VIOMUNDO

Diário da Resistência


Você escreve

Saul Leblon: Serra deu uma mega-sena por mês à mídia demotucana


15/09/2012 - 20h03

por Saul Leblon, em Carta Maior

Na campanha presidencial de 2010, Serra deu R$17,6 milhões por mês ao dispositivo midiático demotucano para veicular publicidade do governo de São Paulo. É como se o tucano transferisse 980 salários mínimos por dia (40 salários por hora), uma Mega-Sena por mês (a deste sábado é de R$ 17 milhões) aos veículos que o apóiam.

Durante a gestão Serra em SP (2007/2011), o governo do Estado transferiu R$ 608,9 milhões à mídia ‘isenta’ para comprar espaço publicitário. Significa que Serra, sozinho, repassou aos veículos que formam o dispositivo midiático conservador um valor equivalente a 30% dos gastos totais com publicidade do governo federal no mesmo período. Os valores absolutos foram publicados pela Folha deste sábado.

O auge da generosidade tucana foi no ciclo eleitoral de 2009/2010:R$ 246 milhões. A Globo foi a mais aquinhoada na gestão Serra: R$ 210 milhões, 50% do total destinado a TVs, embora sua fatia na audiência seja declinante no período: caiu de 41% para 38% do total. Serra destinou às TVs religiosas mais recursos do que à TV Cultura, cuja audiência é superior.

A empresa de publicidade que intermediou a maioria dos contratos, ficando com 20% de comissão –como acontecia com o Valerioduto- foi a ‘Lua’, cujo proprietário é Rodrigo Gonzales. Rodrigo vem a ser filho do publicitário Luiz Gonzales, o marqueteiro de Serra e Alckmin, que fez a campanha presidencial do tucano em 2010 e comanda a atual, à prefeitura de SP. A agencia Lua também tem a conta publicitária da Dersa e do programa Nota Fiscal Paulista ( valores divulgados pela Folha; 15-09).

Leia também:

Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial quando governador do Paraná

Barão de Itararé: Querem sufocar a blogosfera

Eduardo Guimarães: A farsa do vídeo

Reaberto o debate sobre os bônus de volume

Gilberto Maringoni: Quem paga as campanhas milionárias?

Juvandia Moreira: Bancos investem mais em publicidade do que em segurança nas agências

Washington Araujo: Crônica da injustiça contra Luiz Gushiken





16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

LEANDRO

17 de setembro de 2012 às 09h51

Enquanto isso……….

“Gasto federal com anúncios dispara perto das eleições

O início do período eleitoral marcou um aumento no volume de pagamentos de verbas de propaganda para veículos de comunicação pela Presidência da República.

Em julho, R$ 16,2 milhões foram pagos a jornais, rádios, TVs e sites pela Secom (Secretaria de Comunicação Social), órgão vinculado à Presidência e responsável pela maior fatia da publicidade da administração direta –estatais não entram nessa conta.

De abril a junho, foram repassados, ao todo, R$ 13,4 milhões para veículos de comunicação –em três meses somados, portanto, os gastos foram menores do que os registrados apenas em julho.

O valor é ainda o dobro do verificado em julho de 2011: R$ 8,1 milhões. Esse montante representa a média dos desembolsos mensais da Secom ao longo dos 19 meses do governo Dilma Rousseff.”

Responder

Marcelo de Matos

17 de setembro de 2012 às 08h22

Justiça suspende propaganda de Haddad porque, segundo o juiz, “a propaganda tem, pelo menos em tese, conteúdo degradante”. Eis o texto suspenso: “Um certo candidato prometeu resolver os problemas dos paulistanos, em especial a saúde. Eleito, traiu seus compromissos e abandonou a prefeitura pela ambição de subir na vida. Com um gesto egoísta despedaçou a esperança de quem votou nele. Agora, aprende uma dura lição: confiança é como cristal, depois que quebra, nunca mais volta a ser igual”. Psiu! Você que chegou agora aí. Não vá espalhar que o Serra deixou a prefeitura porque essa rememoração pode ser degradante.

Responder

    Zezinho

    17 de setembro de 2012 às 11h26

    Incrivelmente uma maior parcela da população da cidade de São Paulo garantiu a eleição do Serra para governador…

Mcx

17 de setembro de 2012 às 05h13

ACM Neto inavade a periferia com capangas armados para coagir o voto e é escorraçado !!! Repare nos capangas com a mão atrás e embaixo das camisas !

http://www.youtube.com/watch?v=LIWjukDcCDY&feature=player_embedded

Responder

FrancoAtirador

16 de setembro de 2012 às 22h37

.
.
O OTAVINHO CHANTAGEANDO O SERRA, É?
.
.

Responder

Gerson Carneiro

16 de setembro de 2012 às 20h42

Responder

Fabio Passos

16 de setembro de 2012 às 19h58

Responder

Fabio Passos

16 de setembro de 2012 às 19h29

E o PiG quer continuar metendo a mão neste dinheiro público desviado. É por isso que faz propaganda e defende os candidatos do psdb.
O PiG e o psdb são parte da mesma organização.

Responder

Cibele

16 de setembro de 2012 às 18h28

Povo do Viomundo!
Agora tenho mais certeza ainda que meu voto irá para Haddad! Depois de muito me informar sobre seu programa de governo, constatei que é realmente o melhor. Sabendo agora que o candidato Haddad, além de tudo, ainda joga capoeira, tá consolidado, mano!

Imperdível: http://www.youtube.com/watch?v=PSSA74vFn58&feature=g-vrec

Responder

Aroldo

16 de setembro de 2012 às 11h59

Aline C. Paiva, você pode me informar onde eu posso encontrar o resultado da pesquisa do Instituto Realidade?

Em outras palavras, como eu posso acessar o Terra, ontem?

Responder

Derli

16 de setembro de 2012 às 00h11

Certo o çerra em dar publicidade para a mídia que o apoia.

Errada é a Dilma, que tá jogando dinheiro fora com a mídia que quer derrubá-la.

Responder

    Prego

    16 de setembro de 2012 às 10h13

    Pois é, Derli, esse é o nó górdio da questão. Por que será que o PT insiste em apanhar…O governo de SP privilegia a midia tucana, e o governo federal, também.

O_Brasileiro

15 de setembro de 2012 às 23h20

Parece que as “organizações” (?) Globo e a editora Abril tiveram e querem voltar a ter um grande patrono…

Responder

Messias Franca de Macedo

15 de setembro de 2012 às 22h38

HADDAD E CATARATA
DESMORALIZAM CERRA

Vídeo: a história de José Machado, o caminhoneiro que parou de trabalhar porque tem catarata.
Em http://www.conversaafiada.com.br/tv-afiada/2012/09/15/haddad-e-catarata-desmoralizam-cerra/#comment-886659

O OLHAR DO MATUTO!

… Prontuário médico do (S)erra é divulgado: paciente portador de miopia crônica (sic), “olho gordo” e…, Lógico, catarata bilateral!
NOTA: o laudo revelado por exames de imagens que captam a alma do paciente!

PROGNÓSTICO! É mais fácil um camelo atravessar um buraco da agulha do que (S)erra adentrar ao Reino de Deus!

Com a palavra o padre Marcelo!

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Elias

15 de setembro de 2012 às 21h27

Acabou. Serra não se elege mais. As eleições atuais comprovarão o fim de carreira de um vaidoso obstinado. Essa última afirmação em que ele endossa a quebra do sigilo médico, não foi apenas mais uma arrogância, pelo contrário, foi a estaca de madeira no coração de um vampiro anêmico e senil.

Responder

Aline C Pavia

15 de setembro de 2012 às 20h35

Serra proíbe na Justiça divulgação de pesquisa eleitoral do Instituto Realidade. (No Terra, ontem): Russomanno, 32%; Haddad, 23%; Serra, 16%.

Justiça eleitoral proíbe campanha de Serra de atacar Haddad (é a segunda vez). (No Terra, hoje.)

Novas denúncias envolvem Celso Russomanno com desvio de verbas para pagamento de funcionários particulares – ou seja, peculato (No UOL, agora há pouco)

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding