja [http://www.viomundo.com.br/humor/veja-em-1999-o-milagre-veio-de-cuba.html].
    _________________________________________
    É ou não é mais um raio X daquilo que se traveste de política cedendo cada vez mais lugar ao máfio-politicismo eleitoreiro, fascista, ladrão, desumano e bossal? Pragmáticos… muitíssimo prag-má-ti-cos. S.T.F. neles! S.T.F.???

Ozzy Gasosa

26/08/2013 - 23h24

A impunidade reina para os demotucanos.
Nada, nada acontece a eles.
É de perder a esperança, infelizmente.

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 10h42

    Lacaios da pior elite do mundo! São, sim, o fiel da balança. Se eles caírem, aí é que a coisa fede com força. O que ela, a pior elite do mundo, a guarda-botas dos esteites vai botar no lugar desses pulhas? O PT?
    ______________________________

    O que ela vai botar no lugar desses pulhas? O PT?
    O que ela vai botar no lugar desses pulhas? O PT?
    O que ela vai botar no lugar desses pulhas? O PT?
    O que ela vai botar no lugar desses pulhas? O PT?
    _________________________________________
    O que ela – a pior elite do mundo – a mesma que em parceria oculta com os EUA golpeou o povo em 64, vai botar no lugar desses pulhas? O PT?
    Qual PT? O PT REPAGINADO a la Hibernando? A la Vacca-que-reza? A la Cardopomposo? A la Chagásica?
    ______________________________________________
    Decifrem-me, bastardos, ou lhes devoro? Decifrem-me… decifrem-me enquanto lhes resta algum tempo.

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 11h05

    Ah, a via INSTITUCIONAL… quão complexa, meu Deus!
    _______________________________
    Por que tivemos que enveredar por ela?
    ____________________________________
    Algumas vezes penso que só a radicalização democrática constitucional salva o BraSil; às vezes penso que à pior elite do mundo interessa tudo, menos a democracia de verdade [essa, pobrezinha, nem nos EEUU; às vezes penso que a pior elite do mundo, de fato, teme as consequências do avanço da democracia; outras vezes, de tanto tentar pensar, penso que já nem penso.
    ___________________________________________
    Aliás, pensando nisso… às vezes penso que esteja faltando bandeiras neste País. Tá tudo muito monocromático ideologicamente. Preferiria mais um são-joão. Cadê a bandeira da democracia? Cadê a bandeira da Constituição? Cadê a bandeira da política com P maiúsculo? Cadê a bandeira dos heróis que enfrentaram a ditadura de direita no Brasil? Cadê a bandeira, uma bandeirinha que fosse, de Tiradentes?
    __________________________________________________

Bacellar

26/08/2013 - 20h05

De fato os tucanos são bons gestores. Bons gestores de seus patrimônios pessoais. Espero que essa investigação vá a fundo e revele ainda muitos podres do sistema ferroviário paulista que até pouco tempo, mesmo depois do escandaloso buracão de 2007, ainda era a menina dos olhos do conservadorismo nacional que a despeito de efetivamente usar o sistema em horários de pico ou, pior, longe da região central, se sente muito à vontade para analisar sua qualidade alem é claro da celeridade e transparência de sua administração. A turma dos meninos da bolha…Tsc, tsc.
Mas tambem era fundamental cobrar o setor privado; corruptor incorrigível e insaciável em seu apetite por mamatas e conluios. Se via judiciário não será possível atingir a Siemens então nós consumidores deveríamos boicotar essa corporação e na medida do possível as outras envolvidas no cartel pois seu unico orgão sensível é o bolso. E cabe a mídia independente ataca-los sem descanso pois se o meio político é tão podre as maiores culpadas são as fucking corps como Siemens, Alstrom, Bombardier, etc…

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 11h12

    “fucking corps”. É isso. E até quando a humanidade vai tolerar esse desatino antipovo chamado corporação. As corporações são o que há de mais excludente e nazista no mundo. Aliás, nasceram pra isso.

rita

26/08/2013 - 19h54

chamem o zorro!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

José X.

26/08/2013 - 19h46

Não adianta, enquanto não houver uma reforma no ministério público, no judiciário e na mídia (Globo) vai continuar essa roubalheira. E quem vai pagar vai ser o José Dirceu, o Genoíno, e outros do PT. Se bobear até o Lula entra na dança, pelo ódio que esses bandidos têm dele.

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 11h20

    Afinal, dizer mais o quê se o que ainda restava do espectro de Estado Democrático de Direito foi totalmente sequestrado por ela, a pior elite do mundo, e pelos seus serviçais de peito estufado, caixas de ressonância do pensamento único neoliberal e do sui generis e maldito capitalismo subdesenvolvimentista tupiniquim.

Seabra

26/08/2013 - 19h33

Respondo todas as perguntas da articulista de uma só vez: “É a certeza da impunidade típica do tucanato”.

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 11h25

    Aliás, típica e plenamente justificável, não?
    _____________________________
    Isso é que é governar com cãopetência. “Chamam ao rio violento, mas, violentas, mesmo, são as margens que o aprisionam.” B. Brecht.

    ,

Fabio Passos

26/08/2013 - 19h02

Impressionante.

Mesmo depois do esquema denunciado, o “governador” geraldo alkimin continuou fechando negócios com as empresas corruptoras… como pode?

E o funcionário tucano acusado de receber as propinas é quem assina o acordo?!?

A roubalheira desta gangue do psdb é escancarada.
E o PiG apoiando os ladrões. São cúmplices.

É preciso aplicar DDT no palácio bandeirantes!

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 11h28

    Palácio do quê? Bandeirantes? Dos “bandoleiros”, você quis dizer, né não?

Sala Fério

26/08/2013 - 18h49

Por tudo o que já se apurou até aqui, esse seria um escândalo de proporções macro, mas como se refere ao tucanato, a mídia ‘pega leve’ e alivia. Se, como o Tribunal de Contas apurou, não houve concorrência real mas um acordo entre membros de um cartel, não há qualquer garantia de preço mais baixo, de proposta mais vantajosa para o Estado, portanto, houve desvios muito graves em contratos de milhões de reais. Isso tudo, fora a propina. Lama da grossa, com direito a cratera do Metrô …

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 11h35

    Enfim, um simulacro de licitação. É isso?
    ____________________________
    Ah, Baudelaire, Baudelaire, o que andaste ensinando aos tukanos de alta plumagem, meu filho?

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 13h09

    Ih! Foi mal, desculpe aí gente. Eu me referia a Baudrillard.

    _______________________
    *Simulacros e Simulação (em francês: Simulacres et Simulation) é um tratado filosófico de Jean Baudrillard que discute a relação entre realidade, símbolos e sociedade.
    __________________________________

    *Simulacros são cópias que representam elementos que nunca existiram ou que não possuem mais o seu equivalente na realidade. Simulação é a imitação de uma operação ou processo existente no mundo real.1
    _________________________________________
    *Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Simulacros_e_Simula%C3%A7%C3%A3o

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 14h44

    Ainda sobre Jean Baudrillard:

    ___________________
    À SOMBRA DAS MAIORIAS SILENCIOSAS
    ________________________________________
    O abismo do sentido. Grandeza e decadência do político. A
    maioria silenciosa. Nem sujeito nem objeto. Da resistência ao
    hiperconformismo. Massa e terrorismo. Sistemas implosivos,
    sistemas explosivos. … Ou o fim do social. O êxtase do socialismo.
    _____________________________________
    Um pouquinho do autor e do que trata o último tópico:

    “Assim, pode-se falar de um êxtase do Estado. Desapaixonado,
    desencarnado, esvaziado, mas todo-poderoso em sua transparência, o
    Estado acede à sua forma extática, que é a do transpolitico. Ao mesmo
    tempo, ninguém acredita nisso, e há uma espécie de oblação total, de
    recurso total, de solicitação universal para esta figura única desaparecida ou em via de desaparecimento do ponto de vista político: o Estado.”
    ___________________________
    Então? Algo de verossimilhança?

fabio

26/08/2013 - 16h48

O povo e que deveria ir as ruas, acampar em frente a casa dos chefes dessa mafia psdb, exigir cadeia PRA eles

Responder

    Sala Fério

    26/08/2013 - 18h51

    Isso, boa. Sugiro que acampem também em frente à casa de Randolfe, em Macapá, já que ele não cumpriu nenhuma das promessas de campanha e ainda está sendo acusado de participar de um prolongado esquema de caixinha …

    Fabio Passos

    26/08/2013 - 19h05

    E não vamos esquecer do PiG… tentando de todo jeito livrar a cara dos ladrões.
    É com o dinheiro desviado pelo alkmin para comprar assinaturas que o psdb compra o silêncio de veja, fsp e estado. Na real psdb-PiG são a mesma quadrilha.

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 11h33

    Ah, fosse tão simples assim. Leva fé. Como diria meu amigo fanho, “o u-i-a-co é a-is em-ai-xo”, prezado Fábio.

Urbano

26/08/2013 - 16h20

Os coxinhas são como um eterno nada consta de cunho privado, e que sempre foi concedido aos escroques da oposição ao Brasil; inclusive como reforço ao nada consta chapa branca.

Responder

Yacov

26/08/2013 - 16h19

“Os TUCANALHAS comem o cérebro de criancinhas”.

ANOS tuKKKânus LEWINSKYânus NUNCA MAIS !!! NO PASSARÁN !! VIVA GENOÍNO !! VIVA ZÈ DIRCEU !! VIVA A LIBERDADE, A DEMOCRACIA E A LEGALIDADE !! VIVA LULA !! VIVA DILMA !! VIVA O PT !! VIVA O BRASIL SOBERANO !! LIBERDADE PARA BRADLEY MANNING E EDWARD SNOWDEN JÀ !! FORA YOANI !! ABAIXO A DITADURA DO STF gloBBBobalizado!! ABAIXO A GRANDE MÍDIA EMPRESARIAL & SEUS LACAIOS e ASSECLAS !! CPI DA PRIVATARIA TUCANA, JÁ !! LEI DE MÍDIAS, JÁ !! “O BRASIL PARA TODOS não passa no SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO – O que passa SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

Responder

    Conceição Lemes

    26/08/2013 - 17h04

    Yacov, por favor, letras minúsculas nos comentários. abs

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 11h53

    Pombas, Conceição, vai sacrificar a arte? O Yacov não merece isso. Acho que aí, perdoe-me a franqueza, você sacrificou a função pela forma.
    _____________________
    E viva o Yacov, também!!

Patrick Mariano: Nas praças de Brasília, desprezo pela vida dos Galdino - Viomundo - O que você não vê na mídia

26/08/2013 - 13h04

[…] Governo Alckmin contrata por R$ 2,7 bilhões empresas acusadas de envolvimento no propinoduto tucano […]

Responder

Aline C Pavia

26/08/2013 - 12h50

Cadê os coxinhas indignados com a “corrupção”?
Quá quá rá quá quá

Responder

rafa

26/08/2013 - 12h30

A Casa Grande ainda não caiu porque o STF e PGR são controlados pela grande mídia e partidos de oposição, como sabemos. Porém, aos poucos a sociedade de verdade, ou seja, a maioria da população e não a high society da Casa Grande(redundando), vai conhecendo os verdadeiros corruptos no nosso país. Os quinhentos anos de minoria privilegiada estão em fase terminal. A internet bem usada, o povo politizado à fórceps e revoltado com as desigualdades e com um grupo no poder do seu lado formam nosso processo evolutivo. Viva o Brasil de verdade!
E por falar em internet, assistam ao filme “A caça” e vejam o poder de destruição desse fantástico instrumento quando mal usado.

Responder

    Julio Silveira

    26/08/2013 - 12h56

    Concordo. É uma característica da tucanagem. Olham para um lado depois para o outro, observam a mídia parceira que levanta a bola para o outro lado, já sabem que a justiça é estrábica com acentuada desvio para a esquerda, o que lhes facilita a caminhada de desvios de conduta cacando e andando, sabem que dificilmente irão lhes enxergar.

Isabela

26/08/2013 - 12h05

Gente, que cara de pau! É inacreditável. Preciso parar de visitar o Viomundo: sinto dores no estômago!

Responder

Regina Braga

26/08/2013 - 11h40

Xoque de Gestão dos tucanos é corrupção para todos…todos da quadrilha.

Responder

    Valcir Barsanulfo

    26/08/2013 - 13h21

    Regina, o choque de gestão dos tukanos é um choque sobre os salários dos professores, também dos funcionários da saúde e nas ações sociais. SOMENTE, nos mais pobres e indefesos.

    Luís Carlos

    26/08/2013 - 18h23

    Especialmente um choque na seguridade social. Tucanos são inimigos mortais da seguridade social e recursos de custeio. Entendem que é “gastança” e símbolo do governo “perdulário” que sustenta “vagabundos” contra a “eficiência” do mercado, e contra o dinheiro que banca o “sacrossanto” pagamento de juros e títulos da dívida pública.

Nascimento

26/08/2013 - 11h04

O que eu quero saber é: Quando o PT vai se levantar da sua letargia, a fim de denunciar, jogar na televisão, gritar, mandar sinal de fumaça. Sei lá!!! Levantem deputados, senadores, etc. Será que vocês não percebem que vocês são tão coniventes, quanto os tucanos, quando não pedem investigação mais profunda a respeito desse caso? Será que vocês não perceberam que isso vai acabar os tucanos saindo ilesos, enquanto vocês é porrada na cabeça?

Ou vocês estão com o rabo preso. Então, neste caso: Vamos cobrar, e nas eleições podem se preparar, o tempo de orgia com o dinheiro público vão ser cobrados.

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 12h27

    É a via institucional, prezado Nascimento. Só pode ser isso. São as regras do jogo. Mas… calma, o BraSil ainda será nosso. Bote fé.
    __________________
    Bom, isso se o PT, o PT de verdade, não se esquecer de que o que existe aí é apenas um jogo. Jogo pra inteligências privilegiadas. E, fundamentalmente, apenas etapa de um jogo. Jogo de xadrez político. O xadrez da velha, complexa, abatida e ainda imprescindível política.
    __________________________
    Pena que ainda [e, sobretudo,] tenhamos de lidar com a geopolítica. Estranha e maldita geopolítica. Política de fronteiras. Política de territórios. Política de cercas. Geopolítica ditada pelos abutres internacionais. Outro jogo. Ainda mais penoso. E pra quem gosta, divertido também, e por que não?
    _________________________________
    Ah, o mundo, quanta complexidade; quanta multiplicidade desnecessária. Poderia ser tudo tão mais simples. Seríamos tão mais humanos, tão mais cultos, tão mais livres e desneurotizados se esse jogo fosse, enfim, superado.
    __________________________________
    Ah, quem dera o jogo fosse o jogo da reconstrução física de nossos próprios e frágeis corpos. Ou o jogo da busca da vida eterna. Ou, ainda, o jogo da descoberta e humanização de outros mundos. Ou, ainda, quem sabe, o jogo da busca da energia livre. Ou, senão tanto, fosse tão somente o simples jogo da construção de novas ideias pela superação da mediocridade que mais e mais nos apequena.

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 14h11

    E por falar nisso, o jogo jogado por Cuba ainda é o jogo mais humano do planeta. Ainda que com todo o miserável garrote imposto pelos EEUU, através do já quase secular e deplorável embargo econômico. Cadê a autonomia? Onde foi parar a autodeterminação dos povos? Imaginem se não fosse assim. Imaginem se Cuba tivesse um terço do território e do potencial de riquezas do Brasil.
    __________________________________
    Cuba tinha mesmo que sofrer aos olhos da América Latina, né não dizimadores de índios [e de líbios]? Né não, devoradores de petróleo? Né não, destino manifesto? Ah, abutres! Ah, geopolítica! Política de [email protected]%da!
    __________________________
    Temos de admitir, infelizmente, são poucos os países no mundo cuja realidade nos permite sonhar com a re-humanização dos povos. Raríssimos são os países que hoje nos permitem sonhar com a reinvenção da vida. E Cuba talvez seja o único que nos permita sonhar com a ciência a serviço da vida. Talvez o único que nos permita sonhar com a perpetuação de nossa espécie e da humanização de outros planetas. Talvez o único a nos dizer que ainda faz pleno sentido a superação da mediocridade capitalista e a busca da sabedoria. E é Marx que nos faz lembrar que a verdadeira história da humanidade ainda não começou. Vestígios de algo parecido com ela só seriam encontrados na Grécia Antiga.
    __________________________________
    Sentimentalismo? Talvez. Robotização, jamais. *”Não sois máquinas, homens é o que sois”. C. Chaplin

    *Discurso final de “O Grande Ditador”

demetrius

26/08/2013 - 11h02

se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão

Responder

renato

26/08/2013 - 11h00

1. Por que mesmo depois das denúncias sobre o propinoduto do tucanato paulista, Lavorente continua à frente da diretoria de Operação e Administração da CPTM e conduzindo licitações?

PORQUE ALCHIMIN ACREDITA NELE E NA GLOBO.

2. Por que o governo Alckmin não adiou, pelo menos, a assinatura dos contratos da CPTM de 31 de julho e 9 de agosto de 2013, para melhor apuração da atuação das empresas denunciadas e maior proteção do patrimônio público?

pOR QUE DISSERAM A ELE QUE ERA PATRIMONIO PUBLICO.

3. Por que o presidente da CPTM, Mário Manoel Bandeira, não aconselhou o governador Alckmim a não assinar tais contratos?

PORQUE CONSELHO NÃO SE DÁ, SE COBRA.

4. Será que esses contratos sob suspeição foram assinados pelo próprio presidente da CPTM, Mário Manoel Bandeira?

NA EPOCA SIM, ALCHIMIN, NÃO ESTAVA.

5. Que medidas concretas Alckmin vai tomar em relação às licitações ocorridas em 2012 e 2013, já que as empresas ganhadoras, segundo a Siemens, fazem parte do cartel envolvido em concorrências viciadas e superfaturamento e que lesaram os cofres públicos?

Alchimin pede um tempo para juntar todos e medir seus narizes.

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 12h39

    “Alchimin pede um tempo para juntar todos e medir seus narizes.”
    ___________________
    Medir narizes pra quê? Pra ver quem cheira mais?
    ___________________________
    Desculpa aí, Renato. Eu entendi.

Gerson Carneiro

26/08/2013 - 10h52

5 vezes o que o Governo Federal vai investir com os médicos cubanos até fevereiro de 2014.

Responder

    Mário SF Alves

    27/08/2013 - 13h23

    Pois é.

Deixe uma resposta