VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


João Paulo Rillo: A todos que lutam, esperança contra a barbárie
Repolitizando

João Paulo Rillo: A todos que lutam, esperança contra a barbárie


31/12/2019 - 10h47

Esperança contra a barbárie

por João Paulo Rillo*

São tantas coisas
que começo a guardar
sentimentos
nas sacolas de supermercados

Preciso parar
de comprar
atrocidades a prazo

Não foi pra isso
que lutamos tanto

Não foi pra isso
que sonhamos tanto

Tá tudo envenenado

O amor
plantado com herbicidas
se transformou
numa bomba de ódio

Não perco
nenhum segundo
com a barbárie do presente

É triste
dilacerante
assistir inerte
o desmonte
como uma plateia
de um circo pegando fogo?

É!

Mas isso não é um circo
ele não é um palhaço

é um assassino
cruel
belicoso

“vagabundo!
miliciano!
bandido!
estelionatário!
corrupto!
criminoso!”

os desabafos
berrados com energia
liberam endorfina
são livres
e aliviam

Mas eu paro por aí
me incluam fora do Fora

E isso não significa
passar o pano
na realidade
Não há manto suficiente
“pra cobrir
tanta infâmia
e covardia”

Mas me incluam
fora do Fora

Deixa estar
educar
politizar
desgastar
sucumbir

De que vale
trocar a cara
se o corpo
o cérebro
continuarão o mesmo?

não seremos nós
– os que lutam e resistem –
a prestar serviços
aos inimigos

expulsar apenas um diabo
não significa a vitória do céu

o processo
é pedagógico
e precisa ir até o fim
até o fim

– com a exceção de um levante
que não acontecerá por decreto –

Estendamos as mãos
aos verdadeiros
companheiros

Com eles
construiremos
no presente
um jardim de futuro

Sem
veneno
mágoa
desprezo
ódio

a utopia plantada
milhares de vezes
de fora pra dentro
nos devolverá a floresta

se faz urgente
plantar milhares
de jardins de sonhos

Com relações
sinceras e fraternais

E isso
não será
de uma hora pra outra

Nada plantado hoje
será colhido
hoje mesmo

A grande busca
é descobrir
mais prazer no plantio
do que na colheita

Virar o ano
é uma mística cultural
forte e universal

uma catarse
quase que vital
para muitos

que seja!

mas não vou
perdoar nada
não vou esquecer
nada
do que aconteceu
neste ano

É com memória
que desejo
a todos que lutam
um ano novo
com muita esperança
nos velhos sonhos

*João Paulo Rillo é diretor de teatro, militante do PSOL e ex-deputado estadual paulista.

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.