VIOMUNDO

Diário da Resistência


Rillo à gente diferenciada:  Quem é mais violento, o batedor de carteira que vocês prendem no tronco, ou os vendilhões da Lava Jato?
Repolitizando 10/06/2019 - 17h59

Rillo à gente diferenciada: Quem é mais violento, o batedor de carteira que vocês prendem no tronco, ou os vendilhões da Lava Jato?


Por João Paulo Rillo

Onde mora a violência?

por João Paulo Rillo

Uma das imagens que sintetizam a hipocrisia, a cegueira social e a disposição para a violência dos últimos tempos é aquela de um menino negro preso a um poste, nu, exposto ao escárnio público nas ruas da cidade maravilhosa, por supostamente ter furtado uma bolsa ou carteira de alguém.

Cenas similares de justiçamento passaram a ser frequentes no novo Brasil de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, os justiceiros.

As aulas dos deuses da moralidade pública eram transmitidas todos os dias durante anos pelas grandes emissoras de rádio e TV do país. Sem o mínimo de reparo crítico de boa parte da patota de jornalistas tropicais.

E o monstro foi crescendo ao embalo de aplausos e panelas histéricas. Não havia sangue, prisões, vazamentos, sofrimentos, delações e condenações suficientes para saciar a gana dessa gente diferenciada que tem a certeza de serem a salvação desse país.

Dessa gente que reza de noite e sonega de dia. Que palestra sobre moralidade, família e bons costumes em suas instituições maçônicas e filantrópicas em um dia e, no outro, trai suas esposas e filhos.

Dessa gente que se vestiu verde e amarelo com panelinhas na mão dizendo que não aguentava mais trabalhar e pagar impostos para o governo, mas, na verdade, não engolia o fim da escravidão das empregadas domésticas proporcionado pelos governos Lula e Dilma.

Dessa gente que hostilizou médicos estrangeiros que vieram com a missão extraordinária de amenizar o sofrimento de mais de 50 milhões de pessoas que não conseguiam ser atendidas a contento, devido ao escandaloso déficit de saúde que temos com nosso povo.

Essa gente diferenciada, infelizmente, fez muita gente trabalhadora votar nesse lixo, nessa síntese de violência, fascismo, estupidez, burrice e ignorância que atende pelo nome de Jair Bolsonaro.

Não se trata aqui de passar o pano em esquemas de corrupção descobertos pela Operação Lava Jato. Muito menos de defender a anulação completa dos processos em investigação. Não! Trata-se de expor seus erros, contradições, desvirtuamento e nocividade ao devido processo legal.

Será que ninguém dessa gente diferenciada nunca se permitiu desconfiar de uma operação que deixa milhares de corruptos lacaios soltos e prende, sem provas, justamente o político mais popular do país que venceria as eleições (segundo todos os institutos de pesquisa)?

Nunca pareceram estranhos os vazamentos, a ausência de provas, os sucessivos erros e crimes processuais e a atípica agilidade processual no caso desse político, enquanto qualquer outro processo demoraria décadas para se concluir? Não, né? Eu sei que não.

A ausência de compreensão histórica e a cultura escravagista cegam essa gente diferenciada e a colocam em uma dimensão de superproteção, de achar que as violências e os abusos processuais só acontecem contra os pobres e contra os políticos do campo democrático popular.

Por isso que vocês continuam praticando preconceito, racismo e violência contra os pobres. Vocês são covardes, medíocres e capachos de uma ordem econômica cruel e assassina. Vocês são cúmplices e coautores do desmonte do país.

Vocês são bons para exigir autocrítica dos outros, mas jamais reconhecerão o equívoco gigantesco de terem engrossado o caldo do movimento mais irresponsável da história recente do país: o golpe em uma presidente eleita pela maioria do povo.

Vocês metralharam nossa jovem democracia, atearam fogo em nosso frágil estado de direito. Elegeram um sociopata presidente, que nomeou um vendilhão como super ministro da Justiça, treinado pela CIA para entregar nossas riquezas ao império.

Agora não tem mais como disfarçar. Não são mais teorias conspiratórias e convicções dos ”baderneiros” de esquerda, que gritam desesperadamente os escândalos da Lava Jato.

O conluio criminoso desses canalhas foi desmascarado, está em pratos limpos, está tudo lá, escrito, assinado, com suas inconfundíveis digitais criminosas.

Esses trânsfugas tocaram o terror no Brasil para evitarem a continuidade de um projeto de soberania nacional e nos enfiaram goela abaixo uma agenda ultraliberal, que saqueou o Pré-sal, destruiu nossos marcos legais de respeito aos trabalhadores, disparou o preço do gás, óleo e gasolina, aumentou o desemprego, quer saquear os fundos de pensão e destruir nossa seguridade social, e por fim, liberar todas os crimes e  tragédias ambientais possíveis e imagináveis.

Foi exatamente esse o papel de Moro, Dallagnol e cia.: destruir o que o povo e os trabalhadores construíram.

Pergunto a essa gente diferenciada quem é mais violento: o batedor de carteira que vocês prendem no tronco ou os vendilhões da Lava Jato? Quem causa mais dano ao país?

Só espero que essa gente diferenciada não encontre o jornalista Glenn Greenwald e o prenda pelado em um poste por ter roubado a falsa ilusão que carregavam em suas bolsas de luxo.

Nos encontramos nas ruas!

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

02 de julho de 2019 às 21h40

A Palestina é Aqui …

“As pessoas são desonestas num nível impressionante.
Quem realmente leu meu post anterior, viu que eu sou contra o Estado de Israel,
inclusive já recusei convites para ir a Israel.
Respeito e muito a luta do povo palestino.
Meu ponto foi tão somente a seletividade,
como não acreditar que estamos em guerra
num país em que a cada 23 minutos um jovem negro é assassinado?
Tá tudo bem cantar num país que compra armas de Israel
e depois apontar o dedo para os outros? Esse foi meu ponto.
Não estou discutindo a vida de quem vai pra outro país ou não,
eu mesma vou para vários e seguirei indo, esse mundo nos deve,
meu ponto é: se você cobra posicionamento, e eu concordo,
você também precisa entender que pode ser cobrado.
E as pessoas precisam parar de tratar o Brasil como negócios estrangeiros,
como quarto de despejo do mundo, como colônia de exploração.
Todo mundo vem pra cá e sequer questiona nossa situação.
Faz um telão com “Ele não” e já era.
E ai de nós se não aplaudir e achar revolucionário.
Mas aí, comprovando o que venho dizendo há algum tempo,
o comportamento de manada surge.
As pessoas preferem distorcer, mentir, ofender, só pra ter razão.
E juram que são de esquerda.
O nível é tão baixo que, não faz muito tempo, até que estavam
sendo processadas por mim, inventaram.
Num país em pessoas negras são criminalizadas todos os dias,
teve gente inventando fake News se dizendo criminalizada.
No país do encarceramento.
Tudo isso para não assumir que mentiu para passar pano pra humorista racista.
E foi realmente muito importante ver como as pessoas agem de modo
que dizem combater.
Agem como se não pudéssemos questionar um rock star rico
e chegam na loucura de comparar a vida de um cara rico que mora nos EUA,
com a de uma mulher preta trabalhadora do sul do mundo.
Como se estivéssemos em igualdade de oportunidades.
A galera não tem vergonha na cara.
Apoiar os projetos pretos, cadê? Discutir branquitude, cadê?
O ódio que destilam a quem questiona seus ídolos,
sobretudo se quem questiona não é a norma,
mostra bem o caráter dessas pessoas.
Acho sempre bom isso acontecer, é preciso nomear os bois.
Deixar essas pessoas saírem dos bueiros.
Eu quero mais é estar longe delas.”

Djamila Ribeiro
Coordenadora da Coleção Feminismos Plurais
Colunista @folhadespaulo e @marieclairebr
Autora de “Lugar de Fala”

https://catracalivre.com.br/cidadania/djamila-ribeiro-e-atacada-no-twitter-apos-comparar-palestina-ao-brasil/amp/

Responder

Alvaro Arenhart

15 de junho de 2019 às 05h29

Posso deixar meu RG e CPF se quiser.
Materia deste tipo so pode ter vibdo de ideologos sdguidores de Gramiscy.
Colocar no msm volume um batedor de carteira, ladrao , assassino, bandido q assalta inocentes e Membros da Lava Jato q demonstraram ao Pais q nao é somente este batedor de carteira bandido vai para a cadeia mas tbm ex presidentes é uma idiotice e covardia.
É inadmissivel a troca de valores: o falso, o injusto, o criminoso, o bandido, o vilão se torna o BOM. É o oposto q prega os mandamentos da Cultura Ocidental e seus tres Pilares. É distorcer as ordens do correto e justo.
Porque ao inves de tu escrever besteira, tu nao comenta sobre a morte de Juhan, aquele menino de 9 anos q foi CAPADO por duas lesbicas e depois morto e esquartejado?.?????

Responder

a.ali

10 de junho de 2019 às 23h11

ah, essa gente diferenciada…são canalhas, vendilhões, entregadores da patria despudorados…são uma quadrilha maquiavélica com as bênçãos da mídia podre, de falsos profetas em conluio com os safados do norte que querem fazer da AL, tb. seu quintal como fazem pelo resto do mundo subjugando povos. e quem os defende são do mesmo naipe. os safados estão nus se bem que toda essa falcatruagem já era do conhecimento do campo progressista só faltavam as provas, pois qualquer cabeça, por mais mediana que seja, já tinha percebido as mts.”coincidências” . calma tem mais sujeira vindo à tona!
eis a “nossa” justi$$a a mesma que bradávamos: o golpe veste toga!!!

Responder

Silvio

10 de junho de 2019 às 22h21

Malandro é malandro e mané é mané. Os coxinhas sao uns trouxas e extremamente preconceituosos, odeiam os pobres.
Sabem que o Moro e Dallagnol fraudavam os processos contra o Lula e sempre ficaram a favor dos 2 meliantes pq detestam o Lula e o que ele representa, os pobres. Sabem que a lava jato trapaceava e mesmo assim apoiavam o Moro.
Agora, escondam a cara embaixo da terra, pois os trouxinhas nao passam de trouxas mesmo, manés.
Destruiram a economia com seu projeto de poder particular e ainda de quebra jogaram a culpa em quem fez o pais crescer 13 anos seguidos. Tudo isso pq nao gostam de pobre frequentando os mesmos ambientes que os patos frequentam, é só odio de classe evidentemente.
Cadê as panelas ?

Responder

    Moises Duarte

    03 de julho de 2019 às 14h03

    Silvio, eu sou pobre e estou do lado da Lava Jato, a única vez que vi bandido de colarinho branco ir para atrás das grades! Você acha que defende pobres? Agindo contra Sergio Moro e a operação Lava Jato você está defendendo ladrões ricos como os empreiteiros milionários que roubavam a nação para compra políticos corruptos.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.