VIOMUNDO

Diário da Resistência


Você escreve

Emiliano José: Veja é o Murdoch brasileiro com motivação política


28/08/2011 - 22h19

por Charles Carmo, de Salvador para o Viomundo

A revista Veja entrou no centro de um dos maiores escândalos da imprensa nacional após a divulgação da suposta tentativa de invasão do apartamento em que o ex-ministro José Dirceu estava hospedado, no Hotel Naoum, em Brasília. O repórter  Gustavo Nogueira Ribeiro está sendo acusado de tentar convencer a camareira a deixá-lo entrar no quarto de José Dirceu, fingindo se passar por um colega do ex-ministro que estaria hospedado no mesmo apartamento.

A denúncia partiu da camareira e do chefe de segurança do hotel, e foi registrada num boletim de ocorrência do 5º distrito policial de Brasília.

Para o deputado Emiliano José (PT/BA) “a Veja está assumindo a sua face mais clara de banditismo. Dentro dos padrões éticos do jornalismo e da convivência democrática não há justificativa possível para este tipo de comportamento, salvo se ela estiver seguindo as trilhas do Murdoch. Para tentar obter um fato, não importa qual fato seja, a revista cometeu um crime ao tentar invadir um apartamento. Não importa de quem é o apartamento e qual o fato que ela supostamente queria investigar”, afirmou o parlamentar.

Emiliano José afirma que o caso é extremamente grave e a sociedade brasileira deve reagir ao escândalo com a mesma indignação que os ingleses reagiram aos escândalos dos grampos do jornal News of the World, pertencente ao grupo do bilionário Rupert Murdoch e que resultou na prisão dos responsáveis, além do fechamento do jornal, maculado de maneira irremediável pelo escândalo dos grampos que foram descobertos e atingiram desde políticos até vítimas de seqüestro. O chamado “Caso Murdoch” abalou a Inglaterra e trouxe à baila a discussão sobre os limites da imprensa na democracia.

“É preciso envolver os setores democráticos brasileiros para que não se configure uma prática nitidamente arbitrária, ilegal e golpista como esta. A Veja é o Murdoch brasileiro, só que com características do golpismo político. Ela é uma usina golpista da direita brasileira e latino-americana. A sociedade brasileira precisa reagir a isto que está ocorrendo. Temos que tomar uma providência diante dos crimes da Veja. Não se trata de um fato com um companheiro do partido, que fique bem claro, mas de uma agressão à vida democrática brasileira. A Veja foi pega com a mão na botija e isto é contra a democracia”, concluiu o deputado que também é jornalista e professor da Universidade Federal da Bahia.

E qual seria a motivação para a matéria da Veja? Emiliano José tem uma opinião. Para ele “a revista Veja quer forçar a condenação prévia de um cidadão, ela faz lobby para forçar a condenação de Dirceu. Ela está tolhendo Zé Dirceu do seu direito de ir e vir, de sua privacidade, e está devassando a sua vida privada de maneira caluniosa e ilegal. É o caso Murdoch novamente, só que com motivação política”, afirmou o deputado.

Leia também

Devanir Ribeiro: “Aonde vamos parar com esse jornalismo tão podre, tão mentiroso?”

Zé Dirceu: Repórter da Veja cometeu crime

Denúncia sofre de um problema cronológico

Evitar que os cidadãos pensem é uma tarefa permanente da mídia

Blogueiro Len explica como foram feitas as imagens da Veja

Polícia Federal já no caso Veja/Hotel Naoum





60 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Veja é o Murdoch brasileiro | Viva Marabá Pará Brasil

30 de agosto de 2011 às 10h27

[…] Veja é o Murdoch brasileiro var cid= 3315; Tweet (function() { var s = document.createElement('SCRIPT'), s1 = document.getElementsByTagName('SCRIPT')[0]; s.type = 'text/javascript'; s.async = true; s.src = 'http://widgets.digg.com/buttons.js'; s1.parentNode.insertBefore(s, s1); })(); 0 comments Por Charles Carmo, no blog Viomundo: […]

Responder

Jesus Divino Barbosa

29 de agosto de 2011 às 17h18

Azenha,

Veja que:

"A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos." (Barão de Montesquieu);

"Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros." (Che Guevara);

"A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todo lugar."
(Martin Luther King); e,

"Calando-te sempre, darás lugar à injustiça." (Publílio Siro).

Portanto, ao meu Caríssimo Companheiro, José Dirceu, e todas as vítimas do PIG, a minha solidariedade.

Responder

Alex

29 de agosto de 2011 às 15h39

Não sei por que, mas este episódio me lembra o do Riocentro. A bomba explodiu no colo dos "terroristas".

Responder

mcn

29 de agosto de 2011 às 14h32

Neste caso de espionagem da Veja contra José Dirceu, há pelo menos uma coincidência esquisita: no mesmo dia da visita do Fernando Pimentel (08/08/11) registrada pela câmara espiã, a Lúcia Hipólito deu uma notinha no seu blog.

Aqui, a foto de Veja: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/files/2011…

Aqui, a nota no Blog da Lúcia Hipólito: http://colunas.cbn.globoradio.globo.com/platb/blo…

"A coisa promete
Às 8,25h de hoje, o ministro Fernando Pimentel foi visto subindo no elevador do Hotel Nahoum em Brasília, dirigindo-se à cobertura, onde fica a suíte do comissário José Dirceu.
Aí tem."

Responder

rachel.c.

29 de agosto de 2011 às 12h57

Daqui a pouco a Veja vai "descobrir" que a camareira teve alguma ligação com o tráfico de drogas e que por isso ela não é confiável e o caso arquivado, como aconteceu com Strauss-Kahn

Responder

José do Ceará

29 de agosto de 2011 às 12h21

Esse pasquim vagabundo e fascista vai falir…

Responder

Bonifa

29 de agosto de 2011 às 12h09

No “entre aspas” da Globo News, hoje, o jornalista Ilimar Franco de O Globo emitiu uma noção estranha. Ele disse que o PT em São Paulo precisava romper “seu isolamento social”, deixando de ficar apegado à periferia. Ou seja, em São Paulo, quem se apega à elite não está socialmente isolado. Isolado está quem se apega ao povo.

Responder

eunice

29 de agosto de 2011 às 11h35

os paulistas de ensino médio, brancos, e salário entre 2.000 e 5.000 se informam nessa revistinha.

Responder

    Baccko

    29 de agosto de 2011 às 15h40

    Ensino médio? Pode pôr superior nisso. Os maiores asnos deste país têm curso superior, e alguns até mestrado e doutorado. A classe média brasileira é extremamente burra. Não a superestime. É ela quem lê Veja, Época, FSP e Estadão.

    Luís

    29 de agosto de 2011 às 15h56

    Me inclua fora dessa.

Rogério

29 de agosto de 2011 às 11h25

Essa nossa "grande" imprensa de quinta é uma droga.

Documentário – A Guerra de Murdoch Contra o Jornalismo
A manipulação da Informação nos EUA personificada pelo dono
do conglomerado midiático News Corporation. http://fwd4.me/07dL

Responder

FrancoAtirador

29 de agosto de 2011 às 10h59

.
.
O jornalista Altamiro Borges, do Blog do Miro, trouxe à lembrança alguns artigos
publicados em diversos blogs, nos últimos anos, que mostram objetivamente
a necessidade de se extirpar do país essa prática criminosa da revista Veja,
que a mídia impressa denomina por jornalismo investigativo,
mas que em verdade na mais é do que a prestação de serviço a uma ideologia
racista, xenofóbica, excludente, da ultradireita financista internacional,
notadamente a partir dos Estados Unidos da América do Norte,
com tentáculos espalhados pelo munto inteiro.
E o que é pior:
No Brasil, em grande parte, é patrocinada com verba pública.

Pela privatização da revista Veja

Por Altamiro Borges

A ação criminosa da Veja contra o ex-ministro José Dirceu – tentativa de invasão do seu apartamento e filmagens ilegais no hotel – já não surpreende. Há muito tempo que a revista da famiglia Civita não tem mais nada de jornalismo e comete crimes parecidos com os praticados pelo mafioso Rupert Murdoch. O que surpreende é que esta revista ainda abocanhe tanta publicidade de governos – inclusive dos que são vítimas de suas ações levianas. Reproduzo matéria sobre o tema de setembro de 2009.

*****

Numa conversa descontraída no aeroporto de Brasília, o irreverente Sérgio Amadeu, professor da Faculdade Cásper Libero e uma das maiores autoridades brasileiras em internet, deu uma idéia brilhante. Propôs o início imediato de uma campanha nacional pela privatização da Veja. Afinal, a poderosa Editora Abril, que publica a revista semanal preferida das elites colonizadas, sempre pregou a redução do papel do Estado, mas vive surrupiando os cofres públicos. “Se não fossem os subsídios e a publicidade oficial, as revistas da Abril iriam à falência”, prognosticou Serginho.

http://altamiroborges.blogspot.com/2011/08/pela-p…
http://altamiroborges.blogspot.com/2011/08/revist…
http://altamiroborges.blogspot.com/2011/08/racist…

Responder

Alex

29 de agosto de 2011 às 10h32

Pelo visto, a "nossa grande mídia" seleciona bem seus reporteres. Só contrata aqueles sem caráter, sem escrúpulos, capazes das maiores baixesas. Até parece que estão formando um grupo de terroristas, contratando mercenários.

Responder

Luís

29 de agosto de 2011 às 10h28

Veja é o Murdoch com motivação política?

E o Murdoch não comanda todo o seu vastíssimo conglomerado midiático com viés político também?

Responder

Cronopio

29 de agosto de 2011 às 10h12

Já estou vendo a próxima manchete da "Vegete": "Rojas, um herói injustiçado pela história".

Responder

Edivaldo

29 de agosto de 2011 às 10h09

Parabéns a Emiliano.Alguém precisa tomar uma atitude contra esse banditismo jornalístico.

Responder

JOÃO DOS ANZOIS

29 de agosto de 2011 às 10h08

UMA PERGUNTA: quem compra VEJA financia CRIMES ?

Responder

    Aline C Pavia

    29 de agosto de 2011 às 12h45

    Falou e disse. 200 mil assinantes só. Quanta árvore morrendo à toa pra servir de veículo para esse panfleto merdorrágico ser impresso. Crime contra o meio-ambiente também.

    Klaus

    29 de agosto de 2011 às 14h47

    Tiragem: 1.217.084
    Circulação Líquida: 1.072.246
    Assinaturas 922.531
    Avulsas: 149.714

    Marcio H Silva

    29 de agosto de 2011 às 20h34

    Caro Klaus, foi a VEJA que divulgou? e voce acredita? então porque eles me enviam e-mail toda semana com descontos incríveis? eu deixo, porque se detonar eles despedem a moça que manda o e-mail. Não quero que ela perca o emprego, e é mais uma despesa para eles.

    Marcio H Silva

    29 de agosto de 2011 às 15h27

    200 mil assinaturas, 1000 leem. Num País de 160 milhões a penetração é baixíssima. Aí vem alguém e diz: estes 1 milhão de leitores formam opinião. E daí? formam opinião para as minorias de direita que são os 7% contra este governo incondicionalmente. O perigo é a replicação da reportagem nos veículos dos cúmplices, FSP, Estadão e Globo. Aí a notícia se amplifica muito. Um dos motivos para termos a lei de media.

trombeta

29 de agosto de 2011 às 09h51

Atenção governo Dilma e PT, "caiu do céu" a oportunidade histórica de emparedar a mídia golpista, o clima nunca foi tão favorável para se dar início a discussão da ley de medios.

Responder

    beattrice

    29 de agosto de 2011 às 12h15

    Caiu do céu ou ascendeu do inferno, fato é que a HORA é ESSA.

mauro rmaos

29 de agosto de 2011 às 09h45

Ates,eu dava risada da cara dos idiotas que fazem o pasquinete Veja;hoje,eu tenho é de dar risada da cara dos bobalhoes de "crasse" media que lem esse lixo editorial dos Civitas.Esse pasquinete interiorano nao tem limites e nem senso de ridiculo.Onde ja se viu isso,Jose Dirceu conspirar contra Dilma?

Responder

Enteu

29 de agosto de 2011 às 09h43

Bem, essa revista age assim porque tem certezade quote tudo isso não vai dar em nada. As autoridades desse país temem o PIG.
Talvez agora se explique a ausência do áudio do grampo no STF, será que ele poderia incriminar a veja.

Responder

Tony Araujo - Recife

29 de agosto de 2011 às 09h31

Se fosse o contrário, a camareira já teria aparecido no Fantástico e hj apareceria no JN, dando entrevista exclisiva para contar o que o Zé Dirceu tinha dito a ela e o que tinha proposto para entra no quarto alheio.

Responder

Gerson Carneiro

29 de agosto de 2011 às 05h45

Aproxima-se o julgamento tão esperando pelo José Dirceu. O julgamento que lhe dará salvo-conduto para reagir e processar a Veja, processar o PIG, processar o José Serra, processar todos aqueles que tentaram lhe imputar, de forma criminosa, o título de "quadrilheiro", "chefe do mensalão".

A Veja, que encabeçou a campanha difamatória contra o José Dirceu, se apressa na tentativa de provocar clamor popular e pressionar o STF a condenar o José Dirceu. Puro lobby criminoso.

Errou em seu ponta-pé inicial. Não contava que a camareira não fosse uma de suas leitoras.

A Veja fará de tudo para evitar que o José Dirceu seja absolvido pelo STF. O que será a desmoralização cabal de todo o PIG, incluíndo a Veja que foi quem encabeçou a campanha difamatória contra o Dirceu.

Responder

    Guilherme Souto

    29 de agosto de 2011 às 12h44

    O STF, pelo menos esse que aí está agir contrariamente a elite desse país?
    Vou esperar sentado – e na torcida – julgamento condenatório para cima da grande imprensa.

Alexandre Mattos

29 de agosto de 2011 às 05h41

Ley dos Medios já!!! Pelo visto deverá ser uma Lei Mundial! A Argentina já emparedou o PiG (Claryn, jornalecos e revistecas difamatórias) de lá com a Ley dos Medios. Agora, surge a prova definitiva que será preciso dar um basta na ditadura desse tipo de mídia no Brasil que, aliás, sabemos muito bem quem são eles!!! São gente com pensamento arcaico, adepto à ditadura, golpes e lobbies políticos!!!
Ley dos Medios nesses "terroristas"!

Responder

Francisco

29 de agosto de 2011 às 03h22

A última CPI aberta no Brasil antes do golpe de 1964 era sobre a imprensa. Seu relatório sairia dias depois da data que acabou sendo escolhida para o golpe. E a esquerda hesita…

Responder

    beattrice

    29 de agosto de 2011 às 12h17

    Quem hesita não leva.

Sérgio

29 de agosto de 2011 às 02h09

Este períodico já aderiu ao mundo da criminalidade há muito tempo.

Responder

Pardalzinho

29 de agosto de 2011 às 02h01

A situação aqui é bem distinta… Prá começo de conversa temos QUATRO Murdocks ao invés de um e, pior, eles não concorrem entre sí; as pautas, e os interesses, são complementares. Neste momento, por exemplo, está valendo a maior instituição que rege Famiglias mafiosas, a OMERTÀ… o famoso código de honra, baseado no silêncio, que está acima dos interesses individuais de cada uma delas. Vão sair dessa de fininho? Vamos permitir que esses canalhas continuem conspirando livremente contra um governo eleito, reeleito e novamente eleito pelo voto do povo? Até quando?

Responder

Emiliano José: Veja é o Murdoch brasileiro com motivação política » O Recôncavo

29 de agosto de 2011 às 00h44

[…] Emiliano José: Veja é o Murdoch brasileiro com motivação política por Charles Carmo, de Salvador para o Viomundo […]

Responder

zé Augusto

28 de agosto de 2011 às 23h53

"Não se trata de um fato com um companheiro do partido, que fique bem claro, mas de uma agressão à vida democrática brasileira."

Falta o resto do PT dar as caras. Parecem todos escondidinhos, quietinhos demais. Qual o problema? Pode ser que estejam articulando a criação de uma CPI da imprensa, pode ser. Pode ser que usem essa "ameaça" para acalmar o ímpeto golpista que vem "das redações", pode ser.
E pode ser que estejam todos escondidos torcendo para que seus nomes não apareçam "por aí".

A imprensa se calar é compreensível. Essa parceria é antiga. Veja e "o resto".

Enquanto isso os jornais continuam a ser entregues por esse país afora. Jornais e revistas.
Cidadão que quer ler jornal ou revista só precisa exigir seu direito. Estado, prefeituras, assinantes… pagando com dinheiro público, claro. O difícil é achar quem queira ler.

Responder

    beattrice

    29 de agosto de 2011 às 12h18

    O problema é justamente a mudez do PT e do governo DILMA, que ficam observando o cavalo passar selado na porta e não montam nele.

@Evieiramiranda

28 de agosto de 2011 às 23h51

Se a pergunta é o que quer a Veja, eu respondo prontamente:

1. Criar um clima na opinião pública para condenar (diretamente) o Zé Dirceu no STF, em julgamento que está marcado, salvo engano, para o mês que vem. 2. Assim, provar que ela, Revista Veja e Roberto Jefferson, estavam certos, e que o suposto mensalão de fato teria existido, ao menos aos olhos da Justiça. 3. Atingidos estes dois objetivos, chega-se ao principal: condenar Lula indiretamente e, desta forma, influenciar nas eleições municipais (que a direita e o PSDB poderão perder os últimos grandes abrigos que lhes restam, como algumas grandes prefeituras).

O plano, acredito, era esse, mas o repórter dela foi aloprado demais, e pode ter colocado tudo a perder.

Responder

    Marcos C.Campos

    29 de agosto de 2011 às 13h46

    Golpismo explicito , só não enxerga quem não quer …

FrancoAtirador

28 de agosto de 2011 às 23h49

.
.
Revista VEJA: Crime no Hotel Naoum

<img src="http://2.bp.blogspot.com/-PfIhoRLwRRc/TlhPKAks_QI/AAAAAAAAH3A/mGLvyrbxMgM/s1600/Terra_Brasilis_Hotel_Naoum.jpg">

BOLETIM DE OCORRÊNCIA POLICIAL

Em 3 páginas:

http://3.bp.blogspot.com/-bO1Y1MWL9ww/TlhGXvXT6KI…
http://2.bp.blogspot.com/-7YIqZP38HGI/TlhGY2f30XI…
http://2.bp.blogspot.com/-zVCUw9N0fxc/TlhGWtE_voI…

Responder

    João PR

    29 de agosto de 2011 às 00h31

    Muito boa esta Franco Atirador.

    Parabéns!!!!!!!!!!

    SILOÉ-RJ

    29 de agosto de 2011 às 03h51

    Exelente!!!

    Rômulo

    29 de agosto de 2011 às 03h57

    Belíssimo trabalho, Franco!
    A gente vê que a luta está ficando boa quando começa a haver essa criatividade nas formas de luta.

    FrancoAtirador

    29 de agosto de 2011 às 09h10

    .
    .
    Créditos para o Terra Brasilis:

    http://profdiafonso.blogspot.com/

    JotaCe

    29 de agosto de 2011 às 14h30

    Brilhante, Franco! Abs,
    JotaCe

Marco

28 de agosto de 2011 às 23h07

Nesta segunda-feira vai ser interessante acompanhar a movimentação do próprio José Dirceu, deputados e senadores do PT e da base aliada. Vamos observar também o comportamento da OAB, FENAJ, Sindicatos dos jornalistas e a imprensa corporativa. Fora é claro do Ministro da Justiça, STF, PGR e Polícia Federal.
Se o governo Dilma não começar amanhã mesmo a FAXINA na imprensa golpista, não haverá mais limites para essa gente. Será a capitulação final de um governo eleito pelo povo brasileiro nos últimos 12 anos, pelos barões de uma imprensa decrépita e reacionária. Não vai ter mais volta.
Convocar o capo Civita para um "esclarecimento" no Congresso Nacional é o mínimo para começar a desratização de nossa imprensa.

Responder

spin

28 de agosto de 2011 às 22h55

Triste Brasil com esta imprensa bandida

Responder

Márcio Carneiro

28 de agosto de 2011 às 22h44

Engraçado.
De todos os casos de corrupção levantados pelo PIG, é a primeira vez que a left-defense force se levanta.
Zé Dirceu tem muitos queridos no lado vermelho da força.

Responder

    João PR

    29 de agosto de 2011 às 00h33

    Não se trata de ser amigo de "A" ou de "B".

    Trata-se de condenarmos o jornalismo de esgoto, antidemocrático, elitista que a Veja e outros órgãos piguentos fazem.

    Por sinal, já tomou seu todinho? Então pode ir nanar.

    mauro

    29 de agosto de 2011 às 00h49

    É incrível tentar sair, dessa forma, tangenciando pela direita…
    Após tudo o que foi revelado no caso Murdoch…
    Após tudo o que foi revelado pelo Wikileaks…
    Achar que esse comportamento da Veja é aceitável…
    Só mesmo na cabeça dos militantes do Tea Party, que afirmam que o Obama não nasceu nos EUA…

    SILOÉ-RJ

    29 de agosto de 2011 às 03h49

    E você nem imagina quantos.
    Só que como sempre, a armação da corrupção é direita junto com o PIG e antes o PT caiu feito patinho.
    Mas dessa vez o tiro saiu pela culatra e quem foi pego com a boca na botija foi a ridícula veja.
    Da qual agora você passa de assinante pra cúmplice.

    Renato Lira

    29 de agosto de 2011 às 03h51

    Engraçado que agora os membros do Tea Party Brazil surgem de todo canto pra tentar desviar o foco do crime cometido por veja e seu repórter-trombadinha.

    beattrice

    29 de agosto de 2011 às 12h13

    Pelo tamanho da gritaria do TEA PARTY BRAZIL imagina-se o pavor que eles tem da LEY DOS MEDIOS, CADÊ A LEY DILMA?

    Rômulo

    29 de agosto de 2011 às 03h55

    A left defense force sabe muito bem porque está se levantando. Fomos nós que fomos presos e torturados e essa agora da revistinha tem todas as características de coisas da ditadura.
    Dessa vez, meu caro, os tempos são outros.
    Vcs não passarão! Lutemos sim, mas DENTRO DA LEGALIDADE. Com métodos democráticos.
    Golpe abaixo da cintura vai ter revide sério da left defense force, pode escrever.

    luiz pinheiro

    29 de agosto de 2011 às 07h44

    "Left-defense force"? Onde voce aprendeu esse tipo de expressão, na Escola das Américas?

    Polengo

    29 de agosto de 2011 às 11h08

    Ele aprendeu quando tirava os sapatinhos.

    Marcio H Silva

    29 de agosto de 2011 às 15h19

    Ou quando servia cafezinho no gabinete do Embaixador americano.

    beattrice

    29 de agosto de 2011 às 12h12

    Ou no Instituto MILLENIUM.

    Sergio Navas

    29 de agosto de 2011 às 09h54

    Mario Carneiro de minha parte eu o perdôo, deve ser muito duro descobrir ter sido feito de otário durante muito tempo, pelo orgão que julgava mantê-lo bem informado.
    Consolo, sempre há tempo para mudar.
    abçs

    eunice

    29 de agosto de 2011 às 11h33

    Se você tem acesso a esse PIG leve-o para a Assembléia Paulista, por favor.

    Marcos C.Campos

    29 de agosto de 2011 às 13h45

    O marcio , se tu quer dar golpe , vai pros barcos da OTAN que estão desembarcando bandidos-mercenários na Libia para caçar o tirano escolhido do momento (geralmente em país que tem petróleo, por que será? )

    Aqui meu caros estamos tentando construir / viver em um estado democrático de direito, não de força.

    Vai para a right-ofense-force que parece ser mais adequado a vossa pessoa.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding