VIOMUNDO

Diário da Resistência


Greve da Educação: A pedido do governo Zema, Justiça multa Sind-UTE em R$ 3,2 milhões e bloqueia suas contas bancárias; leia a nota do sindicato
Quem luta educa

Greve da Educação: A pedido do governo Zema, Justiça multa Sind-UTE em R$ 3,2 milhões e bloqueia suas contas bancárias; leia a nota do sindicato


06/05/2022 - 13h37





4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

06 de maio de 2022 às 17h24

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/1/1c/Serra_do_curral.jpg/440px-Serra_do_curral.jpg

Ligue os pontos

“Serra do Curral: deputados denunciam suposta propina por licença no governo Zema”

O Deputado Federal Rogério Correia e a Deputada Estadual Beatriz Cerqueira
(ambos do PT) vão acionar o Ministério Público de Minas Gerais para denunciar
irregularidades e um suposto pagamento de propina envolvendo a autorização
da atividade de mineração na Serra do Curral, aprovada na semana passada
pelo governo de Romeu Zema [Novo].

O documento será entregue ao procurador da República Carlos Bruno
Ferreira da Silva, nesta sexta-feira (6) com as presenças de lideranças
e ativistas do movimento social e ambientalista.

Ontem, em audiência pública da Assembleia Legislativa sobre o assunto,
Rogério Correia apresentou documento assinado por sócios minoritários
da Taquaril Mineração S.A contra os gestores da própria empresa.

O texto sugere o pagamento de propina para aprovação do licenciamento
ambiental para mineração na Serra do Curral [*] – Patrimônio Nacional tombado
pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) – escolhida
por Plebiscito em 1995 como símbolo da Cidade de Belo Horizonte, Capital do
Estado de Minas Gerais.

https://leia.org.br//wp-content/uploads/2019/08/RBSE_PROPOSTA-FASE2_documento_final_10.09.png

[*] Na Serra do Curral estão áreas de Preservação Ambiental que abrigam milhares de espécies, como o próprio Parque da Serra do Curral, o Parque
das Mangabeiras, o Parque Estadual da Baleia, o Fort Lauterdale, em Belo
Horizonte, e a Mata do Jambreiro, na cidade de Nova Lima.

Faz parte de um conjunto de serras que pertence à Reserva da Biosfera
da Serra do Espinhaço, reconhecida em 2005 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) como área “prioritária
para conservação das riquezas naturais e culturais existentes no planeta”.

A Serra do Curral é também estratégica para a Região Metropolitana
de Belo Horizonte, pois é a principal Fonte de Água, tanto para a Bacia
do Rio Paraopeba quanto para o Rio das Velhas, os Dois Mananciais
responsáveis por praticamente todo o abastecimento da Capital
e de outras Cidades Populosas do seu entorno.

Do lado sul da Serra, diversos mananciais repõem a água que a
Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) retira na
Estação de Bela Fama.
No seu lado norte, existe uma reposição importante de água que
é a do Rio Arrudas.

Na Serra nascem grande parte dos córregos que banham
a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).
O Ribeirão Arrudas e alguns córregos que atravessam o
Barreiro e parte de Ibirité, como os córregos do Clemente
e Capão da Posse, por exemplo, tem as suas nascentes
localizadas no complexo da Serra.
Também os córregos do Cercadinho, Acaba Mundo e Serra
são cursos d’água que têm as suas nascentes localizadas
na Serra do Curral.

https://leia.org.br//wp-content/uploads/2020/07/image_processing20200201-29235-fl373i.jpg
https://leia.org.br/serra-do-curral-e-tema-de-serie-especial-do-lei-a-acompanhe-aqui-o-primeiro-capitulo/
https://leia.org.br/unesco-amplia-em-220-o-territorio-da-reserva-da-biosfera-do-espinhaco/

Leia também:

Série Especial: “Os Caminhos da Destruição na Serra do Curral”

https://leia.org.br/serie-completa-os-caminhos-da-destruicao-na-serra-do-curral/

“SERRA DO CURRAL: SIGNIFICADOS E IMPORTÂNCIA DE PROTEÇÃO”

Maraluce Maria Custódio
[Escola Superior Dom Helder Câmara (ESDHC)]
Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG),
em programa de co-tutela com a Université d’Avignon.
Mestre em Direito pela UFMG e em Direito Ambiental
pela Universidad International de Andalucía (UNIA).
Graduada em Direito pela UFMG.
Professora do Programa de Mestrado e Doutorado em
Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da ESDHC.
ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2048-7883

José Cláudio Junqueira Ribeiro
[Escola Superior Dom Helder Câmara (ESDHC)]
Doutor em Saneamento Meio Ambiente e Recursos Hídricos
pela UFMG.
Mestre em Genie Sanitaire Et Urbanisme pela Ecole Nationale de
La Santé Publique (ENSP).
Especialista em Engenharia Sanitária pela Escola de Engenharia
da UFMG.
Graduado em Engenharia Civil pela UFMG.
Professor da Graduação e Professor Permanente do Programa de
Pós-Graduação em Direito da ESDHC
(Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável).
ORCID: https://orcid.org/0000-0002-6626-4557

http://revista.domhelder.edu.br/index.php/veredas/article/view/2241/25306

Responder

Ibsen Marques

06 de maio de 2022 às 16h11

Não deveria dizer surpreso. A justiça brasileira não é cega e tem um lado muito bem definido.

Responder

Zé Maria

06 de maio de 2022 às 15h14

O Carone sempre disse que o TJ-MG foi aparelhado pelo Aécio, parceiro do Zema.

Responder

    Zé Maria

    06 de maio de 2022 às 15h17

    https://www.viomundo.com.br/denuncias/absolvido-jornalista-que-ficou-9-meses-preso-em-minas-conta-no-congresso-as-denuncias-que-faria-contra-aecio.html


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding