VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Veja tira do ar matéria de médium convocado para fazer chover em SP
Você escreve

Veja tira do ar matéria de médium convocado para fazer chover em SP


31/10/2014 - 13h22

Veja Cobra Coral-003

Da Redação

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) talvez esteja apelando aos espíritos para fazer  chover no Estado.

Na semana passada,  a Veja São Paulo publicou matéria com o porta-voz da Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC), o médium Osmar Santos.

Ele disse à  revista ter sido convocado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para fazer chover no Estado de São Paulo.

A Fundação  Cacique Cobra Coral (FCCC), para quem não sabe, alega ter o poder de interferir nos fenômenos climáticos.

Hoje, 31 de outubro, a matéria não mais no portal da Veja São Paulo.  Você só a encontra no caché.

Detalhe: Alckmin negou. Só que não é a primeira vez que o governador recorre aos serviços da Cobra Coral. Lá atrás, ele pediu para que parasse de chover.

Veja Cobra Coral

Veja Cobra Coral. 2JPG

Leia também:

Consumidor fica sem água, mas Sabesp vai muito bem nos lucros

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



40 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Claudio j pedroso

02 de novembro de 2014 às 19h38

COMO ACREDITAR NUMA REVISTA …ACREDITA NO ABSTRATO…

Responder

Cláudio

02 de novembro de 2014 às 11h13

13*13*13*13

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ Dilma, Vamos Para Cima. Vamos Fazer Política: Reformas Constituinte Exclusiva e do Judiciário, Urgentes; Lei da Mídia e “Paper Track” na Urna Eletrônica Já! Seja Legal; seja Livre. Use Linux.

Com Dilma, a verdade VENCEU a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

Responder

Leidinaldo

02 de novembro de 2014 às 05h00

Se São Paulo faz fronteira com o estado de Goias, o problema será facil, chama “o carlinhos”, e manda ele soltar toda a lama da cachoeira existente lá, aí quando essa lama vir descendo de lá, em direção ao oceano, crescerá “ARVORES FRONDOSAS” que mudará o clima em todo o estado de São Paulo, e aí os rios encherão as barragens, principalmente a de cantareira, esse “GOVERNADORZINHO” é uma pessoa “PRODIGA”, mente, engana e desinforma a população e todos o “ADORAM”, ontem, dia 01 de novembro foi o dia dedicado ao “SÃO ALKIMIM”. O aecio reconheceu a “DERROTA” quando membros do seu partido e seus “CAMICAZES APOIADORES” disseram que o povo do norte e nordeste é “BOVINO”, o aecio perdeu onde o povo não é bovino, “BOI NÃO TOMA BANHO DE LAMA”.

Responder

enganado

02 de novembro de 2014 às 00h24

Precisam avisar ao Picolé de Chuchu que o Caboclo Cobra Coral (Paraná) só trabalha para pessoas honestas, daí qdo nos céus lhe preveniram que o FHC, Aébrio, çERRA, Motorista Mateus, Goldman, … etc foram os pedintes para fazer chover. Penso que ficou desconfiado porque não tinha certeza qto a idoneidade dos solicitantes e também se iria receber os honorários contratuais. Até aí tudo mais ou menos, mas qdo viu na lista do PSDB o nome do Álvaro Dias (Paraná) foi a gota d’água, desistiu na hora. Porque o Álvaro Dias está jurado até nos arredores da porta do inferno (é muito pilantra até com a FAMÍLIA)e mais aquela turma, deu vontade é de incendiar tudo! É Picolé brinque bastante e depois não chore no túmulo do Mario Covas.

Responder

monge

01 de novembro de 2014 às 19h31

Hé hé hé hé essa é boa! hé hé

Responder

Marat

01 de novembro de 2014 às 18h33

Outro que este governo certamente dá ouvidos é o tal de Oscar Quiroga!

Responder

    FrancoAtirador

    01 de novembro de 2014 às 22h49

    .
    .
    Todos Membros Associados da A.B.A.*.

    Fazem companhia ao Futurólogo Villão,

    ao Guru Indiano, à Cláudia Lisboa,

    à Bárbara Abramo e à Mãe Diná…
    .
    .
    *A.B.A. = Açoçiassão BraZileira de Aztrólogos
    .
    .

    Marat

    02 de novembro de 2014 às 11h01

    Franco, essa é uma das bases aliadas deste grupelho de políticos adoradores de Maiame…
    Enquanto eles contam com magos, bruxos e outras porcarias, nós vamos batendo neles aqui no mundo real – rsrsrsrsrs
    Abraços

Magda Mª Magalhães

01 de novembro de 2014 às 18h19

Aqui em Minas o pessoal faz diferente. Têm em comum com os paulistas a fé. Normalmente tem um cruzeiro no alto da montanha. O vigário e/ou os fiéis convocam uma procissão, cada um levando um baldinho de água para molhar o pé do cruzeiro. É o nosso pedido de chuvas ao sobrenatural.
Seria cômico, se não fosse sério.

Bom, dizem que Minas é uma caixa d’água.Se antes tinha ouro e diamante, agora a nossa fortuna é a água. No entanto, enquanto aqui e na Globo esbravejam contra o desmatamento da Amazônia e do pantanal, o norte de Minas está qual o nordeste brasileiro há pelo menos quatro décadas. De três décadas para cá, criaram carvoeiras no Vale do Rio Doce (nordeste de Minas), estão acabando com a mata atlântica e plantando no lugar, os eucaliptos.
No início destas três décadas, a Floresta Rio Doce comprava uma fazenda aqui, outra ali para o plantio de eucalipto. Mais tarde, visando apenas o lucro, juntamente com a Cenibra e parceria do IEF – Instituto Estadual de Florestas, começaram a incentivar os fazendeiros a plantar eucalipto, fornecendo mudas, insumos, assistência técnica, financiamento, etc. E os fazendeiros, abandonados pelas políticas públicas honestas, vale ressaltar que o Vale do Rio Doce é a região de onde partiam levas e levas de brasileiros para os EUA à procura de sobrevivência, vêm na prática um jeito de ganhar dinheiro, de sobreviver. E dá-lhe monocultura de eucalipto, causando o desequilíbrio ambiental.
No papel ou na internet é maravilhoso. Olhem aqui sobre o “fomento florestal”:

http://www.cenibra.com.br/cenibra/processoflorestal/formacaodeflorestas/pdf/FomentoFlorestal.pdf

(Seria bom gravar?)

Têm a cara de pau de falar que todos ganham com o fomento florestal. Vejam o que dizem sobre o meio ambiente:

– aumento da consciência ambiental
– redução da pressão sobre as florestas nativas, por
meio do estímulo da silvicultura responsável e
auto-sustentável
– recomposição de matas ciliares.

Na prática, os fazendeiros derrubam as matas nativas e espalham o eucalipto, repito, monocultura de eucalipto. E a empresa finge que não tem nada com isto, não incentivam a derrubada.
E o IEF também não tem nada com o esquentamento do clima na região. E não há fiscalização nesta orgia.

Abre o olho, Pimentel, a degradação do meio ambiente no Vale do Rio Doce perpetrado em mais ou menos três décadas, vai estourar como colírio para você. E Minas, de caixa d’água está se tornando tão seca como o Nordeste do Brasil e São Paulo. Até a nascente do Rio São Francisco em São Roque de Minas secou. Não digo que foi somente a nonocultura de eucalipto, mudando todo o nosso meio ambiente, mas, desconfio, contribui bastante.
Azenha e Conceição, isto merece reportagem investigativa, jornalismo sério. Não aquilo que vemos na mídia mineira.

Responder

Rose PE

01 de novembro de 2014 às 18h14

Isso é piada pronta? Gente, onde vai parar tanta incompetência? Já sei no colo de um médium!

Responder

Leo V

01 de novembro de 2014 às 16h52

Mesmo a imprensa se esquerda não tem se atentado sobre uma questão do caos hídrico de São Paulo:

Para além de interesse econômico em não admitir e não formalizar e oficializar o racionamento, há um interesse de classe. Com esse racionamento informal e não oficial que está havendo não há controle público sobre as áreas que estão tendo água cortada e por quanto tempo. A não oficialização é uma forma de distribuir a água desigualmente, conforme as regiões e as classes que nelas vivem. Um plano de racionamento formal e oficial obrigaria a dividir equitativamente a água, ou pelo menos isso poderia ser cobrado.

Responder

Marcos Lima

01 de novembro de 2014 às 10h32

Queria aconselhar aos governadores do Notdeste,
Pois o assim nuncaais teríamos secas aqui.

Responder

Leo

01 de novembro de 2014 às 10h13

A FCCC, já firmou convênio em 2005, por um prazo de vários anos (acho que até 2010), com a prefeitura do Rio de Janeiro.

Durante a gestão de Cesar Maia, o prefeito “maluquinho” que deixou a cidade com a secretaria de saúde e o programa de combate à dengue, sucateados.

Ele pedia os serviços dessa pajelança, pasmem os senhores, para que simplesmente não chovesse durante a festa de Réveillon !

Dias depois, disse ter sonhado com um anjo, q havia lhe informado que a festa ia ser um “arraso”.

Felizmente, essa aberração não ganhou uma cadeira no Senado, pro ano q vem

Responder

    Leo

    01 de novembro de 2014 às 10h19

    Apenas pra complementar

    Se derem uma rápida olhada no site da FCCC, verão os convênios já firmados :
    http://www.fccc.org.br/convenios.asp

    Nele, inclusive já ha referência a convênio firmado com São Paulo

FrancoAtirador

01 de novembro de 2014 às 06h31

.
.
Curtúra Inúrti

– Qual a diferença entre
jumento, mula, burro,
jegue, asno e bardoto?

– Entre os leitores
da Veja São Paulo
absolutamente nenhuma.
.
.

Responder

maria nadiê rodrigues

31 de outubro de 2014 às 23h19

Quem deveria ser impedido de governar é Alkmin, que escondeu a verdade do povo para evitar o diploma de incompetente. Agora, tá o povo que votou nele revoltado, sem entender por que votou num homem incapaz de assumir-se responsável por tragédia anunciada. Depois, tal como aconteceu ao apagão de FHC, vai querer se safar das acusações, quando será tarde demais.

Responder

Mauro Chazanas

31 de outubro de 2014 às 23h17

Talvez o governador tenha se confundido, queria se informar sobre a Ley de Medios e chamou o Rei dos Médiuns.

Responder

Carlos Garcia

31 de outubro de 2014 às 22h04

Sendo o Governador católico da Opus Dei e convocando um espírita para o serviço,depois da chuva é só ir no Templo de Salomão agradecer e vejo nisto um grande mérito, a manutenção do sincretismo religioso, que pode ajudar a acabar com o ódio instalado pela Veja e o PIG.

Responder

Marat

31 de outubro de 2014 às 21h29

SP precisa, antes de um médium, de um exorcista!

Responder

Marat

31 de outubro de 2014 às 21h28

Hahaha – Depois debocham de mim quando digo que este governo afirma que São Pedro é petista e que irão processá-lo!

Responder

Luís

31 de outubro de 2014 às 20h12

Por que a matéria onde FHC alerta aos investidores do JP Morgam sobre o risco de Dilma se reeleger ( sim ele ser reuniu com banqueiros americanos para evitar a reeleição) aparece com o link de outra matéria? Busquem no Google “FHC alerta investidores internacionais sobre risco de Dilma se reeleger” Então você encontra, mas se tentar compartilhar o link vem o enderço errado. Verifique ai viomundo.

Responder

Haroldo Cantanhede

31 de outubro de 2014 às 19h54

É o PSDB governando para você!! É o “xoque de jestão” !!

Responder

Américo

31 de outubro de 2014 às 19h49

Só pode ser piada KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Responder

Bacellar

31 de outubro de 2014 às 19h24

Pela foto logo vê-se tratar-se de um sujeito muito sério.

Responder

Liz Almeida

31 de outubro de 2014 às 19h07

Pelo que vi no site da Fundação ( http://www.fccc.org.br/ ) não é de hoje que governos fazem convênio com eles, e há inúmeras matérias de jornais sobre esses convênios, que podem ser lidas no site.

Achei interessante. Não duvido que essas coisas ‘sobrenaturais’ existam mesmo.

Responder

Fabio Passos

31 de outubro de 2014 às 18h45

Nem parece verdade.
O psdb-PiG levou SP para a beira de uma calamidade pública.

E na falta de competência administrativa… recorrem ao sobrenatural.

Responder

Rodrigo

31 de outubro de 2014 às 18h19

Se não der certo vão chamar MUN-RÁ!!!… O Eterno
hahahahahaha

Responder

    Rodrigo

    31 de outubro de 2014 às 18h20

    PS do leitor: É rir para não chorar, já que água aqui no bairro já está a faltar!

    Rodrigo

    31 de outubro de 2014 às 18h23

    PS do Leitor2: O que dirá o OPUS DEI quando souber desta blasfemia ocultista?

roberto

31 de outubro de 2014 às 17h27

Hoje à meia-noite é a hora certa. O Alckmin vai se fantasiar de abóbochu(mistura de abóbora com chuchu),para o Halloween e chamar também índios para uma pajelança,que trará chuva para SP.
Sobre obras de infraestrutura para evitar falta d´água, ele disse que o dinheiro sumiu. Criou pernas como no tempo do FHC, e se mandou para as Ilhas Virgens.

Responder

Antonio

31 de outubro de 2014 às 17h19

Deixa o governador se explicar para a Opus Dei.
Esse governador além de irresponsável se mostra um ignorante de primeira.
Para recuperar a condição de março com o volume morto intacto, seria necessário chover para que o Cantareira atinja 56,5% do seu volume, sem contar as primeiras águas que vão se infiltrar no solo, vão se acumular na superfície depois que o solo da área estiver saturado, antes não.
Fiz as contas, apesar da SABESP ter retirado do site o valor das medições diárias.
Essa chuva deveria ou deve cair, primordialmente no Sul de Minas onde estão as nascentes dos rios que abastecem a represa.
Deixa o governador tentar escapar dessa irresponsabilidade que foi privilegiar o lucro e colocar em gravíssimo risco sanitário 18 milhões de pessoas.
Para chover essa quantidade de água o estrago seria enorme e nunca houve índice pluviométrico dessa ordem.
A primeira barragem do Cantareira foi fechada pelo Laudo Natel em 1966 e todo o complexo inaugurado com as represas cheias em 1971.
Temos pela frente cinco anos duros.
É preciso responsabilizar esse irresponsável governador, tratado como chuchu. Pele de chuchu recobrindo a pior pimenta que existe.
É um sujeito perigosíssimo, mais que o Aécio que é só cínico.
Geraldo Gerente, além de cínico é dissimulado e ai mora o perigo.
E os deputados da ALESP e vereadores de São Paulo, jogando para a torcida.

Responder

Ilse

31 de outubro de 2014 às 17h06

Mas gente, era só o que faltava…cada uma que a gente vê de políticos do Brasil que beira o patético!

Responder

Paulo

31 de outubro de 2014 às 17h00

Porque não chamam o PAULO COELHO?

Ele diz que faz chover e agora virou tucano.

E aí, Paulão, mostre seus poderes, senão a vingança “sará malígrina”.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Véio Zuza

31 de outubro de 2014 às 14h43

Não mexe com isso, não seu Azenha… Hay quem diga que funciona… coloque um galhinho de arruda já nas oreia..

Responder

Muhamad

31 de outubro de 2014 às 14h31

Era mentira, Terta?

Responder

Rogério Góes Calmon de Sá

31 de outubro de 2014 às 14h28

Deixa sem água snr governador,vocês são golpista e não aceitam o resultado das urnas quando não lhe são favorável, mas a vontade do povo deve ser acatada, QUE FIQUEM SEM ÁGUA! Respeitem a vontade popular! Por mais esdrúxula que pareça, a quem pense que é culpa fe Zão Pedro, providências foram niglegenciadas pottanto todos tem culpa.é sempre assim são sempre enganados , quando abrem os olhos é tarde.

Responder

Urbano

31 de outubro de 2014 às 14h24

Em a mídia amiga não resolvendo problema de falta d’água, então chamam um medium cascata…

Responder

[email protected]!r [email protected]+e5

31 de outubro de 2014 às 14h23

O pior governador da história da humanidade. Alguém tem outro?

Responder

    Sonia

    02 de novembro de 2014 às 13h19

    O aecim.A diferença é que mineiro não tem vocação para se auto mortificar como paulista.

13

31 de outubro de 2014 às 13h32

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkkkkkkk, só rindo KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.